P. 1
PLANO EJA

PLANO EJA

|Views: 626|Likes:
Publicado porjandar_luiza

More info:

Published by: jandar_luiza on Jan 22, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/04/2013

pdf

text

original

Prefeitura Municipal de Santos

Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

PLANO DE CURSO EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
CICLO I

1º SEMESTRE 2007

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Caros educadores da EJA, Iniciamos mais uma etapa no processo de ensino e aprendizagem com os jovens e adultos de nosso município com a certeza de proporcionar-lhes um espaço acolhedor, que leve em conta necessidades próprias, considere seus anseios, suas características, seus valores. Nossos alunos passam por momentos sensíveis em suas existências. Assumem decisões que transformarão, para sempre, suas vidas, abrindo novos portais de acesso ao conhecimento. Seus mundos, antes restritos em possibilidades de um saber sistematizado, jamais serão os mesmos. Esses educandos rompem barreiras impostas pela sociedade em que vivem, com o intuito de ter um reconhecimento social, adquirir auto-estima, alcançar melhores oportunidades, ou até ingressar no mercado de trabalho, esforçandose por estudar mesmo depois de uma jornada profissional diária. Cabe a nós professores compreender essa realidade peculiar e repensar nossa práxis, de forma a torná-la coerente e ao mesmo

PLANO DE CURSO EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS CICLO I 1º SEMESTRE 2007

tempo estimuladora, possibilitando o diálogo e a reflexão contínuos. É indispensável organizar nossas ações deixando espaço para o intercâmbio de saberes. Percebemos que a escola atual compete com outros locais de aprendizagem que “parecem” mais interessantes. Assim sendo, esta escola deve ser um espaço vivo, onde os educandos possam manifestar suas preocupações, problemas, interesses, conhecimentos prévios e motivações; onde a cidadania possa ser exercida a cada momento; onde todos se sintam incluídos. Para que esse processo aconteça de forma significativa, é preciso insistir na utilização de propostas que reforcem a disponibilidade do aluno para a aprendizagem, ou seja, proporcionar ao aluno momentos em que ele possa estabelecer relações entre seus conhecimentos prévios de um assunto e o que está aprendendo a respeito dele. Entretanto, na EJA, muitas vezes, os educandos não aceitam esse fato, pois não acreditam que seus conhecimentos sejam válidos. Estar propenso a aprender requer ousadia para expressar suas

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

dúvidas, vontade em buscar soluções e coragem para tentar novos caminhos. O que nem sempre é bem visto por alunos jovens e adultos, porque não crêem que possam adquirir conhecimentos sem a mera transmissão de informações prontas e acabadas pelo professor. Aqui está nosso grande desafio. Se desejamos que nossos alunos sejam curiosos e investigativos, precisamos propor prioritariamente atividades que exijam essa postura, e não a passividade; valorizar o processo, e não apenas a rapidez na realização; esperar estratégias criativas e originais, e não a mesma resposta de todos. Se nós, professores, não acreditamos na capacidade para aprender de nossos alunos, eles provavelmente corresponderão a essa expectativa. O trabalho pedagógico com jovens e adultos exige uma relação de confiança, de cumplicidade, em que se estabeleçam vínculos afetivos entre todos, educadores e educandos, de maneira a superar as árduas histórias pessoais em busca de uma educação plena. Como diz Paulo Freire, (...) “não há

quem espera na pura espera vive um tempo de espera vã. A espera só tem sentido quando, cheios de esperança, lutamos para concretizar o futuro anunciado”.
Dando continuidade a esta linha de raciocínio, apresentamos, a seguir, algumas reflexões didáticas para o ano de 2007.

de socialização, convivendo em igualdade com as pessoas, sem precisar desvelar uma incapacidade tão estigmatizada. Esses fatores relacionados à leitura e escrita e à matemática, também estão presentes nas dificuldades apresentadas pelos estudantes do Ciclo II; porém, sua clientela é bastante diferenciada. Temos duas realidades neste Ciclo: adolescentes, oriundos do ensino regular diurno, que apresentam déficits de aprendizagem e que, por força da idade, vêm para a EJA, e adultos jovens que buscam a certificação de conclusão do Ensino Fundamental, almejando melhores condições trabalhistas e salariais, pois, atualmente, podemos afirmar que o nível de escolaridade funciona como um pré-requisito, ou seja, a possibilidade de pleitear um cargo público ou mesmo uma vaga no mercado de trabalho supõe a posse de um certificado formal. Leitura e escrita, centro de tudo Todo o trabalho com EJA deve partir da consciência dessas peculiaridades. Assim

REFLEXÕES DIDÁTICAS
O Ciclo I e o Ciclo II O público escolar destes dois ciclos é formado por alunos que possuem características próprias e, portanto, merecem enfoques didáticos diferentes. O Ciclo I, em sua maioria, é composto por adultos de meia idade, que não tiveram acesso à escolarização ou que precisaram abandonar a escola, ainda muito jovens, criando uma auto-imagem inferiorizada. Têm muitas dificuldades relacionadas à leitura e à produção escrita e dominam noções matemáticas aprendidas de maneira informal ou intuitiva. Desejam ampliar as possibilidades

como falar em esperança se os braços se cruzam e passivamente se espera. Na verdade,

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

sendo, apontamos o eixo “leitura e escrita” como norteador de todas as áreas, não apenas à de Linguagem. A escola, como um todo, deve proporcionar ambientes estimuladores, fazendo com que os alunos leiam, falem e registrem suas idéias. Os professores, nos dois Ciclos, devem definir estratégias e procedimentos que incluam ações de leitura e de produção de textos, nas mais variadas disciplinas, integrando todos os segmentos em um projeto comum. Segundo a Proposta Curricular - EJA (MEC), os textos do gênero de imprensa ou de divulgação científica, por exemplo, podem ser lidos e escritos em Ciências, Geografia, História, Língua Portuguesa e Língua Estrangeira. Se procedimentos comuns forem adotados nesses componentes curriculares, o aluno terá a chance de, muitas vezes na semana, exercitálos. Observar marcas de segmentação textual, construir sínteses de partes do texto, garantir, na elaboração de uma composição, um plano na forma de um rascunho etc. são atividades que podem ser trabalhadas em todas as áreas. Outro ponto importantíssimo que tem que ser trabalhado por todas as áreas está relacionado

à mudança de postura do aluno diante de suas dificuldades de escrita. É necessário fazer com que ele incorpore uma visão diferente da palavra. Ler e escrever devem fazer parte de sua vida e não podem representar um fator de exclusão ou uma barreira. Cabe ao professor, de qualquer área, administrar o confronto entre a “língua” que cada aluno pratica e a língua valorizada pela escola e pela sociedade. Para isso, é necessário adotar princípios comuns que auxiliem o aluno, pouco a pouco, a dominar a modalidade escrita da linguagem.

É receita de biscoito, uma lista de compras, recados colados na geladeira, um bilhete de amor, telegramas de parabéns e cartas de velhos amigos. É viajar por países desconhecidos, sem deixar sua cama, é rir e chorar com personagens, heróis e grandes amigos. É um Atlas do mundo, sinais de trânsito, manuais, instruções, guias, e orientações em bulas de remédios, para que você não fique perdido. Letramento é, sobretudo, um mapa do coração do homem, um mapa de quem você é, e de tudo que você pode ser.
(Kate M. Chong, estudante norte-americana de origem asiática, ao escrever sua história pessoal de letramento.)

Letramento não é um gancho em que se pendura cada sim enunciado, não é treinamento repetitivo de uma habilidade, nem um martelo quebrando blocos de gramática. Letramento é diversão é leitura à luz de vela ou lá fora, à luz do sol. São notícias sobre o presidente o tempo, os artistas da TV... ... nos jornais de domingo

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

O Livro Didático Atendendo às solicitações dos educadores, realizamos algumas adequações para este ano. No Ciclo I, continuaremos com a Coleção Viver e Aprender, da Global Editora; porém, como nos foi sugerido pelos docentes, adotamos o volume Alfabetização para as turmas de Alfabetização e Termo I, ficando o vol. 1 para o Termo 2 e assim por diante. O Ciclo II receberá a Coleção para EJA da Editora Suplegraf. Uma indicação de 98% dos educadores. Realizamos, no segundo semestre de 2006, reuniões em horário de serviço, por componente curricular, em que todos os professores foram convidados a participar da análise do material disponível e opinar a respeito das razões de sua escolha. Assim, pudemos atender, com satisfação, uma reivindicação de participação nas decisões. Outro ponto, também importante a ser esclarecido, é que teremos a possibilidade de entregar os livros aos alunos por semestre.

Acreditamos, com isso, valorizar o trabalho com EJA, dando mais credibilidade e consistência ao curso, pois como afirma Paulo Freire, o aluno jovem ou adulto vê, com desconfiança, um curso sem livros e os educadores sentem falta de um material que os ajude a sistematizar o que está sendo estudado. É claro que, por melhor que seja, o livro didático nem sempre atende a todas as circunstâncias de trabalho pedagógico. Assim sendo, o professor poderá complementá-lo com outros recursos, explorando diversas linguagens, realizando atividades como estudos do meio, orientando pesquisas mais pertinentes e/ou fazendo uso dos laboratórios de informática, de acordo com os conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais. A Avaliação

freqüentes de abandono escolar. Devemos, então, desmistificá-la. Mostrar aos discentes que uma avaliação é um instrumento de trabalho pedagógico que serve para orientar as ações de aprendizagem tanto pelo professor quanto pelo próprio aluno. Fazelos perceber que a partir dos resultados obtidos, podemos tomar decisões para a melhoria do processo de ensino-aprendizagem, como, por exemplo, retomar alguns conteúdos que não foram bem assimilados, ou, ainda, aprofundar assuntos de fácil compreensão, tornando a sala de aula um espaço vivo em busca de conhecimento. Propor debates, logo no início das aulas, sobre por que, como, quando e de que modo serão as avaliações, apresentar diversas possibilidades, além das provas teóricas, tais como: seminários, trabalhos em grupo, observações sistemáticas, uso de fichas, emprego de testes, trabalho com projetos, auto-avaliações, entrevistas, registro do contrato didático, observação do professor, questões ou situações-problema, atividades que exigem justificativas, mapas conceituais, entre outras, dando ênfase às concepções que

É comum entre os alunos jovens e adultos o medo da avaliação, muitas vezes trazido de experiências negativas anteriores, até mesmo da infância, sendo o baixo rendimento nas “provas” uma das causas mais

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

norteiam a sua utilização. Pois, o que importa é o sentido da avaliação, que deve ser um contínuo diagnóstico das situações de ensinoaprendizagem. Cada aluno deve ser estimulado a comentar seu desempenho, apresentando justificativas para os resultados, tanto positivos quanto negativos. Nesse momento, cabe a nós, educadores, uma participação efetiva, reavaliando, juntamente com a turma, nosso desempenho profissional, demonstrando engajamento ao processo. Precisamos demonstrar que a avaliação ajuda a compreender aspectos que devem ser revistos, ajustados ou reconhecidos como adequados, individual ou coletivamente. Que, para o aluno, é um instrumento de tomada de consciência de suas conquistas, dificuldades e possibilidades e que, para a escola, possibilita reconhecer prioridades e localizar ações educacionais que demandam maior apoio. As diagnósticas Conhecendo a realidade da Educação de Jovens e Adultos, sabemos que os inscritos para um determinado termo não cursaram

obrigatoriamente, o termo anterior. Assim sendo, as Avaliações Diagnósticas, instituídas pela SEDUC/DEPED enfocarão habilidades e competências, prioritariamente as de leitura, compreensão e produção de textos e de raciocínio lógico-matemático. Serão considerados instrumentos sinalizadores e estarão fora do cômputo da síntese bimestral, sendo realizadas, apenas, no início do semestre letivo. O Plano de curso Considerando as sugestões enviadas pelos educadores no decorrer do segundo semestre de 2006, as orientações do Departamento Pedagógico, a Proposta Curricular para EJA e o material didático adotado, apresentamos, para este ano, um documento dividido em ciclos e termos. Priorizamos, para o Ciclo I, um agrupamento em áreas de conhecimento, e, para o Ciclo II, em componentes curriculares. Ao escolhermos os conteúdos a serem trabalhados, além dos conceituais, precisamos considerar os de natureza procedimental e

atitudinal. Esta divisão é enfatizada na Proposta Curricular/MEC para EJA, transcrita abaixo:

Os conteúdos de natureza conceitual, que envolvem a abordagem de conceitos, fatos e princípios, referem-se à construção ativa das capacidades intelectuais para operar com símbolos, signos, idéias e imagens capazes de representar a realidade. Os conteúdos de natureza procedimental expressam um saber fazer, que envolve tomar decisões e realizar uma série de ações, de forma ordenada e não-aleatória, para atingir uma meta. Os conteúdos procedimentais sempre estão presentes nos projetos de ensino, pois realizar uma pesquisa, desenvolver um experimento, fazer um resumo, construir uma maquete são proposições de ações presentes nas salas de aula. Os conteúdos atitudinal, que de natureza incluem normas,

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

valores e atitudes, permeiam todo o conhecimento escolar. (...) Por isso, é imprescindível que a equipe escolar adote uma posição crítica em relação aos valores que a escola transmite, explícita ou implicitamente, em suas atitudes cotidianas. A consciência da importância desses conteúdos é essencial para garantir-lhes tratamento apropriado, visando ao desenvolvimento amplo, harmônico e equilibrado dos alunos e tendo em vista sua vinculação à função social da escola.
Os Projetos O trabalho por meio de projetos ainda causa polêmica entre os docentes, pois certas dúvidas aparecem com freqüência. Tentaremos elucidar algumas delas: Por onde começar? O elemento central de um projeto é a resolução de problemas, isto é, o desafio de encontrar soluções para uma situação. Quanto tempo deve durar? Um projeto deve ter etapas de duração

definidas previamente. Mas, é um trabalho dinâmico que será repensado e reconstruído continuamente. Dessa forma, exige uma flexibilidade no uso do tempo. Deve ser interdisciplinar? Não, obrigatoriamente. Porém, um projeto visa estabelecer ligações entre vários pontos de vista, contemplando uma pluralidade de dimensões. Ou seja, ganhará mais riqueza e significado se for compartilhado e construído conjuntamente com outras áreas de conhecimento. Além disso, não podemos esquecer de levantar os conhecimentos prévios dos alunos sobre o tema a ser estudado, construindo hipóteses e incentivando a curiosidade científica. Apresentamos, a seguir, um encadeamento bem simplificado de proposituras, com o intuito de facilitar a elaboração desse trabalho. O quê? (Nome do Projeto) • Por quê? (Justificativa) • Para quê? (Objetivos)

• • • • • • •

Como? (Ações) Para quem? (Público-alvo) Quando? (Cronograma) Com quê? (Recursos Materiais) Com quem? (Recursos Humanos) Como saber? (Avaliação do Projeto) Onde pesquisar? (Bibliografia). realizado este e sistematização terá um perfil em prática.

