P. 1
Grécia Antiga

Grécia Antiga

5.0

|Views: 12.474|Likes:
Publicado porcscs

More info:

Published by: cscs on Nov 19, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/12/2013

pdf

text

original

Grécia Antiga

A DEMOCRACIA

Introdução
Este trabalho insere-se no âmbito da disciplina de Historia A e foi proposto pela professora Margarida Moreira. Nele irei falar da Democracia Ateniense . Espero alcançar as expectativas pretendias.

Democracia
Foi na Grécia, mais propriamente na cidadeestado (polis) de Atenas, no século V a.C. que nasceu a democracia. Era uma democracia totalmente nova e os seu criadores achavam ser a mais justa e a mais semelhante á dignidade do ser humano. Para além do poderio económico e militar que a polis ateniense possuía esta tornou-se também num brilhante centro cultural e politico.

Péricles
Péricles foi um dos principais lideres democráticos de Atenas e a maior personalidade politica do século V a.C. Era um homem culto e instituído, visto por muitas pessoas como o “pai da democracia”. Tinha como objectivo elevar o povo a um nível superior de conhecimento.

A acrópole era o centro da vida religiosa e politica da cidade. Aí se situavam as residências do rei e dos nobres e os principais templos. Porém, com o passar do tempo, a acrópole tornou-se sobretudo um local de culto. A vida quotidiana das cidades das cidades helénicas desenrolava-se, sobretudo, na parte mais baixa da cidade, onde se situava a ágora ou praça pública. pública A ágora era a praça pública das cidades gregas, localizada na sua parte mais baixa. Era o centro político, económico e social da cidade, partilhando ainda com a acrópole funções religiosas. É na ágora que, durante a manha, se realiza o mercado e, durante a tarde, os cidadãos se encontram para conviver e discutir os assuntos da polis. Em redor da ágora espalham-me casas, de inicio desalinhadamente, depois, em algumas cidades gregas, alinhadas de forma geométrica. Valorizando a vida cívica e religiosa, os Gregos erigiam templos e edifícios públicos requintados, obra dos seus melhores artistas. Na ágora e na acrópole situavam-se, por isso, os mais belos edifícios da cidade. O homem Grego desconhecia aquilo a que chamamos “comodidades”, pois levava uma vida simples e austera. Era ao ar livre que o homem grego passava grande parte do seu tempo, que tratava dos negócios públicos e privados, que convivia, que filosofava, que exercitava o corpo, que assistia as peças de teatro

Organização do espaço cívico

 

Uma democracia directa
Na Grécia não haviam partidos políticos nem havia um corpo profissional de juízes ou de altos funcionários do Estado. Cada cidadão actuava por si próprio, desempenhando à vez, os cargos necessários ao bom andamento dos assuntos da cidade. A democracia grega era, por isso, uma democracia directa e todo aquele que se desinteressava dos assuntos públicos era malvisto pela polis.

Órgãos da Democracia

A Protecção á Democracia
Muitos políticos, mais interessados nos benefícios que podiam conseguir para si próprios do que no bem comum, aliciavam os atenienses com propostas pouco sensatas e irrealizáveis para conseguirem o apoio popular. Então, o grande perigo que a democracia receava era a tomada do poder por um só homem. Para o impedir e para evitar excessivos confrontos pessoais entre os cidadãos, os legisladores atenienses estabeleceram o ostracismo.
O ostracismo era quando os membros da eclésia escreviam, Numa pequena placa de barro, o nome de um cidadão que Perturbasse o bom funcionamento democrático. Caso reunissem 6000 votos com o mesmo nome, o ostracizado Deixava a cidade por 10 anos.

Os Direitos dos Cidadãos
Mistoforia, Isonomia, Isocracia, Isagoria e Filantropia

Mistoforia: Subsidio politico; Isonomia: Igualdade perante a lei; Isocracia: Igualdade de participação nos negócios públicos; Isagoria: Igualdade dos direitos na defesa pública dos seus pontos de vista; Filantropia: Ajuda aos mais pobres .

Limites da Democracia
Mulheres, Metecos e Escravos
O primeiro grande limite é a própria definição de “cidadãos”, uma vez que exclui da vida politica da cidade os/as:

Mulheres: poucos direitos tinham. As mulheres dedicavam-se aos trabalhos domésticos e á educação das crianças. Não lhes era reconhecido o direito de se disporem da sua pessoa ou de administrarem os seus bens. Se enviuvavam, ficavam sob a autoridade do filho mais velho, ou, se não tiverem filhos, do parente mais próximo. Metecos: estava-lhes vedada a aquisição de terras e a participação na vida politica. A lei impedia-os de participar no governo, casar com uma ateniense e de possuir terras ou casas. Escravos: constituíam praticamente metade da população.. A lei não lhes reconhecia personalidade civil, nem família e muito menos, o direito de possuir bens. Os escravos eram considerados como uma vulgar mercadoria e até comparados a animais. A restrição do direito de cidadania constitui a maior limitação do regime democrático.

Requisitos para ser-se cidadão
          

Não dever nada ao Tesouro Público; Ser legitimamente casado; Possuir bens em Atenas; Ter cumprido os deveres para com seu pai e mãe; Ter feito expedições militares sem “arremessar o escudo” ; Ser filho de pais atenienses; Ser contra a Esparta ; Trabalhar (ou na politica ou no comercio ou na construção) de ágora ; Gostar, amar e honrar Atenas ; Pagar impostos altos; Nunca ter cometido crime contra a cidade .

Conclusão
Em jeito de conclusão, verifiquei ter atingido todos os objectivos que havia delineado aquando do início do trabalho. Como tal, espero ter trabalhado o imprescindível. Com este trabalho fiquei a apreciar mais ainda a democracia da Grécia antiga. Espero que tenham gostado deste "cheirinho" da Democracia Ateniense tanto como eu .

Trabalho realizado por: Cláudia Sofia Coelho Silva 10ºC Nº7

FIM
2008|2009

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->