P. 1
Biologia VISÃO GERAL A Biologia é a ciência que estuda a vida de todos seres vivos

Biologia VISÃO GERAL A Biologia é a ciência que estuda a vida de todos seres vivos

|Views: 2.330|Likes:
Publicado porIsabella Silva

More info:

Published by: Isabella Silva on Mar 24, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/20/2013

pdf

text

original

Biologia VISÃO GERAL A Biologia é a ciência que estuda a vida de todos seres vivos (bio= vida; logos= estudo

) e as formas pelas quais eles reagem à vida. Preocupa-se com sua origem e evolução. É importante ressaltar que entender os princípios biológicos ajuda-nos a lidar, de forma inteligente, com temas do cotidiano como saúde, nutrição e higiene, bem como o conhecimento da diversidade de formas existentes, permitindo-nos o respeito e sua preservação. ÁREAS DE ESTUDO DA BIOLOGIA Cada área tem pro objetivo o estudo de determinados aspectos dos seres vivos. No entanto, todas as áreas relacionam-se entre si. As principais áreas de estudo da Biologia são: · Citologia – estudo da célula; · Histologia – estudo dos tecidos; · Embriologia – desenvolvimento do embrião; · Taxonomia e Sistemática – parentescos entre os seres vivos e sua classificação em grupos; · Anatomia – estudo da estrutura e forma de células, tecidos, órgãos ou sistemas; · Fisiologia - estudo do funcionamento de células, tecidos, órgãos ou sistemas; · Genética – estuda os mecanismos de transmissão do material hereditário dos seres vivos; · Evolução – estudos das modificações sofridas pelos seres vivos e a origem de novas espécies; · Ecologia – estuda a relação dos seres vivos com o meio ambiente.

O MÉTODO CIENTÍFICO A palavra ciência, derivada do latim, significa conhecer, saber. Assim sendo, a Biologia busca respostas para os eventos ocorridos na Natureza. No entanto, essa busca deve ser realizada com a utilização de critérios estabelecidos – o método científico. A primeira etapa do método científico consiste na observação crítica dos fatos e questionamentos de modo que se obtenha respostas – são as hipóteses. Após a formulação da hipótese, o cientista busca informações específicas e as reúnem aos seus conhecimentos gerais – a indução. Levantada a hipótese por indução, esta deve ser testada por novas observações e/ou experimentos. Sendo confirmada a hipótese, esta torna-se uma teoria. Resumo das Etapas do Método Científico 1. Observação crítica; 2. Formulação de hipótese; 3. Dedução; 4. Experimentação; 5. Teoria. Fonte: http://pt.shvoong.com/exact-sciences/biology/1686583-biologia-vis%C3%A3ogeral-m%C3%A9todocient%C3%ADfico/#ixzz1q3oEOWSy
Por: Cristina Knihs Zierke

Você é dessas pessoas curiosas, que observam o mundo com atenção e procuram realmente compreende-lo? Que levam sempre em conta o que já se conhece sobre determinado assunto antes de tirar suas conclusões? Em caso afirmativo, seu procedimento segue alguns dos princípios do método empregado pelos cientistas para fazer ciência. Mas o que é ciência, afinal? Em linhas gerais, pode-se definir ciência como um método rigoroso para investigar a natureza, tentando explicá-la de acordo com regras lógicas. Nessa empreitada, o cientista utiliza procedimentos -métodos científicos – que se assemelham aos empregados pelos detetives em suas investigações.

