Você está na página 1de 2

CANTE www.joraga.

net – 2012 / 2013 – ANO do CANTE

CANTE
HINO de LOUVOR ao CANto da TErra A VOZ do ventre da TERRA, por JRG – com o deNÓMIO José Penedo de Serpa

O CANTE é CANTO que CANTA O nosso imenso Alentejo E o CANTE vai enCANTAR Os Povos do Universo Alentejo, Alentejo Terra sagrada do pão Eu hei-de ir ao Alentejo Mesmo que seja no Verão Ver o doirado do trigo Na imensa solidão Alentejo Alentejo Terra sagrada do pão O CANTE é BRADO da TERRA Nesta imensa SOLIDÃO É um BRADO contra a GUERRA APELO à União O CANTE é CANTO arrancado Às entranhas desta TERRA É o canto que é cantado P’las gentes da minha TERRA. Ouço CANTAR... ouço o CANTE... É ‘Alentejo a cantar! Não há CANTO (qu) ’tanto enCANTE Um Povo inteiro a BRADAR! O CANTE é CANTO da TERRA O CANTE é ALMA dum POVO É GRITO que desenterra É BRADO dum mundo novo! Vamos todos a cantar Este nosso Hino ao CANTE(o) E a todos a mostrar Que do Mundo, será o’enCANTE(o). A VOZ do VENTRE da TERRA É o CANTE que é cantado Pelos Homens e Mulheres Do’Alentejo, em todo o lado.

CANTE www.joraga.net – 2012 / 2013 – ANO do CANTE

CANTE www.joraga.net – 2012 / 2013 – ANO do CANTE

O CANTE é a VOZ da TERRA Não tem VOZ, mas ELA FALA Com SINAIS como quem BRADA Não a ouves? ...Não se CALA. Então, há gente que CANTA O CANTE - CANto da TErra Que sentindo a TERRA VIVA Bradam BRADOS qu’ela encerra. Um POVO inteiro a BRADAR A GRITAR as emoções ALEGRE ou a CHORAR Em todas s’ocasiões. E o ar assim respirado E’em todo o corpo contido Aspirado é lançado... Um BRADO a ser ouvido. E estas VOZes em CORO o'ALTO entoa... segue o GRUPO o’BAIXO Ecoa imponente E’o BRADO ecoa no Mundo. No Mundo, no Universo Nas ESTRELAS e LUZEIROs E simples, com simples VERSOs Vão encher o Mundo inteiro... De VERSOS que são luzeiros A brilhar no infinito Assim é o nosso CANTE Que BRADA com’um só GRITO

CANTE www.joraga.net – 2012 / 2013 – ANO do CANTE