P. 1
Gestão de Informaçoes

Gestão de Informaçoes

|Views: 877|Likes:

More info:

Published by: Israel Franklin Alves Dias on Mar 16, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/31/2013

pdf

text

original

AULA 01 O Saber Científico como Ferramenta

...........................................3 UNIDADE 1 .............................................................................................................................................6 POSITIVISMO E CIÊNCIAS HUMANAS.............................................................................................17 ATIVIDADES DE CONCLUSÃO DA AULA.....Sumário APRESENTAÇÃO AULA 1 .................5 UNIDADE 2..........................................................................................................................................................................18 REFERÊNCIAS DA AULA ...........................................................................................................................................5 O SABER RACIONAL .................................................................................................................................................................................14 GESTÃO PÚBLICA FUNDAMENTADA NO SABER CIENTÍFICO...............................................10 UNIDADE 4..................................................................................................................................................................................................................14 FECHAMENTO DA AULA .....................................................................................6 UNIDADE 3..........................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................................10 CONSOLIDAÇÃO DO USO DA ESTATÍSTICA COMO INSTRUMENTO PARA GESTÃO PÚBLICA................19 .......................................

Faça aqui suas anotações. Nesta primeira aula serão discutidos os conteúdos das seguintes unidades: Unidade 1: Unidade 2: Unidade 3: Pública Unidade 4: O Saber Racional Positivismo e Ciências Humanas Consolidação do Uso da Estatística como Instrumento para Gestão Gestão Pública Fundamentada no Saber Científico A partir dos conhecimentos tratados nesta aula você será capaz de: Objetivos da aula Identificar as características do pensamento científico. Reconhecer a importância do saber científico como ferramenta de investigação de fenômenos sociais e gestão pública. Realize as atividades. interaja com os demais participantes do curso. Discuta os conceitos com o tutor..O Saber Científico como Ferramenta de Gestão Pública 3 APRESENTAÇÃO AULA 1 O SABER CIENTÍFICO COMO FERRAMENTA DE GESTÃO PÚBLICA Boas Vindas! Você está na aula 1 “Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública”.. Aproveite bem esta aula.AULA 01 . Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP .

Porém..AULA 01 . Veja. com o advento do saber filosófico e especulativo começa a consolidação de uma forma de conhecer racionalmente fundamentada. o saber científico e sua utilização na produção e utilização de estatísticas na área de segurança pública. Assim.O Saber Científico como Ferramenta de Gestão Pública 4 Antes de iniciarmos a primeira unidade desta aula vamos refletir um pouco sobre a trajetória da busca do saber exercida pelo ser humano. são os temas que orientaram o estudo desta aula. Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP . em estágios históricos anteriores. a partir do uso de saberes espontâneos e intuitivos e do respeito aos elementos da tradição e da autoridade.. Esta busca passou por diferentes etapas até a consolidação de uma perspectiva de conhecimento acerca da realidade cientificamente fundamentado. o desenvolvimento e acúmulo do saber eram gerados unicamente das experiências e observações São saberes de senso comum que não foram testados e comprovados cientificamente pessoais. Faça aqui suas anotações.

AULA 01 . É o raciocínio de que implica deduzir são conclusões premissas que hipóteses. DIONE. em vez de deduzir de fatos que o sujeito tenha realmente verificado. utiliza-se da construção de novos instrumentos de medida (tempo. fundamentos do método científico em sua forma experimental. no simples exercício do pensamento. 1999. Baseia-se igualmente na observação. Faça aqui suas anotações. Porto Alegre: ARTMED. distância. 1999. experimentação e mensuração. calor. Assim. colocando tal explicação à prova (experimentação). associado às ciências matemáticas. No século XVII. p. (LAVILLE & Horizonte: UFMG. Assim inicia o raciocínio hipotético-dedutivo que. A partir de então. Belo empirismo. Jean.. inaugura-se a sistematização do uso da lógica e das ciências matemáticas para abordagem e interpretação das indagações sobre os problemas da condição do homem no convívio em sociedade.) para a apreensão dos fenômenos. poderse-ia dizer que o método LAVILLE. o saber não repousa mais somente na especulação.O Saber Científico como Ferramenta de Gestão Pública 5 UNIDADE 1 O SABER RACIONAL Com a filosofia grega. A Construção do Saber. Manual de científico nasce do encontro metodologia da pesquisa em ciências da especulação com o humanas. Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP . A seguir.23). ou seja.. Christian & DIONNE. vamos estudar o positivismo e as ciências humanas. peso etc. o pensamento científico moderno passa a se consolidar na medida em que a legitimidade dos saberes construídos vincula-se à observação da realidade (empirismo).

