P. 1
O Conceito de Giro de Estoques

O Conceito de Giro de Estoques

|Views: 1.226|Likes:

More info:

Published by: Vanessa Ferraz Durão on Jan 13, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/08/2014

pdf

text

original

O conceito de Giro de Estoques Segundo (FOGARTY e BLACKSTONE JR, 1991), o Giro de Estoque é definido como a relação entre o Custo das

Mercadorias Vendidas (comércio) ouC u s t o d o s P r o d u t o s V e n d i d o s ( i n d ú s t r i a ) c o m o s a l d o d e E s t o q u e . D e f o r m a a minimizar erros de volatilidade de estoques, recomendase utilizar os valores médiosde Estoque. Dessa forma, a expressão matemática pode ser: GE = C
E¹ + E²

2 Sendo: GE – Giro de estoque C– Custo das mercadorias E 1 – Estoque do período 1 E 2 – Estoque do período 2Ainda para os mesmos autores, o Giro de Estoque representa o número devezes em que o estoque é renovado durante um determinado período. A palavrarenovar significa quantas vezes em média o estoque volta ao valor do investimento aque se deseja, durante aquele período.P a r a c o n h e c e r o n ú m e r o de dias em que o estoque permanece paradodurante um determinado intervalo de tempo basta dividir o número de dias dop e r í o d o e m estudo, por exemplo, se for ano, adota-se 360 dias, pelo G i r o d e Estoque. Este quociente representa o número de dias, em média, que a empresapode vender sem renovar seu estoque. É, também, conhecido como o Prazo Médiode Estocagem (PME). O PME é o número de dias que decorre, em média, entre acompra e a venda das mercadorias ou produtos. Estipula-se que quanto maior o girom a i o r s e r á a e f i c i ê n c i a d a e m p r e s a , p o i s e s t á constantemente vendendo suasm e r c a d o r i a s , t r a n s f o r m a n d o - a s e m l u c r o . I n c l u s i v e , c o m i s s o , h á m e n o r possibilidade de estocar itens obsoletos e perecíveis http://pt.scribd.com/doc/21671452/8/O-conceito-de-Giro-de-Estoques

stoque Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Este artigo ou secção contém uma lista de fontes ou uma única fonte no fim do

refere-se às mercadorias. No meio empresarial. Para a arma improvisada. por outro lado níveis baixos de . p. (desde outubro de 2010) Por favor.. tais como ferramentas e alimentos (Garcia et al. Esta página ou secção precisa de correção ortográfico-gramatical. É usado sobretudo no domínio da logística e da contabilidade. podendo ainda necessitar de melhoria em termos de vocabulário ou coesão. Se tem conhecimentos linguísticos. melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes. Pode conter incorreções textuais. 2006. o que compromete a confiabilidade das informações. Existências em armazém A gestão de estoques é um conceito que está presente em praticamente todo o tipo de empresas. para atingir um nível de qualidade superior conforme o livro de estilo da Wikipédia. inserindoas no corpo do texto quando necessário. 9). produtos (finais ou inacabados) ou outros elementos na posse de um agente económico. Nota: Para o tipo de espada. de modo a suportar o seu desenvolvimento e sobrevivência. veja Estoque (arma). sinta-se à vontade para ajudar. mas estas não são citadas no corpo do artigo. estoque (curruptela da palavra inglesa stock) (português brasileiro) ou existências (português europeu). Em administração. Desde o início da sua história que a humanidade tem usado estoques de variados recursos.[1]. assim como na vida cotidiana das pessoas.texto. veja Estoque (espada). se por um lado o excesso de estoques representa custos operacionais e de oportunidade do capital empatado.

