P. 1
RELATÓRIO DE ESTÁGIO

RELATÓRIO DE ESTÁGIO

|Views: 5.073|Likes:
Publicado porlustosamel4

More info:

Published by: lustosamel4 on Mar 30, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/14/2013

pdf

text

original

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUI – UESPI CURSO: LICENCITURA PLENA EM HISTÓRIA DISCIPLINA: ESTÁGIO SUPERVISIONADO III PROFESSORA: ANELIZA DE BRITO

VAZ

RELATÓRIO ESTAGIO SUPERVISIONADO III ENSINO MÉDIO EJA – ED. DE JOVENS E ADULTOS

FRANCISCO DAS CHAGAS LUSTOSA MELO

PIRACURUCA-PI 2010

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUI – UESPI CURSO: LICENCITURA PLENA EM HISTÓRIA DISCIPLINA: ESTÁGIO SUPERVISIONADO III PROFESSORA: ANELISA DE BRITO VAZ

ESTAGIO SUPERVISIONADO III FRANCISCO DAS CHAGAS LUSTOSA MELO

Relatório de Estágio Apresentado ao Curso de Licenciatura Plena Em História como exigência da Disciplina Estágio Supervisionado III, sob a orientação da profª. Anelisa de Brito Vaz.

PIRACURUCA-PI 2010

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO ........................................................................................................................ 04 2. JUSTIFICATIVA ....................................................................................................................... 05 3. DESENVOLVIMENTO ............................................................................................................. 06 3.1. OBSERVAÇÃO DE SALA DE AULA ...................................................................................... 06 3.2. SITUAÇÃO FÍSICA ............................................................................................................... 08 3.3. SITUAÇÃO PEDAGÓGICA.................................................................................................... 10 3.4. SITUAÇÃO ADMINISTRATIVA ............................................................................................. 11 3.5. REGENCIA........................................................................................................................... 12 4. CONCLUSÃO .......................................................................................................................... 13 5. BIBLIOGRAFIA ....................................................................................................................... 14 6. ANEXOS ................................................................................................................................. 15

1. INTRODUÇÃO

A atividade teórica é que possibilita, de modo indissociável, o conhecimento da realidade e o estabelecimento de finalidades para sua transformação. Mas para produzir tal transformação não é suficiente a atividade teórica, é preciso atuar praticamente. Enquanto disciplina do Curso de Graduação em Lic. Plena em História, o Estágio Supervisionado III se constitui num processo de ensino-aprendizagem com o objetivo de preparar os professores para a atividade sistemática e prática de ensinar numa dada situação histórico-social, inserido-se nela para transformá-la. Para conhecer, é preciso mobilizar vários procedimentos e recursos. O conhecimento não se adquire só “olhando”, exige-se que o acadêmico instrumentalize a teoria obtida, é nesse momento que o estágio entra em cena. O estágio é um componente do currículo que não se configura como disciplina, mas como uma atividade importante no processo de formação do acadêmico. Propicia a inserção do acadêmico nas instituições escolares, para o conhecimento de como o processo de ensino ai se dá.

4

2. JUSTIFICATIVA

Para que o acadêmico possa ter a base adequada para o exercício correto do magistério se faz necessário que passe por um período de estágio. É nesse momento que o trabalho docente, enquanto graduando, se concretiza. Um período primordial na aquisição de experiência para o futuro profissional do magistério. Sem a experiência do estágio seria mais difícil para o futuro profissional encarar a dura rotina da sala de aula. Não conseguiria estabelecer-se na profissão, pois é através desta prática que a teoria tanto vista na academia se torna realidade. O objetivo deste trabalho é transmitir e discutir a experiência obtida no período em que estagiei no Sistema de Ensino Múltipla Escolha. Foi importante na minha formação de professor, pois aprendi a solucionar problemas do dia-a-dia da sala de aula, o funcionamento na prática das “Práticas Pedagógicas” aprendidas na universidade, além da funcionalidade burocrática do oficio de professor.