Além de entender como os organismos funcionam. possibilitando assim sua cura e prevenção. como cidadãos conscientes. você compreende a intrincada rede biológica do qual fazemos parte. Em nosso dia-a-dia. essas atitudes podem ajudar-nos a tomar decisão.Para testar essa hipótese. Em alguma medida. Conhecer melhor a trama da vida é fundamental para que possamos atuar. criar variedades de organismos antes inexistentes. digamos. Se ele estiver ligado à tomada. Agimos cientificamente quando. recorrendo a certos procedimentos lógicos para descobrir como as coisas funcionam ou por que elas acontecem. podemos e devemos agir "cientificamente" em nossa vida cotidiana. Cada novo fato descoberto pode fortalecer uma explicação. Por exemplo. Biologia. Observação: análise crítica dos fatos. temos um "palpite" de por que ele está ocorrendo. você liga a televisão e ela não funciona. ao estudar Biologia Humana. produzir cópias idênticas de um organismo adulto ou mesmo prever doenças antes que elas se manifestem. Etapas do método científico 1. têm dado à humanidade enorme poder de modificar a natureza. Novíssimos campos de pesquisa biológica como a Biotecnologia e a Engenharia Genética. você rejeitará a hipótese e formulará outra. Hoje já é possível. O procedimento científico é. esse "palpite" é o que os cientistas chamam de hipótese. Para testar essa nova hipótese. Além de tudo. as vantagens são muitas. portanto uma ferramenta poderosa à nossa disposição que pode ser útil para melhorar nossa compreensão do mundo. a partir da observação de determinado acontecimento. como cidadão. A utilização ou não desses conhecimentos deve ser decidida pela sociedade.Tanto o cientista quanto o detetive observam cuidadosamente os fatos e tentam explicalos. Um conhecimento mais aprofundado sobre o fenômeno da vida permite entender melhor a causa das doenças. o que poderá provocar mudanças positivas em sua vida. tentar acender a luz ou ligar outro aparelho elétrico. basta olhar o cabo de alimentação. que a televisão não está ligada à tomada. juntamente com todos os outros seres vivos da terra. Que vantagem um futuro professor de Educação Física teria ao estudar essa disciplina? Sem exageros. precisa conhecer os fundamentos da ciência biológica. você entrará em contato com o modo científico de pensar e proceder. provavelmente. Seu primeiro palpite será. ou desacreditá-la. por exemplo. na busca de soluções para um dos maiores desafios da humanidade: a preservação do ambiente terrestre. . e esse é um dos motivos pelos quais você. você poderia. que possivelmente será: está faltando energia elétrica.

sem vida. a partir de moscas que visitaram e contaminaram a carne dos frascos abertos. com o surgimento do primeiro micorscópio. Após alguns dias. A Abiogênese e a Biogênese. O segundo. defende o surgimento da vida a partir de seres vivos pré-existentes. 3. Redi deixou frascos abertos para que a carne ficasse exposta. surgiram "vermes" (larvas na realidade) com de costume. vida gerando vida. ele pode assegurar que os "vermes" não tinham surgido da carne. seu surgimento. não surgiram os "vermes". Com este experimento. Redi obteve um grande reforço para a Biogênese. Redi contastou que nos frascos abertos.2. daremos destaque à alguns que foram significativos para a compreenção de todo o processo de surgimento da vida. Redi elaborou dois grupos de experimentos. Formulação de hipótese: possível resposta a uma pergunta ou solução de um problema. Hipóteses para a origem da vida . No primeiro grupo (controle). No segundo grupo (teste). inanimada. local onde teria a força vital para o surgimento da vida tão defendido pela Abiogênese. ou seja. Etapa em que se aceita ou se rejeita uma hipótese. Experimentação: teste da dedução ou novas observações para testar a dedução. Redi utilizou-se dos mesmos tipos de recipientes. defende o surgimento de vida a partir da matéria bruta. representando o que ocorre naturalmente. Em meio aos debates diversos experimentos foram realizados e destes. Um estudante decidiu testar os resultados da falta de determinada vitamina na alimentação de um grupo de ratos. Duas vertentes se confrontavam neste processo de enriquecimento do conhecimento. Após alguns dias. Ao se realizar o experimento deve-se trabalhar com grupo de controle. Entretando. 6. 4. Questionamento: elaboração de uma pergunta ou identificação de um problema a ser resolvido. O primeiro. mas sim. Os cientistas e seus experimentos Um conhecido cientista foi Francesco Redi. Esta experiência esta certa? Origem da Vida tendo o conhecimento do método científico como ferramenta importante para a comprovação ou contestação de fenômenos. surgiu também o conhecimento quanto à existência dos microorganismos. defensor da Biogênese e realizou experimentos para a avaliar o surgimento de larvas na carne em putrefação. Colocou então cinco ratos em uma gaiola e retirou de sua dieta os alimentos ricos na vitamina em questão. Concluiu então que esta vitamina desempenha algum papel no crescimento e manutenção dos pêlos. Feita uma análise mais aprofundade e com base nos dados de suas observações. inciou-se um grande momento de debates referentes à origem dos seres vivos. os pêlos dos ratos começaram a cair. tempo depois. Entretanto. Ex. Conclusão. nos frascos fechados com gaze. A gaze foi utilizada por permitir o contato com o ar exterior. os frascos estavam fechados com gaze. entretando. Realização de dedução: previsão possível baseada na hipótese. 5.