p.3 Preço médio ponderado 4.1 Vantagens do método 4.. assim como da competição global.4 Custo Padrão 5.estoque podem originar perdas de economias e custos elevados devido à falta de produtos.1. • Uma das principais vantagens dos estoques é poderem ser usados para enfrentar uma situação de falta.2 UEPS  4. um estoque consegue satisfazer uma procura uniforme. não é tarefa fácil encontrar o ponto ótimo neste Trade-off (Garcia et al. • . Regra geral.2. O alastrar do número de SKU's (Stock Keeping Units). Índice [esconder] • • • 1 Vantagens de constituir estoques 2 Custos de Estoques 3 Classificação dos estoques ○ ○ 3. discuta sobre esta fusão na página de discussão deste artigo. Se discorda. têm dificultado ainda mais essa tarefa (Garcia et al. o aumento diferenciação de produtos. 2006.1 Vantagens do método 4. 2006. 9). de privação do que é necessário. 9).1 PEPS  • 4 Critérios de avaliação de estoques ○ ○ ○ ○ 4.. p.2 Do ponto de vista administrativo 4.1 Do ponto de vista do processo produtivo 3. Quando apesar de não se verificar uma produção constante.1 Objectivos da gestão de stocks • • • • • • 5 Gerir um estoque ○ 6 Controle operacionais 7 Observações gerais 8 Referências 9 Bibliografia 10 Ver também [editar] Vantagens de constituir estoques O artigo ou secção Gestão de stocks#Vantagens na constituição de stocks deverá ser fundido aqui.

Uma interpretação comum é considerar o custo de manutenção de estoque de um produto como uma pequena parte do seu valor unitário (Garcia et al. ocorre um desaproveitamento de estoque. p. discuta sobre esta fusão na página de discussão deste artigo. Em relação aos custos associados à gestão de estoques. Em síntese. Evitar o desconforto devido a entregas e aquisições com elevada frequência. Quando a empresa mantém estoques que não são necessários.. Custos de falta. [editar] Custos de Estoques A armazenagem de materiais compreende dois tipos de custos: • • Custos variáveis.• • • De modo a enfrentar variações ou balanços da procura. materiais operacionais e instalações. receber essa mesma encomenda e inspeção. temos: equipamentos de armazenagem e manutenção. p. 2004. benefícios a funcionários e folha de pagamentos e utilização do imóvel e mobiliário. Possibilidade de se poder adquirir a baixos preços para se revender quando os preços são elevados. 2006. obsolescência e deterioração e custos de perdas. o envio da encomenda. o que vai significar uma perda de espaço físico assim como perdas de investimento. Este representa a perda de receitas por ter o capital investido em estoques em vez de o ter investido noutra atividade económica. Os custos fixos associados a um pedido são. 51). 2006. Quando existe a consciência que os estoques geram desperdício e quando se identificam as razões que indicam a necessidade de estoques. Custo de pedido são custos referentes a uma nova encomenda. o propósito é usá-las de um forma eficiente (Palmisano et al. Custos de pedido. 22) O artigo ou secção Gestão de stocks#Desvantagens na constituição de stocks deverá ser fundido aqui. estes podem ser separados em três áreas principais (Garcia et al. Custos fixos. manutenção dos estoques. Custos de manutenção de estoques são custos proporcionais a quantidade armazenada e ao tempo que esta fica em estoque. Um dos custos mais importante é o custo de oportunidade do capital. Nos custos fixos.. devido ao fato das operações entre entregas e utilizações se efetuarem a cadências diferentes. mesmo sendo essa procura mais ou menos constante. 15). O exemplo principal de custo . Nos custos variáveis relacionados com os estoques. podendo esses custos ser tanto variáveis como fixos. pode-se dizer que os estoques servem de reguladores. Se discorda. 2000. p. entre esses dois processos (Zermati. p. 14): • • • Custos de manutenção de estoques. seguros. temos: custos de operação e manutenção dos equipamentos.

