P. 1
Aula 02 - Fatores Ecológicos - Aloísio

Aula 02 - Fatores Ecológicos - Aloísio

|Views: 165|Likes:
Publicado porCamilla Cristina

More info:

Published by: Camilla Cristina on Mar 20, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/20/2012

pdf

text

original

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CURSO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS BACHARELADO – VESPERTINO. MÓDULO: OS SERES VIVOS E O MEIO AMBIENTE. AULA: 02.

PROFESSOR: ALOÍSIO RAMOS. TURMA: 2012.
FATORES ECOLÓGICOS Entendemos como fator ecológico todo elemento do meio capaz de agir diretamente sobre os seres vivos, ao menos durante uma fase de seu ciclo de vida. Esses fatores, ou um deles, podem atuar: # Eliminando espécies; modificando as taxas de crescimento populacionais; favorecendo o aparecimento de modificações adaptativas, ou seja, tais fatores podem influenciar de inúmeras maneiras e em intensidades diversas o desenvolvimento de uma população em sua área de vida; Classificação dos Fatores Ecológicos: Os fatores ecológicos dividem-se em: • Fatores Bióticos – representam a parte viva do sistema e suas interações. Exs: Predação, Competição, Parasitismo; • Fatores Abióticos – representam a parte não viva do sistema. São subdivididos nos seguintes fatores:  Fatores Climáticos – Exs: Radiação solar, umidade do ar, temperatura, pluviosidade, vento, etc;  Fatores Edáficos – aqueles que estão relacionados ao solo. Exs: estrutura, composição, composição química, pH, etc; Fatores Físicos e Químicos da Água – Exs: densidade, pH, temperatura, nutrientes químicos dissolvidos, etc; RADIAÇÃO SOLAR Radiação – Emissão e propagação de energia através do espaço, sob a forma de ondas eletromagnéticas, sonoras, luminosas, etc. O Sol emite radiações em faixa gigantesca de comprimentos de ondas. Estas faixas são emitidas desde o comprimento de 1/1000 de Å a vários metros de comprimento de onda. OBS: 1Å= 10-10m ou 1mµ = 10-9m *Fig. 1 - Espectro eletromagnético (O ponteiro acima conta o número de ondas que passam por qualquer ponto da figura); O número de ondas que passa por um ponto é a frequência de onda, geralmente medida em número de ondas por segundo ou Hertz (Hz). Outra forma de caracterizar uma onda é por seu comprimento, geralmente representada pela letra λ. Velocidade de propagação de onda é o número de ondas que atravessam um ponto por unidade de tempo. Ao arranjo contínuo das ondas, de acordo com os seus comprimentos, é dado o nome de Espectro Eletromagnético. Temos *Fig. 2.15 Ricklefs e fig.via Internet de espectro da luz branca com suas sete cores (Nota-se, da esquerda para a direita, uma escala crescente no comprimento de onda e um decréscimo no nível de energia. Observa-se ainda, da esquerda para a direita: Raios gama, Raios X, Raios ultravioleta, Raios da faixa do visível, Raios Infravermelhos e Ondas sonoras); Raios na faixa do visível – Os arco-íris e os prismas mostram que a luz consiste em um espectro de comprimento de onda que percebemos como as diferentes cores. A parte visível do espectro (e que é a região que mais chega à atmosfera terrestre) varia entre 3800 Å a 7770Å que é a que enxergamos e também é o intervalo utilizado para a fotossíntese. Esse intervalo é chamado de PAR - Região Fotossinteticamente Ativa; ULTRAVIOLETA Outra faixa importante é a colocada entre 1500Å e 3900Å que é a faixa do Ultravioleta. Esta faixa é dividida em três partes devido a suas propriedades e características, quais sejam:

É a chamada luz negra. A CAMADA DE OZÔNIO O ozônio é um gás resultante da união de três átomos de oxigênio. no máximo. período médio de permanência deste átomo na estratosfera. O gás freon (CFC) é utilizado como gás propulsor de aerossóis nos sprays. composto que se forma naturalmente nas camadas da estratosfera (entre 30-60 km) por meio de reações fotoquímicas (radiações ultravioletas). que se inicia perto de 15 km da superfície terrestre. UVA Já a UVA (3200 a 3900Å) por alguns é considerada prejudicial somente em altas doses. O NO2 combina-se com o oxigênio atômico.UVC A primeira faixa que vai de 1500 a 2800Å é considerada altamente biocida. é bactericida. Tem.12 Ricklefs (utilizem o texto das pgs. apresentando propriedades físico-químicas muito diferentes das outras formas (alotrópicas) O e O2. UVB A segunda faixa que vai de 2800 a 3200Å. na limpeza de circuitos eletrônicos. *Fig. três milímetros. Cerca de 700. alcança a superfície terrestre e causa queimadura solar (eritemas). migra para zonas mais próximas da Terra (20-22 km de altura). que pode reiniciar todo o ciclo ao se aliar a outra molécula de ozônio. Cl + O3 → ClO + O2 O monóxido de cloro (ClO) reage com um átomo de oxigênio formado a partir da foto-dissociação do ozônio e libera o cloro. para produzir O 2. Em dois anos. Entre 20 e 30 km de altitude existe uma concentração de ozônio relativamente elevada. transformando-se novamente em NO. Os CFC emitidos para a atmosfera alcançam a estratosfera e fazem os átomos de cloro (Cl) acelerarem a reação química que destrói as moléculas de ozônio. Duas das substâncias que mais afetam a camada de ozônio são os óxidos de nitrogênio (NO2) produzidos por reatores de motores de aviões supersônicos e o gás freon (clorofluorcarbonos ou CFC). denominada ozonosfera. usada em clubes noturnos nas décadas de 70 – 80. permanecendo como um elemento catalisador e destruidor de ozônio. como gás refrigerador em geladeiras e condicionadores de ar. devido a sua instabilidade. essa camada teria uma espessura de. sendo que o menor comprimento de onda que penetra na atmosfera está por volta de 2860Å. 100. O cloro não sofre nenhuma alteração. graças ao seu peso molecular. protegendo a superfície terrestre de seus efeitos prejudiciais. O2 → UV → O + O // ^^^ O + O2 → O3 A camada de ozônio corresponde a uma faixa de aproximadamente 30 mil metros de espessura. Outras Ações Antrópicas Prejudiciais Relacionadas à Camada de Ozônio Aviões que voam em grandes altitudes – liberação de óxido nitroso (NO2) + O = óxido nítrico (NO). originando as moléculas de ozônio.000 toneladas desta substância são jogadas ao ar anualmente (dados de 1990). produzindo o monóxido de cloro (ClO) e moléculas de O2. É um gás azulado. Se estivesse nas condições de pressão e temperatura do nível do mar. Importância da Camada de Ozônio Apesar da concentração máxima desta camada ser de uma parte em 30 milhões (30ppm). a camada tem a propriedade de absorver as radiações ultravioletas solares. . e outra parcela dele. se forma pela ação das radiações ultravioletas solares sobre as moléculas de oxigênio. porém uma parcela altamente benéfica por ser importante na síntese da vitamina D (ergosterol). 26.000 moléculas de ozônio são eliminadas. matando também outras células. presente na estratosfera. Parte desse ozônio se decompõe. que reage com o ozônio.471 a 473 como leitura). Esta zona da atmosfera. reduzindo-o a O2.

