Você está na página 1de 2

Nietzsche _ Dialética do sr do escravo com ideologia da modernidade

:

Senhor é aquele que se define positivamente, e define o outro negativamente. O escravo é aquele que aceita a definição negativa que é feito de si mesmo e aceita a definição positiva dada do senhor a si próprio. Ocidente pegou a moral dos escravos e pegou como moral dominante na sociedade. Nietzsche defende que a moralidade 'boa' é a dos senhores. que não dá cara à tapa, que não adia a felicidade etc. Hoje percebe-se que nietzsche é o profeta da pós modernidade. A questão de ser ressentido é próprio do ser humano. Nós sabemos ser senhores e sabemos ser escravos, mas não sabemos ser iguais uns aos outros. E essa diferenciação causa ressentimento por um lado ou por outro.

XIX - Crise da modernidade: Modernos perceberam que a racionalização do mundo não dava mais certo, quando os padrões modernos, ao serem construídos, eles começaram as produzir uma própria destruição como efeito colateral. Projeto de humanidade não funcionava tanto quanto a sociedade esclarecida queria. Marx - conceito de insconsciente. (dostoiévski) Freud desenvolve a psicanálise, tratando as mulheres histéricas, descobre o inconsciente. " O homem não sabe nada nem de si mesmo, como colocará razão no mundo? " -> " O homem não é senhor em sua própria casa. " Sujeito -> Ser senhor da sua própria pessoa e vida.

____ Holismo ( diz sobre totalidade ) x hiper-individualismo.

Massa - > pessoas não pensam como indivíduo - Tendem ao Irracional. ____ A busca da ordem - Zigmunt Bauman " Não que a idéia de ordem não existisse antes. Mas, na modernidade, a ordem é uma tarefa

focos de projeção daqueles que necessitam de alguém a quem look up on. quanto mais específico. Diminuição da força da ordem. Idéia de "estranho à ordem" que não fica claro. Ordem -> Ou você elimina o estranho. Acontece. Na sociedade que é hiperindividualista. afeta NECESSARAMENTE na especificidade do conceito de CAOS também. espera-se. Freud : Toda civilização é um tipo de repressão. seu ressentimento e culpa são menos latentes. projetado pelo 'ideal-se-eu' no outro. seu ID sublima-se e você sente o recalque de não poder extravasar sua vontade. é de você mesmo. então. Tal recalque vira culpa no Superego. no fim das contas não é do ídolo que você gosta. então. Não há mais a vanguarda : O que vai na frente. Logo. Ressentimento de não ter feito aquilo que teve vontade. São. ou você adequa ( subssumir ) ou você expulsa. " Definição de ordem -> Leva à definição de caos ( Aquilo que é estranho à ordem ) -> Idéia de limpo. A vinculação das pessoas pela tribo se dá pelo ideal-de-eu em comum que compartilham. Dessublimação " Tirar pra poder controlar. a "vinculação erótica não sexual" . Sublimar: diminuir o 'não' (característica pós moderna) e essa pulsão se expressa de forma mais bruta.compulsória. Explica-se pelo 'ideal-deeu' sendo aquilo que eu gostaria de ser. Logo. que nos vincula do ponto de vista social. há a projeção de si em Ídolos. que as pessoas sejam mais agressivas (expressem seus sentimentos) nesse contexto social. " Desperdida da ordem a prtir da histeria das mulheres. então. Aquilo que está fora do lugar = Sujo. Sendo como você gostaria de ser. misturando os 'preceitos'. O conceito de ORDEM. Ídolos fazem-se por sí próprio.