como componentes que irão integrar o produto final. etc.. p. os estoques recebem diferentes classificações (Filho. • Estoque operacional: É um tipo de estoque destinado a evitar possíveis interrupções na produção por defeito ou quebra de algum equipamento. • Estoque de materiais administrativos: É formado de materiais destinados ao desenvolvimento das actividades da empresa e utilizados nas áreas administrativas da mesmas. [editar] Classificação dos estoques O artigo ou secção Gestão de stocks#Classificação de stocks deverá ser fundido aqui. (Filho. e utilização de planos de contingência (Garcia et al. 2006. papel. que se encontram nas várias fases de produção (Filho. 63). 62). Em empresas comerciais é chamado de estoque de mercadorias. 63). [editar] Do ponto de vista do processo produtivo Numa empresa industrial. 63). 2006. 2006. • Estoque de produtos acabados: É o estoque composto pelo produto que teve seu processo de fabricação finalizado. 2006. perda de market share. Custos de falta são custos derivados de quando não existe estoque suficiente para satisfazer a procura dos clientes em um dado período de tempo. Usualmente são materiais que se encontram em depósitos próprios para expedição. p. 2006. 16). 2006. É constituído por lubrificantes ou quaisquer materiais destinados a manutenção. Se discorda. tais como. 2006. substituição ou reparos tais como componentes ou peças sobressalentes (Filho. discuta sobre esta fusão na página de discussão deste artigo. 62). [editar] Do ponto de vista administrativo Podemos ainda destacar com grande importância para a administração: .variável é o preço unitário de compra dos artigos encomendados (Garcia et al. De acordo com a natureza dos produtos fabricados. Como exemplos temos: pagamento de multas contractuais. da actividades da empresa. p. p. p. deteorização de imagem da empresa. Existem diversas classificações dos estoques. perdas de venda. São formados por materiais ou produtos em condições de serem vendidos (Filho. 2006. São usualmente compostos por materiais brutos destinados à transformação (Filho. 63). p. p. 15).podemos ter: • Estoque de produtos em processo: Este tipo de estoques baseia-se essencialmente em todos os artigos solicitados necessários à fabricação ou montagem do produto final. • Estoque de matéria-prima e materiais auxiliares: Nestes estoques encontramos materiais secundários. formulários. p. impressos..

também conhecido como FIFO (first-in. Lead-times (tempo entre colocar e receber um pedido). evita que o processo produtivo pare em caso de uma avaria. Nesta maneira de agir. 2007. são (Ferreira. sendo esse estoque representado pelos preços pagos recentemente. vão ser aqueles que vão sair em primeiro lugar. decomposição. 14). principalmente quando eles estão sujeitos a mudança de qualidade. de forma ordenada e contínua. UEPS (último a entrar. A existência de estoques de segurança em uma unidade fabril. etc. São ainda utilizados para salvaguardar uma empresa de incertezas nas suas operações logísticas. sendo esta uma das principais razões pelas quais alguns se mostram contrários a este método. De modo a avaliar os estoques. Se discorda. alimentando as máquinas subsequentes durante a reparação. Custo Padrão (Standard Cost) [editar] PEPS Este critério. deste modo o custo da matéria-prima deve ser considerado pelo valor de compra desses primeiros artigos (Ferreira. p. 1998. 2006. deterioração. adoptar este método. podemos considerar quatro critérios usualmente utilizados. Preço médio ponderado. faz com que o efeito da oscilação dos preços sobre os resultados seja expressivo. 2007. primeiro a sair). simboliza uma condição necessária para um perfeito controle dos materiais. first-out) apura que os primeiros artigos que entrarem no estoque. primeiro a sair). o estoque apresenta uma relação bastante expressiva com o custo de reposição. p. [editar] Critérios de avaliação de estoques O artigo ou secção Gestão de stocks#Medição e avaliação do stock deverá ser fundido aqui. • . 34): • O movimento estabelecido para os materiais. e quantidades recebidas são exemplos de factores que podem apresentar variações não esperadas (Garcia et al. p. sendo eles: • • • • PEPS (primeiro a entrar. as saídas são confrontadas com os custos mais antigos.. O resultado conseguido reflecte o custo real dos artigos específicos utilizados nas saídas. p. [editar] Vantagens do método As vantagens de utilização deste método. 33). Os estoques de segurança impedem que ocorram problemas inesperados em alguma fase produtiva interrompendo as actividades sucessivas de atendimento da demanda.• Estoque de segurança ou mínimo: São as quantidades guardadas para garantir o andamento do processo produtivo caso ocorram aumento na demanda do item por parte do processo ou atraso no abastecimento futuro (Cabral. discuta sobre esta fusão na página de discussão deste artigo. Obviamente. procura dos clientes.. 265).

