Como elaborar estudo social, relatório e parecer social

Iris de Lima Souza Professora da UnP (Serviço Social)

1

Salienta-se...
São instrumentos técnicos-operativos da prática profissional de Assistentes Sociais e Psicólogos que possibilitam a mediação e potencialização das suas ações. Assim como, são objetos de
2

Compreendese...
Os fundamentos conceituais e a base teórico-metodológica e ético-política que norteia o projeto profissional de cada área do conhecimento é que irão diferenciar e explicitar as especificidades de cada profissão, sendo assim...
3

ESTUDO SOCIAL
Processo metodológico que tem por finalidade conhecer, de forma crítica, uma determinada situação ou expressão da questão social nos seus aspectos familiares, sociais, econômicos e
4

Deve questionar. problematizar 5 .ESTUDO SOCIAL Dito de outra forma: É um processo que tem como objetivo a investigação sistemática das realidades socioeconômicas dos usuários do Serviço Social. levantar realidades.

. Sendo foi a partir da década que. de 1960 que a terminologia estudo social começa a ser 6 . econômica do público usuário dos serviços dos profissionais remonta a década de 1920. familiar..ESTUDO SOCIAL A origem dos estudos da realidade social.

começa a ser verificada sob uma perspectiva de 7 .ESTUDO SOCIAL Inicia-se uma discussão e aprofundamento do rigor no conhecimento numa perspectiva ampliada da metodologia de análise que referenciava a A situação em estudo ação.

a partir desse estudo social o profissional deveria estabelecer as inter-relações entre os diversos fatores que constituem a 8 .ESTUDO SOCIAL Sob essa ótica.

esse tipo de instrumento se apresenta como suporte relevante para a aplicação de medidas judiciais dispostas no ECA e na legislação civil referente à família. 9 .ESTUDO SOCIAL Na atualidade.

ocorre diretamente a Assistentes Sociais servidores do Poder Judiciário ou a Assistentes Sociais nomeados como peritos.ESTUDO SOCIAL A solicitação ou determinação para que seja realizado. ou por meio de 10 .

emite um parecer. 11 . realiza uma avaliação. muitas vezes. aponta medidas sociais e legais que poderão ser tomadas. por meio dos quais. o profissional estuda a situação.ESTUDO SOCIAL Para o desenvolvimento do estudo.

mas que se apresenta aos olhos como integrante do contexto em foco. 12 .ESTUDO SOCIAL Na realização do estudo. o profissional pauta-se pelo que é expresso verbalmente e pelo que não é falado.

registra.ESTUDO SOCIAL O profissional dialoga. apresentando a reconstituição dos acontecimentos que levaram a uma determinada situação vivenciada pelo sujeito 13 . observa. analisa. estabelece pareceres.

ESTUDO SOCIAL Esse instrumento de conhecimento e análise. se concretiza por meio de observações. visitas domiciliares e contatos com todos os que 14 . entrevistas. pesquisas documentais e bibliográficas. assim.

enfim.ESTUDO SOCIAL Ou seja. investigação. e que não 15 . o estudo social demanda experiência. criticidade. pesquisa. conhecimento fundamentado científico.

ou seja.ESTUDO SOCIAL A partir desse apanhado. 16 . o profissional constrói o estudo social. constrói um saber a respeito da população/público usuário dos serviços judiciários.

17 . avaliadas. assim. uma verdade a respeito delas. suas vidas e condutas interpretadas e registradas construindo-se.ESTUDO SOCIAL As pessoas são examinadas.

S. 18 ...Importante. para realizar a interlocução entre as instituições e os usuários na garantia de seus direitos no espaço público. O estudo social é uma forma exclusiva de documentação utilizada pelo A.

Importante.. defesa dos direitos humanos. 19 . Sendo assim. O Código de Ética destaca princípios fundamentais do profissional do Serviço Social: reconhecimento da liberdade.. a construção desse estudo traz implicações éticopolíticas para o Assistente Social.

.. de acordo com a Lei nº 8662/93.Importante.S.. o profissional deve se embasar no Código de Ética para construir este instrumento que viabiliza o conhecimento das 20 . para fins de benefícios e serviços sociais. Sendo o estudo social ocmpetência do A.

. O estudo social contempla:  Identificação do sujeito  Situação familiar e social  História do sujeito 21 .Importante..

uma questão ou questões relacionadas a decisões a serem tomadas. e . com base em conhecimento específico do Serviço Social. enfocando-se objetivamente a questão ou22 situação social analisada. Trata-se de exposição e manifestação sucinta.PARECER SOCIAL Objetiva esclarecer e analisar.