Metade desse aumento ocorreu durante os últimos 30 anos e a taxa de aumento parece estar crescendo. Nitrogênio e Oxigênio. Nos vegetais ela constitui cerca de 70%. de recursos e para a produção de descendência. ÁGUA A água apresenta muitas propriedades favoráveis à manutenção da vida. A queima de combustíveis fósseis adiciona cerca de 5 bilhões de toneladas. Vida Fora do Equilíbrio A vida existe fora de um equilíbrio com o mundo físico e em um estado de constante tensão com o mundo físico. A maior parte do peso de qualquer ser vivo compõe-se de água. Considere. Metano (CH4). fotos de ambientes em grandes cidades e comparação de geleira em 1940 e por volta de 2000. 2. gastando energia para contrabalançar a força da gravidade.  Funcionam dentro dos limites estabelecidos pelas leis físicas. Eles (os seres vivos) relacionam-se ao mundo físico:  Dependem da energia da luz solar e de nutrientes encontrados na água e no solo. *Fig. O nível de dióxido de carbono na atmosfera representa um equilíbrio entre os processos que adicionam CO 2 e os que o removem. CFC 7100x . Os cientistas prevêem que a temperatura continuará crescendo nos próximos 100 anos.O EFEITO ESTUFA Os principais gases da atmosfera. A intensificação do efeito estufa representa um grave problema.A Essência da Vida Embora a presença da água já tenha sido identificada em todo o universo. com um tremendo aumento na queima de madeira. sua existência em estado líquido. Durante os últimos 150 anos. Mudança Climática Global É o incremento. pois é a principal causa do aquecimento global. 26. A quantidade de metano emitida é bem menor.  Alteram e afetam o seu mundo físico. aproximadamente. . *Figs. em média.6 oC nos últimos 100 anos. capacita movimento em virtude de sua fluidez. mas também oferecem soluções para muitos de seus problemas. A temperatura da Terra aumentou 0. perfazem cerca de 99% do total. fisiologia e comportamentos são diretamente dirigidos na procura de energia. Água. carvão. é um excelente solvente e meio para processos químicos. de sua composição. suas estruturas. a concentração de CO2 na atmosfera era de ordem de 280 pp. 70% de seu peso formado de água. além do nível normal. Via Internet de gráfico mostrando aumento de temperatura do planeta desde 1860 até o ano 2000. somente na Terra foi comprovada. o desmatamento é responsável pela adição de quase 2 bilhões de toneladas de carbono na atmosfera anualmente. óleo e gás para produção de energia. Óxido Nitroso (N2O) e também vapor d’água. um pássaro voando.16 Ricklefs. Estes gases têm a capacidade de reter o calor na atmosfera. O corpo humano adulto possui também.4 bilhões de toneladas anualmente. mas seu “poder estufa” é: Óxido Nitroso 310x . Dentre os outros gases incluem-se os chamados “gases de efeito estufa”: CO2. Devido à quantidade em que é emitido. *Fig. mas seu “poder de estufa” é vinte vezes superior ao do CO 2. A concentração de N2O e dos CFC é menor ainda.12 Ricklefs. aumentou para mais de 350 ppm. por exemplo. Atualmente.Foi estimado que os oceanos absorvem cerca de 2. Inibições e Soluções As propriedades físicas do ambiente e dos materiais biológicos inibem a vida. Concentração de CO2 Antes de 1850. Os seres vivos têm uma proposta de existência. maior do que do CO2. o CO2 contribui mais para o aquecimento global (55%). tais como: é abundante sobre a maioria dos locais da Terra. da capacidade da atmosfera em reter calor. até agora.

Gay-Lussac. foi quem demonstrou que a água era composta de dois elementos químicos: o hidrogênio e o oxigênio. O mais eletronegativo atrai para perto de si o par de elétrons.ucs.molecula_agua. Outro francês. em maior proporção no sangue. os animais marinhos possuem composição sangüínea semelhante à do oceano atual. *Site interessante:www. hoje. por volta de 1920.. Sabe-se. o que conduziu à fórmula H2O.. Por essas e outras razões é que. muito provavelmente. a vida na Terra teve sua origem nos oceanos. Um exemplo de substância polar é a água. Existem basicamente dois meios de substâncias no que diz respeito à polaridade: polares e apolares.A importância da água para os seres vivos reside no fato de todas as substâncias por eles absorvidas e de todas as reações do seu metabolismo serem feitas pela via aquosa. apresenta grande estabilidade térmica. Macallum. onde um dado ponto é negativo e o outro é positivo. a água é quimicamente neutra. com exceção do potássio. Além disso. considerada solvente universal. considerado o verdadeiro fundador da Química. que essa complexidade depende essencialmente de uma propriedade química denominada pontes de hidrogênio. etc. em maior porcentagem na água do mar. o oceano de alguns milhões de anos atrás possuía mais potássio e menos magnésio que o de hoje. . O termo polar nos remete a ideia de opostos. Mas. possui a propriedade de dissolver grande número de substâncias químicas minerais e orgânicas. segundo os cálculos de geólogos. e do magnésio.br/. Isso é resultado da diferença de contribuição na ligação entre os elementos químicos diferentes. que estabelece a ligação com o outro átomo. realizou uma série de análises químicas da água do mar e do sangue de diferentes animais.jpg. Outrossim. e o prussiano Alexander Von Humboldt verificaram que a proporção destes elementos era de 2 para 1. OG RE I M M A R R N AI A E ON L I M 7% 6 RN EO I V EA E TL G 5% 0 PO SA RT T I TDS O O O S O AI M R N O G S S 10 0% 6% 0 ÁG U A DC O E 6 % 8 % TRA ER FM I E R 1% 8 4% 2 6 % 2% 8 Composição da Água Lavoisier. Verificou que as composições eram muito semelhantes. que é um caso extremo de atração entre dipolos.