Apenas depois de primeiro momento de reflexão de idéias, é que o projeto definido e poderá ser colocado

Reflexão e prática Esperamos que as reflexões acima possibilitem a construçaõ e a manutenção de uma EJA flexível e democrática, no qual o objetivo seja de rompimento com qualquer forma de exclusão e com o academicismo, onde o trabalho produtivo de toda a escola aliado a uma práxis humana formem a matériaprima da Educação de Jovens e Adultos durante todo o ano letivo. Um bom trabalho a todos em 2007.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos Plano de Curso EJA Ciclo I Linguagens (Língua Portuguesa, Língua Estrangeira e Arte)

Objetivos Gerais

• Desenvolver a possibilidade de compreender e expressar, oralmente e por escrito, opiniões, valores, sentimentos e Valorizar a Matemática como instrumento para interpretar informações sobre o mundo, reconhecendo sua importância em informações. nossa cultura. • Entender a comunicação como troca de idéias e valores culturais, sendo estimulado a prosseguir os estudos. Identificar em situações práticas, as principais funções do número: quantificar, ordenar e codificar. • Valorizar a língua como veículo de comunicação e expressão das pessoas e dos povos. Ler e escrever, comparar e ordenar números naturais familiares presentes nos contextos cotidianos. • Respeitar a variedade lingüística que caracteriza a comunidade dos falantes da Língua Portuguesa. Resolver problemas envolvendo contagem, medidas e alguns significados da adição e da subtração. • Expressar-se oralmente com eficácia em diferentes situações, interessando-se por ampliar seus recursos expressivos e Construir procedimentos pessoais para efetuar cálculos exatos e aproximados e saber explicá-los. enriquecer seu vocabulário. Medir e fazer estimativas sobre medidas, sistema de representação escrita, compreendendo suas funções. • Dominar o mecanismo e os recursos do utilizando unidades de medidas mais usuais. Identificar valores de cédulas e moedas,fontes de informação, aprendizagem, lazercédulas e moedas e ler anotações • Interessar-se pela leitura e escrita como estabelecer relações entre valores de e arte. convencionais do Sistema Monetário Brasileiro. • Desenvolver estratégias de compreensão e fluência na leitura. Interpretar e construir representações espaciais, trajetos itinerários simples, utilizando elementos de referência e • Buscar e selecionar textos de acordo com suas necessidades e interesses. estabelecendo relações entre eles. • Expressar-se por interpretar eficiência e fatos e fenõmenos a cotidiano. Coletar, organizar eescrito com dados sobrede forma adequada dodiferentes situações comunicativas, interessando-se pela correção ortográfica e gramatical.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Objetivos Gerais

• Analisar características da Língua Portuguesa e marcas lingüísticas de diferentes textos, interessando-se por aprofundar seus conhecimentos sobre a língua. • Comparar suas experiências de vida com a de outros povos. • Identificar, no universo que o cerca, as línguas estrangeiras que cooperam nos sistemas de comunicação, percebendose como parte integrante de um mundo plurilíngüe e compreendendo o papel hegemônico que algumas línguas desempenham em determinado momento histórico. • Vivenciar uma experiência de comunicação humana no que se refere a novas maneiras de se expressar e de ver o mundo, refletindo sobre os costumes e possibilitando maior entendimento de seu próprio papel como cidadão do país e do mundo em que vive. • Reconhecer que o aprendizado de uma ou mais línguas lhe possibilita o acesso a bens culturais da humanidade construídos em outras partes do mundo. • Construir conhecimento sistêmico sobre a organização textual e sobre como e quando utilizar a linguagem nas situações de comunicação, tendo como base os conhecimentos da língua materna. • Adquirir consciência lingüística e consciência crítica dos usos que se fazem da língua estrangeira que está aprendendo. • Ler e valorizar a leitura como fonte de informação e prazer, utilizando-a também como meio de acesso ao mundo do trabalho e dos estudos avançados. • Utilizar outras habilidades comunicativas de modo a poder atuar em situações diversas. • Comparar as experiências pessoais de vida com a de outros povos.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Objetivos Gerais

Identificar, dentro do universo pessoal, as línguas estrangeiras que cooperam nos sistemas de comunicação, percebendo-se como parte integrante de um mundo plurilíngë e compreendendo o papel hegemônico que algumas línguas desempenham em determinado momento histórico. Adquirir consciência lingüística e consciência crítica dos usos que se fazem de uma língua estrangeira. Experimentar e explorar as possibilidades de cada linguagem artística. Experimentar e conhecer materiais, instrumentos e procedimentos artísticos diversos em Arte (artes visuais, dança, música, teatro), de modo a utilizá-los em trabalhos pessoais, identificá-los e interpretá-los na apreciação e contextualizá-los culturalmente. Construir uma relação de autoconfiança com a produção artística pessoal e o conhecimento estético, respeitando a própria produção e a dos colegas, sabendo receber e elaborar críticas. Identificar, relacionar e compreender a arte como fato histórico contextualizado nas diversas culturas, conhecendo, respeitando e podendo observar as produções presentes no entorno, assim como as demais do patrimônio cultural e do universo cultural e natural, identificando a existência de diferenças nos padrões artísticos e estéticos de diferentes grupos. Observar as relações entre a arte e a leitura da realidade, refletindo, investigando, indagando, com interesse e curiosidade, exercitando a discussão, a sensibilidade, argumentando e apreciando arte de modo sensível. Identificar, relacionar e compreender os diferentes âmbitos da arte, do trabalho e da produção artística.

• • •

Plano de Curso

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

EJA Ciclo I Linguagens – Termo 1

Conteúdos Conceituais

Conteúdos Procedimentais
• •

Conteúdos Atitudinais • Valorização das variedades lingüísticas que caracterizam a comunidade dos falantes nas diferentes regiões do país. • Valorização das diferentes opiniões, como possibilidades diferenciadas de compreensão do mundo. • Interesse, iniciativa e autonomia para ler textos diversos adequados à própria condição.

Linguagem Oral
o

Recursos expressivos da fala Argumentos e debate em defesa de idéias próprias Récita e leitura em voz alta

Vivência de situações de aperfeiçoamento dos recursos expressivos para que os alunos possam falar com mais desenvoltura perante o grupo. Realização de debates exercitando a argumentação em defesa de idéias próprias, a exposição de dúvidas e a identificação de diferentes opiniões expressas pelos colegas. Domínio do mecanismo de representação da escrita. Escrita de textos legíveis que comuniquem idéias, sentimentos e pontos de vista. Identificação dos tipos de texto mais usuais. Relação do formato dos textos com seu conteúdo. Uso de estratégias de leitura, como a capacidade de antecipar o conteúdo do texto a partir do título ou das ilustrações. Acompanhamento de leituras em voz alta, feitas pelo educador.

o

• • • •

o

Escrita
o

Mecanismos de representação da escrita

• •

• Atitude receptiva diante de

Leitura
o

Tipos de textos

leituras desafiadoras e disponibilidade para a ampliação do repertório, a partir de experiências com material diversificado e recomendações de terceiros.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais o Formato de textos Tempo
• • •

Conteúdos Procedimentais Percepção de lacunas e/ou incoerências ao ouvir uma narração de fatos, experiências ou o reconto de textos. Contato com textos reais que expressem idéias por escrito, mesmo que ainda não conheçam todas as letras nem saibam juntá-las. Leitura de textos que tratam de temas familiares e assuntos de interesse do aluno, demonstrando compreensão por meio da exposição oral das idéias principais. Conscientização de que o sistema de escrita é um sistema de representação dos sons da fala. Estabelecimento de relações entre letras e sons e as convenções da forma gráfica da escrita. Leitura fluente, com o reconhecimento de palavras e sentenças, antecipando o que está escrito. Leitura compreensiva, com ampliação do vocabulário, refazendo o percurso de autores na interpretação e inferência do que está escrito, relacionando o que se lê com a vida e bagagem de conhecimentos. Identificação das variadas funções da escrita e dos diversos papéis que podem assumir seus usuários em diferentes eventos. Reconhecimento de uma ampla gama de textos, de diferentes portadores de textos e gêneros textuais. Audição de músicas brasileiras de várias vertentes e as influências que se estabelecem entre elas e as músicas internacionais.

Conteúdos Atitudinais • Interesse pela leitura e escrita como fontes de informação, aprendizagem, lazer e arte. • Interesse por trocar impressões e informações com outros leitores, posicionando-se a respeito dos textos lidos, fornecendo indicações de leitura e considerando os novos dados recebidos.

• Tratamento de de leitura o Estratégias

Informação de palavras • Coleta, Leitura de imagens: e sistematização análise de dados o apreciação significativa • Tabelas e gráficos o produção cultural e histórica Música Dança Teatro

• • • •

• • •

• Interesse por freqüentar os

espaços mediadores de leitura – bibliotecas, livrarias, bancas de revistas -, sabendo orientar-se dentro da especificidade desses espaços e sendo capaz de localizar um texto desejado. domínio dos usos sociais da linguagem oral e escrita pode possibilitar a participação política e cidadã, e também transformar as condições dessa participação, conferindo-lhe melhor qualidade.

• • •

• Reconhecimento de que o

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais
• • •

Conteúdos Procedimentais Estabelecimento de relações entre os diferentes estilos de dança com épocas e povos. Interpretação pessoal e coletiva das danças. Utilização da escrita para expressar conhecimentos, opiniões, necessidades, desejos e a imaginação, apropriando-se criativamente dos modelos disponíveis. Recitação ou leitura em voz alta de textos poéticos breves, previamente preparados. Respostas a perguntas utilizando conhecimentos novos, em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Acompanhamento de leituras em voz alta feitas pelo educador, em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Compreensão e seguimento de instruções verbais, em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Vivência de atividades de escuta, leitura ou produção de textos orais ou escritos, em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Experimentação, pesquisa e criação dos meios de divulgação do espetáculo teatral como: cartazes, faixas, programas e outros. Experimentação, pesquisa e criação com os elementos e recursos da linguagem teatral, como: maquiagem, máscaras, figuras, adereços, música, cenografia, iluminação e outros. Apreciação e leitura visual de produções e de diversos meios de comunicação de imagens.

Conteúdos Atitudinais • Interesse pela literatura, considerando-a forma de expressão da cultura. • Reconhecimento da necessidade de dominar os saberes envolvidos nas práticas sociais mediadas pela linguagem como ferramenta para a continuidade da aprendizagem fora da escola. • Reconhecimento de que o domínio da linguagem escrita pode ampliar as possibilidades de acesso ao trabalho. • Reconhecimento da necessidade e importância da língua escrita no processo de planejamento prévio de textos orais. • Preocupação com a qualidade das produções escritas próprias. • Representação e comunicação das formas visuais, concretizando idéias próprias.

• • • • • • •

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Plano de Curso EJA Ciclo I Linguagens – Termo 2

Conteúdos Conceituais
• •

Conteúdos Procedimentais Conto de fatos e experiências cotidianas sem omitir partes e informações importantes. Reconto de textos narrativos (contos, fábulas, anedotas, histórias, notícias etc.). Percepção de lacunas e/ou incoerências ao ouvir uma narração de fatos, experiências ou o reconto de textos. Dramatização de situações reais ou imaginadas. Descrição de lugares, pessoas, objetos e processos. Percepção de imprecisões ou lacunas ao ouvir a descrição de lugares, objetos e processos. Recitação ou leitura em voz alta de textos poéticos breves, previamente preparados. Acompanhamento de leituras em voz alta, feitas pelo educador, em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Elaboração, compreensão e seguimento de instruções verbais em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Identificação de lacunas ou falta de clareza em esclarecimentos dados por outrem. Pedido de esclarecimentos sobre assuntos tratados ou atividades propostas.

Conteúdos Atitudinais • Valorização das variedades lingüísticas que caracterizam a comunidade dos falantes nas diferentes regiões do país. • Valorização das diferentes opiniões, como possibilidades diferenciadas de compreensão do mundo. • Posicionamento crítico diante de textos, de modo a reconhecer a pertinência dos argumentos utilizados. • Interesse, iniciativa e autonomia para ler textos diversos adequados à própria condição.

Linguagem oral
o o o

Narração Descrição Récita e leitura em voz alta Instruções, perguntas e respostas Definição e exemplificação Argumentação e debate

• • • • • • • • • •

o

o

o

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais Tempo
• • • • • • •

Conteúdos Procedimentais Respostas a perguntas utilizando conhecimentos novos em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Vivência de atividades de escrita, leitura e produção de textos orais e escritos em Língua Estrangeira. Identificação da posição pessoal e do outro em relação a diferentes temas tratados. Defesa de posições, fundamentando argumentos com exemplos e informações. Reconhecimento dos argumentos apresentados na defesa de uma posição, avaliando a pertinência dos exemplos e das informações que os fundamentam. Identificação da grafia das letras nos tipos mais usuais (letra de forma e cursiva maiúscula e minúscula). Estabelecimento de relação entre letras e sons da fala. Distinção de letras, sílabas e palavras. Distinção de vogais e consoantes. Percepção sonora sobre a sílaba como uma unidade sonora onde há sempre uma vogal e que pode conter um ou mais fonemas. Apresentação das variedades e combinações de letras utilizadas para escrever. Análise das palavras em relação à quantidade de letras e sílabas. Uso da escrita no sentido correto (da esquerda para a direita, de cima para baixo). Alinhamento da escrita, seguindo pautas e margens. Utilização dos espaços ou traços para separar títulos, conjuntos de exercícios etc. Percepção sobre a possibilidade de que o som pode ser grafado de diferentes maneiras.

Conteúdos Atitudinais • Atitude receptiva diante de leituras desafiadoras e disponibilidade para a ampliação do repertório, a partir de experiências com material diversificado e recomendações de terceiros. • Interesse pela leitura e escrita como fontes de informação, aprendizagem, lazer e arte. • Interesse por trocar impressões e informações com outros leitores, posicionando-se a respeito dos textos lidos, fornecendo indicações de leitura e considerando os novos dados recebidos. • Interesse pela literatura, considerando-a forma de expressão da cultura.

Sistema alfabético e Tratamento de Informação ortografia
•o Coleta, O alfabeto

sistematização e o análise de dados Letras, sílabas e palavras • Tabelas e gráficos o Segmentação das palavras o Sentido e posicionamento da escrita na página Ortografia Acentuação

• • • • • • • • • • •

o o

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais

Conteúdos Procedimentais Percepção das diferenças entre a pronúncia e a grafia convencional das palavras. Identificação de sílabas, terminadas em consoante, nas palavras, tentando grafá-las corretamente. Identificação de encontros consonantais, cuja segunda letra é R ou L (BR, CR, DR, FR, GR, PR, TR; BL, CL etc.), nas palavras, tentando grafá-las corretamente. Identificação dos encontros vocálicos orais (AI, OU, UA ETC.) e nasais (ÃO, ÃE etc.), nas palavras, tentando grafá-los corretamente. Identificação dos dígrafos: CH, NH, LH, RR, SS, QU e GU e das vogais nasais formadas por acréscimo de M e N, tentando grafá-los corretamente. Utilização dos sinais de acentuação e as marcas sonoras que representam, tentando empregá-los na escrita. Identificação de listas. Produção de listas em forma de coluna ou separando seus itens com vírgulas ou hífens. Escrita de diferentes tipos de listas (de compra, de nomes de pessoas, de cidades, instrumentos de trabalho, animais etc.). Ordenação de listas, por ordem alfabética, em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Consulta de listas telefônicas, classificados de empregos, guias de itinerários etc., compreendendo sua organização. Identificação das partes que compõem uma receita (títulos, lista de ingredientes, modo e tempo de preparo, ilustração e fotografias).

