P. 1
Material de Apoio

Material de Apoio

|Views: 7.126|Likes:
Publicado pormagnumvalentim

More info:

Published by: magnumvalentim on Apr 03, 2012
Direitos Autorais:Traditional Copyright: All rights reserved
Preço de Lista:$1.00 Comprar agora

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
See more
See less

06/20/2013

$1.00

USD

pdf

FACULDADE DE OLINDA

2012
MATEMÁTICA FINANCEIRA
Material de Apoio

MATEMÁTICA FINANCEIRA

ROBERTO Página b


MATEMÁTICA FINANCEIRA

ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DO CÁLCULO




Cálculo numérico

Operações com potências:

44 3 4 8
2
= × + 
2
3 4 8 × +

9

36

44



50 4 8 4 3
2
= ÷ + ×

16

48 2

50


Cálculo numérico com parênteses ( ), colchetes [ ] e chaves { }

( ) | | ( ) { } 10 7 3 2 2 4 3 = ÷ + × × +

7 5

14

70

10






9 3 5

3

6

1

5

0


Propriedades da multiplicação e divisão
Multiplicação Divisão

Comutativa


a b b a × = ×

4 8 8 4 × = ×


Comutativa

a b b a ÷ = ÷

4 8 8 4 ÷ = ÷

0,5 2


Associativa

( ) ( ) c b a c b a × × = × ×

( ) ( ) 24 4 3 2 4 3 2 = × × = × ×

6 x 4 = 2 x 12 = 24


Associativa

( ) ( ) c b a c b a ÷ ÷ = ÷ ÷

( ) ( ) 2 4 8 2 4 8 ÷ ÷ = ÷ ÷

2 2

1 ≠ 4


Distributiva


( ) c a b a c b a × + × = + ×

( ) 5 3 4 3 5 4 3 × + × = + ×


Distributiva


( ) c a b a c b a ÷ + ÷ = + ÷

( ) 6 2 4 2 6 4 2 ÷ + ÷ = + ÷
MATEMÁTICA FINANCEIRA

ROBERTO Página c



Elemento neutro da multiplicação ( um )

a a × = × 1 1

5 1 1 5 × = ×

Elemento neutro da divisão

a a ÷ = ÷ 1 1

5 1 1 5 ÷ = ÷


Propriedades da Potenciação

Potência de mesma base

3
a a a a = × ×

27 3 3 3 3
3
= = × ×


Multiplicação de potência de mesma base

m n m n
a a a
+
= ×

243 3 3 3
5 3 2
= = ×


Divisão de potências de mesma base

p n
p
n
a
a
a
÷
=  8 2 2
2
2
3 2 5
2
5
= = =
÷



Potência de potência

( )
m
n
a  ( ) 64 2 2 2
6 2 3
2
3
= = =
×


Expoente zero

1
0
= a  1 12
0
=

Sendo a ≠ 0


Expoente um

a a =
1
 12 12
1
=

Potência de um produto

( )
n n n
b a b a × = ×

( ) 36 4 9 2 3 2 3
2 2 2
= × = × = ×





Potência de uma fração

n
n
n
b
a
b
a
= |
.
|

\
|


4
16
64
4
8
4
8
2
2
2
= = = |
.
|

\
|



Conversão

n
n
b a
b
a
÷
× =

016 , 0 008 , 0 2
125
1
2 5 2
5
2
3
3
= × = × = × =
÷




m
n
m n
a a =

64 8 8 8
2
3
6
3 6
= = =




( ) 7 1
5
= + n  ( )
5 5
5
7 1 = + n  ( )
5
1
5
5
7 1 = + n 
20 , 0
7 1 = + n  475773 , 0 1 475773 , 1 = ÷ = n



Preservação da igualdade

m m
b a
b a
=
=



m b m a
b a
+ = +
=




m b m a
b a
÷ = ÷
=



m b m a
b a
× = ×
=


m
b
m
a
b a
=
=



m m
b a
b a
=
=

MATEMÁTICA FINANCEIRA

ROBERTO Página d


Operações com fração

Adição e subtração


n
m
b
a
+




n b
m b a n
n b
m
n
n b
a
b
n b
×
× + ×
=
×
×
×
+ ×
×







Multiplicação

n b
m a
n
m
b
a
×
×
= ×



Divisão
m b
n a
m
n
b
a
n
m
b
a
n
m
b
a
×
×
= ×
= ÷



Estruturas algébricas

Adição e subtração


6
4 10 4 4
10 4
=
÷ = ÷ +
= +
x
x
x




Potenciação

( )
4 2 2
2 64
64
2
3
6
3
1
6
3
3
3 3 3
3
= ¬ = ÷ =
= ÷ =
=
x x x
x x
x



Multiplicação e divisão


6
5
30
5
5
30 5
=
=
=
x
x
x



Radiciação

( ) 243 3
3
5
5
5
5
5
5
= ¬ =
=
x x
x
 x = 243

Exponencial e Logaritmo


3 2 2
2 8
3
= ÷ =
=
x
x
x

x
3 8 = 
x
Log Log 3 8 =
3
8
3 8
Log
Log
x
Log x Log
=
· =
892790 , 1
477121 , 0
903090 , 0
= = x





O ponto e a vírgula

No Brasil a parte inteira de uma expressão numérica é separada da parte fracionária por uma
vírgula, servindo o ponto, apenas, como elemento de separação de milhares da parte inteira,
tendo, portanto, função estética na organização visual.
Exemplo: 1.234.467.890,26843

Esta é a forma de apresentação que será utilizada em nosso curso de Matemática Financeira.


Bases iguais, os expoentes são iguais.
MATEMÁTICA FINANCEIRA

ROBERTO Página e


A vírgula tem posição fundamental na composição de uma expressão numérica, dado que o seu
deslocamento para direita ou para a esquerda, nessa expressão numérica, implica,
respectivamente, a multiplicação ou divisão por 10 (dez) no resultado.
Exemplo: 345 , 12
10 345 , 12 2345 , 1
10 345 , 12 45 , 123
÷ =
× =


É extremamente recomendável que o aluno de Matemática Financeira faça uso de uma
calculadora financeira para utilização em sala de aula para resolução dos exercícios.
Calculadoras não financeiras, mas que tenha a tecla y
x
,

servem para resolução dos
problemas propostos.


Resultado de expressões em Matemática Financeira


Os resultados obtidos na solução dos problemas de Matemática Financeira envolvem, quase
sempre, inúmeras casas decimais após a vírgula. O tratamento desses resultados envolve dois
conceitos:
1. Na apresentação da solução do problema, utiliza-se o conceito de aproximação ou
arredondamento do resultado;
2. Na utilização de um resultado obtido, para a solução de uma segunda questão, utiliza-se o
conceito de preservação da expressão matemática.

Aproximação ou arredondamento do resultado

O conceito de aproximação ou arredondamento do resultado de uma operação
aritmética está relacionado à quantidade de casas decimais após a vírgula com que se deseja
apresentar o resultado de uma expressão aritmética. Normalmente, utiliza-se duas casas decimais
na apresentação do resultado.
A forma de aproximação ou arredondamento mais aceita nos meios financeiros é a
apresentada na tabela abaixo, para o caso de apresentação do resultado com duas casas decimais:

Aproximação com 2 casas decimais
Resultado obtido Resultado apresentado
358,910

358,91
358,911
358,912
358,913
358,914
358,915

358,92
358,916
358,917
358,918
358,919

MATEMÁTICA FINANCEIRA

ROBERTO Página f


Preservação da expressão Matemática

Consiste em se manter a expressão que deu origem a um determinado resultado. Por
exemplo: o capital de R$ 400,00 foi dividido igualmente para seis pessoas  666666 , 66
6
400
= por
pessoa. Por aproximação, cada pessoa receberá R$ 66,67. Mas, se o resultado apresentado for
utilizado pra qualquer outro cálculo, aconselha-se o uso do maior número de casas decimais
possível ou o uso de fração 
3
2
66
6
400
= .
Utilizaremos seis casas decimais nos cálculos para resolução dos problemas.

Porcentagem ou percentagem

É o valor que representa a quantidade de unidades tomadas de uma outra.
É um resultado de uma fração onde o numerador é uma parte do todo e o
denominador representa o todo


Exemplo: Uma pizza cortado em oito pedaços, cada pedaço dessa pizza representa 1/8 do todo (a
pizza). 1 pedaço de pizza 
8
1
, onde
Caso a pizza fosse dividida em 6 pedaços, cada pedaço seria representado por 1/6,
agora qual o pedaço de pizza maior? 1/8 ou 1/6? Como reduzir essas medidas para padrões
uniformes de comparação?

A solução consiste em apresentá-las em uma base de valor 100, (olha o por que: cem por
cento).

Assim temos: 5 , 12
8
100
8 100 1
100 8
1
= = ÷ × = × ÷ = X X
X
, ou seja, cada pedaço representa 12,5/100,
ou 12,5% de toda pizza.

Para a pizza de seis pedaços, 67 , 16
6
100
6 100 1
100 6
1
= = ÷ × = × ÷ = X X
X
, ou seja, cada pedaço
representa 16,67/100, ou 16,67% de toda pizza.
1  Pedaço
8  Pizza inteira
Matemática Financeira
Roberto
1
INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA MATEMÁTICA FINANCEIRA

A Matemática Financeira está presente no nosso cotidiano em forma de financiamentos de
casa e carros, de empréstimos, compras a crediário, aplicações financeiras, investimentos em bolsas de
valores etc.
A Matemática Financeira estuda a dinâmica do valor do dinheiro ao longo do tempo. Tem como
objetivo analisar as modificações dos recursos financeiros num determinado período de tempo.
Faro (2006), afirma que o cálculo financeiro tem por objetivo estudar as relações que envolvem
unidades monetárias consideradas em distintos pontos no tempo. Deste modo, a Matemática Financeira
estuda a evolução do dinheiro ao longo do tempo.

CONCEITOS FUNDAMENTAIS NA MATEMÁTICA FINANCEIRA

a) CAPITAL ( C ) ou VALOR PRESENTE ( PV )
Qualquer valor expresso em moeda disponível em determinada época é geralmente conhecido
como: CAPITAL, VALOR PRESENTE, VALOR INICIAL de uma operação.
CAPITAL é a quantidade monetária envolvida em uma transação, referenciada geralmente na
data inicial.

b) FLUXO DE CAIXA
Denominamos Fluxo de Caixa o conjunto de entradas e saídas de dinheiro no caixa de uma
empresa, ao longo de um determinado período de tempo.

Podemos representar fluxo de caixa pelos diagramas abaixo.

Recebimentos

0 1 4 5 n Pagamentos


c) JUROS ( J )
A noção de juro decorre do fato de que a maioria das pessoas prefere consumir seus bens no
presente e não no futuro, neste caso, tendo preferência para consumir hoje, as pessoas querem uma
compensação pelo fato de não usar o dinheiro no presente. Abaixo algumas definições de juros:
- É uma complementação financeira para uma aplicação de recursos monetários por certo
período de tempo;
- É a remuneração do capital empregado num determinado período de tempo;
- É o aluguel recebido ou pago pelo uso do dinheiro durante um determinado período de tempo;
- Remuneração pelo direito do uso de determinado capital durante certo período de tempo;
- É a remuneração aos serviços prestados pelo capital financeiro, proveniente de uma atividade
estritamente financeira.
Do ponto de vista do tomador de empréstimo, o juro é o preço do capital e do ponto de vista do
investidor é a renda do capital investido.

2 3
Matemática Financeira
Roberto
2
d) TAXA DE JURO ( i )
Na determinação do valor do juro, que é cobrado em qualquer transação financeira, é utilizado
um coeficiente denominado “taxa de juro”.
Então taxa de juro é:
- Um coeficiente monetário aplicado ao capital por um determinado período de tempo para
remunerar o capital;
- É o índice que determina a remuneração do capital financeiro num determinado tempo;
- É a proporção existente entre o recurso financeiro aplicado e sua remuneração;
- É a razão entre os juros recebidos (ou pagos) no final de certo período de tempo e o capital
aplicado;
- É a relação percentual existente entre a remuneração do principal e o próprio capital. Portanto,
é o percentual que aplicado ao principal define o valor do juro a ser pago ou recebido.

A taxa de juro se expressa de duas formas:

1. Forma percentual: Nesta forma a taxa é acompanhada do símbolo % e de um período de
aplicação.
a) Exemplo: 12% ao mês; 20% ao ano; 10% ao dia; 120% ao semestre etc.

2. Forma unitária: Nesta forma a taxa percentual é dividida por 100.
Exemplos:
a) 12% a.m. a taxa unitária correspondente é 0,12;
b) 20% a.a. a taxa unitária correspondente é 0,20;
c) 10% a.s. a taxa unitária correspondente é 0,10;
d) 120% a.t. a taxa unitária correspondente é 1,20;

A taxa unitária é a forma utilizada nas expressões algébricas.

e) PRAZO ( n )
Duração, período de tempo existente entre datas dos fluxos de caixa de uma operação. Prazo
de aplicação, normalmente refere-se ao prazo total de uma aplicação.

f) PERÍODO DE CAPITALIZAÇÃO
É a unidade de tempo em que à taxa de juro e o prazo da operação se expressam. É utilizado
na conversão da taxa de juro, com a finalidade de se calcular juro, capitalizar (acumular ou ajuntar
dinheiro, com vista à formação de um capital) valores e comparar taxas.
O período de capitalização é expresso em unidade de tempo (dia, mês, ano...) e se refere à
taxa de juro e ao prazo em que os juros são recebidos ou pagos.




Matemática Financeira
Roberto
3
g) MONTANTE ( M ) ou VALOR FUTURO ( FV )
Montante é o Capital acrescido dos Juros, ao fim de um período de capitalização. É o valor
monetário resultante de uma transação financeira, sendo, portanto um valor futuro. O montante é igual
ao capital inicial mais o juro num determinado período de tempo.


i, J
C M

h) REGIME DE CAPITALIZAÇÃO
É o processo das diferentes formas como os rendimentos (juros) são gerados e agregados ao
recurso financeiro aplicado.
a) Regime de Capitalização Simples: se os juros, nos vários períodos, forem calculados
sempre sobre o capital inicialmente empregado, dizemos que a capitalização é feita no
regime de juros simples. Neste tipo de capitalização somente o capital inicial rende
juros.

b) Regime de Capitalização Composta: o juro de cada período de capitalização da
operação decorre da aplicação da taxa de juro sobre o último saldo (capital + juros) do
período anterior.

Em função do tempo de geração de rendimentos, a capitalização simples e composta, podem ocorrer
em processos continuo ou descontínuos.

a) Processo contínuo de capitalização: caracteriza-se por uma agregação dos juros ao
capital aplicado de uma forma instantânea ou sem interrupção. É quando o juro é
formado a cada instante e incorporado ao capital, sem interrupção.

Capital Capital




Co Co

Tempo Tempo

Capitalização contínua Composta Capitalização continua Simples








b) Descontinuo: Foi convencionado que o rendimento ou juro só será formado e
agregado ao capital no fim de cada período de tempo. Neste processo o rendimento se
dá no final de cada período (poupança).

Capital





Co

Tempo
M = C + J

Dado o capital inicial, C0, a função continua com
crescimento exponencial, fornece em qualquer
tempo “t”, o capital acumulado, Ct.

Dado o capital inicial, C0, a função continua com
crescimento linear, fornece em qualquer tempo
“t”, o capital acumulado, Ct.

Matemática Financeira
Roberto
4
i) DIFERENÇA ENTRE CAPITALIZAÇÃO SIMPLES E CAPITALIZAÇÃO COMPOSTA



1.000
0 1 2 3
!--------------------!--------------------!--------------------!
20% 20% 20%



Formação dos juros e montante pelo processo da Capitalização Simples


a) 1.000 + 1.000 x 0,20 = 1.200
b) 1.200 + 1.000 x 0,20 = 1.400
c) 1.400 + 1.000 x 0,20 = 1.600

Formação dos juros e montante pelo processo da Capitalização Composta

a) 1.000 + 1.000 x 0,20 = 1.200
b) 1.200 + 1.200 x 0,20 = 1.440
c) 1.440 + 1.440 x 0,20 = 1.728


O capital de R$ 20,00 foi aplicada na Capitalização Simples e na Capitalização Composta nos seguintes
períodos de tempo, 72 dias, 144 dias, 216 dias, 288 dias, 360 dias, 432 dias e 504 dias, à taxa simples
de 60% ao ano e à taxa composta de 60% ao ano.

Capitalização Simples Capitalização Composta

A taxa de juros será sempre aplicada ao capital inicial.
Observe que, a taxa de juros total da aplicação é a soma das
taxas parciais, ou seja, 60% para os três meses.
% 60 100 1
000 . 1
600 . 1
= × |
.
|

\
|
÷
A taxa de juros será sempre aplicada ao saldo ou capital
final. A taxa de juros total da aplicação será a multiplicação
das taxas parciais, 72,80% para os três meses.
% 8 , 72 100 1
000 . 1
728 . 1
= × |
.
|

\
|
÷
Matemática Financeira
Roberto
5
Gráfico dos Mantantes das duas Capitalizações





0
5
10
15
20
25
30
35
40
45
50
55
60
65
70
75
80
85
90
95
100
0 36 72 108 144 180 216 252 288 324 360 396 432 468 504 540 576
Capitalização Simples Capitalização Composta
Os montantes são iguais
O mantante da capitalização simples
é maior do que o montante da
capitalização composta
O mantante da capitalização
composta é maior do que o
montante da capitalização simples
Taxa de juros
Dias
Matemática Financeira
Roberto
6
1. REGIME DE CAPITALIZAÇÃO SIMPLES
É empregado em operações típicas de curto prazo. No regime de capitalização simples, a taxa
de juro de cada período, incide sempre sobre o capital inicial para formação dos juros. Os juros
produzidos em cada período são constantes e proporcionais ao capital inicial aplicado

1.1. Juros Simples
Os juros simples são formados a partir da aplicação da taxa de juro, de cada período, sobre o
capital inicial.

I. Cálculo dos Juros Simples

a) Cálculo dos juros simples para taxas diferentes
Suponha que um determinado capital “C” foi aplicado em “n” períodos e recebeu certo
rendimento “J
t
“ proporcional a uma taxa variável “ i
t
“ período a período.
Vejamos no diagrama abaixo:

C J
1
J
2
J
3
J
4
J
5
J
n

------------------------------!---------------------------------------------------------------
0 i
1
1 i
2
2 i
3
3 i
4
4 i
5
5 i
n
n


Na data 1  o cálculo do juro simples  J
1
= C x i
1

Na data 2  o cálculo do juro simples  J
2
= C x i
2

Na data 3  o cálculo do juro simples  J
3
= C x i
3


Na data n  o cálculo do juro simples  J
n
= C x i
n


Denominando de “J” o rendimento total: J = J
1
+ J
2
+ J
3
+ J
4
+ J
5
+ .......... + J
n


Substituindo J = C x i
1
+ C x i
2
+ C x i
3
+ C x i
4
+ C x i
5
+ ........ + C x i
n



Colocando C em evidencia teremos a seguinte equação:

(1)


A expressão, acima, fornece o total de juros simples ao final de “n” períodos de aplicação, quando se
investe um único capital e taxas variáveis em cada período.
Exemplo: Uma pessoa deposita em certa instituição financeira a quantia de R$ 2.000,00 para receber
durante um ano as seguintes taxas trimestrais de juros simples: 1
o
. trimestre: 10% ; 2
o
. trimestre: 12%;
3
o
. trimestre: 15% e 4
o
. trimestre: 18%. Calcular os juros simples totais ao fim do prazo de aplicação.

Solução
Sendo as taxas variáveis, temos:


C = R$ 2.000,00; i
1
= 10% a.t.; i
2
= 12% a.t. ; i
3
= 15% a.t. e i
4
= 18% a.t.
Logo:
J = 2.000 (0,10 + 0,12 + 0,15 + 0,18)  J = 2.000,00 x 0,55  J = 1.100,00
J = C x ( i
1
+ i
2
+ i
3
+ i
4
+ i
5
+ ......... + i
n
)

Matemática Financeira
Roberto
7
Exemplo: Certo título de crédito é oferecido a um custo de R$ 10.000,00 para fornecer ao seu futuro
possuidor rendimentos, a juros simples, de acordo com as taxas e prazos de aplicação seguintes:
Taxas Prazo
0,50% a.m. durante 3 meses
1,12% a.b. durante 4 meses
4,20% a.s. durante 6 meses
Determinar os juros simples totais ao final do prazo de aplicação.

Solução
C = R$ 10.000,00
J = 10.000 (0,0050 + 0,0050 + 0,0050 + 0,0112 + 0,0112 + 0,0420)
J = 10.000 x 0,0794  J = 794,00

b) Cálculo dos Juros Simples para taxas iguais

Admitindo que i
1
= i
2
= i
3
= i
4
= i
5
=...... = i
n
= i, ou seja, as taxas de juros simples são iguais em
todos os períodos da aplicação, neste caso a expressão (1), acima, ficará: J = ( i + i + i + ... + i )
resultando na expressão:


Esta expressão permite calcular os juros simples totais de uma aplicação quando as taxas de
juros forem fixas, iguais em todos os períodos de aplicação.
Exemplo: Qual a remuneração obtida por um capital de $ 2.000 aplicados durante dois anos à taxa de
juro simples igual a 10% ao mês?

Solução
C = 2.000
i = 10% ao mês
n = 2 anos

II. Cálculo do montante
Montante é o soma do capital inicial mais os juros ganhos: M = C + J .

a) Montante Simples para taxas variáveis de juro simples

M = C + C ( i
1
+ i
2
+ i
3
+ i
4
+ i
5
+ ......... + i
n
), colocando C em evidencia:

(3)

Exemplo: Calcular o montante simples de $ 2.000 aplicados durante um ano com as seguintes taxas
trimestrais: 10%; 12%; 15 e 18% respectivamente.
Solução
M = 2.000 ( 1 + 0,10 + 0,12 +. 0,15 + 0,18)
M = 2.000 x 1,55  M = 3.100,00
J = C x i x n
J = 2.000 x 0,10 x 24

J = 4.800,00
M = C ( 1 + i
1
+ i
2
+ i
3
+ i
4
+ i
5
+ ......... + i
n
)
(2)
Matemática Financeira
Roberto
8
b) Montante Simples para taxas fixas de juro simples
Admitindo que i
1
= i
2
= i
3
= i
4
= i
5
= ...... = i
n
= i , ou seja, as taxas de juros
simples são iguais em todos os períodos da aplicação, a expressão (3), acima, será igual a:

M = C + C x i x n ou (4)

Exemplo: Calcular o montante fornecido por um capital de R$ 500,00 aplicado a uma taxa de juro
simples de 54% ao ano durante 35 dias.
Solução
C = R$ 500,00
i = 54% ao ano
n = 35 dias

homogeneizando
C = R$ 500,00
i = 54% ao ano / 360 = 0,15% ao dia
n = 35 dias
Logo:
M = 500 [1 + 0,0015 x 35]  M = 500 x 1,0525  M = 526,25


1.2. Homogeneização entre Taxa de Juro e Prazo de Capitalização

Para a resolução de problemas relativos a análise financeira exige-se que a taxa de juro e o
prazo de capitalização estejam na mesma unidade de tempo.

Exemplo: Um capital de R$ 1.000,00 foi aplicado durante três meses a taxa de juro simples de 120% ao
ano. Calcular os juros simples.

Podemos resolver das seguintes formas:
C = R$ 1.000,00 C = R$ 1.000,00 C = R$ 1.000,00
i = 120% ao ano i = 10% ao mês i = 30% ao trimestre
n = 3 meses n = 3 meses n = 1 trimestre

300 3
12
20 , 1
000 . 1 J = × × = 300 3 10 , 0 000 . 1 J = × × = 300 1 30 , 0 000 . 1 J = × × =
Em toda aplicação financeira a unidade de tempo da taxa de juros tem que ser igual a unidade de tempo do período de
capitalização, portanto, devemos transformar a taxa de juros ou o prazo de aplicação para que fiquem mesma unidade de tempo.

Em um problema: Se a taxa de juros for igual a 120% ao ano e o prazo de aplicação for igual a três
meses, deve-se transformar a unidade de tempo da taxa de juros (ao ano) para mês

ou transformar a unidade de tempo do prazo para ano

M = C (1 + i x n)
Matemática Financeira
Roberto
9
1.3. Taxa de Juro Proporcional na Capitalização Simples
A taxa de juro simples pode ser expressa em qualquer unidade de tempo e pode ser convertida
para qualquer outra unidade sem alterar seu valor intrínseco.

Portanto, duas taxas de juros quaisquer são ditas proporcionais se houver proporcionalidade entre as
mesmas e seus respectivos prazos,

Exemplo: as taxas de 3% a.m. e 36% a.a. são proporcionais porque
% 3
% 36
é proporcional a




Exemplo: Dada à taxa de 30% a.t. determinar as taxas proporcionais:
a) Mensal,
b) Semestral e
c) Anual.

SOLUÇÃO
a) ÷ =
1
3
X
% 30
encontrando o valor de X, tem-se que X = 10% a.m.
b) ÷ =
6
3
X
% 30
o valor de X será: X
3
6 % 30
=
×
 60% a.s.
c) ÷ =
12
3
X
% 30
o valor de X será: X
3
12 % 30
=
×
 120% a.a.

1.4. Taxas Equivalentes na Capitalização Simples
Duas taxas são equivalentes quando, aplicadas a um mesmo capital, durante o mesmo
período de tempo, produzem o mesmo juros.

Exemplo 1: Verificar se as taxas de 4% a.m. e 12% a.t. são equivalentes.

Solução
Vamos aplicar as taxas ao mesmo capital durante o mesmo período de tempo e verificar se os juros produzidos são
iguais ou não.
 Admitindo que as taxas foram aplicadas ao capital de R$ 20.000,00 durante dois anos.
a) Para a primeira taxa, temos: J = 20.000 x 0,04 x 24 = 19.200,00
b) Para a segunda taxa, temos: J = 20.000 x 0,12 x 8 = 19.200,00
Como os juros são iguais, podemos dizer que as taxas são equivalentes.

Exemplo 2: Verificar se as taxas de 4% a.m. e 12% a.a. são equivalentes.

a) No primeiro caso, temos J = 20.000,00 x 0,04 x 24 = 19.200,00
b) No segundo caso, temos J = 20.000,00 x 0,12 x 2 = 4.800,00
Como os juros são diferentes, podemos dizer que 4% a.m. e 12% a.a., não são taxas equivalentes.

Nota: Na capitalização simples as taxas proporcionais são equivalentes.

n = Período
i = Taxa
i
i
n
n ' '
=

Matemática Financeira
Roberto
10
1.5. Juro Comercial e Juro Exato
Nas operações de curto prazo, no regime de capitalização simples, os prazos costumam ser
expressos em dias. No caso da taxa de juros apresentada seja anual, para utilizarmos as expressões de
juros simples, é necessário colocar o prazo também na unidade ano. Para isso têm-se duas formas:
1. Juros comerciais levam em consideração o ano comercial com 360 dias e, conseqüentemente,
os meses, indistintamente, têm 30 dias.

Exemplo: Um capital de R$ 560,00 foi aplicado durante 120 dias à taxa de juros simples de 240% a.a.
Calcular os juros simples dessa aplicação.

00 , 448
360
120
4 , 2 560 = × × = J
2. Juros exatos consideram o ano civil de 365 dias ou 366 se bissexto, com os meses se
apresentado com as quantidades de dias normais, 28, 29, 30 ou 31 dias.

Exemplo: Um capital de R$ 560,00 foi aplicado no dia 21.04.2010 à taxa de juros simples de 240% a.a. e
resgatado no dia 19.08.2010. Calcular os juros simples dessa aplicação.
86 , 441
365
120
4 , 2 560 J = × × =

1.6. Equivalência de Capitais a Juros Simples
Dois ou mais capitais, com vencimento em datas distintas, são equivalentes quando levados
para uma mesma data (data de comparação) e aplicado a mesma taxa de juros produzirem o mesmo
valor.
A equivalência de capitais no regime de juros simples, por característica, depende da data de
comparação. Isto é, capitais equivalentes em uma determinada data não serão em outra data distinta.

Exemplo: Verificar se os capitais R$ 3.900,00 no prazo de 3 meses é equivalente a R$ 5.100,00 no
prazo de 7 meses, considerando a taxa de juros simples de 10% a.m. e a data de comparação o mês 5.

A verificação consiste em levar os dois capitais para o mês cinco e averiguar se as quantias são iguais ou não.



3.900 5.100

0 1 2 3 4 5 6 7


1º. Capital
00 680 4
20 1 900 3
2 10 0 1 900 3
, . M
, . M
) , ( . M
=
× =
× + × =


2º. Capital

2 10 , 0 1
100 . 5
× +
= M

00 , 250 . 4
20 , 1
100 . 5
= = M
Data de comparação
O capital de 3.900 no instante (5) é igual a 4.680,
enquanto o capital de 5.100 no instante (5) é igual a
4.250, portanto são diferentes na data de comparação,
logo não são equivalentes para o instante (5) e taxa de
10% a.m.
Matemática Financeira
Roberto
11

Vejamos o mesmo exemplo com a data de comparação no instante zero (0), hoje.





3.900 5.100

0 1 2 3 4 5 6 7



1º. Capital

3 10 , 0 1
900 . 3
× +
= M

000 . 3
30 , 1
900 . 3
= = M


2º. Capital

7 10 , 0 1
100 . 5
× +
= M



000 . 3
70 , 1
100 . 5
= = M







1.7. TAXA MÉDIA E PRAZO MÉDIO

a) Cálculo da Taxa Média
A taxa média, no juro simples, é calculada pela ponderação dos prazos e pelos valores
aplicados, como segue:
¿
¿
=
=
×
× ×
=
n
t
t t
n
t
t t t
m
n C
n i C
i
1
1

O numerador é igual à soma do valor dos juros totais. O denominador é igual à soma dos
produtos do capital pelo prazo de aplicação.

b) Cálculo do Prazo Médio
O prazo médio é calculado por uma ponderação simples, isto é, os prazos são ponderados
apenas pelo valor atual das aplicações, vejamos:
¿
¿
=
=
×
=
n
t
t
n
t
t t
m
C
n C
n
1
1
_


O capital (1) no instante 0 é igual a 3.000,00 e o capital (2)
também é igual a 3.000,00 no instante 0, portanto, no instante
0 os valores são iguais – neste caso os capitais são
equivalentes para o instante 0 e taxa de juros de 10% a.m.
Matemática Financeira
Roberto
12
Exemplo: Um escritório de prestação de serviços empresta dinheiro a três pessoas diferentes, cujos
valores, taxas de juro e prazos foram os seguintes.


Op.
Valor
Emprestado
Taxa de juro mensal
Cobrada
Prazo do
Empréstimo (Mês)
1 12.000,00 7% 3
2 7.000,00 8% 4
3 10.000,00 9% 5

Calcular a taxa média e o prazo médio correspondente a essas três operações, sabendo-se que o valor
emprestado mais os juros serão pagos nos respectivos vencimentos, e que o regime de capitalização
dos juros é o simples.

Cálculo da Taxa Média
08122 , 0
000 . 114
260 . 9
5 000 . 10 4 000 . 7 3 000 . 12
5 09 , 0 000 . 10 4 08 , 0 000 . 7 3 07 , 0 000 . 12
i
m
= =
× + × + ×
× × + × × + × ×
=  8,122% a.m.

Cálculo do Prazo Médio




Teste:

¿
=
× × =
n
1 t
t m m t
C n i J  0,08122 x 3,931 x 29.000,00 = 9.260,00
Nota:
1. O cálculo da taxa de juro média de operações com prazos iguais: A taxa de juro média será
aquela que, aplicada à soma dos capitais de n operações, todas com o mesmo prazo, produz juro
igual à soma dos juros de cada umas dessas operações.

n i C ... n i C n i C n i ) C ... C C (
n n 2 2 1 1 m n 2 1
× × + + × × + × × = × × + + +

Desse modo:
n ) i C ... i C i C ( n i ) C ... C C (
n n m n
× × + + × + × = × × + + +
2 2 1 1 2 1


Dividindo ambos os termos por n e solucionando para i
m
, temos:
n 2 1
n n 2 2 1 1
m
C ... C C
i C ... i C i C
i
+ + +
× + + × + ×
=
Exemplo (1): Calcular a taxa de juro média das operações a seguir:
1ª. Operação 2ª. Operação 3ª. Operação
C = 100,00 C = 200,00 C = 300,00
n = 30 dias n = 30 dias n = 30 dias
i = 24% ao ano i = 36% ao ano i = 48% ao ano

Total dos juros:
2.520 + 2.240 + 4.500 = 9.260
Matemática Financeira
Roberto
13
40 0
600
240
300 200 100
48 0 300 36 0 200 24 0 100
,
, , ,
i
m
= =
+ +
× + × + ×
= ou 40% ao ano
Teste:

Juros totais: 2 + 6 + 12 = 20,00
-----------------------------------------
C = C
1
+ C
2
+ C
3
= 100 + 200 + 300 = 600
n = 30 dias (para todas as operações)
i
m
= 40% ao ano

J
t
= C x i
m
x n = 20
360
30
40 , 0 600 = × ×


Exemplo (2). Calcular a taxa de juro média das operações abaixo:
1ª. Operação 2ª. Operação 3ª. Operação 4ª. Operação
C = 100,00 C = 200,00 C = 300,00 C = 400,00
n = 2 anos n = 2 anos n = 2 anos n = 2 anos
i = 48% ao ano i = 5% ao mês i = 36% ao ano I = 2% ao mês

Neste caso, convertem-se as taxas de juro para o prazo das operações (dois anos), com o objetivo de
homogeneizá-las:
i
1
= 48% ao ano x 2 = 96%
i
2
= 5% ao mês x 24 = 120%
i
3
= 36% ao ano x 2 = 72%
i
4
= 2% ao mês x 24 = 48%

744 0
400 300 200 100
48 0 400 72 0 300 20 1 200 96 0 100
,
, , , ,
i
m
=
+ + +
× + × + × + ×
=  ou im = 74,40% por dois anos, ou 37,20% a.a.
Teste:

C = C
1
+ C
2
+ C
3
+ C
4
= 100 + 200 + 300 + 400 = 1.000
n = 2 anos (para todas as operações)
i
m
= 37,20% ao ano
J
t
= C x i
m
x n = 744 2 3720 , 0 000 . 1 = × ×
Total dos juros:
96 + 240 + 216 + 192 = 744
Matemática Financeira
Roberto
14
2. O cálculo do prazo médio de operações com taxas de juro iguais: é o período de tempo durante o
qual a soma dos capitais de operações com diferentes prazos e mesma taxa de juro produz juro de
valor igual à soma dos juros de cada uma dessas operações.

n n m n
n i C ... n i C n i C n i ) C ... C C ( × × + + × × + × × = × × + + +
2 2 1 1 2 1

Desse modo:
i ) n C ... n C n C ( n i ) C ... C C (
n n m n
× × + + × + × = × × + + +
2 2 1 1 2 1


Dividindo ambos os termos por i e solucionando para n
m
, temos:
n 2 1
n n 2 2 1 1
m
C ... C C
n C ... n C n C
n
+ + +
× + + × + ×
=

Exemplo (3): Calcular a taxa de juro média das operações a seguir:
1ª. Operação 2ª. Operação 3ª. Operação
C = 100,00 C = 200,00 C = 300,00
n = 30 dias n = 60 dias n = 90 dias
i = 24% ao ano i = 24% ao ano i = 24% ao ano

di as n
m
70
300 200 100
90 300 60 200 30 100
=
+ +
× + × + ×
=


Teste:
C = C
1
+ C
2
+ C
3
= 100 + 200 + 300 = 600
n
m
= 70 dias
i = 24% ao ano (para todas as operações)

J
t
= C x i x n
m
= 28
360
70
24 , 0 600 = × ×

18
360
90
24 0 300
8
360
60
24 0 200
2
360
30
24 0 100
3
2
1
= × × =
= × × =
= × × =
, J
, J
, J

Juros totais = 2 + 8 + 18 = 24












Matemática Financeira
Roberto
15
EXERCÍCIOS RESOLVIDOS

1) Um capital de R$2.500,00 foi aplicado durante 5 anos à taxa de juros simples de 6% a.b. Qual o
juro simples total produzido nesta aplicação?







2) Que prazo duplica um capital aplicado à taxa de juro simples igual a 4% ao mês?

M = C + J
C 2 M
. m . a % 4 i
× =
· =
  n 04 , 0 1
C
C 2
× = ÷
×
 25 n n
04 , 0
1 2
= =
÷
meses
3) Qual o montante produzido por um capital aplicado à taxa de juro simples de 4% a.s. durante 2
meses e 12 dias, sabendo que produz juro simples igual a $96,00?

M = C + J
J = $ 96,00
. a . a % 8 2 . s . a %.. 4 i = × =
n = 2 meses e 12 dias = 72 dias ou 72/360 = 0,2 anos
n i C J × × =  2 0 08 0 96 , , C × × = , logo 600
16 , 0
96
C = =  M = 600 + 96 = $ 696
4) Um capital de $ 500,00 é aplicado durante oito meses produzindo um montante de $ 560,00. Qual
a taxa de juro simples mensal aplicada na operação?

C = $ 500,00
n = 8 meses C M J ÷ =  60 500 560 J = ÷ =
M = $ 560,00
i = ? n i C J × × =  8 i 500 60 × × =  015 , 0
000 . 4
60
i = = ou 1,5% ao mês
5) Uma pessoa aplicou $ 100.000,00 numa operação de “overnight” (prazo de um dia), à taxa de juro
simples de 38% ao mês. Admitindo-se uma alíquota de 45% de Imposto de Renda sobre os
rendimentos auferidos, qual o juro líquido recebido por essa pessoa?

C = $100.000,00
i = 38% ao mês
IR = 45% sobre os juros recebidos
n = 1 dia
67 266 1 1
30
38 0
000 100 , . $
,
. J = × × =  570 $ 45 , 0 67 , 266 . 1 IR = × =  os juros totais
Recebido foi igual a  67 , 696 $ 570 67 , 266 . 1 J = ÷ =

6) Os capitais de $ 240.000,00 e $ 400.000,00 foram aplicados no regime de juros simples a mesma
taxa de juro. O primeiro rendeu, em 50 dias, $10.000,00 mais que o segundo em 21 dias. Qual foi
a taxa de juro simples diária aplicada aos capitais?

000 . 10 J J
2 1
+ =  000 . 10 n i C n i C
2 2 1 1
+ × × = × × 
000 . 10 21 i 000 . 400 50 i 000 . 240 + × × = × ×  000 . 10 i 000 . 400 . 8 i 000 . 000 . 12 + × = ×

000 . 10 i 000 . 400 . 8 i 000 . 000 . 12 = × ÷ × , logo 002778 , 0
000 . 600 . 3
000 . 000 . 1
i = = ou 0,28% ao dia
Matemática Financeira
Roberto
16
7) Calcular os juros simples que um capital de $ 2.000,00 rende em um ano e meio aplicado a taxa
de juro simples de 6% ao ano.



8) Um capital aplicado à taxa de juro simples de 36% ao ano durante n semestres, rendeu $
72.000,00 de juros e acumulou o montante de $ 112.000,00. Calcular o período de tempo que
esse capital ficou aplicado.

M = 112.000,00
J = 72.000,00
C = 112.000,00 – 72.000,00 = 40.000,00
i = 36% ao ano
n = ?
n 36 , 0 000 . 40 000 . 72 × × =  5
400 . 14
000 . 72
n = = anos ou 10 semestres

9) Dois capitais estão entre si como 2 está para 3. Para que num mesmo prazo, seja obtido o mesmo
rendimento, a taxa de juro simples do menor capital deve superar a do maior em quanto?

3
2
C
C
2
1
= ou
3
C 2
C
2
1
×
=  sabemos que os juros são iguais, então n i C n i C
2 2 1 1
× ÷ = × ×


2 2 1
2
i C i
3
C 2
× = ×
×

2 1
i i
3
2
= × ou
2 1
i
2
3
i × = , ou seja, i
1
= 1,5 i
2
 i
1
é 50% maior que i
2

10) (AFRF) Os capitais de R$ 3.000,00, R$ 5.000,00 e R$ 8.000,00 foram aplicados todos no mesmo
prazo, a taxas de juros simples de 6% a.m., 4% a.m. e 3,25% a.m., respectivamente. Calcule a
taxa média de aplicação desses capitais.
a) 4,38% a.m.
b) 3,206% a.m.
c) 4,4167% a.m.
d) 4% a.m.
e) 4,859% a.m.

Taxa média:
3 2 1
3 3 2 2 1 1
m
C C C
i C i C i C
i
+ +
× + × + ×
= (tempo constante para todas as aplicações)

Matemática Financeira
Roberto
17
EXERCÍCIOS PROPOSTOS

1. (Concurso BB) Uma pessoa empregou parte dos R$ 20.000,00 de que dispunha a 8% a.a., e parte
5% a.a., recebendo semestralmente R$ 740,00 de juros. Determinar que parte foi aplicada a cada
taxa. Resp. R$ 4.000,00 e R$ 16.000,00

2. (Concurso BB) Há 5 anos, o capital de R$ 15.000,00 foi aplicado à taxa de 7% a.a. Se aplicamos
hoje o capital de R$ 18.000,00, à taxa de 10% a.a., daqui a quantos anos os capitais produzirão os
mesmos rendimentos? Resp. 7 anos

3. Na capitalização simples, a taxa que faz duplicar um capital em dois meses vale:
a) 100%
b) 50% *
c) 40%
d) 30%
e) 10%

4. O prazo em que duplica um capital à taxa de juros simples de 4% ao mês é:
a) 1 ano
b) 15 meses
c) 20 meses
d) 25 meses*
e) Impossível determinar

5. (BNB 2003) Uma loja oferece uma motocicleta por R$ 4.000,00 á vista ou por 50% deste valor à
vista como entrada e mais um pagamento de R$ 2.200 após 4 meses. Qual é a taxa de juros
simples mensal cobrada?
a) 0,025% ao mês
b) 0,150% ao mês
c) 1,500% ao mês
d) 2,500% ao mês
e) 5,000% ao mês

6. Uma mercadoria é oferecida por R$ 12.000,00 à vista ou na condição a prazo: 20% do valor à vista
como entrada e mais um pagamento de R$ 12.480,00 após seis meses. Qual a taxa de juros
simples anual cobrada pela loja?
a) 20% a.a.
b) 40% a.a.
c) 60% a.a.
d) 30% a.a.
e) 77% a.a.


7. Um comerciante aceita cheque pré-datado para 30 dias, mas cobra juros de 8% sobre o preço à
vista. Uma mercadoria que é paga em 30 dias sai por R$ 27,00, e custa à vista:
a) R$ 19,00
b) R$ 21,40
c) R$ 24,80
d) R$ 25,00
e) R$ 29,15


8. Um capital foi colocado a render juros simples a uma taxa tal que após dez meses o capital e os
juros reunidos se elevaram a R$ 13.440,00 e após 18 meses se elevaram a R$ 16.512,00. Qual o
capital inicial?
a) R$ 9.000,00
b) R$ 6.912,00
c) R$ 10.000,00
d) R$ 8.600,00
e) R$ 9.600,00


Matemática Financeira
Roberto
18
9. (BNB 2003) José tomou emprestado R$ 10.000,00 a um banco, pretendendo saldar a divida após 2
anos. A taxa de juros simples combinada foi de 30% a.a. Qual o menor valor com o qual José
pagaria a divida 5 meses antes do vencimento combinado, sem prejuízo para o banco, se nesta
época a taxa de juros simples anual fosse de 24% e fosse utilizado o desconto simples racional?
a) R$ 16.000,00
b) R$ 17.600,00
c) R$ 13.800,00
d) R$ 14.545,45
e) R$ 14.800,00

10. (Concurso da CEF 2002) Um capital foi aplicado a juro simples e, ao completar um período de 1
ano e 4 meses, produziu um montante equivalente a 7/5 de seu valor. A taxa mensal dessa
aplicação foi de:
a) 2%
b) 2,2%
c) 2,5%
d) 2,6%
e) 2,8%

11. (Concurso da CEF 2002) Um capital de R$ 15.000,00 foi aplicado a juro simples à taxa bimestral de
3%. Para que seja obtido um montante de R$ 19.050,00, o prazo dessa aplicação deverá ser de:
a) 1 ano e 10 meses.
b) 1 ano e 9 meses.
c) 1 ano e 8 meses.
d) 1 ano e 6 meses.
e) 1 ano e 4 meses.

12. (Concurso CEF 2000) Certo capital, aplicado a juros simples durante 15 meses, rendeu um
determinado juro. Se aplicarmos o triplo desse capital à mesma taxa, em que prazo o juro obtido
será igual ao dobro do obtido na primeira aplicação?
a) 5 meses.
b) 7 meses e meio.
c) 10 meses.
d) 12 meses.
e) 18 meses.

13. Os capitais de R$ 2.000,00, R$ 3.000,00, R$ 1.500,00 e R$ 3.500,00 são aplicados à taxa de 4%
ao mês, juros simples, durante dois, três, quatro e seis meses, respectivamente. Obtenha o prazo
médio de aplicação destes capitais.
a) 4 meses.
b) 4 meses e cinco dias.
c) 3 meses e vinte e dois dias.
d) 2 meses e vinte dias.
e) 8 meses.

14. (Concurso da RF) Indique qual o capital hoje equivalente ao capital de R$ 4.620,00 que vence
dentro de cinqüenta dias, mais o capital de R$ 3.960,00 que vence dentro de cem dias e mais o
capital de R4 4.000,00 que venceu há vinte dias, à taxa de juros simples de 0,1% ao dia.
a) R$ 10.940,00
b) R$ 11.080,00
c) R$ 12.080,00
d) R$ 12.640,00
e) R$ 12.820,00

15. (Concurso BB) Uma geladeira é vendida à vista por R$ 1.000,00 ou em duas parcelas, sendo a
primeira como uma entrada de R$ 200,00 e a segunda dois meses após, no valor de R$ 880,00.
Qual a taxa mensal de juros simples utilizada?
a) 6%
b) 5%
c) 4%
d) 3%
e) 2%

Matemática Financeira
Roberto
19
16. Se aplicarmos determinada quantia durante oito meses, seu montante será de R$ 63.000,00. Caso
a aplicação durasse 13 meses, o montante seria de R$ 74.250,00. Qual a taxa mensal de juros
simples empregada?
a) 4%
b) 5%
c) 6%
d) 7%
e) 8%

17. Qual a taxa anual de juros simples ganha por uma aplicação de R$ 1.300 que produz após um ano
um montante de $$ 1.750,00? Resp. 34,61% a.a.

18. Qual é a remuneração obtida por um capital de R$ 2.400 aplicado durante 17 meses à taxa de juro
simples de 60% a.a.? Resp. $ 2.040

19. Calcular o rendimento de uma capital de R$ 80.000 aplicado durante 28 dias à taxa de juro simples
de 26% a.m. Resp. $ 19.413,33

20. Aplicando R$ 80.000,00 durante 17 meses, resgatamos R$ 140.000,00. Qual a taxa de juro simples
anual ganha na operação? Resp. 52,94% a.a.

