Você está na página 1de 1

Qual a verdadeira face da Justiça?

Plínio Alexandre dos Santos Caetanoi

mesmo o fim de tarde para pensar sar cá com os


meus botões. Como pode existir casais com
tanto tempo de relacionamento, tudo certinho,
sem demonstrar uma só briga? Há poucas

É
curioso que hoje ao caminhar semanas, uma garota esteve mais de 100 horas
nas ruas, olho para o alto e me em cativeiro com o suposto ex-namorado
namorado que
deparo com a selva de pedras a matou e deixou sua amiga ferida. erida. O mais
que a Humanidade construiu. confuso é que o pai da garota, ao que tudo
Até aqui não há, indica, agora foi identificado ado como um
necessariamente, nada de executor de militares de alta patente.
inadequado. Só que fico Estou confuso, estou bastante
imaginando o rostinho de uma garotinha, que confuso. Não há nada que eu possa fazer, mas
me ficou gravado à memória – um anjo que o parece que há algo a ser feito.
Pai e a Madrasta arremessaram pela janela faz Seria política?? Seria educação? Não
certo tempo. são estas as palavras.
Continuo a caminhar até chegar ao Talvez seja algo mais abstrato, creio
ponto de ônibus. que moral. Creio que sejam os valores que se
Não é novidade que foi lançado no dão às pessoas. Com o passar do tempo,
cinema um filmeilme sobre aquele ônibus onde começamos a encarar as pessoas como meios
aconteceu uma tragédia e que, pela mocinha para atingir aos nossos fins planejados – é aqui
não retornar para casa, deixou seqüelas que inicia toda a falha.
gravíssimas em sua família. As pessoas deveriam ser os nossos
Mas, não me atenho o a esta chaga fins e, não o contrário. Temos caminhado em
social já um tanto quanto esquecida e, sentido oposto, deixamos de valorizar as
retornando ao ponto de ônibus em que estou: competências das pessoas e seus sonhos.
Uma mãe está rodeada por três crianças
rianças e não Passamos a viver vítimas de nosso próprio
lhes dá a devida atenção. Claro que não a egocentrismo – é o ligar o “foda-se se” no piloto
julgo, pois sei que ter três crianças o tempo automático. Se não me incomoda, não me
todo junto deve cansar um pouco. Daí me interessa. Mas nem tudo é imediato, na
ocorre outro caso, de impacto não exatamente verdade o que falta é visão a longo prazo.
nacional já que ocorreu na sociedade paulista, O celular novo é o máximo,
dos pais que espancaram m o filho até a morte. maravilha – mas a que custo e qual sacrifício
A atenção, o carinho, as vontades... você o terá? Ir para uma festa pode ser sim a
são milhares de e-mails
mails que recebo no dia-a-
dia máxima de se conhecer alguém para a vida
dia e que me fazem pensar sobre tudo isso! toda mas, e se não for? Serão os filhos de um
É com pesar e lágrimas que me faz relacionamento instável que sofrerão?
lembrar o caso de uma criança, arrastada por Lançados pelas janelas de prédios altíssimos?
um veículo roubado, em movimento por ruas e Vítimas da violência doméstica?
ruas. O mal que se pratica fora do lar,
Não parece estranho que, de repente vem para dentro doo lar. A paz reside nas
sinto um vazio
azio e uma tristeza no coração? atitudes que praticamos o tempo todo.
Naturalmente, é humano sentir tal
nostalgia, haja vista que parece
arece que o mundo
está mesmo de cabeça para baixo. O curioso é
que como muitas pessoas eu sofro, só que nem
é exatamente a minha vida, mas a vida de
outros – semelhantes a mim. i
Plínio Alexandre dos Santos Caetano, 21, é
Bem, o ônibus vem chegando. Ao Licenciando em Química pela USP e, Bacharelando em
adentrar, percebo que está cheio e que não há Adminstração pela UNIFRAN. Atualmente trabalha na
bancos livres. Seguro no aparato do teto do Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura Municipal
de Ribeirão Preto. Contato: pliniopasc@gmail.com
veículo, até
té a Faculdade há um longo caminho
e agora com o horário de verão há um sol
bastante brilhante lá fora.
Noto pelo vidro que há um casal de
certa idade sentado à frente de uma casa com
feição aconchegante. Parece que hoje tirei

Você também pode gostar