P. 1
Plano de Aula Semanal

Plano de Aula Semanal

|Views: 1.666|Likes:
Publicado poringlavieira

More info:

Published by: inglavieira on Feb 10, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/05/2013

pdf

text

original

PLANO DE AULA PREFESSORA: INGLA L.

VIEIRA SÉRIE/TURMA:______________ LÍNGUA PORTUGUESA PLANEJAMENTO INÍCIO: ___/___/___ TÉRMINO:___/___/___

AULA INICIAL: y Apresentações; y Explanações sobre as regras da escola, direitos e deveres dos alunos; y Mensagem em ppt: ³João e Mário; y Conversa informal com a turma sobre a mensagem e anseios futuros; y Vídeo: ³Conquistando o impossível´; y Debate sobre a escolha de uma profissão. TEXTO: O MISTÉRIO DA HERANÇA  OBJETIVO:

Este exercício apropria-se de um texto que tem circulado pela internet, como simples brincadeira. Na proposta pedagógica aqui criada, o objetivo é demonstrar aos alunos que uma vírgula, um ponto de interrogação ou um ponto final, corretamente empregados, podem, sim, fazer toda a diferença. É importante que o professor, na etapa inicial do exercício, relembre alguns aspectos principais da pontuação e os cuidados para os erros mais comuns devido ao seu emprego indevido. Outro aspecto importante a ser abordado: a importância da clareza no desenvolvimento de um texto. 

DESENVOLVIMENTO: 

REVISAR: Sinais de pontuação; 1. Dividir a sala em quatro subgrupos (ou múltiplos de quatro, para salas maiores). 2. Entregar papel e caneta. No papel, para criar um certo ³clima´, o professor pode desenhar uma moldura bem bonita, contendo dentro dela a palavra ³Testamento´ e o texto que será trabalhado. 3. Contar a história que dará origem ao exercício: O Mistério da Herança

O grupo 3 deverá fazer com que o padeiro herde a riqueza. Só que. Escreveu assim: 'Deixo meus bens a minha irmã não a meu sobrinho jamais será paga a conta do padeiro nada dou aos pobres. com a ansiedade em que estava para deixar tudo resolvido. 3) O padeiro puxou a brasa pra sardinha dele: Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será paga a conta do padeiro.Um homem rico estava muito mal. a partir de agora. Nada dou aos pobres. A pontuação dá à escrita maior clareza e simplicidade. O grupo 1 representará o sobrinho. Dono de uma grande fortuna. . fizeram esta interpretação: Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais ! Será paga a conta do padeiro? Nada! Dou aos pobres REVISÃO Sinais de Pontuação Os sinais de pontuação são recursos variados e representam as pausas e entonações da fala. Pediu. 4) Então. nos momentos finais. Exemplo: Lembrei-me de um caso antigo. Resposta: 1) O sobrinho fez a seguinte pontuação: Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho. chegaram os pobres da cidade. cada um dos grupos agirá como se fossem os advogados dos herdeiros. Nada dou aos pobres. E. pois deixou um testamento sem nenhuma pontuação. A quem deixava ele a fortuna? Eram quatro concorrentes. Ao final do exercício. 2) A irmã chegou em seguida. o grupo 4 deverá será responsável para a riqueza do falecido chegar apenas às mãos dos pobres. O grupo 2 representará a irmã. Nada dou aos pobres. não teve tempo de fazer o seu testamento. agonizando. Não a meu sobrinho. então. Espertos. Jamais será paga a conta do padeiro. Lembrou. A seguir veremos os principais empregos de alguns sinais de pontuação. acabou complicando ainda mais a situação. Jamais será paga a conta do padeiro. Pontuou assim o escrito : Deixo meus bens à minha irmã. PONTO FINAL É utilizado na finalização de frases declarativas ou imperativas.' Morreu. o professor divulgará como deveria ficar cada um dos textos. Ou seja. papel e caneta. antes de fazer a pontuação. O objetivo deste exercício é que cada um dos grupos traga a fortuna para o seu lado. finalmente. que precisava fazer isso.