5

3. DESENVOLVIMENTO 3.1. OBSERVAÇÃO DE SALA DE AULA O estágio foi realizado na 3ª Etapa do Ensino Médio EJA, no turno noturno do Sistema de Ensino Múltipla Escolha no período de Outubro a Dezembro de 2010. A turma é composta por 21 alunos, dos quais 09 homens e 12 mulheres. 02 alunos desistiram ou pediram transferência para outra escola, hoje a turma conta com apenas 19 alunos. A faixa etária se estende dos 18 aos 45 anos de idade. A maioria vem de classe social média, com situação familiar instável e nível de rendimento em média de 01 a 02 salários mínimos. Muitos necessitam trabalhar para ajudar no orçamento doméstico ou mesmo para despesas pessoais, dificultando sua aprendizagem em sala de aula. Suas ocupações de lazer são basicamente festas que acontecem na cidade. O planejamento é adequado as características da turma. Por terem dificuldade no aprendizado, o planejamento de ensino é voltado para o bem estar e a facilitação e assimilação dos conteúdos seguindo as características de dificuldade e facilidade que os alunos têm de assimilarem o conteúdo. As atividades desenvolvidas facilitam a assimilação dos conteúdos, são utilizados recursos como exibição de filmes, músicas, trabalhos individuais e em grupo, todos esses modelos de atividades auxiliam na aprendizagem e interesse dos alunos pela matéria e pelo conteúdo ministrado. A professora titular da turma chama-se Maria da Conceição S. Veras, sua atuação é bem aceita pelos alunos. Utiliza uma linguagem simples e de fácil assimilação pelos alunos. Demonstra liderança em sala de aula, sem perder a educação e a ética. É segura de seus conteúdos, demonstrando maturidade e conhecimento dos assuntos ministrados. Aborda os conteúdos de maneira que os alunos se familiarizem com ele, e despertem curiosidade. Utiliza técnicas de questionamentos, induz o aluno a refletir sobre o tema ministrado. Utiliza recursos como transparências, música, filmes, cartazes e outros. Sua forma de avaliar está em consonância com a capacidade dos alunos de dar o feedback necessário ao seu aprendizado, apresenta trabalhos individuais e em grupo, pesquisas e avaliações, tudo de acordo com o conteúdo ministrado em sala de aula.

6

O relacionamento entre professor x aluno é amistoso, há um respeito entre as partes. O relacionamento aluno x aluno até o presente momento também se mantém amistoso e amigável. A professora demonstra interesse e apreço pela turma, apesar de ser uma turma em que os índices de aprendizagem não são dos melhores, a professora não perde o otimismo em relação aos seus alunos. Está sempre disposta a ajudá-los. A atuação dos alunos é bem mais discreta. Muitos não comparecem com freqüência às aulas, perdendo matéria e se complicando no dia da avaliação. Os que comparecem não demonstram grande interesse em participar da aula. Mas mesmo com pouco interesse dos alunos, o conteúdo é ministrado de forma que possa ser entendido da melhor maneira possível. Os livros didáticos são utilizados apenas pelos professores, com isso programam melhora os textos e assuntos que serão repassados aos alunos em forma de apostilas produzidas na própria escola. Existem dois modelos de avaliação, o quantitativo, somatório de notas; e o qualitativo, este último fica a cargo do professor. As avaliações são realizadas mensalmente, com uma escala de notas que vai de 0.0 a 10.0 com nota mínima de aprovação dos alunos de 6.0. A escola não repudia outros tipos de testes utilizados pelo professor, mas o estabelecido pelo Regimento Escolar e pela Proposta Pedagógica são os testes Objetivos (apresentam um questionário). A recuperação utilizada na escola é a Paralela, na qual o aluno que tirou nota reprovativa tem a chance de recuperá-la em seguida. Segundo a direção todos os professores possuem Curso Superior e alguns já participam de Especializações. Apesar de a turma ser bem diversificada e com pouco interesse dos alunos, os professores da turma sempre estão os motivando a seguir em frente nos estudos, para garantir um futuro melhor.

7

3.2. SITUAÇÃO FÍSICA Este trabalho é uma Culminância de dias de Estágios feitos no Sistema de Ensino Múltipla Escolha, referente á Disciplina Estágio Supervisionado III sob a tutela da Professora Aneliza de Brito Vaz. A referida Escola está localizada na Praça Irmãos Dantas, 201, Centro, Piracuruca – Piauí. É de caráter Privado, sob a responsabilidade da Diretora Marlete de Sousa Lustosa Melo. Possui prédio alugado, com boas condições de uso em todos os quesitos de instalações físicas. Está distribuída fisicamente da seguinte forma:          Diretoria/Secretaria; Sala de professores; 08 salas de aula; Biblioteca; Cantina; Almoxarifado; Banheiros para os alunos; Banheiros para professores e funcionários; Área livre.