23 . referenciada em fundamentos teóricos.PARECER SOCIAL A análise da situação. deve ser a parte conclusiva e indicativo. éticos e técnicos. inerentes ao Serviço Social.

Deve exprimir a opinião profissional sobre a referida situação em 24 .PARECER SOCIAL A elaboração do parecer social deve ter por base a observação e a realização do estudo socioeconômico de uma dada situação.

PARECER SOCIAL Salienta-se que o estudo social não deverá ser encaminhado aos setores solicitantes. mas permanecer no prontuário do Assistente Social. Somente deve ser 25 . em arquivo próprio.

26 .) e o sigilo profissional deve ser prevalecido.PARECER SOCIAL O profissional deve ter autonomia frente ao órgão requisitor na escolha dos instrumentos de estudo e observação (visita domiciliar.. entrevistas..

PARECER SOCIAL O conteúdo deve basear-se nas situações previstas. É necessário que o 27 . havendo coerência entre os elementos constitutivos trabalhados/aspectos relevantes e a conclusão.

buscar uma postura horizontal com este.PARECER SOCIAL É importante antes da construção desse instrumento o profissional está atento para a coleta de dados ao realizar a entrevista. situando-o quanto ao processo realizado e as 28 exigências institucionais . explicitar para o usuário o objetivo da ação.

PARECER SOCIAL O profissional deverá perceber e distinguir situações nas quais caberá ou não a emissão do parecer social. A pertinência do parecer ou a emissão por iniciativa própria deverá ser o conhecimento acerca da 29 burocracia institucional. se for o caso. dos . inclusive emitindo-o por iniciativa própria.

Detalhes importantes.. 30 . - O parecer não deve possuir um caráter de fiscalização. É necessário compreender que o parecer social não é relatório e deve ser claro e objetivo. mas sim de viabilizador de direitos. - É necessário resgatar as questões macroestruturais e conjunturais com a especificidade da situação singular vivenciada pelo usuário..

RELATÓRIO SOCIAL Documento composto pela apresentação descritiva e interpretativa de uma situação ou expressão da questão social. Tem a finalidade de informar. documentar um auto processual relacionado a alguma medida protetiva 31 . esclarecer. subsidiar.

que será conhecida de forma mais completa no 32 .RELATÓRIO SOCIAL A sua elaboração ocorre com maior ou menor detalhadamento. a depender de sua finalidade. podendo conter apenas parcialidades da questão ou situação em estudo.

RELATÓRIO SOCIAL Relatar é uma arte. mas segue algumas normas no estilo e no seu conteúdo. 33 . O importante é que todo o conteúdo atinja os objetivos a que se propõe. Portanto. o relato não é padronizado.

RELATÓRIO SOCIAL A linguagem adotada é muito importante nos relatórios. objetiva e com poucos adjetivos. para se evitar o juízo de valor. Deve ser correta. O importante é descrever os fatos em linguagem sóbria e 34 .

acompanhado da expressão. deve utilizar aspas ou. itálico. 35 .RELATÓRIO SOCIAL Quando citar expressões do sujeito. então. entre parênteses “SIU” (segundo informações do usuário).

A 36 1ª pessoa do plural pode .RELATÓRIO SOCIAL Ao serem utilizadas informações de outros profissionais. porque dá uma conotação de intimidade. quer sejam da mesma área ou de outras. deve-se utilizar as expressões apropriadas. No relato a 1ª pessoa deve ser evitada.

RELATÓRIO SOCIAL Quando for necessário relatar algo relativo à aparência. durante o desenvolvimento do atendimento. ou ao comportamento do sujeito. o sujeito apresentava uma aparência “x” e um comportamento 37 “y”. no momento em que o fato foi observado. . é importante ressaltar que.

RELATÓRIO SOCIAL Esse tipo de documento deve apresentar:  objeto de estudo  sujeitos envolvidos e finalidade à qual se destina  procedimentos utilizados  breve histórico / desenvolvimento 38 .

Em síntese... Como qualquer outra documentação do âmbito da profissão. os princípios éticos devem guiar a escolha do que é pertinente ou não de se registrar em documentos que permanecem em prontuário próprio do Serviço Social e naqueles que serão 39 .

São Paulo: Cortez. 2010. ed. 40 . 9. laudos e pareceres técnicos.REFERÊNCIAS CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL (org. MELÃO. O estudo social em perícias.). Eunice Teresinha. FÁVERO.

Master your semester with Scribd & The New York Times

Special offer for students: Only $4.99/month.

Master your semester with Scribd & The New York Times

Cancel anytime.