1ª E 2ª SEMANA DE

DESENVOLVIMENTO
EMBRIONÁRIO

Profª. Adriana Junqueira

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário
ETAPAS DO DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIAS
   

Segmentação Gastrulação Neurulação Organogênese

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário Evolução do ovo Zigoto Mórula Blástula Gástrula Nêurula Órgãos Tecidos .

FERTILIZAÇÃO Transporte dos gametas: •Transporte do ovócito • Transporte do espermatozóide Maturação dos espermatozóides 2.Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário 1. . • Penetração na zona pelúcida que envolve o ovócito Reação da zona • Fusão das membranas plasmáticas do ovócito e do espermatozóide. Primeira Semana de Desenvolvimento • Fases da fertilização • Passagem do espermatozóide através da corona radiata. que envolve a zona pelúcida do ovócito.

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário .

os cromossomos se condensam e se dispõem preparando-se para a divisão celular mitótica. Formação do pronúcleo masculino As membranas dos pronúcleos se dissolvem. Reação do acrossoma e penetração de um espermatozóide em um ovócito .Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário Término da segunda divisão meiótica do ovócito e formação do pronúcleo feminino.

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário Fertilização: união dos dois pronúcleos Clivagem ou segmentação do zigoto Blastômeros Obs.1: Nutrição??? Blastocele??? Formação da mórula Formação do blastocisto .

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário sinciciotrofoblasto Embrioblasto Trofoblasto citotrofoblasto Grupo de células localizados mais internamente e origina o embrião Grupo de células que envolve o blastocisto e origina a parte da placenta Ligação do blastocisto ao epitélio do endométrio e estágios iniciais da implantação que inicia no 6º dia após a fecundação e completa-se totalmente no decorrer da 2ª semana de desenvolvimento embrionário .

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário .

Segmentação ou Clivagem 1. Conceito: séries de divisões mitóticas e sucessivas do zigoto.aparecem 30 horas após a fecundação) Na clivagem ocorre um aumento do número de células sem que aumente a massa citoplasmática .1. resultando em um aumento do número de células (blastômeros .Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário 1.

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário .

Local : ocorre enquanto o zigoto atravessa a tuba uterina.Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário 1.3. Mórula ( latim morus = amora ) a) Conceito: Aglomerado esférico e maciço de 12 a 16 blastômeros b) Formação: por volta 3º dia após a fecundação c) Nutrição: é nutrida através de secreções existente na trompa. pois suas reservas são mínimas .2. rumo ao útero ( leva de 3 a 4 dias ) 1.

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário 2. Conceito: O líquido existente na trompa e no útero atravessa a zona pelúcida passando a se situar entre as células da mórula formando uma cavidade entre os blastômeros.1. Este período constitui a BLÁSTULA. 2. Blastocele: Espaço entre os blastômeros devido a entrada de líquido para o interior da mórula .2. Blástula 2.

o concepto é chamado de blastocisto ( 4 dias após a fecundação ) 2. Formação do blastocisto * Embrioblasto * Trofoblasto * Blastocele .3.Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário OBS: Neste período de desenvolvimento.

que dá origem a parte .Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário Com o aumento do líquido. as células são separadas em duas partes: a)Embrioblasto ou massa celular interna  grupo de células localizados mais internamente ( para dentro da blastocele ) que dá origem ao embrião b)Trofoblasto ou massa celular externa  grupo da placenta de células que envolve o blastocisto.

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário 3. Formação do Ciclo Germinativo Bi-laminar Embrioblasto diferenciação (entre o 7º e 12º dia) passará a ser composto de duas camadas ( Epiblasto e Hipoblasto) a) Epiblasto: única camada de células cilíndricas b) Hipoblasto: única camada de células cúbicas situadas logo abaixo do epíblasto .

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário Epiblasto+Hipoblasto Disco germinativo Bi-laminar Em dos pólos do disco germinativo as células hipoblásticas Processo de espessamento Forma Fixando-se fortemente ao Epiblasto Placa pré .cordal •Indica o futuro local da boca •Funciona como um organizador da região cefálica .

Conceito: É a implantação do blastocisto na mucosa uterina. que inicia-se no 6º dia após a fecundação e completa-se totalmente no decorrer da 2ª semana de desenvolvimento embrionário .Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário 4.1. Implantação 4.

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário A chegada do blastocisto na cavidade uterina coincide com o desaparecimento da zona pelúcida * Permanecendo a zona pelúcida impede a implantação (aborto) * Desaparecendo antes que a formação embrionária chegue ao útero prenhez tubária .

2. Pólos do blastocisto * Pólo embrionário: pólo do blastocisto onde está situado o embrioblasto ( é por este local que vai iniciar a implantação) * Pólo ab-embrionário: pólo oposto ao embrioblasto .Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário 4.