p. usualmente é aquele que foi utilizado na elaboração do planejamento orçamentário anual. de acordo com o método UEPS. Esse método não é tão utilizado nas empresas. É o método utilizado nas empresas brasileiras para atendimeto à legislação fiscal. [editar] Custo Padrão É o método de custeio preconizado pelo USGAAP (United States Generally Accepted Accounting Principles). face à sua receita corrente. reduzindo o lucro. Por serem debitadas contra a receita os custos mais recentes de compras. a empresa poderá ter sérios prejuízos. 35). provavelmente os mesmos já estarão vencidos. os preços maiores das compras mais recentes. Segue-se que. são (Ferreira. deste modo. por exemplo: Vendo produtos perecíveis. o seu preço médio seja actualizado. 2007. O método tende a minimizar os lucros das operações. 35). Numa temporada de alta de preços. que o estoque final consiste nas unidades mais antigas e é avaliado ao custo das mesmas. Pressupõe-se. Toda diferença entre o preço real de compra (decorrente de variações de preço) ou custo real de produção . Empresas multinacionais com operações no Brasil frequentemente tem de avaliar o estoque segundo o método do custo padrão. e não o custo total de reposição de todos os artigos utilizados. 2007. caso venda os produtos que chegaram por último. É uma forma de se custear os artigos consumidos de uma maneira realista e sistemática. 35): • Procura determinar se a empresa apurou ou não de forma correcta os seus custos correntes. 32). Nele tanto as entradas de estoque quanto as saídas são apropriadas ao custo padrão estabelecido pela empresa. O custo do estoque é obtido como se as unidades mais recentes adicionadas ao estoque (últimas a entrar) fossem as primeiras unidades vendidas (saídas) (primeiro a sair). [editar] Vantagens do método As vantagens de utilização deste método. p. p. 2007. o custo dos artigos vendidos (saídas) tende a se reflectir no custo dos artigos comprados mais recentemente (comprados ou produzidos). 2007.• Os artigos utilizados são retirados do estoque e a baixa dos mesmos é dada de uma maneira sistemática e lógica. são ajustados mais rapidamente às produções. em que os seus estoques tenham um controle permanente. pois dependendo do ramo de atuação. Também permite reduzir os lucros líquidos expostos (Ferreira. se algum dia chegar a tentar vender aqueles que foram adquiridos primeiramente. [editar] UEPS Este critério. o estoque é avaliado em termos do nível de preço da época em que o UEPS foi introduzido. para atender aos padrões da matriz. p. De acordo com o este método. estes possuem válidades. também conhecido como LIFO (last-in first-out) é um método de avaliar estoque bastante discutido. e que a cada aquisição. nas indústrias sujeitas a oscilações de preços. a aplicação deste método não obtém a realização do objectivo básico (Ferreira. pelo método do custo médio ponderado (Ferreira. • • • [editar] Preço médio ponderado Este critério é usado em empresas. e também fazê-lo segundo o custo médio para atendimento à legislação brasileira.

até ao controlo das quantidades adquiridas. respectivamente. com o intenção de medir a sua localização. negligenciada em muitas empresas. ou em excesso. • • Eliminar estoque de materiais defeituosos. Essas contas são contas de resultado. 61). 2006. p. outras empresas já perceberam como a gestão de estoques pode ser utilizada ao longo de toda a cadeia de suprimentos da qual fazem parte. O controlo é a etapa executiva responsável pelo actualização e recolha. e que faz com algumas decisões sejam tomadas em função de uma série de parâmetros anteriormente estabelecidos (Filho. quanto tempo cada item do estoque permanece na empresa antes de ser vendido. considerando as capacidades de armazenamento e as possibilidades financeiras.(decorrente de variações na produtividade) são apropriados nas contas de variação do preço de compra ou variação de manufatura. Manter à disposição dos utilizadores os artigos de material quando ocorrer a procura. quantidades. Providenciar a reposição a um custo mínimo de aquisição e posse e controlar e conhecer os níveis de estoque existentes. p. pelo conhecimento dos dados necessários para as previsões de procura (consumo). dos dados de movimentação que voltam a alimentar o processo de gestão de estoques. [editar] Objectivos da gestão de stocks De entre os principais objectivos da gestão e estoques temos (Filho. Não importa quanto tenha em estoque mas sim o giro do seu estoque. p. dentro de uma produção e programação de vendas previamente estabelecidas (Filho. sendo considerada como uma questão não estratégica e limitada à tomada de decisões em níveis organizacionais mais baixos. A gestão de estoques. 63). 2006. utilização e armazenagem desses estoques de modo a responder com regularidade aos clientes em relação a preços. e prazos (Filho. 2006.. [editar] Gerir um estoque A gestão de estoques é o principal critério de avaliação de eficiência do sistema de administração de materiais. A gestão de estoques. abrange uma série de actividades. movimentação. 63). p. O giro do estoque demonstra a rotatividade do mesmo ou seja. ainda que o material não tenha sido vendido. 63). p. 2006. Por outro lado. e de todas as vantagens competitivas que isso pode vir a trazer (Garcia et al. • • • [editar] Controle operacionais Controlar um estoque de alto giro é tão importante quanto ter produtos a serem vendidos. são as actividades relativas à definição dos modelos necessários à utilização de técnicas estatísticas. de modo que qualquer variação afeta diretamente o resultado do mês em que ocorre. Garantir o abastecimento constante de materiais necessários à empresa. . extensão e complexidade. 2006. 10). apesar da sua importância. Manter os investimentos em estoque no nível mais econômico possível. é ainda. inoperacionais. aplicáveis às previsões de necessidades e à gestão de estoques da empresa. A programação e planeamento. que vão desde a programação e planejamento das necessidades de materiais em estoque.