Anônimo . O meio científico trabalha sobre longos e fortes evidências e experimentações. devemos informar que tais vertentes não são científicas. aborda em seus estudos o mundo material. Não é muito diferente de tribos isoladas da sociedade moderna que acreditam na existência de deuses que controlam o mundo natural. não existem comprovações científicas a cerca dessa possibilidade. ambientes com condições extremas para a sobrevivência de vida. Em termos conceituais e/ou históricos. 2. Hipótese criacionista Os defensores desta hipótese acreditam no surgimento da vida a partir da influência de uma entidade superior. Entretando. encontraram formas de vida muito primitivas. os quais. bem antes de existir ciência. Nessa situação de instabilidade. pois. bactérias. Criacionista. na visão científica passa a ser um fenômeno natural. Devemos destacar que esta hipótese é baseada apenas na crença (fé) de seus defensores. pois. antes mesmo de sugirem indivíduos com coragem de criticar tal possibilidade. da água. pois. Hipótese Autotrófica Esta hipótese defende a idéia de que as primeiras formas de vida que surgiram no planeta deveriam ser autótrofos quimiossintetizantes. as religiões sentiram-se "esbofeteadas". pois. ou seja. o qual. 4. foi criada à tempos pelos povos como uma forma de compreender e justificar sua existência no mundo. tentam desesperadamente mascarar suas crenças com uma aparência científica. ao estudarem vulcões marítimos. da caça e etc. alguns cientístas. tendo em vista o achado de vestígios dessa matéria em resíduos de meteoros. Autotrófica. não o espiritual. ela é a mais antiga de todas. são submetidos ao mundo através das publicações científicas. deuses da terra. vertentes religiosas como o Intelligent Design (ID) e o Criacionismo científico. Qual a primeira forma de vida que teria surgido no planeta? Hipóteses 1. um cirador. não seguem o empirísmo do método científico.Após a reviravolta feita por Pasteur. os estudos passaram a se concentrar na orgiem da vida. pois. Com o surgimento da criticidade do mundo natural advinda da ciência. Heterotrófica. 3. o que antes era uma explicação divina. material. diferente do que é feio pela ID e pelo Criacionismo científico que são apenas pseudociências. Panspermia cósmica.30/03/2008 Panspermia cósmica Esta hipósete defende a idéia do surgimento da vida a partir de matéria orgânica trazida ao planete por meteoros. Uma região vulcânica .

Estes indivíduos deveriam se alimentar dos mesmos tipos de moléculas orgânicas que os formavam. por sua vez. a forma de vida mais similar ao das primeiras seres vivos. apesar das muitas evidências e possibilidades. podemos observar mais atentamente o processo evolutivo. Observe que a respiração só poderia surgir após a fotossíntese dada a necessidade de O2. se as primeiras formas de vida surgiram quimissintetizantes. Durante a formação do planeta. necessitavam de materia orgânica disponível para sobreviverem e.atualmente seria o mais próximo do ambiente que propiciou o surgimento da vida no início da formação do planeta. gases da atmosfera. As condições ambientais propiciaram tal fenômeno dada a grande quantidade de O2 liberada pelo fotossintetizadores. em condições extremas. como dito antes. descargas elétricas. uma grande liberação de osigênio (O2) para a atmosfera. o sucesso reprodutivo (Fitness) dos indiíviduos culminou com um acelerado crescimento populacional e.30/03/2008 Com o surgimento dos coacervatos. desta forma. O primeiro indivíduos. Todas essas condições abióticas propiciaram a formação de moléculas orgânicas que. Hipótese Heterotrófica Esta hipótese defende a idéia de que as primeiras formas de vida eram indivíduos heterótrofos e. tornando-a oxidativa. Anônimo . mesmo que muito distantes. nos mares e oceanos primitivos. estes. os coacervatos. como heterótrofos. . liberaram grandes quantidades de dióxido de carbono (CO2) para a atmosfera. Sendo assim. Um atmosfera rica em CO2 propriciou o surgimento de indivíduos fotossintetizadores. A hipótese heterotrófica é a mais aceita no meio científico. ainda à um nível molecular. Agora. por sua vez. não possuíam a capacidade de produzir o próprio alimento em seu aparato metabólico. Tais estruturas foram consideras as pré-células e primeiras formas de vida devido a existência de metabolismo entre as moléculas que as formavam. conseqüêntemente. com grandes quantidades de calor. dada a necessidade do CO2. pois. portanto. já deveriam possuir grande complexidade. Tal hipotese não possui muita ênfase. como conseqüência. o processo evolutivo desencadeou o surgimento de indivíduos com a capacidade de realizar o processo de respiração celular. entre um população de fermentadores e fotossintetizantes. interagiram originando as primeiras formas de vida. eram fermentadores e. Observe que o processo fotossintético só poderia surgir após o fermentativo. aquelas bactérias quimiossintetizantes seriam. Os indivíduos que realizavam respiração obtiveram sucesso graças à grande rentabilidade energética do processo. mas devemos destacar que a origem da vida ainda não está comprovada. alimentaram-se das moléculas orgânicas nos mares através de processo fermentativo. teria surgido a vida. sais e água. ao tornaram-se autótrofos e reduziram a competição por alimento tendo em vista a capacidade adquirida de produzir o mesmo. Reduzida a competição por alimento.