A diretoria possui todos os materiais necessários para o arquivamento e movimentação de documentação escolar de alunos e professores. A sala dos professores é ampla e bem arejada, possui equipamentos necessários para o bom serviço dos professores. As salas de aula são amplas e bem arejadas, possuem ventiladores e quadros acrílicos. A biblioteca é ampla e bem arejada, possui livros atuais e está sempre a disposição dos alunos. A cantina é de caráter particular. Oferece uma merenda de qualidade aos alunos, obedecendo às novas legislações nutricionais e sanitárias. Os banheiros estão divididos em banheiro dos alunos e dos professores. Apesar de serem pequenos, estão sempre limpos e conservados. Possuem sanitários individuais, e fossa séptica.

8

As atividades de Educação Física são realizadas no prédio do Ginásio Poliesportivo Gov. Guilherme Melo, cedido gentilmente pela Prefeitura Municipal de Piracuruca. A área livre é bem arejada e serve para os alunos na hora do intervalo. A escola possui móveis, equipamentos e utensílios necessários ao bom andamento do funcionamento da escola. Entre os móveis a escola dispõe de carteiras e quadros acrílicos em boas condições de uso para professores e alunos. Na diretoria e sala de professores existem arquivos em boas condições de uso para arquivamento de documentos escolares dos alunos. Na cantina os utensílios utilizados para o fornecimento da merenda estão em boas condições de uso. O quadro de pessoal está distribuído da seguinte forma:      01 Diretor(a); 02 Coordenadores (Ensino Fundamental e Ensino Médio); 31 Professores; 01 Secretária e 02 Auxiliares; 01 Auxiliar de Serviço Gerais;

A escola possui recursos audiovisuais básicos para o planejamento de ensino dos professores. Segue abaixo relação de recursos existente na escola:       01 DVD; 01 Retroprojetor; 01 Aparelho de Som; 01 Caixa Amplificadora de Som; 01 Microfone; 02 computadores.

Todos os aparelhos estão em boas condições de uso. A escola está adaptada a receber cadeirantes. Possui rampas de acesso a escola bem como em sua movimentação interna. Também se encontra instalada na escola, a Eadcon, Sistema de Educação a Distância, que oferece Cursos Superiores, bem - como Capacitações e outros.

9

3.3. SITUAÇÃO PEDAGÓGICA O Currículo Escolar está divido da seguinte forma:  A escolar possui o Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano), Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano), Ensino Médio Regular (1º ao 3º ano) e Ensino Médio EJA (1ª a 3ª Etapa).   Os turnos estão divididos entre Manhã, Tarde e Noite. A jornada escolar é: o Manhã: 07:00h às 11:20h; Tarde: 13:00h ás 18:10h e Noite: 18:40h às 21:30h.  A Grade Curricular da escola está dividida em: o Português, Produção Textual, Matemática, Geometria, Inglês, História, Geografia, Ciências, Química, Física, Noções de Direito e Cidadania, Arte, História do Piauí, Literatura Piauiense e Educação Física. A escola possui uma Proposta Político Pedagógica, na qual passa por constantes reformulações para sempre estar apropriada às novas formas de ensino-aprendizagem, bem - como se adequar às exigências da Secretaria Estadual de Educação. O Regimento Interno foi elaborado pelo Corpo Docente, Direção e Coordenação Escolar, com participação especial da Secretaria Estadual de Educação. Os aspectos contemplados no regimento interno abordam Direitos e Deveres tanto do Corpo Docente como do Corpo Discente, bem como dos Profissionais de Serviços Gerais, Vigias e demais Agentes envolvidos no funcionamento da escola. O Planejamento Escolar é realizado pela Direção juntamente com o Corpo Pedagógico da escola e os Professores. São produzidos mensalmente, com a participação de todos os professores, em reuniões com datas pré-estabelecidas, em que se é discutido os assuntos que serão abordados no mês corrente e a melhor forma de ministrá-los. O Calendário Escolar presente na escola é composto por 200 dias letivos, distribuídos numa carga horária de 800 horas. Segue a regulamentação da Secretaria Estadual de Educação. Os eventos realizados pela escola são elaborados pelo Corpo Diretor e Pedagógico. As Reuniões Pedagógicas são realizadas Bimestralmente, entre Direção, Coordenação Pedagógica e Professores.
10