org/wiki/Estoque Planejamento de Estoque. avaliar quantitativa e qualificadamente os valores em Estoque. Compras e Vendas.com www. planejamento de vendas ou meta de vendas e planejamento de compras. o que gera investimento para realizar novamente as linhas de compras de seus produtos.consultorando. a gestão de estoques é uma etapa crucial no ciclo de vida de uma empresa. O que vou apresentar neste artigo são técnicas que desenvolvi com análises através da experiência das empresas pela qual passei. (Part 01) Diego Abrantes diegoabrantes@gmail. demonstrando-os periodicamente nas Demonstrações financeiras. esse ciclo é formado da seguinte maneira: . média ou grande empresa o que muda é a proporção do investimento e da quantidade de trabalho para analisar os indicadores. a linha de pensamento deve ser a mesma para a pequena. Esse artigo será fragmentado em três partes onde falarei sobre gestão de estoque. aceitando tanto a forma integrada com a contabilidade custos. como a forma simplificada baseada em inventários periódicos (devidamente escriturado no livro Registro de Inventários).A Contabilidade de Custos tem como uma de suas funções. A gestão de estoque bem feita é de extrema importância para evitar perda de investimentos pois muitas empresas mensuram o prejuizo de seus estoques sem giro em de forma monetária a preço de custo de entrada da mercadoria mas o prejuizo é maior pois caso esse estoque parado fosse vendido a preço cheio ele traria lucro. Para iniciar vamos abordar o planejamento e a gestão de estoques.blogspot. A Contabilidade Tributária traz dispositivos de avaliação de estoques.com Todas as empresas tem um importante fluxo que faz com que estas consigam se manter vivas e crescendo. a previsão de necessidade de capital de giro. previsão de metas e as vendas do presente e dos meses consequentes e por fim o lucro. então errar na compra acarretará um prejuizo maior do que a maioria dos administradores imaginam. Na gestão de estoques existe um ciclo com três planejamentos que ao errar em um deles acaba gerando uma cadeia de erros. mais as técnicas que desenvolvi lendo artigos e livros sobre esse assunto. pois é no estudo do estoque que podemos dimencionar a linha de compras. http://pt.wikipedia.

o planejamento de vendas existe somente com o planejamento de compras efetuado e no planejamento de estoque será necessário a analise do estoque já existente na empresa mais a previsão de compras gerado pelo planejamento de compras. o B que tem um valor médio por um mês e o C um mais barato por três meses.. trata-se da classificação ABC. mas para se fazer o planejamento de compras será necessário estudar o estoque já existente na empresa para não ultrapassar a "cobertura de estoque" que é de extrema importancia para a estratégia da empresa nos meses consequentes e nos outros planejamentos. Vamos iniciar falando do planejamento de estoques em seguida do planejamento de compras e por fim do planejamento de vendas ou metas. vou falar mais sobre a cobertura de estoques e de como a calcular mais a frente. PLANEJAMENTO DE ESTOQUES Na gestão de estoques temos uma técnica que é muito utilizada nas empresas. têm abordado a classificação ABC como método de planejamento de estoques e compras fundamentalmente como uma forma de definir lotes de aquisição ou produção. essa técnica foi elaborada de forma empírica na segunda metade do século passado e a grande dificuldade era a de colocar os produtos . eu sugiro que seja escolhido um periodo do mês para efetuar a ação do planejamento de compras em todos os departamentos da empresa caso a empresa tenha mais de um departamento. mas sabemos que hoje em dia o empresário procura manter todos os seus produtos pelo mínimo de tempo dentro de seus estoques para fazer com que seu giro seja alto.Planejamento de Estoques . Essa técnica trata-se em segmentar os produtos em três níveis levando em consideração o seu volume de vendas ou o seu valor de vendas. inúmeros outros livros sobre gestão de estoques. por exemplo. no planejamento de estoque o planejamento de vendas entra para auxiliar na previsão de estoque e na projeção do estoque com a compra dessa mercadoria. onde os itens de classe A que é o produto com o maior valor de venda (mais caro) devem ser estocados em um menor espaço de tempo por uma semana.Planejamento de Vendas ou Metas .Planejamento de Compras Vamos analisar o conteúdo acima.