Conteúdos Atitudinais Interesse por freqüentar os espaços mediadores de leitura – bibliotecas, livrarias, distribuidoras, editoras, bancas de revistas, lançamentos, exposições, palestras, debates, depoimentos de autores –, sabendo orientar-se dentro da especificidade desses espaços e sendo capaz de localizar um texto desejado.

Leitura e escrita de textos
o o

• •

Listas Quadras, versos e rimas Receitas e instruções Formação e ordenação de palavras Jornais escritos Cartas Textos de informação histórica Textos de informação científica
• •

o o

• • • • • • •

o o o

• Reconhecimento de que o domínio dos usos sociais da linguagem oral e escrita pode possibilitar a participação política e cidadã, e também transformar as condições dessa participação, conferindo-lhe melhor qualidade. • Reconhecimento da necessidade e importância da língua escrita no processo de planejamento prévio de textos orais.

o

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais

Conteúdos Procedimentais
• • • •

Conteúdos Atitudinais • Reconhecimento de que o domínio da linguagem escrita pode ampliar as possibilidades de acesso ao trabalho. • Reconhecimento da necessidade de dominar os saberes envolvidos nas práticas sociais mediadas pela linguagem como ferramenta para a continuidade da aprendizagem fora da escola. • Preocupação com a qualidade das produções escritas próprias, tanto no que se refere aos aspectos formais – discursivos, textuais, gramaticais, convencionais –, quanto à apresentação estética.

Leitura de imagens
o o

Apreciação significativa Produção cultural e histórica

• Música • Dança • Teatro

• •

• • • •

Utilização de títulos, ilustrações e outros elementos gráficos como chaves de leitura para prever conteúdos de receitas e instruções. Leitura de manuais de equipamentos identificando as partes que os compõem. Redação de receitas ou instruções de procedimentos simples (como troca de pneus, lâmpadas, tirar manchas de tecidos etc.). Realização de atividades seguindo instruções escritas em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Leitura de formulários e questionários. Observação de modelos de formulários comuns e compreensão de sua diagramação e seu vocabulário (data de nascimento, sexo, estado civil, nacionalidade etc.) em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Leitura e preenchimento de formulários simples em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Observação de um questionário: numeração das perguntas, respostas de múltipla escolha, espaços para respostas por extenso etc. Preenchimento de questionários curtos com opiniões ou dados pessoais em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Identificação dos recursos visuais utilizados em textos de anúncios, folhetos, cartazes etc. E compreensão de sua função: tipo e tamanho das letras, cores, ilustrações, tamanho do papel. Análise oral da linguagem usada nos textos quanto à clareza e objetividade.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais
• • •

Conteúdos Procedimentais Localização de informações específicas em anúncios e folhetos explicativos em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Análise crítica de mensagens publicitárias. Escrita de cartazes, anúncios ou folhetos, considerando o tipo de mensagem que se quer transmitir, o tipo de linguagem e apresentação visual adequada. Observação da configuração desses textos, reconhecendo e nomeando seus elementos (título, verso e estrofe). Observação dos recursos sonoros desses textos: repetições sonoras, rimas. Leitura e análise de textos, oral e coletivamente, atentando para a linguagem figurada, observando que se trata de um recurso que pode sugerir interpretações diversas. Criação e escrita de títulos para poesias e letras de música. Escrita de pequenos versos, poemas ou letras de música, ou reescrita, introduzindo modificações em textos de outros autores. Consulta em livros e antologias poéticas. Pesquisa do nome, de breves dados bibliográficos e de alguns poemas de grandes poetas brasileiros. Pesquisa do nome, de breves dados bibliográficos e de algumas canções de grandes cancionistas brasileiros. Apreciação e reconhecimento do valor literário de textos poéticos. Leitura e escrita de bilhetes, atentando para as informações que devem conter, em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Identificação dos elementos que compõem uma carta: cabeçalho, introdução, desenvolvimento e despedida.

Conteúdos Atitudinais

• • •

• • • • • • • •

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais do correio.

Conteúdos Procedimentais
• Preenchimento correto de envelopes para postagem segundo as normas • Escrita de cartas pessoais. • Reconhecimento da função, organização e temática dos jornais. • Identificação dos elementos gráficos e visuais que compõem o jornal e sua

Conteúdos Atitudinais

• • •

• •

• • • • •

função (diagramação, fotografia, ilustrações, tamanho e tipo de letras, gráficos e tabelas). Identificação e leitura de manchetes e títulos, prevendo o conteúdo das notícias. Leitura e utilização de legendas de fotografias como chave de leitura para prever o conteúdo das matérias. Reprodução oral do conteúdo de notícias lidas em voz alta pelo professor, identificando o que aconteceu, com quem, onde, como, quando e quais as conseqüências. Escrita de manchetes para notícias lidas pelo professor, utilizando linguagem adequada. Leitura e identificação de elementos que compõem as notícias e reportagens (o que, quando, como, onde, com quem e quais as conseqüências). Consulta em diferentes jornais, utilizando índice, informações contidas na primeira página e identificando cadernos e seções. Escuta de textos lidos pelo professor, identificando elementos como título, personagens, complicação e desfecho. Leitura de historietas e anedotas. Produção de textos coletivos de pequenas histórias do cotidiano, anedotas ou contos conhecidos. Reconhecimento do valor cultural dos textos e das histórias ficcionais.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais

Conteúdos Procedimentais Observação da organização e consulta de dicionários, enciclopédias, livros didáticos e paradidáticos. • Observação dos sinais de pontuação nos textos. • Identificação dos sinais de pontuação mais usuais (ponto, vírgula, ponto de interrogação) compreendendo suas funções nos textos (relação do uso do ponto final com o uso da letra maiúscula no início das frases). • Observação das palavras que sofrem flexão (plurais, tempo e pessoas verbais). • Observação da concordância nominal e verbo-nominal em frases e textos. • Discussão, reflexão e comunicação sobre o trabalho de apreciação de imagens pela fala, escrita ou por registro. • Audição de músicas brasileiras de várias vertentes e as influências que se estabelecem entre elas e as músicas internacionais. • Estabelecimento de relações entre os diferentes estilos de dança com épocas e povos. • Interpretação pessoal e coletiva das danças. • Experimentação, pesquisa e criação dos meios de divulgação do espetáculo teatral como: cartazes, faixas, programas e outros. • Experimentação, pesquisa e criação com os elementos e recursos da linguagem teatral, como: maquiagem, máscaras, figuras, adereços, música, cenografia, iluminação e outros. • Representação e comunicação das formas visuais, concretizando idéias próprias. • Apreciação e leitura visual de produções e de diversos meios de comunicação de imagens.

Conteúdos Atitudinais

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Plano de Curso EJA Ciclo I Linguagens – Termo 3

Conteúdos Conceituais
• •

Conteúdos Procedimentais Conto de fatos e experiências cotidianas sem omitir partes e informações importantes. Reconto de textos narrativos (contos, fábulas, anedotas, histórias, notícias etc.). Percepção de lacunas e/ou incoerências ao ouvir uma narração de fatos, experiências ou o reconto de textos. Dramatização de situações reais ou imaginadas. Descrição de lugares, pessoas, objetos e processos. Percepção de imprecisões ou lacunas ao ouvir a descrição de lugares, objetos e processos. Recitação ou leitura em voz alta de textos poéticos breves, previamente preparados. Acompanhamento de leituras em voz alta, feitas pelo educador, em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Elaboração, compreensão e seguimento de instruções verbais em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Identificação de lacunas ou falta de clareza em esclarecimentos dados por outrem. Pedido de esclarecimentos sobre assuntos tratados ou atividades propostas.

Conteúdos Atitudinais • Valorização das variedades lingüísticas que caracterizam a comunidade dos falantes nas diferentes regiões do país. • Valorização das diferentes opiniões, como possibilidades diferenciadas de compreensão do mundo. • Posicionamento crítico diante de textos, de modo a reconhecer a pertinência dos argumentos utilizados. • Interesse, iniciativa e autonomia para ler textos diversos adequados à própria condição.

Linguagem oral
o o o

Narração Descrição Récita e leitura em voz alta Instruções, perguntas e respostas Definição e exemplificação Argumentação e debate

• • • • • • • • • •

o

o

o

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais Tempo
• • • • • • •

Conteúdos Procedimentais Respostas a perguntas utilizando conhecimentos novos em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Vivência de atividades de escrita, leitura e produção de textos orais e escritos em Língua Estrangeira. Identificação da posição pessoal e do outro em relação a diferentes temas tratados. Defesa de posições, fundamentando argumentos com exemplos e informações. Reconhecimento dos argumentos apresentados na defesa de uma posição, avaliando a pertinência dos exemplos e das informações que os fundamentam. Identificação da grafia das letras nos tipos mais usuais (letra de forma e cursiva maiúscula e minúscula). Estabelecimento de relação entre letras e sons da fala. Distinção de letras, sílabas e palavras. Distinção de vogais e consoantes. Percepção sonora sobre a sílaba como uma unidade sonora onde há sempre uma vogal e que pode conter um ou mais fonemas. Apresentação das variedades e combinações de letras utilizadas para escrever. Análise das palavras em relação à quantidade de letras e sílabas. Uso da escrita no sentido correto (da esquerda para a direita, de cima para baixo). Alinhamento da escrita, seguindo pautas e margens. Utilização dos espaços ou traços para separar títulos, conjuntos de exercícios etc. Percepção sobre a possibilidade de que o som pode ser grafado de diferentes maneiras.

Conteúdos Atitudinais • Atitude receptiva diante de leituras desafiadoras e disponibilidade para a ampliação do repertório, a partir de experiências com material diversificado e recomendações de terceiros. • Interesse pela leitura e escrita como fontes de informação, aprendizagem, lazer e arte. • Interesse por trocar impressões e informações com outros leitores, posicionando-se a respeito dos textos lidos, fornecendo indicações de leitura e considerando os novos dados recebidos. • Interesse pela literatura, considerando-a forma de expressão da cultura.

Sistema alfabético e Tratamento de Informação ortografia
•o Coleta, O alfabeto

sistematização e o análise de dados Letras, sílabas e palavras • Tabelas e gráficos o Segmentação das palavras o Sentido e posicionamento da escrita na página Ortografia Acentuação

• • • • • • • • • • •

o o

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais
• •

Conteúdos Procedimentais Percepção das diferenças entre a pronúncia e a grafia convencional das palavras. Identificação de sílabas, terminadas em consoante, nas palavras, tentando grafá-las corretamente. Identificação de encontros consonantais, cuja segunda letra é R ou L (BR, CR, DR, FR, GR, PR, TR; BL, CL etc.), nas palavras, tentando grafá-las corretamente. Identificação dos encontros vocálicos orais (AI, OU, UA ETC.) e nasais (ÃO, ÃE etc.), nas palavras, tentando grafá-los corretamente. Identificação dos dígrafos: CH, NH, LH, RR, SS, QU e GU e das vogais nasais formadas por acréscimo de M e N, tentando grafá-los corretamente. Utilização dos sinais de acentuação e as marcas sonoras que representam, tentando empregá-los na escrita. Identificação de listas. Produção de listas em forma de coluna ou separando seus itens com vírgulas ou hífens. Escrita de diferentes tipos de listas (de compra, de nomes de pessoas, de cidades, instrumentos de trabalho, animais etc.). Ordenação de listas, por ordem alfabética, em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Consulta de listas telefônicas, classificados de empregos, guias de itinerários etc., compreendendo sua organização. Identificação das partes que compõem uma receita (títulos, lista de ingredientes, modo e tempo de preparo, ilustração e fotografias).

Conteúdos Atitudinais Interesse por freqüentar os espaços mediadores de leitura – bibliotecas, livrarias, distribuidoras, editoras, bancas de revistas, lançamentos, exposições, palestras, debates, depoimentos de autores –, sabendo orientar-se dentro da especificidade desses espaços e sendo capaz de localizar um texto desejado.

Leitura e escrita de textos
o o o

• •

Poesia Contos de Fadas Cartas formais e informais Biografia e Autobiografia Textos de informação histórica Textos de informação científica

• •

o

o

• • • • • • •

o

• Reconhecimento de que o domínio dos usos sociais da linguagem oral e escrita pode possibilitar a participação política e cidadã, e também transformar as condições dessa participação, conferindo-lhe melhor qualidade. • Reconhecimento da necessidade e importância da língua escrita no processo de planejamento prévio de textos orais.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais

Conteúdos Procedimentais
• • • •

Conteúdos Atitudinais • Reconhecimento de que o domínio da linguagem escrita pode ampliar as possibilidades de acesso ao trabalho. • Reconhecimento da necessidade de dominar os saberes envolvidos nas práticas sociais mediadas pela linguagem como ferramenta para a continuidade da aprendizagem fora da escola. • Preocupação com a qualidade das produções escritas próprias, tanto no que se refere aos aspectos formais – discursivos, textuais, gramaticais, convencionais –, quanto à apresentação estética.

Leitura de imagens
o o

Apreciação significativa Produção cultural e histórica

• Música • Dança • Teatro

• •

• • • •

Utilização de títulos, ilustrações e outros elementos gráficos como chaves de leitura para prever conteúdos de receitas e instruções. Leitura de manuais de equipamentos identificando as partes que os compõem. Redação de receitas ou instruções de procedimentos simples (como troca de pneus, lâmpadas, tirar manchas de tecidos etc.). Realização de atividades seguindo instruções escritas em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Leitura de formulários e questionários. Observação de modelos de formulários comuns e compreensão de sua diagramação e seu vocabulário (data de nascimento, sexo, estado civil, nacionalidade etc.) em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Leitura e preenchimento de formulários simples em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Observação de um questionário: numeração das perguntas, respostas de múltipla escolha, espaços para respostas por extenso etc. Preenchimento de questionários curtos com opiniões ou dados pessoais em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Identificação dos recursos visuais utilizados em textos de anúncios, folhetos, cartazes etc. E compreensão de sua função: tipo e tamanho das letras, cores, ilustrações, tamanho do papel. Análise oral da linguagem usada nos textos quanto à clareza e objetividade.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais
• • •

Conteúdos Procedimentais Localização de informações específicas em anúncios e folhetos explicativos em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Análise crítica de mensagens publicitárias. Escrita de cartazes, anúncios ou folhetos, considerando o tipo de mensagem que se quer transmitir, o tipo de linguagem e apresentação visual adequada. Observação da configuração desses textos, reconhecendo e nomeando seus elementos (título, verso e estrofe). Observação dos recursos sonoros desses textos: repetições sonoras, rimas. Leitura e análise de textos oral e coletivamente, atentando para a linguagem figurada, observando que se trata de um recurso que pode sugerir interpretações diversas. Criação e escrita de títulos para poesias e letras de música. Escrita de pequenos versos, poemas ou letras de música, ou reescrita, introduzindo modificações em textos de outros autores. Consulta em livros e antologias poéticas. Pesquisa do nome, de breves dados bibliográficos e de alguns poemas de grandes poetas brasileiros. Pesquisa do nome, de breves dados bibliográficos e de algumas canções de grandes cancionistas brasileiros. Apreciação e reconhecimento do valor literário de textos poéticos. Leitura e escrita de bilhetes, atentando para as informações que devem conter, em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Identificação dos elementos que compõem uma carta: cabeçalho, introdução, desenvolvimento e despedida.