21. Em quantos meses um capital de R$ 28.000,00 aplicado à taxa de juro simples de 48% a.a. produz
um montante de R$ 38.000,00? Resp. 9 meses

22. Um capital aplicado transformou-se em R$ 13.000,00. Considerando uma taxa de juro simples de
42% a.a. e uma remuneração de R$ 4.065,29, determine o prazo de aplicação. Resp. 13 meses

23. Um capital de R$ 135.000,00 transformou-se em R$ 180.000,00 após 44 dias de aplicação.
Calcular a taxa de juro simples ganha na aplicação. Resp. 22,73% a.m.

24. Dois capitais, um de R$ 2.400,00 e outro de R$ 1.800,00, foram aplicados a uma mesma taxa de
juro simples. Calcular a taxa considerando que o primeiro capital em 48 dias rendeu R$ 17,00 a
mais que o segundo em 30 dias. Resp. 10% a.a.

25. Um capital aplicado durante 144 dias gerou R$ 2.880,00 de juros. Sabendo-se que a taxa de juros
simples foi de 6% a.m., calcular o valor do montante. Resp. R$ 12.880,00

26. (TRE) Apliquei 3/5 de um capital, à taxa de 12% ao ano, e o restante a 18% ao ano. Se, após 8
meses, obtive juros simples num total de R$ 17.280,00, o capital empregado era:
a) R$ 180.000,00
b) R$ 184.000,00
c) R$ 200.000,00
d) R$ 240.000,00
e) R$ 248.000,00

27. Um capitalista empregou 2/5 de seu capital a juros simples a taxa de 48% a.a, durante 5 meses, e o
restante do capital também a juros simples à taxa de 60% a a, durante 6 meses. Sabendo-se que a
soma dos montantes recebidos nas duas aplicações foi de R$ 302.400,00, o capital inicial total era
de:
a) 230.000
b) 240.000
c) 250.000
d) 255.000
e) 260.000

28. Calcular a taxa que foi aplicada a um capital de R$ 4.000,00 durante 3 anos, sabendo-se que se um
capital de R$ 10.000,00 fosse aplicado durante o mesmo tempo a juros simples de 5% a.a.,
renderia mais R$ 600,00 que o primeiro a taxa de:
a) 8% a.a.
b) 7,5% a.a.
c) 7,1% a.a.
d) 6,9% a.a.
e) 6,2% a.a.
Matemática Financeira
Roberto
20
29. Um investidor aplicou um principal a juros simples e obteve um montante de R$10.600,00, após três
meses. Se o prazo do investimento fosse de nove meses, o montante obtido seria de R$11.800,00.
Determinar o principal aplicado e a taxa de juros simples mensal dessas duas aplicações.
a) $10.000,00 e 2,00% a.m.
b) $10.000,00 e 1,80% a.m.
c) $10.500,00 e 2,00% a.m.
d) $10.800,00 e 2,00% a.m.
e) $10.000,00 e 1,75% a.m.

30. Um investidor fez uma aplicação, a juros simples, que produziu um montante de R$13.800,00 no
final de 12 meses. O mesmo investidor fez uma segunda aplicação, 20% superior à primeira, que
rendeu um total de juros de R$ 1.440,00 no final de oito meses. Determinar a taxa de juros simples
mensal e os valores dessas duas aplicações.
a) 1,15% a.m.; $10.000,00 e $12.000,00
b) 1,25% a.m.; $10.500,00 e $12.600,00
c) 1,25% a.m.; $11.000,00 e $13.200,00
d) 1,25% a.m.; $12.000,00 e $14.400,00
e) 1,10% a.m.; $12.000,00 e $14.400,00

31. Um valor monetário é aplicado, no regime de juros simples, em duas aplicações diferentes com
taxas de rentabilidade de 10% ao ano e 12% ao ano. Determinar dentro de quantos anos a
diferença entre os montantes acumulados nessas duas aplicações será igual a 10% do valor da
aplicação inicial.
a) Cinco anos*
b) Seis anos
c) Oito anos
d) Dez anos
e) Quatro anos

32. Um fogão está sendo vendido nas seguintes condições: à vista por R$ 400,00 ou a prazo com 50%
do valor à vista no ato da compra e mais uma parcela de R$ 230,00 a ser paga 45 dias da compra.
Qual a taxa de juros simples mensal cobrada na compra a prazo? Resp. 10% a.m.

33. Uma pessoa aplicou dois capitais a juros simples, o primeiro a taxa de 33% a.a. e o segundo a 45%
a.a. Se o rendimento de ambas as aplicações totalizou $ 52.500,00 no prazo de um ano, determinar
o valor dos capitais, sabendo-se que o primeiro é 37,5% menor que o segundo. Resp. 50.000 e 80.000

34. Aplicado a juros simples pelo prazo de um ano, um capital transformou-se em $ 13.000,00. Esse
montante foi reaplicado por mais dois anos a uma taxa de juros simples 20% maior que a ganha na
primeira aplicação, obtendo-se um montante de $ 22.360,00. Calcular o valor do capital inicialmente
aplicado e a taxa de juro simples anual à qual foi aplicado? Resp $10.000 e 30% a.a

35. Uma pessoa aplicou um capital em uma conta remunerada que rende juros simples à taxa de 30%
a.a. Depois de três anos resgatou metade dos juros ganho e reaplicou o restante desses juros por
um ano à taxa de juro simples de 32% a.a., obtendo um rendimento de $ 20,16 nessa última
aplicação. Calcular o valor do capital inicialmente aplicado. Resp. $ 140,00

36. Dois capitais foram colocados a juros simples, o primeiro à taxa de 20% a.a. e o segundo a 40%
a.a. Calcular os capitais sabendo-se que somados montam $ 500,00 e que os dois em um ano
renderam juros totais de $ 130,00. Resp. $ 350 e $ 150

37. Dois capitais, o primeiro de R$ 1.100,00 e o segundo de R$ 500,00, estiveram aplicados a juros
simples, durante 3 meses. A que taxa de juros simples foi aplicado o primeiro se o segundo,
aplicado à taxa de juro simples de 10% a.m. rende R$ 246,00 menos que a aplicação do primeiro?
Resp. 12% a.m.

38. Um capital de $ 50.000,00 aplicado a juros simples rendeu $ 1.875,00 em um determinado prazo.
Se o prazo fosse 36 dias maior, o rendimento aumentaria $ 250. Calcular a taxa de juro simples ao
ano e o prazo da operação em dias. Resp. 5% a.a. e 270 dias

39. Um televisor é vendido nas seguintes condições: - preço à vista = R$ 1.800,00; - condições a prazo:
30% do valor à vista como entrada e R$ 1.379,70 em 30 dias. Determine a taxa de juros simples
cobrada na venda a prazo. Resp 9,5% a.m.

Matemática Financeira
Roberto
21
40. Uma empresa obteve um empréstimo de R$ 200.000,00 a taxa de juro simples de 10% ao ano.
Certo tempo depois liquidou a dívida, inclusive juros, e tomou um novo empréstimo de R$
300.000,00 a taxa de juro simples de 8% ao ano. Dezoito meses após o primeiro empréstimo
liquidou todos seus débitos, tendo pago R$ 35.000,00 de juros totais nos dois empréstimos.
Determinar os prazos dos dois empréstimos em meses. Resp. 3 e 15 meses

41. Um capital foi aplicado por 186 dias à taxa simples de 2% a.m. Ao término desse prazo, um quarto
dos juros ganhos foi reaplicado à taxa de juros simples de 2,5% a.m, obtendo-se um montante após
144 dias de R$ 347,20 Calcular o valor do capital inicialmente aplicado. Resp 10.000,00

42. Dois capitais colocados – o primeiro a 36% a.a. em seis meses e o segundo a 4% a.m em 72 dias –
rendem juros iguais. Calcular o valor de cada capital sabendo que a diferença entre eles é de R$
1.575,00. Resp. $ 1.800 e $ 3.375

43. Uma empresa aplicou R$ 2.000,00 no dia 15.07.08 e resgatou essa aplicação no dia 21.07.08 por
R$ 2.018,00. Qual foi a taxa mensal de rendimento proporcionada por essa operação? Resp. 4,5% a.m

44. O capital de R$ 7.500,00 foi aplicado no dia 21 de março de 2008, à taxa de juros simples de 0,2%
ao dia no regime de juros simples exatos. Até que data deverá permanecer aplicado para render R$
675,00. Resp. 05.05.2008; 45 dias

45. Um capital foi aplicado por 234 dias à taxa de juros simples de 90% a.a. Ao término desse prazo,
metade dos juros ganhos foi reaplicado à taxa de juros simples de 2,5% a.m, obtendo-se um
montante após 195 dias de R$ 204.018,75 Calcular o valor do capital inicialmente aplicado. Resp.
600.000,00

46. Um capital foi aplicado por 180 dias á taxa de juro simples de 50% a.a. Ao final da operação, o valor
bruto de resgate foi aplicado à taxa de juro simples de 60% a.a., pelo período de 60 dias. Ao
término dos 240 dias, o montante era igual á R$ 1.375,00. Calcular o valor investido. Resp. 1.000,00.

47. Um investidor empregou 70% de seu capital à taxa de juros simples de 24% ao ano e o restante à
taxa de juros simples de 18% a.a., sabendo-se que os capitais foram aplicados pelo prazo de nove
meses e que juntos renderam juros totais de R$ 1.998,00, qual o valor do capital inicial do
investidor? Resp R$ 12.000,00

48. A empresa LIDER paga, a cada um dos seus funcionários, salários de R$ 10.000,00 com reajuste
mensal de 10%. A empresa GAMA paga salários de R$ 14.400,00 a seus funcionários com reajuste
mensal de 5,9896%. Indique o número de meses em que o salário da empresa LIDER é igual ao da
empresa GAMA. Resp. 32 meses

49. Uma pessoa tomou um empréstimo à taxa de juros simples de 9% ao mês; quarenta e cinco dias
depois pagou a divida e contraiu um novo empréstimo duas vezes maior que o primeiro, pelo prazo
de dez meses a taxa de juros simples de 6% ao mês. Sabendo-se que pagou ao todo R$ 13.350,00
de juros, calcular o valor do primeiro empréstimo. Resp. R$ 10.000,00

50. Um capital foi aplicado por três anos à taxa de juros simples de 20% a.a. Ao término desse prazo,
um terço dos juros ganhos foi reaplicado à taxa de juros simples de 25% a.a., obtendo-se uma
remuneração após seis meses de R$ 300,00. Calcular o valor do capital inicialmente aplicado? Resp.
R$ 12.000,00

51. Uma pessoa tomou um empréstimo à taxa de juros simples de 9% ao ano; seis meses depois
pagou a dívida e contraiu um novo empréstimo duas vezes maior que o primeiro, pelo prazo de
nove meses a taxa de juros simples de 6% ao ano. Sabendo-se que pagou ao todo R$ 1.080,00 de
juros, calcular o valor do primeiro empréstimo. Resp. $ 8.000,00

52. Um capital foi aplicado por dois anos à taxa de juros simples de 20% a.a. Ao término desse prazo
um quarto dos juros ganhos foi reaplicado à taxa de juros simples de 25% a.a., obtendo-se uma
remuneração após seis meses de R$ 150,00. Calcular o valor do capital inicialmente aplicado. Resp.
R$ 12.000,00

53. O capital de R$ 7.812,00 foi dividido em duas partes. A primeira aplicada à taxa de juro simples
igual a 4% ao mês, rendeu durante cinco meses os mesmo juros que a segunda parte aplicada
durante oito meses à taxa de juro simples de 2% ao mês. Calcule o valor de cada parte. Resp. 3.472 e
4.340
Matemática Financeira
Roberto
22
54. Um capital de R$ 4.500,00 foi dividido em três parcelas que foram aplicadas pelo prazo de um ano.
A primeira a taxa de juro simples de 4% ao trimestre, a segunda a taxa de juro de simples de 6% ao
trimestre e a terceira a taxa de juro simples de 10% ao trimestre. Se o rendimento da primeira
parcela for R$ 160,00 e o rendimento das três totalizar R$ 1.320,00, calcular o valor de cada
parcela. Resp. 1.000; 1.500 e 2.000.

55. A aquisição de um bem pode ser feita à vista por R$ 40.000,00 ou mediante uma entrada de 30%
do valor a vista e mais um pagamento de R$ 32.032,00 daqui a seis meses. Qual a taxa mensal de
juros simples mensal cobrada na aquisição do bem. Resp. 2,40% a.m.

56. Uma loja oferece um objeto por R$ 1.050,00 à vista ou a prazo com uma entrada de R$ 400,00 e
mais um pagamento de R$ 780,00 em 60 dias. Qual a taxa de juro simples mensal cobrada pela
loja? Resp. 10% a.m.

57. Uma loja oferece um relógio por R$ 900,00 à vista ou por 25% do valor à vista como entrada e mais
um pagamento único de R$ 837,00 de hoje a quatro meses. Qual a taxa de juro simples mensal
cobrada pela loja? Resp. 6% a.m
.
58. Dois capitais foram aplicados da seguinte forma: o primeiro à taxa de juros simples de 36% ao ano
durante seis meses e o segundo à taxa de juros simples de 4% ao mês durante 72 dias, rederam
juros iguais. Calcular o valor de cada capital, sabendo que a soma dos dois é igual a R$ 5.175,00.
Resp. 1.800 e 3.375,00

59. Determinada pessoa deseja dispor de R$ 1.000,00 no fim de 6 meses e de R$ 2.000,00 no fim de
um ano. Que quantia deverá depositar, na data de hoje, em um estabelecimento bancário que
pague a taxa de juro simples de 2% ao mês, de modo que possa fazer as retiradas indicadas, sem
deixar saldo final? Resp. $ 2.487,24

60. Um engenheiro fez um empréstimo à taxa de juros simples de 18% a.a. Um mês e dez dias depois
pagou a dívida e contraiu um novo empréstimo, agora o dobro do valor do anterior, mas pagando
juros a taxa de 13% a.a. Dez meses depois desse segundo empréstimo, liquidou o débito.
Sabendo-se que o engenheiro pagou ao todo R$ 1.100,00 de juros nos dois empréstimos, calcule
do valor do primeiro empréstimo. Resp: 4.647,83

61. Fiz uma aplicação de R$ 3.000,00 à taxa de juros simples de 60% ao ano. Após certo período a
taxa de juros simples foi reduzida para 4% a.m. Qual foi o prazo em que vigorou a segunda taxa se,
depois de 10 meses, o capital rendeu R$ 1.410,00 de juros? Resp. 7 meses.

62. Um investidor empregou 70% de seu capital à taxa de juros simples de 24% ao ano e o restante à
taxa de juros simples de 18% ao ano, sabendo-se que os capitais foram aplicados pelo prazo de
nove meses e que juntas rederam juros totais de R$ 1.998,00, qual o valor do capital inicial do
investidor? Resp. R$ 12.000,00

63. Um investidor com certo volume de capital deseja diversificar suas aplicações no mercado
financeiro. Para tanto aplica 3/5 do seu capital numa alternativa de investimento que paga a taxa de
juros simples de 74,4% ao ano pelo prazo de 60 dias. A outra parte é investida em uma aplicação
que é remunerada pela taxa de juro simples de 5,8% ao mês no prazo de 135 dias. O total de
rendimentos auferidos pelo aplicador atinge R$ 17.880,00. Calcular o valor de todo capital investido.
Resp. R$ 100.000,00

64. Uma pessoa realizou um investimento no Banco “A” por um prazo de 24 meses, a uma taxa de
juros simples de 22% ao ano. No vencimento, resgatou a aplicação e investiu todo o montante no
Banco “B”, a uma taxa de juros simples de 25% ao ano, por um prazo de 36 meses, retirando ao
final um montante no valor de R$ 30.240,00. Qual foi o valor aplicado inicialmente no Banco “A”?
Resp. R$ 12.000,00

65. Um empresário compra um equipamento no valor de R$ 60.000,00. Paga R$ 20.000,00 à vista, no
ato da compra, e se compromete a pagar R$ 46.960,00 em 3 meses. Qual a taxa de juros simples
cobrada na operação? Resp. 5,8% a.m

66. Uma pessoa tomou um empréstimo à taxa de juros simples de 9% ao ano; seis meses depois
pagou a divida e contraiu um novo empréstimo duas vezes maior que o primeiro, pelo prazo de
nove meses a taxa de juros simples de 6% ao ano. Sabendo-se que pagou ao todo R$ 1.080,00 de
juros, calcular o valor do primeiro empréstimo. Resp. $ 8.000,00
Matemática Financeira
Roberto
23
67. Uma pessoa aplicou seu capital à taxa de juros simples igual a 5% ao mês, durante 4 meses. Ao
final deste período, reaplicou 80% do montante à taxa de juros simples de 3% ao mês, durante 69
dias, resgatando R$ 1.621,48. Determinar o capital inicial aplicado por esta pessoa. Resp. $ 1.580,00

68. Coloquei R$ 1.800,00 em um Banco que remunera a taxa de juros simples de 14,45% ao mês e,
em outra instituição financeira coloquei a quantia de R$ 3.000,00 a taxa de juros simples de 2% ao
mês. Depois de quanto tempo os montantes serão iguais? Resp. 6 meses aproximadamente.

69. R$ 5.400,00 foram divididos em duas partes. A primeira parte foi aplicada à taxa de juros simples
de 6% ao mês durante 69 dias e a segunda parte à taxa de juros simples de 5% ao mês durante 42
dias produzindo juros totais de R$ 531,00. Qual o valor de cada parte? Resp. 3.150,00 e 2.250,00

70. Quatro sétimos de um capital foram aplicados à taxa de juros simples de 7% ao ano e o restante do
capital foi aplicado à taxa de juros simples de 14% ao ano. No final de um ano e meio de aplicação
a soma dos juros obtidos é igual a R$ 315,00. Determinar o valor do capital aplicado. Resp. 2.100,00

71. Uma loja vende um aparelho de som por R$ 1.800,00 à vista. A prazo, o aparelho é vendido por R$
2.016,00, sendo R$ 360,00 de entrada e o restante pago em 45 dias. Qual a taxa de juros simples
mensal adotada nessa operação? Resp. 10% a.m.

72. João tem uma dívida de $ 35.000 que vence em 16 meses. Pretende pagar $ 12.000 no fim de 158
dias e $ 13.000, 189 dias depois desse primeiro pagamento. Quanto deve pagar na data de
vencimento de modo que liquide a dívida? Considere a taxa de juro simples de 50% a.a. e a data
focal no vencimento da operação. Resp. 2.231,95

73. Uma indústria estocou 10.000 toneladas de um produto e recusou a oferta de um atacadista para
vender na base de R$ 300,00 a tonelada. Passados dois meses, a indústria coloca todo estoque a
R$ 330,00 a tonelada. Considerando-se que a taxa de juros simples corrente é 4% ao mês,
pergunta-se a indústria teve lucro ou prejuízo? De quanto? Resp: Lucro de R$ 6,00 por tonelada.



EXERCÍCIOS: Taxa e prazo médio

1. Calcular o prazo médio das operações colocadas a seguir:
1ª. operação 1ª. operação 1ª. operação 1ª. operação
C R$ 900,00 R$ 500,00 R$ 300,00 R$ 800,00
i 36% ao ano 36% ao ano 36% ao ano 36% ao ano
n 45 dias 90 dias 30 dias 60 dias

2. Calcular a taxa de juro simples média das operações a seguir:
1ª. operação 1ª. operação 1ª. operação 1ª. operação
C R$ 900,00 R$ 500,00 R$ 300,00 R$ 800,00
I 12% ao ano 36% ao ano 72% ao ano 24% ao ano
n 60 dias 60 dias 60 dias 60 dias

3. Foram aplicados na mesma data, os seguintes capitais: $ 570,00 a 4% a.m., em dois meses; $
4.500,00 a 3,5% a.m., em três meses e $ 520 a 3% a.m. em 60 dias. Objetivando estabelecer
vencimento único para as três aplicações, calcular o tempo médio, ou seja, em quantos dias esses
capitais colocados às respectivas taxas de juro renderão os mesmo juros totais. Resp. 84 dias
aproximadamente.

4. Três capitais foram aplicados: o primeiro, no valor de $ 3.000,00, durante 40 dias; o segundo, $
4.000,00, em dois meses e o terceiro, de $ 2.600,00, em três meses. Determinar o prazo único
durante o qual um capital igual à soma desse três renda, à mesma taxa, os mesmos juros totais.
Resp. 62,81 dias

5. Os capitais de R$ 3.000,00, R$ 5.000,00 e R$ 8.000,00 foram aplicados todos no mesmo prazo, à
taxa de juros simples de 6% a.m., 4% a.m. e 3,25% a.m. Calcule a taxa média de aplicação desses
capitais. Resp. 4% a.m.

Resp. 57 dias
Resp 27,84% a.a.
Matemática Financeira
Roberto
24
6. Aplica-se pelo prazo de dois anos os seguintes capitais: R$ 1.000,00 a taxa de juros simples de 5%
a.a., R$ 2.000,00 a 30% a.a. e R$ 3.000,00 a 40% a.a. Determinar o valor único de capital que deve
ser aplicado às mesmas taxa de modo a se obter o mesmo juro total dos investimentos. Resp. R$
1.916,67

7. Puseram-se a render juros três capitais a saber: R$ 2.660,00 a 4,5% a.m. , em 45 dias; R$
1.200,00, a 5% a.m., em 60 dias e R$ 1.250,00, a 3,5% a.m. em três meses. Calcular a taxa média.
Resp. 4,25% a.m. aproximadamente
Matemática Financeira

Roberto

25

2. OPERAÇÕES DE DESCONTO SIMPLES

Com o objetivo de estimular as vendas a prazo, foi instituído os títulos de crédito. Esses títulos
podem ser negociados com instituições financeiras, gerando uma operação denominada de Desconto.
A operação de desconto consiste na antecipação de recursos financeiros em contrapartida de
títulos crédito (Duplicatas, Nota Promissórias, etc.) com prazo de vencimento futuro.








Tipos de Descontos de Títulos:
a) Desconto Racional ou Por Dentro
b) Desconto Comercial ou Por Fora
c) Desconto Bancário

O desconto “D” é a diferença entre o valor do título de crédito (duplicata) “N” e o valor pago pelo banco
na data que for apresentado para desconto “A”.
D = N – A

D = Desconto
N = Valor nominal, valor de resgate ou valor futuro (quantia declarada no
título, valor de emissão)
A = valor atual ou valor presente (é o valor na data da apresentação)

2.1. Desconto Simples Racional ou Por Dentro
Tem como característica a aplicação da taxa de juro simples sobre o valor atual do título e pode
ser determinado tanto em função do valor atual “A” como em função do valor nominal do título “N”. Em
resumo, o Desconto simples racional é o juro simples no desconto.

D
R
= f (A)  Equação do desconto em função do valor atual (A)

D
R
= N - A Substituindo N = A ( 1 + i x n)

Temos:
D
R
= A ( 1 + i x n) - A  D
R
= A + A x i x n - A .: D
R
= A x i x n

D
R
= f (N)  Equação do desconto em função do valor nominal (N)


Ao realizar uma venda a prazo, o dono da loja vai ao banco com a duplicata do cliente recebendo certa quantia em troca.


Matemática Financeira

Roberto

26


D
R
= N - A Substituindo
) n i 1 (
N
A
× +
=
Temos:
) n i 1 (
N
N D
R
× +
÷ = 
(
¸
(

¸

× +
÷ × =
n i 1
1
1 N D
R
 D
R
=
n i 1
n i N
× +
× ×


Exemplo: Calcular o desconto racional de um título no valor de R$ 5.000,00 descontado 45 dias antes
do seu vencimento à taxa simples de desconto de 6% ao mês.

5 , 1 06 , 0 1
5 , 1 06 , 0 000 . 5
D
R
× +
× ×
= = 412,84

2.2. Desconto Simples Comercial ou Por Fora

Tem como característica a aplicação da taxa de juros simples sobre o valor nominal. É calculado
pela seguinte equação:

D
C
= N x i x n

Nesta modalidade de desconto ficou arbitrado ou convencionado que, o desconto seria um valor
resultante da aplicação de uma taxa de desconto i sobre o valor nominal do título “N” vezes a quantidade
de dias “n“ até o seu vencimento.

Da expressão D = N - A podemos derivar a que fornece o “valor atual descontado” ou “Valor atual
comercial” do título submetido à operação de desconto.

D
C
= N - A
C
.: A
C
= N - D
C


A
C
= N - N x i x n ou A
C
= N (1 - i x n)

Exemplo: Uma Nota Promissória com valor nominal de R$ 10.000,00 é descontada comercialmente a
uma taxa de desconto de 5% ao mês para um prazo de 63 dias, determinar:

a) Desconto comercial;
b) Valor atual comercial e

Dados
N = R$ 10.000,00; i = 5% ao mês; n = 63 dias;

Matemática Financeira

Roberto

27
2.3. Desconto Bancário
O Desconto bancário é calculado da mesma forma do Desconto comercial D = N x i x n, no
entanto, retira-se do valor do título (N) o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), que é calculado da
seguinte forma: IOF = N x i x n, a taxa do IOF é igual a 0,0082% a.d.
É cobrado, ainda do portador do título, um valor denominado Taxa de Serviço, que não tem um
padrão de cobrança. Alguns bancos têm um valor fixo por título descontado ou um percentual sobre o
valor do título.

Exemplo: Uma Nota Promissória com valor nominal de R$ 10.000,00 é descontada a uma taxa de desconto de 5%
ao mês para um prazo de 63 dias e é cobrada uma taxa de serviço de R$ 3,20 por título descontado, determinar o
valor creditado na conta do cliente.
Desconto: 050 . 1
30
63
05 , 0 000 . 10 = × × = D
Imposto: 66 , 51 63 000082 , 0 000 . 10 = × × = IOF
Valor creditado na conta do cliente: 14 , 895 . 8 20 , 3 66 , 51 050 . 1 000 . 10 = ÷ ÷ ÷ =
c
V

2.4. Cálculo da Taxa Efetiva no Desconto Comercial

Como a taxa de juro cobrada no desconto comercial é aplicada sobre “N” (valor nominal), ela não
representa a taxa real que esta sendo cobrada na operação, pois a taxa real é aquela que torna o capital
inicial “A” no montante “N” no período “n”, a essa taxa, denominamos de taxa de juro efetiva “i
e
”, ou
seja, é a taxa que realmente está sendo aplicada na operação de desconto.

Exemplo: Um título com valor nominal igual a R$ 1.000,00 é descontado comercialmente 47 dias antes
do vencimento a uma taxa de desconto de 4% ao mês Determinar a taxa efetiva de juros simples
implícita (para o cliente) na operação de desconto.

N = R$ 1.000,00; i = 4% ao mês; e n = 47 dias
47
30
04 , 0
1000 D
C
× × =  DC = 62,67
A = N - DC  V
C
= 1.000 - 62,67  A = 937,33

A operação no diagrama:

937,33 1.000

0 47

Aplicando a fórmula de juros simples J = C x i x n para determinar a taxa de juro efetiva da operação,
temos, Juros = 1.000 – 937,33 = 62,67 (que é igual ao D
C
)
Capital inicial = 937,33 (valor creditado ou valor atual do título) e Prazo = 47 dias

Utilizando a expressão de juros simples, temos: 62,67 = 937,33 x i
e
x 47
47 33 , 937
67 , 62
i
e
×
= = 0,001423 ou 0,1423% a.d ou multiplicando por 30 dias, temos 4,26% a.m.
Matemática Financeira

Roberto

28

Neste caso, podemos determinar a taxa efetiva do desconto pela expressão:


OBS: No Desconto Racional a taxa de juro cobrada é a taxa real do desconto “i”, é a taxa efetiva do
desconto pois faz o capital inicial “A” no período “n” ser igual ao valor de resgate “N”.

2.5. Desconto Simples Comercial X Desconto Simples Racional

Podemos calcular a taxa efetiva utilizando a igualdade D
C
= D
R
n i
n i N
n i N
d
× +
× ×
= × ×
1
 ( ) n i N n i n i N
d
× × = × + × × × 1 .: ( ) i n i i
d
= × + × 1
n i
i
i
d
× +
=
1
ou i n i i i
d d
= × × +  ( ) ÷ × ÷ × = ÷ × × ÷ = n i i i n i i i i
d d d d
1



I
d
= taxa de desconto simples comercial e
i = a taxa efetiva do desconto.

Exemplo: Qual a taxa mensal efetiva de juros simples, equivalente a uma taxa de desconto simples de
20% a.m.?

2.6. Cálculo da Taxa Efetiva no Desconto Bancário

Uma Nota Promissória com valor nominal de R$ 10.000,00 é descontada a uma taxa de desconto de 5% ao mês
para um prazo de 63 dias e é cobrada uma taxa de serviço de R$ 3,20 por título descontado, determinar a taxa
efetiva no desconto bancário.
Desconto: 050 . 1
30
63
05 , 0 000 . 10 = × × = D
Imposto: 66 , 51 63 000082 , 0 000 . 10 = × × = IOF
Valor creditado na conta do cliente: 14 , 895 . 8 20 , 3 66 , 51 050 . 1 000 . 10 = ÷ ÷ ÷ =
c
V
O cliente recebeu R$ 8.895,14 de um título de R$ 10.000,00

Logo, a diferença R$ 1.104,86 corresponde aos juros simples da operação, desse modo,

63 000 . 10 86 , 104 . 1 × × = i 
63 000 . 10
86 , 104 . 1
×
= i  001754 , 0
000 . 630
86 , 104 . 1
= = i ou 0,1754% ao dia.

Multiplicando-se por 30 tem-se 5,2612% ao mês.

Neste caso, podemos determinar a taxa efetiva do desconto pela expressão:

n A
D
i
C
e
×
=

n V
TS IOF D
i
c
C
e
×
+ +
=

n i
i
i
d
d
× ÷
=
1

Matemática Financeira

Roberto

29
2.7. TAXA MÉDIA E PRAZO MÉDIO PARA OPERAÇÕES DE DESCONTO SIMPLES COMERCIAL

Cálculo da Taxa Média
O cálculo da taxa de juro média de desconto utiliza-se a ponderação das taxas pelos prazos e
pelos valores nominais dos títulos apresentados para desconto.
¿
¿
=
=
×
× ×
=
n
t
t t
n
t
t t t
m
n N
n i N
i
1
1
'

Cálculo do Prazo Médio
O prazo médio é determinado por meio de uma ponderação dupla, isto é, ponderado pelos
valores nominais dos títulos e pelos respectivos prazos.
¿
¿
=
=
×
=
n
t
t
n
t
t t
m
N
n N
n
1
1

Exemplo: Calcular a taxa média e o prazo médio correspondentes a uma operação de desconto
bancário de três títulos no valor de R$ 5.000,00, R$ 2.000,00 e R$ 8.000,00, de prazos de 4, 5 e 3
meses, respectivamente, descontados na ordem dada, às taxas de 3%, 4% e 5% ao mês.

Cálculo da taxa média

04074 , 0
000 . 54
200 . 2
3 000 . 8 5 000 . 2 4 000 . 5
3 05 , 0 000 . 8 5 04 , 0 000 . 2 4 03 , 0 000 . 5
= =
× + × + ×
× × + × × + × ×
=
m
i ou 4,074%ao mês

Cálculo do prazo médio

meses n
m
... 60 , 3
000 . 15
000 . 54
000 . 8 000 . 2 000 . 5
3 000 . 8 5 000 . 2 4 000 . 5
= =
+ +
× + × + ×
=

2.8. Equivalência de Títulos no Desconto Simples Comercial
Na necessidade de se substituir um título por outro com vencimento diferente, a solução consiste
em estabelecer uma data e comparar os valores atuais dos títulos em questão.
No caso do desconto simples a data estabelecida para comparação será a inicial, ou seja, se o
valor atual de um título é igual a outro esses títulos são equivalentes.
A
1
= A
2



Exemplo: Quero substituir um título de R$ 5.000,00 vencível em 3 meses, por outro com vencimento em
5 meses. Sabendo que esses títulos podem ser descontados à taxa de 3,5% a.m. qual o valor nominal
comercial do novo título?
Solução:

Matemática Financeira

Roberto

30
Exemplo: Um título de valor nominal de R$ 10.000,00, vencível em 3 meses, vai ser substituído por
outro, com vencimento para 5 meses. Admitindo-se que esses títulos podem ser descontados à taxa de
desconto simples de 10% a.m. qual o valor nominal do novo título?



10.000 N

0 1 2 3 4 5

Calculando os valores atuais na data focal igual a zero, dos dois títulos, têm-se:
( ) ( )
00 , 000 . 14
50 , 0
000 . 7
N 50 , 0 N 000 . 7 50 , 0 N 70 , 0 000 . 10
5 10 , 0 1 N 3 10 , 0 1 000 . 10
= = ¬ × = ÷ × = ×
× ÷ × = × ÷ ×


Outro exemplo: Uma pessoa tem os seguintes compromissos a pagar: R$ 2.000,00 daqui a três meses
e R$ 2.500,00 daqui a oito meses. Querendo trocar esses títulos por dois outros de valores iguais, um
para dez meses e outro para doze meses, qual o valor desses títulos sabendo-se que a taxa de desconto
simples cobrada é de 5% ao mês?

Solução:
A soma dos valores atuais dos títulos terão que ser iguais, então:


Matemática Financeira

Roberto

31
3. Método Hamburguês para Cálculo dos Juros Simples: Cheques Especiais
Para o cálculo dos juros simples e encargos dos Cheques Especiais pelo método Hamburguês
utiliza-se a expressão para o cálculo dos juros simples aplicada aos saldos devedores a uma
determinada taxa durante o período em que os saldos estiverem devedores.

t
m
t T
n
i
SD J × × =
30

Como o valor a ser debitado na conta corrente corresponde ao total dos juros simples, teremos:

Exemplo: O banco Alfa cobra juros simples de 8,2% a.m. e o IOF de 0,0082% a.d. de seus clientes
portadores de cheques especiais, determinar para o quadro a seguir – extrato de uma conta bancária –
esses valores tendo como data de contabilização o dia 30.03.

Dia/mês Histórico Valor Saldo D/C No. de dias
02.03 Transporte - 8.000,00 C -
10.03 Cheque 9.000,00 1.000,00 D 6
16.03 Cheque 2.500,00 3.500,00 D 2
18.03 Depósito 4.000,00 500,00 C -
23.03 Débito automático 1.350,00 850,00 D 7
30.03 Depósito 3.200,00 2.350,00 C -

Valor a ser debitado na conta corrente, R$ 51,80 + R$ 1,55 = R$ 53,35 referente a juros simples mais
encargos de IOF.










Matemática Financeira

Roberto

32
EXERCÍCIOS PROPOSTOS

1. Uma nota promissória de R$ 18.000,00 foi descontada por fora, à taxa de 6% a.a., 90 dias antes
de seu vencimento. Determinar o desconto sofrido pela mesma:
a) R$ 200,00
b) R$ 250,00
c) R$ 750,00
d) R$ 350,00
e) R$ 270,00

2. Determinar o valor nominal de uma letra de câmbio, descontada por fora, à taxa de 4,5% a.a., 1
mês e 10 dias antes de seu vencimento, tendo sofrido um desconto de R$ 140,00:
a) R$ 20.000,00
b) R$ 21.000,00
c) R$ 25.000,00
d) R$ 28.000,00
e) R$ 11.000,00

3. Descontou-se, no dia 13 de março, à taxa de 5% a.a., uma duplicata vencível no dia 12 de maio.
Sabendo que o desconto por fora foi R$ 1.050,00, calcular o valor nominal
a) R$ 105.000,00
b) R$ 1.050,00
c) R$ 126.000,00
d) R$ 151.000,00
e) R$ 92.000,00

4. Apresentou-se, a desconto comercial, uma duplicata de R$ 14.000,00, à taxa de 2/3%a.a., tendo
sofrido um desconto de R$ 70,00. Determinar o tempo, em meses:
a) 12 meses
b) 8 meses
c) 9 meses
d) 11 meses
e) 5 meses

5. Uma empresa descontou por fora, no Banco Alfa, uma duplicata de RF$ 90.000,00, 4 meses antes
de seu vencimento, tendo apresentado um desconto de R$ 2.400,00. Qual a taxa de desconto
simples usada na operação?
a) 7% a.a.
b) 4% a.a.
c) 5% a.a.
d) 8% a.a.
e) 6% a.a.

6. Determinar o valor nominal de uma promissória que. Descontada por fora, 5 meses e 10 dias
antes do seu vencimento, a taxa de 3% a.a. produziu o liquido de R$ 5.980,00.
a) R$ 6.100,00
b) R$ 6.250,00
c) R$ 6.300,00
d) R$ 6.400,00
e) R$ 6.060,00

7. Descontou-se, um letra, à taxa de 3% a.a, 1 mês e 20 dias antes de seu vencimento, tendo
produzido o líquido de R$ 47.800,00. Determinar o desconto por fora:
a) R$ 700,00
b) R$ 400,00
c) R$ 200,00
d) R$ 300,00
e) R$ 100,00

8. O Banco desconta, por fora, uma letra de R$ 15.000,00, 8 meses antes de seu vencimento, tendo
apresentado um líquido de R$ 13.800,00. Determinar a taxa do desconto simples:
a) 1,6% a.m.
b) 1,2% a.m.
c) 1,1% a.m.
d) 1,0% a.m.
e) 1,8% a.m.
Matemática Financeira

Roberto

33
9. (TRF) O desconto comercial de um título foi de R$ 150,00, adotando-se uma taxa de juros
simples de 30% a.a. Quanto tempo faltaria para o vencimento do título, se o valor nominal do
referido título fosse de R$ 4.000,00?
a) 45 dias
b) 40 dias
c) 35 dias
d) 30 dias
e) 25 dias

10. Uma duplicata com vencimento em 06.09.2006 foi descontada em 13.07.2006, a uma taxa de
desconto comercial simples de 6,85% ao mês. Sabendo que o valor do desconto foi de R$ 523,68,
calcule o valor nominal dessa duplicata. Resp. R$ 4.200,64
a) R$ 3.200,64
b) R$ 4.200,64
c) R$ 5.200,64
d) R$ 6.264,00
e) R$ 6.064,24

11. (FISCAL DE TRIB CE) Qual o valor, hoje, de um título de valor nominal de R$ 24.000,00, vencível
ao fim de seis meses, a uma taxa de 40% ao ano, considerando o desconto simples comercial?
a) R$ 19.200,00
b) R$ 20.000,00
c) R$ 20.400,00
d) R$ 21.000,00
e) R$ 21.600,00

12. Um título com valor nominal igual a R$ 315,00, para 90 dias, deverá ser substituído por outro para
150 dias. Calcular o valor nominal do novo título, considerando a taxa de desconto simples
comercial de 2,5% a.m.
a) R$ 383,00
b) R$ 368,00
c) R$ 333,00
d) R$ 323,00
e) R$ 373,00
13. Uma pessoa deve pagar um título de R$ 150,00, em três meses, e outro de R$ 100,00 em 6
meses. Se a pessoa deseja saldar os dois títulos com um único pagamento de R$ 250,00, qual o
prazo de seu vencimento, se a taxa de juros do desconto comercial for igual a 2% a.m.?
a) 4 meses
b) 4 meses e 6 dias
c) 4 meses e 10 dias
d) 4 meses e 16 dias
e) 4 meses e 20 dias

14. Um título de R$ 1.000,00 com vencimento para 2 meses, foi substituída por dois pagamentos
iguais pra 4 e 5 meses, respectivamente. Calcular o valor desses pagamentos empregando a taxa
de desconto simples comercial de 2% ao mês, para a transação:
a) R$ 527,47
b) R$ 627,47
c) R$ 727,47
d) R$ 827,47
e) R$ 837,47

15. Uma duplicata de 460,00 com vencimento em 15.08.2006 foi descontada em 13.07.2006, sendo o
desconto de R$ 135,33, calcule a taxa de desconto simples comercial.
a) 16,78% a.m.
b) 13,68% a.m.
c) 14,74% a.m.
d) 26,74% a.m.
e) 17,24% a.m.


16. Dois títulos com vencimento em 30 dias e 90 dias, respectivamente, foram descontados
comercialmente. O primeiro título foi descontado à taxa simples de 4% a.m. e o segundo a taxa
simples de desconto de 3,8% a.m. O total dos descontos foi de R$ 2.710,00. Se o valor nominal
do segundo título é 60% do valor nominal do primeiro, calcular os valores nominais dos dois
títulos.
Matemática Financeira

Roberto

34
a) R$ 16.000,00 e R$ 10.000,00
b) R$ 8.000,00 e R$ 5.000,00
c) R$ 25.000,00 e R$ 15.000,00
d) R$ 30.000,00 e R$ 18.000,00
e) R$ 45.000,00 e R$ 27.000,00

17. O valor descontado comercial de uma duplicata é igual a um quarto de seu valor nominal. Qual
será a taxa de desconto comercial anual, se o prazo de antecipação do resgate for de 8 meses.
a) 90,25% a.a.
b) 98,35% a.a.
c) 112,50% a.a.
d) 122, 50% a.a.
e) 222,40% a.a.

18. Dois títulos com vencimento em 45 dias e 60 dias, respectivamente, foram descontados
comercialmente. O primeiro título foi descontado à taxa de desconto simples igual a 5% ao mês e
o segundo a taxa de desconto simples de 3% ao mês. O total dos descontos foi de R$ 3.750,00.
Se o valor nominal do segundo título é igual a cinco vezes o valor nominal do primeiro, calcular os
valores nominais dos dois títulos.
a) R$ 10.000,00 e R$ 50.000,00
b) R$ 15.000,00 e R$ 75.000,00
c) R$ 5.000,00 e R$ 25.000,00
d) R$ 3.000,00 e R$ 15.000,00
e) R$ 8.500,00 e R$ 42.500,00

19. Para refinanciar uma dívida de R$ 1.500,00 que vence em 36 dias, o devedor paga R$ 148,00
hoje e é emitido um novo título no valor de R$ 1.400,00 para o prazo de 90 dias. A taxa de
desconto comercial adotada na operação foi de:
a) 25% a.a.
b) 26% a.a.
c) 20% a.a.
d) 30% a.a.
e) 24% a.a.

20. João deve ao Banco R$ 190.000,00 que vence daqui a 30 dias. Por não dispor de numerário
suficiente, propõe a prorrogação da dívida por mais 90 dias. O Banco adota a taxa de desconto
comercial simples de 72% a.a., o valor do novo título será de:
a) R$ 235.000
b) R$ 238.000
c) R$ 240.000
d) R$ 243.000
e) R$ 245.000

21. Uma duplicata de R$ 830,00, com vencimento em 06.09.2008, foi descontada em 11.07.2008, à
taxa de desconto simples comercial de 9% a.m., calcule o valor do desconto. Resp. R$ 141,93

22. Uma duplicata com vencimento em 06.09.2008 foi descontada em 13.07.2008, a uma taxa de
desconto comercial simples de 6,85% ao mês. Sabendo que o valor do desconto foi de R$
12.558,30. Calcule o valor nominal dessa duplicata. Resp. R$ 100.000,00

23. Uma duplicata com vencimento em 05.10.2008 foi descontada em 11.07.2008, a uma taxa de
desconto comercial simples de 6,7% ao mês. Sabendo que o valor do desconto foi de R$
1.240,00, calcule o valor nominal dessa duplicata. Resp. R$ 6.456,09

24. Uma duplicata de R$ 890,00 com vencimento em 20.08.2008, foi descontada em 25.06.2008, à
taxa de desconto simples comercial de 7% a.m., IOF de 0,0082% ao dia e taxa de serviço de R$
4,00. Calcule o total das despesas. Resp. R$ 188,87

25. Quando foi descontada a duplicata de R$ 1.430,00, com vencimento em 18.07.2008, à taxa de
desconto simples comercial de 8,1% a.m. que teve um desconto de R$ 270,27. Resp. 2,333 meses, 2
meses e 10 dias  09.05.2008


Matemática Financeira

Roberto

35
26. Duas duplicatas no valor nominal de R$ 2.600,00 e R$ 3.800,00 foram descontadas
comercialmente 69 e 129 dias antes do seu vencimento à taxa de 3,2% a.m. em um banco que
cobra uma taxa de serviço de R$ 1,90 por título descontado. Calcular o valor creditado na conta do
cliente sabendo que é cobrada uma taxa de IOF no valor de 0,0082% a.d. Resp. R$ 5.627,05

27. Uma duplicata com vencimento em 31.07.2008 foi descontada em 26.04.2008, num banco que
cobra uma taxa de desconto comercial de 9% a.m., IOF de 0,0082% a.d. e taxa de serviço de R$
4,20 por título. Sabendo-se que foi creditado na conta do cliente, o valor de R$ 8.449,34, qual o
valor nominal desse título? Resp. 12.000,00

28. Uma duplicata no valor nominal de R$ 2.000,00 foi resgatada 90 dias antes do seu vencimento à
taxa de desconto comercial simples de 2,75% a.m. Sabendo-se que o IOF foi cobrado à taxa de
0,0082% a.d. e uma taxa de serviço de R$ 3,75 por título descontado, calcular o valor creditado na
conta do cliente. Resp. 1.816,49

29. Uma empresa possui um título de valor nominal de R$ 3.000,00 com vencimento para 26.08.2008,
foi descontado em 12.07.2008 à taxa de desconto comercial simples de 96% ao ano, taxa de
serviço de R$ 2,40 por título descontado e IOF cobrado à taxa de 0,0082% ao dia. Qual o valor
creditado na conta da empresa pelo banco nessa operação de desconto? Resp.

30. Uma duplicata de R$ 670,00 com vencimento em 31.08.2008 foi descontada em 13.07.2008,
sendo creditado na conta do cliente R$ 610,00. Sabendo que o IOF é de 0,0082% ao dia e a taxa
de serviço é de R$ 6,00, calcule a taxa de desconto simples comercial cobrada pelo banco. Resp

31. Uma duplicata de R$ 760,00 com vencimento em 01.02.2008, foi descontada em 02.01.2008, à
taxa de desconto comercial simples de 4,5% a.m., IOF de 0,0081% ao dia e uma taxa de serviço
de R$ 6,00. Calcule o valor creditado na conta da empresa. Resp. R$

32. Qual o valor da duplicata que foi descontada em 13.07.2007 e tem vencimento em 16.08.2005, à
taxa de desconto comercial simples de 4,8% ao mês, IOF de 0,0082% ao dia e uma taxa de
serviço de R$ 6,00, se o IOF foi de R$ 7,64? Resp.

33. Uma duplicata de R$ 8.450,00 foi descontada à taxa de desconto comercial simples de 4,5% ao
mês, IOF de 0,0082% ao dia e taxa de serviço de R$ 5,20. Sabendo que foi creditado na conta da
empresa o valor de R$ 7.795,03, calcule quanto tempo antes do vencimento foi descontada. Resp.