uma forte tensão superficial. A água possui uma carga negativa parcial junto ao átomo de Oxigênio. onde há uma ligação hidrogênio a menos por molécula. em virtude dos elétrons não compartilhados.A água é uma molécula “polar” o que quer dizer que ela tem uma distribuição desigual da densidade de elétrons. o gelo flutua porque as ligações hidrogênio mantêm as moléculas de água mais afastadas no sólido do que no líquido. ou ponte de hidrogênio. Várias propriedades peculiares da água são devidas às pontes de hidrogênio. Uma atração eletrostática entre as cargas positivas parciais dos átomos de hidrogênio e a carga negativa parcial do átomo de oxigênio resulta na formação de uma ligação. Por exemplo. um alto calor específico e propriedades solventes quase universais. . e tem cargas positivas parciais junto aos átomos de hidrogênio. Também são devidas às ligações hidrogênio as propriedades físicas singulares da água. que incluem um elevado calor de vaporização.

que é de 1g/cm3) mais de 90% do volume de um bloco de gelo se encontra abaixo da superfície. Ricklefs. Por isso. os produtos resultantes deste metabolismo. Porém. formam uma camada de gelo à superfície. porém. 4 9 – 3=0 3 0 00 9 . principalmente a vaporização da água. que transforme energia química em mecânica e de um sistema que elimine. Definição de caloria (cal) Define-se caloria (cal) como a unidade de energia necessária para elevar de 1 oC o equivalente de 1g de água. devido à densidade do gelo ser 0. 9 9 091 . Além disso. Mas. . porque ela resiste às mudanças de temperatura. para flutuar e nadar não são necessários esses aparelhos complicados. sendo esse um exemplo de propriedades físicas. 7 9 096 . Tais fatores repercutem na maior estabilidade do clima terrestre e também do meio interno dos organismos. A água permanece líquida ao longo de um amplo intervalo de variação de temperatura. permitindo que plantas e animais aquáticos ali encontrem refúgio durante o inverno. A maioria das gorduras e óleos possuem densidades entre 90-93% da densidade da água pura.2. 0 0 09 . de o 14. os corpos d’água. também rapidamente. ao se congelarem. A quantidade de mil calorias (103) constitui uma quilocaloria (Kcal ou Cal). o que significa que ela resiste ao fluxo ou ao movimento de um corpo através dela. A água possui o maior calor específico. 9 9 097 . enquanto logo abaixo dela a água permanece no estado líquido.5 C a 15. 9 9 09 . A maior densidade. a temperatura da água muda lentamente. que é compensada pela pressão interna dos líquidos existentes nos tecidos e espaços entre os órgãos. 5 9 090 . Algumas gotas de óleo ou gases são encontrados nos organismos para facilitar a flutuação sem gasto de energia. a água conduz o calor rapidamente. 9 9 10 . Os animais que se locomovem no ar necessitam de um sistema rápido. Em grandes profundidades os seres vivos estão expostos a uma enorme pressão. ultrapassado somente pelo amoníaco líquido e pelo hidrogênio líquido. Caloria A quantidade de calor necessária para aquecer um grama de água em 1oC corresponde a 1 caloria. quando tem peso específico igual a e não . A alta densidade e a viscosidade tendem a retardar o movimento.Algumas Propriedades da Água A maior densidade da água é 1g/cm3 (ou 103 kg/m3). T PAR E ET A MR U 0 1 2 3 4 5 1 0 1 5 2 0 2 5 3 0 3 5 5 – 1= 0 2 2 0 00 6 5 . Isso confere à água grande capacidade de tampão térmico. mas também estabelecendo limites.5 oC. *Fig.92 g/cm3 (não muito diferente da água líquida. 8 9 090 . 9 9 09 . seu ponto de congelamento. Isso significa que uma grande quantidade de energia é necessária para o aquecimento e para a mudança de estado.2. Desse modo. Além de sua grande densidade. Em virtude disso. criando um ambiente favorável à vida. 9 9 092 . a água é também viscosa. o gelo flutua sobre a água fria em estado líquido. mesmo quando o calor é removido ou acrescentado rapidamente. facilita a natação e a flutuação. 9 9 09 . Tal fato impede o congelamento do fundo dos mares e dos oceanos. o que tende a espalhá-lo uniformemente por meio de um corpo de água. 0 o C 09 . 18 POP E EE S SC ÍF O I C 8 9 6 7 9 7 2 0 9 9 6 7 9 2 9 2 0 0 0 0 9 9 9 1 27 7 25 6 33 2 79 3 76 5 5 9 Cada 10m de coluna de água corresponde à pressão de uma atmosfera.

H3N) e os óxidos (CH3OH. -36 4 . sua temperatura e ebulição seriam de cerca de -80 oC. Em um clima quente e seco. Todas as águas naturais contêm substâncias dissolvidas. Por causa de sua grande capacidade de dissolução de várias substâncias.01-0. Lagos e rios contém 0. Já os oceanos possuem cerca de 3.4% de minerais dissolvidos. há uma regra na qual as temperaturas de fusão e de ebulição são diretamente proporcionais ao peso molecular. água e superfície de gelo. H 2 O 0 (H C 3 )2 O -1 . H2T. processo que ocorre quase continuamente pela vegetação. Se a água acompanhasse essa regra. que possuem também cargas positivas e negativas. ou seja. o que acarretaria que mesmo nos lugares mais frios da terra ela existiria em estado de vapor. E m Fã uo s oC H2T e -5 1 H2S e -6 4 H2 S -8 9 2 . adquire alguns minerais das partículas de poeira. Quase todas as substâncias dissolvem-se na água em alguma extensão. assim como a temperatura das florestas e de grandes massas de água são reguladas por meio da evaporação. Para todos os outros compostos químicos de estrutura molecular semelhante à da água. A água da chuva. tanto para o organismo quanto para o clima. A existência de alguns minerais dissolvidos na água comprova o resultado de seu poder de dissolução. a água proporciona um meio no qual elas podem reagir para formar novos compostos. A água é um poderoso solvente em virtude de sua carga de polaridade. separando-os nos íons que os compõem. 35 8 ( C O 2H5 )2 -1 . 1 0 0 -2 6 35 . o sal se dissolve. por exemplo. tornando-as acessíveis aos sistemas vivos. Na presença de água. a água não deveria ser líquida à temperatura ambiente normal. 23 3 El bi u çã o -4 -4 2 -6 8 1 . H4C. Esse é um dos maiores reguladores de temperatura. os íons desse sal são fortemente atraídos pelas moléculas de água. Água Líquida – Um Acontecimento Extraordinário Na realidade. Exemplo com o NaCl O cloreto de sódio (NaCl) contém íons Na+ e íons cloro (Cl-). a temperatura corporal é mantida em grande parte pela transpiração da superfície corporal. A força de atração da água é mais forte que as forças que mantêm os cristais do sal juntos.O Mais Alto CALOR DE EVAPORAÇÃO Durante a evaporação é absorvida 536 cal/g. retirando outros enquanto escoa sobre e sob o solo. . com isso ela contraria algumas leis importantes da Física e da Química.02% de minerais dissolvidos. C2H5OH). organizados em uma estrutura cristalina. os hidretos (H2S.