Conteúdos Atitudinais

• • •

• • • • • • • •

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais
• • • •

Conteúdos Procedimentais Preenchimento correto de envelopes para postagem segundo as normas do correio. Escrita de cartas pessoais. Reconhecimento da função, organização e temática dos jornais. Identificação dos elementos gráficos e visuais que compõem o jornal e sua função (diagramação, fotografia, ilustrações, tamanho e tipo de letras, gráficos e tabelas). Identificação e leitura de manchetes e títulos, prevendo o conteúdo das notícias. Leitura e utilização de legendas de fotografias como chave de leitura para prever o conteúdo das matérias. Reprodução oral do conteúdo de notícias lidas em voz alta pelo professor, identificando o que aconteceu, com quem, onde, como, quando e quais as conseqüências. Escrita de manchetes para notícias lidas pelo professor, utilizando linguagem adequada. Leitura e identificação de elementos que compõem as notícias e reportagens (o que, quando, como, onde, com quem e quais as conseqüências). Consulta em diferentes jornais, utilizando índice, informações contidas na primeira página e identificando cadernos e seções. Escuta de textos lidos pelo professor, identificando elementos como título, personagens, complicação e desfecho. Leitura de historietas e anedotas. Produção de textos coletivos de pequenas histórias do cotidiano, anedotas ou contos conhecidos. Reconhecimento do valor cultural dos textos e das histórias ficcionais.

Conteúdos Atitudinais

• • •

• •

• • • • •

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais

Conteúdos Procedimentais Observação da organização e consulta de dicionários, enciclopédias, livros didáticos e paradidáticos. • Observação dos sinais de pontuação nos textos. • Identificação dos sinais de pontuação mais usuais (ponto, vírgula, ponto de interrogação) compreendendo suas funções nos textos (relação do uso do ponto final com o uso da letra maiúscula no início das frases). • Observação das palavras que sofrem flexão (plurais, tempo e pessoas verbais). • Observação da concordância nominal e verbo-nominal em frases e textos. • Discussão, reflexão e comunicação sobre o trabalho de apreciação de imagens pela fala, escrita ou por registro. • Audição de músicas brasileiras de várias vertentes e as influências que se estabelecem entre elas e as músicas internacionais. • Estabelecimento de relações entre os diferentes estilos de dança com épocas e povos. • Interpretação pessoal e coletiva das danças. • Experimentação, pesquisa e criação dos meios de divulgação do espetáculo teatral como: cartazes, faixas, programas e outros. • Experimentação, pesquisa e criação com os elementos e recursos da linguagem teatral, como: maquiagem, máscaras, figuras, adereços, música, cenografia, iluminação e outros. • Representação e comunicação das formas visuais, concretizando idéias próprias. • Apreciação e leitura visual de produções e de diversos meios de comunicação de imagens.

Conteúdos Atitudinais

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Plano de Curso EJA Ciclo I Linguagens – Termo 4

Conteúdos Conceituais
• •

Conteúdos Procedimentais Conto de fatos e experiências cotidianas sem omitir partes e informações importantes. Reconto de textos narrativos (contos, fábulas, anedotas, histórias, notícias etc.). Percepção de lacunas e/ou incoerências ao ouvir uma narração de fatos, experiências ou o reconto de textos. Dramatização de situações reais ou imaginadas. Descrição de lugares, pessoas, objetos e processos. Percepção de imprecisões ou lacunas ao ouvir a descrição de lugares, objetos e processos. Recitação ou leitura em voz alta de textos poéticos breves, previamente preparados. Acompanhamento de leituras em voz alta, feitas pelo educador, em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Elaboração, compreensão e seguimento de instruções verbais em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Identificação de lacunas ou falta de clareza em esclarecimentos dados por outrem. Pedido de esclarecimentos sobre assuntos tratados ou atividades propostas.

Conteúdos Atitudinais • Valorização das variedades lingüísticas que caracterizam a comunidade dos falantes nas diferentes regiões do país. • Valorização das diferentes opiniões, como possibilidades diferenciadas de compreensão do mundo. • Posicionamento crítico diante de textos, de modo a reconhecer a pertinência dos argumentos utilizados. • Interesse, iniciativa e autonomia para ler textos diversos adequados à própria condição.

Linguagem oral
o o o

Narração Descrição Récita e leitura em voz alta Instruções, perguntas e respostas Definição e exemplificação Argumentação e debate

• • • • • • • • • •

o

o

o

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais Tempo
• • • • • • •

Conteúdos Procedimentais Respostas a perguntas utilizando conhecimentos novos em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Vivência de atividades de escrita, leitura e produção de textos orais e escritos em Língua Estrangeira. Identificação da posição pessoal e do outro em relação a diferentes temas tratados. Defesa de posições, fundamentando argumentos com exemplos e informações. Reconhecimento dos argumentos apresentados na defesa de uma posição, avaliando a pertinência dos exemplos e das informações que os fundamentam. Identificação da grafia das letras nos tipos mais usuais (letra de forma e cursiva maiúscula e minúscula). Estabelecimento de relação entre letras e sons da fala. Distinção de letras, sílabas e palavras. Distinção de vogais e consoantes. Percepção sonora sobre a sílaba como uma unidade sonora onde há sempre uma vogal e que pode conter um ou mais fonemas. Apresentação das variedades e combinações de letras utilizadas para escrever. Análise das palavras em relação à quantidade de letras e sílabas. Uso da escrita no sentido correto (da esquerda para a direita, de cima para baixo). Alinhamento da escrita, seguindo pautas e margens. Utilização dos espaços ou traços para separar títulos, conjuntos de exercícios etc. Percepção sobre a possibilidade de que o som pode ser grafado de diferentes maneiras.

Conteúdos Atitudinais • Atitude receptiva diante de leituras desafiadoras e disponibilidade para a ampliação do repertório, a partir de experiências com material diversificado e recomendações de terceiros. • Interesse pela leitura e escrita como fontes de informação, aprendizagem, lazer e arte. • Interesse por trocar impressões e informações com outros leitores, posicionando-se a respeito dos textos lidos, fornecendo indicações de leitura e considerando os novos dados recebidos. • Interesse pela literatura, considerando-a forma de expressão da cultura.

Sistema alfabético e Tratamento de Informação ortografia
•o Coleta, O alfabeto

sistematização e o análise de dados Letras, sílabas e palavras • Tabelas e gráficos o Segmentação das palavras o Sentido e posicionamento da escrita na página Ortografia Acentuação

• • • • • • • • • • •

o o

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais
• •

Conteúdos Procedimentais Percepção das diferenças entre a pronúncia e a grafia convencional das palavras. Identificação de sílabas, terminadas em consoante, nas palavras, tentando grafá-las corretamente. Identificação de encontros consonantais, cuja segunda letra é R ou L (BR, CR, DR, FR, GR, PR, TR; BL, CL etc.), nas palavras, tentando grafá-las corretamente. Identificação dos encontros vocálicos orais (AI, OU, UA ETC.) e nasais (ÃO, ÃE etc.), nas palavras, tentando grafá-los corretamente. Identificação dos dígrafos: CH, NH, LH, RR, SS, QU e GU e das vogais nasais formadas por acréscimo de M e N, tentando grafá-los corretamente. Utilização dos sinais de acentuação e as marcas sonoras que representam, tentando empregá-los na escrita. Identificação de listas. Produção de listas em forma de coluna ou separando seus itens com vírgulas ou hífens. Escrita de diferentes tipos de listas (de compra, de nomes de pessoas, de cidades, instrumentos de trabalho, animais etc.). Ordenação de listas, por ordem alfabética, em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Consulta de listas telefônicas, classificados de empregos, guias de itinerários etc., compreendendo sua organização. Identificação das partes que compõem uma receita (títulos, lista de ingredientes, modo e tempo de preparo, ilustração e fotografias).

Conteúdos Atitudinais Interesse por freqüentar os espaços mediadores de leitura – bibliotecas, livrarias, distribuidoras, editoras, bancas de revistas, lançamentos, exposições, palestras, debates, depoimentos de autores –, sabendo orientar-se dentro da especificidade desses espaços e sendo capaz de localizar um texto desejado.

Leitura e escrita de textos
o o o

• •

Receitas brasileiras Anúncio e propaganda Correspondências pessoais
• •

• •

Cartões-postais Diários

o o o

Mitos e Lendas Diálogos Textos de informação histórica Textos de informação científica Textos jornalísticos
• • •

• • • • • • •

o

• Reconhecimento de que o domínio dos usos sociais da linguagem oral e escrita pode possibilitar a participação política e cidadã, e também transformar as condições dessa participação, conferindo-lhe melhor qualidade. • Reconhecimento da necessidade e importância da língua escrita no processo de planejamento prévio de textos orais.

o

Notícias Entrevistas Artigos e editorial

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais

Conteúdos Procedimentais
• • • •

Conteúdos Atitudinais • Reconhecimento de que o domínio da linguagem escrita pode ampliar as possibilidades de acesso ao trabalho. • Reconhecimento da necessidade de dominar os saberes envolvidos nas práticas sociais mediadas pela linguagem como ferramenta para a continuidade da aprendizagem fora da escola. • Preocupação com a qualidade das produções escritas próprias, tanto no que se refere aos aspectos formais – discursivos, textuais, gramaticais, convencionais –, quanto à apresentação estética.

Leitura de imagens
o o

Apreciação significativa Produção cultural e histórica

• Música • Dança • Teatro

• •

• • • •

Utilização de títulos, ilustrações e outros elementos gráficos como chaves de leitura para prever conteúdos de receitas e instruções. Leitura de manuais de equipamentos identificando as partes que os compõem. Redação de receitas ou instruções de procedimentos simples (como troca de pneus, lâmpadas, tirar manchas de tecidos etc.). Realização de atividades seguindo instruções escritas em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Leitura de formulários e questionários. Observação de modelos de formulários comuns e compreensão de sua diagramação e seu vocabulário (data de nascimento, sexo, estado civil, nacionalidade etc.) em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Leitura e preenchimento de formulários simples em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Observação de um questionário: numeração das perguntas, respostas de múltipla escolha, espaços para respostas por extenso etc. Preenchimento de questionários curtos com opiniões ou dados pessoais em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Identificação dos recursos visuais utilizados em textos de anúncios, folhetos, cartazes etc. E compreensão de sua função: tipo e tamanho das letras, cores, ilustrações, tamanho do papel. Análise oral da linguagem usada nos textos quanto à clareza e objetividade.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais
• • •

Conteúdos Procedimentais Localização de informações específicas em anúncios e folhetos explicativos em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Análise crítica de mensagens publicitárias. Escrita de cartazes, anúncios ou folhetos, considerando o tipo de mensagem que se quer transmitir, o tipo de linguagem e apresentação visual adequada. Observação da configuração desses textos, reconhecendo e nomeando seus elementos (título, verso e estrofe). Observação dos recursos sonoros desses textos: repetições sonoras, rimas. Leitura e análise de textos oral e coletivamente, atentando para a linguagem figurada, observando que se trata de um recurso que pode sugerir interpretações diversas. Criação e escrita de títulos para poesias e letras de música. Escrita de pequenos versos, poemas ou letras de música, ou reescrita, introduzindo modificações em textos de outros autores. Consulta em livros e antologias poéticas. Pesquisa do nome, de breves dados bibliográficos e de alguns poemas de grandes poetas brasileiros. Pesquisa do nome, de breves dados bibliográficos e de algumas canções de grandes cancionistas brasileiros. Apreciação e reconhecimento do valor literário de textos poéticos. Leitura e escrita de bilhetes, atentando para as informações que devem conter, em Língua Portuguesa ou Estrangeira. Identificação dos elementos que compõem uma carta: cabeçalho, introdução, desenvolvimento e despedida.

Conteúdos Atitudinais

• • •

• • • • • • • •

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais
• • • •

Conteúdos Procedimentais Preenchimento correto de envelopes para postagem segundo as normas do correio. Escrita de cartas pessoais. Reconhecimento da função, organização e temática dos jornais. Identificação dos elementos gráficos e visuais que compõem o jornal e sua função (diagramação, fotografia, ilustrações, tamanho e tipo de letras, gráficos e tabelas). Identificação e leitura de manchetes e títulos, prevendo o conteúdo das notícias. Leitura e utilização de legendas de fotografias como chave de leitura para prever o conteúdo das matérias. Reprodução oral do conteúdo de notícias lidas em voz alta pelo professor, identificando o que aconteceu, com quem, onde, como, quando e quais as conseqüências. Escrita de manchetes para notícias lidas pelo professor, utilizando linguagem adequada. Leitura e identificação de elementos que compõem as notícias e reportagens (o que, quando, como, onde, com quem e quais as conseqüências). Consulta em diferentes jornais, utilizando índice, informações contidas na primeira página e identificando cadernos e seções. Escuta de textos lidos pelo professor, identificando elementos como título, personagens, complicação e desfecho. Leitura de historietas e anedotas. Produção de textos coletivos de pequenas histórias do cotidiano, anedotas ou contos conhecidos. Reconhecimento do valor cultural dos textos e das histórias ficcionais.

Conteúdos Atitudinais

• • •

• •

• • • • •

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais

Conteúdos Procedimentais Observação da organização e consulta de dicionários, enciclopédias, livros didáticos e paradidáticos. • Observação dos sinais de pontuação nos textos. • Identificação dos sinais de pontuação mais usuais (ponto, vírgula, ponto de interrogação) compreendendo suas funções nos textos (relação do uso do ponto final com o uso da letra maiúscula no início das frases). • Observação das palavras que sofrem flexão (plurais, tempo e pessoas verbais). • Observação da concordância nominal e verbo-nominal em frases e textos. • Discussão, reflexão e comunicação sobre o trabalho de apreciação de imagens pela fala, escrita ou por registro. • Audição de músicas brasileiras de várias vertentes e as influências que se estabelecem entre elas e as músicas internacionais. • Estabelecimento de relações entre os diferentes estilos de dança com épocas e povos. • Interpretação pessoal e coletiva das danças. • Experimentação, pesquisa e criação dos meios de divulgação do espetáculo teatral como: cartazes, faixas, programas e outros. • Experimentação, pesquisa e criação com os elementos e recursos da linguagem teatral, como: maquiagem, máscaras, figuras, adereços, música, cenografia, iluminação e outros. • Representação e comunicação das formas visuais, concretizando idéias próprias. • Apreciação e leitura visual de produções e de diversos meios de comunicação de imagens.

Conteúdos Atitudinais

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos Plano de Curso EJA Ciclo I Matemática

Objetivos Gerais • Valorizar a Matemática como instrumento para interpretar informações sobre o mundo, reconhecendo sua importância em nossa cultura. Valorizar a Matemática como instrumento para interpretar informações sobre o mundo, reconhecendo sua importância em • Apreciar o caráter de jogo intelectual da Matemática, reconhecendo-o como estímulo à resolução de problemas. nossa cultura. o respeito pelos conhecimentos • Reconhecer situações práticas, as de raciocínio matemático, desenvolver o ordenar Identificar em sua própria capacidadeprincipais funções do número: quantificar, interesse eecodificar. desenvolvidos pelos companheiros.

Ler e escrever, comparar e ordenar números naturais familiares presentes nos contextos cotidianos. • Comunicar-se matematicamente, identificando, interpretando e utilizando diferentes linguagens e códigos. Resolver problemas envolvendo contagem, medidas e alguns significados da adição e da subtração. • Intervir em situações diversas relacionadas à cálculos exatos e aproximados e saber explicá-los. Construir procedimentos pessoais para efetuar vida cotidiana, aplicando noções matemáticas e procedimentos de resolução de
problemas individual e coletivamente.

Medir e fazer estimativas sobre medidas, utilizando unidades de medidas mais usuais. • Vivenciar processos de resolução de problemas que comportem a compreensão de enunciados, proposição e execução de um plano Identificar valores de cédulas e moedas, estabelecer relações entre valores de cédulas e moedas e ler anotações de solução, a verificação e comunicação da solução. convencionais do Sistema Monetário Brasileiro. • Reconhecer a cooperação, a troca de idéias e o confronto entre diferentes estratégias de ação como meios que melhoram a Interpretar e construir representações espaciais, trajetos itinerários simples, utilizando elementos de referência e capacidade de resolver problemas individual e coletivamente. estabelecendo relações entre eles. • Utilizar habitualmente procedimentos de cálculo mental e cálculo escrito (técnicas operatórias), selecionando as formas mais Coletar, organizarrealizar o cálculo em função do contexto, dos númeroscotidiano. adequadas para e interpretar dados sobre fatos e fenõmenos do e das operações envolvidas.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Objetivos Gerais

• Utilizar habitualmente procedimentos de cálculo mental e cálculo escrito (técnicas operatórias), selecionando as formas mais
adequadas para realizar o cálculo em função do contexto, dos números e das operações envolvidas.

• Desenvolver a capacidade de realizar estimativas e cálculos aproximados e utilizá-la na verificação de resultados de operações
numéricas.

• Medir, interpretar e expressar o resultado utilizando a medida e a escala adequada de acordo com a natureza e a ordem das
grandezas envolvidas.

• Aperfeiçoar a compreensão de espaço, identificando, representando e classificando formas geométricas, observando seus
elementos, suas propriedades e suas relações.

• Coletar, apresentar e analisar dados, construindo e interpretando tabelas e gráficos.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos Plano de Curso EJA Ciclo I Matemática – Termo 1

Conteúdos Conceituais

Conteúdos Procedimentais • Reconhecimento de números no contexto diário. • Utilização de diferentes estratégias para quantificar elementos de uma coleção: contagem, pareamento, estimativa e correspondência de agrupamentos. • Leitura, escrita, comparação e ordenação de números familiares. • Formulação de hipóteses sobre a grandeza numérica, pela identificação da quantidade de algarismos e da posição ocupada por eles na escrita numérica. • Observação de critérios que definam uma classificação de números (maior que, menor que, estar entre) e de regras usadas em seriações (mais 1, mais 2, dobro, metade). • Contagem em escalas ascendentes e descendentes. • Identificação de regularidades na série numérica para nomear, ler e escrever números menos freqüentes. • Utilização de calculadora para produzir e comparar escritas numéricas. • Análise, interpretação, resolução e formulação de situações-problema, compreendendo alguns dos significados das operações, em especial da adição e da subtração. • Utilização de sinais convencionais (+, -, =) na escrita das operações.

Conteúdos Atitudinais Desenvolvimento de atitudes favoráveis para a aprendizagem de Matemática. Confiança na própria capacidade para elaborar estratégias pessoais diante de situações-problema. Valorização da troca de experiências com seus pares como forma de aprendizagem. Curiosidade por questionar, explorar e interpretar os diferentes usos dos números, reconhecendo sua utilidade na vida cotidiana.

• Números e Operações • Conjunto dos Números
Naturais

• Introdução ao Pensamento
Geométrico • O espaço Grandezas e Medidas • Grandezas de mesma natureza Leitura e interpretação de informações numéricas

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos
Conteúdos Conceituais Conteúdos Procedimentais • Construção dos fatos básicos das operações a partir de situaçõesproblema, para constituição de um repertório a ser utilizado no cálculo. • Organização dos fatos básicos das operações pela identificação de regularidades. • Utilização da decomposição das escritas numéricas para a realização do cálculo mental exato e aproximado. • Cálculos de adição e subtração, por por meio de estratégias pessoais e algumas técnicas convencionais. • Utilização de estimativas para avaliar a adequação de um resultado e uso de calculadora para desenvolvimento de estratégias de verificação e controle de cálculos. • Identificação de unidades de tempo: dia, semana, ano, semestre e utilização de calendários. • Relação entre unidades de tempo: dia/semana, semana/mês, mês/ano, semestre/ano. • Reconhecimento de cédulas e moedas do sistema monetário brasileiro e de possíveis trocas entre cédulas e moedas em função de seus valores. • Localização de pessoas ou objetos no espaço, com base em diferentes pontos de referência e indicações de posição. • Movimentação de pessoas ou objetos no espaço, com base em diferentes pontos de referência e algumas indicações de direção e sentido. • Descrição da localização e movimentação de pessoas e objetos no espaço, usando sua própria terminologia. • Leitura e interpretação de informações contidas em imagens. • Coleta e organização de informações. • Criação de registros pessoais para comunicação das informações coletadas.

Conteúdos Atitudinais

Interesse e curiosidade por

conhecer diferentes estratégias de cálculo. Valorização da utilidade dos elementos de referência para localizar-se e identificar a localização de objetos no espaço. Sensibilidade pela observação das formas geométricas na natureza, nas artes, nas edificações. Valorização da importância das medidas e estimativas para resolver problemas cotidianos. Interesse por conhecer, interpretar e produzir mensagens que utilizam formas gráficas para apresentar informações. Apreciação da organização na elaboração e apresentação dos trabalhos.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Plano de Curso EJA Ciclo I Matemática – Termo 2

Conteúdos Conceituais

Conteúdos Procedimentais • Reconhecimento de números no contexto diário. • Utilização de diferentes estratégias para quantificar elementos de uma coleção: contagem, pareamento, estimativa e correspondência de agrupamentos. • Leitura, escrita, comparação e ordenação de números familiares. • Formulação de hipóteses sobre a grandeza numérica, pela identificação da quantidade de algarismos e da posição ocupada por eles na escrita numérica. • Observação de critérios que definam uma classificação de números (maior que, menor que, estar entre) e de regras usadas em seriações (mais 1, mais 2, dobro, metade). • Contagem em escalas ascendentes e descendentes. • Identificação de regularidade na série numérica para nomear, ler e escrever números menos freqüentes. • Utilização de calculadora para produzir e comparar escritas numéricas. • Organização em agrupamentos para facilitar a contagem e a comparação entre grandes coleções. • Leitura, escrita, comparação e ordenação de notações numéricas pela compreensão das características do sistema de numeração decimal (base, valor posicional).

Conteúdos Atitudinais Desenvolvimento de atitudes favoráveis para a aprendizagem de Matemática. Confiança na própria capacidade para elaborar estratégias pessoais diante de situaçõesproblema. Valorização da troca de experiências com seus pares como forma de aprendizagem. Curiosidade por questionar, explorar e interpretar os diferentes usos dos números, reconhecendo sua utilidade na vida cotidiana.

• Números e Operações • Números naturais e

Sistema de Numeração Decimal • Adição e subtração com números naturais • Multiplicação e divisão com números naturais

• Geometria
Espaço, dimensão, posição, direção, sentido Sistema Monetário Brasileiro

• Grandezas e Medidas

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais Tempo Tempo Tratamento de Informação Tratamento de Informação • Coleta, sistematização e análise • Coleta,de dados • sistematização e Tabelas e gráficos análise de dados • Tabelas e gráficos
• • •

Conteúdos Procedimentais Análise, interpretação, resolução e formulação de situações-problema, compreendendo alguns dos significados das operações, em especial da adição e da subtração. Reconhecimento de que diferentes situações-problema podem ser resolvidas por uma única operação e de que diferentes operações podem resolver um mesmo problema. Utilização de sinais convencionais (+, -, x, :, =) na escrita das operações. Construção dos fatos básicos das operações a partir de situaçõesproblema, para constituição de um repertório a ser utilizado no cálculo. Organização dos fatos básicos das operações pela identificação de regularidades e propriedades. Cálculos de adição e subtração, por meio de estratégias pessoais e algumas técnicas convencionais. Cálculos de multiplicação e divisão por meio de estratégias pessoais. Utilização de estimativas para avaliar a adequação de um resultado e uso de calculadora para desenvolvimento de estratégias de verificação e controle de cálculos. Localização de pessoas ou objetos no espaço, com base em diferentes pontos de referência e algumas indicações de posição. Movimentação de pessoas ou objetos no espaço, com base em diferentes pontos de referência e algumas indicações de direção e sentido. Descrição da localização e movimentação de pessoas ou objetos no espaço, usando sua própria terminologia. Dimensionamento de espaços, percebendo relações de tamanho e forma.

Conteúdos Atitudinais

Interesse e curiosidade por

conhecer diferentes estratégias de cálculo. Valorização da utilidade dos elementos de referência para localizar-se e identificar a localização de objetos no espaço. Sensibilidade pela observação das formas geométricas na natureza, nas artes, nas edificações. Valorização da importância das medidas e estimativas para resolver problemas cotidianos. interpretar e produzir mensagens que utilizam formas gráficas para apresentar informações. elaboração e apresentação dos trabalhos.

• • • • • •

• • • •

• Interesse por conhecer,

• Apreciação da organização na

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais

Conteúdos Procedimentais Observação de formas geométricas presentes em elementos naturais e nos objetos criados pelo homem e de suas características: arredondadas ou não, simétricas ou não, etc. Percepção de semelhanças e diferenças entre cubos e quadrados, paralelepípedos e retângulos, pirâmides e triângulos, esferas e círculos. Construção e representação de formas geométricas. Reconhecimento de cédulas e moedas que circulam no Brasil e de possíveis trocas entre cédulas e moedas em função de seus valores. Leitura e interpretação de informações contidas em imagens. Coleta e organização de informações. Criação de registros pessoais para comunicação das informações coletadas. Exploração da função do número como código na organização de informações (linhas de ônibus, telefones, placas de carros, registros de identidade, bibliotecas, roupas, calçados). Interpretação e elaboração de listas, tabelas simples, de dupla entrada e gráficos de barra para comunicar a informação obtida. Produção de textos escritos a partir da interpretação de gráficos e tabelas.

Conteúdos Atitudinais

• • • • • • •

• •

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos Plano de Curso EJA Ciclo I Matemática – Termo 3

Conteúdos Conceituais
• •

Conteúdos Procedimentais • Reconhecimento de números no contexto diário. • Utilização de diferentes estratégias para quantificar elementos de uma coleção: contagem, pareamento, estimativa e correspondência de agrupamentos. • Comparação de diferentes quantidades. • Utilização de estratégias diversas para identificar números. • Reflexão sobre as hipóteses relativas às grandezas dos números. • Escrita e comparação de grandezas de mesma natureza. • Organização de agrupamentos, facilitanto a contagem e a comparação entre grandes coleções. • Leitura, escrita, comparação e ordenação de números familiares. • Leitura, escrita, comparação e ordenação das anotações numéricas pela compreensão das características do sistema de numeração decimal (base, valor posicional) • Utilização de regras do sistema decimal para a leitura e/ou escrita. • Análise, interpretação, formulação e resolução de situações-problema, com diferentes significados, envolvendo números naturais. • Comparação, ordenação de números naturais de qualquer ordem e grandeza.

Conteúdos Atitudinais

Números e Operações Números naturais e Sistema de Numeração Decimal • Números racionais: representação decimal • Adição e subtração com números naturais • Multiplicação e divisão com números naturais Geometria

• Desenvolvimento de atitudes

favoráveis para a aprendizagem de Matemática. para elaborar estratégias pessoais diante de situaçõesproblema.

• Confiança na própria capacidade

• Valorização da troca de

experiências com seus pares como forma de aprendizagem. explorar e interpretar os diferentes usos dos números, reconhecendo sua utilidade na vida cotidiana.

Espaço, dimensão, poição, direção, sentido

• Curiosidade por questionar,

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais Formas bi e Tempo tridimensionais, Tratamento de figuras planas e sólidos Informação geométricos • Coleta, e Medidas Grandezas • sistematização e Sistema Monetário análise de dados Brasileiro • Tempo e gráficos Tabelas • Comprimento Tratamento de Informação • Coleta, sistematização e análise de dados • Tabelas e gráficos
• •

Conteúdos Procedimentais • Realização de cálculos de adição, subtração, multiplicação e divisão por meio de estratégias pessoais, construindo suas representações gráficas. • Utilização de jogos que envolvam as quatro operações. • Resolução de situações-problema utilizando estratégias pessoais relativas ao significado das operações. • Realização de cálculos envolvendo as noções de dobro, metade, triplo, terça parte. • Apresentação da noção de espaço e suas representações gráficas. • Observação, manipulação e construção de figuras tridimensionais e bidimensionais. • Identificação de algumas características, reconhecimento de algumas propriedades e estabelecimento de algumas classificações das figuras geométricas estudadas. • Coleta e organização de dados e informações. • Construção de registros pessoais para comunicação das informações coletadas. • Reconhecimento, descrição e leitura de informações apresentadas em tabelas e gráficos simples. • Realização de cálculos envolvendo valores com cédulas e moedas. • Construção e resolução de situações-problema com sistema monetário, explorando a composição e a decomposição de quantias variadas de cédulas e moedas. • Emprego de procedimentos de cálculo mental e escrito para resolver situações-problema envolvendo preços, pagamentos e troco com cédulas e moedas. • Leitura, construção e utilização do calendário como referência para medir o tempo.

Conteúdos Atitudinais

Interesse e curiosidade por

conhecer diferentes estratégias de cálculo.

• Valorização da utilidade dos

elementos de referência para localizar-se e identificar a localização de objetos no espaço. Sensibilidade pela observação das formas geométricas na natureza, nas artes, nas edificações. Valorização da importância das medidas e estimativas para resolver problemas cotidianos. Interesse por conhecer, interpretar e produzir mensagens que utilizam formas gráficas para apresentar informações. Apreciação da organização na elaboração e apresentação dos trabalhos.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais

Conteúdos Procedimentais • Estabelecimento de relações entre dia, semana, mês e ano. • Leitura e utilização do relógio de ponteiros e do relógio digital como instumentos para medir o tempo. • Estabelecimento de relações entre dia, hora e minuto e hora, minuto e segundo. • Resolução de situações-problema envolvendo datas, idades e prazos. • Realização de medições utilizando unidades de medida não convencionais, representando o valor da medida. • Utilização das unidades usuais de medida de comprimento (metro, centímetro, milímetro e quilômetro), estabelecendo relações entre elas. • Realização de medidas de comprimento, utilizando instrumentos como fita métrica, trena e régua, expressando a medida na unidade adequada, em função do contexto e da precisão do resultado. • Utilização de procedimentos de cálculo mental, com calculadora ou com suporte de registros escritos, selecionando as formas mais adequadas para realizar o cálculo em função do contexto, dos números e das operações envolvidas. • Realização de estimativas e cálculos aproximados, utilizando-os na verificação de resultados de operações numéricas.