Anônimo . como a . Miller adicionou os gases para representar a atmosfera primitiva. Nesse experimento.Tenha atenção no seguinte: Algumas pessoas confundem o processo evolutivo. Miller comprovou haver possibilidade de formação de matéria orgânica a partir da matéria inorgânica em condições totalmente abióticas. A vida surge há cerca de 3. os seres estão constantemente em modificação. Outras teorias. suceptivéis às condições ambientais. na realidade. ou não. Assim como explicar "o que é a vida" é ainda mais obscuro para a Biologia explicar "como surgiu a vida". O experimento comentado foi realizado por Stnley Miller e Harold Urey. Miller disse ter observado a formação dos coacervatos. aminoácidos simples e peptídeos. contastou que era matéria orgânica. Entretando. Tais experimentos trazem um maior reforço à teoria da origem da vida. Outros cientístas realizaram o mesmo experimento de Miller com diferentes composições de gases afim de testar a influencia dos mesmos no processo de formação da matéria orgânica.5 bilhões de anos quando o planeta tem uma composição e atmosfera bem diferentes das atuais. não determinador. A primeira idéia foi a de que a vida teria vindo do espaço. mas não sua comprovação. Hoje a hipótese mais difundida é a da origem terrestre. achando que as alterações no ambiente conduzem uma modificação nos seres. Miller observou a produção de um material no fundo do recipiente e. água aquecida para representar os oceanos primitivos. Tentei ser breve e espero ter sido claro para que possam aproveitar as informações. Algumas delas convivem atualmente e não há como comprová-las ou refutá-las. As primeiras formas surgem em uma espécie de caldo de cultura resultante de complexas reações químicas e de radiação cósmica. tais modificações são fruto das recombinações genéticas e mutações e podem ser.30/03/2008 Evidências que reforçam a origem da vida Um importante experimento foi realizado para tentar se comprovar a orgiem da vida por meio de condições abióticas. Existem várias teorias que buscam esclarecer como isso ocorreu. Entretanto. fruto de uma "semente" de outro planeta. ao analisá-lo. mas que estes não possuiam estabilidade. Em todos os experimentos. isso significa que o ambiente atua como agente selecionador das características. Em seu aparelho. mesmo com diferentes composições de gases. tal experimento apenas conseguiu evidenciar a possibilidade do acontecimento. Miller elaborou um aparelho que objeiva imitar as condições da terra primitiva. sais e descargas elétricas. Após algumas dias de funcionamento. Qualquer detalhe ou dúvida sobre as informações. Até hoje não existe uma resposta científica definitiva sobre a origem da vida no planeta. foram obtidos aminoácidos simples. perguntem e questionem. Com este experimento.