34. Uma duplicata de R$ 830,00 com vencimento em 31.08.2008 foi descontada em 23.07.2008, à
taxa de desconto simples comercial de 7,8% ao mês, mais IOF de 0,0082% ao dia e taxa de
serviço de R$ 3,80. Calcule o valor creditado na conta da empresa. Resp. R$

35. Uma duplicata de R$ 3.580,00, com vencimento em 17.08.2006, foi descontada em 16.07.2006, à
taxa de desconto simples comercial de 6,2% ao mês, mais IOF de 0,0082% ao dia e taxa de
serviço de R$ 5,40. Sabendo que para retirar o dinheiro creditado na conta a empresa terá
despesa de CPMF de 0,38%, calcule a taxa efetiva do desconto. Resp. .

36. Uma duplicata com vencimento em 25.07.2006 foi descontada em 14.05.2006, à taxa de desconto
comercial simples de 4,2% ao mês, IOF de 0,0082% ao dia e uma taxa de serviço de R$ 4,20,
sendo o IOF de R$ 12,43. Calcule o valor nominal da duplicata. Resp. R$

37. Uma empresa descontou em 11.07.2008, um título de R$ 18.500,00, num banco que cobra taxa
de desconto simples comercial de 8,7% ao mês, IOF de 0,0082% ao dia e taxa de serviço de R$
4,60. Sabendo que foi creditado na conta da empresa o valor de R$ 15.943,06, calcule a data de
vencimento da duplicata. Resp.

38. Uma duplicata de R$ 1.360,00, com vencimento em 13.09.2006, foi descontada em 04.07.2006, à
taxa de desconto simples comercial de 4,3% ao mês, IOF de 0,0082% ao dia e taxa de serviço de
R$ 4,60. Calcule da taxa efetiva do desconto. Resp.

39. Um proprietário deseja vender seu apartamento por R$ 200.000,00 à vista, pois necessita dos
recursos financeiros imediatamente. Dois candidatos apresentam propostas para compra a prazo:

1ª. Proposta: entrada de R$ 55.000,00 e mais duas promissórias iguais de R$ 80.000,00 com
vencimento para 30 e 60 dias;

2ª. Proposta: entrada de R$ 57.000,00 e uma promissória de 168.000,00 com vencimento para 90
dias.
Matemática Financeira

Roberto

36

Certo Banco descontará as promissórias que o proprietário receber, em qualquer das propostas
acima, oferecendo uma taxa de desconto comercial simples de 4% a.m., taxa de IOF de 0,0082%
a.d. e taxa de serviço de R$ 4,57 por título descontado. Interessaria ao proprietário vender o
apartamento a prazo e descontar de imediato as promissórias e sacar o dinheiro no Banco referido
acima? Em caso afirmativo que proposta escolherá?

40. Dois títulos com vencimento em 30 dias e 90 dias, respectivamente, foram descontados
comercialmente. O primeiro título foi descontado à taxa de desconto simples igual a 4% ao mês e
o segundo a taxa de desconto simples de 3,8% ao mês. O total dos descontos foi de R$ 1.300,00.
Se o valor nominal do primeiro título é 40% do valor nominal do segundo, calcular os valores
nominais dos dois títulos. Resp. R$ 4.000,00 e R$ 10.000,00

41. Uma duplicata de valor nominal igual a R$ 72.000,00 com vencimento para daqui a cinco meses
foi descontada a uma taxa de desconto simples comercial de 24% ao ano. Considerando que foi
paga uma taxa de serviço de R$ 1,80 pelo título descontado e a taxa de IOF foi de 0,0082% ao
dia, calcular a taxa efetiva do desconto após o saque da conta. Resp. .

42. Uma empresa possui um título com vencimento para 75 dias e valor nominal igual a R$ 3.200,00.
Necessitando descontar esse título, procura o Banco Beta que desconta os títulos cobrando à taxa
de desconto simples comercial de 96% ao ano e mais uma taxa de serviço de R$ 2,45 por título
descontado além do IOF cobrado à taxa simples de 0,0082% ao dia. Qual a taxa efetiva do
desconto cobrada pelo Banco nessa operação de desconto antes do saque? Resp.

43. Um título com valor nominal de R$ 2.820,00 com vencimento em 22 de outubro foi resgatado em
18 de junho do mesmo ano. A taxa de juros simples do desconto comercial adotada foi de 5% ao
mês mais uma taxa de serviço de R$ 4,70 e IOF à taxa de 0,246% a.m., qual o valor creditado na
conta do cliente? Resp.

44. Uma empresa apresenta a um banco, para desconto, 3 duplicatas de R$ 362,00 cada uma, com
vencimentos para 60, 120 e 180 dias. Calcular o valor creditado pelo banco na conta da empresa,
sabendo-se que a taxa de desconto comercial simples cobrada é de 2,5% a.m. e é cobrada uma
taxa de serviço de R$ 3,20 por cada título descontado e um IOF à taxa de 0,246% ao mês. Resp.

45. Um banco adota no desconto comercial simples a taxa de 6% ao mês e cobra também uma taxa
de serviço de R$ 1,60 por título descontado e um IOF à taxa de 0,0082% ao dia. Qual a taxa
efetiva do desconto comercial cobrada pelo banco no desconto de um título de valor nominal de
R$ 2.000,00, faltando 100 dias para seu vencimento logo após o saque? Resp.

Taxa Média e Prazo Médio nas operações de Desconto Simples Comercial

1. Calcular a taxa média e o prazo médio dos seguintes títulos descontados:


Nº.
Taxa de juro simples mensal de
desconto (% )
Prazo
(em dias)
Valor do título Valor do desconto
D=N.i.n
1 3,2 147 105.000,00 16.464,00
2 4,1 68 47.800,00 4.442,21
3 3,6 113 62.740,00 8.507,54
4 4,5 96 95.650,00 13.773,60
Total 311.190,00 43.187,35

Resp. im = 3,706% ao mês nm= 112,3 dias

2. Sabendo-se que o desconto comercial de três títulos, de valores iguais a R$ 12.700,00, R$
15.500,00 e R$ 6.900,00, com prazos de respectivamente 3, 5 e 7 meses, resultou num valor
líquido de R$ 28.800,00, creditado na conta do cliente, calcular a taxa média de desconto. Resp.
3,843% ao mês

3. Uma empresa pretende saber qual a taxa média e o prazo médio se fizer os seguintes descontos:
uma duplicata de R$ 640,00, 35 dias antes do vencimento, à taxa de desconto comercial simples
4,2% a.m., uma duplicata de R$ 960,00, 43 dias antes do vencimento, à taxa de desconto
comercial simples de 6,8% a.m. e uma duplicata de R$ 1.400,00, 39 dias antes de vencimento, à
taxa de desconto comercial simples de 5,4% a.m. Resp. 0,1881% a.d. 39,378378 dias

Matemática Financeira

Roberto

37
4. Títulos de R$ 350,00, R$ 740,00, R$ 2.790,00 e R$ 4.590,00, vencendo respectivamente em
27.08.2006, 10.09.2006, 14.09.2006 e 08.10.2006 e com taxas de desconto comercial simples de
2,70% a.m., 3,10% a.m., 4,80% a.m. e 4,70% a.m. foram descontados em 27.06.2006. Calcule a
taxa média e o prazo médio. Resp. 0,151928% a.d. e 90,912633 dias

5. Os títulos de R$ 860,00, R$ 1.230,00, R$ 790,00 e R$ 940,00, vencendo respectivamente em
09.08.2006, 22.08.2006, 03.09.2006 e 20.09.2006, e tendo respectivamente as taxas de desconto
comercial simples de 4,8% a.m., 3,4%a.m., 3,6% a.m. e 5,4% a.m., serão descontados em
16.07.2006. Calcule a taxa média. Resp. 0,145432% a.d.

6. Qual é o prazo médio de uma duplicata de R4 870,00, com vencimento em 08.08.2006 e taxa de
desconto comercial simples de 3,2% a.m., uma de R$ 430,00 com vencimento em 14.08.2006 e
taxa de 3,6% a.m., uma de R$ 390,00, com vencimento em 21.08.2006 e taxa de 4,8% a.m., uma
de R$ 540,00, com vencimento em 30.08.2006 e taxa de 4,6% a.m. sabendo que o desconto
comercial simples foi em 12.07.2006? Resp. 1,238674 meses



MÉTODO HAMBURGUÊS

1. Um cliente do “Banco Crédito S/A” possui um “cheque especial” com limite fixado em R$ 3.000,00.
Sabendo-se que esse banco cobra juros de 8,9% a.m. sobre os saldos devedores, debitados
mensalmente, e que a movimentação da conta desse cliente, durante o mês de abril, é a transcrita
a seguir, calcular o valor dos juros debitados na conta do cliente, no início do mês de maio.

Data Histórico Crédito Débito Saldo
01-04
02-04
04-04
09-04
17-04
22-04
25-04
30-04
Transporte
Cheque
Cheque
Conta de luz
Deposito
Cheque
Deposito
Cheque




1.200,00
-
8.678,00
-

1.500,00
2.000,00
75,00
-
1.544,30
-
3.806,00
1.684,85 - C


2. Um correntista mantém uma conta em um banco que cobra 12,5% a.m. sobre os saldos
devedores apure quanto será debitado no dia primeiro do mês subseqüente, com a movimentação
conforme extrato abaixo.

Data Histórico Crédito Débito Saldo
01-06
02-06
04-06
09-06
17-06
22-06
25-06
30-06
Transporte
Cheque
Cheque
Conta de luz
Deposito
Cheque
Deposito
Cheque




600,25
-
1.678,00
-

508,60
200,56
175,95
-
544,30
-
806,00
1.684,85 - D


3. Um correntista mantém uma conta em um banco que cobra 7,5% a.m. sobre os saldos devedores
apure quanto será debitado no dia primeiro do mês subseqüente, com a movimentação conforme
extrato abaixo.

Data Histórico Crédito Débito Saldo
03-08
09-08
10-08
19-08
21-08
22-08
25-08
27-08
Transporte
Cheque
Cheque
Conta de luz
Deposito
Cheque
Deposito
Cheque




1.600,25
-
78,00
-

1.208,00
80,56
155,55
-
544,30
-
806,00
684,91 - D



4. Um correntista mantém uma conta em um banco que cobra a taxa de juros simples 15% a.m.
sobre os saldos devedores apure quanto será debitado no dia primeiro do mês subseqüente, com
a movimentação conforme extrato abaixo.


Matemática Financeira

Roberto

38
Data Histórico Crédito Débito Saldo
01-01
02-01
04-01
09-01
17-01
22-01
25-01
30-01
Transporte
Cheque
Cheque
Conta de luz
Deposito
Cheque
Deposito
Cheque




600,25
-
1.678,00
-

1.508,60
1.200,56
175,95
-
544,30
-
806,00
1.684,85 - C


5. Um correntista mantém uma conta em um banco que paga a taxa de juros simples 0,5% a.m.
sobre os saldos credores apure quanto será creditado no dia primeiro do mês subseqüente, com a
movimentação conforme extrato abaixo.

Data Histórico Crédito Débito Saldo
01-01
02-01
04-01
09-01
17-01
22-01
25-01
30-01
Transporte
Cheque
Cheque
Conta de luz
Deposito
Cheque
Deposito
Cheque




600,25
-
1.678,00
-

508,60
200,56
175,95
-
544,30
-
806,00
1.684,85 - C


6. Uma empresa, no seu extrato de conta corrente bancária, referente ao 1º semestre de
determinado ano bissexto, apresentou a movimentação transcrita a seguir. Admitindo-se por
hipótese que o banco em que essa empresa mantinha conta, pagava semestralmente, juros
simples à taxa de 12% a.a. sobre os saldos credores, calcular o valor dos juros creditado a essa
empresa em 01-07, referente ao semestre findo em 30-06.

Data Histórico Crédito Débito Saldo
14-01
19-01
10-02
29-02
13-03
08-04
20-05
21-06
Deposito
Deposito
Cheque
Aviso de Débito
Deposito
Cheque
Deposito
Cheque
5.000,00
10.000,00
-
-
1.150,00
-
3.725,00
-
-
-
3.500,00
500,00
-
1.185,00
-
296,00
5.000,00 - C


Matemática Financeira

Roberto
39
4. REGIME DE CAPITALIZAÇÃO COMPOSTA

O Regime de Capitalização Composta tem grande importância financeira por retratar melhor a
realidade. Os juros gerados pela aplicação da taxa de juros sobre o último saldo, são incorporados ao
capital ou saldo existente passando a participar da geração de juros do período seguinte.

4.1. Cálculo do Montante Composto

Montante é igual ao valor aplicado acrescido dos juros, ou seja, M = C + J.

a) Montante para taxas diferentes em cada período de capitalização

Consideremos um determinado capital C aplicado a uma taxa variável de juros composto i
t

por período de capitalização para receber juros.

C M
1
M
2
M
3
M
4
M
n-1
M
n


0 i
1
1 i
2
2 i
3
3 i
4
4 i
n-1
n-1 i
n
n


Na data 1  M
1
= C + C
X
i
1
 M
1
= C(1 + i
1
)

Na data 2  M
2
= M
1
+ M
1 X
i
2
 M
2
= M
1
(1 +i
2
)  M
2
= C(1 + i
1
) (1 +i
2
)

Na data 3  M
3
= M
2
+ M
2 X
i
3
 M
3
= M
2
(1 + i
3
)  M
3
= C(1 + i
1
) (1 +i
2
) (1 + i
3
)

Na data n  M
n
= M
n-1
+ M
n-1 X
i
n
,  M
n
= M
n-1
(1 +i
n
)
M
n
= C(1 + i
1
)(1 +i
2
)(1 + i
3
) ..... (1 +i
n
)

No final de “n” períodos de capitalização composta, teremos:








b) Montante para taxas iguais em cada período de capitalização

Admitindo

i
1
= i
2
= i
3
= i
4
= .......... i
n
= i

Substituindo na expressão de montante acima, temos:

M = C(1 + i) (1 +i) (1 + i) (1 + i) ..... (1 +i) , “n“ vezes



Logo


O fator ( 1 + i )
n
é chamado de “fator de acumulação de capital” e o fator
( )
n
i + 1
1
é chamado
de “fator de descapitalização”.

M = C(1 + i
1
) (1 +i
2
) (1 + i
3
) (1 + i
4
) ..... (1 +i
n
)
Matemática Financeira

Roberto
40
4.2. Cálculo dos Juros Compostos

Sabemos que o Montante é igual a soma do principal “C” aos juros “J” que a aplicação rende,
no prazo “n” considerado e à taxa de juros “i” estipulada, ou seja, M = C + J, neste caso J = M – C.


a) Cálculo dos Juros compostos para taxa variável em cada período


J = M - C

Substituindo M por C(1 + i
1
) (1 +i
2
) (1 + i
3
) (1 + i
4
) ..... (1 +i
n
), temos:






b) Juros compostos para taxa fixa

J = M – C,

Substituindo M por C( 1 + i )
n
, temos,



J = C( 1 + i )
n
– C ou





Exercícios conceituais

1. (BC) Na capitalização composta:
a) O montante é constante.
b) O juro produzido por período é constante.
c) Só o capital aplicado inicialmente rende juros, ao fim de cada período.
d) Uma taxa mensal de 15% é equivalente a uma taxa bimestral de 30%.
e) O juro produzido ao fim de cada período renderá juro nos períodos seguintes. *

2. (MARE) Na capitalização composta:
a) A sequencia dos juros produzidos por período é constante.
b) A sequencia dos montantes ao fim de cada período cresce em progressão aritmética.
c) Só rende juro o capital aplicado inicialmente.
d) Uma taxa mensal de 2% é equivalente a uma taxa bimestral de 4%.
e) O capital que rende juro em um período é o montante do final do período anterior. *

3. (Transpetro) O crescimento de um montante sobre juros compostos é:
a) Exponencial *
b) Quadrática
c) Log-linear
d) Linear
e) Browniano

4. O montante de uma capitalização composta será maior que o de uma capitalização simples quando
o período de tempo for:
a) Menor que um
b) Maior que um *
c) Menor que zero
d) Igual a um
e) Igual a zero

( ) ( ) C i i i i C J
n
÷ + × + × + × + × = 1 ... 1 ) 1 ( ) 1 (
3 2 1

Matemática Financeira

Roberto
41
5. (ESAF) A aplicação de um capital de $ 10.000,00, no regime de juros compostos, pelo período de
três meses, a uma taxa de juros de 10% a.m., resulta, no final do terceiro mês, um montante
acumulado:
a) De $ 3.000,00
b) De $ 13.000,00
c) Inferior a $ 13.000,00
d) Superior a $ 13.000,00 *
e) Menor do que aquele que seria obtido pelo regime de juros simples

6. (ESAF) Se um capital cresce sucessiva e cumulativamente durante três anos, na base de 10% a.a.,
seu valor final é:
a) 30% superior ao capital inicial.
b) 130% do valor do capital inicial.
c) Aproximadamente 150% do capital inicial.
d) Aproximadamente 133% do capital inicial. *

7. Uma pessoa depositou num fundo de investimento três parcelas de $ 100,00 no inicio de cada um
de três meses. Seu capital, no final do primeiro mês, foi acrescido de 10%, no final do segundo mês,
foi acrescido de 15% e no final do terceiro mês, acrescido de 20%. No final dos três meses, seu
capital acumulado foi de:
a) 345,00
b) 352,30
c) 409,80 *
d) 420,50
e) 435,00

8. Um capital de $ 1.000,00 foi aplicado durante três meses, com as seguintes taxas de juros
compostos mensal, 3% no primeiro mês, 4% no segundo mês e 5% no terceiro mês. Indique o
montante ao fim do terceiro mês.
a) 1.170,00
b) 1.124,76 *
c) 1.120,00
d) 1.116,65
e) 1.110,00

9. Uma aplicação foi feita por três anos. As taxas anuais vigentes foram iguais a 10% a.a., 20% a.a. e
40% a.a. Calcule a taxa acumulada no período, supondo a vigência de juros compostos.
a) 70%
b) 84,8% *
c) 94,4%
d) 98,7%
e) 102,6%

Uso de tabelas

Na capitalização composta utiliza-se a função exponencial para obtenção dos valores desejados. A
principal equação da capitalização composta é ( )
n
i 1 C M + × = .
Muitas provas de concurso costumam apresentar tabelas com o fator (1 + i)
n
, conforme a tabela abaixo.



Basta cruzar os valores, do prazo (n) com o da taxa para obter o valor de (1 + i)
n
.
n 1% 2% 3% 4% 5% 6% 7% 8% 9% 10%
1 1,0100 1,0200 1,0300 1,0400 1,0500 1,0600 1,0700 1,0800 1,0900 1,1000
2 1,0201 1,0404 1,0609 1,0816 1,1025 1,1236 1,1449 1,1664 1,1881 1,2100
3 1,0303 1,0612 1,0927 1,1249 1,1576 1,1910 1,2250 1,2597 1,2950 1,3310
4 1,0406 1,0824 1,1255 1,1699 1,2155 1,2625 1,3108 1,3605 1,4116 1,4641
5 1,0510 1,1041 1,1593 1,2167 1,2763 1,3382 1,4026 1,4693 1,5386 1,6105
6 1,0615 1,1262 1,1941 1,2653 1,3401 1,4185 1,5007 1,5869 1,6771 1,7716
7 1,0721 1,1487 1,2299 1,3159 1,4071 1,5036 1,6058 1,7138 1,8280 1,9487
8 1,0829 1,1717 1,2668 1,3686 1,4775 1,5938 1,7182 1,8509 1,9926 2,1436
9 1,0937 1,1951 1,3048 1,4233 1,5513 1,6895 1,8385 1,9990 2,1719 2,3579
10 1,1046 1,2190 1,3439 1,4802 1,6289 1,7908 1,9672 2,1589 2,3674 2,5937
11 1,1157 1,2434 1,3842 1,5395 1,7103 1,8983 2,1049 2,3316 2,5804 2,8531
12 1,1268 1,2682 1,4258 1,6010 1,7959 2,0122 2,2522 2,5182 2,8127 3,1384
Matemática Financeira

Roberto
42
EXERCÍCIOS PROPOSTOS

1. Uma pessoa aplicou o valor de R$ 780,00 numa conta que paga juros a uma taxa composta de
23% ao ano durante 6 meses. Calcule o montante.
a) R$ 786,32
b) R$ 865,06
c) R$ 965,06
d) R$ 666,66
e) R$ 546,60

2. Se uma caderneta de poupança fornece durante 4 meses taxas mensais de rentabilidade (entre
juros e correção monetária) de, respectivamente, 12,3%, 14,2%, 13,7% e 15,4%, que capital
acumulado teremos quando é depositado R$ 1.000.000,00 no início do período citado?
a) 1.682.721,07
b) 1.862.271,70
c) 1.286.172,77
d) 1.826.721,00
e) 1.628.271,07

3. Um fogão está sendo vendido nas seguintes condições: à vista R$ 400,00 ou a prazo com 50% do
valor à vista no ato da compra e mais uma parcela de R$ 230,00 a ser paga 45 dias da compra.
Qual a taxa de juros compostos mensal cobrada na compra a prazo?
a) 8,76% a.m.
b) 9,76% a.m.
c) 10,76% a.m.
d) 11,76% a.m.
e) 12,76% a.m.

4. Em que prazo uma aplicação de R$ 3.749,38 à taxa de 3,25% a.m., gera um resgate de R$
5.000,00 no regime de juros compostos.
a) 8 meses
b) 9 meses
c) 10 meses
d) 11 meses
e) 12 meses

5. O valor de R$ 440,00 foi aplicado em RDB, à taxa de juros compostos de 1,8% a.m., formando um
montante de R$ 489,71. Quanto tempo ficou aplicado?
a) 2 meses
b) 3 meses
c) 5 meses
d) 6 meses
e) 8 meses

6. A quantia de R$ 15.000,00 é empregada a uma taxa de juros de 20% ao mês. Aplicando-se a
juros compostos, o valor deverá ser pago para a quitação de uma dívida, três meses depois, é:
a) R$ 24.000,00
b) R$ 25.920,00
c) R$ 40.920,00
d) R$ 42.000,00
e) R$ 48.000,00

7. Qual o montante de R$ 50.000,00, aplicados à taxa de juros compostos de 3% a.m., por dois
meses?
a) R$ 53.045,00
b) R$ 57.045,00
c) R$ 60.000,00
d) R$ 64.750,00
e) R$ 71.000,00



Matemática Financeira

Roberto
43
8. (CEF) Pretendendo guardar certa quantia para as festas de fim de ano, uma pessoa depositou R$
2.000,00 em 05.06.2006 e R$ 3.000,00 em 05.09.2006. Se o banco pagou juros compostos à taxa
de 10% ao trimestre, em 05.12.2006, essa pessoa tinha um total de:
a) R$ 5.320,00
b) R$ 5.480,00
c) R$ 5.620,00
d) R$ 5.680,00
e) R$ 5.720,00

9. (AFC) Certo tipo de aplicação duplica o valor da aplicação a cada dois meses. Essa aplicação
renderá 700% de juros, em:
a) 5 meses e meio
b) 6 meses
c) 3 meses e meio
d) 5 meses
e) 3 meses

10. (Metrô RJ) Um capital de US$2,000.00, aplicado à taxa composta de 5% a.m., em um ano, produz
um montante de quantos dólares?
a) US$ 3,291.72
b) US$ 3,391.72
c) US$ 3,491.72
d) US$ 3,591.72

11. (CEF) Um capital de R$ 2.500,00 esteve aplicado à taxa mensal de 2%, num regime de
capitalização composta. Após um período de dois meses, os juros resultantes dessa aplicação
serão:
a) R$ 98,00
b) R$ 101,00
c) R$ 110,00
d) R$ 114,00
e) R$ 121,00

12. Quanto devo aplicar em regime de juros compostos, à taxa de 10% a.a. para no fim de três anos
obter juros correspondentes a R$ 33.100,00?
a) R$ 150.000,00
b) R$ 120.000,00
c) R$ 100.000,00
d) R$ 90.000,00
e) R$ 80.000,00

13. O montante de uma capitalização composta será maior que o de uma capitalização simples
quando o período de tempo for:
a) Menor que um
b) Maior que um
c) Menor que zero
d) Igual a um
e) Igual a zero

14. (TCF) Uma pessoa aplicou seu capital durante quatro meses, a taxas variáveis, a cada mês. No
fim do período, verificou que receberá R$ 46,41 por cada R$ 100,00 que aplicou. Para obter o
mesmo juro, em igual período, qual deve ser a taxa fixa (constante) mensal a que outra pessoa
deve aplicar um capital igual ao primeiro, no regime de juros compostos?
a) 7% a.m.
b) 8% a.m.
c) 10% a.m.
d) 12% a.m.
e) 15% a.m.




Matemática Financeira

Roberto
44
15. (ESAF) Veríssimo aplicou seu capital durante três anos, à taxa de 12% a.a., no regime de juros
simples. Caso houvesse aplicado a juros compostos, à mesma taxa, com a capitalização
semestral, teria recebido R$ 2.633,36 a mais. Quanto recebeu de juros?
a) R$ 35.033,00
b) R$ 21.100,00
c) R$ 58.613,00
d) R$ 45.000,00
e) R$ 16.200,00

16. (BB) Um investidor dispunha de R$ 300.000,00 para aplicar. Dividiu esta aplicação em duas
partes. Uma parte foi aplicada no Banco Alfa, à taxa de 8% a.m., e a outra parte no Banco Beta, à
taxa de 6% a.m., ambas em juros compostos. O prazo de ambas as aplicações foi de um mês. Se,
após este prazo, os valores resgatados forem iguais nos dois bancos, os valores de aplicação, em
reais, em cada banco foram, respectivamente.
a) 148.598,13 e 151.401,87
b) 149.598,13 e 150.401,87
c) 150.598,13 e 149.401,87
d) 151.598,13 e 148.401,87
e) 152.598,13 e 147.401,87

17. Se aplicarmos R$ 25.000,00 a juros compostos de 6% ao trimestre, teremos após 3 anos, em real,
a importância correspondente a:
a) ( )
12
06 , 1 000 . 25
÷
×
b) ( )
9
02 , 1 000 . 25 ×
c) ( )
12
06 , 1 000 . 25 ×
d) ( )
12
02 , 1 000 . 25 ×
e) ( )
9
02 , 1 000 . 25
÷
×

18. (BB) Numa financeira, os juros são capitalizados trimestralmente. Quanto renderá de juros ali, um
capital de R$ 145.000,00, em um ano, a uma taxa de 40% ao trimestre.
a) R$ 557.032,00
b) R$ 542.880,00
c) R$ 412.032,00
d) R$ 377.000,00
e) R$ 397.888,00

19. O valor de R$ 440,00 foi aplicado em RDB, à taxa de juros compostos de 1,8% a.m., formando um
montante de R$ 489,71. Quanto tempo ficou aplicado? Resp. 6 meses

20. O valor de R$ 670,00 foi aplicado a juros compostos, à taxa de juros compostos de 1,7% a.m.
rendendo juros de R$ 83,92. Quanto tempo ficou aplicado? Resp. 7 meses

21. O valor de R$ 1.280,00 foi aplicado a juros compostos, durante 3 anos e dois meses, rendendo
juros de R$ 1.420,00. Calcule a taxa de juros. Resp. 1,983606% a.m.

22. O valor de R$ 1.280,00 foi aplicado a juros compostos durante 2 anos e três meses, formando um
montante de 4.420,00. Calcule a taxa de juros. Resp. 4,696892% a.m.

23. O valor de R$ 3.650,00 foi aplicado a juros compostos à taxa de 2,3% a.m. formando um montante
de R$ 4.130,35. Quanto tempo ficou aplicado. Resp. 6 meses

24. O valor de R$ 230,00 foi aplicado a juros compostos durante sete anos e um mês, formando um
montante de R$ 863,69. Calcule a taxa de juros. Resp. 1,568808% a.m.

25. Determinar o número de meses que um capital de R$10.000,00 deve ser aplicado a uma taxa de
1,3% ao mês para produzir R$1.088,57 de juros, no regime de juros compostos.
a) Seis meses
b) Oito meses
c) Sete meses
d) Dez meses
e) Nove meses
Matemática Financeira

Roberto
45
26. Um investidor aplicou 20% do seu capital a 15% ao ano, 25% do seu capital a 18% ao ano e o
restante a 12% ao ano, no regime de juros compostos. Determinar o valor do principal aplicado,
sabendo-se que os juros acumulados no final de dois anos foram de $2.600,00.
a) $8.594,47
b) $8.245,98
c) $9.680,00
d) $10.000,00
e) $8.890,78

27. Um investidor fez uma aplicação de R$10.000,00 pelo prazo de um ano. Durante os primeiros
quatro meses, a taxa obtida foi de 1% ao mês e, durante os últimos oito meses, a taxa foi
aumentada para 1,25% ao mês. Determinar o valor de resgate dessa aplicação no final de 12
meses no regime de juros compostos.
a) $11.200,00
b) $11.440,00.
c) $11.493,33.
d) $11.598,98
e) $11.389,89

28. Um investidor aplicou um principal a uma determinada taxa de juros compostos e obteve um
montante de R$10.379,71 no final de três meses. Se o prazo do investimento fosse de nove
meses, a taxa de juros seria a mesma e o montante obtido seria de R$11.182,92. Determinar o
principal aplicado e a taxa de juros mensal dessas duas aplicações, no regime de juros
compostos.
a) R$10.250,00 e 1,2897% a.m.
b) R$10.000,00 e 1,2600% a.m.
c) R$10.500,00 e 1,2500% a.m.
d) R$10.200,00 e 1,4500% a.m.
e) R$10.000,00 e 1,2500% a.m.

29. Um investidor fez uma aplicação, a juros compostos, que produziu um montante de R$15.869,52
no final de 12 meses. O mesmo investidor fez uma segunda aplicação, com um valor 20% superior
à primeira, que produziu um montante de R$18.264,17 no final de oito meses, com a mesma taxa
de juros. Determinar a taxa de juros mensal dessas duas aplicações e seus respectivos valores,
no regime de juros compostos.
a) 1,15% a.m.; R$10.000,00 e R$12.000,00
b) 1,05% a.m.; R$14.000,00 e R$16.800,00
c) 1,05% a.m.; R$11.000,00 e R$13.200,00
d) 1,25% a.m.; R$12.000,00 e R$14.400,00
e) 1,10% a.m.; R$12.000,00 e R$14.400,00

30. Um investidor aplicou 40% de seu capital a 12% ao ano e o restante, a 15% ao ano. No final de
dois anos, a diferença entre os montantes acumulados nas duas aplicações totalizou R$12.000,00.
Determinar o capital total investido, no regime de juros compostos.
a) R$50.000,00
b) R$41.132,52
c) R$40.000,00
d) R$34.789,90
e) R$43.500,00

31. Um investidor tem uma poupança de R$100.000,00 aplicada num banco, com uma remuneração
efetiva de 1,2% ao mês, no regime de juros compostos. Essa poupança poderá ser mantida nos
próximos três meses, mas as seguintes alternativas de investimentos lhe são oferecidas:

I - aplicação de um valor máximo de R$50.000,00, a uma taxa de 2% ao mês, pelo prazo de três meses;
II - aplicação de um valor mínimo de R$100.000,00, a uma taxa de 1,5% ao mês, pelo prazo de três meses;

Determinar o montante acumulado por esse investidor no final dos três meses em cada uma
dessas hipóteses de investimento.
a) I - $104.882,09 e II - $114.567,84
b) I - $104.882,09 e II - $104.567,84
c) I - $114.081,09 e II - $104.567,84
d) I - $104.882,09 e II - $105.567,84
e) I - $104.981,09 e II - $104.567,84
Matemática Financeira

Roberto
46
32. Quanto deveria aplicar hoje, a juros compostos de 15,78% ao mês para saldar uma dívida no valor
de R$16.412,37, cujo vencimento ocorrerá no final de 7 meses? Resp. R$ 5.884,86

33. Sabendo-se que a taxa trimestral de juros cobrada por uma instituição financeira é de 12,486%,
determinar qual o prazo em que um empréstimo de R$ 2.000,00 será resgatado por R$ 3.601,82.
Resp. Cinco trimestres

34. Uma empresa obtém um empréstimo de R$ 700,00 que será liquidado de uma só vez, no final de
dois anos. Sabendo-se que a taxa de juros é de 25% ao semestre, calcular o valor pelo qual esse
empréstimo deverá ser quitado. Resp. R$ 1.708,98

35. Qual o valor do capital, que aplicado à taxa de 18% ao trimestre durante 180 dias, produziu um
montante de R$5.000,00? Resp. R$ 3.590,92

36. A aplicação de R$400,00 proporcionou um resgate de R$610,46 no final de seis meses.
Determinar as taxas mensal e anual dessa operação. Resp: 7,30% a.m. e 132,91% a.a.

37. Certa aplicação rende 0,225% ao dia, no regime de juros compostos. Em que prazo um investidor
poderá receber o dobro da sua aplicação? Resp. 309 dias

38. Uma aplicação financeira de R$ 25.000,00 produziu um montante de R$ 32.250,00 a uma taxa de
juros compostos de 21,5% a.a. Calcule quantos meses foram necessários para se obter esse
resultado. Resp. 16 meses

39. Um empresário tomou um empréstimo, no Banco Alfa, à taxa de juros compostos de 4,5% a.m
para ser pago daqui a três meses. Ao final desse período, não dispondo de recursos para liquidar
a dívida, faz um novo empréstimo, no Banco Beta, no valor de R$ 3.529,16 para pagamento dos
juros do empréstimo do Banco Alfa, pelo prazo de três meses à uma taxa de juros compostos de
5% a.m. prorrogando o primeiro empréstimo por mais quatro meses à taxa de 4,85% a.m. Qual o
montante a ser pago no final de cada empréstimo? Resp. R$ 30.214,38 e R$ 4.085,44

40. A que taxa de juros um capital aplicado pode ser resgatado, no final de 17 meses, pelo dobro do
seu valor? Resp: i = 4,162% a.m.

41. Ao resgatar um título, após 6 meses da aplicação, o investigador recebeu R$ 25.083,86. Tendo
sido informado de que este montante incluía R$ 3.083,86 referentes aos juros creditados, deseja
saber que taxa anual de juros ganhou? Resp: i = 30% a.a.

42. Um investidor aplicou R$ 25.000,00 em uma instituição que paga 3% a.m. Após certo período de
tempo, ele recebeu R$ 35.644,02, estando neste valor incluídos os juros creditados e o capital
investido. Quanto tempo ficou o dinheiro aplicado? Resp: 12 meses.

43. Qual é montante auferido em um investimento de R$ 10.000,00 por 4 anos e 9 meses à taxa de
juros compostos de 10% a.a.? Resp: R$ 15.725,89.

44. Um investimento resultou em um montante de $43.000,00 no prazo de três meses. Se a taxa de
juro composto ganha for de 10% ao mês, calcular o valor do investimento. Resp: $32.306,54

45. Uma empresa pretende comprar um equipamento por $100.000 daqui a quatro anos com o
montante de uma aplicação financeira. Calcular o valor da aplicação necessária se a taxa de juro
composto for de 13% ao trimestre. Resp: 14.149,62.

46. Em quanto tempo triplica uma população que cresce a taxa de 3% ao ano? Resp. 37,17 anos.

47. Dois capitais foram aplicados durante dois anos, o primeiro a taxa de juro composto de 2% ao mês
e o segundo a taxa de 1,5% ao mês. O primeiro capital é $10.000 maior que o segundo e seu
rendimento excedeu em $6.700 o rendimento do segundo capital. Calcular o valor de cada um dos
capitais. Resp. 13.440,52 e 3.440,52

48. Dois capitais, o primeiro de $2.400 e o segundo de $1.800 foram aplicados, respectivamente, por
40 e 32 dias. Considerando uma taxa de juro composto ganha pelo primeiro capital de 5% ao mês
e sabendo-se que esse capital rendeu $100 a mais do que o segundo, determinar a taxa de juro
mensal ganha pelo segundo capital. Resp. 3,19% a.m.

49. Um capital foi aplicado por seis meses à taxa de juro composto de 15% a.a. Determinar o valor do
capital sabendo-se que, se o montante ao término do prazo, diminuído da metade dos juros
ganhos, fosse reaplicado à mesma taxa de juro, renderia em 3 meses juros de R$18,42.Resp. R$
500,00.
Matemática Financeira

Roberto
47
50. Um investimento de R$ 15.000,00 ganhou, no prazo de 7 meses, um rendimento de R$ 4.000,00.
O investidor teve de pagar um imposto de 3% sobre o rendimento e uma comissão de 1,5% sobre
o valor aplicado. Qual é a taxa de juros compostos efetiva mensal ganha no investimento?
Resp.3,16%a m.

51. Antônio pretende, daqui a 6 meses, comprar um automóvel de R$ 25.000,00. Quanto deve aplicar
num investimento que rende juros compostos de 13% ao mês, de tal forma que possa comprar o
automóvel com o rendimento da aplicação? Resp . 23.106,43

52. Uma aplicação de R$ 24.000,00 teve um rendimento nominal de R$ 5.040,00. Considerando que a
taxa de juros composta nominal ganha foi de 120% ao ano capitalizada mensalmente, calcular o
número de dias que o capital ficou aplicado. Resp. 60 dias

53. Uma pessoa aplicou 6/8 de uma capital à taxa de juros compostos de 4% a.m., obtendo no final da
aplicação juros correspondentes a 8/6 desse capital. Calcular quantos meses, aproximadamente,
esse capital ficou aplicado. Resp. 26,048761 meses

54. Uma loja oferece um relógio por R$ 900,00 à vista ou por 25% do valor à vista como entrada e
mais um pagamento único de R$ 820,47 de hoje a quatro meses. Qual a taxa de juros compostos
mensal cobrado pela loja? Resp. 5% a.m.

55. Um capital foi aplicado por dois anos à taxa de juros compostos de 2% ao mês. Ao término desse
prazo, metade dos juros ganhos foi reaplicado à taxa de juros compostos de 2,5% ao mês,
obtendo-se um montante, após 144 dias, de R$ 6.850,00. Calcular o valor do capital inicialmente
aplicado. Resp. R$ 20.000,00

56. Um trator pode ser comprado à vista por R$ 120.000,00 ou a prazo pagando 37,8% do valor à
vista no ato da compra e R$ 91.355,84 no prazo de 144 dias, calcular a taxa de juros compostos
cobrada na operação. Resp. 4,30% a.m.

57. Sr. José necessitava emprestada a quantia de R$ 100.000,00 pelo prazo de 150 dias. O banco
ALFA lhe emprestou parte dos recursos cobrando uma taxa de juros compostos de 5% a.m. e o
banco BETA emprestou o restante que faltava, cobrando uma taxa de juros compostos de 6% a.m.
Sabendo que no final do prazo o Sr. José pagou um montante de R$ 130.105,92, quais foram os
valores emprestados pelos respectivos bancos? Resp. 40.000,00 e 60.000,00

58. Apliquei R$ 500.000,00 a uma taxa de juros compostos de 15% a.a. durante 72 dias. Após esse
prazo resgatei o montante e reapliquei 50% desse valor por mais 216 dias a uma determinada
taxa de juros compostos resgatando a quantia de R$ 281.031,50, qual a taxa de juros compostos
anual da segunda aplicação? Resp. 16% a.a.

59. Um empresário compra um equipamento no valor de R$ 60.000,00. Paga R$ 20.000,00 à vista e
se compromete a pagar R$ 52.431,84 daqui a 4 meses. Determinar a taxa de juros compostos
cobrada pela loja. Resp. 7% a.m.

60. Um investidor empregou 40% de seu capital à taxa de juros compostos de 24% ao ano e o
restante à taxa de juros compostos de 18% ao ano, sabendo-se que os capitais foram aplicados
pelo prazo de dezoito meses e que juntas rederam juros totais de R$ 3.856,90, qual o valor do
capital inicial do investidor? Resp. R$12.0000,00

61. Um investidor empregou 70% de seu capital à taxa de juros compostos de 24% ao ano e o
restante à taxa de juros compostos de 18% ao ano, sabendo-se que os capitais foram aplicados
pelo prazo de 54 meses e que juntas rederam juros totais de R$ 29.696,28, qual o valor do capital
inicial do investidor? Resp. R$ 20.137,30

62. Um capital foi aplicado por dois anos à taxa de juros compostos de 20% ao ano. Ao término desse
prazo, um terço dos juros ganhos foi reaplicado à taxa de juros compostos de 25% ao ano,
obtendo-se uma remuneração após seis meses de R$ 207,75. Calcular o valor do capital
inicialmente aplicado. Resp. R$ 12.000,34

63. A empresa ALFA paga, a cada um dos seus funcionários, salários de R$ 10.000,00 com reajuste
mensal de 10%. A empresa GAMA para salário de R$ 14.400,00 com reajuste mensal de 7,522%.
Indique o número de meses em que o salário da empresa ALFA é igual ao da empresa GAMA.
Considerar a capitalização composta. Resp. 16 meses

Matemática Financeira

Roberto
48
64. Um empresário compra um equipamento no valor de R$ 60.000,00. Paga R$ 20.000,00 à vista e
se compromete a pagar R$ 50.500,00 daqui a 4 meses. Determinar a taxa de juros compostos
cobrada pela loja. Resp. 6% a.m.

65. Em que prazo devemos aplicar um capital à taxa de juros compostos de 5% ao mês de modo que
proporcione o mesmo rendimento obtido aplicando-o durante oito anos a uma taxa de juros
compostos de 5% ao ano? Resp. 8 meses

66. Um capital de R$ 4.000,00 foi aplicado por 12 meses. Nos primeiros três meses à taxa de juros
Compostos de 2% ao mês e nos nove últimos meses à taxa de juros compostos de 12% ao
trimestre. Calcular o rendimento da aplicação. Resp. R$ 1.324,71

67. Qual é a taxa de juros mensal recebida numa aplicação de R$ 12.000,00 que rende R$ 3.598,67
no prazo de 14 meses, considerando que se pagou um imposto de 20% sobre os rendimentos da
aplicação? Resp. 2,3% ao mês

68. Qual a taxa que transforma R$725,00 em R$1.235,00 num prazo de 16 dias? Resp. 3,38% a.d.

69. Quanto deveria aplicar hoje, a juros compostos de 15,78% ao mês para saldar uma dívida no valor
de R$ 15.450,70, cujo vencimento ocorrerá no final de 231 dias? Resp. R$ 5.000,00

70. Que taxa mensal um capital deverá receber durante 1 ano e seis meses afim de que triplique de
seu valor inicial? R. 6,29% ao mês

71. Um investidor aplicou a quantia de R$ 2.000,00 por 33 dias em um fundo de investimento. Após
esse prazo resgatou a quantia líquida de 2.018,77. Sabendo-se que, quando do resgate, foi
descontado Imposto de Renda à alíquota de 22,5% sobre o valor dos juros, pergunta-se:
- Qual a taxa efetiva mensal que remunerou tal aplicação?
- Qual a taxa bruta mensal que remunerou a aplicação? (sem o I.R.)

72. A empresa BETA é uma produtora e vendedora de produtos alimentícios, e visando facilitar o
trabalho de seus vendedores, resolveu elaborar uma tabela de coeficientes que multiplicados pelo
preço de venda à vista da mercadoria, fornecem o valor a ser pago nas vendas a prazo.
Considerando-se que tal empresa trabalha com uma taxa de juros compostos de 5% a.m. nas
vendas a serem pagas a prazo, confeccione uma tabela de coeficientes, com 6 casas decimais
após a vírgula, para os seguintes prazos de pagamento.

Tabela de Coeficientes
Prazo de vendas
(dias)
Coeficientes
7
14
21
28
35

73. No dia 02.06.2005 apliquei 25% de meu capital a taxa de juros compostos de 2% a.m. e o restante
à taxa de 2,5% a.m. Hoje, 02.09.2005, retirei a quantia de R$ 31.791,63 (soma dos dois
montantes). Sabendo que as aplicações foram tributadas em 20% sobre o valor do rendimento,
qual o valor do capital inicial que possuía? Resp R$ 30.000,00













Matemática Financeira

Roberto
49
5. DESCONTO COMPOSTO

O Desconto Simples ocorre nas operações de curto prazo, no entanto, operações de longo prazo os
descontos simples produzem resultados absurdos, por exemplo: “Calcular o desconto comercial simples
de uma duplicata no valor de R$ 20.000,00 descontada 5 anos antes do seu vencimento a taxa de
desconto de 20% a.a.” Teríamos: D = 20.000 x 0,20 x 5 = 20.000. O valor do desconto é igual ao valor
do título. Nestes casos utiliza-se o Desconto Composto.

A ideia de desconto composto é semelhante ao utilizado no regime de juros simples. Consiste no
abatimento de uma dívida quando paga antes do seu vencimento. Neste caso, DESCONTO é a
diferença entre o valor nominal e atual, do título, na data que se propõe resgatá-lo.

O desconto composto pode ser de dois tipos: Desconto Racional e Desconto Comercial.

5.1. Desconto Composto Racional “por dentro”

Numa operação de desconto são conhecidos:
O valor do título (N),
A data de vencimento do título (n) e
O valor da taxa de juros para desconto ( i ).

Dessa forma, pode-se encontrar o valor atual (que é o mesmo que encontrar o capital que produziu certo
montante, após n períodos de aplicação).

Sabemos que ( )
n
i C M + × = 1 usando a nomenclatura do desconto, teremos: ( )
n
i A N + × = 1
O valor de A será:
( )
n
i
N
A
+
=
1
esta é a expressão do valor atual no Desconto Composto Racional
O Desconto Racional Composto:
( )
n r r
i
N
N D A N D
+
÷ = ÷ ÷ =
1

( )
(
¸
(

¸

+
÷ × =
n r
i
N D
1
1
1

Exemplo:
Uma nota promissória no valor de R$ 1.000,00, foi liquidada 6 meses antes do seu vencimento.
Sabendo-se que a taxa de desconto composto da operação foi de 2% a.m., qual o desconto composto
racional?

( )
(
¸
(

¸

+
÷ × =
6
02 , 0 1
1
1 000 . 1
r
D 
(
¸
(

¸

÷ × =
126162 , 1
1
1 000 . 1
r
D  | | 887971 , 0 1 000 . 1 ÷ × =
r
D
02 , 112 112029 , 0 000 . 1 = × =
r
D


Matemática Financeira

Roberto
50
5.2. Desconto Composto Comercial “por fora”

No desconto “por fora” a taxa de desconto incide sobre o valor do título (valor futuro) no primeiro
período; no segundo período, sobre o valor futuro menos o valor de desconto correspondente ao
primeiro período; no terceiro período, sobre o valor futuro do título menos os valores dos descontos
referentes ao primeiro e segundo período, e assim sucessivamente até o último período.

A expressão que calcula o valor atual de um título no desconto composto é:
( )
( ) ( ) ( )
( ) ( ) ( ) ( )
( )
n
n
i N A
i N i i i N A
i N i i N A
i N A
÷ × =
+
÷ × = ÷ × ÷ × ÷ × =
÷ × = ÷ × ÷ × =
÷ × =
1
1 1 1 1
1 1 1
1
3
3
2
2
1

Exemplo
1. Uma Promissória no valor de R$ 28.800,00 é descontada 120 dias antes do seu vencimento a
uma taxa de 2,5% ao mês, de acordo com o conceito de desconto composto “por fora”. Calcular
o valor do desconto.
( ) ( ) 21 , 026 . 26 903688 , 0 800 . 28 975 , 0 800 . 28 025 , 0 1 800 . 28
4 4
= × ÷ × ÷ ÷ × = A
O desconto será
78 , 773 . 2 21 , 026 . 26 800 . 28 = ÷ =
÷ =
c
c
D
A N D


Cálculo do Desconto Composto Comercial

( )
( ) | |
n
c
n
c
c
i N D
i N N D
A N D
÷ ÷ × =
÷ × ÷ =
÷ =
1 1
1

2. Um título, com 90 dias a vencer, foi descontado à taxa de 3% ao mês, produzindo um desconto
no valor de R$ 1.379,77. Calcular o valor nominal do título.