GIRO DE ESTOQUE Primeiro vamos entender o que é o giro dos estoques. planejamento de compras e planejamento de vendas seja possível. que o estoque que a empresa mantém é vendido. pois ele é o alerta para saber se onde estará problema do estoque. Vamos dar um exemplo bem grosseiro somente para melhor entender o conceito: O estoque médio de uma loja de dvd's de 400 dvd's e empresa vende 3600 dvd ao ano. em determinado período. por exemplo. um fim de semana alterará os números significativamente o que irá exigir uma tomada de decisão rápida e baseada no que os indicadores demonstram. vamos estudar cada um e veremos como elaborar os cálculos de cada um deles.em cada um de seus níveis respectivos. nas compras ou no planejamento de metas. mas hoje o mercado não permite esse tipo de análise pois a grande variedade de produtos e a crescente demanda por serviços faz com que os estoques sejam cada vez menos parecidos um com outro dificultando assim uma análise mais verticalizada do estoque. Desses três indicadores na minha experiência a cobertura de estoque é estratégica e de suma importância. Os três indicadores são os seguintes: * Giro de estoque * GMROI * Cobertura dos estoques Para estudar o estoque esses três indicadores de desempenho devem estar em toda reunião de desempenho da empresa toda semana. O giro dos estoques é a quantidade de vezes. pois no caso do varejo. portanto o giro de estoques desta empresa é 3600 dividido . A gestão de estoque e a procura constante do equilíbrio entre a demanda e a oferta para alcançar o mais próximo desse equilíbrio temos três indicadores que poderão nos auxiliar no planejamento de estoque e fará com que o ciclo formado pelo planejamento de estoques.

Neste caso fica fácil de calcular. qual produto teve .000. separar esse indicador por departamento ou pela classificação ABC. essa técnica é mais precisa quando feita para estudar o ano. veja só a lógica. existem dois produtos o produto X e o produto Y o produto X tem um giro anual de 1.89 e o produto Y gira 3. pois a empresa trabalha só com um produto. investir mais no estoque do produto Y e reduzir a compra do produto X tendo em vista que o Y gira mais vezes do que o X para que não acabe fazendo com que o produto que tem um giro mais alto não falte em sua loja e reduzindo o investimento do X para que não acabe gerando um estoque que depois terá fazer uma demarcação de preços para aumentar o giro mas de forma ilusória pois a rentabilidade final estará afetada.00 e cujo volume de vendas ao ano seja de R$700. Mas.por 400 = 9 giros ao ano. como fazemos quando temos centenas de produtos? Neste caso devemos ter o valor médio dos estoques a preço de compras e os valores das vendas a preço de compras. Vejamos o exemplo de firma que tenha um estoque médio a preço de compra de R$50. ou seja.000.45 logo o gestor tomará a seguinte decisão.000 dividido por 50. GIRO = Custo das mercadorias vendidas / Custo do estoque médio no período GMROI O GMROI é o retorno da margem bruta do investimento em estoque é uma ferramenta de analise utilizada para identificar os produtos que tem um maior retorno de investimento.000 = 14 giros ao ano. O número de giros do estoque será de 700. Logo podemos analisar com isso que quanto menor o giro de estoque maior o lucro gerado pelo produto. de forma a identificar qual produto tem contribuído mais ou menos para a rentabilidade da empresa. você deve estar se perguntando aonde esse indicador vai ajudar na gestão de estoques? Com essa analise em mão o gestor poderá ter uma ferramenta extremamente eficiente para o planejamento de estoque e para o planejamento de compras pois no estoque o gestor poderá decidir em que produto ele poderá aplicar mais investimentos para manter em estoque e quais produtos ele deve reduzir o investimento e comprar de forma a não manter esse produto em estoque.00 a preço de compras.