sua aceitação não depende do prestígio ou do poder de persuasão do pesquisador. s passos do método científico O método científico possui um percurso normalmente seguido pelos pesquisadores que tem como etapas fundamentais: • Observação. Conclui. para se verificar se confirmam ou refutam as hipóteses apresentadas. ou seja. o hábito de fumar: um grupo de fumantes e um grupo de não-fumantes. pressão sanguínea inicialmente normal etc. será necessário rejeitar as hipóteses iniciais e elaborar novas. mas de suas evidências científicas. tais como pressão arterial elevada. Caso os resultados ainda assim não se confirmarem. que "fumar aumenta a chance de ter doenças cardíacas". Depois de encarar o fato como um problema. ou seja. as conclusões obtidas podem ter valor. então. outros fatores capazes de provocá-las. Além disso. levantam-se possíveis explicações. • Levantamento de questões. • Conclusões. um desafio é o controle sobre todas as variáveis envolvidas. para que sejam analisados e criticados por outros pesquisadores. Ele passa a acompanhar centenas de fumantes durante vários anos. mesmo sexo. Cada uma delas é uma hipótese. mas hoje já foi provado que partem de premissas equivocadas. idade avançada. Os resultados dos experimentos devem ser criteriosamente analisados. Assim. elas sãorepetí veis. as hipóteses passam a ser aceitas como teorias. Experimentos controlados Na realização de um experimento. Sua hipótese é que "pessoas que fumam têm mais doenças do coração que as que não fumam". Vejamos um exemplo: um médico que atende pessoas adultas acredita existir correlação entre o hábito de fumar e as doenças do coração. • Publicação. O cientista verifica a ocorrência de um ou mais fatos. Em segundo lugar.da Geração Espontânea tiveram grande valor e impacto na época em que foram divulgadas. A única diferença entre eles deve ser a variável que está sendo testada. os experimentos deverão ser checados e repetidos. devemos saber se as pessoas que apresentaram doenças cardíacas tinham. Confirmados os resultados. eles devem ser publicados em revista científica. Uma forma de testar essa hipótese é a execução de um experimento controlado. que pode envolver o acompanhamento de dois grupos homogéneos. isto é. que podem repetir os experimentos. Essas são outras variáveis importantes para esse problema. para saber se de fato ela é maior entre os fumantes. As conclusões do método científico sãouni versais. verificando que 30% deles têm algum tipo de doença cardíaca. além do hábito de fumar. formados por pessoas de mesma faixa etária. vida sedentária etc. imaginamse possíveis variáveis. • Análise dos resultados. • Elaboração e execução de experimentos. É importante que os grupos tenham certo . Posteriormente. podem ser refeitas e confirmadas por qualquer outro pesquisador que realize os mesmos experimentos ou observações. no caso. Se as hipóteses propostas não se mostrarem verdadeiras ou as previsões não se comprovarem. precisamos conhecer qual é a incidência de doenças cardíacas entre os nãofumantes. Os experimentos capazes de testar as hipóteses formuladas devem lidar com uma parte do problema de cada vez e ser cuidadosamente controlados. que também pode envolver previsões relativas ao fato. fenômenos naturais ou qualquer outra observação que possa ser confirmada por mais pessoas. Definido o problema. causas e conseqüências. • Formulação de hipóteses. Você aceitaria sem restrições essa conclusão? Que objeções poderia fazer? Em primeiro lugar.

Depois de efetuado o tratamento. órgãos ou sistemas. A Biologia. tecidos. O grupo de não-fumantes — chamado grupo. Logia = estudo). . foi maior do que entre os animais do grupo-controle. Inicialmente. um laboratório concorrente alega que ela "não vale nada". que receberam o placebo. A única diferença entre os dois grupos deve ser a variável que está sendo testada: no caso. Algumas subdivisões da Biologia:       . causada apenas pelo fato de receberem certa medicação. ter aproximadamente a mesma idade e não apresentar outras doenças associadas.controle — será comparado com o de fumantes —. separamos dois grupos de cães parasitados. de acordo com suas semelhanças.Embriologia: Estudo de embriões. mas apenas por se estar dando algo estranho aos cães. independentemente das reais propriedades curativas que esta possa ter. Tal procedimento é necessário para se evitar a crítica de que a doença está sendo tratada não pela droga.Taxonomia e Sistemática: Estuda as prováveis relações de parentesco entre os seres vivos. .número mínimo de indivíduos. aos animais do grupo-controle é dado um medicamento sem nenhum efeito. Esse "falso remédio" é denominado placebo. Vamos realizar um experimento controlado para descobrir se a droga é eficaz. Vejamos outro caso: um laboratório farmacêutico desenvolveu uma droga para o tratamento de vermes intestinais em cães e garante sua eficácia em 70% dos casos. o hábito de fumar. Efeito placebo é a melhora que os doentes podem apresentar.Histologia: Estudo dos tecidos.Anatomia: Estuda as estruturas e formas de células. O grupo experimental recebe a droga na dose adequada. que é o grupo experimental. como farinha. poderemos dizer se a taxa de cura entre os animais do grupo experimental. . O que é Biologia? Biologia significa "estudo da vida"(Bio = vida. porque amostras muito pequenas podem levar a erros provocados pelo acaso. que devem pertencer à mesma raça. .Citologia: Estudo da célula. que receberam o novo medicamento. . para ser melhor estudada possui várias subdivisões.