Conteúdos Atitudinais

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos Plano de Curso EJA Ciclo I Matemática – Termo 4

Conteúdos Conceituais
• •

Conteúdos Procedimentais • Leitura, escrita, interpretação e comparação de números naturais com vários dígitos, evidenciando a compreensão de seus diferentes significados e das regras do Sistema de Numeração Decimal. • Reconhecimento dos números racionais na forma fracionária e decimal, demonstrando compreensão de alguns de seus significados (relação parte/todo, quociente e razão), estabelecendo relações entre a representação fracionária e a representação decimal, empregando esses conhecimentos na interpretação de porcentagens. • Compreensão dos diferentes significados das operações: adição, subtração, multiplicação e divisão, em situações-problema que envolvam números naturais e números racionais na forma fracionária e decimal. • Utilização de diferentes procedimentos de cálculo mental, estimativas, técnicas operatórias convencionais, para obter resultados de adições, subtrações, multiplicações e divisões, com números naturais adequados às situações-problema envolvidas, dispondo de estratégias para verificar esses resultados, inclusive aquelas que se referem ao uso da calculadora.

Conteúdos Atitudinais • Desenvolvimento de atitudes favoráveis para a aprendizagem de Matemática. • Confiança na própria capacidade para elaborar estratégias pessoais diante de situações-problema. • Valorização da troca de experiências com seus pares como forma de aprendizagem.

Números e Operações Números naturais e Sistema de Numeração Decimal
• •

Números racionais: representação decimal Números racionais: representação fracionária Adição e subtração com números naturais Adição e subtração com números racionais na forma decimal

• •

• Curiosidade por questionar,

explorar e interpretar os diferentes usos dos números, reconhecendo sua utilidade na vida cotidiana.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais Tempo Tratamento de • Multiplicação e divisão Informação com números naturais • Coleta, sistematização e Geometria análise de dados • Espaço, dimensão, • Tabelas e gráficos posição, direção, sentido
• • •

Conteúdos Procedimentais • Resolução de cálculos de adição, subtração, que envolvam números racionais na forma decimal, por meio de procedimentos pessoais e técnicas operatórias convencionais. • Resolução de cálculos simples de porcentagem, em situações-problema. • Identificação de unidades usuais de medida de comprimento, superfície, massa, capacidade e volume. • Estabelecimento de relações entre unidades usuais de medida de uma mesma grandeza. • Leitura, escrita e interpretação de medidas representadas por meio de números racionais na forma decimal. • Procedimentos de cálculo de perímetro e a área de algumas figuras geométricas. • Identificação do valor e estabelecimento de relações entre cédulas e moedas do Sistema Monetário Brasileiro. • Leitura, escrita e interpretação de medidas de tempo e temperatura. • Obtenção de medidas precisas, fazendo uso de instrumentos como fita métrica, balanças, termômetros. • Leitura e interpretação da posição dos pontos em mapas e plantas por meio de representações num sistema cartesiano. • Identificação do paralelismo e perpendicularismo nos lados de figuras planas. • Identificação do ângulo reto. • Leitura de dados apresentados em tabelas e gráficos. • Elaboração de argumentos orais e escritos com informações obtidas em gráficos e tabelas. • Desenvolvimento de noção de média aritmética .

Conteúdos Atitudinais

Interesse e curiosidade por

conhecer diferentes estratégias de cálculo. Valorização da utilidade dos elementos de referência para localizar-se e identificar a localização de objetos no espaço. Sensibilidade pela observação das formas geométricas na natureza, nas artes, nas edificações. Valorização da importância das medidas e estimativas para resolver problemas cotidianos. interpretar e produzir mensagens que utilizam formas gráficas para apresentar informações. elaboração e apresentação dos trabalhos.

Formas bi e tridimensionais, figuras planas e sólidos geométricos

Grandezas e Medidas
• • • • • •

Sistema Monetário Brasileiro Tempo Comprimento Temperatura Capacidade Massa

• Interesse por conhecer,

• Apreciação da organização na

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Conteúdos Conceituais
• •

Conteúdos Procedimentais
• • • • •

Conteúdos Atitudinais

Superfície

Tratamento de Informação

Coleta, sistematização e análise de dados Tabelas e gráficos Média aritmética

• •

Procedimentos de cálculo e interpretação de médias aritméticas para a compreensão de informações. Interpretação, resolução e proposição de problemas. Relação de situações matemáticas com problemas da vida diária. Verbalização do próprio raciocínio. Desenvolvimento de flexibilidade no trabalho matemático, admitindo distintos procedimentos ou mesmo diferentes respostas para um único problema. Reflexão sobre as próprias idéias e a dos colegas.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos Plano de Curso EJA – Ciclo I Sociedade e Natureza (História, Geografia, Ciências, Informática) Objetivos Gerais
• • • • • • • • • • • • • • • • Valorizar a Matemática como instrumento para interpretar informações sobre o mundo, reconhecendo sua importância em nossa cultura. Identificar em situações práticas, as principais funções do número: quantificar, ordenar e codificar. Ler e escrever, comparar e ordenar números naturais familiares presentes nos contextos cotidianos. Resolver problemas envolvendo contagem, medidas e alguns significados da adição e da subtração. Construir procedimentos pessoais para efetuar cálculos exatos e aproximados e saber explicá-los. Medir e fazer estimativas sobre medidas, utilizando unidades de medidas mais usuais. Identificar valores de cédulas e moedas, estabelecer relações entre valores de cédulas e moedas e ler anotações convencionais do Sistema Monetário Brasileiro. Interpretar e construir representações espaciais, trajetos itinerários simples, utilizando elementos de referência e estabelecendo relações entre eles. Coletar, organizar e interpretar dados sobre fatos e fenõmenos do cotidiano. Problematizar fatos observados cotidianamente, interessando-se pela busca de explicações e pela ampliação de sua visão de mundo. Reconhecer e valorizar seu próprio saber sobre o meio natural e social, interessando-se por enriquecê-lo e compartilhá-lo. Conhecer aspectos básicos da organização política do Brasil, os direitos e deveres do cidadão, identificando formas de consolidar e aprofundar a democracia no país. Interessar-se pelo debate de idéias e pela fundamentação de seus argumentos. Buscar informações em diferentes fontes, processá-las e analisá-las criticamente. Interessar-se pelas ciências e pelas artes como formas de conhecimento, interpretação e expressão dos homens sobre si mesmos e sobre o mundo que os cerca. Inserir-se ativamente em seu meio social e natural, usufruindo racional e solidariamente de seus recursos.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Objetivos Gerais
• Valorizar a vida e a sua qualidade como bens pessoais e coletivos, desenvolver atitudes responsáveis com relação à saúde, à sexualidade e à educação das gerações mais novas. • Reconhecer o caráter dinâmico da cultura, valorizar o patrimônio cultural de diferentes grupos sociais, reconhecer e respeitar a diversidade étnica e cultural da sociedade brasileira. • Observar modelos de representação e orientação no espaço e no tempo, familiarizando-se com a linguagem cartográfica. • Compreender as relações que os homens estabelecem com os demais elementos da natureza e desenvolver atitudes positivas com relação à preservação do meio ambiente, analisando aspectos da Geografia do Brasil. • Compreender as relações que os homens estabelecem entre si no âmbito da atividade produtiva e o valor da tecnologia como meio de satisfazer necessidades humanas, analisando aspectos da História do Brasil.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos Plano de Curso EJA Ciclo I Sociedade e Natureza – Termo 1 (História, Geografia, Ciências, Informática)

Conteúdos Conceituais

Conteúdos Procedimentais • Reconhecimento e atribuição de novos significados à identidade pessoal, aos elementos que fazem parte do cotidiano de cada um, ao modo de vida e trabalho das comunidades onde vivemos. • Reconhecimento da realidade de cada um e discussão de questões que afetam a vida pessoal e dos colegas. • Produção de textos orais ou escritos das reflexões sobre a identidade e o cotidiano de cada um. • Busca de soluções para as questões identificadas e estabelecimento de ações coletivas e cooperativas. • Identificação das condições de vida e de trabalho dos estudantes e verificação de como os saberes disponíveis podem ajudar a transformar essa realidade. • Expressão oral ou escrita que abordem questões pessoais, como biografias. • Estabelecimento de relações entre estes textos e a visão do aluno sobre si mesmo. • Coleta, análise e organização de dados sobre as condições de vida dos educandos. • Elaboração de texto coletivo a partir das informações tabuladas. • Construção e interpretação de tabelasimples e/ou de dupla entrada relacionadas às informações coletadas.

Conteúdos Atitudinais Desenvolvimento de atitudes favoráveis à solidariedade, capacidade de trabalhar em grupo, atenção e respeito às outras pessoas. Valorização do patrimônio sociocultural e respeito à diversidade social. Valorização do direito de cidadania dos indivíduos, dos grupos e povos, como condição para fortalecimento da democracia, respeitando-se as diferenças e lutando contra as desigualdades.

• Identidade
o

Lugar de vivência

• Cultura e diversidade
cultural

• Expressões artísticas. • O homem e o meio
ambiente

• Atividades produtivas e
relações sociais

• Trabalho e emprego • Cidadania e participação

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos
Conteúdos Conceituais Tempo Tratamento de Informação
• • • • • • • • • • • • • • • • • • •

Conteúdos Procedimentais Exploração da orgnização temporal de rotinas do cotidiano. Consulta e observação de calendários do ano em curso, identificando as regularidades nas formas de medir e de contar o tempo. Construção de um calendário da classe. Produção individual de uma caracterização ou mapeamento da localidade onde vivem os alunos (bairro ou comunidade). Análise e interpretação de ilustrações/folhetos sobre saúde. Realização de levantamento de problemas de saúde que são mais comuns. Debate, associação, comparação, interação entre os estudantes na construção de símbolos que identifiquem os temas elencados. Produção de cartões identificativos. Debate sobre a leitura de mapas. Reflexão das condições de trabalho pessoais e de outros trabalhadores, a partir da leitura de artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Debate sobre a realidade das ocupações dos alunos, bem como sobre o que fazem e como aprenderam. Constução de um calendário indicando as despesas comuns à turma. Discussão da relação que existe entre o salário mínimo e a satisfação das necessidades básicas de uma pessoa. Estudo das tradições locais. Debate em torno da produção artística nacional e local. Exploração do conhecimento prévio dos alunos acerca das produções culturais do brasileiro: capoeira, quadras populares, artes, cozinha típica nacional. Compilação de receitas, quadras populares, canções e tradições do lugar em que vivem.

Conteúdos Atitudinais Estabelecimento de comparações entre a vida individual e social, identificando relações sociais em seu próprio grupo de convívio, na localidade, na região e no país, relacionando-as com outras manifestações, em outros tempos e espaços. Questionamento de sua realidade, identificando problemas e possíveis soluções, conhecendo formas políticoinstitucionais e organizações da sociedade civil que permitam atuar sobre a realidade. Desenvolvimento da responsabilidade pelo ambiente coletivo; do apego e do afeto por lugares de sua convivência; do cuidar dos espaços que ocupa.

Coleta, sistematização e análise de dados Tabelas e gráficos

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos
Conteúdos Conceituais

Conteúdos Procedimentais Exploração do conhecimento prévios dos alunos sobre o patrimônio ambiental brasileiro, diagnosticando as condições em que se encontram as riquezas naturais que existem no lugar em que vivem. Debate e reflexão sobre os problemas ambientais, propondo ações individuais e/ou coletivas para enfrentá-los. Leitura de textos jornalísticos com informações sobre problemas ambientais.

Conteúdos Atitudinais Valorização de atitudes solidárias e comprometidas com o destino das futuras gerações. Postura crítica frente às diferentes formas de desperdício. Valorização da prática cotidiana de hábitos de higiene favoráveis à saúde. Exercício de seu direito e do direito de todos a uma vida plena, num ambiente cuidado e saudável. Interesse pelas idéias científicas e pela Ciência como maneira de entender melhor o mundo que nos cerca. Valorização da preservação ambiental.

• •

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos Plano de Curso EJA Ciclo I Sociedade e Natureza – Termo 2 (História, Geografia, Ciências, Informática)

Conteúdos Conceituais

Conteúdos Procedimentais • Exploração oral sobre o conhecimento de nomes diferentes. • Estabelecimento de relações entre a importância dos documentos pessoais e a vida em sociedade. • Identificação das principais informações contidas nas carteiras de identidade. • Informações detalhadas e procedimentos para obter os documentos mais solicitados. • Leitura de textos que enfatizem a necessidade de ter a documentação pessoal em ordem. • Exploração dos nomes, abrangendo sobrenomes, sua escrita e função. • Realização de atividades relacionadas ao processo bancário: uso de cheques, caderneta de poupança, salário. • Leitura e análise de textos que abordem questões pessoais, como biografias. • Estabelecimento de relações entre estes textos e a visão do aluno sobre si mesmo. • Exposição oral dos modos de ser de cada um: aparência física, forma de falar e se comportar, classe social, valores, crenças etc. • Exploração da noção de tempo de acordo com a análise de situaçõesproblema envolvendo as idades.

Conteúdos Atitudinais Desenvolvimento de atitudes favoráveis à solidariedade, capacidade de trabalhar em grupo, atenção e respeito às outras pessoas. Valorização do patrimônio sociocultural e respeito à diversidade social. Valorização do direito de cidadania dos indivíduos, dos grupos e povos, como condição para fortalecimento da democracia, respeitando-se as diferenças e lutando contra as desigualdades.

• Identidade
o

Características Pessoais Idade Histórias de vida Espaços de vivência

• Tempo
o o

• Migração
o

• Trabalho, profissão,
emprego

• Direitos do trabalhador • Direito à educação, dever
de estudar

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos
Conteúdos Conceituais Tempo Tratamento de Informação
• • • • •

Conteúdos Procedimentais Leitura e interpretação de datas de nascimento: relação entre data de nascimento e idade; comparação de idades; ordenação de datas. Leitura e análise de textos sobre a vida de artistas, contendo uma pequena linha do tempo que marque acontecimentos importantes da vida do artista. Construção de gráficos que indiquem a distribuição da classe com relação à faixa etária. Reconstrução cronológica da vida dos alunos enfatizando fatos mais importantes. Registro das informações de forma sintética e ordenada temporalmente. Descrição e análise do lugar de nascimento, identificando os motivos que os levaram a sair de seu lugar e os problemas que enfrenta para se adaptar a novos lugares. Observação e descrição de paisagens em função do adensamento populacional. Caracterização dos problemas dos modos de vida rural e da zona urbana. Leitura e interpretação de mapas. Desenvolvimento da capacidade de observação, descrição e representação dos espaços de vivência, utilizando diferentes lugares e cidades brasileiras como referência. Observação e leitura de imagens e textos poéticos que retratam diferentes lugares. Reconhecimento, nomeação e análise, a partir do material usado anteriormente, do seu lugar de vivência. Reescrita de textos poéticos e levantamento de informações sobre o espaço onde vivem.