o desenvolvimento inicial da área partiu dos preceitos de construção de um saber científico amparado no modelo positivista e que apresenta..AULA 01 .. A Construção do Saber. Nesta unidade você vai estudar o positivismo e as ciências humanas. as características do modelo positivista. Na unidade anterior você fez uma reflexão sobre o saber racional. ou as coisas e organismos vivos. (LAVILLE. Positivismo No século XVIII. Christian & DIONNE. no livro a seguir. Jean. Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP . Nesse sentido.. 1999) Agora conheça. Manual de metodologia da pesquisa em ciências humanas. 1. as seguintes características principais que você pode ver no livro a seguir.. com o objetivo de trazer para as investigações sobre a condição do homem em sociedade.O Saber Científico como Ferramenta de Gestão Pública 6 UNIDADE 2 POSITIVISMO E CIÊNCIAS HUMANAS Relembrando. Humanas. Faça aqui suas anotações. até então objeto restrito às especulações filosóficas. Porto Alegre: ARTMED. surgem as denominadas Ciências As Ciências Humanas referem-se àquelas que têm o próprio ser humano como objeto de estudo. segundo Laville & Dione. Belo Horizonte: UFMG. os mesmos preceitos e modelos aplicados nas Ciências da Natureza. Ciências da Natureza estudam duas ordens de fenômenos: os físicos e os vitais.

Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP ...O Saber Científico como Ferramenta de Gestão Pública 7 Faça aqui suas anotações.AULA 01 .

. Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP .O Saber Científico como Ferramenta de Gestão Pública 8 Faça aqui suas anotações..AULA 01 .

AULA 01 .O Saber Científico como Ferramenta de Gestão Pública 9 A seguir. vamos estudar a consolidação do uso da estatística como instrumento para gestão pública. Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP .

.O Saber Científico como Ferramenta de Gestão Pública 10 UNIDADE 3 CONSOLIDAÇÃO DO USO DA ESTATÍSTICA COMO INSTRUMENTO PARA GESTÃO PÚBLICA Relembrando. Na unidade anterior você estudou sobre o positivismo e as ciências humanas. no ambiente virtual! 1. Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP . Faça aqui suas anotações. Contando Crimes e Criminosos em São Paulo: uma sociologia das estatísticas produzidas e utilizadas entre 1871 e 2000. Nesta unidade você conhecerá a consolidação do uso da estatística como instrumento para a gestão pública... agora.AULA 01 . Você conhece algo da história da estatística como instrumento para gestão pública? Você pode ter respondido com muita segurança ou com dúvidas. 2005. De qualquer forma. a seguir. Veja. Atividade Realize a atividade. ou até mesmo pode ser que sua resposta não faça sentido.. Renato Sérgio de. alguns pontos importantes da construção histórica da estatística. defendidos na tese de Lima: LIMA. você vai descobrir isso no seu estudo a seguir. como instrumento para gestão pública.