É o caso da soda cáustica ou hidróxido de sódio. formando sedimentos de calcário. Mg2+ e SO4-.5. os hidróxidos. T meaua e pr t r V . O ácido no estômago humano possui um pH de 1. Nos oceanos. aua r st r 0 1 2 3 4 1 0 1 5 2 0 2 5 2 6 2 7 3 0 çã d O o e 2 1. também chamados álcalis ou bases.(bicarbonato) e SO4-. para os processos vivos. Minerais na Água Salgada A pequena quantidade de cálcio na água do mar é resultado do limite de solubilidade alcançado pelos compostos que a formam. sua entrada segue o caminho de precipitação. medida em moles por litro. Sendo muito alta a solubilidade de compostos de sódio (cloreto 360g/l e bicarbonato 69g/l). A concentração de íons hidrogênio em uma solução é chamada de acidez. ou seja. Em altas concentrações. mas continuam acumulando Na+. O Oxigênio é Muitas Vezes Limitante na Água A baixa solubilidade do oxigênio na água freqüentemente limita o metabolismo dos animais em hábitats aquáticos. porém uns se dissociam mais (ácidos fortes) e outros menos (ácidos fracos). o cálcio forma imediatamente carbonato de cálcio . é 7. HCO3.5 75 . Ou seja.1 79 . As concentrações de minerais na água doce refletem a composição e a solubilidade dos materiais por meio dos quais escoa. quando misturados com água. HCl → Cl.7 Ricklefs. que é o negativo do logaritmo comum da concentração do íon hidrogênio. quando o ácido clorídrico se dissocia na água. *Fig. produzem ânions OH. definido como pH neutro. Estando já saturado no mar. a maior parte de NaCl levado para dentro do mar permanece dissolvido. A acidez é comumente medida numa escala de pH. geralmente negativas. 9 37 1.pouco solúvel em água. Isso acontece.3 e 7. 7 30 1. 2. produzindo H +. eles afetam as atividades da maioria das enzimas e trazem outras conseqüências. 5 12 1. estes ácidos podem produzir valores de pH que se aproximam de 0. 7 41 1.+ H+ Todos os ácidos dissociam-se na água. NaOH → Na+ + OHOs íons hidrogênio (H+) merecem atenção especial porque são extremamente reativos. 1 mole de H + por litro. as águas oceânicas estão saturadas de Ca 2+. o que significa que a concentração de íons de hidrogênio é 10 -7 (0.7 81 . *Fig.6 Ricklefs: minerais na água salgada. 2. 7 00 91 . Cl-.Água Doce X Água Salgada: Diferenças na Composição e na Quantidade Existente A água salgada é rica em Na+. Enquanto as que correm sobre rochas graníticas contêm poucas substâncias dissolvidas. 7 45 1. por exemplo. O ph (Concentração de Íons Hidrogênio) Mede a Acidez ou a Alcalinidade Um átomo de hidrogênio que perde seu único elétron torna-se um cátion constituído por um próton (que tem carga positiva). A água que flui através de rochas calcárias (calcário – basicamente constituído por CaCO3) possui altas concentrações de íons cálcio e de bicarbonato. Por outro lado.2 m / g l . V loe d s t r a r s e aua çã d o ig n e d r ne t meaua d o e x ê io m ifee t s e p r t r s e oC ág a u. 3 34 1. Em altas concentrações.0000001) moles por litro.(Oxidrilas ou Hidroxilas). enquanto mantemos o pH de nosso sangue entre 7. A água doce é rica em Ca2+. Os ácidos fortes. se dissociam quase completamente quando dissolvidos em água. como o ácido sulfúrico (H 2SO4) e o clorídrico (HCl). O pH da água pura.0 82 .

que é armazenado para uso posterior.obtêm sua energia de fontes inorgânicas e utilizam-na para reduzir o carbono. Sendo essas fontes ricas em carbono. ou seja .obtêm sua energia pelo consumo orgânico. NH4+ Fotossíntese e Respiração Entendamos a fotossíntese e a respiração como reações complementares que: # Reduzem o carbono (fotossíntese)**: Energia + 6CO2 + 6H2O  C6H12O6 + 6O2 **A água é o doador de elétron (agente redutor). abaixo do limite de penetração da luz em corpos de água profundos. proteínas e por outras moléculas biológicas. # energia é liberada quando ligações são quebradas. liberando energia. alimentam-se de outros organismos. seja por predação. frequentemente envolvem átomos de carbono. Subdividem-se em:  Fotoautotróficos – obtêm energia da luz.  Quimioautotróficos – obtêm energia da oxidação de compostos orgânicos. Além disso. OBS: # energia é necessária para criar ligações. Esses compostos contêm energia na forma de ligações químicas. e em sedimentos e solos saturados de água. como as camadas mais profundas de água em lagos e os sedimentos lodosos dos charcos e mangues. # OXIDAÇÃO remove elétrons. entre os átomos de carbono. os quais são oxidados. que é muito mais baixa na água do que no ar. # REDUÇÃO adiciona elétrons. . 2.8 Ricklefs. são chamados de hábitats anaeróbicos ou anóxicos. • Autotróficos . tais como: H2S. parasitismo.Pr e t g m eL zI c e t oc na e d u n id ne 5 1 0 5 0 10 0 0m Vr e o emlh o jad ran Ala 1m 4 2m 0 V io m A le ta a re lo 3m 0 Ve rd e 4m 0 Azu l 5m 0 6 5m 0 7m 0 Esta limitação é composta pela taxa de difusão de oxigênio. Oxidação – Redução As transformações de energia processadas pela oxidação e pela redução. principalmente. exigindo energia no processo. O Carbono e o Oxigênio Estão Envolvidos nas Transformações Biológicas de Energia Os organismos são compostos por carboidratos. *Fig. Seres Heterotróficos e Seres Autotróficos • Heterotróficos . lipídios. destituídos de oxigênio. Hábitats. nenhum oxigênio é produzido por fotossíntese.