( ) | |
| |
| |
03 , 800 . 15
087327 , 0
77 , 379 . 1
087327 , 0 77 , 379 . 1
912673 , 0 1 77 , 379 . 1
97 , 0 1 77 , 379 . 1
03 , 0 1 1 77 , 379 . 1
3
3
= =
× =
÷ × =
÷ × =
÷ ÷ × =
N
N
N
N
N





Matemática Financeira

Roberto
51
EXERCÍCIOS PROPOSTOS


1. (AFTN) Um “commercial paper” com valor de $ 1.000.000.00 e vencimento daqui a três anos deve
ser resgatado hoje. A uma taxa de juros compostos de 10% a.a., e considerando o desconto
racional, obtenha o valor do atual composto, em U$.
a) 751,314.80
b) 750,000.00
c) 748,573.00
d) 729,000.00
e) 700,000.00

2. Uma nota promissória foi paga antes do vencimento, tendo sofrido desconto racional composto, à
taxa de 8% ao quadrimestre, com capitalização bimestral. Calcule o tempo de antecipação do
pagamento, sabendo que o valor de emissão era de R$ 70.000,00, e que o título foi resgatado por
R$ 64.719,00.
a) 2,5 meses
b) 1 trimestre
c) 2 quadrimestres
d) 1 bimestre
e) 4 meses

3. (AFTN) João foi a um banco e descontou uma nota promissória de R$ 200.000,00, seis meses antes
do vencimento. Admitindo-se que tenha recebido o líquido de R$ 149.243,04 e o regime adotado de
desconto racional composto, a taxa de juros anual é de:
a) 75,36%
b) 79,59%
c) 89,83%
d) 90,21%
e) 91,76%

4. Calcule o desconto racional composto sofrido por um título resgatado por R$ 90.000,00 a 3 meses do
vencimento, a uma taxa anual de 30%
a) 24.253
b) 21.970
c) 9.000
d) 6.101
e) 6.920

5. O desconto racional composto de um título de R$ 500.000,00, foi de R$ 126.892,00. Sendo de 5%
a.m. a taxa de juros cobrada, qual é o prazo de antecipação do resgate?
a) 3 meses
b) 4 meses
c) 5 meses
d) 6 meses
e) 7 meses

6. Um título de valor nominal de R$ 5.000,00 foi descontado 3 meses antes do vencimento, à taxa
composta racional de 2,5% a.m. Calcule o valor líquido do título.
a) 3.464,00
b) 3.644,00
c) 4.643,00
d) 4.364,00
e) 3.500,00

7. Qual o desconto racional composto sofrido por um título de R$ 100.000,00 resgatado 5 meses antes
do vencimento, a uma taxa de 24% a.a.?
a) 8.318
b) 9.427
c) 7.536
d) 7.653
e) 8.819

Matemática Financeira

Roberto
52
6. EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS NA CAPITALIZAÇÃO COMPOSTA

É frequente a necessidade de antecipar ou de prorrogar financiamentos ou empréstimos
nas operações financeiras. Às vezes queremos substituir um compromisso financeiro por outro ou por
vários ou mesmo substituir vários por um único.
Para resolver tais problemas utiliza-se a equivalência de capitais, ou seja, a comparação de
valores diferentes a datas diferentes, considerando-se uma dada taxa de juros.
Então, diz-se que dois ou mais capitais, com datas de vencimentos determinadas, são
equivalentes quando, levados para uma mesma data FOCAL
1
à mesma taxa de juros, tiverem
valores iguais.

Vejamos no diagrama:

C C
1
C
2
C
3
C
n


i i i i
0 1 2 3 n


Consideremos os capitais C
1
, C
2
, C
3
e C
n
, pagáveis nas respectivas datas 1, 2, 3 e n, e
seja “ i “ a taxa de juros composta corrente nesta data. Estes capitais serão equivalentes na data “ 0 ”
(data focal) se os respectivos Valores Presentes, naquela data, forem iguais.



C ( )
n
i C M + × = 1 M C
( )
n
i
M
C
+
=
1
M

0 n 0 n
Para levar valores monetários para o futuro Para trazer valores monetários do futuro




Então, trazendo todos os valores para a data zero, temos:



) 1 (
1
i
C
+
=
2
2
) 1 ( i
C
+
=
3
3
) 1 ( i
C
+
= ................... =
n
n
i
C
) 1 ( +









1
Data que se considera como base de comparação dos valores referidos a datas diferentes, também chamada “data de
avaliação", “data de comparação” ou “data de referência”.

Matemática Financeira

Roberto
53

2000 2200 2420 2662


0 1 2 3 4
Exemplo:
Dado os capitais a seguir, verificar se são equivalentes, considerando a taxa de juros de 10% ao mês e a
data focal zero (0).









A solução consiste em trazer todos os capitais para data de hoje através da expressão:
( )
n
i 1
M
C
+
=
18 , 818 . 1
) 10 , 0 1 (
000 . 2
=
+
 18 , 818 . 1
10 , 1
200 . 2
2
=  18 , 818 . 1
10 , 1
420 . 2
3
=  18 , 818 . 1
10 , 1
662 . 2
4
=

Nota: Os capitais são equivalentes na data focal inicial (data zero), tendo em vista que seus valores na data zero são iguais.

Exemplo:
Dado um investimento de $ 2.200,00 para ser devolvido mediante quatro prestações conforme o fluxo de
caixa abaixo. Calcular o valor da terceira prestação, considerando uma taxa de juros de 20% ao ano.
Ano Fluxo de Caixa
0 2.200
1 850
2 980
3 X
4 720

Resolução: Calculando todos os capitais para uma mesma data focal – terceiro ano

Ano Fluxo de Caixa Valores equivalentes no 3º. ano
0 2.200
( )
3
20 , 0 1 200 . 2 +
3.801,60
1 850
( )
2
20 , 0 1 850 +
1.224,00
2 980 ( ) 20 , 0 1 980 + 1.176,00
3 X X X
4 720
( ) 20 , 0 1
720
+

600,00

3.801,60 = 1.224,00 + 1.176,00 + X + 600  3.801,60 = 3.000,00 + X .: X = 801,60




Capitais Mês de vencimento
$ 2.000 1
$ 2.200 2
$ 2.420 3
$ 2.662 4
Matemática Financeira

Roberto
54
EXERCÍCIOS PROPOSTOS


1. Uma empresa tem uma dívida junto a um fornecedor expressa pelo fluxo de caixa que segue:

Semestre Valores ($)
0 -
1 100.000,00
2 250.000,00
3 313.200,00

Seu planejamento financeiro indica uma grande entrada de caixa no final do 2º semestre, que
permitiria liquidar integralmente essa dívida com um único pagamento, naquele momento.
O fornecedor, por sua vez, concorda em mudar o seu fluxo de caixa para uma única parcela de
recebimento, no final do 2º semestre. Determinar o valor desse pagamento único, com uma taxa de
juros de 8% ao semestre, no regime de juros compostos.
a) $642.000,00
b) $652.000,00
c) $635.000,00
d) $638.000,00
a) $648.000,00

2. Um investidor fez uma aplicação de $100.000,00 para ser resgatada em duas parcelas, pagas no
final do 3º mês e no final do 6º mês a partir da data da aplicação. Sabendo-se que a parcela do 3º
mês é o dobro da parcela do 6º mês, determinar seus valores para que o investidor receba uma
rentabilidade de 1% ao mês, no regime de juros compostos.
a) $68.000,00 e $34.000,00
b) $65.432,20 e $32.771,60
c) $70.000,00 e $35.000,00
d) $69.366,76 e $34.683,38
e) $52.283,88 e $26.141,94

3. Um investidor fez uma aplicação de $100.000,00 para ser resgatada em duas parcelas de mesmo
valor, pagas no final do 3º e do 6º mês, a partir da data da aplicação. Determinar o valor dessas
parcelas para que o investidor receba uma rentabilidade de 1% ao mês, no regime de juros
compostos.
a) $40.000,00
b) $42.500,00
c) $39.800,00
d) $47.600,00
e) $52.283,88

4. Um empréstimo de R$ 10.000,00 é solicitado na data atual para ser devolvido mediante 03
prestações de 5.000,00, 3.000,00 e x, vencíveis respectivamente no final de 4,6 e 12 meses.
Determinar o valor de x (3ª prestação) quando se sabe que a taxa de empréstimo foi de 2% ao
mês.
a) 3.445,63
b) 3.544,63
c) 4.345,63
d) 4,435,63
e) 4.354,63

5. Determinada pessoa deseja dispor de R$ 1.000,00 no fim de 6 meses e de R$ 2.000,00 no fim de
um ano. Que quantia deverá depositar, na data de hoje, em um estabelecimento bancário que
pague a taxa de juros compostos de 2% ao mês, de modo que possa fazer as retiradas indicadas,
sem deixar saldo final? Resp. $ 2.564,96
a) 3.695,32
Matemática Financeira

Roberto
55
b) 3.542,12
c) 2.564,96
d) 2.654,96
e) 1.354,96

6. Uma pessoa compra uma máquina em 2 prestações mensais mais uma entrada de 20% sobre o
valor à vista de R$ 360.000,00. Se a primeira prestação é de R$ 180.000,00 e a taxa de juros
composta é de 10% ao mês, qual é o valor da segunda prestação?
a) 150.840,00
b) 150.084,00
c) 150.480,00
d) 150.048,00
e) 150.408,00

7. Um fazendeiro possui um estoque de 1.000 sacas de café, na expectativa de alta de preço do
produto, recusa a oferta de compra desse estoque à razão de R$ 300,00 por saca. Seis meses
mais tarde, forçado pelas circunstâncias, vende o estoque por R$ 280,00 a saca. Sabendo-se que
a taxa de juros compostos de mercado para uma aplicação é de 3% ao mês, calcule o prejuízo
REAL do fazendeiro na data de venda da mercadoria, utilizando o regime de juros compostos.
a) 78.512,69
b) 78.215,69
c) 78.152,69
d) 78.695,12
e) 78.965,12

8. Um relógio é vendido em uma loja por 2.500,00 à vista ou a prazo em três pagamentos mensais e
iguais com o primeiro pago no ato da compra. Um cliente propõe como alternativa de compra duas
parcelas iguais vencíveis daqui a 3 e 6 meses. Qual o valor das parcelas proposta pelo cliente, se
a loja adota juros composto de 8% a.m.? Resp. $1.755,62

9. Em vendas à vista uma loja oferece 5% de desconto; pagando por meio de um cheque pré-datado
para um mês, não há cobrança de juros; para cheques pré-datados para dois meses, há um
acréscimo de 3% no valor do pagamento. Qual a melhor forma de pagamento se o rendimento da
poupança for de 3,5% ao mês? Resp. à vista

10. Uma pessoa deve $ 3.000,00 com vencimento em dois anos e $ 4.500,00 com vencimento em
seis anos. Pretende pagar seus débitos por meio de um único pagamento a ser realizado no final
de quatro anos. Considerando uma taxa de juros de 10% ao ano, determinar o valor do
pagamento único que líquida a dívida. Resp. $ 7.349,00

11. Uma pessoa dispõe de três formas de pagamento na compra de um bem que custa $ 4.800. Na
primeira forma paga-se à vista $ 4.800; na segunda, paga-se 20% do valor à vista como entrada
e duas prestações mensais iguais e consecutivas, sendo a primeira para 30 dias; na terceira, o
valor à vista é acrescido de 30% e, desse valor majorado, 20% é pago como entrada e o saldo,
dividido em dois pagamentos mensais iguais, sendo o primeiro para trinta dias. Pede-se: (a) se a
taxa de juros for de 20% ao mês qual o valor das prestações mensais da segunda forma de
pagamento e (b) considerando a mesma taxa de juros do item anterior qual o valor das prestações
mensais da terceira forma Resp. $2.513,46 e $3.267,49

12. Uma compra pode ser paga à vista por $ 1.400,00 ou financiada por meio de uma entrada de 30%
do valor à vista e mais dois pagamentos mensais – o segundo pagamento 50% maior que o
primeiro. Sabendo-se que o início dos pagamentos será ao término de um período de carência de
quatro meses e que a taxa de juros é de 5% ao mês, calcular o valor dos pagamentos mensais.
Resp. $ 490,49 e $ 735,74

Matemática Financeira

Roberto
56
13. Qual o desconto a ser concedido nas vendas à vista, para que sejam indiferentes as duas opções,
para uma loja que vende em quatro parcelas iguais, sem entrada, considerando à taxa de juro
mensal de 6%? Resp: 13,37%

14. Qual o desconto a ser concedido nas venda à vista, para que sejam equivalentes as duas opções
venda à vista e venda a prazo, para uma loja que vende em quatro prestações mensais iguais e
consecutivas, com a primeira paga no ato da compra, se a taxa de juro for de 6% ao mês. Resp:
8,17%

15. Do ponto de vista do tomador, qual das opções abaixo é mais barata para financiar a compra de
um bem se a taxa de juro for igual a 10% ao mês? Justifique sua resposta.
a) 5 pagamentos mensais e consecutivos de R$400,00; ou
b) 5 pagamentos mensais e consecutivos, sendo, respectivamente, R$200,00, R$300,00,
R$400,00 , R$500,00 e R$600,00 . Resp: Letra (b) R$ 1.444,34

16. Considerando que uma loja desconta seus cheques pré-datados à taxa de 5,50% ao mês, qual a
melhor opção para vender aos seus clientes?
- à vista, com 10% de desconto;
- a prazo, em cinco prestações mensais com a primeira no ato da compra, “sem juros”.
Resp: (b) R$ 90,10.

17. Para um investimento de R$ 5.000,00, a expectativa de recebimentos é de R$ 1.500,00 no
primeiro mês, R$ 980,00 no 3
o
e R$ 2.000,00 no 4
o
. Qual o valor esperado de entrada de caixa
para o segundo mês, considerando Taxa de juro de 9,58% ao mês para que os valores recebidos
sejam equivalentes ao capital investido? Resp: R$ 1.800,28

18. Você fechou um contrato de venda de R$3.680,00 no 1
o
mês, R$4.250,00 no 2
o
, R$5.860,00 no 3
o

e R$2.420,00 no 4
o.
Para tanto, é necessário investir R$5.000,00 à vista e R$8.000,00 daqui a 60
dias. Sabendo que o custo de captação do dinheiro investido é de 6% ao mês, é vantajosa a
operação?
Resp: sim – valor atual das vendas = R$ 14.091,22

19. Uma butique vende um vestido por R$ 1.800,00, podendo este valor ser pago em três prestações
mensais, sendo a primeira paga na compra. Uma cliente propõe o pagamento de R$ 1.000,00
como terceira parcela. De quanto devem ser as duas primeiras se forem iguais e a taxa de juros
composta adotada pela butique for de 8% ao mês? Resp. R$ 421,94

20. Uma loja tem como norma facilitar os pagamentos, proporcionando as seus clientes a
possibilidade de pagar em três meses sem acréscimo. Neste caso o preço à vista é dividido por
três e a primeira parcela, é dada como entrada. Qual é o desconto sobre o preço à vista que a loja
pode conceder, se sua taxa de juros composta for de 7,5% ao mês? Resp. 6,8%

21. Certa pessoa contraiu uma dívida, comprometendo-se a saldá-la em dois pagamentos: o primeiro
de R$ 2.500,00 e o segundo, seis meses após o primeiro, de R$ 3.500,00. Contudo, no
vencimento da primeira parcela, não dispondo de recursos, o devedor propôs adiamento de sua
dívida. O esquema apresentado foi: pagamento de R$ 4.000,00 daí a três meses e o saldo em 9
meses. Se a taxa de juros composta considerada foi de 2,5% ao mês, qual é o saldo restante?
Resp. R$ 2.252,50


22. Um empréstimo foi contratado a juros compostos de 5% a.m. para ser pago em dois pagamentos.
O primeiro de $ 400,00 será pago ao fim de seis meses e o segundo de $ 800,00, ao fim de dez
meses; entretanto, o empréstimo pode ser liquidado por meio de um único pagamento de $
1.641,46. Determinar em que mês deve ser realizado esse pagamento para que a taxa de 5% a.m.
seja mantida. Resp.15 meses
Matemática Financeira

Roberto
57
23. Considerando uma taxa de juros compostos de 5% a.m. em que data deve ser feito um
pagamento único de $ 160.000,00, de modo que liquide uma dívida pela qual o devedor irá pagar
três parcelas, a saber: $ 50.000,00 no fim de seis meses; $40.000,00 no fim de 10 meses e $
80.000,00 no fim de 12 meses? Resp. 250 dias

24. Um imóvel está à venda por quatro parcelas semestrais de R$ 50.000,00, vencendo a primeira em
6 meses. Um financista propõe a compra deste imóvel, pagando-o em duas parcelas iguais, uma
no ato da compra e outra após um ano. Qual é o valor das parcelas, se a taxa de juros composta
ajustada for de 2% ao semestre? Resp. R$ 76.388,89

25. Uma pessoa deve pagar três prestações mensais de $3.500 cada, sendo a primeira para 30 dias.
Se resolvesse quitar a dívida por meio de um pagamento único daqui a três meses, qual seria o
valor desse pagamento considerando uma taxa de juro composto de 5% ao mês? Resp. 11.033,75

26. Na compra de um bem cujo valor à vista é de $140, deve-se pagar uma entrada mais duas
prestações de $80 no fim dos próximos dois meses. Considerando uma taxa de juro composto de
20% ao mês, qual o valor da entrada? Resp. $17,78

27. O valor à vista de um bem é de R$6.000. A prazo, paga-se uma entrada mais três parcelas
mensais de R$ 2.000 cada, sendo a primeira daqui a um mês. Calcular o valor da entrada se a
taxa de juro composto aplicada for de 7% ao mês. Resp. 751,37

28. Por um equipamento de R$360.000 paga-se uma entrada de 20% mais dois pagamentos mensais
consecutivos. Se o primeiro pagamento for de R$180.000 e a taxa de juro composto aplicada de
10% ao mês, calcular o valor do segundo pagamento. Resp. 150.480,00.

29. Que valor máximo estaríamos dispostos a desembolsar na data presente por conta de dois
compromissos financeiros com valores de resgate de R$ 120.000,00 e R$ 180.000,00 vencíveis
respectivamente, a 6 e a 12 meses da data de hoje. Considerar taxas de juros compostas de 12%
ao trimestre no primeiro semestre e 5% ao mês no segundo semestre. Resp. 202.741,37

30. Um empresário possui dois débitos com valores de resgate de R$ 50.000,00 e R$ 70.000,00,
vencíveis a 3 e 7 meses, respectivamente, a partir da data presente. Sem liquidez para quitar os
débitos em suas datas, negocia com o Banco que estipula juros compostos de 10% ao mês para
substituição dos débitos por dois outros de igual valor a vencerem em 9 e 12 meses. Determinar o
valor de cada débito nesta nova situação. Resp. 98.941,69

31. Uma pessoa tem um carro no valor de R$ 25.000,00 e deseja trocá-lo por outro no valor de R$
40.000,00. Na concessionária escolhida a diferença pode ser financiada de uma só vez ou em 12
parcelas mensais de R$ 1.392,39 o que implica em uma taxa de juros compostos de 1,70% a.m.
Qual a melhor opção de compra para essa pessoa considerando: a) ela possui uma poupança de
R$ 60.000,00 com rentabilidade mensal de 0,5%; b) possui R$ 60.000,00 em um fundo de renda
fixa com taxa de juros de 12,60% a.s.; c) existe a possibilidade de se fazer um CDC com
pagamento único com a taxa de juros de 20% a.a. d) a CEF oferece a esta pessoa uma linha de
crédito para financiamentos parcelados a taxa de juros de 2% a.m. Resp. Sacar o dinheiro da
poupança, pois ele terá menor perda de valor monetário.









Matemática Financeira

Roberto

58
7. TAXAS

Taxa de juros é um coeficiente monetário aplicado ao capital por um determinado período de
tempo para remunerar o capital;

7.1. TAXA PROPORCIONAL

Duas ou mais taxas são proporcionais quando a razão entre as taxas for a mesma razão entre
os períodos de tempo aos quais se refere.

Exemplo:

Verificar se as taxas 2% a.m. e 24% a.a. são proporcionais

 2% a.m.  2% em 1 mês
 24% a.a.  24% em 12 meses

Então
12
1
% 24
% 2
=


7.2. TAXA EQUIVALENTE NA CAPITALIZAÇÃO COMPOSTA

Duas ou mais taxas de juros são equivalentes quando aplicadas ao mesmo capital durante um
mesmo período de tempo de aplicação produzirem o mesmo montante, mesmo pertencendo a diferentes
períodos de capitalização.
Vamos correlacionar a taxa “i
D
” referida a um período “D” dias e a taxa “i
d
” referida a um
período “d” dias.

Vejamos o diagrama:

C i
D
M
A

1º. caso
0 D


1º. Caso: um capital C aplicado durante um determinado período de tempo D a uma taxa de juros iD
produz um montante MA.  O montante MA é calculado da seguinte forma: MA = (1 + iD)
1



C i
d
M
B

2º. caso
0

1 d 2 3 D


2º. Caso: O mesmo capital C foi aplicado durante o mesmo período de tempo D a uma taxa de juros
id aplicado a cada sub-período de tempo d (período de tempo D foi dividido em vários períodos d)
produz um montante MB.
O montante MB é calculado da seguinte forma: a soma de todos os períodos d é igual a D, isto é,
devemos achar a quantidade de “d” períodos contidos no período “D”, que será dado por D/d, ou
D = Período de tempo maior
d = Período de tempo menor
iD = Taxa do período maior
id = Taxa do período menor
Matemática Financeira

Roberto

59
seja, o número de capitalizações será de D/d períodos.  O montante MB, então, será igual a
MB = (1 + id)
D/d

Para que as taxas sejam equivalentes é necessário que o M
A
= M
B
, logo

( 1 + i
D
) = ( 1 + i
d
)
D/d


A taxa de juro i
D
é igual a:


i
D
= ( 1 + i
d
)
D/d
- 1



e a taxa de juro I
d
é igual a:


i
d
= ( 1 + i
D
)
d/D
- 1


Nota:
a) Observe que a taxa dada sempre estará dentro do parêntese;
b) O período de tempo da taxa que se procura estará sempre no numerador da fração do expoente;
c) O período de tempo da taxa que se tem (que está dentro do parêntese) estará sempre no denominador da fração do
expoente.

Então podemos formular a seguinte equação para cálculo de taxas equivalentes


( ) 1 1 ÷ + = T
Q
T q
i i




OBSERVAÇÃO: Na capitalização simples a taxa equivalente é igual à taxa proporcional





EXEMPLO

1. Dada à taxa de juros de 2% a.m. calcular a taxa de juros equivalente anual.
D = ano; d = mês; a taxa dada = 2% a.m. ; a taxa que se procura = X% a.a.

( )
. . % 8242 , 26
268242 , 0
1 268242 , 1
1 02 , 1
1 02 , 0 1
12
30
360
a a i
i
i
i
i
D
D
D
d
D
=
=
÷ =
÷ =
÷ + =


2. Dada à taxa de juros de 24% a.a. calcular a taxa de juros equivalente mensal.
D = ano; d = mês; a taxa dada = 24% a.a. ; a taxa que se procura = X% a.m.

( )
. . % 8088 , 1
018088 , 0
1 018088 , 1
1 24 , 1
1 24 , 0 1
083333 , 0
360
30
m a i
i
i
i
i
D
D
D
d
D
=
=
÷ =
÷ =
÷ + =

Dada uma taxa de um período de tempo menor, calcula-se a taxa equivalente de
período de tempo maior.
Dada uma taxa de um período de tempo maior, calcula-se a taxa equivalente de
período de tempo menor.
A taxa que eu quero (iq) é igual um mais a taxa que eu tenho ( it ) elevado ao período
da taxa que eu quero (Q) dividido pelo período da taxa que eu tenho (T), menos um.
Matemática Financeira

Roberto

60
3. Uma letra de câmbio é transacionada no mercado financeiro oferecendo uma taxa de juro de 41,64% ao ano. Sabendo-se que
o seu prazo de vencimento é de 63 dias, determinar a taxa de juro equivalente a este prazo de aplicação.

Solução:

4. Se um Certificado de Depósito Bancário oferece um rendimento líquido de 7,25% para um prazo de aplicação de 92 dias, qual
a taxa anual de rendimento líquido?

Solução:

7.3. TAXA EFETIVA E TAXA NOMINAL

Vamos a um exemplo de aplicação de um capital de R$ 1.000,00 durante um ano tendo as
seguintes taxas de juro compostos como alternativas:
a) 12% ao ano;
b) 12% ao ano com capitalização anual;
c) 12% ao ano com capitalização mensal.

Das taxas acima, quais as que fornecem idênticos resultados?

As taxas (a) e (b) referem-se ao mesmo período de capitalização. A letra (b) é uma redundância
quanto ao prazo de capitalização.
A letra (c) representa uma taxa diferente das duas modalidades anteriores, o período da taxa
(anual) difere do período de capitalização (mensal) fornecido.

Ficou claro que existem duas modalidades de taxas em termos de período de capitalização:
(a) Uma que o período de capitalização coincide com o período da taxa e a outra
(b) Que o período da taxa difere do período de capitalização.

Então,

A TAXA DE JUROS cujo período de capitalização corresponde ao próprio período de tempo da
taxa, denomina-se TAXA EFETIVA.
Exemplo:
10% a.a. com capitalização anual
2% a.m. com capitalização mensal
12% a.s.

A TAXA DE JUROS em que o período de capitalização difere do período de tempo da taxa
denomina-se TAXA NOMINAL
Matemática Financeira

Roberto

61
Exemplo:
A poupança paga a taxa de juros de 6% a.a., no entanto a capitalização é mensal.
36% a.a. com capitalização trimestral
48% a.s. com capitalização mensal

Conversão da taxa Nominal em taxa Efetiva - a taxa de juros nominal pode ser fracionada
proporcionalmente (igual a juros simples). Divide-se a taxa de juros pela quantidade de períodos de
capitalizações existentes no período da taxa.
Exemplo: 18% a.t. com capitalização mensal, isto é, os períodos de capitalizações são mensais e o
período da taxa é trimestral, então existem três períodos de capitalizações mensais no período de tempo
da taxa trimestral. Portanto, divide-se a taxa de juro (18%) por três, o resultado é igual a 6% ao mês.

Outro exemplo:
24% a.a. com capitalização trimestral  existem quatro capitalizações trimestrais no período de um
ano (período da taxa de juros), então: . t . a % 6
4
% 24
=


7.4. EQUIVALÊNCIA ENTRE TAXA EFETIVA E TAXA NOMINAL


a) Dada uma taxa efetiva determinar a taxa equivalente nominal

Exemplo

1. Dada à taxa de juros de 6% a.m. (taxa efetiva) calcular a taxa nominal anual com capitalização
trimestral.
Solução:
Taxa dada: 6% a.m.
Taxa procurada: X% a.a. com capitalização trimestral
Converte-se a taxa nominal em efetiva  X% a.a. com capitalização trimestral  % Y
4
% X
= a.t.
A taxa Y% a.t. terá que ser equivalente a 6% a.m

Outra maneira de transformar:
j = m x
(
(
¸
(

¸

+ ÷ 1
t
q
) i 1 (  ( )
(
¸
(

¸

÷ + × = 1 06 , 0 1 4 j 30
90
 ( ) 1 06 , 1 4 j
3
÷ × =  j = 4 x 0,191016

j = 0,764084  76,4064% a.a. com capitalização trimestral



Matemática Financeira

Roberto

62
2. Dada a taxa de 24% a.a., calcular a taxa nominal semestral com capitalização mensal.
Taxa procurada  X% a.s. com capitalização mensal  % Y
6
% X
= a.m.
Taxa dada: 24% a.a.

Ou

b) Dada a taxa Nominal determinar a taxa Equivalente efetiva

Exemplo

1. Dada a taxa de 36% ao ano com capitalização mensal, determinar taxas equivalentes de juros
compostos relativos aos períodos anual, mensal, trimestral e quadrimestra:
Solução

1º. Passo é transformar a taxa nominal em taxa efetiva:


a) Anual

b) Mensal

c) Trimestral

d) Quadrimestral

2. Dada a taxa de 48% a.a. com capitalização para 36 dias, determinar a taxa efetiva mensal para 45
dias.
Solução

% 8 , 4
10
% 48
= para 36 dias ( ) 060356 , 0 1 048 , 1 1 048 , 0 1
25 , 1
36
45
= ÷ ÷ ÷ ÷ + = i i ou 6,0356% para 45 dias


Taxas equivalentes

Matemática Financeira

Roberto

63
7.5. TAXA DE JURO REAL E TAXA DE JURO APARENTE

Denominamos taxa de juro REAL a taxa paga ou ganha (acima da inflação) numa operação. A taxa
de juro APARENTE é aquela que vigora nas transações correntes.
Quando não há inflação no período considerado, a Taxa Aparente é igual à taxa Real; porém,
quando há inflação, a Taxa de juros Aparente é formada pela INFLAÇÃO e pela Taxa de juro REAL.
Vejamos:
C = capital aplicado
i
R
= Taxa Real
i
A
= Taxa Aparente
I = Inflação

Podem acontecer os seguintes casos:

1. Com a Inflação igual a zero e uma taxa de juros real i
R
, o capital inicial se transformará no
montante: M = C (1+ i
R
)

2. Com uma taxa de Inflação I, e sem taxa de juros Real, o capital inicial, ao final de um
determinado período, o montante será equivalente a: M = C (1 + I);

3. Com uma taxa de juro Real i
R
e uma taxa de Inflação I, simultaneamente, o capital inicial
equivalerá a: M = C ( 1 + i
R
)( 1 + I ) (a)

4. Com uma taxa Aparente i
A
, o capital inicial se transformará, ao final de um determinado
período de aplicação igual a: M = C ( 1 + i
A
) (b)

Como as Expressões (a) e (b) são equivalentes, já que ambas traduzem o mesmo montante, o
seja o valor efetivamente recebido, temos:

Donde


( 1 + i
A
) = ( 1 + i
R
)( 1 + I )
















Esta expressão nos permite calcular
qualquer uma das taxas envolvida no
problema.

Matemática Financeira

Roberto

64
Exercícios Resolvidos


1. Uma aplicação de R$ 100,00 teve um rendimento de R$ 35,00. Se a inflação do período foi de 30%, calcular a
rentabilidade aparente e real da aplicação.

C = 100,00; J = 35,00 e I = 30 %

2. Qual deve ser a taxa aparente correspondente a uma taxa Real de 0,8% ao mês e uma inflação de 20% no
período.
iR = 0,8% ao mês e i = 20%

iA = ( 1 + iR )( 1 +I ) – 1 .: iA = ( 1 + 0,008 )( 1 + 0,2)  iA = 20,96%

3. Um empréstimo foi feito a uma taxa de 32% ao ano. Sabendo que a inflação nesse ano foi de 21%, calcule a
taxa real anual?
iA = 32%
I = 21%
( 1 +0,32 ) = ( 1 + iR )( 1 + 0,21 ) .: iR = 1
21 1
32 1
÷
,
,
 iR = 9,09% ao ano

4. Um CDB rendeu 1,4% ao mês e a inflação no período pela IGPM foi de 0,8%. Qual a taxa Real auferida nesta
aplicação?
iA = 1,4%
I = 0,8%
( 1 + 0,014 ) = ( 1 + iR ) x ( 1 + 0,008 ) iR = 1
008 1
014 1
÷
,
,
 iR = 0,595% ao mês













Matemática Financeira

Roberto

65
EXERCÍCIOS PROPOSTOS

1. (BB) Qual a melhor aproximação de uma taxa semestral equivalente a 20% a.a.
a) 8,64% a.s.
b) 9,54% a.s
c) 7,85% a.s
d) 10% a.s.
e) 20% a.s.

2. Qual a taxa trimestral equivalente a 5% a.m?
a) 15%
b) 15,20%
c) 15,50%
d) 15,76%
e) 15,96%

3. Qual a taxa de juros semestral equivalente a 44% a.a.?
a) 22%
b) 21%
c) 20%
d) 19%
e) 18%

4. Qual a taxa efetiva anual equivalente a 30% a.a., capitalizados semestralmente?
a) 34,50%
b) 33,55%
c) 32,25%
d) 31,25%
e) 30,25%

5. (BC) Um investimento rendeu 68% em um mês no qual a inflação foi de 40%. Qual o ganho real
nesse mês?
a) 10%
b) 18%
c) 20%
d) 28%
e) 30%

6. Para que se obtenha R$ 242,00, ao final de seis meses, a uma taxa de juros de 40% a.a.
capitalizados trimestralmente, deve-se investir, hoje, a quantia de:
a) 171,43
b) 172,86
c) 190,00
d) 200,00
e) 220,00

7. Qual a taxa de juros anual adotada no resgate de uma letra de câmbio, sabendo-se que os juros são
capitalizados trimestralmente, o valor de resgate foi de R$ 200.000,00, o desconto de R$ 92.820,00 e
a antecipação foi de um ano?
a) 10%
b) 20%
c) 30%
d) 40%
e) 50%

8. Dada à taxa 20% a.a., determinar as taxas equivalentes, semestral e mensal.
a) 7,94% e 0,56%
b) 8,64% e 1,98%
c) 9,54% e 1,53%
d) 8,94% e 1,67%
e) 9,51% e 1,52%

Matemática Financeira

Roberto

66
9. Qual a taxa efetiva anual equivalente a 24% a.s. capitalizada mensalmente?
a) 28,20%
b) 38,15%
c) 48,10%
d) 60,10%
e) 58,20%

10. Qual a taxa nominal anual com capitalização trimestral equivalente a 4,5% a.m?
a) 56,47%
b) 67,54%
c) 74,56%
d) 47,65%
e) 64,75%

11. Calcular a taxa nominal anual com capitalização quadrimestral equivalente a taxa 24% a.a. com
capitalização mensal.
a) 12,75%
b) 14,95%
c) 17,25%
d) 24,73%
e) 26,47%

12. Calcule o valor nominal de um título que, resgatado um ano e meio antes do vencimento, sofreu
desconto racional composto de R$ 25.000,00, a uma taxa de 30% a.a. com capitalização semestral.
a) 72.996
b) 47.996
c) 52.088
d) 77.088
e) 67.088

13. Dada à taxa de juro efetiva de 48% a.a. determinar a taxa equivalente ao mês, ao trimestre e ao
semestre. Resp. 3,32% a.m.; 10,30% a.t.; 21,66%a.s.

14. Um capital foi colocado a 20% a.a., capitalizados semestralmente, e outro a 18% a.a., capitalizados
quadrimestralmente. No fim de 2 anos os juros do primeiro capital excederam de R$ 6.741,00 os
juros do segundo. Sabendo que o primeiro é R$ 10.000,00 maior que o segundo, o valor dos
capitais, em R$, é igual a: Resp.: R$ 56.071,94 e R$ 46.071,94

15. Determinar:

a) A taxa efetiva para 2 meses, equivalente à taxa nominal de 120% a.a. capitalizada
mensalmente;
b) A taxa efetiva para 18 meses, equivalente à taxa nominal de 120% a.a. capitalizada
semestralmente;
c) A taxa nominal ao ano capitalizada mensalmente, equivalente à taxa efetiva de 10% em 60
dias;
d) A taxa nominal ao ano capitalizada trimestralmente, equivalente à taxa efetiva de 15% em 6
meses;
e) A taxa efetiva para 41 dias, equivalente à taxa nominal de 24% a.a. capitalizada diariamente;
f) A taxa efetiva para 41 dias, equivalente à taxa nominal de 24% a.s. capitalizada diariamente.
Resp. a) 21%; b) 309,60%; c) 58,57% d) 28,95% e) 2,77%; f) 5,6150%

16. Uma pessoa colocou ¾ do seu capital a 20% a.a., capitalizados semestralmente, e o restante a 12%
a.s., capitalizados trimestralmente. Sabendo-se que a primeira parcela proporcionou R$ 60.769,10
de juros, o montante no final de 4 anos será, em R$: Resp.: R$ 158.905,24.

17. O capital que durante 4 anos, colocado a 12% a.a., capitalizados bimestralmente, produz um juro de
R$ 12.252,00 a mais do que seria produzido com capitalizações semestrais é de, em R$: Resp: R$
839.800,74

18. Em 154 dias uma aplicação rendeu 41,123%. Calcular as taxas mensal e anual equivalentes. Resp.
6,94% a.m. e 123,72% a.a.

Matemática Financeira

Roberto

67
19. Quanto uma pessoa resgatará no final de 93 dias se aplicar R$2.000,00 à taxa de 150% a.a.? E qual
a taxa mensal equivalente. Resp. 2.535,14 e 7,93% a.m.

20. A aplicação de R$380,00 proporcionou um rendimento de R$240,00 no final de 208 dias. Determinar
as taxas diária, mensal, trimestral e anual de juro. Resp. 0,235637% a.d.; 7,316038% a.m.; 83,593003% a.t. e
133,332667% a.a.

21. Um banco cobra 20% a.a. de taxa de juro numa operação de capital de giro. Quanto cobrará para
uma operação em 182 dias. Resp. 9,655525% p/182 dias

22. Um agiota empresta R$ 80.000,00 hoje para receber R$ 507.294,46 no final de 2 anos. Calcular as
taxas mensal e anual desse empréstimo. Resp.: 8% a.m., ou 151,817% a.a.

23. Qual a taxa efetiva equivalente trimestral de uma taxa de 34% ao ano com capitalização mensal?
Resp. 8,74% a.t.

24. Qual a taxa anual com capitalização trimestral equivalente a taxa de 60% ao ano com capitalização
semestral? Resp. 56,07% a.a. c/cap. Trimestral

25. Três quartos de um capital foram aplicados à taxa nominal de 20% a.a. capitalizada semestralmente
e, o restante, a 12% a.s. capitalizada trimestralmente. Se o prazo da aplicação é de 4 anos e,
sabendo-se que o rendimento da primeira parcela é $ 4.726,04 maior que o rendimento da segunda,
calcular o capital. Resp. $ 10.000,00

26. Calcular o prazo em que um capital dobra se aplicado a juros nominais de 120,17% a.a.
capitalizados diariamente. Resp. 208 dias

27. Um capital foi aplicado por 18 meses à taxa nominal de 24% a.a. capitalizados mensalmente.
Calcular o valor do capital, sabendo-se que, se a capitalização da taxa nominal for semestral em vez
de mensal, o rendimento diminui $ 1.000,00. Resp. $ 42.884,87

28. Dois terços de uma capital foram aplicados por 2 anos à taxa de 18% a.s. capitalizada
bimestralmente e, o restante do capital, foi aplicado por um determinado prazo à taxa de 18% a.t.
capitalizada mensalmente. Se o valor do capital é de $ 12.000,00 e, sabendo-se que o rendimento da
primeira parcela é $ 4.048,79 maior que o rendimento da segunda, calcular o prazo em anos da
segunda parcela. Resp. Um ano



























Matemática Financeira

Roberto

68
PROBLEMAS DE CAPITALIZAÇÃO COMPOSTA COM TAXA EFETIVA E NOMINAL


1. Calcular o montante e a taxa efetiva anual ganha por um investimento de R$ 2.000,00, após 2
anos de aplicação, se rendeu juros nominais de 9% ao ano com as seguintes hipóteses de
capitalização: a) anual; b) semestral; c) trimestral e d) diária. Resp. 9%; 9,20%;9,31%9,42%

2. Um capital de R$ 2.500,00 é aplicado à taxa nominal de 90% ao ano capitalizado semestralmente.
Qual o montante após: a) um ano de aplicação; b) 3 anos de aplicação? Calcular a taxa efetiva
anual. Resp. 5.256,25 - 23.235,30 - 110,25%

3. Em quanto tempo duplicará um capital aplicado à taxa nominal de 227,05% ao ano capitalizado
mensalmente? Resp. 4 meses

4. Uma aplicação de R$ 17.800,00, pelo prazo de 20 meses, ganhou uma taxa de juros nominal de
45% ao ano com capitalização quadrimestral. Qual foi o rendimento da operação? Resp. R$
18.002,16.

5. Que taxa nominal anual uma instituição deverá exigir em seus contratos de empréstimos para que
receba um ganho efetivo de 2.250% ao ano, na condição de a taxa nominal ter uma capitalização
trimestral? Resp. 480,70% ao ano com capitalização trimestral

6. Uma pessoa deposita R$ 45.000,00 numa instituição financeira por 3 anos à taxa nominal de 24%
ao ano. Calcular o montante composto, sabendo que no primeiro ano os juros são capitalizados
semestralmente e no segundo ano trimestralmente e no terceiro ano mensalmente. Resp. R$
90.380,36

7. Um capital rende juros compostos de 30% ao semestre com capitalização mensal durante os
primeiros dois anos para, em seguida, ser reaplicado (capital inicial + juros) a uma taxa de 60% ao
ano com capitalização mensal durante os próximos 12 meses. Determinar uma taxa nominal anual
com capitalização trimestral que seja capaz de fornecer ao fim dos 3 (três) anos de aplicação o
mesmo rendimento fornecido pelas duas taxas anteriores. Resp. 62,04% a.a. com capitalização trimestral

8. Qual a melhor opção para uma aplicação de 180 dias:
a. Caderneta de poupança para receber 7,42% ao semestre (entre juros e correção
monetária);
b. Fundo de Renda Fixa para receber 1,34% ao mês;
c. Fundo Mútuo de ações para receber 0,56% a quinzena.

9. Um banco deseja ganhar 45% ao ano como taxa efetiva, que taxa nominal anual com
capitalização trimestral deverá oferecer a seus clientes?

10. Uma aplicação de R$ 24.000,00 teve um rendimento nominal de R$ 5.040,00. Considerando que a
taxa de juros composta nominal ganha foi de 120% ao ano capitalizado mensalmente, calcular o
número de dias que o capital ficou aplicado.

11. O valor de R$ 5.660,00 foi aplicado à taxa nominal de 15% a.a., capitalizado mensalmente durante
3 anos e 4 meses e 27 dias. Calcule o montante. Resp. R$ 9.407,48

12. O valor de R$ 1.500,00 foi aplicado à taxa nominal de 18% a.a., capitalizado mensalmente durante
63 dias. Calcule o montante. Resp. R$ 1.547,64

13. O valor de R$ 1.500,00 foi aplicado à taxa nominal de 18% a.a., capitalizado diariamente durante
36 dias. Calcule o montante. Resp. R$ 1.527,23

14. O valor de R$ 370,00 foi aplicado à taxa nominal de 7% a.a., capitalizado mensalmente durante 6
meses. Calcule o montante. Resp. R$ 383,14

15. O valor de R$ 430,00 foi aplicado a juros compostos durante 36 dias, rendendo de juros 28,00.
Qual a taxa de juro nominal anual, capitalizado diariamente? Resp. 63,139284% a.a. capitalizado
diariamente



Matemática Financeira

Roberto

69
Taxa real e taxa aparente

1. Determinar a taxa de rendimento real a partir de uma taxa aparente de 7% a.a. e uma inflação de
3% no período.
a) 2,88%
b) 3,88%
c) 4,88%
d) 2,35%
e) 3,38%

2. Um capital aplicado durante dois anos à taxa nominal aparente de 18% a.a. com capitalização
mensal, rendeu $ 1.500,00. Se a inflação em cada ano foi de 12%, calcular o capital e a taxa real
da aplicação.
a) 3.492,41 e 6,75% a.a.
b) 5.693,21 e 6,75% a.s.
c) 4.962,35 e 7,65% a.a.
d) 6.924,41 e 6,85% a.t.
e) 2.695,41 e 6,95% a.s

3. Uma aplicação financeira rende juros nominais de 6% a.a. capitalizados mensalmente. Se a taxa
de inflação foi de 5,5% a.a., calcular as taxas de juros aparente e real ganhas pela aplicação.
Resp. aparente:
a) 1,67% a.a. e 0,36% a.a.
b) 1,76% a.a. e 0,63% a.a.
c) 2,66% a.a. e 0,69% a.a.
d) 6,17% a.a. e 0,63% a.a.
e) 8,63% a.a. e 0,63% a.a.

Matemática Financeira

Roberto
70
8. SÉRIE FINANCEIRA

É a sucessão de depósitos ou prestações (pagamentos ou recebimentos), em épocas
diferentes, destinadas a formar um capital ou pagar uma dívida.


0 1 2 3 4 ....................................... n

PMT PMT PMT PMT PMT



a) Quanto aos termos: (pagamentos ou recebimentos)
1. Constantes: quando os termos forem iguais.
2. Variáveis: quando os termos não forem iguais.


b) Quanto aos períodos: (intervalos de tempo entre dois termos)
3. Periódicas: quando os períodos forem iguais.
4. Não periódicas: quando os períodos não forem iguais.


c) Quanto ao prazo de duração:
1. Temporárias: quando a duração for limitada. Número definido de termos.
2. Perpétuas: quando a duração for ilimitada. Número infinito de termos.


d) Quanto a forma de pagamento ou recebimento (carência):
1. Imediata: Não existe carência antes dos primeiros termos, ou seja, quando os termos são
exigidos a partir do primeiro período.
2. Diferida: existe uma carência antes dos primeiros termos, ou seja, quando os termos forem
exigidos a partir de uma data que não seja o primeiro período.


e) Quanto ao vencimento dos pagamentos ou recebimentos:
1. Postecipadas ou vencidas: Quando os termos da renda são exigidos no fim dos períodos.
2. Antecipadas: Quando os termos da renda são exigidos no começo dos períodos.






Matemática Financeira

Roberto
71
8.1. VALOR ATUAL POSTECIPADO

Defini-se valor atual de uma Série Financeira como a soma dos valores atuais de seus
respectivos termos.

A expressão que calcula o Valor Atual Postecipado é:


Exemplo 1: Um aparelho de som está à venda, sem entrada, em 5 prestações mensais de R$ 150,00
vencendo a primeira prestação trinta dias após a compra. Sabendo-se que a taxa de juros cobrada pela
loja é de 5% ao mês, calcular o valor à vista deste aparelho de som.

Solução
Para entender melhor o processo implícito na expressão do cálculo do valor atual postecipado de uma
série financeira, o quadro a seguir mostra os cálculos necessários para chegarmos ao valor à vista do
aparelho de som.