não pode dividir a venda a custo pelo estoque a preço de venda.33% No caso do giro o calculo foi mostrado mais acima como encontrar o valor do giro de um produto.00 / R$ 150.00 qual será o giro desse produto? -R$ 150. GMROI = Margem Bruta/ Vendas Liquidas X Vendas Liquidas / Estoque Médio A fórmula apresenta o calculo que a grande maioria dos livros e artigos apresentam para calcular o GMROI mas podemos facilitar ainda mais esse calculo.GMROI = MARGEM (%) X GIRO Pois a composição da margem (%) é a margem bruta ou o lucro em R$ dividido pela venda liquída multiplicado por 100 para gerar o número em %.maior contribuição para a composição da margem geral da empresa para melhor identificar essa ferramenta vamos ver a formula abaixo e um exemplo para que nos possamos visualizar a sua utilização no dia a dia.00 = Margem de 53.36 .00.R$ 80. qual é a margem desse produto? .00 / R$ 110. pois um bom observador poderá notar que essa fórmula na verdade é a seguinte: .00 possui um estoque médio a preço de venda de R$ 110. ou seja. mas para relembrá-lo a composição do giro é a seguinte é a venda dividido pelo estoque médio. lembrando sempre que você deve usar a sempre a mesma unidade para calcular o giro.Um produto X que gerou um faturamento de R$ 150. por exemplo: .00 = Giro de 1. Para ilustrar segue um exemplo de giro: O mesmo produto X que faturou para a empresa R$ 150.00 e gera um lucro de R$ 80.

então para a tomada de decisão esse indicador é excelente. Quando a empresa consegue rotinizar esse tipo de indicador como parte da estratégia o gestor poderá criar uma meta de GMROI fazendo assim que o seu departamento de compras tenha um maior comprometimento com o giro e a margem dos produtos a serem comprados e que o planejamento de vendas seja o mínimo modificado possível para atender as expectativas das metas de GMROI.Então para calcular o GMROI devemos multiplicar a margem com o giro e encontraremos o retorno da margem bruta do investimento em estoque. com esse tipo de informação o gestor pode avaliar se a empresa tem capacidade de atender a meta determinada. A cobertura de estoque é na verdade o estudo que possibilita identificar o período de tempo em que o estoque atual permanecerá dentro da empresa levando em consideração a previsão de vendas e .36 = 72.53% Esse numero sozinho não representa tanto assim para a empresa. veja abaixo: GMROI = 53. mas quando for analisar os produtos que a sua empresa investiu esse indicador será de grande valia pois podemos ter em um grupo um produto que se necessite de uma grande estocagem para que ele chegue a esse percentual de GMROI e podemos ter um produto que apresente características totalmente diferentes onde quase não se precise de estocagem e em poucas vendas ele já consiga atingir o seu GMROI ideal. então essa analise possibilita uma gama intensa e estratégica de variáveis para a tomada de decisão dos gestores da empresa. de saber qual será o volume de investimento necessário para que o departamento de compras possa trabalhar para os outros meses e para o financeiro será uma forma de ajustar o seu fluxo de caixa com as saídas previstas com esses investimentos do mês corrente e dos meses futuros. COBERTURA DE ESTOQUE È de extrema importância para o gestor ter saber com o maximo de precisão em quanto tempo o seu estoque deixará de atender as vendas da empresa.33 % x 1.

000 (1) Jun .R$ 5.000 = R$ .R$ 25.000 .000 PC Mai . a previsão de vendas bem feita e com o mínimo de alterações possíveis trará um numero de cobertura de estoque bem mais confiável e próximo da realidade. Atual:R$ 25.000 Preço de Custo Prev.000 PC Jun . mas na realidade a cobertura de estoque é mais um entendimento da lógica da operação de estoque e vendas do que necessariamente uma formula para entendermos a cobertura de estoque vou ilustrar um caso abaixo: Empresa X Est. no fim existe o numero 0.R$ 7.000 (1) Abr .000 = R$ 7. inicial . De Vendas Mar .000 .R$ 2.R$ 10.000 .000 PC Abr .R$ 8. existem muitos artigos que determinam formulas para calcular a cobertura de estoque. O que irá determinar o fracasso ou o sucesso deste tipo de indicador é a previsão de vendas.000 (0.R$ 4. pois essa variável não se altera.000 = R$ 2.000 ou seja só .50) Cobertura de Estoque = 3.R$ 17.000 .R$ 5.50 No calculo você pode ver que existe um numero 1 em cima de cada mês esse numero afirma que o estoque consegue atender a meta referente aquele mês.000 (1) Mai .Meta) Mar .000 PC Calculo: (Est.000 Então divide-se 2. para se trabalhar a cobertura de estoque eu sugiro sempre trabalhar com a variável custo.000 a preço de custo e a meta desse mês a preço de custo será de R$ 4.2. diferente do preço de venda que sofrerá alterações por varias vezes dentro da empresa.50 esse numero indica que o estoque restante naquele mês já não mais atenderá aquele estoque pois com as metas dos meses anteriores o estoque chegará no mês de Junho somente com R$ 2.R$ 4.R$ 10.000 = R$ 17. que veremos na terceira parte deste artigo.o estoque dentro de casa.000 / 4.R$ 8.