enquanto o Fósforo está cerca de 0.# Oxidam carbono (respiração)**: C6H12O6 + 6O2  Energia + 6CO2 + 6H2O **O oxigênio é um elétron receptor (agente oxidante).25 Sódio(Na) .0. Nitrogênio e Fósforo estão entre os elementos essenciais mais importantes e são frequentemente limitantes. Outras estratégias para retardar a taxa de afundamento é o aparecimento de bexiga natatória cheia de gases em peixes.2. Águas doces são ricas em Ca+.8 Carboidratos . Tensão superficial Na física.6 Sais minerais . HCO3-.0.Br. por exemplo. há a presença de estruturas (bulbos).35 Enxofre(S) . Exemplos disso são as seguintes situações: uma moeda flutuando em copo de água. de peixe dissecado mostrando bexiga natatória e Fig. preenchidas de gases. # Acumulação de lipídios. A concentração de CO2 em águas com pH próximos de sete é a mesma que no ar.4% de minerais dissolvidos. raias) de componentes mais pesados do esqueleto.3 Sub-total = 96.Cu. A tensão superficial está relacionada com a diferença de pressão entre os dois lados de uma interface.5 Outros compostos . Cl-.0.40 mg/l. As plantas aquáticas têm uma fonte mais segura do que as terrestres.01 a 0. Já os oceanos contêm cerca de 3.80 Fósforo(P) .0.000% Águas naturais contêm substâncias dissolvidas.1.15 Magnésio(Mg) . Quase toda substância se dissolve na água em alguma extensão. Organismos aquáticos encontram densidade neutra através de: # Redução (peixes ósseos) ou eliminação (tubarões.0 Cálcio(Ca) .0.3 Ricklefs.038 Total = 100.18 Hidrogênio(H) .0.1 mg/l. As águas diferem no conteúdo de seus nutrientes essenciais.I e Co) .01mg/l.15 Gorduras .10 Nitrogênio . Mg2+. Aproximadamente toda água contém algum tipo de substância dissolvida. Além disso.15 Cloro(Cl) . Em uma típica água doce o Nitrogênio se encontra em 0.01% a 0.65 Carbono(C) . mas facilita a flutuação.005 Subtotal = 99. Em situações de pH entre 6 e 9 o carbono é convertido rapidamente em: CO2 + H2O  H2CO3  H+ + HCO3 Relações entre Viscosidade e Água A densidade da água é cerca de 800 vezes a do ar. A água salgada é rica em Na+.Mn.20 Potássio(K) .65 Proteínas . a tensão superficial é um efeito que ocorre na camada superficial de um líquido que leva sua superfície a se comportar como uma membrana elástica. # Uso de bexiga natatória inflada de gases. alguns insetos (hemípteros aquáticos) caminhando sobre o lençol de tensão superficial da água. enquanto o Fósforo está em cerca de 0.05 Flúor(F) . A água da chuva contém gases dissolvidos e traços minerais. contêm cerca de 0.02% de materiais dissolvidos.0. Dióxido de Carbono nas Plantas Aquáticas *Fig.23 Ricklefs. *Fig. Em água salgada o Nitrogênio está abaixo de 0. como em Kelps. .962 Outros (Zn.2.007 Ferro(Fe) . Composição Química Média das Substâncias na Célula PRINCIPAIS SUBSTÂNCIAS (%): Água .0. *OBS: A viscosidade da água retarda o movimento dos organismos.1.1 COMPOSIÇÃO MÉDIA DOS ELEMENTOS (%): Oxigênio .12 Ricklefs. Lagos e rios. A água é um poderoso solvente por causa de sua carga de polaridade.1.10 e 2. *OBS: Alguns organismos são aerodinâmicos.01 mg/l. *Fig. Outros funcionam como “pára-quedas”.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->