150 150 150 150 150


0 1 2 3 4 5



Mês Depósitos Períodos de capitalização Cálculo Montante no 5º mês

1

$150,00

1

142,86

2

$150,00

2

136,05

3

$150,00

3

129,58

4

$150,00

4

123,41

5

$150,00

5

117,53
TOTAL 649,43


Aplicado à expressão:


Valor Atual

Matemática Financeira

Roberto
72
Exemplo 2: Pedro fez uma dívida em uma Instituição Financeira no valor de R$ 9.882,86 para saldá-la
em 36 prestações mensais iguais e consecutivas com a primeira um mês após a compra. Qual o valor
das prestações mensais se a taxa de juros cobrada pela loja foi de 8 % a.m.?

( )
( ) (
(
¸
(

¸

× +
÷ +
× =
08 , 0 08 , 0 1
1 08 , 0 1
86 , 882 . 9
36
36
PMT  45 , 843
717191 , 11
86 , 882 . 9
= = PMT





8.2. VALOR FUTURO OU MONTANTE POSTECIPADO

Defini-se montante de uma renda certa como a soma dos montantes de seus respectivos
termos.


A expressão que calcula o valor futuro postecipado é:



Exemplo 3: Um aparelho de som está à venda, sem entrada, em 5 prestações mensais de R$ 150,00
vencendo a primeira prestação trinta dias após a compra. Sabendo-se que a taxa de juros cobrada pela
loja é de 5% ao mês, calcular o valor futuro deste aparelho de som ao término das cinco prestações.





150 150 150 150 150


0 1 2 3 4 5




( )
(
(
¸
(

¸

÷ +
=
05 , 0
1 05 , 0 1
150
5
FV  525631 , 5 150× = FV  84 , 828 = FV










FV
( )
(
(
¸
(

¸

÷ +
× =
i
i
PMT FV
n
1 1

Matemática Financeira

Roberto
73

8.3. VALOR ATUAL ANTECIPADO

Defini-se valor atual de uma Série Financeira como a soma dos valores atuais de seus
respectivos termos

A expressão que calcula o valor atual antecipado é:


Exemplo 4: Um aparelho de som está à venda, sem entrada, em cinco prestações mensais de R$
150,00 vencendo a primeira prestação no ato da compra. Sabendo-se que a taxa de juros cobrada pela
loja é de 5% ao mês, calcular o valor presente deste aparelho de som.





150 150 150 150 150


0 1 2 3 4 5


( )
( )
150
05 , 0 05 , 0 1
1 05 , 0 1
150
1 5
1 5
+
(
(
¸
(

¸

× +
÷ +
× =
÷
÷
PV  150
060775 , 0
215506 , 0
150 + |
.
|

\
|
× = PV 


150 545965 , 3 150 + × = PV  89 , 681 150 89 , 531 = + = PV




8.4. VALOR ATUAL DE UMA SÉRIE DIFERIDA POSTECIPADA

Série Financeira diferida postecipada é aquela em que o primeiro pagamento vence um
período após a carência.

PMT PMT PMT PMT PMT

0 1 2 3 4 5 6 7 8 9

K = CARÊNCIA


A expressão que calcula o valor atual de diferida postecipada é:



VP

Matemática Financeira

Roberto
74
Exemplo 5: Um aparelho de som está à venda, sem entrada, em 3 prestações mensais de R$ 250,00
com dois meses de carência, vencendo a primeira prestação um mês após a carência. Sabendo-se que
a taxa de juros cobrada pela loja é de 5% ao mês, calcular o valor presente deste aparelho de som.






250 250 250


0 1 2 3 4 5

K


( )
( ) (
(
¸
(

¸

× +
÷ +
× =
+
05 , 0 05 , 0 1
1 05 , 0 1
250
2 3
3
VP 
|
.
|

\
|
× =
063814 . 0
157625 , 0
250 PV  470069 , 2 250× = PV

 517250 , 617 = PV

Exemplo 6: Aproveitando a promoção comercial: “Compre hoje e somente comece a pagar depois de 4
meses”, uma pessoa adquire uma mercadoria mediante 6 prestações mensais e iguais a R$ 1.200,00,
vencendo a primeira prestação 30 dias após o vencimento da carência. Considerando que há no
mercado de capitais uma taxa de juros compostos de 4,5%a.m., qual o valor máximo que estaríamos
dispostos a pagar à vista pela referida mercadoria?

Solução:

PMT = R$ 1.200,00
i = 4,5% a.m.
n = 6 depósitos mensais
k = 4 meses de carência
PV = ?
( )
( )
(
¸
(

¸

× +
÷ +
× =
+
045 , 0 045 , 0 1
1 045 , 0 1
200 . 1 PV
4 6
6

(
¸
(

¸

× =
069884 , 0
302260 , 0
200 . 1 PV  20 , 190 . 5 325167 , 4 200 . 1 PV = × =

Série Financeira diferida antecipada é aquela que a primeira prestação vence com carência.



PMT PMT PMT PMT PMT

0 1 2 3 4 5 6 7 8 9

K = carência


A expressão que calcula o valor atual de diferida antecipada é:

VP
( )
( )
( )
(
¸
(

¸

× +
÷ +
× + × =
+
i i 1
1 i 1
i 1 PMT PV
k n
n


Matemática Financeira

Roberto
75
Exemplo 7: Um aparelho de som está à venda, sem entrada, em 3 prestações mensais de R$ 250,00
com dois meses de carência, vencendo a primeira prestação juntamente com a carência. Sabendo-se
que a taxa de juros cobrada pela loja é de 5% ao mês, calcular o valor presente deste aparelho de som.

( )
( )
( )
(
¸
(

¸

× +
÷ +
× + × =
+
05 , 0 05 , 0 1
1 05 , 0 1
05 , 0 1 250 PV
2 3
3

(
¸
(

¸

× =
063814 , 0
157625 , 0
50 , 262 PV  23 , 648 469455 , 2 50 , 262 PV = × =


8.5. VALOR ATUAL POSTECIPADO DE UMA SÉRIE FINANCEIRA PERPÉTUA

Série perpetua é comum em locações de imóveis, pois os alugueis constituem uma série
financeira perpétua.

A expressão que calcula o valor atual de uma serei perpétua é dado por



Exemplo 8: O valor de um imóvel é de R$ 40.000,00 e a taxa de juros do mercado é de 2,5% ao mês,
por quanto deve ser alugado o imóvel?

Resposta: i PV PMT
i
PMT
PV × = ÷ = logo .... 00 , 000 . 1 025 , 0 000 . 40 PMT = × =

Exemplo 9: Uma residência foi alugada por $350,00 mensais. Se a taxa de melhor aplicação no
mercado financeiro paga juros de 2,3% a.m., qual seria o provável preço do imóvel?

Resposta 39 , 217 . 15
023 , 0
350
PV = =



8.6. VALOR ATUAL ANTECIPADO DE UMA SÉRIE FINANCEIRA PERPÉTUA



A expressão que calcula o valor atual de uma série perpétua é dado por




8.7. VALOR ATUAL POSTECIPADO DE UMA SÉRIE FINANCEIRA DIFERIDA PERPÉTUA

Para uma Série Financeira perpétua, diferida e postecipada, seu valor presente ou Atual será:







Exemplo 10: Uma jazida de ouro, com reservas para exploração por mais de cem anos, produz lucros
médios de R$ 4.000.000/ano. Calcular o valor da mina, considerando que nos próximos dois anos a mina
não operará por motivos de renovação de equipamentos. O custo de oportunidade do capital é de 15%
a.a.
i
PMT
PV =

|
.
|

\
|
+ × =
i
1
1 PMT PV

( ) i i 1
1
PMT PV
K
× +
× =

Matemática Financeira

Roberto
76
Solução:

PMT = R$ 4.000.000
i = 15 % a.a.
k = 2 anos de carência
PV = ?
2
) 15 , 0 1 (
15 , 0
1
4000000
÷
+ × × = PV
PV = 20.163.831,13


8.8. VALOR ATUAL ANTECIPADO DE UMA SÉRIE FINANCEIRA DIFERIDA PERPÉTUA

Para uma Série Financeira perpétua, diferida e antecipada, seu valor presente será







Exemplo 11: Uma sociedade de beneficência pública ganhou de um mecenas uma doação de R$
25.000/ano em forma indefinida, recebidos no início de cada ano depois de transcorridos dois anos
contados a partir da data da doação. A juros de 15% a.a., calcular o valor presente dessa doação.

Solução:

PMT = $ 25.000
i = 15 % a.a.
k = 2 anos de carência
PV = ?
2 1
) 15 , 0 1 (
15 , 0
1
25000
÷
+ × × = PV
PV = 144.927,54



8.9. SÉRIE FINANCEIRA DE TERMOS VARIÁVEIS


EM PROGRESSÃO ARITMÉTICA


- Postecipada

Cálculo do Montante:






Cálculo do Valor Atual:




i
q n
i
i
i
q
R FV
n
×
÷
(
¸
(

¸
÷ +
×
|
.
|

\
|
+ =
1 ) 1 (

i
i q n
i i
i
i
q
R PV
n
n
n ÷
+ × ×
÷
(
¸
(

¸

+ ×
÷ +
×
|
.
|

\
|
+ =
) 1 (
) 1 (
1 ) 1 (

( )
k 1
i 1
i
1
PMT PV
÷
+ × × =

Matemática Financeira

Roberto
77
- Diferida postecipada

Cálculo do Montante:







Cálculo do Valor Atual:







Exemplo (Roberto Página 285 Problema Proposto 38)

Exemplo 12: Uma empresa tomou um financiamento de R$ 250.000,00 com a pretensão de amortizá-lo
mediante pagamentos mensais antecipados, decrescentes, em progressão aritmética de razão igual a
R$ 10.000,00. Considerando que serão 10 pagamentos mensais com carência de 6 meses antes do
primeiro, e uma taxa de juros compostos de 3,5% a.m., determinar o valor do 1º pagamento.

Solução:

PV = 250.000
q = -10.000
n = 10 prestações mensais
k = 6 meses de carência
i = 3,5 % a.m.
R = ?
)
`
¹
¹
´
¦
+ × ×
÷
(
¸
(

¸

+ ×
÷ +
×
|
.
|

\
|
+ × + =
÷
÷
i
i q n
i i
i
i
q
R i PV
n
n
n
k
) 1 (
) 1 (
1 ) 1 (
) 1 (
1

77.869,78 R
316605322 , 8
1959 , 647612
R
325 , 2025482 949 , 2376172 316605322 , 8 5764 , 296921
035 , 0
) 035 , 0 1 ( ) 10000 ( 10
) 035 , 0 1 (
1 ) 035 , 0 1 (
035 , 0
) 10000 (
) 035 , 0 1 ( 250000
10
10
10
6 1
=
=
+ ÷ × =
)
`
¹
¹
´
¦
+ × ÷ ×
÷
(
¸
(

¸

+ ×
÷ +
× |
.
|

\
| ÷
+ × + =
÷
÷
R
i
R







)
`
¹
¹
´
¦
+ × ×
÷
(
¸
(

¸

+ ×
÷ +
×
|
.
|

\
|
+ × + =
÷
÷
i
i q n
i i
i
i
q
R i PV
n
n
n
k
) 1 (
) 1 (
1 ) 1 (
) 1 (
)
`
¹
¹
´
¦
×
÷
(
¸
(

¸
÷ +
×
|
.
|

\
|
+ × + =
i
q n
i
i
i
q
R i FV
n
k
1 ) 1 (
) 1 (
Matemática Financeira

Roberto
78
EM PROGRESSÃO GEOMÉTRICA

São aquelas nas quais, nos instantes 1, 2, 3, ..., n, os termos constituem uma progressão geométrica.
Chamando de R o primeiro termo e q a razão, temos esquematicamente:


Rq
n - 1

Rq
2

Rq
R


0 1 2 n


Aplicando-se a expressão da soma dos termos de uma progressão geométrica, a fórmula do
valor atual, para a série crescente postecipada, será:









Exemplo 13: (Roberto Gomes, Pág. 285 Problema Proposto 39).
Que financiamento poderá ser solicitado à taxa de juros compostos de 36% a.a. com capitalização
mensal, quando 36 prestações são crescentes e postecipadas, em progressão geométrica, com a
primeira igual a R$ 10.000,00 mensais e as demais superiores em 10% às anteriores?

Solução:

R = $ 10.000,00
i =
12
36
= 3 % a.m.
n = 36 prestações mensais
q = 1,1
PV = ?
| | 2264777 , 114
03 , 1
10000
1
03 , 0 1
1 , 1
1
) 03 , 0 1 (
1 , 1
) 03 , 0 1 (
10000
PV
36
36
- =
(
(
(
(
¸
(

¸

÷
+
÷
+
-
+
=
PV = 1.380.839,59
Quando o valor de q coincidir com o valor de (1+i), a fórmula do valor atual, para a série crescente
postecipada, será:







Exemplo 14: (Roberto Página 285 Problema Proposto 40) Que financiamento poderá ser solicitado à
taxa de juros compostos de 48% a.a. capitalizada trimestralmente, com 12 prestações trimestrais,
crescentes e postecipadas, em progressão geométrica, com a primeira igual a R$ 10.000,00 e as demais
superiores em 12% às anteriores?
(
(
(
(
¸
(

¸

÷
+
÷
+
×
+
=
1
1
1
) 1 (
) 1 (
i
q
i
q
i
R
PV
n
n

n
i
R
PV ×
+
=
) 1 (

Matemática Financeira

Roberto
79

Solução:

R = $ 10.000,00
i =
4
48
= 12 % a.t.  1+i = 1,12
n = 12 prestações mensais
q = 1,12
PV = ?
12
12 , 1
10000
12
) 12 , 0 1 (
10000
PV - = -
+
=
PV =107.142,86



RESUMO DAS FÓRMULAS PARA CÁLCULO DE SÉRIE FINANCEIRA


Cálculo do Valor Atual de uma série financeira


















Cálculo do Montante de uma série financeira


















( )
( )
PMT
i i
i
PMT PV
n
n
+
(
¸
(

¸

× +
÷ +
× =
÷
÷
1
1
1
1 1

( )
( )
(
¸
(

¸

× +
÷ +
× =
i i
i
PMT PV
n
n
1
1 1

( )
(
(
¸
(

¸

÷
÷ +
× =
+
1
1 1
1
i
i
PMT FV
n

( )
(
(
¸
(

¸

÷ +
× =
i
i
PMT FV
n
1 1

( )
( )
(
¸
(

¸

× +
÷ +
× =
+
i i
i
PMT PV
k n
n
1
1 1

( )
( )
(
(
¸
(

¸

÷ +
× + × =
i
i
i PMT FV
n
k
1 1
1
Antecipado
Diferido
Postecipado
Antecipado
Postecipado
Diferido
Matemática Financeira

Roberto
80
Exercícios de Série Financeira – Valor Atual Postecipado

1. Um produto eletrônico está anunciado por R$ 200,00 para pagamento à vista, ou em cinco
prestações mensais, iguais e consecutivas, sendo a primeira paga 30 dias após a compra. Calcule
o valor das prestações, sabendo que a taxa de juros cobrada pela loja é de 7% a.m. Resp. R$
48,78

2. Qual o valor financiado para pagamento em seis prestações mensais, iguais e consecutivas de R$
1.300,00, com a primeira paga 30 dias após a compra, à taxa de juros compostos de 5% a.m.
Resp. R$ 6.598,40

3. Um automóvel é vendido por R$ 10.000,00 à vista, mas pode ser financiado em 6 parcelas
bimestrais iguais e postecipadas. Qual o valor das prestações, se a taxa de juros compostos
anunciada é de 6% a.b. Resp. R$ 2.033,63

4. Uma mercadoria deve ser paga em 6 prestações bimestrais de R$ 180,00 postecipadas. Sabendo
que a taxa de juros é de 9% a.b. qual seria o valor de cada prestação se fosse paga em 11
prestações bimestrais? Resp. R$ 118,66

5. Uma mercadoria pode ser adquirida em 8 prestações trimestrais de R$ 240,00, com a primeira 90
dias após a compra com a taxa de juros é de 15% a.t. Qual seria o valor de cada prestação, se
fosse adquirida em 25 prestações mensais mais uma entrada de 20% do valor à vista e taxa de
juros mensais de 4,5% a.m. Resp. R$ 58,10

6. Um empréstimo deve ser pago em 15 prestações mensais, iguais e consecutivas de R$ 200,00
com a primeira 30 dia após a compra, e mais um parcela complementar de R$ 700,00, a ser paga
um mês após a última prestação. Qual é o valor do empréstimo, sabendo que a taxa de juros foi
de 6% a.m. Resp. R$ 2.218,00

7. Uma mercadoria de $850,00 foi vendida em 7 prestações mensais, iguais e consecutivas com a
primeira um mês após a compra de $ 150,00, e mais uma parcela complementar a ser paga no
momento da última prestação normal. Sabendo que a taxa de juros cobrada é de 8% a.m. qual é o
valor da parcela complementar? Resp. R$ 118,33

8. Uma empresa realizou a compra por meio do leasing, pagando 24 prestações mensais de
$230,00, com a primeira um mês após a compra, e mais uma parcela complementar de $100,00, a
ser paga no momento da ultima prestação. Qual é o valor dessa máquina à vista, se a taxa de
juros foi de 7% a.m.? Resp. R$ 2.657,66

9. Um equipamento no valor de R$ 81.000,00 foi adquirido por meio de leasing, à taxa de juro de
7%a.m., em 18 prestações mensais, sendo a primeira paga um mês após a assinatura do
contrato, e uma parcela complementar, opção de compra de 2% do valor aquisitivo, paga no
momento da 18ª. prestação normal. Qual é o valor de cada prestação? Resp. R$ 8.004,77

10. Um equipamento cujo valor à vista é de $10.000,00 será financiado em 12 prestações mensais e
sucessivas, além de uma entrada de $2.500,00, por ocasião da compra. Determinar o valor das
12 prestações mensais sabendo-se que o financiamento será realizado a juros compostos de
1,25% ao mês, e que a 1ª prestação vencerá 30 dias após a data da compra.
a) $665,81
b) $676,94
c) $891,44
d) $789,90
e) $648,90


11. Uma compra de R$ 10.000,00 é financiada em oito prestações trimestrais, iguais e sucessivas,
sendo que a 1ª prestação deve ser paga 90 dias após a liberação do financiamento. Determinar o
valor dessas prestações para uma taxa de 3% ao trimestre, no regime de juros compostos.
a) $1.383,07
b) $1.458,90
c) $1.424,56
d) $1.405,89
e) $1.410,00
Matemática Financeira

Roberto
81
12. Uma compra é financiada em seis prestações mensais de R$10.000,00, que incluem juros
calculados a uma taxa de 15% ao ano, capitalizados mensalmente. Determinar o valor do principal
desse financiamento, no regime de juros compostos, sabendo-se que a 1ª prestação deve ser
ocorrer 30 dias após a data da compra.
a) $57.460,10
b) $55.980,00
c) $58.560,98
d) $56.980,00
e) $57.980,80

13. Um banco comercial que opera no regime de juros compostos, com uma taxa efetiva de 1,2% ao
mês, oferece aos seus clientes os seguintes planos de financiamento:
- “Plano Mensal”: 24 prestações mensais, iguais e sucessivas, com pagamento da 1ª
prestação 30 dias após a data da operação;
- “Plano Semestral”: quatro prestações semestrais, iguais e sucessivas, com pagamento
da 1ª prestação 180 dias após a data da operação.
Um cliente desse banco deseja tomar um financiamento de $50.000,00, para ser pago, em parte
pelo Plano Mensal, em parte pelo Plano Semestral. Determinar as parcelas que devem ser
financiadas em cada plano para que o valor da prestação do “Plano Semestral” seja igual ao valor
da prestação do “Plano Mensal”.
a) $43.439,02 e $6.560,98
b) $43.339,02 e $6.660,98
c) $43.539,02 e $6.460,98
d) $43.039,03 e $6.960,97
e) $43.239,02 e $6.760,98

14. Um empresário tomou um empréstimo de R$ 10.000,00 para ser pago em 24 prestações mensais,
iguais e sucessivas, a uma taxa de 1,2% ao mês, no regime de juros compostos. Enfrentando
dificuldades financeiras, solicitou um refinanciamento de seu saldo devedor (principal
remanescente), imediatamente após o pagamento da 8ª prestação mensal. Esse saldo devedor foi
então refinanciado em 20 prestações mensais adicionais, todas de mesmo valor, a serem pagas a
partir do final do 9 º mês. Determinar o valor dessa nova prestação mensal, para que a taxa
mensal de 1,20% ao mês seja mantida ao longo dos 28 meses das duas operações.
a) $436,04
b) $426,98
c) $376,90
d) $414,06
e) $394,59

15. Um cliente de uma loja de eletrodomésticos comprou uma televisão por $800,00 para ser paga em
cinco prestações mensais e iguais, a uma taxa de 1,5% ao mês, a juros compostos, sendo que a
1ª prestação ocorre 30 dias após a data da compra. Determinar o valor do pagamento a ser feito
no final do 3º mês (incluindo o valor da 3ª prestação) para liquidar o saldo devedor (principal
remanescente). Assumir a mesma taxa de juros para essa liquidação antecipada das duas últimas
prestações.
a) $327,16
b) $494,43
c) $501,81
d) $334,54
e) $482,78

16. Numa seção de classificados anuncia-se uma casa por R$ 250.000,00 à vista ou em 4 prestações
trimestrais de R$ 77.600,00. Qual é a melhor opção de compra, uma vez que a taxa de juros
corrente é de 10% ao trimestre? Resp. A prazo, (245.981,56).

17. O gerente financeiro de uma cadeia de lojas que operam com crediário deseja estabelecer fatores
que serão aplicados ao preço à vista para cálculo da prestação mensal. A taxa de juros da
empresa é de 2% ao mês; portanto, quais são estes fatores por unidade de capital, nos prazos
abaixo:
a) 6 meses Resp. 0,178526
b) 12 meses 0,094560
c) 18 meses 0,066702
Matemática Financeira

Roberto
82
18. Uma revendedora de automóveis usados oferece o seguinte plano na venda de um carro:
a) Entrada de R$ 1.000,00 mais 6 prestações mensais de R$ 181,55;
b) Entrada de R$ 500,00 mais 12 prestações mensais de R$ 148,01.

Sendo a taxa de mercado 2% a.m., qual é a melhor alternativa para compra? Resp. Letra a

19. Numa compra efetuada, o cliente teve o saldo devedor financiado em 3 prestações quadrimestrais
de R$ 5.000,00. Contudo, para evitar esta concentração nos desembolsos, o cliente solicitou a
transformação do financiamento em 12 prestações mensais. Se a taxa de juro composto da loja for
de 2% ao mês e a quadrimestral de 8,24% a.q, qual será o valor das prestações mensais? Resp:
R$ 1.213,12

20. Um administrador, tendo recebido R$ 300.000,00 como prêmio de loteria, imaginou o seguinte
esquema: " Aplico este dinheiro em uma instituição que pague 2% ao mês e durante os próximos
24 meses efetuo retiradas mensais de R$ 15.000,00. O saldo será retirado em 2 parcelas anuais
e iguais, a primeira um ano após o último saque mensal e a segunda no ano seguinte. Qual será o
valor das retiradas anuais? Resp: R$ 18.580,99

21. Uma pessoa comprou um televisor a prazo em 24 prestações mensais postecipadas. O valor a
vista da TV era de R$ 3.500,00. Após ter pago 4 prestações, por questões de viagem deixou de
pagar 6 meses, quando então foi á loja e pediu para liquidar todo o seu débito, isto é, as
prestações vencidas e vincendas. O gerente da loja aceitou tal proposta, notificando que a taxa de
juro considerada seria de 3% ao mês. Qual é o valor do débito? Resp: R$ 3.671,21.

22. Comprando a prazo, um cliente deve pagar uma entrada e 6 prestações mensais postecipadas de
R$ 8.391,83. Se o valor à vista da compra é de R$ 50.000,00 e a taxa de juro composto cobrada
pela loja é de 7% ao mês, qual será o percentual sobre o valor à vista pago como entrada?
Resp.: 20%

23. Uma empresa financiou a compra de uma mercadoria que custa $ 45.000,00 em 24 prestações
mensais, sem entrada e mais uma parcela complementar de 2% do preço da mercadoria a ser
paga juntamente com a última prestação. Se a taxa de juros é de 4% a.m., qual é o valor de cada
prestação? Resp. R$ 2.928,38

24. Um cliente tomou um empréstimo no valor de R$ 600.000,00 e deverá pagá-lo em 25 prestações
trimestrais iguais e sucessivas, a taxa de 4% ao trimestre. Imediatamente após o pagamento da
oitava prestação, manifestou o desejo de aumentar o prazo de seu empréstimo, de forma a
liquidá-lo em 30 prestações trimestrais adicionais, iguais e sucessivas. Determinar o valor dessa
nova prestação trimestral, para que a taxa de juros de 4% ao trimestre seja mantida? Resp.: R$
27.021,06

25. A compra de um carro foi feita em 8 prestações trimestrais de R$ 3.000,00. O comprador,
entretanto, solicitou o pagamento em 24 parcelas mensais, para que houvesse diluição dos
compromissos. De quanto deveriam ser as prestações mensais, uma vez que a taxa de juros
compostos era de 7,689% ao trimestre e a taxa mensal de 2,5% a.m.? Resp: R$ 975,38

26. Um financiamento no valor de R$ 2.000.000,00 deverá ser pago em 12 prestações mensais iguais,
à taxa de juros composta de 5% ao mês. Por ocasião do vencimento da Quarta (4ª) e da décima
Segunda (12ª) prestações devem ser efetuados dois pagamentos adicionais de R$ 400.000,00
cada um. Calcule o valor de cada prestação. Resp: R$ 163.391,96

27. Um financiamento de R$ 425.000,00 deverá ser pago em oito prestações mensais iguais à taxa de
juro de 10% a mês, mais duas intercaladas de R$ 50.000,00 no final do terceiro e sétimo meses.
Calcule o valor da prestação. Resp: R$ 67.812,81

28. Uma empresa tem os seguintes pagamentos a efetuar em função de compromissos anteriores
assumidos: R$ 40.000,00 hoje mais seis prestações mensais de R$ 12.000,00 a cada final de mês
e R$ 10.000 no final do sétimo mês. A empresa consegue renegociar sua dívida "a taxa de 5% ao
mês de modo a fazer oito pagamentos mensais, o primeiro no final do quinto mês. Determine o
valor de cada pagamento? Resp. R$ 20.313,91



Matemática Financeira

Roberto
83
29. Uma pessoa deseja comprar um aparelho de som. Em uma loja o referido aparelho pode ser pago
com 25% do valor à vista como entrada e o restante em 8 prestações mensais iguais e
consecutivas de R$ 89,42 a taxa de juros compostos de 5% ao mês ou em outra loja este mesmo
aparelho de som está à venda por 12 prestações, iguais e mensais de R$ 44,67 com a primeira
prestação a ser paga no mês três, a taxa de juros compostos de 8% ao mês. Diz o vendedor, da
segunda loja, que é mais interessante, paga em 12 meses, pois o preço à vista é menor. Isso é
verdade? Justifique. Resp. É verdade, à vista da segunda loja R$ 750,00

30. Numa compra efetuada, o cliente teve o saldo devedor financiado em 3 prestações quadrimestrais
de R$ 5.000,00. Contudo, para evitar esta concentração nos desembolsos, o cliente solicitou a
transformação do financiamento em 12 prestações mensais. Se a taxa de juros compostos da loja
for de 11% ao quadrimestre e 2,64% a.m., qual será o valor das prestações mensais? Resp. R$
1.201,27

31. O proprietário de um terreno grande no centro da cidade está estudando a proposta de compra
feita por uma construtora. O valor estimado de mercado do terreno é de R$ 200.000,00 e a
proposta é a seguinte: quatro prestações trimestrais de R$ 40.000,00 e daqui a 12 meses, quando
o prédio a ser construído estiver pronto, a entrega de dois apartamentos no valor de R$ 80.000,00
cada um. Se a taxa de juros compostos do mercado for de 9% ao trimestre, ele deve ou não
vender o terreno? Justifique. Resp.: sim, valor atual R$ 214.599,82

32. Uma loja vende um eletrodoméstico em 8 prestações mensais de R$ 28,00 ou em 12 prestações
mensais de R$ 21,00. Em ambos os casos o cliente não dará nenhuma entrada. Sabendo que a
taxa de juro da loja é de 3% ao mês, qual é o aumento verificado na segunda alternativa? Resp.R$
12,00.

33. Uma empresa deseja comprar um armário, cujo preço à vista é de R$ 500,00. Todavia, a venda
pode ser financiada de três formas:
I – R$ 100,00 de entrada e 24 prestações mensais de R$ 29,00;
II – 20 prestações mensais de R$ 40,00 postecipadas e sem entrada;
III – um único pagamento de R$ 640,00, no final de quatro meses.
Admitindo-se que a taxa de juro mensal do mercado seja de 5% ao mês, a melhor forma de
pagamento para a empresa, utilizando o método de valor atual de uma série de pagamento é:
a) à vista
b) a forma indicada no item I
c) a forma indicada no item II
d) a forma indicada no item III

34. Um determinado cliente solicitou um empréstimo no valor de R$ 15.000,00. O gerente afirmou que
a taxa de juro seria de 5% a.m. e o empréstimo deveria ser pago em quatro prestações mensais e
iguais postecipadas. Para calcular o valor das prestações, o gerente multiplicou 5% por 4
encontrando 20% que correspondem aos juros, afirma o gerente. Então, ao somar o valor do
empréstimo com os juros, encontrou a quantia de R$ 18.000,00 que, dividida por 4, resulta num
valor para a prestação de R$ 4.500,00 cada uma. Esses cálculos realizados pelo gerente estão
corretos, quando utilizamos o método do valor atual para uma série financeira? Caso contrário
qual o aumento verificado na taxa de juro cobrada nessa operação? Resp.7,71% a.m.

35. Uma moto é vendida em 10 prestações mensais. As prestações de ordem ímpar são iguais a R$
300,00 e as de ordem par valem 50% a mais. Considerando a taxa de juro de 3,5% ao mês,
calcule o preço à vista dessa moto. Resp.: R$ 3.189,37

36. Uma empresa faz um empréstimo em uma determinada instituição financeira, a uma taxa de juro
de 3,5% ao mês. Sabendo que o valor emprestado é de R$ 10.000,00, devendo ser amortizado
em 24 prestações mensais iguais, vencendo a primeira 30 dias após, e que o banco cobra uma
taxa de abertura de crédito que eleva sua taxa efetiva para 5% ao mês, calcular o valor em R$
dessa TAC. Resp. R$ 1.407,17

37. No financiamento de um aparelho eletrodoméstico, no valor de R$ 1.800,00, a financeira situada
em um grande magazine cobra um taxa de abertura de crédito de 1% sobre o valor do produto e
uma taxa de juro de 5% ao mês em 10 prestações mensais. Sendo o valor da taxa de abertura de
crédito financiada juntamente com o valor do eletrodoméstico, determinar o valor das prestações.
Resp. R$ 235,44
Matemática Financeira

Roberto
84
Exercícios de Série Financeira – Valor Atual Antecipado

1. Uma mercadoria que custa $ 266,00 à vista pode ser adquirida em 5 prestações mensais, iguais e
consecutivas com a primeira no ato da compra à taxa de juros de 5% a.m. Calcule o valor de cada
prestação. Resp. R$ 58,51

2. Uma empresa anuncia a venda de uma mercadoria por $ 600,90, que pode ser paga em 6 (1+5)
prestações mensais sem acréscimo. Sabendo que a taxa de juros de mercado é de 8% a.m., que
percentagem poderá conceder de desconto nas vendas á vista? Resp. 16,788166%

3. Uma mercadoria foi vendida em 8 prestações mensais de $ 34,56, sendo a primeira no ato da
compra. Se a loja cobra juros a taxa de 5,8% a.m., qual é o preço à vista dessa mercadoria?
Resp. $ 228,87

4. Uma empresa anunciou a venda de certa mercadoria que custa $944,00 em 15 (1+14) prestações
mensais iguais e consecutivas à taxa de 7,2% a.m. Calcule o valor de cada prestação. Resp.97,91

5. Uma bicicleta foi vendida em 4 prestações trimestrais de R$ 1.000,00, sendo a primeira no ato da
compra. Se a taxa de mercado é de 3% ao mês, qual é o preço a vista? Resposta: 3.519,04

6. Uma pessoa deve pagar pela compra de um eletrodoméstico uma entrada que representa 30% do
valor à vista, mais 15 prestações iguais e sucessivas com a primeira paga no ato da compra. Se a
loja cobra juros de 9% a.m., qual é o valor das prestações se o valor à vista do eletrodoméstico é
de R$ 18.600,00? Resp. R$ 1.481,88

7. Uma pessoa comprou um DVD por R$ 600,00 e irá pagar em 6 prestações mensais e iguais
acrescidas de juros de 9,75% ao mês. Qual será o valor das prestações, sabendo-se que serão
pagas antecipadamente? Resp. 124,61

8. Uma mercadoria será paga em 18 prestações mensais de $520,00, com a primeira prestação
paga no ato da compra e mais uma parcela complementar de $ 300,00 paga juntamente com a
última prestação. Sabendo que a taxa de juros foi de 6,25% a.m., qual é o valor dessa
mercadoria? Resp. $ 5.978,57

9. Uma mercadoria que custa à vista $ 690,00 foi vendida em 9 prestações mensais com a primeira
no ato da compra, taxa de juros de 7,41% a.m., e um mês após a última prestação normal mais
uma parcela complementar de $ 135,00. Calcule o valor das prestações. Resp. $ 90,00

10. Uma pessoa entrou numa loja, viu a mercadoria que queria ter em casa ao preço de $ 640,00,
disse estar interessada em levar a mercadoria, porém podendo pagar $ 50,00 por mês, com a
primeira no ato da compra. Sabendo que a loja cobra juros a taxa de 6% a.m., quantas prestações
deverá pagar e, se for o caso, qual o valor da parcela complementar e quando deverá ser paga?
Resp. 22 prestações; parcela complementar de $ 6,47 um mês após a última prestação.

11. Uma empresa realizou a compra de uma máquina por meio do leasing, pagando 24 prestações
mensais de $ 420,00, com a primeira prestação paga no ato da compra, e mais uma parcela
complementar de $ 100,00, juntamente com a última prestação. Qual é o valor dessa máquina à
vista, se a taxa de juros foi de 7% a.m.? Resp. 5.175,41

12. Uma compra deve ser financiada em seis prestações mensais de $10.000,00, que incluem juros
calculados com a taxa de 1,25% ao mês. Determinar o valor do principal desse financiamento, no
regime de juros compostos, sabendo-se que a 1ª prestação ocorre no ato da realização da
compra, a título de entrada.
a) $58.145,00
b) $58.498,88
c) $58.178,35
d) $57.980,98
e) $57.781,87
13. Uma cadeia de lojas de varejo financia os seus produtos num plano de “três vezes sem juros“,
mediante pagamentos mensais, iguais e sucessivos. A 1ª prestação é paga no ato da compra, a
título de entrada. Assumir mês com 30 dias e determinar o percentual de acréscimo que essa
cadeia de lojas tem que aplicar nos seus preços à vista, para obter uma remuneração efetiva de
1,5% ao mês, a juros compostos, nas vendas financiadas por esse plano.
Matemática Financeira

Roberto
85
a) 2,875%
b) 1,495%
c) 3,015%
d) 2,185%
e) 2,215%

14. Uma mercadoria será paga em 24 prestações mensais em R$ 380,00 com a primeira paga no ato
da compra e mais uma parcela complementar de R$ 300,00, paga um mês após a última
prestação. Sabendo que a taxa de juros foi de 7% a.m., qual é o valor dessa mercadoria à vista?
Resp. R$ 4.722,58.

15. Uma mercadoria de R$ 432,50 foi vendida em 12 prestações mensais de R$ 50,00 com a primeira
no ato da compra. Sabendo que a taxa de juros é de 7,6% a.m., qual é o valor da parcela
complementar a ser paga um mês após a última parcela normal? Resp. $ 44,61

16. Certa loja comercial vende seus artigos em oito prestações mensais e iguais “sem juros” sendo a
primeira prestação no ato da compra. Um cliente faz uma compra nessa loja pagando oito
prestações mensais iguais de R$ 140,71. Sabendo que a taxa de juros do mercado é de 5% ao
mês, julgue os itens abaixo:
I. O preço de tabela da mercadoria é R$ 1.125,68.
II. O preço à vista (financiado) dessa mercadoria é R$ 954,91.
III. A loja para vender em oito prestações iguais “sem juros” embutiu no preço à
vista uma percentual de aumento maior que 17%.
IV. Se as prestações fossem calculadas (divididas), “sem juros”, pelo preço à vista
da mercadoria haveria uma diminuição de R$ 21,35 no valor de cada prestação.
Podemos concluir que:
1. Todos os itens são falsos
2. Apenas um item é falso.
3. Todos os itens são verdadeiros.
4. Apenas dois itens são falsos.
5. Apenas três itens são verdadeiros.

17. Um comprador oferece ao vendedor de uma loja seis prestações de R$ 429,00, com a primeira
paga no ato da compra, por uma televisão, cujo preço à vista é de R$ 2.287,00. Se os juros
mensais normais da loja forem de 7%ao mês, a diferença de preço é igual a: Resp. $ 99,02

18. Dado o diagrama:


40 40 40 40 40 40 40 40 87


0 1 2 3 4 5 6 7 8

Qual o valor à vista se a taxa de juro for igual a 9% a.m.? Resp. R$ 284,98



19. O valor à vista da mercadoria é igual a $ 456,28 e está a venda conforme diagrama das
prestações abaixo e mais uma parcela complementar ( X ) juntamente com a quita prestação, qual
o valor da parcela complementar se a taxa de juro for igual a 9% a.m.?

X
40 40 40 40 40 40 40 40


0 1 2 3 4 5 6 7 8
Resp. R$ 200,00







Matemática Financeira

Roberto
86
Exercícios de Série Financeira – Montante

1. Quanto devo aplicar mensalmente, durante 20 meses em uma instituição financeira, à taxa de juro
de 2,5% ao mês, para que tenha R$ 60.000,00 no final da aplicação. Resposta R$ 2.348,83

2. Uma pessoa deseja comprar uma televisão por R$ 445,00 à vista daqui a 10 meses. Admitindo
que ela poupe certa quantia mensalmente, à taxa de juro de 2% ao mês, qual o valor desta
poupança mensal? Resp. R$ 40,64

3. Uma pessoa faz depósitos mensais durante três anos numa instituição financeira que paga a taxa
de juro de 0,83% ao mês. No primeiro ano, seus depósitos são de R$ 3.000,00. No segundo ano,
montam de R$ 5.000,00 e no terceiro ano são de R$ 8.000,00. Qual seu montante no final do
terceiro ano, após fazer o 36º. depósito? Resp. R$ 215.832,03.

4. Um terreno foi comprado por R$ 71.000,00. O novo proprietário mandou construir uma casa nesse
terreno e para isso pagou R$ 9.350,00 mensalmente, durante nove meses, a uma construtora.
Querendo vender a casa no final desse período, qual o preço mínimo que deve pedir por ela se a
taxa de juro do mercado imobiliário esteve em torno de 7,6% ao mês nesse período e se quer
incluir nesse preço os 5% de corretagem calculados sobre o preço de venda que deve constar da
escritura? Resp.: R$ 265.362,55

5. Quantos depósitos mensais de $ 130,00 uma pessoa deve fazer para ter o saldo de $1.107,71, se
receber a taxa de juros de 1,4% a.m. Resp. 8 depósitos

6. Uma pessoa pretende ter $ 670,00 um mês após efetuar o décimo oitavo depósito. Sabendo que
recebe juros a taxa de 1% a.m., quanto deverá depositar mensalmente? Resp. R$ 33,82

7. Uma casa foi comprada com uma entrada de R$ 10.000,00, mais 50 prestações mensais
postecipadas de R$ 1.300,00, além de quatro parcelas anuais de R$ 3.000,00 cada uma.
Passados cinco anos da compra, seu proprietário deseja vende-la. Que preço mínimo ele deve
pedir se a taxa de juro do mercado esteve em torno de 4% ao mês nesse período? Resp.: R$
443.492,62

8. Uma pessoa faz depósitos mensais postecipados numa instituição financeira que paga a taxa de
juro de 1,9% ao mês. Seus depósitos são iguais nos quatro primeiros meses, dobrados nos
quatros meses seguintes e triplicados nos últimos quatro meses. Quanto depositou em cada mês
se no fim do ano de aplicação seu montante era de R$ 2.600,51? Resp.: R$ 100,00; 200,00 e
300,00

9. Uma pessoa deposita todo final de mês, durante 13 meses, R$ 12.000,00. A partir do décimo
quinto mês faz três saques mensais e iguais. Se a aplicação ganha juros compostos de 10% ao
mês, qual é o valor de cada um dos saques de forma que, após o terceiro saque, o saldo da conta
seja igual à zero? Resposta: R$ 130.165,00

10. Uma empresa aluga sua copiadora por R$ 3.500,00 por mês, durante 24 meses. Ao término deste
prazo venderá o equipamento ao locatário, caso este deseje, por R$ 10.000,00. Se considerarmos
que os juros compostos correntes são de 2,5% ao mês, qual será o montante pago por essa
copiadora? Resp R$ 123.221,63

11. Certa pessoa abre uma conta em um banco que paga 2% ao mês, com depósito inicial de R$
5.000,00. Após 6 meses inicia uma série de 20 depósitos mensais de R$ 150,00 no final de cada
mês, interrompendo-a por 4 meses, para novamente reiniciá-lo com 6 depósitos trimestrais de R$
600,00. Quanto possui após o último depósito trimestral e que depósito inicial e único geraria o
mesmo montante ao fim do mesmo período? Resp: 21.457,71 - inicial = 8.977,92

12. Uma pessoa deposita em um fundo de capitalização, durante 20 anos, R$ 10.000,00 a cada final
de ano. A partir do 21º ano, faz três retiradas anuais iguais. Se a taxa de juros for de 15% ao
ano, qual será o valor das retiradas, de tal forma que após a 3ª retirada o saldo da conta seja
zero? Resp: 245.013,91

13. Uma empresa deve pagar um título de R$ 50.000,00 daqui a um ano. Quanto deveria investir
mensalmente, a partir de hoje, se os depósitos forem iguais e remunerados a 2,3% ao mês, para
que, o saldo seja suficiente para pagar o título? Resp.: R$ 3.665,52
Matemática Financeira

Roberto
87
14. Um condomínio prevê despesas extras de R$ 120.000,00 e R$ 160.000,00 no final de agosto e
setembro respectivamente. Quanto deverá arrecadar e aplicar, num fundo que rende 1,85% ao
mês, no final de maio, junho e julho (valores iguais), para fazer frente às despesas previstas?
Resp.: R$ 89.029,68

15. Quanto se deverá depositar mensalmente para que, ao fim de 5 anos, não se processando
nenhuma retirada, se tenha R$ 50.000,00. Considerar que a instituição paga 2,5 % a.m. sobre o
saldo credor. Resp: R$ 367,67

16. Uma pessoa decidiu vender um apartamento. Havendo pago por ele R$ 120.000,00 há 24 meses
e vem pagando condomínios mensais de R$ 500,00 até a presente data. Considerando os valores
pagos pelo proprietário e uma taxa de juros compostos de 3% ao mês qual o menor valor pelo
qual ele venderá o apartamento? Resp.: R$ 261.148,52

17. Uma pessoa pretende efetuar depósitos mensais para comprar uma mercadoria daqui a 6 meses.
Sabendo que a mercadoria custa $ 1.200,00, a taxa de juros de 1% a.m. e que não considera
depósito na data que irá comprar a mercadoria, fazendo o primeiro depósito hoje, calcule o valor
de cada depósito. Resp. $ 193,13

18. Certo executivo pretende viajar durante 12 meses, resolve fazer seis depósitos mensais em uma
financeira, para que sua esposa possa efetuar 12 retiradas mensais de R$ 20.000,00, durante o
período de sua viagem. A primeira retirada ocorrerá um mês após o último depósito. Se a
financeira paga 3% ao mês, de quanto devem ser os depósitos? Resp.: R$ 36.777,38

19. Uma pessoa aplicou R$ 15.000,00 e após 3 anos recebeu a soma total de R$ 61.558,99. Que
depósitos mensais nesse período produziram a mesma soma, se os juros sobre o saldo credor
fossem beneficiados com a mesma taxa da primeira hipótese? Resp.: R$ 793,30

20. Em quanto tempo se pagará uma dívida de R$ 1.000,00 em parcela mensais de R$ 59,05, se a
taxa de juro é de 3% ao mês? Resp.: 24 meses

21. Seu Costa deposita anualmente $ 3.000,00 na sua conta particular. Qual será o saldo daqui a
cinco anos, sabendo que o banco para juros de 8% ao ano? Resp.: 17.598,00

22. Quantas aplicações mensais de R$ 350,00 são necessárias para obtenção, ao final do último mês,
do montante de R$ 8.214,68 à taxa de juros compostos de 1,5% a.m. sabendo que as aplicações
são realizadas no fim de cada período? Resp. 21 prestações

23. Márcia deseja formar uma poupança que atinja R$ 3.000,00 por meio de depósitos de R$ 480,46
feitos de três em três meses (no inicio de janeiro; de abril; de julho etc.). Considerando a taxa de
juros trimestral de 7,5%, calcular em quantos meses aproximadamente ela conseguira atingir o
valor desejado. Resp. 10 trimestres

24. Calcular o montante, ao final do último mês, decorrente de 12 depósitos mensais consecutivos, à
taxa de juros de 4% a.m., sendo as seis primeiras de R$ 150,00 e as restantes de R$ 250,00 cada
uma, sabendo que os depósitos são feitos no inicio de cada período. Resp. 3.033,86.

25. Paulo deseja presentear seu filho Marcos com um carro que hoje custa aproximadamente R$
13.000,00, desde que Marcos consiga aprovação no vestibular. Sabemos que a idade de Marcos
hoje é de 12 anos, e, se tudo correr bem, com 18 anos ele estará ingressando na faculdade.
Quanto Paulo deverá economizar por mês, considerando uma taxa de juros em torno de 7% ao
ano. Resp. R$ 220,30

26. Uma pessoa deseja obter R$ 100.000,00 para comprar um apartamento ao fim de um ano e, para
isso, faz um contrato com um banco em que se compromete a depositar mensalmente, durante
um ano, a quantia de R$ 3.523,10, com taxa de juros acertada de 3% a.m, iniciando o primeiro
depósito ao fim do primeiro mês. Transcorrido um ano, o banco se compromete a financiar o saldo
restante dos R$ 100.000,00, à taxa de juros de 4% a.m., em 12 parcelas mensais iguais,
vencendo a primeira ao fim de 30 dias. Calcular a prestação mensal desse financiamento. Resp.
5.327,61



Matemática Financeira

Roberto
88
Exercícios de Série Financeira - Diferidas

1. Uma loja oferece um televisor por 24 prestações de R$ 300,00, ocorrendo o primeiro pagamento 4
meses após a compra. Qual seria o preço à vista deste televisor uma vez que a taxa de juros
cobrada pela loja é de 2,5% ao mês? Resp. R$ 4.982,40

2. Uma máquina é vendida por meio de leasing por 24 parcelas mensais de R$ 3.000,00 e a primeira
parcela a ser paga no quinto mês. A máquina ao término do contrato, é vendida ao cliente por seu
valor residual de $ 10.000,00. Qual é o valor à vista da máquina, se a taxa de juros compostos
considerada na operação for de 2,5% ao mês? Resp. $ 52.951,92

3. Um cliente solicitou um financiamento de R$ 2.400,00 para ser amortizado mediante um
pagamento de R$ 1.000,00 daqui a 5 meses, seguidos de 6 pagamentos mensais postecipados e
iguais. Adotando-se uma taxa de juros compostas de 1% a.m. e, pode-se afirmar que cada
prestação mensal será de? Resposta: 262,69

4. Um conjunto de sofás é vendido à vista por R$ 6.000,00 ou a prazo em 4 prestações mensais e
iguais, vencendo a primeira 3 meses após a compra. Qual o valor de cada prestação, se a taxa de
juro do financiamento for de 5,8% ao mês? Resp.: R$1.929,36.

