A matança da porca

Dia 10-12-2011

Porca a sair do chiqueiro
‡ Dia 10-12-2011 foi o dia de uma das marrãs do meu avô por isso tivemos que levantar cedo e ir apanhar a porca para ser morta.

Quando se espetou a faca
‡ Foi o meu pai que espetou a faca à marrã.

Quando minha avó aparou o sangue
‡ Antes de espetar a faca a minha avó preparou um tacho com sal e vinagre para o sangue não coalhar.

Ao ser musgada
‡ Após estar morta a porca foi altura de o meu pai «deitar as unhas» ao trabalho, pegar num maçarico e começar a musgá - la.

Ao rasparem a marrã
‡ Agora foi altura de o meu primo Manuel pegar numa raspadeira e limpar a pele à marrã.

A darem os últimos retoques
‡ Agora chegou a altura de todos começarem a trabalhar e darem os últimos retoques.

Ao lavarem a porca
‡ Depois de ter sido musgada e raspada estava na altura de a lavar bem lavadinha.

Altura de lhe cortarem as patas
‡ Agora antes de a pendurarem tem que lhe cortar as patas.

Porca depois de pendurada
‡ Chegou a hora de pendurarem a porca e de a abrirem.

A marrã ao ser pesada
‡ Depois de aberta, foi altura de ser pesada.

A desmancharem as tripas
‡ Chegou a hora de desmancharem as tripas.

O dia depois da matança
‡ No dia 11-12-2011 o dia depois da matança chegou a hora de desmanchar a marrã. ‡ O meu avô ,ao desmanchar a marrã, começou por cortar ± - lhe a cabeça. ‡ Então, após a marrã ser desmanchada e a carne cortada assámos as molejas e esperámos pelas pessoas que vinham à minha casa para comer rechina.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful