P. 1
Como Fazer Blocos de Concreto Usando Entulho

Como Fazer Blocos de Concreto Usando Entulho

|Views: 5.592|Likes:

More info:

Published by: Alexandre Valim M. Santos on Mar 13, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/22/2013

pdf

text

original

A NBR 10004 (1987) define os resíduos sólidos como sendo os resíduos no estado

sólido e semi-sólido, que resultem de atividades da comunidade de origem: industrial,

doméstica, hospitalar, comercial, agrícola, de serviços e de varrição. Ficam incluídos

nesta definição os lodos provenientes de sistemas de tratamento de água, aqueles

gerados em equipamentos e instalações de controle de poluição, bem como

determinados líquidos cujas particularidades tornem inviáveis o seu lançamento na

rede pública de esgotos ou corpos de água, ou exijam para isso soluções técnica e

economicamente inviáveis em face àmelhor tecnologia disponível. Esta mesma norma

classifica tais resíduos como apresentado na Tabela 2.6 a seguir.

A partir dessa classificação, observa-se que uma grande parte dos resíduos de

construção civil pertencem aos Resíduos classe III – inertes. Entretanto em muitos

casos dependendo da origem, da composição ou do acondicionamento destes resíduos,

eles podem apresentar níveis elevados de contaminantes que os classificam em uma

das outras classes. Como exemplo dessa situação, pode-se citar o caso do entulho

gerado a partir de uma reforma de uma determinada fábrica de solventes, ou

contaminações que surgem com as deposições nos aterros sanitários ou irregulares.

25

Tabela 2.6 – Classificação dos resíduos sólidos segundo a NBR 10004/87

Classificação

Definição

Resíduos classe I
perigosos

São aqueles que apresentam periculosidade ou uma das características:
inflamabilidade, corrosividade, reatividade, toxicidade, patogenicidade.

Resíduos classe II
não-inertes

São aqueles que não se enquadram nas classificações de resíduos classe I ou
classe III, nos termos desta norma. Os resíduos classe II, podem ter
propriedades, tais como: combustibilidade, biodegradabilidade ou solubilidade
em água.

Resíduos classe III
inertes

Quaisquer resíduos que, quando amostrados de forma representativa, segundo
NBR 10007 – Amostragem de resíduos, e submetidos a um contato estático ou
dinâmico com água destilada ou deionizada, àtemperatura ambiente, conforme
teste de solubilização, segundo NBR 10006 – solubilização de resíduos, não
tiverem nenhum de seus constituintes solubilizados a concentrações superiores
aos padrões de potabilidade de água, excetuando-se os padrões de aspectos,
cor, turbidez e sabor. Como exemplos destes materiais tem-se: rochas, tijolos,
vidros e certos plásticos e borrachas que não são decompostos prontamente.

Para os resíduos oriundos da indústria da construção civil, ou simplesmente entulhos,

existem várias definições que são defendidas por alguns pesquisadores que estudam o

tema. Entretanto a proposta de resolução do CONAMA (2001)4

sobre Resíduos de

Construção Civil, apresenta uma definição bastante abrangente se mostrando,

aparentemente, como a mais adequada para o processo de geração dos resíduos

atualmente no Brasil. Para tal resolução, os resíduos da construção civil conhecidos,

são definidos como os provenientes de construções, reformas, reparos e demolições de

obras de construção civil, e os resultantes da preparação e da escavação de terrenos,

como tijolos, blocos cerâmicos, concreto em geral, solo, rocha, madeira, forros,

argamassa, gesso, telhas, pavimento asfáltico, vidros, plásticos, tubulações, fiação

elétrica, dentre outros. Estes podem ser ainda classificados em três grandes grupos:

Classe A – resíduos recicláveis como agregados;

Classe B – resíduos recicláveis com outras destinações, tais como: plásticos, papel,

metais, vidros, madeiras, gesso e outros.

Classe C – resíduos para os quais, ainda, não foram desenvolvidas tecnologias ou

aplicações economicamente viáveis que permitam a sua reciclagem ou recuperação.

4

O Mistério do Meio Ambiente-(MMA) através do Conselho Nacional do Meio Ambiente-(CONAMA),
atualmente discute através de um grupo de trabalho uma proposta de resolução sobre Resíduos de Construção
Civil. Esta resolução pretende, dentre outras coisas, definir responsabilidade, exemplo do que já vem ocorrendo
com o pneu e a bateria de celular.

26

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->