5. O preço à vista de um carro é de R$ 36.000,00. No entanto, há um plano de venda a prazo que
exige 30% do valor à vista como entrada e o restante financiado em 24 prestações mensais iguais
com a primeira prestação vencendo daqui a 4 meses. Sabendo-se que a taxa de juro do
financiamento é de 5% ao mês, qual o valor de cada prestação? Resp. R$ 2.114,13.

6. O diretor financeiro de uma grande loja deseja montar uma tabela de coeficientes para prestações
iguais, com dois meses de carência, de tal forma que o coeficiente multiplicado pelo preço à vista
do bem seja igual à prestação. Quais esses coeficientes para o prazo variando de 4 a 8
prestações e taxa de juro de 5,5% a mês? Resp.: 0,317540; 0,260644; 0,222804;
0,195853 e 0,175707.

7. Um aparelho de som é vendido por R$ 2.390,00 à vista. A loja, no entanto, afirma que eu posso
comprar hoje e só começar a pagar daqui a 4 meses. Sendo a taxa de juro de 3,8% ao mês e o
plano de pagamento de 6 prestações mensais e iguais, qual o valor de cada prestação? Resp.:
506,58

8. Uma determinada loja desejando aumentar suas vendas anuncia a venda de televisores de acordo
com o seguinte plano:
3 prestações de R$ 200,00, no 3º., 4º. e 5º. meses após a compra;
3 prestações de R$ 500,00, no 8º., 9º. e 10º meses após a compra.
Sendo de 3% ao mês a taxa de juro cobrada pela loja, qual o preço à vista do televisor? Resp.:
R$ 1.683,21

9. Um terreno é vendido à vista por R$ 30.000,00. A prazo, o pagamento poderá ser feito em 12
prestações, sendo as 6 últimas o dobro das 6 primeiras. Calcule as prestações para uma taxa de
juro de 3,5% ao mês. Resp.: R$ 2.143,15 e R$ 4.286,29

10. Uma empresa tomou um empréstimo que foi liberado em três parcelas semestrais de R$
15.000,00 cada uma. Esse empréstimo deve ser pago, com a taxa de juro de 3,8% ao mês, em 10
prestações mensais iguais, vencendo a primeira seis meses após a ultima parcela liberada. Qual o
valor das prestações? Resp.: R$ 6.873,76

11. Ache o valor atual do fluxo de caixa que se segue, considerando a taxa juro de 10% por período.

50 50 50 50 50 Resp: R$ 156,63




0 1 2 3 4 5 6 7

12. Uma empresa planejando uma reforma no parque industrial prevê dispêndios mensais da ordem
de R$ 6.000,00 no final dos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro. Quanto deve ser
depositado em final de junho, do mesmo ano, para que seja possível efetuar tais retiradas?
Considerar a taxa de juro composto igual a 8% a.m. Resp. $ 17.037,69
Matemática Financeira

Roberto
89
13. Uma pessoa comprou uma enciclopédia em seis prestações mensais de R$ 200,00 com a primeira
prestação a ser paga no sexto mês após a compra e mais um pagamento de R$ 500,00 no quarto
mês. Considerando uma taxa de juros compostos de 5% ao mês, determinar o valor à vista dessa
enciclopédia. Resp. $ 1.206,74

14. Uma pessoa adquire uma lancha a ser paga em 20 prestações mensais e iguais, a taxa de juros é
de 3,5% a.m. Sabendo-se que a 1ª prestação vence no final do 5º mês e a última no final do 24º
mês, e que valor financiado foi de R$15.000,00 pede-se calcular o valor da prestação. R. 1.211,11

15. Um empréstimo de R$5.000,00 deve ser liquidado em 12 prestações mensais, iguais, sabendo-se
que a primeira prestação vence no final do 4º mês, e que a taxa de juros cobrada pela instituição
financeira é de 5% a.m., determinar o valor da prestação. Resp. R$ 653,05

16. Uma empresa anuncia que está vendendo suas mercadorias em 10 prestações mensais, com a
primeira paga 60 dias após a compra, a uma taxa de juros de 6% a.m. Se a mercadoria é de $
670,00, qual o valor de cada prestação? Resp. 96,49

17. Uma mercadoria foi vendida em 10 prestações mensais de $ 315,00. Sabendo que a primeira
prestação foi paga 2 meses após a compra e que a taxa de juro cobrada foi de 8% a.m., qual é o
valor à vista dessa mercadoria? Resp. 1.957,11

18. Uma mercadoria foi vendida em 8 prestações mensais de $ 132,00, com a primeira prestação
paga com 60 dias após a compra, à taxa de 7% a.m. Calcule o valor da mercadoria à vista. Resp.
735,65

19. Uma empresa revendedora de caminhões, nas compras a prazo, concede uma carência de 3
meses e mais 18 prestações mensais. Se, no ato da compra, o cliente deve pagar uma entrada de
20% do valor à vista, calcular o valor das prestações considerando que a taxa de juros compostos
cobrada é de 7% a.m. e o valor à vista é de R$ 400.000,00. Resp. R$ 38.971,11

20. Uma mercadoria de $ 870,00 foi vendida em 10 prestações mensais de $ 146,70, à taxa de juros
de 7% a.m. Calcule quanto tempo após a compra deverá ser paga a primeira prestação. Resp. 3
meses e 15 dias.

21. O preço a vista de um equipamento industrial é de R$ 33.000,00. O fabricante exige uma entrada
e concede carência de 3 meses para início do pagamento das prestações. Sendo o financiamento
pago em 18 prestações de R$ 2.489,91, qual deverá ser o valor da entrada se os juros compostos
cobrados forem de 5% ao mês Resposta: 20% do valor à vista?

22. Ache o valor atual da série financeira que se segue, considerando a taxa juro de 10% a.b.

50 80 50 80 50 80 Resp: R$ 299,42



0 1 2 3 4 5 6 7 8

23. Ache o valor atual da série financeira que se segue, considerando a taxa juro de 10% a.m.

98 50 50 50 50 50 Resp: R$ 216,03



0 1 2 3 4 5 6 7 8

24. No dia 09 de abril de 2005, uma financeira concede um financiamento de R$ 38.000,00 para ser
quitado em seis prestações mensais, iguais e consecutivas. Sabendo-se que a primeira prestação
vence no dia 27 de maio de 2005 e que as demais vencem nos dias 27 dos meses subsequentes
e que a taxa de juros cobrada pela financeira é de 11,68% a.m., calcular o valar de cada
prestação. Resp. $ 9.786,59
25. Calcular o valor das prestações correspondente a um financiamento de R$ 15.000,00, para ser
pago em 24 prestações mensais iguais e consecutivas, sabendo-se que a taxa de juros cobrada é
de 10% a.m., que a primeira prestação vence 10 dias após a data do contrato e que as demais
têm seus vencimentos de mês em mês, a partir da primeira prestação. Resp. 1.566,72

Matemática Financeira

Roberto
90
Exercícios de Série Financeira - Diversos



1. Uma pessoa pretende comprar um apartamento no valor de R$ 300.000,00 ao fim de dois anos.
Sabendo-se que hoje ela possui R$ 100.000,00 em dinheiro, a que taxa mensal deve aplicar esta
poupança e os 24 depósitos mensais de R$ 2.809,48 que pretende fazer, para que seu objetivo
seja alcançado? Resp.: 3% ao mês.

2. Um mercadoria deve ser paga em 6 prestações bimestrais de R$ 180,00, com a primeira
prestação no ato da compra. Sabendo que a taxa de juros é de 9% a.b. qual seria o valor de cada
prestação se fosse paga em 11 prestações mensais com a primeira 30 dias após a compra com a
taxa de juros mensal igual a 5,5%? Resp. $ 108,76

3. Uma pessoa comprou uma mercadoria em 18 prestações mensais de $ 36,78, pagando juros de
7% a.m. Pagou 4 prestações e viajou, voltando 5 meses depois. Chegando, resolveu liquidar sua
dívida, pagando prestações vencidas, e as por vencer. Quanto terá que pagar? Resp. R$ 451,14

4. Uma pessoa tomou um empréstimo de R$ 2.000,00 para pagar com a taxa de juro de 5,6% ao
mês em 15 parcelas mensais com a primeira a ser paga daqui a 4 meses. Após pagar a décima
parcela, o devedor se viu impossibilitado de pagar o restante da dívida e pediu um prazo de seis
meses, contados a partir da última parcela paga para iniciar pagamento do débito em seis
parcelas mensais iguais e consecutivas. De quanto será o valor de cada parcela? Resp. R$ 73,97

5. Uma pessoa compra um televisor por 3.500 em 24 prestações mensais à taxa de 3% a.m. Após
ter pago 4 prestações, por questões de viagem deixou de pagar 6 prestações, quando então foi á
loja renegociar a dívida. Pediu para liquidar as prestações vencidas de uma só vez e uma carência
de 4 meses e mais 20 prestações mensais, pagando a primeira no final de mês seguinte a
carência. Considerando que não houve alteração de taxa mesmo na cobrança das prestações
atrasadas, calcule: O valor total das prestações em atraso e o valor das prestações no novo plano.
Resp. R$ 1.336,83 e R$ 176,61

6. Para o dono de uma loja, qual a melhor alternativa: financiar uma mercadoria cujo preço à vista é
de R$ 1.200,00 em 10 prestações mensais e iguais postecipadas à taxa de juro igual a 3,35% ao
mês; ou vender à vista e aplicar num fundo que rende uma taxa de juro mensal constante tal que o
montante após dez meses seja de R$ 1.652,00? Resp. A taxa financiada, 3,35% a.m. é maior que a
da aplicação, 3,25% a.m.

7. a compra de um carro em um concessionário no valor de $ 25.000,00, uma pessoa dá de entrada
50% do valor à vista e financia o saldo devedor em 12 prestações mensais à taxa de juros de 2%
a.m. Considerando que a pessoa consegue financiar ainda o valor total do seguro do carro e a
taxa de abertura de crédito, que custam $ 2.300,00 e $ 200,00, respectivamente nas mesmas
condições, isto é, em doze parcelas mensais a taxa de 2% a.m. Indique o valor que mais se
aproxima da prestação mensal do financiamento global.
a) $ 1.405,51
b) $ 1.418,38
c) $ 1.500,00
d) $ 1.512,44
e) $ 1.550,00

8. Um financiamento de $10.000,00 deve ser liquidado em 12 prestações mensais, iguais e
sucessivas, a uma taxa de 1,25% ao mês, no regime de juros compostos. Determinar o valor
dessas prestações, nas seguintes hipóteses:
(I) 1ª prestação deve ser paga no ato da liberação dos recursos, a título de entrada;
(II) 1ª prestação deve ser paga três meses após a liberação do financiamento.
a) (I) $891,44 e (II) $925,29
b) (I) $858,89 e (II) $925,29
c) (I) $902,58 e (II) $925,29
d) (I) $902,58 e (II) $925,29
e) (I) $891,44 e (II) $945,29

Matemática Financeira

Roberto
91
9. Um empréstimo de $50.000,00 é realizado com uma taxa de 8% ao ano, no regime de juros
compostos, e deve ser amortizado no prazo de seis anos, com os dois primeiros anos de carência.
Determinar o valor das quatro prestações anuais, iguais e sucessivas, que deverão ser pagas a
partir do final do 3º ano, nas seguintes hipóteses:
(I) os juros devidos nos dois primeiros anos de carência são pagos no final de cada ano;
(II) os juros devidos nos dois primeiros anos de carência não são pagos, mas sim
capitalizados.
a) (I) $15.096,04 e (II) $16.708,22
b) (I) $16.149,87 e (II) $17.608,22
c) (I) $16.173,24 e (II) $22.600,00
d) (I) $16.256,78 e (II) $17.608,22
e) (I) $15.096,04 e (II) $17.608,02

10. Uma Faculdade desejando reformar suas instalações, daqui a 3 meses, resolve aumentar suas
mensalidades para que possa obter recursos suficientes para realizar os investimentos previstos
de R$140.000,00. Sabendo-se que a mensalidade da Faculdade é de R$ 140,00 e que o
pagamento médio é de 200 mensalidades/mês e que o valor arrecadado mensalmente, será
aplicado em uma instituição financeira que paga a taxa de juros compostos de 2% ao mês,
determinar o aumento que deve ser dado, pela Faculdade, para que daqui a 3 meses o
proprietário tenha o valor para a reforma? Admitir que o pagamento se dê sempre no dia 30 de
cada mês. Resp R$ 88,73

11. Você está indeciso entre duas alternativas na compra de um apartamento: comprá-lo em três
prestações iguais de R$ 20.983,35 sendo a primeira no ato da compra e as outras duas após 30 e
60 dias ou comprá-lo em oito prestações mensais iguais de R$ 9.283,31 postecipadas. Suponha
taxa de juros compostos de 5% , qual das alternativas é a melhor? Resposta: indiferente

12. Em um financiamento, uma pessoa dispõe de 2 planos de pagamento. No primeiro, deve pagar 13
prestações mensais de R$ 834,00 e, no segundo, 16 prestações de R$ 708,00 mais uma quantia
no fim do 17º mês. Qual será o valor dessa quantia pra que os dois planos sejam equivalentes
financeiramente se a taxa de juros composta for de 7% ao mês? Resposta: R$ 890,95

13. O valor de uma máquina é de R$ 80.000,00. Como alternativa o fornecedor aluga a maquina por 2
anos, sendo de R$ 3.000,00 o aluguel mensal no primeiro ano e de R$ 5.000,00 o aluguel mensal
do segundo ano, vencendo o aluguel ao fim de cada mês. A máquina ao término do contrato, é
vendida ao cliente por seu valor residual. Qual é o valor residual da máquina, a taxa de juros
compostos considerada na operação for de 2,5% ao mês? Resposta: R$ 20.059,85

14. Uma pessoa resolve efetuar 10 depósitos mensais para posteriormente poder realizar 8 retiradas
mensais de $ 1.200,00, fazendo a primeira retirada 4 meses após o último depósito. Se receber
juros a taxa de 2% a.m., qual deverá ser o valor de cada depósito? Resp. R$ 756,51

15. Quanto deverá depositar mensalmente uma pessoa que pretende ter o valor de $ 870,00, 2 meses
após o oitavo depósito, sabendo que recebe juros a taxa de 2% a.m.? Resp. R$ 97,43

16. Uma pessoa pretende realizar 10 retiradas mensais, fazendo a primeira retirada 4 meses após o
último depósito, e para isso resolve efetuar 8 depósitos mensais de $ 1.200,00. Se receber juros a
taxa de 2% a.m., qual poderá ser o valor de cada retirada? Resp. R$ 1.216,80

17. Um pacote turístico interno tem seu custo à vista igual a R$ 1.820,00, mas poderá ser pago a
prazo em parcelas mensais e iguais “sem juros”, sendo a primeira no ato, em planos que oscilam
de 5 a 7 prestações. Para isso a operadora de turismo cobra uma taxa de embarque de R$ 32,00
e um acréscimo de 10% para pagamento em 4 parcelas, ou 12,5% para pagamento em 5 parcelas
ou ainda 15% para pagamento em 6 parcelas. É importante salientar que essas porcentagens são
cobradas sobre o valor à vista em seguida adiciona-se à taxa de embarque. Considerando uma
taxa de juros de mercado de 7% ao mês, nessas condições, qual o melhor plano para viajar?

18. Um financiamento no valor de R$ 850,00 será pago em 3 parcelas mensais iguais, vencendo a
primeira prestação 75 dias após a compra. A taxa de juros cobrada pela loja é de 4% ao mês, mas
a financeira ainda cobra uma comissão, no ato da liberação do dinheiro, de 5,12%. Nessas
condições qual o valor das prestações e o valor total pago pelo comprador?
Matemática Financeira

Roberto
92
19. Dado o esquema de pagamento abaixo

0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10


800 800 800 200 200 200

Indicar o valor da prestação constante P da série financeira seguinte, equivalente ao esquema
acima, à taxa de juros compostos de 10% a.a.

0 1 2 3 4 5 6 7 8


P P P P P P P P P


20. Uma pessoa faz um contrato com um banco para aplicar mensalmente R$ 1.000,00 do primeiro ao
quarto mês, R$ 2.000,00 mensalmente do quinto ao oitavo mês, R$ 3.000,00 mensalmente do
nono ao décimo segundo mês. Considerando que as aplicações são feitas ao fim de cada mês,
calcule o montante ao fim dos doze meses, considerando uma taxa de juros compostos de 2% ao
mês (despreze os centavos)
a) R$ 21.708,00
b) R$ 29.760,00
c) R$ 35.520,00
d) R$ 22.663,00
e) R$ 26.116,00

21. Uma empresa recebe um financiamento para pagar por meio de uma anuidade postecipada
constituída por vinte prestações semestrais iguais e consecutivas com a primeira de hoje a seis
meses no valor de R$ 200.000,00. Imediatamente após o pagamento da décima prestação, por
estar em dificuldades financeiras, a empresa consegue com o financiador uma redução da taxa de
juros de 15% para 12% ao semestre e um aumento no prazo restante das prestações para quinze
semestre. Calcule o valor mais próximo da nova prestação do financiamento.
f) R$ 136.982,00
g) R$ 147.375,00
h) R$ 151.342,00
i) R$ 182.435,00
j) R$ 165.917,00

22. Uma pessoa financiou parte da compra de um automóvel, em 24 parcelas mensais fixas de R$
590,00 com a primeira paga com 30 dias. Decorridos alguns meses, ele deseja fazer a quitação
desse financiamento. Dado que foi acertado com o financiador que a liquidação do saldo devedor
se dará no momento do vencimento da décima segunda prestação e que a taxa de juros é de 3%
ao mês, calcule a quantia devida para quitar o saldo devedor, sem contar com a prestação que
vence no dia e desprezando os centavos.
k) R$ 4.410,00
l) R$ 5.000,00
m) R$ 5.282,00
n) R$ 5.872,00
o) R$ 6.462,00

23. Um investidor depositou, anualmente, $ 1000,00 numa conta de poupança, em nome de seu filho,
a juros de 6% a.a. O primeiro depósito foi feito no dia em que seu filho completou 1 ano e o último
quando este completou 18 anos. O dinheiro ficou depositado até o dia em que completou 21 anos,
quando o montante foi sacado. Quanto recebeu seu filho. Resp. R$ 36.809,24

24. Quanto deverá ser aplicado, a cada 2 meses, em um fundo de renda fixa, a taxa de 5% ao
bimestre, durante 3 anos e meio, para que se obtenha, no final deste prazo, um montante de R$
175.000,00. Resp. R$ 4.375,00

25. Qual é o montante obtido no final de 8 meses, referente a uma aplicação de $ 500,00 por mês, a
taxa de 42,5776% ao ano. Resp. R$ 4.446,17
Matemática Financeira

Roberto
93

26. Quantas aplicações mensais de $ 500,00 são necessárias para se obter um montante de $
32.514,00, sabendo-se que a taxa é de 3,00% a.m., e que a primeira aplicação é feita no ato da
assinatura do contrato e a última 30 dias antes do resgate daquele valor. Resp. 36 aplicações

27. O Sr. Laerte resolveu fazer 12 aplicações mensais, como segue:
a) 6 prestações iniciais de $ 1000 cada uma;
b) 6 prestações restantes de $ 2000,00 cada uma.
Sabendo-se que esta aplicação está sendo remunerada a 3% a.m., calcular o saldo acumulado de
capital mais juros que estará a disposição do Sr. Laerte no final do prazo de aplicação. Resp.
R$ 2.066,04

28. Um cidadão prevê dispêndios de R$ 2.500,00 nos finais dos meses de agosto, setembro e outubro
do corrente ano.Para isso, ele irá efetuar depósitos de igual valor numa conta remunerada nos
inícios de maio, junho, julho e agosto também do corrente ano. Qual deverá ser o valor mínimo
destes depósitos para suprir as retiradas previstas se a taxa de juros que remunera as aplicações
é de 5,5% a.m.?

29. Uma pessoa dispõe mensalmente de R$ 5.250,00 para pagar um empréstimo no prazo de 3 anos
e 8 meses com pagamentos antecipados. Se a taxa de juros utilizada é de 42% ao ano com
capitalização mensal, qual o valor máximo que poderá ser emprestado? R$ 121.079,12

30. Uma loja coloca à venda uma mercadoria na seguinte condição: entrada de R$ 3.800,00 mais 6
prestações mensais de R$ 550,00, vencendo a primeira 120 dias após a entrada. Um cliente
propõe pagá-la do modo seguinte: entrada de R$ 2.000,00 e o restante em 4 prestações mensais
iguais, vencendo a primeira 180 dias após a compra. Determinar o valor das prestações, se a taxa
de juros é de 12% ao ano com capitalização mensal. R$ 1.978,29



Matemática Financeira

Roberto
94
9. SISTEMA DE AMORTIZAÇÃO

A necessidade de recursos obriga àqueles que querem fazer investimentos a tomarem
empréstimos e assumirem dívidas que são pagas com juros de forma que variam de acordo com
contratos estabelecidos entre as partes interessadas. As formas de pagamento dos empréstimos são
chamadas sistemas de amortização.
Existe interesse, tanto por parte do devedor como por parte do credor, em conhecer, a cada
período de tempo, o estado da dívida, isto é, o total pago e o saldo devedor. Por isso, é comum a
elaboração de demonstrativos ou planilhas que acompanham cada financiamento ou empréstimo. Não
existe um modelo único de demonstrativo, mas todos eles devem constar o valor de cada prestação, o
saldo devedor, os juros e amortização (devolução do principal emprestado).
A planilha, além de mostra a evolução do financiamento, discrimina os valores pagos a título de
juros embutidos dentro das prestações, que serão dedutíveis para efeito de taxação do Imposto de
Renda.
A seguir são descritos alguns sistemas de amortização, seguidos de exemplos, para os
quais são calculados os valores dos pagamentos e, nos casos de parcelamento, são elaborados os
demonstrativos e/ou planilhas.


Principais sistemas utilizados no mercado e respectiva característica:

1. Sistema de Amortização Constante – SAC:
Amortizações periódicas, sucessivas e decrescentes em P.A. de uma dívida, onde a prestação
incorpora o valor principal mais encargos.

2. Sistema de Amortização Francês (Tabela Price) - SAF:
A dívida é quitada através de prestações iguais, periódicas e sucessivas.
Ex.: Amplamente utilizado no Brasil: CDC, Vendas a prazo divulgadas pelas grandes redes de varejo.

3. Sistema de Amortização Americano - SAA:
Os juros são pagos periodicamente e o principal é quitado no final da operação.
Ex.: Títulos da dívida pública, debêntures, etc.

4. Sistema de Amortização Misto – SAM:
Para cada um dos valores de seu plano de pagamentos, soma-se aqueles obtidos pelo Sistema
Francês (SAF) com os do Sistema de Amortização Constante (SAC), dividindo-se o resultado por 2.

5. Sistema de Amortizações Variáveis. Parcelas Intermediárias.
Usados pelas incorporadoras nas vendas financiadas diretamente aos mutuários.

Vamos nos concentrar mais difundidos pelo mercado que são: SAF, SAC e SAA.

Matemática Financeira

Roberto
95
9.1 Sistemas de Amortização

Os Sistemas de Amortização de Empréstimos e Financiamentos tratam, primordialmente, da forma pela
qual o principal e os encargos financeiros são restituídos pelo devedor (mutuário) ao credor do capital
(mutuante).

1. Basicamente desenvolvidos para operações de empréstimos e financiamentos de longo prazo,
envolvendo amortizações periódicas do principal e encargos financeiros (juros da operação);
2. Cada sistema de amortização obedece uma certa padronização, tanto nos desembolsos, quanto nos
reembolsos;
3. Podem ter ou não carência, sendo que, no período de carência, normalmente são pagos os juros;

Terminologia

Amortização: pagamento do capital emprestado, realizado através de prestações periódicas, mensais,
bimestrais, trimestrais, etc.;

Parcelas de amortização: corresponde às parcelas de devolução do principal, ou seja, do capital
emprestado;

Período de amortização: é o intervalo de tempo existente entre duas amortizações sucessivas;

Prazo de amortização: é o intervalo de tempo, durante o qual são pagas as amortizações.

Encargos Financeiros: juros da operação que podem ser préfixados ou pós –fixados, constituindo-se
custo para o devedor e retorno para o credor;

Saldo Devedor: Representa o valor do principal da dívida, em um determinado momento, após a
dedução das amortizações já efetuadas pelo mutuário;

Prestação: Amortização mais encargos financeiros devidos em determinado período de tempo.

Carência: Diferimento enventualmente acordado no início dos pagamentos do empréstimo ou
financiamento. Registre-se que, os encargos financeiros, dependendo do estabelecido contratualmente,
podem ocorrer após o prazo do diferimento, juntamente com o principal

Nos sistemas de amortização os juros serão sempre cobrados sobre o saldo devedor, considerando a
taxa de juros compostos, sendo que, se não houver pagamento de uma parcela, levará a um saldo
devedor maior, calculando juro sobre juro.

Qualquer um dos sistemas de amortização pode ter, ou não, prazo de carência.

Matemática Financeira

Roberto
96
I SISTEMA FRANCÊS DE AMORTIZAÇÃO
Neste sistema, o investidor obriga-se a devolver o valor tomado mais os juros em prestações
iguais e periódicas. Os juros são decrescentes e as parcelas de amortização crescentes, sendo a soma
dos juros e amortização, igual ao valor da respectiva prestação. É o mais utilizado em operações
financeiras e no comércio.














As prestações são calculadas a partir da expressão de Valor Presente de uma série financeira:




Os juros são calculados a partir da aplicação da taxa de juro sobre o saldo devedor que por sua vez
decresce com o pagamento das prestações pela subtração do valor da amortização.

Exemplo: Um empréstimo de $ 1.000,00 será pago pelo SFA em quatro parcelas mensais postecipadas.
Considerando a taxa de juro contratada de 10% ao mês, construir a planilha do financiamento.


Período (t)
Saldo devedor
SD
t
= SD
t-1
- Amort
t

Amortização
Amort = P
t
-J
t

Juros
J
t
= SD
t-1
x i
Prestação
(expressão)
0 1.000,00
1 1.000,00 – 215,47 = 784,53 315,47 – 100,00 = 215,47 1.000,00 x 0,10 = 100 315,47
2 784,53 – 237,02 = 547,51 315,47 – 78,45 = 237,02 784,53 x 0,10 = 78,45 315,47
3 547,51 – 260,72 = 286,79 315,47 – 54,75 = 260,72 547,51 x 0,10 = 54,75 315,47
4 268,79 – 268,79 = 0 315,47 – 28,68 = 268,79 286,79 x 0,10 = 28,68 315,47

- Os juros são calculados aplicando-se o percentual de juros sobre o último saldo devedor: para o
primeiro juros tem:

ou

- A amortização é calculada da seguinte forma: Amort = Prestação – Juros, isto é,

Temos 

;

... logo as prestações formam uma PG
onde

deste modo como o crescimento da amortização é exponencial, o valor da
amortização em um determinado momento t é calculado:

,
- O saldo devedor (SD) é calculado pela diferença entre o valor devido no início do intervalo de
tempo e a amortização do período. Por conseguinte:

( )
( )
(
(
¸
(

¸

÷ +
× +
=
1 1
1
n
n
i
i i
PV PMT

Amortização

Juros

Períodos

Matemática Financeira

Roberto
97
II SISTEMA DE AMORTIZAÇÃO CONSTANTE

Neste sistema, as amortizações são constantes, as prestações e os juros decrescentes. A
amortização é calculada dividindo-se o valor principal pelo número de períodos de pagamento.
n
nto Financiame
Amort =
Exemplo: Elaborar a planilha para o seguinte financiamento: valor financiado: $ 1.000,00; reembolso em
4 parcelas mensais pelo sistema SAC e a taxa de juro de 10% ao mês.

período (t)
Saldo devedor
SDt = SDt-1 - Amort
Amortização
Amort = SD0/n
Juros
Jt = SDt-1 x i
Prestação
Pt = q + J
0 1.000,00
1 1.000 – 250 = 750,00 1.000 / 4 = 250 1.000 x 0,10 = 100 250 + 100 = 350,00
2 750 – 250 = 500,00 250 750 x 0,10 = 75,00 250 + 75 = 325,00
3 500 – 250 = 250,00 250 500 x 0,10 = 50,00 250 + 50 = 300,00
4 250 – 250 = 0 250 250 x 0,10 = 25,00 250 + 25 = 275,00





III SISTEMA AMERICANO

Após certo prazo o devedor paga, em uma única parcela, o capital emprestado, ou pode querer
pagá-lo durante a carência. A modalidade mais comum é aquela em que o devedor paga juros durante a
carência.













O devedor pode querer aplicar recursos disponíveis e gerar um fundo que iguale o desembolso a ser
efetuado para amortizar o principal. Tal fundo é conhecido por “sinking fund” na literatura americana e,
na brasileira, por “fundo de amortização”.

VF = 50.000
i = 1,5% a.m.
Amortização no 5º mês

Os juros são calculados sobre o saldo devedor, pagos no final.

Amortizações constantes
Juro

Principal

Prestação

Períodos

Matemática Financeira

Roberto
98

Ano

Saque
Saldo
devedor

Amortização

Juros

Prestação
0 50.000,00 50.000,00 - - -
1 - 50.000,00 - 750,00 750,00
2 - 50.000,00 - 750,00 750,00
3 - 50.000,00 - 750,00 750,00
4 - 50.000,00 - 750,00 750,00
5 - 50.000,00 750,00 50.750,00
Total - 50.000,00 3.750,00 53.750,00

Há capitalização dos juros durante a carência:


Ano

Saque
Saldo
devedor

Amortização

Juros

Prestação
0 50.000,00 50.000,00 - - -
1 - 50.750,00 - 750,00
2 - 51.511,25 - 761,25
3 - 52.283,92 - 772,67
4 - 53.068,18 - 784,26
5 - 50.000,00 796,02 53.864,20
Total - 50.000,00 3864,20 53.864,20



IV SISTEMA DE AMORTIZAÇÕES VARIÁVEIS

As parcelas de amortização são contratadas pelas partes e os juros são calculados sobre o
saldo devedor.
Neste caso, a devolução do principal (amortizações) é feita em parcelas desiguais. Isto pode
ocorrer na prática quando as partes fixam, antecipadamente, as parcelas de amortizações (sem nenhum
critério particular) e a taxa de juros cobrada.



















Nestas condições a taxa de juros também será sobre o saldo devedor. O empréstimo é amortizado
mensalmente conforme abaixo:.
1º mês – 10.000
2º mês – 15.000
3º mês – 10.000
4º mês – 15.000
Amortização

Juro

Períodos

VF = 50.000
i = 1,5% a.m.
Amortização em 4 parcelas mensais

Matemática Financeira

Roberto
99

Colocam-se inicialmente as amortizações, a seguir são calculados os juros sobre o saldo
devedor do período anterior e calculada a prestação:


Ano

Saque
Saldo
devedor

Amortização

Juros

Prestação
0 50.000,00 50.000,00 - - -
1 - 40.000,00 10.000,00 750,00 10.750,00
2 - 25.000,00 15.000,00 600,00 15.600,00
3 - 15.000,00 10.000,00 375,00 10.375,00
4 - 0,00 15.000,00 225,00 15.225,00
5 -
Total - 50.000,00 1.950,00 51.950,00



Exercícios de Amortização


1. Uma empresa efetuou um empréstimo de R$ 55.000,00 para ser pago em 18 prestações mensais, iguais e
consecutivas com a primeira um mês após o empréstimo, com juros a taxa de 4% a.m. Construir a planilha de
amortização pelo sistema francês de amortização até a 5ª. prestação.

2. Uma empresa dirige-se a um banco, financia um equipamento de R$ 457.800,00, em 30 prestações mensais,
iguais, com a primeira prestação um mês após o financiamento, à taxa de 2,25% ao mês. Determinar o valor
dos juros referente à 4
a
. prestação, pelo sistema Francês de Amortização e pelo sistema de amortização
constante.

3. Uma empresa dirige-se a um banco, financia um equipamento de R$ 457.800,00, em 10 prestações mensais,
iguais, com a primeira prestação um mês após o financiamento, à taxa de 2,25% ao mês. Calcular o valor da
sexta amortização pelo sistema francês de amortização.

4. Uma empresa dirige-se a um banco, financia um equipamento de R$ 457.800,12, em 16 prestações mensais,
iguais, com a primeira prestação um mês após o financiamento, à taxa de 2,25% ao mês. Qual é o valor
acumulado dos juros entre a 2
a
. e a 4
a
. prestação pelo sistema de amortização constante e francês.

5. Uma empresa dirige-se a um banco, financia um equipamento de R$ 457.800,12, em 36 prestações mensais,
sem carência, à taxa de 2,25% ao mês. Determinar o valor da amortização referente a 3
a
. prestação pelo
sistema de Amortização constante.

6. Uma empresa dirige-se a um banco, financia um equipamento de R$ 457.800,00, em 36 prestações mensais,
iguais, com a primeira prestação um mês após o financiamento, à taxa de 2,25% ao mês pelo sistema de
amortização constante. Calcule o saldo devedor após a 5
a
. prestação.

7. Um empréstimo de R$ 80.000,0 deve ser pago em 4 prestações mensais, iguais, com a primeira prestação
um mês após o financiamento. A taxa de juros contratada é de 8% ao ano. Construir a planilha do
financiamento.

8. Um financiamento de R$ 120.000,00 é solicitado pelo SAC para ser amortizado durante 18 meses, sendo os
3 primeiros meses de carência, à taxa de 3,6% a.m. Sabendo-se que as prestações são mensais e que são
pagos juros no período de carência, elaborar a planilha de desembolso para o financiamento para determinar
o valor da 3ª prestação e os juros correspondentes.

9. Admitir a mesma questão anterior para aplicar no SFA sendo que os juros cobrados são de 1,68% a.m.

10. Que prestações mensais teriam nos problemas 13 e 14 anteriores, caso houvesse capitalização dos
empréstimos nos períodos de carência?

11. Uma empresa contata um financiamento de 200.000,00 á taxa de juros compostos de 12% ao ano para ser
amortizado em 18 prestações mensais pelo sistema Francês de Amortização. Supondo que a empresa
resolva pagar a terceira prestação juntamente com a Segunda prestação, na data de vencimento da Segunda
prestação, qual será o quadro de amortização?
Matemática Financeira

Roberto
100

12. O Sistema Francês de Amortizações, conhecido também como sistema Price, caracteriza-se por ser um
sistema de amortização em que:
I – A parcela de amortização é constante em todo o período.
II – O valor dos juros é decrescente.
III – A parcela de amortização é crescente.
IV - O saldo devedor é crescente.
V – A prestação é constante.
Quais das afirmações acima estão corretas?
a) II e V
b) I e II
c) II, III e V
d)
e)
Todas as afirmações estão corretas.
Somente a afirmatição V está correta

13. O Sistema de Amortizações Constante – SAC, conhecido também como sistema Hamburguês, caracteriza-se
por ser um sistema de amortização em que:
I – A parcela de amortização é constante em todo o período.
II – O valor dos juros é decrescente.
III – A parcela de amortização é crescente.
IV- O valor da prestação é decrescente.
V – A prestação é constante.
Quais das afirmações acima estão corretas?
a) II e V
b) I, II e IV
c) I e V
d)
e)
Todas as afirmações estão corretas.
Somente a afirmação IV está correta

14. Uma empresa efetuou um empréstimo de $ 8.000,00 em um banco que cobrou 4,5% ao mês de juros, sendo o empréstimo
liquidado em 5 parcelas mensais. O banco apresentou a seguinte planilha abaixo. Podemos concluir que o Banco utilizou o
seguinte sistema de amortização:

n Saldo Devedor Amortização Juros Prestação
0 $ 8.000,00 $ 0,00 $ 0,00 $ 0,00
1 $ 6.400,00 $ 1.600,00 $ 360,00 $ 1.960,00
2 $ 4.800,00 $ 1.600,00 $ 288,00 $ 1.888,00
3 $ 3.200,00 $ 1.600,00 $ 216,00 $ 1.816,00
4 $ 1.600,00 $ 1.600,00 $ 144,00 $ 1.744,00
6 $ 0,00 $ 1.600,00 $ 72,00 $ 1.672,00
Total $ 8.000,00 $ 1.080,00 $ 9.080,00
a) Sistema de Amortização Constante - Hamburguês.
b) Sistema Americano de Amortização.
c) Sistema Alemão.
d) Sistema Francês de Amortização - Tabela Price.
e) Sistema de Amortização Variável.

15. Uma empresa efetuou o empréstimo de $ 20.000,00 para ser amortizado em 24 parcelas mensais iguais
(SAC). O banco cobra juros efetivos de 10% ao ano mais a variação da TR mensal. Considerando-se que a
TR para o 1
o
. mês foi de 0,20%, determinar o valor da primeira prestação paga.
a) $ 2.839,00
b) $ 879,98
c) $ 833,33
d) $ 841,66
e) $ 994,80

Matemática Financeira

Roberto
101
16. Uma empresa efetuou o empréstimo de $ 12.000,00 num banco que cobra 3,25% ao mês de juros, sendo o
empréstimo liquidado em 36 parcelas mensais pelo Sistema Francês de Amortização. Determinar os valores
referentes à prestação, juros, parcela de amortização e saldo devedor no final do 1
o
. mês.

Prestação Juros Amortização Saldo Devedor
a) $ 723,33 $ 390,00 $ 180,34 $ 11.819,66
b) $ 560,66 $ 384,27 $ 176,39 $ 11.823,61
c) $ 723,33 $ 390,00 $ 333,33 $ 11.666,67
d) $ 570,34 $ 390,00 $ 180,34 $ 11.819,66
e) $ 12.390,00 $ 390,00 $ 12.000,00 $ 0,00

17. Um dos sistemas de amortização existentes no mercado financeiro é o SAC – Sistema de Amortização
Constante. Sobre este sistema é correto afirmar:
a) Entre os sistemas de amortização, o SAC é o mais caro para o tomador do empréstimo.
b No SAC, durante a carência, as parcelas de amortização são todas iguais e diferentes de 0 (zero).
c) Entre os sistemas de amortização, o SAC é o mais barato para o tomador do empréstimo.
d) No SAC, durante a amortização, as parcelas de amortização são todas iguais e diferentes de 0 (zero).
e) Há mais de um alternativa correta.

18. Um dos sistemas de amortização existentes no mercado financeiro é o Sistema Francês de Amortização -
Tabela Price. Sobre este sistema é correto afirmar:
a) É o sistema mais caro para o tomador.
b) As amortizações são sempre iguais durante a carência.
c) É o sistema mais barato para o tomador.
d) As prestações são iguais e diferentes de 0 (zero), durante o período de amortização.
e) Há mais de um alternativa correta.

19. Um empréstimo de $ 22.000,00 será amortizado pelo SAC – Sistema de Amortização Constante, em 50
prestações mensais, sem entrada e sem carência. Sabendo-se que a taxa de juros da operação é de 4,25%
a.m., os valores que mais se aproximam da amortização, juros e saldo devedor referente ao 3º mês são,
respectivamente:
Amortização Juros Saldo Devedor
a) $ 22.000,00 $ 935,00 $ 0,00
b) $ 440,00 $ 897,60 $ 20.680,00
c) $ 4.440,00 $ 935,00 $ 17.560,00
d) $ 1.068,32 $ 897,60 $ 20.680,00
e) $ 440,00 $ 392,70 $ 8.800,00

20. Analise a seguinte planilha de amortização
Mês Liberação Saldo Devedor Amortização Juros Prestação
0 $ 15.000,00 $ 15.000,00
1 $ 15.330,00 $ 330,00
2 $ 23.000,00 $ 38.667,26 $ 337,26
3 $ 27.067,08 $ 11.600,18 $ 850,68 $ 12.450,86
4 $ 13.920,21 $ 13.146,87 $ 595,48 $ 13.742,34
5 $ 0,00 $ 13.920,21 $ 306,24 $ 14.226,46
$ 38.667,26 $ 2.419,66 $ 40.419,66
667,26
38000,00
a) O sistema de amortização utilizado é o Sistema Francês de Amortização
b)
c) Durante a carência não houve incidência de juros.
d)
e) Há mais do uma alternativa correta.
(-) Juros capitalizados
(=) Empréstimo
Total
Sobre a planilha podemos afirmar:
A taxa de juros do empréstimo é diferente
A taxa de juros do empréstimo é de 2,20% a.m..
2,20% a.m..

Matemática Financeira

Roberto
102
21. Um veículo de $ 18.000,00 foi financiado por uma concessionária que adotou o Sistema Francês de
Amortização - Tabela Price para cobrar a dívida de seu cliente. Sabendo-se que a taxa de juros pactuada foi
de 0,99% a.m. e que o empréstimo deverá ser pago em 36 prestações mensais, sendo a primeira dentro de 1
mês, o valor da primeira prestação será de:
a) $ 596,83
b) $ 500,00
c) $ 504,95
d) $ 678,20
e) É impossível calcular, ou, não há alternativa correta.

22. Entre as alternativas abaixo, assinale a correta e, se houver mais do que uma correta, assinale “d” ou “e”:
a) No Sistema Francês de Amortização - Tabela Price, os valores das prestações são todos iguais.
b) No Sistema de Amortização Constante, os valores das amortizações são todos iguais.
c) No Sistema de Prestações Crescentes, as prestações mensias, sem carência aumentam a cada mês.
d) As alternativas "a" e "b" estão corretas.
e) Todas as alternativas estão corretas.

23. O valor de $ 8.400,00 foi emprestado, para pagamento em 50 prestações mensais, sem entrada e sem
carência, à taxa de 3% a.m.. Qual é a parcela de juros referente à 5ª prestação pelo Sistema Francês de
Amortização?
a) R$ 8.157,35
b) R$ 5.376,00
c) R$ 242,65
d) R$ 7,28
e) R$ 166,32

24. O valor de $ 8.400,00 foi emprestado, para pagamento em 50 prestações mensais, sem entrada e sem
carência, à taxa de 3% a.m.. Qual é a parcela de amortização referente à 4ª prestação pelo Sistema Francês
de Amortização?
a) R$ 4.299,18
b) R$ 2.688,00
c) R$ 4.100,82
d) R$ 168,00
e) R$ 81,38

25. O valor de $ 8.400,00 foi emprestado, com utilização unitária, para pagamento em 50 prestações mensais, sem
entrada e sem carência, à taxa de 3% a.m.. Determinar o somatório das prestações até a 6ª prestação pelo
Sistema Francês de Amortização.
a) R$ 1.958,82
b) R$ 7.392,00
c) R$ 7.918,29
d) R$ 1.008,00
e) R$ 326,47

26. Uma empresa assinou contrato de financiamento com o seguinte Cronograma de recebimento das parcelas a
liberar:
Data Valor a liberar

02/2005 R$ 500.000,00
04/2005 R$ 800.000,00
06/2005 R$ 700.000,00

Sabendo-se que a taxa de empréstimo é de 5,5% a.m. determinar o valor das prestações pelo SAC, num total de
3, vencíveis a 07/2005, 08/2005 e 09/2005, respectivamente.

27. Um financiamento obtido por uma empresa obedecerá ao seguinte Cronograma de recebimentos semestrais:
- primeiro - R$ 15.000,00
- segundo - R$ 25.000,00
- terceiro - R$ 60.000,00
A taxa de juros de 16,64% a.s. e tem uma carência de 2 anos, a contar do primeiro saque. O prazo total do
financiamento é de 5 anos, com pagamentos semestrais pelo Sistema de Amortização Constante, e os juros
da carência são capitalizados. Elaborar a planilha do financiamento.

Matemática Financeira

Roberto
103
28. Um banco concede um financiamento de R$ 750.000,00, a ser liberado em 3 parcelas iguais semestrais e
consecutivas. No tocante aos encargos financeiros, teremos juros semestrais à taxa de 14% ao ano, pagos
durante a carência, mais uma comissão de crédito de 2% no ato da liberação de cada parcela. A amortização
será semestral, com 2 anos de carência, a partir do primeiro saque. As parcelas de amortização semestral
serão:
- primeiro saque - R$ 50.000,00
- segundo saque - R$ 100.000,00
- terceiro saque - R$ 100.000,00
- quarto saque - R$ 150.000,00
- quinto saque - R$ 150.000,00
- sexto saque - R$ 200.000,00
Elaborar a planilha do financiamento.

29. Um automóvel é vendido em uma loja em 15 prestações mensais à taxa de juros de 6% ao mês e mais uma
entrada de R$ 16.000,00. Considerando que o sistema de amortização utilizado seja o SAC e a quarta quota
de amortização é igual a R$ 1.200,00, e que a primeira prestação será paga 30 dias após a compra, coloque
V para verdadeiro e F para falso nas afirmações abaixo.
( ) O valor da segunda prestação é R$ 2.208,00;
( ) O valor da quota de amortização referente a segunda prestação menos o valor dos juros da segunda
prestação é igual a segunda prestação.
( ) Os juros correspondentes a segunda prestação é de R$ 1.008,00;
( ) O Saldo devedor logo após o terceiro pagamento é R$ 13.200,00;
( ) A soma do valor da terceira prestação com o valor dos juros da quarta prestação é aproximadamente R$
3.000,00;

30. Um automóvel é vendido em uma loja em 15 prestações mensais à taxa de juros de 6% ao mês e mais uma
entrada de R$ 6.000,00 no ato da compra. Considerando que o sistema de amortização utilizado seja o SAC
e a quarta quota de amortização é igual a R$ 120,00, e que a primeira prestação será paga 30 dias após a
compra, coloque V para verdadeiro e F para falso nas afirmações abaixo.
( ) O valor da segunda prestação é R$ 220,80
( ) Os juros correspondentes a segunda prestação é de R$ 100,80
( ) A soma do valor da terceira prestação com o valor dos juros da quarta prestação é igual a R$ 413,60
( ) O Saldo devedor logo após o terceiro pagamento é R$ 1.320,00.
( ) A quota de amortização referente a segunda prestação 150,50.