desde que não sejam iniciadas por e. Além disso. . . pulmão mundial. PONTO DE INTERROGAÇÃO (?) É utilizado no fim de uma palavra. mas não sabe dirigir. . país do futebol.para itens de uma enumeração. Exemplo: Ah! Deixa isso aqui. (senhorita). . . (página). O ponto final também é utilizado em abreviaturas.para separar o nome de localidades das datas.para separar vocativo. . Emprega-se o ponto e vírgula nos seguintes casos: . tais como: isto é.para iniciar uma enumeração. Exemplo: Ela ganhou um carro. Sra.para separar expressões explicativas ou retificativas.para separar orações coordenadas sindéticas. Exemplo: O computador tem a seguinte configuração: . está sendo devastada. Exemplo: As vozes do verbo são:voz ativa.para separar orações adjetivas explicativas.para aumentar a pausa antes das conjunções adversativas ± mas. PONTO E VÍRGULA O ponto e vírgula indica uma pausa mais longa que a vírgula. depois de interjeições ou locuções. PONTO DE EXCLAMAÇÃO (!) É usado no final de frases exclamativas. venha tomar seus remédios.fax-modem. Nossa! Isso é demais! VÍRGULA A vírgula é usada nos seguintes casos: . indicando uma pergunta direta. . aliás. poucas obras são feitas. então. ou e nem.para separar o adjunto adverbial. Exemplo: O nosso sistema precisa de proteção. . porém.HD 40 GB. além. precisamos de um bom firewall.Vamos animar a festa.voz passiva. é um grande centro de formação de jogadores. . porém mais breve que o ponto final. (senhora). Exemplo: Sr. oração ou frase. retirou a sujeira. Recife. pág. todavia ± e substituir a vírgula.som. . Exemplo: Perguntei a você quem estava no quarto. Exemplo: Brasil.para separar orações coordenadas assindéticas. Exemplo: Com a pá. Exemplo: A Amazônia.memória RAM 256 MB.voz reflexiva. além disso. contudo.antes de uma citação.para separar aposto. . Exemplo: Deveria entregar o documento hoje. Exemplo: Cobram muitos impostos. Srta. . . isto é. porém só o entregarei amanhã à noite. 28 de junho de 2005.placa de rede. Exemplo: Quem é você? Por que ninguém ligou? Não deve ser usado nas perguntas indiretas. Exemplo: Meu filho. de um bom antivírus. por exemplo. DOIS PONTOS Os dois pontos são empregados nos seguintes casos: . (senhor). .

. vulgarismo.. Porto Alegre. um resultado ou resumo do que já foi dito..na separação de qualquer indicação de ordem explicativa.na representação de nomes de livros e legendas. por que. .. Quaisquer informações devem ser tratadas em nosso escritório. Exemplo: ³Tudo começou com um telefonema da empresa. Exemplo: Predicado verbo-nominal é aquele que tem dois núcleos: o verbo (núcleo verbal) e o predicativo (núcleo nominal). 1972). Exemplo: O repórter disse: . Pra que partiu? Estou sentado sobre a minha mala No velho bergantim desmantelado.Exemplo: Já diz o ditado: tal pai. passou no vestibular! Antônio.. não quero problemas. . . Nota de esclarecimento: Nossa empresa não envia e-mail a seus clientes.. mas eles nunca entraram em contato comigo.. ..para indicar esclarecimento..para indicar dúvida ou surpresa na fala da pessoa. malbaratado Em tanta inútil. Quando as seleções recomeçaram mandei um currículo novamente´...Nossa reportagem volta à cena do crime. A Rua dos Cata-Ventos....destacar palavras que representem estrangeirismo. PARÊNTESES São usados nos seguintes casos: . Já havia mandado um currículo antes. Exemplo: Estava digitando quando. personagem. meu Deus. São usadas nos seguintes casos: .na separação de um comentário ou reflexão. Exemplo: O Ministério de Saúde adverte: fumar é prejudicial à saúde. Exemplo: Não vou ficar aqui por que. Como já diz a música: o poeta não morreu. Quanto tempo. RETICÊNCIAS Indicam uma interrupção ou suspensão na seqüência normal da frase. Exemplo Que ³belo´ exemplo você deu..para iniciar a fala de uma pessoa. Exemplo: Os escândalos estão se proliferando (a imagem política do Brasil está manchada) por todo o país. ³Os Lusíadas´ de Camões tem grande importância literária. convidando-me para trabalhar lá na sede.para indicar suspensão ou interrupção do pensamento.. ironia. revelou Cleber. Exemplo: E a bola foi entrando.para separar indicações bibliográficas. Exemplo: Já li ³O Ateneu´ de Raul Pompéia.para indicar movimento ou continuação de um fato. tal filho. . você vai viajar? ASPAS São usados nos seguintes casos: . Guiava tranquilamente quando passei pela cidade e. Vamos assistir a ³show´ de mágica. misteriosa escala! (Mario Quintana. . Exemplo: Rodrigo! Você. . . .para indicar hesitações comuns na língua falada.nas citações ou transcrições..

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->