Conteúdos Atitudinais Estabelecimento de comparações entre a vida individual e social, identificando relações sociais em seu próprio grupo de convívio, na localidade, na região e no país, relacionando-as com outras manifestações, em outros tempos e espaços. Questionamento de sua realidade, identificando problemas e possíveis soluções, conhecendo formas políticoinstitucionais e organizações da sociedade civil que permitam atuar sobre a realidade. Desenvolvimento da responsabilidade pelo ambiente coletivo; do apego e do afeto por lugares de sua convivência; do cuidar dos espaços que ocupa.

Coleta, sistematização e análise de dados Tabelas e gráficos

• • • •

• • • •

• • •

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos
Conteúdos Conceituais
• • •

Conteúdos Procedimentais Realização de atividades que visem a reflexão sobre o trabalho que realizam e o de seus colegas. Discussão em torno da distinção entre trabalho, emprego e profissão. Realização de um levantamento sobre a situação de trabalho de sua turma, identificando as diversas atividades que possam ser consideradas trabalho, mesmo as que não são remuneradas, especialmente os afazeres domésticos como uma modalidade de trabalho familiar. Leitura de textos que abordem a questão dos direitos do trabalhador assalariado. Pesquisa e leitura de alguns aspectos da legislação trabalhista. Caracterização do trabalho assalariado no mercado formal e no mercado informal. Leitura e análise de gráfico que retrate a renda de trabalhadores de diferentes países. Leitura do artigo 208 da Constituição Federal de 1988 que informa sobre os direitos à educação. Apresentação de dados do IBGE referentes à educação no País. Discussão de temas como a resposabilidade dos pais em matricular seus filhos na escola; iniciativas para melhorar a qualidade da educação; garantia do acesso e permanência dos alunos nas escolas.

Conteúdos Atitudinais Valorização de atitudes solidárias e comprometidas com o destino das futuras gerações. Postura crítica frente às diferentes formas de desperdício. Valorização da prática cotidiana de hábitos de higiene favoráveis à saúde. Exercício de seu direito e do direito de todos a uma vida plena, num ambiente cuidado e saudável. Interesse pelas idéias científicas e pela Ciência como maneira de entender melhor o mundo que nos cerca. Valorização da preservação ambiental.

• • • • • • •

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos Plano de Curso EJA Ciclo I Sociedade e Natureza – Termo 3 (História, Geografia, Ciências, Informática)

Conteúdos Conceituais

Conteúdos Procedimentais • Estudo de documentos pessoais de identificação, enfatizando tanto sua utilizade prática quanto seu valor como registro das histórias de vida. • Análise da importância das fontes escritas e orais para a recuperação da história e identidade pessoal e social. • Leitura de textos sobre as curiosidades da vida de pessoas famosas, como ilustração da atividade anterior. • Distinção entre seres vivos e não vivos. • Organização dos conhecimentos prévios dos alunos sobre o ciclo vital dos seres humanos, destacando-se a preservação de padrões físicos familiares e do esquema corporal. • Leitura e análise de textos que enfoquem a noção de perpetuação das espécies. • Debate de crenças populares sobre a origem da vida e dos animais. • Leitura e análise de textos sobre higiene e saúde. • Relação de histórias pessoais com os processos geográficos, históricos e sociais mais amplos. • Estudo dos aspectos relacionados aos lugares de origem e de chegada da população migrante, das migrações campo-cidade e de diferenças do modos de vida.

Conteúdos Atitudinais Desenvolvimento de atitudes favoráveis à solidariedade, capacidade de trabalhar em grupo, atenção e respeito às outras pessoas. Valorização do patrimônio sociocultural e respeito à diversidade social. Valorização do direito de cidadania dos indivíduos, dos grupos e povos, como condição para fortalecimento da democracia, respeitando-se as diferenças e lutando contra as desigualdades.

• Documentos pessoais de
identificação

• Ciclos de vida • Migração • Outras marcas de
identidade

• Linha do tempo • Espaço de vivência e
convivência

• Infância • Adolescência • Reprodução
o

Saúde reprodutiva

• O papel da mulher na
sociedade

• Filhos e uniões conjugais

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos
Conteúdos Conceituais Conteúdos Procedimentais
• • • • • •

Conteúdos Atitudinais

• • Tempo Envelhecimento • Tratamento de • Velhice
Informação

Coleta, sistematização e análise de dados Tabelas e gráficos

• • • •

Leitura de textos que abordem a questão da migração, a noção de urbanização etc. Leitura e análise de gráficos comparativos sobre movimentos migratórios. Análise das diferentes maneiras das pessoas identificarem-se: nomes e apelidos, características físicas, jeito de ser e de se vestir. Contato com modos de vida e expressão de grupos brasileiros culturalmente diversos, por meio de filmes, músicas, festivais etc. Apresentação de fotografias e documentos escritos, expressões artísticas e relatos orais como fontes de pesquisa da história dos povos. Elaboração de uma linha do tempo pessoal, transformando os acontecimentos em marcos como: nascimento, mudança, casamento, mortes, entrada na escola etc. Interpretação dos dados coletados, para estabelecimento de comparações entre a data de dois fatos ocorridos em épocas diferentes e que o fato que aconteceu em um ano indicado por um número menor é o mais antigo. Leitura e análise de textos que enfoquem o trabalho infantil. Construção de um quadro explicativo para a fixação do conceito de século. Construção de uma maquete que represente o entorno do centro educativo. Leitura e análise do mapa do município onde está situado o centro educativo, identificando os limites do município, o sinal que indica a localização de sua sede administrativa e outros elementos representados no mapa, como estradas, rios, represas etc.

Estabelecimento de comparações entre a vida individual e social, identificando relações sociais em seu próprio grupo de convívio, na localidade, na região e no país, relacionando-as com outras manifestações, em outros tempos e espaços. Questionamento de sua realidade, identificando problemas e possíveis soluções, conhecendo formas políticoinstitucionais e organizações da sociedade civil que permitam atuar sobre a realidade. Desenvolvimento da responsabilidade pelo ambiente coletivo; do apego e do afeto por lugares de sua convivência; do cuidar dos espaços que ocupa.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos
Conteúdos Conceituais
• • • • • • • • • • • •

Conteúdos Procedimentais Leitura e análise de textos que destaquem diferenças em relação aos lugares e usos do espaço. Estudo de textos com informações científicas sobre partes internas do corpo. Análise de imagens que representem a ossificação do esqueleto. Leitura de reportagens que destaquem as marcas temporais e as condições de vida de uma família. Realização de uma entrevista com pais, médicos ou educadores que conheçam o assunto do desenvolvimento infantil. Escuta e análise de músicas que comentem características emocionais que marcam a passagem da infância para a idade adulta. Realização de trabalhos em grupo para o estudo do desenvovimento físico e emocional. Realização de debates focalizando a questão da paternidade e maternidade na adolescência a partir da leitura e nálise de textos. Leitura e análise de textos informativos sobre a anatomia e fisiologia do corpo humano. Interpretação, por meio desenhos, dos órgãos internos e processos como fecundação, gravidez, parto. Leitura autônoma de textos que abordem o tema sexualidade. Realização de roteiros, a partir da leitura de textos, abordando as característicxas sexuais primárias que diferenciam machos e fêmeas da espécie humana. Identificação dos nomes dos órgãos reprodutores e das células reprodutoas. Apresentação das condições necessárias para que ocorra a fecundação e como o corpo humano se prepara e funciona para perpetuar a espécie.

Conteúdos Atitudinais
• Valorização de atitudes solidárias e

comprometidas com o destino das futuras gerações.

Postura crítica frente às diferentes formas de desperdício. Valorização da prática cotidiana de hábitos de higiene favoráveis à saúde. Exercício de seu direito e do direito de todos a uma vida plena, num ambiente cuidado e saudável. Interesse pelas idéias científicas e pela Ciência como maneira de entender melhor o mundo que nos cerca. Valorização da preservação ambiental.

• •

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos
Conteúdos Conceituais

Conteúdos Procedimentais Leitura de textos informativos sobre o ciclo mesntrual, seguida de debate, identificando as regularidades do ciclo, sua ocorrência no tempo e as sensações próprias de cada fase e irregularidades. Levantamento do conhecimento prévio sobre fecundação, seguido de leitura de textos explicativos. Pesquisa de informações sobre as transformações que ocorrem no corpo da mulher durante a gravidez, seguida de discussão sobre a importância da maternidade e paternidade responsáveis. Exposição de dúvidas, discussão e confronto de informações a respeito de uma vida sexual saudável. Análise de gráficos de barras sobre o uso de métodos anticoncepcionais no Brasil. Leitura de reportagens sobre o tema aborto, seguida de consulta à legislação. Busca de informações sobre os sintomas das principais DST, seguida de discussão sobre as atitudes necessárias para a prevenção e tratamento dessas doenças. Elaboração de cartazes informativos para campanhas de conscientização. Leitura de textos e debate abordando a divisão sexual do trabalho. Levantamento de hipóteses e registro pessoal sobre as principais repercussões da dupla jornada. Leitura de textos que tratam do tema filhos e uniões conjugais, seguida de momentos de reflexão. Apresentação de dados estatísticos, textos informativos e literários enfocando o estudo da velhice. Pesquisa de realização de ações concretas relacionadas à Terceira Idade e seu bem-estar.

Conteúdos Atitudinais

• •

• • • •

• • • • • •

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos Plano de Curso EJA Ciclo I Sociedade e Natureza – Termo 4 (História, Geografia, Ciências, Informática)

Conteúdos Conceituais

Conteúdos Procedimentais • Relação entre alimentação e consumo, destacando a influência que tem a propaganda nos hábitos alimentares das pessoas. • Identificação das necessidades nutricionais das crianças pequenas, das necessidades da higiene e de uma boa conservação dos alimentos. • Reconhecimento dos aspectos afetivos que estão envolvidos na amamentação, sentimentos de amor e acolhimento. • Análise de textos de propaganda e de textos de embalagens de produtos que apresentem informações sobre composição, valor nutricional e prazo de validade. • Comparação de anúncios antigos de leite condensado com anúncios comerciais atuais. • Observação das diferenças quanto à linguagem e da presença de palavras estrangeiras nos anúncios. • Identificação de números presentes nos anúncios, relacionando-os a medidas de tempo. • Leitura de anúncios e observação de imagens, identificando palavras estrangeiras. • Leitura e análise de textos que comentem as vantagens do leite materno em relação ao leite industrializado na alimentação dos bebês.

Conteúdos Atitudinais Desenvolvimento de atitudes favoráveis à solidariedade, capacidade de trabalhar em grupo, atenção e respeito às outras pessoas. Desenvolvimento do interesse pelo debate e disposição de integrar novas informações para reformular as próprias opiniões. Adoção de atitudes críticas e responsáveis em relação à vida reprodutiva. Desenvolvimento da responsabilidade pelo ambiente coletivo; do apego e do afeto por lugares de sua convivência; do cuidar dos espaços que ocupa.

• Alimentação e consumo
o o

Hábitos alimentares A produção e a fome

• Os seres vivos e o meio
ambiente

• Ecossistemas
o o o o

Floresta Amazônica Cerrado Caatinga Manguezal Terra e Universo O planeta Terra Representações da Terra

• Fenômenos da Natureza
o o o

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos
Conteúdos Conceituais Conteúdos Procedimentais

Conteúdos Atitudinais

• • Tempoe participação Cidadania

Tratamento de o Escravidão Informação trabalho o Direito ao • Coleta, ao bem-estar o Direito sistematização e o Participação política análise de dados • Tabelas e gráficos

• • • • •

• • • • •

Reconhecimento das características semelhantes entre os seres humanos e outros animais que também alimentam suas crias com leite produzido por suas fêmeas. Consulta de informações que constam em embalagens: prazo de validade, data de fabricação; relacionando-as com a durabilidade e conservação dos produtos. Leitura de rótulos mais complexos que trazem informações variadas, identificando cada referência. Relação entre uma alimentação equilibrada e a manutenção da saúde durante toda a vida. Identificação dos valores culturais e econômicos que determinam os hábitos alimentares das pessoas. Leitura e análise de textos que enfoquem a alimentação como uma necessidade básica dos seres humanos. Pesquisa em órgãos de saúde e assistência da existência de materiais educativos ou programas voltados à melhoria da qualidade da alimentação. Exploração dos conhecimentos prévios dos alunos sobre o valor nutricional dos alimentos, confrontando-os com informações científicas a respeito. Conscientização de que uma alimentação equilibrada depende da combinação de vários elementos, em proporções equilibradas. Leitura e análise de textos diversos que mostrem como o problema da fome é tratado no Brasil e em nossa região. Investigação das relações existentes entre a produção agrícola e a fome no Brasil. Leitura do mapa político do Brasil, dividido em regiões, e identificação da origem dos alunos. Pesquisa e reflexão sobre os motivos da miséria ser predominante nas regiões Norte e Nordeste.

Estabelecimento de comparações entre a vida individual e social, identificando relações sociais em seu próprio grupo de convívio, na localidade, na região e no país, relacionando-as com outras manifestações, em outros tempos e espaços. Questionamento de sua realidade, identificando problemas e possíveis soluções, conhecendo formas políticoinstitucionais e organizações da sociedade civil que permitam atuar sobre a realidade. Valorização de atitudes solidárias e comprometidas com o destino das futuras gerações. Postura crítica frente às diferentes formas de desperdício.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos
Conteúdos Conceituais
• • • • • • • • • • • •

Conteúdos Procedimentais Exploração de material publicitário, escrito ou falado, relacionando as influências no comportamento das pessoas de forma geral. Observação direta de materiais presentes na natureza, que estão em processo de transformação contínua. Investigação e análise do processo de digestão que transforma alimento em substâncias nutrientes absorvidas pelo corpo. Estabelecimento de relações entre o processo de fotossíntese e a nutrição das plantas. Reflexão sobre a capacidade de transformação do meio ambiente pelos seres humanos. Observação, descrição, registro, levantamento e confronto de explicações a partir da construção de um terrário. Identificação dos ecossistemas brasileiros, observado-se as relações entre o clima, o relevo, a vegetação e a vida animal. Construção de esquemas que representam cadeias e teias alimentares. Reconhecimento do princípio de que forças físicas existentes na natureza agem sobre a Terra. Produção de textos orais ou escritos exercitando a expressão de explicações próprias aos fenômenos da natureza. Levantamento de hipóteses sobre os fenômenos da natureza por meio de análise de fotografias e esquemas. Vivência das habilidades de observação, comparação e explicação, desenvolvendo a habilidade de fazer representações com base em imagens. Leitura e interpretação de informações organizadas de modo mais sintético. Elaboração de representações próprias por meio de esquemas.

Conteúdos Atitudinais Valorização da prática cotidiana de hábitos de higiene favoráveis à saúde. Exercício de seu direito e do direito de todos a uma vida plena, num ambiente cuidado e saudável. Interesse pelas idéias científicas e pela Ciência como maneira de entender melhor o mundo que nos cerca. Valorização da preservação ambiental. Valorização do direito de cidadania dos indivíduos, dos grupos e povos, como condição para fortalecimento da democracia, respeitando-se as diferenças e lutando contra as desigualdades.

