Você está na página 1de 1

As agncias executivas e reguladoras fazem parte da administrao pblica indireta, so pessoas jurdicas de direito pblico e consideradas como autarquias

especiais. Sua principal funo o controle de pessoas privadas incumbidas da prestao de servios pblicos, sob o regime de concesso ou permisso. Agncias Reguladoras sua funo regular a prestao de servios pblicos e organizar e fiscalizar esses servios a serem prestados por concessionrias ou permissionrias, com o objetivo garantir o direito do usurio ao servio pblico de qualidade. No h muitas diferenas em relao tradicional autarquia, a no ser uma maior autonomia financeira e administrativa, alm de seus diretores serem eleitos para mandato por tempo determinado. Essas entidades tm as seguintes finalidades bsicas: a) fiscalizar servios pblicos (ANEEL, ANTT, ANAC, ANTAC); b) fomentar e fiscalizar determinadas atividades privadas (ANCINE); c) regulamentar, controlar e fiscalizar atividades econmicas ( ANP); d) exercer atividades tpicas de estado ( ANVS, ANVISA e ANS). Agncias executivas so pessoas jurdicas de direito pblico que podem celebrar contrato de gesto com objetivo de reduzir custos, otimizar e aperfeioar a prestao de servios pblicos. Seu objetivo principal a execuo de atividades administrativas. Nelas h uma autonomia financeira e administrativa ainda maior. So requisitos para transformar uma autarquia ou fundao em uma agncia executiva: a) tenham planos estratgicos de reestruturao e de desenvolvimento institucional em andamento; b) tenham celebrado contrato de gesto com o ministrio supervisor. Jos dos Santos Carvalho Filho cita como agncias executivas o INMETRO e a ABIN

Fonte: http://pt.shvoong.com/law-and-politics/administrative-law/829380-ag%C3%AAnciaexecutiva-ag%C3%AAncia-reguladora/#ixzz1j1HHWDSF