Essas são as etapas do Método Científico: 1.Evolução: Estuda como e por que as espécies evoluem. carbono e nitrogênio. órgãos ou sistemas. resolvido. voltar Biologia é uma palavra derivada do grego: Bio = vida. Formulação de uma hipótese por indução: possível resposta para responder à pergunta ou solução potencial para resolver um problema. 5. .  Se uma hipótese for confirmada. como funcionam seus organismos. variação e hereditariedade. a Biologia se apresenta bastante ampla.Ecologia: Estuda as relações dos seres vivos entre si com o meio ambiente. . mecanismos de transmissão e o modos de ação desse material. . a interação entre os seres vivos e o ambiente. evolução. átomos de hidrogênio. é o critério da busca do conhecimento científico. 6. Experimentação ou novas observações para testar a dedução. 6. constituição. apresentando. dentre diversos outros aspectos. 2. 5.Fisiologia: Estuda o funcionamento das células. a forma com que se relacionam entre indivíduos da mesma espécie e de espécies diferentes.  Método Científico  Método científico. que são entidades que apresentam as propriedades de multiplicação. 1. 3. Reconhecida oficialmente como ciência na transição entre os séculos 18 e 19. predominantemente. mas também sua origem. .Genética: Estuda a química do material hereditário. tecidos.    . O objeto de estudo dessa ciência são os seres vivos. Elaboração de uma pergunta ou identificação de um problema a ser 3. 4. oxigênio. Observação crítica dos fatos 2. 4. e Logos = estudo. Dedução: o que deve acontecer se a hipótese for verdadeira. em sua composição. ela se torna uma Teoria. Conclusão. já que não estuda somente os indivíduos e espécies isoladamente. aspectos comportamentais.

no qual se buscam as possíveis respostas para o problema. Delimitando o tema. por meio de artigos científicos. que é o momento em que a hipótese é aceita ou rejeitada. auxiliando-a a exercer sua cidadania por meio de escolhas e tomadas de decisão mais responsáveis. e Logos = estudo. que nos fornece critérios para tal. que consiste na análise dos fatos. Essa ciência natural. Depois. o questionamento. que consiste na análise dos fatos. etc. que nos fornece critérios para tal. dentre diversos outros aspectos. Biologia é uma palavra derivada do grego: Bio = vida. mas também sua origem. por meio do método científico. O objeto de estudo dessa ciência são os seres vivos. Após todo esse processo. que são entidades que apresentam as propriedades de multiplicação. ou mesmo testes matemáticos. já que não estuda somente os indivíduos e espécies isoladamente. por meio da experimentação. ou mesmo testes matemáticos. etapa responsável pela identificação do objeto de estudo. a Biologia se apresenta bastante ampla. Depois. por meio de artigos científicos. e a divulgação dessas etapas. Primeiramente. observação. a forma com que se relacionam entre indivíduos da mesma espécie e de espécies diferentes. aspectos comportamentais. Delimitando o tema. que é a previsão possível baseada na hipótese. por meio da experimentação. Primeiramente. o questionamento. constituição. há a observação. Agora. que é empregada como uma mera especulação. como funcionam seus organismos. oxigênio. temos a realização de dedução. carbono e nitrogênio. A melhor forma de se estudar a Biologia não é por meio de “decorebas”. há a observação. no qual se buscam as possíveis respostas para o problema. é considerada uma teoria – note que aqui há uma grande diferença entre o que chamamos de teoria em nosso cotidiano. temos a conclusão. As deduções devem ser testadas. predominantemente. apresentações em eventos científicos. variação e hereditariedade. etc. A Biologia busca responder os fenômenos da natureza por meio do método científico. como muitas pessoas pensam. e a divulgação dessas etapas. Reconhecida oficialmente como ciência na transição entre os séculos 18 e 19. . As deduções devem ser testadas. átomos de hidrogênio. com base nos conhecimentos disponíveis sobre o tema. a interação entre os seres vivos e o ambiente. Após todo esse processo. evolução. análise da consistência de sua lógica. temos a realização de dedução. Agora. mas sim analisando as relações entre os conteúdos e comparando as semelhanças e diferenças entre os seres vivos. inicia-se o processo de formulação de hipóteses. análise da consistência de sua lógica. propiciando a construção de uma sociedade mais justa e um meio ambiente mais saudável. observação. apresentações em eventos científicos. temos a conclusão. apresentando. etapa responsável pela identificação do objeto de estudo. em sua composição. que é a previsão possível baseada na hipótese. é capaz de desenvolver o senso crítico da pessoa. Quando uma hipótese é amplamente confirmada por meio de uma gama de experimentações e observações.A Biologia busca responder os fenômenos da natureza por meio do método científico. inicia-se o processo de formulação de hipóteses. com base nos conhecimentos disponíveis sobre o tema. que é o momento em que a hipótese é aceita ou rejeitada.