As reuniões entre Pais e Mestres são feita bimestralmente. A relação entre os pais e a escola é de companheirismo e ajuda mútua. As atividades realizadas na escola fortalecem a aproximação entre escola, comunidade e família, realizando Festivais abertos a todos. Seguem algumas atividades desenvolvidas na escola no ano de 2010:     Festa das Mães Campanha de combate ao lixo Festas de São João Tradicional Gincana Cultural e do Conhecimento

3.4. SITUAÇÃO ADMINISTRATIVA Fazem parte da Administração da escola Diretor e Coordenadores. A comunidade não participa diretamente da direção da escola. Por ser de caráter privado, os critérios utilizados na escolha dos dirigentes são de forma Direta. O Plano Anual da escola é feito pela Direção, Coordenação Pedagógica, Professores. A Direção atua como responsável por toda parte técnico-admistrativa, bem - como auxiliar a Coordenação e Secretaria da escola nos assuntos de interesse da instituição. A Coordenação atua no auxilio do corpo docente, apresentando propostas e projetos que visem o melhor aproveitamento do processo ensino-aprendizagem. A Secretaria da escola atua diretamente em consonância com a direção, organizado e repassando dados referentes aos processos burocráticos dos alunos como matrículas, notas e demais atividades que envolvam a comunidade discente. Dentro da escola existe o Conselho Escolar, um grupo representado por Alunos, Pais, Representantes da Comunidade, Professores e a Direção da Escola, com o objetivo de analisar casos extra-classe que envolvam diretamente a condição do aluno na escola. Segundo o corpo Docente, Discente e Direção, o relacionamento é bom, dentro dos padrões de seriedade, educação e ética educacional.

11

3.5. REGENCIA

O período da Regência efetiva em sala de sua teve inicio em Outubro de 2010 estendendo até Dezembro de 2010. Foi a partir da Regência que tivemos a oportunidade de entrar em contato com a realidade do Magistério. Em sala de aula vimos a difícil, mas prazerosa profissão que nos espera. Podemos colocar em prática tudo o que aprendemos na universidade. Fora da sala de aula nos familiarizamos com as fichas e documentos necessários ao bom funcionamento da escola. Os conteúdos abordados foram transmitidos conforme o planejamento mensal. Sob a observação da professora titular, Conceição Veras, soubemos como nos comportar diante dos alunos, bem como sugestões da Coord. Pedagógica. É nesse sentido que podemos sentir realmente a teoria e a prática juntas sendo de fundamental importância essa experiência. A regência em questão se passou no Sistema de Ensino Múltipla Escolha, Piracuruca-PI, na 3ª Etapa do Ensino Médio EJA, turma “U”, turno noturno.

12

4. CONCLUSÃO

Podemos concluir com tudo o que foi exposto, que foi uma experiência importante na minha vida acadêmica. Adquiri experiência e desenvolvi habilidades que poderão me ajudar na profissão do Magistério. O estágio foi realizado no Sistema de Ensino Múltipla Escolha, na 3ª Etapa do Ensino Médio EJA. Os alunos, apesar de alguns não demonstrarem muito interesse, participavam das aulas, a freqüência era irregular, os alunos faltavam muito. Alguns são espertos e pegam o assunto muito rápido. Outros demoram mais para entender. Mas no final todos foram aprovados. Foi uma experiência interessante, tanto para mim como para os alunos, que puderam conhecer novos modelos de ensino. Espero ter tirado dessa experiência a inspiração que faltava para a consolidação no processo de formação de um novo educador.

13

5. BIBLIOGRAFIA

HAIDT, Regina Célia Cazaux. Curso de didática geral. 7ª edição. Ed. Ática. 2000. ORDOÑEZ, Marlene. QUEVEDO, Júlio. Sistema de Ensino IBEP / Apostila - História Geral. Novo ensino médio, volume único. Curso completo. Ed. Ibep. PILETTI, Nelson. PILETTI, Claudino. EJA – Educação de Jovens e Adultos / Historia – Ensino Fundamental / 4º Ciclo. Ed. Ática. 2003.

__________________________, ________ de ___________________________de ________ Local e Data

_________________________________________________________ Assinatura do Estagiário

14

ANEXOS

15

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->