Inglaterra e França prenunciaram algumas possibilidades de uso de dados quantificados.br/tese_RenatoSergioLima. Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP .AULA 01 . a seguir: http://www. e já se apresentava. Sua aplicação tradicional remonta aos anos de 5000 a 2000 a. Saiba Mais Se você deseja ler a tese de Lima.C. com ênfase nos negócios fiscais.pdf A seguir você continua seu estudo sobre este assunto. A partir do século XIX. em civilizações antigas do Egito. da Mesopotâmia e da China.ufmg.O Saber Científico como Ferramenta de Gestão Pública 11 Foi no contexto de desenvolvimento de um saber científico de cunho positivista que o conhecimento estatístico foi assumido como uma ferramenta para a construção da objetividade na investigação dos fenômenos sociais e na gestão pública em muitos países. A difusão do uso da estatística surge como representação de um período em que a possibilidade de quantificação e controle da realidade constituía-se em pensamento reinante entre analistas sociais e dirigentes. Veja no fichário o enfoque dado em cada um desses países. acesse o site.crisp. o uso de registros estatísticos passa a servir a uma série de levantamentos e pesquisas sobre os mais diferenciados assuntos. Países como Alemanha. militares e policiais. como instrumento para gestão e administração do Estado.

os números e as formas como eles estão organizados respondem às dinâmicas das disputas de poder em torno das regras sobre como e quem governa: eles são instrumentos de construção de discursos de verdade. é interessante ressaltar a reflexão que pauta o estudo de Lima. muitas vezes. Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP . escolhas e limitações. O próprio processo de consolidação de informações e dados para aferição de uma dada realidade partem de percepções. dependem da circulação do poder para se reproduzirem. 2005.O Saber Científico como Ferramenta de Gestão Pública 12 Se no período inicial predominava a visão positivista o desenvolvimento posterior das reflexões e parâmetros metodológicos a serem seguidos pelas ciências da sociedade demonstraram que o real não se configura como um ente dado e pronto à percepção a partir do emprego dos instrumentos adequados de quantificação. ao sabor das disputas e conflitos de interesses de toda ordem. encontram-se submetidos.. Lima quando apresenta seu estudo sobre o uso de estatísticas para a análise criminal em São Paulo.. bem como. construções. portanto. Neste sentido. Veja a seguir. que almejam a objetividade e a legitimidade enquanto pressupostos. medição e interpretação de fatos e. defende que: [.AULA 01 . 27). p.. Faça aqui suas anotações. (LIMA.. são resultado de múltiplos processos sociais de contagem.] mais do que isentos.

5000 a 2000 a. como garantia de isenção política. a explicitação de todas as etapas e procedimentos percorridos para se alcançar tais resultados.e ( ) b. como instrumento para gestão e administração do Estado. aspecto fundamental na construção de um sistema de informações.d. para além da divulgação de qualquer fonte de medição de um objeto social e de indicadores. c) Na Alemanha buscava a instrumentalização da gestão pública. conforme veremos mais à frente.b. b) A difusão do uso da estatística surge como representação de um período em que a possibilidade de quantificação e controle da realidade constituía-se em pensamento reinante entre analistas sociais e dirigentes. por intermédio de uma sistematização das informações sobre saúde.AULA 01 . Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP . você inicia seu estudo sobre gestão pública fundamentada no saber científico.C.d ( ) a. c.e ( ) a. e) Na França. houve grande incremento de parâmetros técnicos e metodológicos para o desenvolvimento dos recenseamentos.. d) Na Inglaterra. o modelo aritmético inicialmente adotado priorizava as questões da mortalidade e os aspectos demográficos. Estão corretas as letras: ( ) a. no ambiente virtual! Analise atentamente as afirmativas a seguir e descubra quais estão corretas.. o conhecimento estatístico já se apresentava. Assinale a alternativa correta. a) Faça aqui suas anotações. da Mesopotâmia e da China. A seguir.e A seguir. militares e policiais.d. a seguir.b.O Saber Científico como Ferramenta de Gestão Pública 13 Dessa forma.c. Atividade Realize a atividade.b. em civilizações antigas do Egito.d. é. demografia e uso do espaço.c. com ênfase nos negócios fiscais. realize a atividade proposta.