pois você terá que encontrar a cobertura referente ao mês que está acontecendo. permite a empresa a garantia de três meses e meio de vendas de acordo com aquele planejamento de metas. que hoje em dia é um assunto de tamanha importância para todas as empresas de todos os tamanhos. esse é o motivo que mencionei mais acima da veracidade e da maior proximidade do que se vai utilizar o planejamento de vendas. caso você tenha um sistema de gestão (software) que lhe possibilite essa informação pegue um período e veja o valor da venda total e divida pelo valor do custo da venda desse período. Esse indicador fica muito bem executado através de um sistema de gestão ou do Excel. gestão de estoque e vendas .00 e vende a R$ 10. pois se existe um acréscimo nas metas a cobertura de estoque vai aumentar e caso exista uma redução nas metas de vendas a cobertura de estoque vai diminuir.agüenta a metade desse mês. por loja. Também pode ser visto que foi utilizada a mesma unidade para se calcular a cobertura (preço de custo) isso permite que o número não seja alterado devido a uma alteração nos preços de vendas. para quem não conhece a nomenclatura de markup é a marcação do preço em cima do preço de custo.00. O que podemos identificar é que o estoque que a empresa X possue. Você pode estar se perguntando como poderá encontrar o preço de custo nas metas de vendas dos meses posteriores se você ainda não sabe quais serão os produtos a gerarem recita para a empresa. compras. se você compra um produto a R$ 5. você deverá ter uma meta de markup em seus produtos ao efetuar as compras de sua empresa. é interessante ter essa visão por departamento. liderança. mas é perfeitamente possível pois eu construía esse relatório toda semana. ou seja. Caso você queira fazer essa analise no decorrer do mês a analise fica um pouco mais complicada. Sobre o Autor Diego Abrantes. situado em Fortaleza/Ce. por produto e pro empresa então o gestor terá uma grande quantidade de informações de estoque. tomada de decisão. entendendo com isso que o seu preço de venda marcará duas vezes o valor do preço de custo. com isso em mão faça uma media do markup de seus produtos vendidos e divida-o pelas metas de vendas dos meses posteriores. consultor especializado em pequenas e médias empresas. área de atuação: planejamento.00 o seu markup será de 2.

Prazo Médio de Pagamento de Contas 147. Análise dos Índices 073. Índices de Estrutura de Capital 073.-%28part-01%29-2355/artigo/ 1 Índice Introdução 03Objetivo 04Justificativa 04Capitulo 1 – Revisão Bibliográfica 1.1.2. Histórico 172. Prazo Médio de Renovação de Estoques 148. Índices de Liquidez 083. Análise dos Índices 26 Procurar em: http://www. Prazo Médio de Recebimento de vendas 147.-compras-e-vendas. Market Value Added – MVA 16 Capitulo 2 – A empresa: Marisol S. Economic Value Added – EVA 159. Análise Vertical e Horizontal 127. Introdução 052. Análise Setorial / Índices Padrão 105.2.1.com/artigos/sociais/administracao/planejamentode-estoque.http://www. Demonstrações Financeiras 053.cosif. Premissas da Empresa 23 Capitulo 3 – Análise Financeira e Econômica 1. Demonstrações Financeiras 242.com.A.br/mostra. Empresas 204. Índices de Prazos Médios 137. Marcas 183.3. Índices de Rentabilidade 094.3.asp?arquivo=analisebalanco6c .artigos. Previsão de Falência 116. 1.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->