• •

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos
Conteúdos Conceituais
• • • •

Conteúdos Procedimentais Organização e construção de painéis com imagens e esquemas ilustrativos e explicativos. Discussão, reflexão e comunicação a partir de textos que apresentam o pensamento mítico, filosófico e científico. Ampliação das noções de tempo e de espaço por meio da apresentação de concepções e modelos de representação da Terra. Leitura e análise de textos que enfoquem essas concepções e modelos como construções humanas criadas e desenvolvidas ao longo dos tempos para compreensão e representação dos fenômenos da natureza. Problematização sobre questões da liberdade de pensamento e expressão de idéias. Pesquisa, reflexão e debate sobre o desenvolvimento dos instrumentos que possibilitam aos seres humanos ampliar e refinar suas observações sobre a natureza. Observação da fotografia da Terra, opinando sobre formas e luminosidade. Elaboração de ilustrações e/ou esquemas para representação do movimento de rotação. Explicação das diferenças de fuso horário no próprio território brasileiro. Utilização de esquemas móveis na visualização dos movimentos simultâneos de rotação e translação. Demonstração da relação existente entre as diferentes paisagens e climas terrestres e a posição da Terra com relação ao Sol. Leitura e análise de textos que abordem a temática lua. Apresentação do mapa-múndi e da distribuição das águas e terras que recobrem o nosso planeta.

Conteúdos Atitudinais

• •

• • • • • • •

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos
Conteúdos Conceituais
• •

Conteúdos Procedimentais Associação do conceito de cidadania com o de participação. Estudo de períodos históricos em que vigorou o trabalho escravo no Brasil para a reflexão das origens das desigualdades e injustiças sociais que perduram até a atualidade em nosso país. Estudo do fim da escravidão no Brasil relacionando com o início da industrialização e a situação dos operários e camponeses no início do século. Análise de dados sobre as condições de habitação e saúde do povo brasileiro. Leitura de textos e reflexão sobre a participação consciente na vida pública brasileira.

Conteúdos Atitudinais

• •

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos Plano de Curso EJA Ciclo I Educação Física

Objetivos Gerais

• • • •

Promover a integração e a inserção de todos os alunos nas práticas corporais. Valorizar, apreciar e desfrutar dos benefícios advindos da cultura corporal de movimento. Perceber e compreender o papel do esporte na sociedade contemporânea. Usufruir o tempo livre de lazer, resgatando o prazer como aspecto fundamental para a saúde e melhoria da qualidade de vida. Valorizar, por meio do conhecimento sobre o corpo, a formação de hábitos de cuidado pessoal. Compreender e ser capaz de analisar criticamente valores sociais como padrões de beleza, de relações entre os sexos e preconceitos.

• •

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos Plano de Curso EJA Ciclo I Educação Física Termo I
Conteúdos Conceituais O corpo o Capacidades físicas básicas Atividades rítmicas e expressivas o Movimento o Dança Jogos cooperativos Conteúdos Procedimentais Conteúdos Atitudinais

• Estabelecimento de relações entre as capacidades físicas e as práticas da • • • • • • •
cultura corporal de movimento. Aplicação de técnicas de desenvolvimento e de manutenção das capacidades físicas básicas. Vivência de diferentes formas de desenvolvimento das capacidades físicas básicas. Participação em jogos, lutas e esportes, dentro do contexto escolar, de forma recreativa e competitiva. Vivência de jogos cooperativos. Desenvolvimento das capacidades físicas e habilidades motoras, por meio das práticas da cultura corporal de movimento. Exploração de gestos e códigos de outros movimentos corporais. Percepção dos limites corporais na vivência dos movimentos rítmicos e expressivos.

• Predisposição à cooperação e
solidariedade.

• Predisposição ao diálogo. • Valorização da cultura popular,
nacional e internacional.

• Respeito a si e ao outro. • Predisposição para experimentar

situações novas ou que envolvam novas aprendizagens. • Aceitação da disputa como um elemento da competição e não como uma atitude de rivalidade ante os demais.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos Plano de Curso EJA Ciclo I Educação Física Termo II
Conteúdos Conceituais O corpo o Capacidades físicas básicas Atividades rítmicas e expressivas o Movimento o Dança Jogos cooperativos Conteúdos Procedimentais Conteúdos Atitudinais

• Estabelecimento de relações entre as capacidades físicas e • • • • • • • •

as práticas da cultura corporal de movimento. Aplicação de técnicas de desenvolvimento e de manutenção das capacidades físicas básicas. Vivência de diferentes formas de desenvolvimento das capacidades físicas básicas. Participação em jogos, lutas e esportes, dentro do contexto escolar, de forma recreativa e competitiva. Vivência de jogos cooperativos. Desenvolvimento das capacidades físicas e habilidades motoras, por meio das práticas da cultura corporal de movimento. Exploração de gestos e códigos de outros movimentos corporais. Percepção dos limites corporais na vivência dos movimentos rítmicos e expressivos. Vivência da aplicação dos princípios básicos na construção de desenhos coreográficos.

• Predisposição à cooperação e solidariedade. • Predisposição ao diálogo. • Valorização da cultura popular, nacional e
internacional.

• Respeito a si e ao outro. • Predisposição para experimentar situações
novas ou que envolvam novas aprendizagens. sistemáticas.

• Predisposição para cultivar algumas práticas • Aceitação da disputa como um elemento da
competição e não como uma atitude de rivalidade ante os demais. • Valorização de próprio desempenho em situações competitivas desvinculadas do resultado. • Respeito a diferenças e características relacionadas ao gênero presentes nas práticas da área. • Disposição para adaptar regras, materiais e espaços visando à inclusão do outro.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos Plano de Curso EJA Ciclo I Educação Física Termo III
Conteúdos Conceituais O corpo o Capacidades físicas básicas o Aspectos relacionados à boa postura Atividades rítmicas e expressivas o Movimento o Dança Jogos cooperativos Conteúdos Procedimentais Conteúdos Atitudinais

• Identificação das funções orgânicas relacionadas às • • • • • • • • • •

atividades motoras. Vivências corporais que ampliem a percepção do corpo sensível e do corpo emotivo. Pesquisa sobre os efeitos que a atividade física exerce sobre o organismo e a saúde. Identificação dos aspectos histórico-sociais relacionados aos jogos, às lutas, aos esportes e às ginásticas. Participação em jogos, lutas e esportes, dentro do contexto escolar, de forma recreativa e competitiva. Vivência de jogos cooperativos. Desenvolvimento das capacidades físicas e habilidades motoras, por meio das práticas da cultura corporal de movimento. Desenvolvimento da capacidade de adaptar espaços e materiais na criação de jogos. Exploração de gestos e códigos de outros movimentos corporais. Percepção dos limites corporais na vivência dos movimentos rítmicos e expressivos. Vivência da aplicação dos princípios básicos na construção de desenhos coreográficos.

• • • • • • • • • • •

Valorização do estilo pessoal de cada um. Predisposição à cooperação e solidariedade. Predisposição ao diálogo. Valorização da cultura popular, nacional e internacional. Respeito a si e ao outro. Predisposição para experimentar situações novas ou que envolvam novas aprendizagens. Predisposição para cultivar algumas práticas sistemáticas. Aceitação da disputa como um elemento da competição e não como uma atitude de rivalidade ante os demais. Valorização do próprio desempenho em situações competitivas desvinculadas do resultado. Respeito a diferenças e características relacionadas ao gênero presentes nas práticas da área. Disposição para adaptar regras, materiais e espaços visando à inclusão do outro.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos Plano de Curso EJA Ciclo I Educação Física Termo IV
Conteúdos Conceituais O corpo o Capacidades físicas básicas o Aspectos relacionados à boa postura Atividades rítmicas e expressivas o Movimento o Dança Jogos cooperativos Conteúdos Procedimentais Conteúdos Atitudinais

• Identificação das funções orgânicas relacionadas às atividades motoras. • Vivências corporais que ampliem a percepção do corpo sensível e do
corpo emotivo. e a saúde.

• Valorização do estilo pessoal de • • • • • •

• Pesquisa sobre os efeitos que a atividade física exerce sobre o organismo • Identificação dos aspectos histórico-sociais relacionados aos jogos, às
lutas, aos esportes e às ginásticas.

• Participação em jogos, lutas e esportes, dentro do contexto escolar, de • • • • •

forma recreativa e competitiva. Vivência de jogos cooperativos. Desenvolvimento das capacidades físicas e habilidades motoras, por meio das práticas da cultura corporal de movimento. Desenvolvimento da capacidade de adaptar espaços e materiais na criação de jogos. Exploração de gestos e códigos de outros movimentos corporais. Percepção dos limites corporais na vivência dos movimentos rítmicos e expressivos.

cada um. Predisposição à cooperação e solidariedade. Predisposição ao diálogo. Valorização da cultura popular, nacional e internacional. Respeito a si e ao outro. Predisposição para experimentar situações novas ou que envolvam novas aprendizagens. Aceitação da disputa como um elemento da competição e não como uma atitude de rivalidade ante os demais.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

Plano de Curso EJA –Ciclo I LIVROS / REVISTAS / PUBLICAÇÕES
Secretaria de Educação. Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas. Proposta curricular para o ensino de História: 1º grau. São Paulo, 1992. SCHLIEMANN, A.D. et al. Estudos em psicologia da educação matemática. Recife: Editora Universitária da UFPE, 1993. SILVA, Aracy L. da, GRUPIONI, Luís D.B. (orgs.). A temática indígena na escola: novos subsídios para professores de 1º e 2º graus. Brasília: MEC/Mari/Unesco, 1995. SILVA, Dirceu et al. As ciências na alfabetização. São Paulo: Universidade de São Paulo, 1993. SOCIEDADE Brasileira de Educação Matemática. A Educação Matemática em Revista: o ensino da Matemática no 1º grau, v. 1, n. 2. Blumenau, 1994. . A Educação Matemática em Revista: séries iniciais, v. 2, n. 3. Blumenau, jul.- dez. 1994. TEBEROSKY, Ana. Aprendendo a escrever. São Paulo: Ática, 1995. TORRES SANTOMÉ, Jurjo. As culturas negadas e silenciadas no currículo. In: SILVA, Tomaz Tadeu da (org.). Alienígenas na sala de aula: uma introdução aos estudos culturais em educação. Petrópolis: Vozes, 1995.

SITES
www.bdt.org.br Base de Dados Tropicais www.google.com.br Busca na internet (Google) www.cem.ufpr.br Centro de Estudos do Mar (UFPR) www.ciencia.org.br Ciência on-line www.prossiga.br/chagas/ Biblioteca Virtual Carlos Chagas www.futuro.usp.br Escola do Futuro www.eciencia.usp.br Estação Ciência www.greenpeace.org.br Greenpeace www.mec.gov.br Ministério da Educação e Cultura (MEC) www.sbpcnet.org.br Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

TORRES, Rosa Maria. Que (e como) é necessário aprender?: necessidades básicas de aprendizagem e conteúdos curriculares. Campinas: Papirus, 1994. VACA, Jorge. Ortografia e significado. Lectura y vida, v. 4, n.1, pp. 4-9. Buenos Aires, 1983. VALENTE, Ana Lúcia. Ser negro no Brasil hoje. São Paulo: Moderna, 1994. VANOYE, Francis. Usos da linguagem: problemas e técnicas na produção oral e escrita. São Paulo: Martins Fontes, 1981. VERGNAUD, G., DURAND, C. Structures aditives et complexité psychogénétique. Revue Française de Pédagogie, n. 36, pp. 2843, 1976.

SITES
www.proem.pucsp.br Programa de Estudos e Pesquisas no Ensino da Matemática do CCE da PUCSP www.apm.pt/ Associação de Professores de Matemática de Portugal www.usu.br/iem IEM da Universidade Santa ?rsula www.unicamp.br/cempem Círculo de Estudos e Memória de Educação Matemática da Faculdade de Educação da Unicamp www.espn.com.br Site do canal esportivo de televisão, com atualização da programação, arquivo de entrevistas e notícias sobre o esporte. www.wikipedia.org é um dicionário/enciclopédia online onde qualquer usuário da web pode colaborar, já conta com mais de 50000 definições.

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

PROGRAMAS DA TV ESCOLA / MEC
Artes visuais O mundo da arte O desafio: um tributo à arte moderna Irmã Wendy e a história da pintura Culturas de tradição Carnaval: maracatus e caboclinhos Ciclo natalino (série Brincantes Nordestinos) Festa de Parintins Música Explorando o mundo da música História maravilhosa da música Todas as notas Teatro Encontro marcado com a arte Nelson Rodrigues, personagem de si mesmo Theatro (série Estação Ciência)

SITES
xww.bussolaescolar.com.br O mais completo site para pesquisas escolares do Brasil. Seleção dos melhores sites educacionais da internet. Conteúdo: Tradutor online, dicionários. www.cereja.org.br Centro de Referência da Educação de Jovens e Adultos. www.planetaeducacao.com.br Dicas de português e de inglês, vestibular, ecologia, comportamento. Simulados online de vestibular. Notícias, colunas, editoriais. ww.educarede.org.br Portal educativo dirigido a educadores e alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio da rede pública ea outras instituições educativas. www.unesco.org.br Ações de grande abrangência com o MEC relativas a ciência e educação.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

SITES
www.itaucultural.org.br Itaú Cultural: criação, produção e divulgação de produtos e programações; mapeamento de produções, renovação, preservação e disseminação da arte brasileira: artes visuais, cinema e vídeo, literatura, música, artes cênicas, mídias interativas, dança, design; banco de dados da arte brasileira. www.acao educativa.org Ação Educativa: ONG que desenvolve um trabalho de produção de informação e conhecimento na área de Educação de Jovens e Adultos. www.artenaescola.org.br Dirigido ao professor de Arte, é composto por diferenciados setores: videoteca, sala de aula, jornal, livros, pesquisa e roteiro cultural. www.getty.edu/art Explore Art: banco de imagens de obras de artistas variados.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

SITES
www.stagium.com.br Site que apresenta projetos: dança a serviço da educação. www.ufu.br/abem Associação Brasileira de Educação Musical. www.bn.br/musica Fundação Biblioteca Nacional. Divisão de Música e Arquivo Sonoro. www.allegrobr.com Guia on-line de música erudita com informações sobre a história da música www.uol.com.br/encmusica Enciclopédia de Música Brasileira. atribunadigital.com.br tvescola.mec.gov.br www.tvcultura.com.br www.ilharatimbum.com.br www.educacao.sp.gov.br www.forumeja.org.br www.paulofreire.org www.inep.gov.br www.gramaticaonline.com.br

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Prefeitura Municipal de Santos
Estância Balneária

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Coordenadoria de Políticas Educacionais Seção de Educação de Jovens e Adultos

SITES
www.aprendebrasil.com.br www.novaescola.org.br www.unicef.org www.revistaeducacao.com.br www.fronesis.org Textos e artigos sobre temas relacionados à educação de jovens e adultos. www.raaab.org.br Rede de apoio a Ação Alfabetizadora do Brasil

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->