31. Um terreno é colocado a venda por 20 prestações mensais, calculadas pelo SFA ou pelo SAC. Sabendo-se
que a taxa de juros compostos é de 2% ao mês e que o valor da primeira prestação pelo SFA é de R$
30.578,36, é correto afirmar que:
( ) O valor da segunda prestação pelo SAC é R$ 35.000,00.
( ) Os juros correspondentes a segunda prestação pelo SAC é de R$ 8.500,00.
( ) As quotas de amortização referente a segunda prestação são iguais no SAC e SFA.
( ) O Saldo devedor logo após o segundo pagamento pelo SFA é R$ 450.000,00.
( ) A quota de amortização referente a segunda prestação é maior pelo SAC.

32. Um terreno é colocado a venda por 30 prestações mensais, calculadas pelo SFA ou pelo SAC. Sabendo-se
que a taxa de juros compostos é de 5,99% ao mês e que o valor da primeira prestação pelo SFA é de R$
3.628,56, é correto afirmar que:
I. Os juros correspondentes a terceira prestação pelo SAC é de R$ 2.795,33.
II. A quota de amortização referente a terceira prestação pelo SFA é igual a $ 2.995,00.
III. O valor da quarta prestação pelo SAC é R$ 4.362,17.
IV. A quota de amortização referente a segunda prestação é maior pelo SFA.
V. O Saldo devedor logo após o pagamento da quarta prestação pelo SFA é R$ 47.228,83.

33. Um equipamento com valor à vista igual a R$ 2.638,40 foi adquirido com 12 prestações mensais iguais de R$
313,84, sendo o primeiro desses pagamentos efetuado em 30 dias após a compra pelo SFA e mais uma
entrada no ato da compra. Se a taxa de juros cobrada pelo financiamento foi de 12% ao mês, nestas
condições podemos afirmar que:
Coloque C (certo) e E (errado).
( ) A diferença entre a quarta quota de amortização e os juros referentes a terceira prestação é igual a R$ 99,62.
( ) O valor da entrada é igual a R$ 694,36.
Matemática Financeira

Roberto
104
( ) O Saldo devedor logo após o pagamento da terceira prestação é de R$ 1.672,22.
( ) Os juros referentes a quarta prestação é igual a R$ 200,67.
( ) O valor financiado é igual a R$ 1.127,68.

34. Um terreno é colocado à venda por R$ 60.000,00 de entrada e mais 20 prestações mensais, calculadas pelo
SFA ou pelo SAC. Sabendo-se que a taxa de juros compostos é de 2% ao mês e que o valor da primeira
prestação pelo SFA é de R$ 30.578,36, é correto afirmar que ( C para certo e E para errado)
( ) O valor da segunda prestação pelo SAC é R$ 35.000,00.
( ) Os juros correspondentes a segunda prestação pelo SAC é de R$ 8.500,00.
( ) As quotas de amortização referente à segunda prestação são iguais no SAC e SFA.
( ) O Saldo devedor logo após o segundo pagamento pelo SFA é R$ 450.000,00.
( ) A quota de amortização referente a segunda prestação é maior pelo SAC.

35. Um aparelho de som em vendido em uma loja em 15 prestações mensais à taxa de juros de 6% ao mês e
uma entrada no valor de R$ 180,00. Considerando que o sistema de amortização utilizado seja o SAC e a
quarta quota de amortização é igual a R$ 120,00 e que a primeira prestação será paga um mês após a
compra, é correto afirmar que:
( ) O valor da segunda prestação é R$ 220,80
( ) Os juros correspondentes a segunda prestação é de R$ 100,80
( ) A soma do valor da terceira prestação com o valor dos juros da quarta prestação é igual a R$ 413,60
( ) O Saldo devedor logo após o terceiro pagamento é R$ 1.320,00.
( ) A quota de amortização referente a segunda prestação 150,50.

36. Um terreno é colocado à venda por R$ 12.000,00 de entrada mais 15 prestações mensais e iguais. Sabendo-
se que a taxa de juros compostos é de 6% ao mês e que o valor da primeira prestação é de 6.177,77 é
correto afirmar que:
Coloque V para verdadeiro e F para falso.
( ) Os juros correspondentes a segunda prestação é aproximadamente de R$ 3.167,61.
( ) O valor da segunda quota de amortização é R$ 2.742,43
( ) A soma dos valores dos três primeiros juros é aproximadamente R$ 10.326,73.
( ) O Saldo devedor logo após o segundo pagamento é R$ 48.723,26
( ) A quota de amortização referente a 2ª prestação é igual ao juro da 3ª prestação.
Quais das afirmações acima estão corretas?
a) II, III e IV
b) II, IV e V
c) I, III e V
d) I, II e III
e) Impossível calcular, falta dados.

37. Uma pessoa adquiriu um televisor para ser pago em 12 prestações de $ 95,42 cada à taxa de juros de 6%
a.m. segundo o SAF, de posse de tais informações calcule:
a) O valor do financiamento
b) O total de juros acumulado e a amortização paga nas oito primeiras prestações
c) O saldo devedor logo após o pagamento da oitava prestação.
Resp. (a) $ 800,00; (b) juros 294,01 e amort 469,35 (c) 330,65


38. ( AFRF–2002) - Uma empres a recebe um financiamento para pagar por meio de uma anuidade
postecipada constituída por vinte prestações semestrais iguais no valor de R$ 200.000,00 cada.
Imediatamente após o pagamento da décima prestação, por estar em dificuldades financeiras, a
empresa consegue com o financiador uma redução da taxa de juros de 15% para 12% ao
semestre e um aumento no prazo restante da anuidade de dez para quinze semestres. Calcule o
valor mais próximo da nova prestação do financiamento.
a) R$ 136.982,00
b) R$ 147.375,00
c) R$ 151.342,00
d) R$ 165.917,00
e) R$ 182.435,00
Matemática Financeira

Roberto
105
39. Uma pessoa tomou um empréstimo de R$ 10.000,00 para ser pago em 10 parcelas mensais,
vencendo a primeira 30 dias após a contratação, segundo o SAC. Sabendo que a taxa de juros
cobrada foi de 6% a.m. pergunta-se:
a) Qual o valor das amortizações
b) Qual o valor da oitava prestação
c) Qual o valor total dos juros pagos até a terceira prestação
d) Qual o saldo devedor logo após o pagamento da segunda prestação























































Matemática Financeira

Roberto
106
Custo Efetivo Total de um Empréstimo

Nas transações financeiras as instituições cobram o Imposto Sobre Operações Financeiras
(IOF), comições, taxas etc. Estes encargos adicionais aumentam a taxa de juros real dos empréstimos.
O CET é um valor percentual, expresso na forma anual (% a.a.) e representa a soma dos custos
cobrados na contratação de um empréstimo ou financiamento. São eles: taxa de juros, tributo (IOF),
tarifa (TAC), registros (despesas cartorárias e pagamento de serviços de terceiros no caso de
financiamento de veículos).
Conhecendo previamente o custo total da operação de crédito, fica mais fácil para o cliente
comparar as diferentes ofertas de crédito feitas pelas instituições do mercado, o que gera maior
concorrência entre essas instituições.
Para calcular o Custo Efetivo de um Empréstimo utiliza-se a seguinte expressão:




Exemplo: Uma empresa obtém um empréstimo de R$ 200.000,00, à taxa de juros de 6% ao trimestre,
num prazo de um ano. É cobrado um IOF de 1% sobre total das amortizações e encargos cobrado no
ato e o sistema utilizado é o de Amortização Constante em parcelas trimestrais.

As intituições financeiras são obrigadas a divugarem o custo Efetivo de seus financiamentos de acordo
com a Resolução 3.417 do Conselho Monetário Nacional (CMN) publicada em 10/12/2007, para que o
consumidor conheça todos os custos de um empréstimo ou financiamento antes de fechar o contrato.

Trimestres Saldo Devedor Amortizações Juros IOF Prestações
0 20.000,00 230,00 230,00
1 15.000,00 5.000,00 1.200,00 6.200,00
2 10.000,00 5.000,00 900,00 5.900,00
3 5.000,00 5.000,00 600,00 5.600,00
4 0,00 5.000,00 300,00 5.300,00
20.000,00 3.000,00



Calculando o CET pela expresão dada acima. Calcula-se a taxa de juros que torna a expressão abaixo
igual a zero.

Calcula-se por tentativa e erro
1º. Passo: Calcular o CET com a taxa de juros do empréstimo;
23.000 x 0,01

Matemática Financeira

Roberto
107

Como o valor do CET ainda é positivo, usa-se uma taxa de juros maior para se encontrar uma CET
menor que zero.

2º. Passo: Calcular o CET com uma taxa de juros maior. 7% a.t.

3º. Passo: Fazer a interpolação linear
6%  230,00
i  0,00
7%  -207,71








Verificando se esta taxa é igual ao CET

A CET ainda não é igual a zero

4º. Passo: partindo do resultado anterior, fazemos a segunda interação

6%  230,00
i  0,00
6,525467%  -1,987768








Concluímos que a taxa de juros correspondente ao Custo Efetivo Total do Empréstimo é de 6,5209% a.t.


Matemática Financeira

Roberto
108
BIBLIOGRAFIA BÁSICA

FERREIRA, Roberto Gomes. – Matemática Financeira Aplicada: mercados de capitais – 6º. Ed. São
Paulo: Atlas, 2008.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

FARO, Clovis de. Fundamentos da Matemática Financeira: uma introdução ao cálculo financeiro e à
análise de investimento de risco – São Paulo: Saraiva, 2006.
KUHNEN, Osmar Leonardo. Matemática Financeira Empresarial – São Paulo: Atlas, 2006.
LAPONI, Juan Carlos. Matemática Financeira usando o Excel – São Paulo: Laponi Treinamento e
Editora, 2002.
MATHIAS, Washintgton Franco. Matemática Financeira. 6ª. Edição – São Paulo: Atlas, 2009.
PUCCINI, Abelardo de Lima. Matemática Financeira: Objetiva e Aplicada – São Paulo: Saraiva, 2004.
RANGEL, Armênio de Souza. Matemática dos Mercados Financeiros: à vista e a termo. São Paulo:
Atlas, 2003.
SILVA, André Luiz Carvalhal da. Matemática Financeira Aplicada. São Paulo: Atlas, 2005.


5 2 48  8 4 Associativa Associativa a  b c  a  b  c a  b  c  a  b  c 2  3 4  2  3  4  24 6 x 4 = 2 x 12 = 24 8  4  2  8  4  2 2 1 2 ≠ 4 Distributiva Distributiva a  b  c   a  b  a  c 3  4  5  3  4  3  5 ROBERTO a  b  c   a  b  a  c 2  4  6  2  4  2  6 Página b . colchetes [ ] e chaves { } 3  4 2 2  3  7  10 7 14 70 10 5 9 3 6 1 5 0 3 5 Propriedades da multiplicação e divisão Multiplicação Comutativa Divisão Comutativa ab  b a a b  b a 4 8  8  4 0.MATEMÁTICA FINANCEIRA MATEMÁTICA FINANCEIRA ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DO CÁLCULO Cálculo numérico Operações com potências: 8  4  32  44  8  4  32 9 36 44 3  42  8  4  50 16 48 50 2 Cálculo numérico com parênteses ( ).

475773 Preservação da igualdade ab m a  m b ab ambm ab ambm ab am  bm ab a b  m m ab a m  bm Página c ROBERTO .MATEMÁTICA FINANCEIRA Elemento neutro da multiplicação ( um ) Elemento neutro da divisão a 1  1 a 5  1  1 5 Propriedades da Potenciação Potência de mesma base a 1  1  a 5 1  1  5 Multiplicação de potência de mesma base a  a  a  a3 3  3  3  33  27 Divisão de potências de mesma base an  am  anm 32  33  35  243 Potência de potência an  an p p a  25 2 2  2 5  2  23  8 a  n m  23   2  232  26  64 Expoente zero Expoente um a0  1 Sendo a ≠ 0  120  1 a1  a  121  12 Potência de um produto Potência de uma fração a  bn  a n  bn 3  22  32  22  9  4  36 an a    n b b 82 64 8 4    2  16 4 4 2 n Conversão a b n  a  b n n m an  a m 6 2 1  2  5 3  2   2  0.20  n  1.008  0.016 3 125 5 3 86  8 3  82  64 1  n5  7  5 1  n5 5 7  1  n5 5 1  7 5  1  n  7 0.475773  1  0.

Exemplo: 1. tendo.234. ROBERTO Página d . apenas. portanto.890.MATEMÁTICA FINANCEIRA Operações com fração Adição e subtração Multiplicação a m  b n a m am   b n bn bn bn a  m na  bm b n  bn bn Divisão a a m   b m b n n a n an   b m bm Estruturas algébricas Adição e subtração Multiplicação e divisão x  4  10 x  4  4  10  4 x6 5 x  30 5x 30  5 5 x6 Radiciação 5 Potenciação x 3  64 3 x 3 5 5 5 x 3  3 64  6 23 3 x3    1 26 3  x 3 5  x 5  243  x = 243 x  x  22  x  4 Exponencial e Logaritmo 8  2x 2 2  x3 3 x 83 x  Log8  Log3 x Log8  x  Log3 Log8 x Log3 x 0. os expoentes são iguais. O ponto e a vírgula No Brasil a parte inteira de uma expressão numérica é separada da parte fracionária por uma vírgula.26843 Esta é a forma de apresentação que será utilizada em nosso curso de Matemática Financeira. função estética na organização visual.467.892790 0.903090  1. servindo o ponto.477121 Bases iguais. como elemento de separação de milhares da parte inteira.

utiliza-se o conceito de preservação da expressão matemática.913 358.914 358. Na apresentação da solução do problema. Na utilização de um resultado obtido. A forma de aproximação ou arredondamento mais aceita nos meios financeiros é a apresentada na tabela abaixo.910 358. servem para resolução dos problemas propostos. utiliza-se duas casas decimais na apresentação do resultado. Calculadoras não financeiras. mas que tenha a tecla yx.345  10 1. para a solução de uma segunda questão.2345  12. 2.911 358.345  10 É extremamente recomendável que o aluno de Matemática Financeira faça uso de uma calculadora financeira para utilização em sala de aula para resolução dos exercícios.916 358. implica. Aproximação ou arredondamento do resultado O conceito de aproximação ou arredondamento do resultado de uma operação aritmética está relacionado à quantidade de casas decimais após a vírgula com que se deseja apresentar o resultado de uma expressão aritmética. dado que o seu deslocamento para direita ou para a esquerda. O tratamento desses resultados envolve dois conceitos: 1. respectivamente. para o caso de apresentação do resultado com duas casas decimais: Aproximação com 2 casas decimais Resultado obtido 358.918 358.45  12. nessa expressão numérica.91 Resultado apresentado ROBERTO Página e .92 358.917 358. inúmeras casas decimais após a vírgula.919 358.912 358. Exemplo: 12. Resultado de expressões em Matemática Financeira Os resultados obtidos na solução dos problemas de Matemática Financeira envolvem. Normalmente. a multiplicação ou divisão por 10 (dez) no resultado. quase sempre.915 358. utiliza-se o conceito de aproximação ou arredondamento do resultado.345 123.MATEMÁTICA FINANCEIRA A vírgula tem posição fundamental na composição de uma expressão numérica.

Para a pizza de seis pedaços.67 . ou 16. onde 8 1 8   Pedaço Pizza inteira Caso a pizza fosse dividida em 6 pedaços. Por aproximação. cada pedaço representa 12. se o resultado apresentado for utilizado pra qualquer outro cálculo. aconselha-se o uso do maior número de casas decimais possível ou o uso de fração  400 2  66 .5 . Mas. ROBERTO Página f . ou seja.67.00 foi dividido igualmente para seis pessoas  400  66. (olha o por que: cem por cento).5/100.5% de toda pizza. ou seja.666666 por 6 pessoa.67% de toda pizza. 1 X 100   1  100  6  X  X   16. cada pessoa receberá R$ 66. 6 3 Utilizaremos seis casas decimais nos cálculos para resolução dos problemas. cada pedaço seria representado por 1/6. É um resultado de uma fração onde o numerador é uma parte do todo e o denominador representa o todo Exemplo: Uma pizza cortado em oito pedaços. Como reduzir essas medidas para padrões Assim temos: 1 X 100   1  100  8  X  X   12. cada pedaço dessa pizza representa 1/8 do todo (a pizza).67/100. cada pedaço 6 100 6 representa 16. Por exemplo: o capital de R$ 400. Porcentagem ou percentagem É o valor que representa a quantidade de unidades tomadas de uma outra.MATEMÁTICA FINANCEIRA Preservação da expressão Matemática Consiste em se manter a expressão que deu origem a um determinado resultado. 1 pedaço de pizza  1 . agora qual o pedaço de pizza maior? 1/8 ou 1/6? uniformes de comparação? A solução consiste em apresentá-las em uma base de valor 100. 8 100 8 ou 12.

afirma que o cálculo financeiro tem por objetivo estudar as relações que envolvem unidades monetárias consideradas em distintos pontos no tempo. a Matemática Financeira estuda a evolução do dinheiro ao longo do tempo. Tem como objetivo analisar as modificações dos recursos financeiros num determinado período de tempo.  Remuneração pelo direito do uso de determinado capital durante certo período de tempo. investimentos em bolsas de valores etc. aplicações financeiras. Abaixo algumas definições de juros:  É uma complementação financeira para uma aplicação de recursos monetários por certo período de tempo.  É o aluguel recebido ou pago pelo uso do dinheiro durante um determinado período de tempo. CAPITAL é a quantidade monetária envolvida em uma transação. as pessoas querem uma compensação pelo fato de não usar o dinheiro no presente. tendo preferência para consumir hoje.  É a remuneração aos serviços prestados pelo capital financeiro. b) FLUXO DE CAIXA Denominamos Fluxo de Caixa o conjunto de entradas e saídas de dinheiro no caixa de uma empresa. Podemos representar fluxo de caixa pelos diagramas abaixo. proveniente de uma atividade estritamente financeira. o juro é o preço do capital e do ponto de vista do investidor é a renda do capital investido. Do ponto de vista do tomador de empréstimo. ao longo de um determinado período de tempo. de empréstimos. Faro (2006). neste caso. compras a crediário. referenciada geralmente na data inicial. Recebimentos 0 1 2 3 4 5 n Pagamentos c) JUROS ( J ) A noção de juro decorre do fato de que a maioria das pessoas prefere consumir seus bens no presente e não no futuro. Deste modo. A Matemática Financeira estuda a dinâmica do valor do dinheiro ao longo do tempo. VALOR INICIAL de uma operação. Roberto . VALOR PRESENTE.  É a remuneração do capital empregado num determinado período de tempo.Matemática Financeira 1 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA MATEMÁTICA FINANCEIRA A Matemática Financeira está presente no nosso cotidiano em forma de financiamentos de casa e carros. CONCEITOS FUNDAMENTAIS NA MATEMÁTICA FINANCEIRA a) CAPITAL ( C ) ou VALOR PRESENTE ( PV ) Qualquer valor expresso em moeda disponível em determinada época é geralmente conhecido como: CAPITAL.

120% ao semestre etc. Exemplos: a) 12% a. período de tempo existente entre datas dos fluxos de caixa de uma operação. b) 20% a.12. É utilizado na conversão da taxa de juro. mês. a taxa unitária correspondente é 1. é utilizado um coeficiente denominado “taxa de juro”.Matemática Financeira 2 d) TAXA DE JURO ( i ) Na determinação do valor do juro. Prazo de aplicação. e) PRAZO ( n ) Duração.20.  É o índice que determina a remuneração do capital financeiro num determinado tempo. que é cobrado em qualquer transação financeira. capitalizar (acumular ou ajuntar dinheiro. 10% ao dia..  É a razão entre os juros recebidos (ou pagos) no final de certo período de tempo e o capital aplicado. Roberto .a. a taxa unitária correspondente é 0. A taxa unitária é a forma utilizada nas expressões algébricas. O período de capitalização é expresso em unidade de tempo (dia. d) 120% a. a taxa unitária correspondente é 0.10. c) 10% a.20. f) PERÍODO DE CAPITALIZAÇÃO É a unidade de tempo em que à taxa de juro e o prazo da operação se expressam. a taxa unitária correspondente é 0. a) Exemplo: 12% ao mês.. 2. Então taxa de juro é:  Um coeficiente monetário aplicado ao capital por um determinado período de tempo para remunerar o capital.s. Forma unitária: Nesta forma a taxa percentual é dividida por 100. com a finalidade de se calcular juro.) e se refere à taxa de juro e ao prazo em que os juros são recebidos ou pagos.m. normalmente refere-se ao prazo total de uma aplicação. ano. Forma percentual: Nesta forma a taxa é acompanhada do símbolo % e de um período de aplicação. Portanto. A taxa de juro se expressa de duas formas: 1.  É a relação percentual existente entre a remuneração do principal e o próprio capital. com vista à formação de um capital) valores e comparar taxas. é o percentual que aplicado ao principal define o valor do juro a ser pago ou recebido. 20% ao ano.  É a proporção existente entre o recurso financeiro aplicado e sua remuneração.t.

sendo. i. Neste tipo de capitalização somente o capital inicial rende juros. Capital Co Tempo Roberto . ao fim de um período de capitalização. o capital acumulado. podem ocorrer em processos continuo ou descontínuos. fornece em qualquer tempo “t”. O montante é igual ao capital inicial mais o juro num determinado período de tempo. fornece em qualquer tempo “t”. sem interrupção. C0. b) Descontinuo: Foi convencionado que o rendimento ou juro só será formado e agregado ao capital no fim de cada período de tempo. forem calculados sempre sobre o capital inicialmente empregado. Co Tempo Capitalização continua Simples Dado o capital inicial. Neste processo o rendimento se dá no final de cada período (poupança). a capitalização simples e composta. É quando o juro é formado a cada instante e incorporado ao capital. a função continua com crescimento exponencial. a) Regime de Capitalização Simples: se os juros. Regime de Capitalização Composta: o juro de cada período de capitalização da operação decorre da aplicação da taxa de juro sobre o último saldo (capital + juros) do período anterior. C 0. o capital acumulado. É o valor monetário resultante de uma transação financeira. a função continua com crescimento linear.Matemática Financeira 3 g) MONTANTE ( M ) ou VALOR FUTURO ( FV ) Montante é o Capital acrescido dos Juros. Capital Capital Co Tempo Capitalização contínua Composta Dado o capital inicial. portanto um valor futuro. nos vários períodos. b) Em função do tempo de geração de rendimentos. dizemos que a capitalização é feita no regime de juros simples. Ct. C t. a) Processo contínuo de capitalização: caracteriza-se por uma agregação dos juros ao capital aplicado de uma forma instantânea ou sem interrupção. C h) REGIME DE CAPITALIZAÇÃO J M M = C+J É o processo das diferentes formas como os rendimentos (juros) são gerados e agregados ao recurso financeiro aplicado.

à taxa simples de 60% ao ano e à taxa composta de 60% ao ano.80% para os três meses.400 1.8%   1.200 1. 72 dias. 432 dias e 504 dias. 288 dias.440 1.000 + 1.728   1  100  72. 216 dias. ou seja. 72.200 + 1.000 x 0.20 = 1. a taxa de juros total da aplicação é a soma das taxas parciais.600 A taxa de juros será sempre aplicada ao capital inicial. 60% para os três meses.Matemática Financeira 4 i) DIFERENÇA ENTRE CAPITALIZAÇÃO SIMPLES E CAPITALIZAÇÃO COMPOSTA 1.  1.000  Formação dos juros e montante pelo processo da Capitalização Composta a) b) c) 1.000 x 0.200 1. A taxa de juros total da aplicação será a multiplicação das taxas parciais.600   1  100  60%   1.  1. Observe que. 360 dias.00 foi aplicada na Capitalização Simples e na Capitalização Composta nos seguintes períodos de tempo.000 0 1 2 3 !--------------------!--------------------!--------------------! 20% 20% 20% Formação dos juros e montante pelo processo da Capitalização Simples a) b) c) 1. 144 dias.728 A taxa de juros será sempre aplicada ao saldo ou capital final.20 = 1.400 + 1.200 + 1.20 = 1.20 = 1.20 = 1.440 x 0.000 + 1.000  O capital de R$ 20.200 x 0.20 = 1.000 x 0. Capitalização Simples Capitalização Composta Roberto .000 x 0.440 + 1.

Matemática Financeira 5 Gráfico dos Mantantes das duas Capitalizações Taxa de juros 100 95 90 85 80 75 70 65 60 55 50 45 40 35 30 25 20 15 10 5 0 O mantante da capitalização simples é maior do que o montante da capitalização composta O mantante da capitalização composta é maior do que o montante da capitalização simples Os montantes são iguais 0 36 72 108 144 180 216 252 288 324 360 396 432 468 504 540 576 Dias Capitalização Simples Capitalização Composta Roberto .

Os juros produzidos em cada período são constantes e proporcionais ao capital inicial aplicado 1.. REGIME DE CAPITALIZAÇÃO SIMPLES É empregado em operações típicas de curto prazo.. i3 = 15% a.00 x 0.. quando se investe um único capital e taxas variáveis em cada período.00. Vejamos no diagrama abaixo: C J1 J2 J3 J4 J5 Jn ------------------------------!--------------------------------------------------------------0 i1 1 i2 2 i3 3 i4 4 i5 5 in n Na data 1 Na data 2 Na data 3 Na data n     o cálculo do juro simples o cálculo do juro simples o cálculo do juro simples     J1 = C x i1 J2 = C x i2 J3 = C x i3 Jn = C x in J = J1 + J2 + J3 + J4 + J5 + .. Juros Simples Os juros simples são formados a partir da aplicação da taxa de juro. Exemplo: Uma pessoa deposita em certa instituição financeira a quantia de R$ 2.18)  J = 2. i2 = 12% a.t. temos: C = R$ 2. .. incide sempre sobre o capital inicial para formação dos juros.t..Matemática Financeira 6 1.12 + 0.. trimestre: 15% e 4o.000. a taxa de juro de cada período.t. + Jn o cálculo do juro simples Denominando de “J” o rendimento total: Substituindo J = C x i1 + C x i2 + C x i3 + C x i4 + C x i5 + .. trimestre: 12%. Solução Sendo as taxas variáveis.1. . No regime de capitalização simples.000 (0.00 Roberto i1 = 10% a.15 + 0. trimestre: 10% ..... I. 3o..10 + 0.. Calcular os juros simples totais ao fim do prazo de aplicação..00 para receber durante um ano as seguintes taxas trimestrais de juros simples: 1o. e i4 = 18% a.. fornece o total de juros simples ao final de “n” períodos de aplicação. + C x in Colocando C em evidencia teremos a seguinte equação: J = C x ( i1 + i2 + i3 + i4 + i5 + . a) Cálculo dos Juros Simples Cálculo dos juros simples para taxas diferentes Suponha que um determinado capital “C” foi aplicado em “n” períodos e recebeu certo rendimento “Jt “ proporcional a uma taxa variável “ it “ período a período.100....55  J = 1... trimestre: 18%. sobre o capital inicial.000. + in ) (1) A expressão.. de cada período. 2o.000. acima.t.. Logo: J = 2...

000 x 0.. 12%.00 II.0112 + 0... Solução M = 2.55  M = 3.20% a.50% a.0050 + 0. durante 3 meses 1.000 (0.0050 + 0..... Cálculo do montante Montante é o soma do capital inicial mais os juros ganhos: M = C + J .100.00 Roberto . ficará: J = ( i + i + i + . colocando C em evidencia: M = C ( 1 + i1 + i2 + i3 + i4 + i5 + . durante 6 meses Determinar os juros simples totais ao final do prazo de aplicação... as taxas de juros simples são iguais em todos os períodos da aplicação. + i ) resultando na expressão: J = C x ix n (2) Esta expressão permite calcular os juros simples totais de uma aplicação quando as taxas de juros forem fixas. + in ).00 J = 10. Exemplo: Qual a remuneração obtida por um capital de $ 2. iguais em todos os períodos de aplicação. a juros simples. + in ) (3) Exemplo: Calcular o montante simples de $ 2....Matemática Financeira 7 Exemplo: Certo título de crédito é oferecido a um custo de R$ 10.000 x 0.. 0. acima..12% a. durante 4 meses 4.0112 + 0.. de acordo com as taxas e prazos de aplicação seguintes: Taxas Prazo 0.18) M = 2.00 b) Cálculo dos Juros Simples para taxas iguais Admitindo que i1 = i2 = i3 = i4 = i5 =.000 aplicados durante um ano com as seguintes taxas trimestrais: 10%.0794  J = 794.000 ( 1 + 0.0420) J = 10... a) Montante Simples para taxas variáveis de juro simples M = C + C ( i1 + i2 + i3 + i4 + i5 + .000 aplicados durante dois anos à taxa de juro simples igual a 10% ao mês? Solução C = 2. = in = i. 15 e 18% respectivamente.. neste caso a expressão (1)..000.b.s.15 + 0.00 para fornecer ao seu futuro possuidor rendimentos.000.0050 + 0.10 + 0..000 i = 10% ao mês n = 2 anos J = 2..m..10 x 24 J = 4.000 x 1.800.. Solução C = R$ 10.12 +. ou seja.

será igual a: M=C+Cxixn Exemplo: ou M = C (1 + i x n) (4) Calcular o montante fornecido por um capital de R$ 500.000. Podemos resolver das seguintes formas: C = R$ 1.00 i = 54% ao ano / 360 = 0. deve-se transformar a unidade de tempo da taxa de juros (ao ano) para mês ou transformar a unidade de tempo do prazo para ano Roberto .  3  300 12 J  1. Homogeneização entre Taxa de Juro e Prazo de Capitalização Para a resolução de problemas relativos a análise financeira exige-se que a taxa de juro e o prazo de capitalização estejam na mesma unidade de tempo.00 i = 30% ao trimestre n = 1 trimestre J  1. Calcular os juros simples.00 i = 120% ao ano n = 3 meses C = R$ 1.0015 x 35]  M = 500 x 1.000.2.00 aplicado a uma taxa de juro simples de 54% ao ano durante 35 dias.. as taxas de juros simples são iguais em todos os períodos da aplicação. ou seja. Solução C = R$ 500...25 1. Em um problema: Se a taxa de juros for igual a 120% ao ano e o prazo de aplicação for igual a três meses.15% ao dia n = 35 dias Logo: M = 500 [1 + 0.Matemática Financeira 8 b) Montante Simples para taxas fixas de juro simples Admitindo que i1 = i2 = i3 = i4 = i5 = . acima.10  3  300 J  1. a expressão (3). devemos transformar a taxa de juros ou o prazo de aplicação para que fiquem mesma unidade de tempo .000.000 0.0525  M = 526.. portanto.000 0..000  120 .00 i = 54% ao ano n = 35 dias homogeneizando C = R$ 500.000. Exemplo: Um capital de R$ 1.00 i = 10% ao mês n = 3 meses C = R$ 1.30  1  300 Em toda aplicação financeira a unidade de tempo da taxa de juros tem que ser igual a unidade de tempo do período de capitalização.00 foi aplicado durante três meses a taxa de juro simples de 120% ao ano. = in = i.

X 12 3 1. a) b) No primeiro caso. SOLUÇÃO a) b) c) 30% 3   encontrando o valor de X.  Admitindo que as taxas foram aplicadas ao capital de R$ 20.00 Como os juros são iguais. X 1 30% 3 30%  6   o valor de X será:  X  60% a.200. não são taxas equivalentes.Matemática Financeira 9 1. podemos dizer que 4% a.12 x 2 = 4.t. e 36% a.04 x 24 = 19.a. são proporcionais porque 36% é proporcional a 3% Exemplo: Dada à taxa de 30% a. Exemplo 2: Verificar se as taxas de 4% a. podemos dizer que as taxas são equivalentes.m. e 12% a. Roberto .000 x 0.m. são equivalentes. produzem o mesmo juros. e 12% a. são equivalentes.m. Exemplo 1: Verificar se as taxas de 4% a.4.800.m. b) Semestral e c) Anual.a. durante o mesmo período de tempo.00 Como os juros são diferentes.200.3.a.04 x 24 = 19.000.00 Para a segunda taxa.000.000 x 0.00 No segundo caso. Nota: Na capitalização simples as taxas proporcionais são equivalentes. X 6 3 30% 3 30%  12   o valor de X será:  X  120% a. determinar as taxas proporcionais: a) Mensal.s.t.000. Taxas Equivalentes na Capitalização Simples Duas taxas são equivalentes quando..00 x 0.00 durante dois anos.12 x 8 = 19. n' i '  n i n = Período i = Taxa Exemplo: as taxas de 3% a. temos J = 20. duas taxas de juros quaisquer são ditas proporcionais se houver proporcionalidade entre as mesmas e seus respectivos prazos. temos J = 20. temos: J = 20.00 x 0. a) b) Para a primeira taxa. Solução Vamos aplicar as taxas ao mesmo capital durante o mesmo período de tempo e verificar se os juros produzidos são iguais ou não. tem-se que X = 10% a. temos: J = 20. Taxa de Juro Proporcional na Capitalização Simples A taxa de juro simples pode ser expressa em qualquer unidade de tempo e pode ser convertida para qualquer outra unidade sem alterar seu valor intrínseco. aplicadas a um mesmo capital.200. Portanto. e 12% a.a.m.

A verificação consiste em levar os dois capitais para o mês cinco e averiguar se as quantias são iguais ou não.00 2º. Exemplo: Um capital de R$ 560.a. 365 1.00 no prazo de 3 meses é equivalente a R$ 5. com vencimento em datas distintas. portanto são diferentes na data de comparação.900  1. e resgatado no dia 19. 30 ou 31 dias. Exemplo: Um capital de R$ 560.100 1  0. conseqüentemente.m.20 M  4.900 no instante (5) é igual a 4.00 360 2.6.900 0 1 2 3 4 5 6 5. Calcular os juros simples dessa aplicação. por característica.08. capitais equivalentes em uma determinada data não serão em outra data distinta.20 Roberto M . com os meses se apresentado com as quantidades de dias normais. Equivalência de Capitais a Juros Simples Dois ou mais capitais. M 5.100 7 1º. Juros exatos consideram o ano civil de 365 dias ou 366 se bissexto. Para isso têm-se duas formas: 1. Exemplo: Verificar se os capitais R$ 3.680.Matemática Financeira 10 1. logo não são equivalentes para o instante (5) e taxa de 10% a.a.2010 à taxa de juros simples de 240% a.680.5. enquanto o capital de 5. Juros comerciais levam em consideração o ano comercial com 360 dias e. Capital O capital de 3. J  560  2. no regime de capitalização simples. e a data de comparação o mês 5.250. No caso da taxa de juros apresentada seja anual.4   44186 .00 foi aplicado durante 120 dias à taxa de juros simples de 240% a. 29. Juro Comercial e Juro Exato Nas operações de curto prazo. são equivalentes quando levados para uma mesma data (data de comparação) e aplicado a mesma taxa de juros produzirem o mesmo valor. têm 30 dias.m. para utilizarmos as expressões de juros simples.100  4.10  2 5.900.2010.900  (1  0. A equivalência de capitais no regime de juros simples.100.100 no instante (5) é igual a 4.250. depende da data de comparação.4  120  448.04. os meses. indistintamente. os prazos costumam ser expressos em dias. considerando a taxa de juros simples de 10% a. é necessário colocar o prazo também na unidade ano. 120 J  560  2. 28.10  2) M  3.00 no prazo de 7 meses. Isto é. Capital Data de comparação M  3. 3. Calcular os juros simples dessa aplicação.00 1.00 foi aplicado no dia 21.

3. portanto.000 1.000 1.000. como segue: im  C t 1 n t 1 n t  it  nt t C  nt O numerador é igual à soma do valor dos juros totais.100 1  0.00 no instante 0.7. b) Cálculo do Prazo Médio O prazo médio é calculado por uma ponderação simples.900 0 1 2 3 4 5 6 5. os prazos são ponderados apenas pelo valor atual das aplicações. hoje. O denominador é igual à soma dos produtos do capital pelo prazo de aplicação. TAXA MÉDIA E PRAZO MÉDIO a) Cálculo da Taxa Média A taxa média.900 1  0.70 M 1.100 7 1º. isto é.30 2º. Capital M 5. vejamos: _ nm  C t 1 n t 1 n t  nt t C Roberto .Matemática Financeira 11 Vejamos o mesmo exemplo com a data de comparação no instante zero (0). Capital M 3. no juro simples.10  7 5. no instante 0 os valores são iguais – neste caso os capitais são equivalentes para o instante 0 e taxa de juros de 10% a.10  3 O capital (1) no instante 0 é igual a 3. M 3.900  3.00 e o capital (2) também é igual a 3.100  3. é calculada pela ponderação dos prazos e pelos valores aplicados.m.000.

000.520 + 2..000. Op. Operação C = 100.260 Jt  im  nm   Ct t 1 n  0.000 3  7.08122 x 3. cujos valores.00 Taxa de juro mensal Cobrada 7% 8% 9% Prazo do Empréstimo (Mês) 3 4 5 Calcular a taxa média e o prazo médio correspondente a essas três operações..  Cn  in C1  C2  .000 5 114.  Cn )  im  n  (C1 i1 C2  i2  .000.00 Nota: 1.09  5 9.00 n = 30 dias i = 36% ao ano 3ª.000.. sabendo-se que o valor emprestado mais os juros serão pagos nos respectivos vencimentos.. temos: im  C1  i1  C2  i2  . Operação C = 300. todas com o mesmo prazo. aplicada à soma dos capitais de n operações. 12.  Cn )  im  n  C1  i1  n  C2  i2  n  . 1 2 3 Valor Emprestado 12.000 Cálculo do Prazo Médio Teste: Total dos juros: 2. taxas de juro e prazos foram os seguintes.Matemática Financeira 12 Exemplo: Um escritório de prestação de serviços empresta dinheiro a três pessoas diferentes..00 n = 30 dias i = 24% ao ano 2ª.  Cn  in )  n Dividindo ambos os termos por n e solucionando para im.08122 8..000 0.. produz juro igual à soma dos juros de cada umas dessas operações.122% a.  Cn Exemplo (1): Calcular a taxa de juro média das operações a seguir: 1ª. Cálculo da Taxa Média im  12.000 0.00 7.240 + 4. Operação C = 200..m. e que o regime de capitalização dos juros é o simples.00 n = 30 dias i = 48% ao ano Roberto .000 0.07  3  7. (C1  C2  .260.  Cn  in  n Desse modo: (C1  C2  .931 x 29.00 = 9..00 10. O cálculo da taxa de juro média de operações com prazos iguais: A taxa de juro média será aquela que.260   0..500 = 9.000 4  10..08  4  10..

00 n = 2 anos i = 48% ao ano 2ª.00 n = 2 anos i = 36% ao ano 4ª. ou 37.40  30  20 360 Exemplo (2).72  400  0. Operação C = 200.48 240   0.00 n = 2 anos I = 2% ao mês Neste caso.48  0. com o objetivo de homogeneizá-las: i1 = 48% ao ano x 2 = 96% i2 = 5% ao mês x 24 = 120% i3 = 36% ao ano x 2 = 72% i4 = 2% ao mês x 24 = 48% 100  0.20% ao ano Jt = C x im x n = 1. Operação C = 300. Calcular a taxa de juro média das operações abaixo: 1ª.a.00 ----------------------------------------C = C1 + C2 + C3 = 100 + 200 + 300 = 600 n = 30 dias (para todas as operações) im = 40% ao ano Jt = C x im x n = 600 0.36  300  0.96  200  1. convertem-se as taxas de juro para o prazo das operações (dois anos).3720 2  744 Roberto .Matemática Financeira 13 100  0.24  200  0. Operação C = 100. Operação C = 400.744  ou im = 74.20% a.40% por dois anos.000 n = 2 anos (para todas as operações) im = 37.40 ou 40% ao ano 100  200  300 600 im  Teste: Juros totais: 2 + 6 + 12 = 20.20  300  0. 100  200  300  400 im  Teste: Total dos juros: 96 + 240 + 216 + 192 = 744 C = C1 + C2 + C3 + C4 = 100 + 200 + 300 + 400 = 1.000 0.00 n = 2 anos i = 5% ao mês 3ª.

.24  8 360 90 J3  300  0..  Cn )  i  nm  C1  i  n1  C2  i  n2  .  Cn Exemplo (3): Calcular a taxa de juro média das operações a seguir: 1ª... Operação C = 200.  Cn  nn )  i Dividindo ambos os termos por i e solucionando para nm .24   18 360 J1  100  0. Operação C = 100. O cálculo do prazo médio de operações com taxas de juro iguais: é o período de tempo durante o qual a soma dos capitais de operações com diferentes prazos e mesma taxa de juro produz juro de valor igual à soma dos juros de cada uma dessas operações.24  70  28 360 30 2 360 60 J2  200  0.00 n = 30 dias i = 24% ao ano 2ª...Matemática Financeira 14 2.. temos: nm  C1  n1  C2  n2  ...00 n = 90 dias i = 24% ao ano nm  100  30  200  60  300  90  70dias 100  200  300 Teste: C = C1 + C2 + C3 = 100 + 200 + 300 = 600 nm = 70 dias i = 24% ao ano (para todas as operações) Jt = C x i x nm = 600 0.24  Juros totais = 2 + 8 + 18 = 24 Roberto .  Cn  nn C1  C2  .... Operação C = 300.  Cn  i  nn Desse modo: (C1  C2  .00 n = 60 dias i = 24% ao ano 3ª.  Cn )  i  nm  (C1 n1 C2  n2  . (C1  C2  .

 2  8%a.000.400. $10.000 6) Os capitais de $ 240.45  $570  os juros totais  30 Recebido foi igual a  J  1. à taxa de juro simples de 38% ao mês. Qual foi a taxa de juro simples diária aplicada aos capitais? J1  J2  10.67  0.000  i  8.400. em 50 dias.04 C 3) Qual o montante produzido por um capital aplicado à taxa de juro simples de 4% a.000  240.000.00 n = 8 meses M = $ 560. O primeiro rendeu.000  0.a.266.000.266. Qual o juro simples total produzido nesta aplicação?  2) Que prazo duplica um capital aplicado à taxa de juro simples igual a 4% ao mês? M=C+J i  4%  a. Admitindo-se uma alíquota de 45% de Imposto de Renda sobre os rendimentos auferidos.s.002778 ou 0. durante 2 meses e 12 dias.67  570  $696. n = 2 meses e 12 dias = 72 dias ou 72/360 = 0.000  C1  i  n1  C2  i  n2  10.b.2 anos J  Cin  96  C  0.000  i  10.Matemática Financeira 15 EXERCÍCIOS RESOLVIDOS 1) Um capital de R$2. Qual a taxa de juro simples mensal aplicada na operação? C = $ 500.000  12.015 ou 1.000  i  8.5% ao mês 4.00 é aplicado durante oito meses produzindo um montante de $ 560.  M  2C  2C 2 1  1  0.600.000.00 e $ 400.00 foi aplicado durante 5 anos à taxa de juros simples de 6% a.38  1  $1.000 12..000  i  10.2 . logo i  1.00.000.00 i = 38% ao mês IR = 45% sobre os juros recebidos n = 1 dia J  100.00 numa operação de “overnight” (prazo de um dia).000  i  50  400.28% ao dia 3.08  0.s.000.00? M=C+J J = $ 96.000  i  21 10.000 .00 i  4%.000  0.16 4) Um capital de $ 500.266.000 Roberto .000.67 IR  1.67 60  0.m.a.00 i =? J  MC  J  560  500  60 J  C  i  n  60  500 i  8  i  5) Uma pessoa aplicou $ 100. logo C  96  600  M = 600 + 96 = $ 696 0.00 mais que o segundo em 21 dias.500. sabendo que produz juro simples igual a $96.04  n   n  n  25 meses 0.00 foram aplicados no regime de juros simples a mesma taxa de juro. qual o juro líquido recebido por essa pessoa? C = $100.000.

Matemática Financeira 16 7) Calcular os juros simples que um capital de $ 2. e 3.00 e R$ 8. então C1  i1  n  C 2  i 2  n  C2 3 3 2  C2 2 3  i1  C2  i2   i1  i2 ou i1   i2 .000. e) 4.m. Calcular o período de tempo que esse capital ficou aplicado.000.000. a taxas de juros simples de 6% a.00 = 40.00.00 – 72.000. Taxa média: im  C1  i1  C2  i2  C3  i3 (tempo constante para todas as aplicações) C1  C2  C3 Roberto .000.00 de juros e acumulou o montante de $ 112.m.00 J = 72. i1 = 1.m. ou seja. b) 3.206% a.000  0.m. Calcule a taxa média de aplicação desses capitais.38% a. 4% a.5 i2 3 3 2  i1 é 50% maior que i2 10) (AFRF) Os capitais de R$ 3. M = 112.000. rendeu $ 72.m.m.000.00 foram aplicados todos no mesmo prazo.00 C = 112..000..859% a. Para que num mesmo prazo.36  n  9) n 72.m.000.000  40.00 rende em um ano e meio aplicado a taxa de juro simples de 6% ao ano.000. R$ 5. a taxa de juro simples do menor capital deve superar a do maior em quanto? C1 2 2  C2 ou C1   sabemos que os juros são iguais. d) 4% a.00 i = 36% ao ano n =? 72. seja obtido o mesmo rendimento.000  5 anos ou 10 semestres 14.4167% a.00.400 Dois capitais estão entre si como 2 está para 3.m. respectivamente.25% a. 8) Um capital aplicado à taxa de juro simples de 36% ao ano durante n semestres. a) 4. c) 4.000.

3. Resp.000.a.480.000.000.00 (Concurso BB) Há 5 anos.00.000.a. d) 30% a.00 à vista ou na condição a prazo: 20% do valor à vista como entrada e mais um pagamento de R$ 12.000.a. (Concurso BB) Uma pessoa empregou parte dos R$ 20. 5.00 foi aplicado à taxa de 7% a. e) 77% a.00 de que dispunha a 8% a.500% ao mês e) 5. 6.025% ao mês b) 0.912.000.a.15 2.. Qual o capital inicial? a) R$ 9.a.a.00 á vista ou por 50% deste valor à vista como entrada e mais um pagamento de R$ 2. à taxa de 10% a.a.80 d) R$ 25.00 c) R$ 10.00 de juros.00 e R$ 16. e custa à vista: a) R$ 19. Qual a taxa de juros simples anual cobrada pela loja? a) 20% a.000.600.00 d) R$ 8.00.00 e) R$ 9.00 Roberto . a taxa que faz duplicar um capital em dois meses vale: a) 100% b) 50% * c) 40% d) 30% e) 10% O prazo em que duplica um capital à taxa de juros simples de 4% ao mês é: a) 1 ano b) 15 meses c) 20 meses d) 25 meses* e) Impossível determinar (BNB 2003) Uma loja oferece uma motocicleta por R$ 4.. b) 40% a. e parte 5% a. Qual é a taxa de juros simples mensal cobrada? a) 0.00 e) R$ 29.200 após 4 meses.500% ao mês d) 2. c) 60% a. recebendo semestralmente R$ 740.440. 7. 7 anos Na capitalização simples.Matemática Financeira 17 EXERCÍCIOS PROPOSTOS 1. Uma mercadoria que é paga em 30 dias sai por R$ 27. Um comerciante aceita cheque pré-datado para 30 dias.40 c) R$ 24. o capital de R$ 15.150% ao mês c) 1. 4.000.000% ao mês Uma mercadoria é oferecida por R$ 12. mas cobra juros de 8% sobre o preço à vista.00 e após 18 meses se elevaram a R$ 16.00 após seis meses. R$ 4. daqui a quantos anos os capitais produzirão os mesmos rendimentos? Resp.a.512.600. 8. Um capital foi colocado a render juros simples a uma taxa tal que após dez meses o capital e os juros reunidos se elevaram a R$ 13.00.000. Se aplicamos hoje o capital de R$ 18.00 b) R$ 6.00 b) R$ 21. Determinar que parte foi aplicada a cada taxa..a.

