P. 1
ESTUDO DO CUSTO INDUSTRIAL COMO FERRAMENTA DE ANÁLISE GERENCIAL PARA TOMADA DE DECISÃO E DIFERENCIAL COMPETITIVO

ESTUDO DO CUSTO INDUSTRIAL COMO FERRAMENTA DE ANÁLISE GERENCIAL PARA TOMADA DE DECISÃO E DIFERENCIAL COMPETITIVO

|Views: 6.857|Likes:
Publicado porMarcos Roberto Rosa
Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à disciplina de Estágio Supervisionado II, como requisito parcial para obtenção do grau de Bacharel em Administração, da Faculdade Municipal de Palhoça.
Prof. Orientador de Conteúdo, Luiz Henrique Debei Herling, MSc.. Prof. Orientador de Metodologia, Tais Baungarten Carvalho, MSc.
Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à disciplina de Estágio Supervisionado II, como requisito parcial para obtenção do grau de Bacharel em Administração, da Faculdade Municipal de Palhoça.
Prof. Orientador de Conteúdo, Luiz Henrique Debei Herling, MSc.. Prof. Orientador de Metodologia, Tais Baungarten Carvalho, MSc.

More info:

Published by: Marcos Roberto Rosa on Mar 02, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/07/2013

pdf

text

original

Demonstração do Resultado do Exercício

Unidades vendidas

6

Valor unitário de vendas

R$ 2.772,00

(+) Receita com vendas

R$ 15.556,39

(-) Despesas variáveis

R$ 7.071,93

(=) Margem de Contribuição

R$ 8.484,46

(-) Despesas fixas

R$ 8.484,46

(=) Resultado Operacional

R$ 0,00

Fonte: Dados primários (2011)

Uma vez calculado o ponto de equilíbrio e a margem de contribuição a análise custo-
volume-lucro (CVL) torna-se uma tarefa relativamente fácil. Para ilustrar esta colação
apresenta-se a seguir uma demonstração do cálculo a ser efetuado para encontrar o ponto de
equilíbrio em unidades monetárias de vendas, ou, quanto a empresa deve faturar no mês para
obter lucro zero.

0 = vendas – (índice de custos variáveis X vendas) – custos fixos

91

0 = vendas (1 – índice de custos variáveis) – custos fixos
0 = vendas (1 - 0,4545995670995671) –R$ 8.484,46
Vendas (0,5454004329004329) =R$ 8.484,46
Vendas =R$ 8.484,46 / 0,5380916305916306

Vendas =R$ 15.556,39

Corroborando o exposto anteriormente na DRE simulada para vendas de seis
unidades (arredondado), o volume de faturamento mensal da empresa para obter um lucro
igual a zero é de R$ 15.556,39, qualquer valor abaixo deste número significa prejuízo
operacional no período, porém, um faturamento maior que o apurado culminará em um
resultado operacional positivo para a empresa.
O gráfico abaixo demonstra a evolução do resultado operacional da empresa em
função do faturamento mensal em unidades monetárias. Nota-se que a intersecção dos dois
eixos dá-se exatamente no exato momento em que se atinge o ponto de equilíbrio em unidades
vendidas, representando um resultado operacional igual a zero.

Ilustração 5: gráfico demonstrativo do resultado operacional X volume faturado.
Fonte: dados primários (2011).

Uma vez demonstrados os cálculos do ponto de equilíbrio em unidades físicas e
financeiras de vendas, apresenta-se a seguir uma simulação do resultado operacional da

92

empresa caso atinja sua meta mensal de 20 unidades vendidas na modalidade de compra
coletiva.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->