Nesta unidade discutiremos a gestão pública fundamentada no saber científico.O Saber Científico como Ferramenta de Gestão Pública 14 UNIDADE 4 GESTÃO PÚBLICA FUNDAMENTADA NO SABER CIENTÍFICO Relembrando.. em termos dos seus custos e benefícios.. Faça aqui suas anotações.. a gestão pública incorpora uma série de características do saber científico: A necessidade de adquirir os conhecimentos por meio da experiência sensível. A seguir conheça o resultado deste estudo. a seguir. Ao se fundamentar em uma visão científica da realidade.AULA 01 . Exemplo Um bom exemplo da aplicação dos princípios científicos à gestão de políticas públicas foi um estudo realizado pela Rand Corporation. Veja. em 1998. Este relatório fundamentou uma mudança significativa na ação do governo dos Estados Unidos em termos da gestão de políticas de segurança pública. O fato de buscar controlar ao máximo os preconceitos que deturpam a visão da realidade. onde se avaliou os resultados de cinco ações diferentes realizadas nos Estados Unidos para retirar crianças do mundo dos crimes. Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP . um exemplo. A busca pelo estabelecimento de previsões. A fundamentação do conhecimento em experiências empíricas rigorosamente determinadas em termos metodológicos. Na unidade anterior você estudou o uso da estatística como instrumento para a gestão pública..

portanto.000 $6.899 72 Encarceramento $16.520 $3..000 $13. Faça aqui suas anotações.O Saber Científico como Ferramenta de Gestão Pública 15 Avaliação de Custos e Benefícios de Programas Visando a Retirada de Crianças da Vida Criminosa Visitas a Famílias em Situação de Risco $29.000 $12.400 Capacitação de Pais cujos Filhos Apresentam Problemas $3. Cabe destacar que essa classificação das ações em função dos seus resultados previstos sempre deverá ser contextualizada. Supervisão de Delinqüentes Fora da Prisão 5.881 258 Custo/Efetividade Período: 30 anos Custo por Participante Supervisão de Delinqüentes Fora da Prisão $10. Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP . Capacitação de Pais cujos Filhos Apresentam Problemas 3.531 157 Programa nas Escolas de Incentivo à Entrada na Universidade $12.035 Prevenido Crimes Prevenidos por 11 Milhão de Dólares Gastos 1. Assim. em uma avaliação empírica e objetiva dos resultados de diferentes opções de respostas para um mesmo problema que possibilitaram que se construísse uma projeção dos resultados futuros destas ações. Encarceramento Fonte: RAND – Diverging Children From a Life of Crime (1998) A ação do gestor público se fundamentou. a gestão passa a ser orientada por este conhecimento. levando em conta as características de inúmeros fatores externos intervenientes no processo da relação entre ação e resultado. Programas nas Escolas de Incentivo à Entrada na Universidade 4. Visitas a Famílias em Situação de Risco 2. a Gestão de Resultados deve ser entendida da seguinte forma: Por meio da experiência empírica.AULA 01 .. estabelece-se um conhecimento sobre quais são as ações que levam ao alcance do melhor resultado possível e.000 83 Dólares gastos por Crime $89. partir daí.

Assim.AULA 01 .. Esta evolução se caracteriza principalmente pela constante incerteza sobre o que é e pela certeza sobre o que não é. Faça aqui suas anotações. a gestão pública tem que submeter suas ações a testes contínuos. podem vir a ser manipulados no futuro. Veja o que ele nos diz: Você pode concluir que o estado atual da ciência é sempre provisório. grandes achados científicos que durante décadas foram considerados como a verdade absoluta. Por esta razão. Popper (1973) nos aponta outra questão importante a ser observada. Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP . pois a constante mudança da realidade vivida pode trazer surpresas em relação aos resultados previstos para as ações executadas.O Saber Científico como Ferramenta de Gestão Pública 16 Ao discutir o processo de evolução das ciências.. Fechamos aqui a última unidade da aula 1.

Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP .AULA 01 . Não vá em frente se algo não foi compreendido! Faça aqui suas anotações. para que você possa sedimentar seus conhecimentos aqui construídos. Nesta aula você estudou sobre o saber racional. realize as atividades de auto avaliação desta aula.. A seguir. Pôde conhecer a consolidação do uso da estatística como instrumento para gestão pública e também como se estrutura a gestão pública fundamentada no saber científico.O Saber Científico como Ferramenta de Gestão Pública 17 FECHAMENTO DA AULA Fechamos aqui o conteúdo da aula 1. o positivismo e as ciências humanas.. Dica Lembre-se: Qualquer dúvida retome o conteúdo e tire suas dúvidas com seu tutor.

Qualquer conhecimento produzido por outros tipos de experiência. A experimentação é rigorosamente controlada. Qualquer conhecimento produzido por outros tipos de experiência. portanto. os efeitos não controlados dessas intervenções. portanto. ao mínimo. estima-se. Conhecimento adquirido pelos sentidos. Atitude intelectual que visa considerar a realidade do objeto controlando ao máximo os preconceitos do pesquisador. portanto. a seguir. quantificativa. O sujeito conhecedor não deve influenciar esse objeto de modo algum. no domínio do ser humano. 2005.. no ambiente virtual! 1 Após seu estudo. p. medição e interpretação de fatos e. para afastar os elementos que poderiam perturbá-la e seus resultados. ( ) Experimentação ( ) Leis e previsão 3.O Saber Científico como Ferramenta de Gestão Pública 18 ATIVIDADES DE CONCLUSÃO DA AULA Atividade Realize a atividade. são resultado de múltiplos processos sociais de contagem. a seguir. os seres humanos estão. os números e as formas como eles estão organizados respondem às dinâmicas das disputas de poder em torno das regras sobre como e quem governa: eles são instrumentos de construção de discursos de verdade.. ( ) Experimentação Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP . Essas leis. pode demonstrar a precisão da hipótese. ( ) Validade 4. estão inscritas na natureza. ( ) Empirismo ( ) Objetividade 6. [. 5. e socialize com os demais alunos sua análise. submetidos. Relacione cada termo ao seu significado correto: 1. Conhecimento adquirido pelos sentidos. a experimentação.AULA 01 . pela experiência sensível. as leis que determinam o domínio físico. 27) 3. inevitavelmente. A ciência positiva é. Este modelo de saber supõe que se pode estabelecer.. Somente o teste dos fatos. dependem da circulação do poder para se reproduzirem”. (LIMA. como você explica a Gestão Pública Fundamentada no Saber Científico? 2 Reflita sobre a afirmativa de Lima. 2.] mais do que isentos. que almejam a objetividade e a legitimidade enquanto pressupostos. graças às mensurações precisas dos fenômenos. pela experiência sensível. deve intervir o menos possível e dotar-se de procedimentos que eliminem ou reduzam.

Christian & DIONNE. Curso Uso das Informações na Gestão das Ações de Segurança Pública SENASP . de V. Manual de metodologia da pesquisa em ciências humanas. Faça aqui suas anotações.crisp. Trad. Karl. 1999. POPPER.pdf. Jean. Belo Horizonte: UFMG. Renato Sérgio de. RAND CORPORATION. Porto Alegre: ARTMED. (1998) Diverting Children from a Life of Crime: measuring costs and benefits..br/tese_RenatoSergioLima.. Tecnos. LIMA.AULA 01 . A Construção do Saber. 2005. Contando Crimes e Criminosos em São Paulo: uma sociologia das estatísticas produzidas e utilizadas entre 1871 e 2000. La Logica de la Investigación Científica.O Saber Científico como Ferramenta de Gestão Pública 19 REFERÊNCIAS DA AULA LAVILLE. Sanchez de Zavala. 1973. Madrid.ufmg. Disponível em: www.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->