Você está na página 1de 2

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Nota anterior Todas as notas Prxima nota

Empresas | 06:01

AB InBev negocia uma das maiores fuses da histria


Compartilhe:

Twitter

A AB InBev, principal cervejaria global, est perto de fechar o que pode ser um dos maiores negcios do mundo. A cervejaria, liderada pelos brasileiros Jorge Paulo Lemann, Carlos Alberto Sicupira e Marcel Telles, negocia a compra da SABMiller, a segunda maior cervejaria do mundo. O negcio gira em torno de US$ 80 bilhes. Se for fechada, a negociao dar AB InBev controladora da Ambev um tero do mercado de cerveja do planeta. A AB InBev e a SABMiller so complementares. Somente na China e nos Estados Unidos poder haver sobreposio de negcios. Mas, nas outras regies do mundo, as atividades das duas gigantes so complementares. A AB InBev no esconde seu poderio financeiro. Trs anos depois de ter comprado a Anheuser-Busch, dona da marca Budweiser, a companhia j quitou o montante que estava previsto para ser pago em cinco anos. Com isso, a empresa j tem caixa para novas aquisies. Uma das caractersticas do trio que comanda a cervejaria o apreo por fazer negcios em tempos de crise. O primeiro grande passo dos scios foi a compra da Brahma, s vsperas da primeira eleio direta no Pas. Apavorados com a ideia de Luiz Incio Lula da Silva vencer o pleito, os donos da Brahma venderam a cervejaria a um preo abaixo do mercado. Mas, naquele ano, Lula foi derrotado nas urnas por Fernando Collor de Mello. Em 1999, em meio a uma forte desvalorizao do real, a Brahma se uniu Antarctica, criando a Ambev. Cinco anos mais tarde, a empresa fechou a compra da cervejaria belga Interbrew. Em 2008, em meio ao estouro da crise mundial, a Ambev fechou a compra da AnheuserBusch.

E agora, enquanto os pases desenvolvidos se veem em uma nova turbulncia global, a companhia pode fechar o maior negcio da histria.