que é empregada como uma mera especulação. Essa ciência natural.. A melhor forma de se estudar a Biologia não é por meio de ―decorebas‖. propiciando a construção de uma sociedade mais justa e um meio ambiente mais saudável. é considerada uma teoria – note que aqui há uma grande diferença entre o que chamamos de teoria em nosso cotidiano. mas sim analisando as relações entre os conteúdos e comparando as semelhanças e diferenças entre os seres vivos. por meio do método científico. [. reproduzido do livro Descobertas acidentais em ciências. enquanto estudavam a função do pâncreas na digestão. auxiliando-a a exercer sua cidadania por meio de escolhas e tomadas de decisão mais responsáveis. (I) Curiosos sobre por que as moscas foram atraídas à urina. analisaram-na e observaram que esta apresentava excesso de açúcar. Dois pesquisadores. Banting. No dia seguinte. Best. Von Merling e Minkowski perceberam que estavam vendo pela primeira vez a evidência da produção experimental de diabetes em um animal. mas sem sucesso até 1921. Mariana Araguaia Graduada em Biologia Atividade I 1 . (III) O fato de tal animal não ter pâncreas sugeriu a relação entre esse órgão e o diabetes. um assistente de laboratório chamou-lhes a atenção sobre o grande número de moscas voando ao redor da urina daquele cão.] Muitas tentativas de isolar a secreção foram feitas. "Em 1889.. Merling e Minkowski removeram o pâncreas de um cão. em Estrasburgo.No texto a seguir. de Royston M. é capaz de desenvolver o senso crítico da pessoa. (II) Açúcar na urina é um sinal comum de diabetes. um jovem médico canadense. e Charles H. como muitas pessoas pensam. algumas frases referentes a etapas importantes na construção do conhecimento científico foram destacadas e precedidas por um numeral romano. um . Roberts. Frederick G.Quando uma hipótese é amplamente confirmada por meio de uma gama de experimentações e observações.

o nível de açúcar no sangue desses cães voltava ao normal. trabalhavam no assunto no laboratório do professor John J. (IV) Quando injetavam os extratos [secreção do pâncreas} nos cães tomados diabéticos pela remoção de seus pâncreas. e a urina não apresentava mais açúcar. MacLeod. Explique cada etapa de sua proposta de acordo com os procedimentos usuais do método científico. Eles extraíram a secreção do pâncreas de cães.Fato . . Proponha uma forma de verificar cientificamente por que ela apagou. R." Identifica nas frases I.Teoria Atividade II Você está estudando em seu quarto quando a lâmpada se apaga subitamente.estudante de Medicina. II . na Universidade de Toronto.III e IV as seguintes etapas de construção do conhecimento científico : Observação .Hipótese .Teste da hipótese .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->