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário 4. Diferenciação do Trofoblasto O trofosblasto tão logo se prende ao epitélio endometrial prolifer-se diferencia-se em duas camadas .3.Citotrofoblasto .Sinciciotrofoblasto .

Sinciciotrofoblasto a) Origem: formado por células mais externas do trofoblasto na altura do pólo embrionário que perdem as suas membranas plasmáticas. .Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário 4. formando uma massa protoplasmática b) Características citológicas: mais basófilo que o cito- trofoblasto devido a abundância de retículo endoplasmático e de ribossosmos.4.

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário c) Capacidade invasiva do trofoblasto: o sinciciotrofoblasto é uma fonte de proteína (enzimas líticas). d) Presença de lacunas: as células do sincício continuam a invadir aleoriamente a mucosa uterina. e começam a surgir espaços no sincício. que são denominadas lacunas da implantação . que são responsáveis pela progressão da implantação do blastocisto na mucosa uterina.

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário e) Formação de redes lacunares f) Relação útero-placentária células sinciciais (produzem substância vasodilatora) aprofundam-se no estroma endometrial Atingem os capilares maternos tornando-os dilatados levam A erosão dos capilares endometriais As lacunas do sinciciotrofoblasto ficam repletos de sangue materno. estabelecendo as relações circulatórias úteroplacentárias .

A membrana de Heuser é responsável pela formação do saco vetelínico primário ou cavidade exo-celômica .Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário 4.5. Citotrofoblasto a) Origem: formado por células do trofoblasto voltada para o interior do blastocisto b) Membrana de Heuser ou Menbrana Exo-celômica: camada de células achatadas que surgem na blastocele derivada do citotrofoblasto + células do hipoblasto .

Etapas de Implantação a) Desaparecimento da zona pelúcida (4º ao 5ºdia): resulta do aumento de tamanho do do blastocisto e da degeneração causada por lise enzimática b) Ligamento do blastocisto ao epitélio endometrial (5º ao 6ºdia) c) Destruição do endométrio pelo sinciciotrofoblasto (8º ao 9º dia) .6.Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário 4.

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário e)Penetração do blastocisto abaixo do epitélio endometrial (9º ao 10º) f) Formação das redes lacunares (10º ao 11º dia) g) Relação útero placentária (11º ao 12º dia) h) Reconstrução do epitélio endometrial (12º ao 13ºdia) i) Reação decidual (13º ao 14º dia) .

Cavidade Amniótica Localização: Entre o epiblasto e o citotrofoblasto Do citotrofoblasto surgem células (amnioblastos) formam uma única cavidade (cavidade amniótica) .Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário 5.

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário A cavidade amniótica surge por volta do 8ª dia Função: produzir Líquido Amniótico      Proteção mecânica para o embrião Evita ressecamento da pele do embrião Controla a temperatura corporal do feto .

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário .

Embriologia Geral Mesoderma extra embrionário 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário .

Não possui características epiteliais .Possui características conjuntivas (tecido conjuntivo embrionário: mesênquima) .Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário 6. Mesoderma extra-embrionário Uma nova camada de células surgem entre o citotrofoblasto e o saco vitelino primitivo É limitado: * internamente: cavidade amniótica e o saco vitelino * externamente: citotrofoblasto .

Celoma extra embrionário ou Cavidade coriônica .Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário 7.

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário No mesoderma surgem espaços fusão Formação de uma cavidade que envolve o saco vitelino e a cavidade amniótica .

Córion .Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário 8.

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário Córion: conjunto do trofoblasto + mesoderma extra embrionário somático Função : Cavidade coriônica no interior do qual encontram-se suspensos O embrião + âmnio + saco vitelino .

: O celoma extra-embrionário separa o mesoderma extra-embrionário em duas porções: a) Mesoderma extra-embrionário somático ou somatoplêurico => reveste o trofoblasto e a cavidade amniótica b) Mesoderma extra-embrionário esplacnoplêurico ou esplâncnico: reveste o saco vitelino secundário .Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário Obs.

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário .

: A “bolsa” ou saco gestacional é constituída pelo córion ( disco embrionário e os anexos) .Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário Obs.

Vilosidade Coriônica Primária .Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário 9.

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário Células do citotrofoblasto proliferam e invadem o sinciciotofoblasto formando colunas celulares denominadas de vilosidades coriônicas primarias. Função: formam áreas de trocas com o organismo materno (1º estágio das vilosidades coriônicas da placenta) .

Saco Vitelino Secundário .Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário 10.

Função: produção de hemácias .Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário   Células do hipoblasto formam um novo saco por dentro do saco vitelino primitivo.

Embriologia Geral 1º e 2º semanas de Desenvolvimento Embrionário BOA NOITE !!! .