00 15. três.5% d) 2. R$ 1.00 d) R$ 12. aplicado a juros simples durante 15 meses. sem prejuízo para o banco. 12. (Concurso da CEF 2002) Um capital de R$ 15.00 que vence dentro de cem dias e mais o capital de R4 4. se nesta época a taxa de juros simples anual fosse de 24% e fosse utilizado o desconto simples racional? a) R$ 16. e) 8 meses. c) 1 ano e 8 meses.00. quatro e seis meses. c) 10 meses. d) 2 meses e vinte dias. durante dois.00 10. e) 1 ano e 4 meses. A taxa de juros simples combinada foi de 30% a. d) 1 ano e 6 meses. b) 4 meses e cinco dias.500. rendeu um determinado juro.00 d) R$ 14. c) 3 meses e vinte e dois dias.00 que venceu há vinte dias.600. à taxa de juros simples de 0. Qual o menor valor com o qual José pagaria a divida 5 meses antes do vencimento combinado.000. Para que seja obtido um montante de R$ 19.00 e) R$ 12.960.6% e) 2. Obtenha o prazo médio de aplicação destes capitais.000. a) R$ 10.500.800. 14.620.080. A taxa mensal dessa aplicação foi de: a) 2% b) 2.800. respectivamente. d) 12 meses.000.820.45 e) R$ 14.000. no valor de R$ 880.1% ao dia. (Concurso BB) Uma geladeira é vendida à vista por R$ 1.00 a um banco.00. a) 4 meses. ao completar um período de 1 ano e 4 meses.00 são aplicados à taxa de 4% ao mês.00. (BNB 2003) José tomou emprestado R$ 10.000.640. em que prazo o juro obtido será igual ao dobro do obtido na primeira aplicação? a) 5 meses.8% 11. mais o capital de R$ 3. 13. produziu um montante equivalente a 7/5 de seu valor.050.000. b) 1 ano e 9 meses. Se aplicarmos o triplo desse capital à mesma taxa.00 c) R$ 13.00 e a segunda dois meses após.00 b) R$ 17. juros simples.000.00 ou em duas parcelas. (Concurso da CEF 2002) Um capital foi aplicado a juro simples e. b) 7 meses e meio. Os capitais de R$ 2.545. pretendendo saldar a divida após 2 anos. (Concurso da RF) Indique qual o capital hoje equivalente ao capital de R$ 4.00 b) R$ 11. (Concurso CEF 2000) Certo capital.00 que vence dentro de cinqüenta dias.00 foi aplicado a juro simples à taxa bimestral de 3%.940. sendo a primeira como uma entrada de R$ 200. e) 18 meses.080.a.00.Matemática Financeira 18 9. R$ 3. Qual a taxa mensal de juros simples utilizada? a) 6% b) 5% c) 4% d) 3% e) 2% Roberto . o prazo dessa aplicação deverá ser de: a) 1 ano e 10 meses.00 c) R$ 12.00 e R$ 3.2% c) 2.

a. e) 6.00 durante 17 meses.a.000 e) 260.000.040 19.m. Sabendo-se que a taxa de juros simples foi de 6% a.000.00 26.000. Calcular o rendimento de uma capital de R$ 80. Um capital aplicado durante 144 dias gerou R$ 2. Em quantos meses um capital de R$ 28.000.000 b) 240.400.a. Qual é a remuneração obtida por um capital de R$ 2.400.00.000.00.400 aplicado durante 17 meses à taxa de juro simples de 60% a.000 28.065.00 transformou-se em R$ 180.000 aplicado durante 28 dias à taxa de juro simples de 26% a. Calcular a taxa considerando que o primeiro capital em 48 dias rendeu R$ 17.300 que produz após um ano um montante de $$ 1.00? Resp.000. 21. e o restante do capital também a juros simples à taxa de 60% a a. Qual a taxa de juro simples anual ganha na operação? Resp. um de R$ 2.00 durante 3 anos.000. foram aplicados a uma mesma taxa de juro simples. Resp.00 de juros. Resp. resgatamos R$ 140. Resp.94% a. durante 6 meses.000 d) 255.880.Matemática Financeira 19 16.61% a.a. calcular o valor do montante.000.00 e outro de R$ 1. 13 meses 23. d) 6. sabendo-se que se um capital de R$ 10.00 após 44 dias de aplicação.750. Roberto .9% a. durante 5 meses. 22.00. o capital inicial total era de: a) 230. Dois capitais.00 e) R$ 248. (TRE) Apliquei 3/5 de um capital.a. 18.800.000. e uma remuneração de R$ 4. 52. 25.413..00 c) R$ 200.000.m. Caso a aplicação durasse 13 meses.m. determine o prazo de aplicação.00 aplicado à taxa de juro simples de 48% a.00 que o primeiro a taxa de: a) 8% a. Um capital de R$ 135.00 b) R$ 184. R$ 12. Um capitalista empregou 2/5 de seu capital a juros simples a taxa de 48% a. 9 meses 22.00. $ 19. Se.000. seu montante será de R$ 63. o capital empregado era: a) R$ 180.000. Considerando uma taxa de juro simples de 42% a.00 d) R$ 240.880.2% a. Qual a taxa anual de juros simples ganha por uma aplicação de R$ 1. após 8 meses.000.1% a.5% a. à taxa de 12% ao ano.00.00 27.? Resp.00? Resp.73% a. Um capital aplicado transformou-se em R$ 13. renderia mais R$ 600. e o restante a 18% ao ano.. produz um montante de R$ 38. obtive juros simples num total de R$ 17.280.a.a. o montante seria de R$ 74. Sabendo-se que a soma dos montantes recebidos nas duas aplicações foi de R$ 302.000. Resp.a. Calcular a taxa que foi aplicada a um capital de R$ 4.00 a mais que o segundo em 30 dias. Aplicando R$ 80.33 20.a.29.000 c) 250. Se aplicarmos determinada quantia durante oito meses.00 fosse aplicado durante o mesmo tempo a juros simples de 5% a. 10% a.250. 24. b) 7.a. Qual a taxa mensal de juros simples empregada? a) 4% b) 5% c) 6% d) 7% e) 8% 17.a. Resp.a. $ 2. c) 7.a.00.00. 34. Calcular a taxa de juro simples ganha na aplicação.000.

m. o primeiro à taxa de 20% a.00% a.600. 5% a.00 c) 1. determinar o valor dos capitais.00 e $12.5% menor que o segundo. Depois de três anos resgatou metade dos juros ganho e reaplicou o restante desses juros por um ano à taxa de juro simples de 32% a. no regime de juros simples.15% a. 30.00 no final de oito meses. Um fogão está sendo vendido nas seguintes condições: à vista por R$ 400.800.m. rende R$ 246. Calcular a taxa de juro simples ao ano e o prazo da operação em dias.000.00.80% a.a.000. Se o prazo fosse 36 dias maior. após três meses.379.a 35.00 e) 1. Um investidor fez uma aplicação.00. Um investidor aplicou um principal a juros simples e obteve um montante de R$10.m. obtendo-se um montante de $ 22. $12.400.00.m. $10. Dois capitais.00.500. e o segundo a 45% a.000.condições a prazo: 30% do valor à vista como entrada e R$ 1. Aplicado a juros simples pelo prazo de um ano. que produziu um montante de R$13.m. e) $10. um capital transformou-se em $ 13. $11.Matemática Financeira 20 29.000.00 b) 1.600. Se o prazo do investimento fosse de nove meses.m. a) $10.00% a. d) $10. Calcular o valor do capital inicialmente aplicado.5% a.00 e 1.a.a.a.25% a.00 aplicado a juros simples rendeu $ 1..800.400. O mesmo investidor fez uma segunda aplicação.440. em duas aplicações diferentes com taxas de rentabilidade de 10% ao ano e 12% ao ano.m. Resp.800.00 31.preço à vista = R$ 1..16 nessa última aplicação. estiveram aplicados a juros simples.500. Resp. Se o rendimento de ambas as aplicações totalizou $ 52.000.000. Resp.100.00.m. a) Cinco anos* b) Seis anos c) Oito anos d) Dez anos e) Quatro anos 32. Um televisor é vendido nas seguintes condições: .00 e que os dois em um ano renderam juros totais de $ 130.00 no prazo de um ano.00 36. durante 3 meses. Um capital de $ 50.00 e $13.00 d) 1.875.800. que rendeu um total de juros de R$ 1.00 e 2.00% a.00 a ser paga 45 dias da compra. Determinar o principal aplicado e a taxa de juros simples mensal dessas duas aplicações.00.00 menos que a aplicação do primeiro? Resp. 50..000.m.000 e 30% a. 20% superior à primeira. Dois capitais foram colocados a juros simples. Calcular os capitais sabendo-se que somados montam $ 500.a.00 ou a prazo com 50% do valor à vista no ato da compra e mais uma parcela de R$ 230. Qual a taxa de juros simples mensal cobrada na compra a prazo? Resp. Determinar dentro de quantos anos a diferença entre os montantes acumulados nessas duas aplicações será igual a 10% do valor da aplicação inicial. e o segundo a 40% a. 10% a. e 270 dias 39. c) $10.000 34.200. $12.m.00 e $14.. b) $10. 33.00 e 2. Resp. .m. o rendimento aumentaria $ 250.a. 38. Esse montante foi reaplicado por mais dois anos a uma taxa de juros simples 20% maior que a ganha na primeira aplicação.000 e 80. Um valor monetário é aplicado. Resp 9. Roberto .a..m. o primeiro de R$ 1.00 e 1. A que taxa de juros simples foi aplicado o primeiro se o segundo. aplicado à taxa de juro simples de 10% a.00 e o segundo de R$ 500. Calcular o valor do capital inicialmente aplicado e a taxa de juro simples anual à qual foi aplicado? Resp $10.10% a.500.00 e $12.25% a.00. $ 140..00 e $14. Uma pessoa aplicou dois capitais a juros simples. sabendo-se que o primeiro é 37.000. a juros simples.360.75% a.000. Determine a taxa de juros simples cobrada na venda a prazo. $10.00 e 2.70 em 30 dias. a) 1.00 no final de 12 meses.00 em um determinado prazo.000. Uma pessoa aplicou um capital em uma conta remunerada que rende juros simples à taxa de 30% a. o primeiro a taxa de 33% a.25% a. o montante obtido seria de R$11. 12% a.m. obtendo um rendimento de $ 20. $ 350 e $ 150 37. Determinar a taxa de juros simples mensal e os valores dessas duas aplicações.m.

3 e 15 meses 41.00 50.a. 1.000. R$ 10. Resp. Até que data deverá permanecer aplicado para render R$ 675. Um capital foi aplicado por três anos à taxa de juros simples de 20% a.000.a.a. Sabendo-se que pagou ao todo R$ 1.375.000. Resp.20 Calcular o valor do capital inicialmente aplicado.75 Calcular o valor do capital inicialmente aplicado. Indique o número de meses em que o salário da empresa LIDER é igual ao da empresa GAMA. pelo período de 60 dias. Um capital foi aplicado por dois anos à taxa de juros simples de 20% a.00 46. um terço dos juros ganhos foi reaplicado à taxa de juros simples de 25% a..00 no dia 15.000. qual o valor do capital inicial do investidor? Resp R$ 12. salários de R$ 10. Resp.018.000. 47. à taxa de juros simples de 0.a. R$ 12. Uma pessoa tomou um empréstimo à taxa de juros simples de 9% ao mês. O capital de R$ 7.. Resp.00 52.08 por R$ 2.00. Ao término desse prazo um quarto dos juros ganhos foi reaplicado à taxa de juros simples de 25% a.00 foi aplicado no dia 21 de março de 2008.a. R$ 12.000. Uma pessoa tomou um empréstimo à taxa de juros simples de 9% ao ano. 05. Resp.000. 3. Resp. o valor bruto de resgate foi aplicado à taxa de juro simples de 60% a.07.00 foi dividido em duas partes. rendeu durante cinco meses os mesmo juros que a segunda parte aplicada durante oito meses à taxa de juro simples de 2% ao mês. 4. 600. Ao término desse prazo. A empresa LIDER paga. calcular o valor do primeiro empréstimo.00 48..000.00 de juros. Um capital foi aplicado por 234 dias à taxa de juros simples de 90% a. obtendo-se uma remuneração após seis meses de R$ 150.m. Qual foi a taxa mensal de rendimento proporcionada por essa operação? Resp. Resp. tendo pago R$ 35.500.000.00.9896%.080. obtendo-se um montante após 195 dias de R$ 204. pelo prazo de dez meses a taxa de juros simples de 6% ao mês. Uma empresa obteve um empréstimo de R$ 200. Resp. Um capital foi aplicado por 180 dias á taxa de juro simples de 50% a. Ao final da operação. Sabendo-se que pagou ao todo R$ 13.00 42.812. Calcular o valor do capital inicialmente aplicado.000. e tomou um novo empréstimo de R$ 300.350. o montante era igual á R$ 1. sabendo-se que os capitais foram aplicados pelo prazo de nove meses e que juntos renderam juros totais de R$ 1. Calcule o valor de cada parte.m.000.00.00 de juros totais nos dois empréstimos.a.m 44. obtendo-se um montante após 144 dias de R$ 347.00 51.07.00 a taxa de juro simples de 10% ao ano. em seis meses e o segundo a 4% a.m em 72 dias – rendem juros iguais.400. calcular o valor do primeiro empréstimo. Calcular o valor investido. Uma empresa aplicou R$ 2.000. Determinar os prazos dos dois empréstimos em meses.000. Ao término dos 240 dias. obtendo-se uma remuneração após seis meses de R$ 300.m.575. Ao término desse prazo. A primeira aplicada à taxa de juro simples igual a 4% ao mês. Calcular o valor de cada capital sabendo que a diferença entre eles é de R$ 1.5% a. Dezoito meses após o primeiro empréstimo liquidou todos seus débitos.a. 32 meses 49.340 Roberto .472 e 4.. quarenta e cinco dias depois pagou a divida e contraiu um novo empréstimo duas vezes maior que o primeiro. 45 dias 45. Dois capitais colocados – o primeiro a 36% a.00.998.018.00 a taxa de juro simples de 8% ao ano.Matemática Financeira 21 40.5% a.2% ao dia no regime de juros simples exatos.5% a.00 53. seis meses depois pagou a dívida e contraiu um novo empréstimo duas vezes maior que o primeiro. a cada um dos seus funcionários. Calcular o valor do capital inicialmente aplicado? Resp.a. Resp. Resp 10. Um capital foi aplicado por 186 dias à taxa simples de 2% a.00 com reajuste mensal de 10%.00 de juros. pelo prazo de nove meses a taxa de juros simples de 6% ao ano.00 a seus funcionários com reajuste mensal de 5. Certo tempo depois liquidou a dívida. metade dos juros ganhos foi reaplicado à taxa de juros simples de 2. $ 8.375 43. Um investidor empregou 70% de seu capital à taxa de juros simples de 24% ao ano e o restante à taxa de juros simples de 18% a.00. O capital de R$ 7.00.800 e $ 3.05. inclusive juros.00. Resp. A empresa GAMA paga salários de R$ 14.08 e resgatou essa aplicação no dia 21.a. Ao término desse prazo. um quarto dos juros ganhos foi reaplicado à taxa de juros simples de 2. $ 1.2008.00.

Resp.00.998. No vencimento. Fiz uma aplicação de R$ 3.a. liquidou o débito.00 de hoje a quatro meses. Qual foi o prazo em que vigorou a segunda taxa se. sabendo que a soma dos dois é igual a R$ 5.000.00 Roberto . 6% a.Matemática Financeira 22 54. Qual a taxa de juro simples mensal cobrada pela loja? Resp.800 e 3.00 à vista ou por 25% do valor à vista como entrada e mais um pagamento único de R$ 837.500.a. Dez meses depois desse segundo empréstimo. Qual foi o valor aplicado inicialmente no Banco “A”? Resp. agora o dobro do valor do anterior. Qual a taxa mensal de juros simples mensal cobrada na aquisição do bem. Um investidor com certo volume de capital deseja diversificar suas aplicações no mercado financeiro.00 de juros. Qual a taxa de juros simples cobrada na operação? Resp.000.000.4% ao ano pelo prazo de 60 dias.000. 55. Um capital de R$ 4.00 63.000.647.40% a.00 no fim de um ano. Resp. Sabendo-se que pagou ao todo R$ 1. calcule do valor do primeiro empréstimo.880.00 foi dividido em três parcelas que foram aplicadas pelo prazo de um ano. por um prazo de 36 meses. Uma loja oferece um objeto por R$ 1. 2.100. a segunda a taxa de juro de simples de 6% ao trimestre e a terceira a taxa de juro simples de 10% ao trimestre. Um empresário compra um equipamento no valor de R$ 60.m .00. calcular o valor de cada parcela. seis meses depois pagou a divida e contraiu um novo empréstimo duas vezes maior que o primeiro. na data de hoje. sabendo-se que os capitais foram aplicados pelo prazo de nove meses e que juntas rederam juros totais de R$ 1. rederam juros iguais.00 e mais um pagamento de R$ 780. 1. R$ 100. calcular o valor do primeiro empréstimo.410.00. pelo prazo de nove meses a taxa de juros simples de 6% ao ano. 56. Resp. Uma loja oferece um relógio por R$ 900.00 64. Se o rendimento da primeira parcela for R$ 160.00.00 de juros nos dois empréstimos. Calcular o valor de todo capital investido. o capital rendeu R$ 1.080. A outra parte é investida em uma aplicação que é remunerada pela taxa de juro simples de 5.00 ou mediante uma entrada de 30% do valor a vista e mais um pagamento de R$ 32.500 e 2. em um estabelecimento bancário que pague a taxa de juro simples de 2% ao mês. Um mês e dez dias depois pagou a dívida e contraiu um novo empréstimo. de modo que possa fazer as retiradas indicadas. 1.00.00 à taxa de juros simples de 60% ao ano. O total de rendimentos auferidos pelo aplicador atinge R$ 17.83 61. sem deixar saldo final? Resp. Dois capitais foram aplicados da seguinte forma: o primeiro à taxa de juros simples de 36% ao ano durante seis meses e o segundo à taxa de juros simples de 4% ao mês durante 72 dias. R$ 12. Uma pessoa realizou um investimento no Banco “A” por um prazo de 24 meses.960.000.032. Para tanto aplica 3/5 do seu capital numa alternativa de investimento que paga a taxa de juros simples de 74.8% a.175. A aquisição de um bem pode ser feita à vista por R$ 40. qual o valor do capital inicial do investidor? Resp.m.000. a uma taxa de juros simples de 22% ao ano.487.000. Um engenheiro fez um empréstimo à taxa de juros simples de 18% a.320.24 60. retirando ao final um montante no valor de R$ 30.8% ao mês no prazo de 135 dias.00 de juros? Resp. Calcular o valor de cada capital.00 à vista ou a prazo com uma entrada de R$ 400.240. e se compromete a pagar R$ 46. Resp. $ 8. resgatou a aplicação e investiu todo o montante no Banco “B”. a uma taxa de juros simples de 25% ao ano.m. no ato da compra.m.00 em 3 meses.00 e o rendimento das três totalizar R$ 1.000.000. $ 2.00 no fim de 6 meses e de R$ 2. 1. R$ 12. Resp. Qual a taxa de juro simples mensal cobrada pela loja? Resp.00 daqui a seis meses. Paga R$ 20. 58. 57. 7 meses.00 em 60 dias.m 66. Que quantia deverá depositar. Determinada pessoa deseja dispor de R$ 1.00 59. Uma pessoa tomou um empréstimo à taxa de juros simples de 9% ao ano. depois de 10 meses. Após certo período a taxa de juros simples foi reduzida para 4% a.00.000. 62. Resp: 4.00 65.00 à vista. Sabendo-se que o engenheiro pagou ao todo R$ 1. 5. Um investidor empregou 70% de seu capital à taxa de juros simples de 24% ao ano e o restante à taxa de juros simples de 18% ao ano.050. 10% a.000.375. mas pagando juros a taxa de 13% a. A primeira a taxa de juro simples de 4% ao trimestre.

Quanto deve pagar na data de vencimento de modo que liquide a dívida? Considere a taxa de juro simples de 50% a. durante 4 meses.48. no valor de $ 3.00.400.81 dias 5.621. durante 40 dias. operação R$ 300. 4% a.25% a.00 foram divididos em duas partes.a. Quatro sétimos de um capital foram aplicados à taxa de juros simples de 7% ao ano e o restante do capital foi aplicado à taxa de juros simples de 14% ao ano. pergunta-se a indústria teve lucro ou prejuízo? De quanto? Resp: Lucro de R$ 6. em três meses. o aparelho é vendido por R$ 2.000. Os capitais de R$ 3.00 12% ao ano 60 dias 1ª.m. 2. em dois meses e o terceiro. operação C i n R$ 900.250. Uma pessoa aplicou seu capital à taxa de juros simples igual a 5% ao mês.00 foram aplicados todos no mesmo prazo. 3. calcular o tempo médio. Ao final deste período.00.000 que vence em 16 meses. $ 4. Uma indústria estocou 10. operação R$ 800.016.00.00 36% ao ano 60 dias Resp.00 e 2. 84 dias aproximadamente.5% a. em dois meses. reaplicou 80% do montante à taxa de juros simples de 3% ao mês. EXERCÍCIOS: 1.m. Coloquei R$ 1. No final de um ano e meio de aplicação a soma dos juros obtidos é igual a R$ 315. Qual a taxa de juros simples mensal adotada nessa operação? Resp. Determinar o prazo único durante o qual um capital igual à soma desse três renda. Pretende pagar $ 12. a indústria coloca todo estoque a R$ 330.000 toneladas de um produto e recusou a oferta de um atacadista para vender na base de R$ 300.150. operação R$ 500.231.00 e R$ 8.00 a tonelada. em 60 dias.800.580. à mesma taxa. sendo R$ 360. R$ 5.00.00 por tonelada. operação R$ 500. Resp.00 71.00.000. Resp. Taxa e prazo médio Calcular o prazo médio das operações colocadas a seguir: 1ª.00 de entrada e o restante pago em 45 dias.. 2. resgatando R$ 1. 62. Considerando-se que a taxa de juros simples corrente é 4% ao mês.45% ao mês e.84% a. 4.00 36% ao ano 45 dias 1ª.m. R$ 5.000 no fim de 158 dias e $ 13. A primeira parte foi aplicada à taxa de juros simples de 6% ao mês durante 69 dias e a segunda parte à taxa de juros simples de 5% ao mês durante 42 dias produzindo juros totais de R$ 531. em quantos dias esses capitais colocados às respectivas taxas de juro renderão os mesmo juros totais..m. Resp. Calcular a taxa de juro simples média das operações a seguir: C I n 1ª.. Qual o valor de cada parte? Resp. à taxa de juros simples de 6% a.m.00 a taxa de juros simples de 2% ao mês. 72.m. $ 4.00 a 3.100. 3.00 68.00 24% ao ano 60 dias Resp 27. $ 1. 10% a. Calcule a taxa média de aplicação desses capitais.000. Foram aplicados na mesma data.00 72% ao ano 60 dias 1ª. João tem uma dívida de $ 35.00 36% ao ano 90 dias 1ª. operação R$ 800.800. os seguintes capitais: $ 570. Resp.000.00 36% ao ano 30 dias 1ª. operação R$ 300. Resp. 69.00 à vista.00. Três capitais foram aplicados: o primeiro.00 a tonelada. Passados dois meses.00 em um Banco que remunera a taxa de juros simples de 14. 6 meses aproximadamente. durante 69 dias.a. os mesmos juros totais. Determinar o capital inicial aplicado por esta pessoa.000.m. e a data focal no vencimento da operação. Uma loja vende um aparelho de som por R$ 1.95 73. o segundo. Roberto . 189 dias depois desse primeiro pagamento. Objetivando estabelecer vencimento único para as três aplicações. ou seja. de $ 2. 57 dias 2.00 70. Resp.00. e 3.000.m. operação R$ 900. Determinar o valor do capital aplicado.00 a 4% a. A prazo. em três meses e $ 520 a 3% a.Matemática Financeira 23 67. 4% a.00 36% ao ano 60 dias 1ª.500. Depois de quanto tempo os montantes serão iguais? Resp.000.600. em outra instituição financeira coloquei a quantia de R$ 3.

660.250.00 a 40% a.200. a 3. Aplica-se pelo prazo de dois anos os seguintes capitais: R$ 1.00.5% a. R$ 1. R$ 1. e R$ 3. em 60 dias e R$ 1.5% a.67 7.m.. a 5% a.00 a taxa de juros simples de 5% a. em 45 dias.00 a 30% a.m. Resp.m. R$ 2. Determinar o valor único de capital que deve ser aplicado às mesmas taxa de modo a se obter o mesmo juro total dos investimentos.a.000. .m..000. Calcular a taxa média.00.000. Puseram-se a render juros três capitais a saber: R$ 2.Matemática Financeira 24 6. em três meses.a. 4.916.00 a 4.25% a. Resp. aproximadamente Roberto .a.

A  DR = A + A x i x n . Em resumo. A operação de desconto consiste na antecipação de recursos financeiros em contrapartida de títulos crédito (Duplicatas. valor de resgate ou valor futuro (quantia declarada no título. etc. Tipos de Descontos de Títulos: a) Desconto Racional ou Por Dentro b) Desconto Comercial ou Por Fora c) Desconto Bancário O desconto “D” é a diferença entre o valor do título de crédito (duplicata) “N” e o valor pago pelo banco na data que for apresentado para desconto “A”. gerando uma operação denominada de Desconto.1. DR = f (A) DR = N . foi instituído os títulos de crédito. D=N–A D = Desconto N = Valor nominal. valor de emissão) A = valor atual ou valor presente (é o valor na data da apresentação) 2. o Desconto simples racional é o juro simples no desconto. Desconto Simples Racional ou Por Dentro Tem como característica a aplicação da taxa de juro simples sobre o valor atual do título e pode ser determinado tanto em função do valor atual “A” como em função do valor nominal do título “N”. Esses títulos podem ser negociados com instituições financeiras. Nota Promissórias.) com prazo de vencimento futuro.A .A Temos: DR = A ( 1 + i DR = f (N) x  Equação do desconto em função do valor atual (A) Substituindo N = A ( 1 + i x n) n) .Matemática Financeira 25 2. OPERAÇÕES DE DESCONTO SIMPLES Com o objetivo de estimular as vendas a prazo.: DR = A x i x n  Equação do desconto em função do valor nominal (N) Roberto . o dono da loja vai ao banco com a duplicata do cliente recebendo certa quantia em troca. Ao realizar uma venda a prazo.

AC AC = N .5 = 412.00 descontado 45 dias antes do seu vencimento à taxa simples de desconto de 6% ao mês. Roberto . b) Valor atual comercial e Dados N = R$ 10. o desconto seria um valor resultante da aplicação de uma taxa de desconto i sobre o valor nominal do título “N” vezes a quantidade de dias “n“ até o seu vencimento.Matemática Financeira 26 DR = N . É calculado pela seguinte equação: DC = N x i x n Nesta modalidade de desconto ficou arbitrado ou convencionado que. Da expressão D = N .00 é descontada comercialmente a uma taxa de desconto de 5% ao mês para um prazo de 63 dias.: n AC = N .00.000.i x n) x Exemplo: Uma Nota Promissória com valor nominal de R$ 10. determinar: a) Desconto comercial.000.06  1.84 1  0. DC = N . i = 5% ao mês.06  1. n = 63 dias.N x i .A Temos: Substituindo A N (1  i  n ) N i n 1 i  n DR  N  N (1  i  n)  1   DR  N  1  1 i  n     DR = Exemplo: Calcular o desconto racional de um título no valor de R$ 5.000 0.2.5 2.000.A podemos derivar a que fornece o “valor atual descontado” ou “Valor atual comercial” do título submetido à operação de desconto.DC ou AC = N (1 . DR  5. Desconto Simples Comercial ou Por Fora Tem como característica a aplicação da taxa de juros simples sobre o valor nominal.

um valor denominado Taxa de Serviço.67 = 0.67  A = 937.050  51. Desconto: Imposto: D  10.26% a. DC  1000  i = 4% ao mês.00 é descontado comercialmente 47 dias antes do vencimento a uma taxa de desconto de 4% ao mês Determinar a taxa efetiva de juros simples implícita (para o cliente) na operação de desconto.33 (valor creditado ou valor atual do título) e Prazo = 47 dias Utilizando a expressão de juros simples. Cálculo da Taxa Efetiva no Desconto Comercial Como a taxa de juro cobrada no desconto comercial é aplicada sobre “N” (valor nominal). Exemplo: Um título com valor nominal igual a R$ 1.33 0 1.000 47 Aplicando a fórmula de juros simples J = C x i x n para determinar a taxa de juro efetiva da operação.1423% a.14 2.m. Desconto Bancário O Desconto bancário é calculado da mesma forma do Desconto comercial D = N x i x n.000082  63  51.0082% a. ainda do portador do título. ou seja. retira-se do valor do título (N) o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras).000 – 937.33  47 Roberto .000. N = R$ 1. temos 4.33 x ie x 47 ie  62.20  8.66  3. que é calculado da seguinte forma: IOF = N x i x n.67 n = 47 dias 0. temos: 62.33 A operação no diagrama: 937.d ou multiplicando por 30 dias.62.67 (que é igual ao DC) Capital inicial = 937.00.4.d.000. ela não representa a taxa real que esta sendo cobrada na operação.000  0. Alguns bancos têm um valor fixo por título descontado ou um percentual sobre o valor do título. determinar o valor creditado na conta do cliente.050 30 IOF  10. e DC = 62. denominamos de taxa de juro efetiva “ie”.000 . é a taxa que realmente está sendo aplicada na operação de desconto. pois a taxa real é aquela que torna o capital inicial “A” no montante “N” no período “n”. que não tem um padrão de cobrança.20 por título descontado. a taxa do IOF é igual a 0.895.DC  VC = 1.000  0.66 Valor creditado na conta do cliente: Vc  10. no entanto.33 = 62. Exemplo: Uma Nota Promissória com valor nominal de R$ 10. Juros = 1.3. 937. a essa taxa.001423 ou 0.67 = 937. temos.000  1.04  47  30 A = N .00 é descontada a uma taxa de desconto de 5% ao mês para um prazo de 63 dias e é cobrada uma taxa de serviço de R$ 3.Matemática Financeira 27 2.05  63  1.000. É cobrado.

000  0.104.86  0.m.86 10.050 30 IOF  10.1754% ao dia.86 corresponde aos juros simples da operação.20 por título descontado. podemos determinar a taxa efetiva do desconto pela expressão: ie  DC A n OBS: No Desconto Racional a taxa de juro cobrada é a taxa real do desconto “i”. Neste caso.000082  63  51.000  i  63  i 1.66  3.: id  1  i  n   i i id 1  id  n i ou id  id  i  n  i  id  i  id  i  n  id  i  1  id  n  1 i n Id = taxa de desconto simples comercial e i = a taxa efetiva do desconto.66 Valor creditado na conta do cliente: Vc  10.000  63  i 1.5. desse modo. 1. determinar a taxa efetiva no desconto bancário. podemos determinar a taxa efetiva do desconto pela expressão: ie  DC  IOF  TS Vc  n Roberto .? 2. Desconto Simples Comercial X Desconto Simples Racional Podemos calcular a taxa efetiva utilizando a igualdade DC = DR N  id  n  id  N i n 1 i  n  N  id  n  1  i  n   N  i  n .104. Cálculo da Taxa Efetiva no Desconto Bancário Uma Nota Promissória com valor nominal de R$ 10. Desconto: Imposto: D  10. é a taxa efetiva do desconto pois faz o capital inicial “A” no período “n” ser igual ao valor de resgate “N”.000  1. 630.104.05  63  1.Matemática Financeira 28 Neste caso.14 O cliente recebeu R$ 8.00 Logo.2612% ao mês. 2.6.895. equivalente a uma taxa de desconto simples de 20% a.001754 ou 0.20  8.000  0.050  51.895.104.000.14 de um título de R$ 10.000 Multiplicando-se por 30 tem-se 5. a diferença R$ 1.000.00 é descontada a uma taxa de desconto de 5% ao mês para um prazo de 63 dias e é cobrada uma taxa de serviço de R$ 3. Exemplo: Qual a taxa mensal efetiva de juros simples.86  10.

000  0. 4% e 5% ao mês. se o valor atual de um título é igual a outro esses títulos são equivalentes.000.074%ao mês 5.000  5  8.200   0. im  N t 1 n t 1 n t  it 'nt t N  nt Cálculo do Prazo Médio O prazo médio é determinado por meio de uma ponderação dupla.000  4  2.7.000 Cálculo do prazo médio nm  5. de prazos de 4. às taxas de 3%... R$ 2.Matemática Financeira 29 2.00 vencível em 3 meses.04  5  8.04074 ou 4.60.000 2.000  0.000.000.000 15. descontados na ordem dada.000  3 54. Cálculo da taxa média im  5.000  8.000  2.meses 5. Equivalência de Títulos no Desconto Simples Comercial Na necessidade de se substituir um título por outro com vencimento diferente.000  0. TAXA MÉDIA E PRAZO MÉDIO PARA OPERAÇÕES DE DESCONTO SIMPLES COMERCIAL Cálculo da Taxa Média O cálculo da taxa de juro média de desconto utiliza-se a ponderação das taxas pelos prazos e pelos valores nominais dos títulos apresentados para desconto.05  3 2.8.00.000   3.00. a solução consiste em estabelecer uma data e comparar os valores atuais dos títulos em questão. respectivamente. Sabendo que esses títulos podem ser descontados à taxa de 3. A1 = A2 Exemplo: Quero substituir um título de R$ 5.000  3 54.03  4  2.00 e R$ 8. No caso do desconto simples a data estabelecida para comparação será a inicial. 5 e 3 meses.000  4  2.000. ponderado pelos valores nominais dos títulos e pelos respectivos prazos.000  5  8. isto é. nm  N t 1 n t 1 n t  nt t N Exemplo: Calcular a taxa média e o prazo médio correspondentes a uma operação de desconto bancário de três títulos no valor de R$ 5. ou seja. qual o valor nominal comercial do novo título? Solução: Roberto .m. por outro com vencimento em 5 meses.5% a.

qual o valor desses títulos sabendo-se que a taxa de desconto simples cobrada é de 5% ao mês? Solução: A soma dos valores atuais dos títulos terão que ser iguais.000 0 1 2 3 4 N 5 Calculando os valores atuais na data focal igual a zero. vencível em 3 meses.00 0. têm-se: 10.10  5 10. qual o valor nominal do novo título? 10.500.000.00 daqui a três meses e R$ 2. um para dez meses e outro para doze meses.Matemática Financeira 30 Exemplo: Um título de valor nominal de R$ 10.10  3  N  1  0.000  1  0.000. vai ser substituído por outro. Querendo trocar esses títulos por dois outros de valores iguais. então: Roberto .50  N  7. com vencimento para 5 meses.000  N  0.m.70  N  0.000  14.00. dos dois títulos. Admitindo-se que esses títulos podem ser descontados à taxa de desconto simples de 10% a.000.000  0.50 Outro exemplo: Uma pessoa tem os seguintes compromissos a pagar: R$ 2.50  7.00 daqui a oito meses.

03 23.03 10. e o IOF de 0. Roberto . teremos: Exemplo: O banco Alfa cobra juros simples de 8.200.m.2% a.000.350.350.00 1.00 1.00 850.000.80 + R$ 1.00 3. determinar para o quadro a seguir – extrato de uma conta bancária – esses valores tendo como data de contabilização o dia 30.03.500.00 4.0082% a.00 3. R$ 51.000.00 2.03 30.00 500.03 18.000.500. de dias 6 2 7 - Valor a ser debitado na conta corrente. J T  SDt  im  nt 30 Como o valor a ser debitado na conta corrente corresponde ao total dos juros simples.d. Método Hamburguês para Cálculo dos Juros Simples: Cheques Especiais Para o cálculo dos juros simples e encargos dos Cheques Especiais pelo método Hamburguês utiliza-se a expressão para o cálculo dos juros simples aplicada aos saldos devedores a uma determinada taxa durante o período em que os saldos estiverem devedores. Dia/mês 02.00 2.00 D/C C D D C D C No.00 Saldo 8.03 Histórico Transporte Cheque Cheque Depósito Débito automático Depósito Valor 9.55 = R$ 53.03 16.35 referente a juros simples mais encargos de IOF. de seus clientes portadores de cheques especiais.Matemática Financeira 31 3.

a.000.00 c) R$ 6. uma letra de R$ 15.400.a. 1 mês e 20 dias antes de seu vencimento. Sabendo que o desconto por fora foi R$ 1.100.000. calcular o valor nominal a) R$ 105.00 Descontou-se. e) 1. tendo sofrido um desconto de R$ 70.300. Determinar o desconto por fora: a) R$ 700.m. uma duplicata vencível no dia 12 de maio.5% a. tendo produzido o líquido de R$ 47. Determinar o tempo.a.2% a.00. 5. produziu o liquido de R$ 5.00.m. a) R$ 6. 6.250.00 c) R$ 200.Matemática Financeira 32 EXERCÍCIOS PROPOSTOS 1. 90 dias antes de seu vencimento.00 Descontou-se. no dia 13 de março.. d) 1.000. à taxa de 5% a. c) 1.000. Determinar o valor nominal de uma promissória que. à taxa de 4.00 d) R$ 350. c) 5% a. 3. um letra.050.6% a.00 b) R$ 400. 4 meses antes de seu vencimento.00.000. uma duplicata de RF$ 90.00.00 e) R$ 92.00 d) R$ 151. Descontada por fora. 4.00 d) R$ 28. 8. 5 meses e 10 dias antes do seu vencimento.00 b) R$ 21.000. no Banco Alfa.980.800.00. 8 meses antes de seu vencimento.. em meses: a) 12 meses b) 8 meses c) 9 meses d) 11 meses e) 5 meses Uma empresa descontou por fora. 7.00: a) R$ 20.8% a.000.00 foi descontada por fora. b) 4% a.000.a.000. .00 b) R$ 6. d) 8% a.m. Roberto 2. tendo apresentado um líquido de R$ 13. 1 mês e 10 dias antes de seu vencimento. Determinar a taxa do desconto simples: a) 1. descontada por fora.400.a. b) 1.060.000.00 c) R$ 750.. uma duplicata de R$ 14.a.00 d) R$ 300. tendo apresentado um desconto de R$ 2. Qual a taxa de desconto simples usada na operação? a) 7% a.00 Apresentou-se.00 c) R$ 126.a.000.0% a. por fora.00.a.050.00 d) R$ 6. à taxa de 6% a.a.00 b) R$ 1. à taxa de 3% a. tendo sofrido um desconto de R$ 140.00 e) R$ 100. à taxa de 2/3%a.00 Determinar o valor nominal de uma letra de câmbio.m.00 b) R$ 250.00 e) R$ 270.00. a desconto comercial.000..00 c) R$ 25.00 e) R$ 6. a taxa de 3% a.00.800. Uma nota promissória de R$ 18. e) 6% a.a.00 e) R$ 11. Determinar o desconto sofrido pela mesma: a) R$ 200.1% a.00 O Banco desconta.00.000.m.a.

00.47 c) R$ 727.200.00 c) R$ 333. hoje.00 Uma pessoa deve pagar um título de R$ 150.00 b) R$ 368.64 a) R$ 3.47 b) R$ 627.47 Uma duplicata de 460. Calcular o valor desses pagamentos empregando a taxa de desconto simples comercial de 2% ao mês.m.07. Calcular o valor nominal do novo título. adotando-se uma taxa de juros simples de 30% a.74% a.264.Matemática Financeira 33 9.400.m. considerando o desconto simples comercial? a) R$ 19. 13.000. e) 17. sendo o desconto de R$ 135.m.85% ao mês.00 e) R$ 6. respectivamente.00 com vencimento para 2 meses. Sabendo que o valor do desconto foi de R$ 523. a uma taxa de 40% ao ano.00.64 b) R$ 4.8% a. Quanto tempo faltaria para o vencimento do título. foram descontados comercialmente.m.33.200.00. e outro de R$ 100.2006. O total dos descontos foi de R$ 2.000.24 (FISCAL DE TRIB CE) Qual o valor. 11. Se a pessoa deseja saldar os dois títulos com um único pagamento de R$ 250. b) 13. qual o prazo de seu vencimento.00 Um título com valor nominal igual a R$ 315. d) 26. Dois títulos com vencimento em 30 dias e 90 dias.m. 14. foi substituída por dois pagamentos iguais pra 4 e 5 meses. calcule a taxa de desconto simples comercial.00. deverá ser substituído por outro para 150 dias.09.2006.64 c) R$ 5.m. Se o valor nominal do segundo título é 60% do valor nominal do primeiro.00 c) R$ 20. Roberto 10. para a transação: a) R$ 527.00 e) R$ 21. para 90 dias.200.000.00 d) R$ 21. R$ 4. e o segundo a taxa simples de desconto de 3. considerando a taxa de desconto simples comercial de 2. se a taxa de juros do desconto comercial for igual a 2% a.08. .? a) 4 meses b) 4 meses e 6 dias c) 4 meses e 10 dias d) 4 meses e 16 dias e) 4 meses e 20 dias Um título de R$ 1. de um título de valor nominal de R$ 24. a uma taxa de desconto comercial simples de 6. calcular os valores nominais dos dois títulos.78% a. se o valor nominal do referido título fosse de R$ 4.00? a) 45 dias b) 40 dias c) 35 dias d) 30 dias e) 25 dias Uma duplicata com vencimento em 06.00 b) R$ 20.600.07.00.74% a.064. Resp.00 em 6 meses.24% a.64 d) R$ 6.710. (TRF) O desconto comercial de um título foi de R$ 150. O primeiro título foi descontado à taxa simples de 4% a.a.00 e) R$ 373.m.47 e) R$ 837. 15. 12.2006 foi descontada em 13.68% a.00 com vencimento em 15.68. calcule o valor nominal dessa duplicata.200. a) 16. em três meses.m. respectivamente.m.00 d) R$ 323.5% a. a) R$ 383.00.000.000.2006 foi descontada em 13. vencível ao fim de seis meses.200.47 d) R$ 827. 16. c) 14.

00 que vence em 36 dias. R$ 6.00 b) R$ 15.000.a. 21.09.07.2008.000 e) R$ 245.500.00 hoje e é emitido um novo título no valor de R$ 1.000 Uma duplicata de R$ 830.m.2008.05.000. propõe a prorrogação da dívida por mais 90 dias.0082% ao dia e taxa de serviço de R$ 4.000. João deve ao Banco R$ 190.a.2008 foi descontada em 11.000.000. e) 222.07.40% a.00 para o prazo de 90 dias. 2.000.a. calcular os valores nominais dos dois títulos.00. c) 112. Qual será a taxa de desconto comercial anual. com vencimento em 18.2008.00 e R$ 5. R$ 16.000.30.00 Uma duplicata com vencimento em 05.00 d) R$ 3. Sabendo que o valor do desconto foi de R$ 12.a.06.07.a.000.a. A taxa de desconto comercial adotada na operação foi de: a) 25% a. com vencimento em 06.00 e R$ 50.000. à taxa de desconto simples comercial de 8.00 e R$ 27. O primeiro título foi descontado à taxa de desconto simples igual a 5% ao mês e o segundo a taxa de desconto simples de 3% ao mês. se o prazo de antecipação do resgate for de 8 meses. o devedor paga R$ 148. foi descontada em 11.000.00. d) 30% a. IOF de 0.000.a.10. respectivamente. 2 meses e 10 dias  09.750.500.2008.1% a.35% a.87 Quando foi descontada a duplicata de R$ 1.000.2008 18.00. a uma taxa de desconto comercial simples de 6.00 que vence daqui a 30 dias.00 R$ 45.00 com vencimento em 20. Resp. Resp. 50% a.m.000 d) R$ 243. foi descontada em 25..85% ao mês.93 Uma duplicata com vencimento em 06. o valor do novo título será de: a) R$ 235. O Banco adota a taxa de desconto comercial simples de 72% a. O total dos descontos foi de R$ 3.07.456.00 e R$ 15.00 R$ 8.000.00 e R$ 18. c) 20% a. 22.240. à taxa de desconto simples comercial de 9% a. d) 122. Por não dispor de numerário suficiente. 23.00 e R$ 42. a) 90.00 e R$ 25. Calcule o valor nominal dessa duplicata.Matemática Financeira 34 a) b) c) d) e) 17.000.333 meses. 25.000. calcule o valor do desconto.08.50% a. b) 98. foram descontados comercialmente.000. Resp.m.00 e R$ 10.00.a. à taxa de desconto simples comercial de 7% a. 24.a.2008 foi descontada em 13. R$ 141.7% ao mês.. 20.00 O valor descontado comercial de uma duplicata é igual a um quarto de seu valor nominal.430.400. calcule o valor nominal dessa duplicata. Calcule o total das despesas.000 c) R$ 240.09 Uma duplicata de R$ 890. a) R$ 10.2008.00 R$ 25.2008.00 e R$ 15. Resp.a.25% a.000.00 e R$ 75. 19.00 e) R$ 8. Dois títulos com vencimento em 45 dias e 60 dias.a. Resp. Se o valor nominal do segundo título é igual a cinco vezes o valor nominal do primeiro.000.000. Roberto .00. R$ 188. b) 26% a. a uma taxa de desconto comercial simples de 6.558.000 b) R$ 238. que teve um desconto de R$ 270.000.00 R$ 30.00 Para refinanciar uma dívida de R$ 1. R$ 100.09.500.27.2008.00 c) R$ 5.. Sabendo que o valor do desconto foi de R$ 1. e) 24% a.

Dois candidatos apresentam propostas para compra a prazo: 1ª. se o IOF foi de R$ 7.2005.01. Uma duplicata de R$ 8.49 Uma empresa possui um título de valor nominal de R$ 3. e taxa de serviço de R$ 4.2006.00 foram descontadas comercialmente 69 e 129 dias antes do seu vencimento à taxa de 3. IOF de 0. R$ 5.795.08. com vencimento em 13.2006.2006.000. Sabendo que o IOF é de 0.43. foi descontada em 16.816.38%.75 por título descontado.0082% ao dia. Resp.0082% ao dia e taxa de serviço de R$ 4. Uma duplicata de R$ 1. calcule a data de vencimento da duplicata. Roberto 27.00 Uma duplicata no valor nominal de R$ 2.2008 à taxa de desconto comercial simples de 96% ao ano.20 por título.2% ao mês.75% a. 31. Sabendo que foi creditado na conta da empresa o valor de R$ 15.000.07.09. Sabendo que foi creditado na conta da empresa o valor de R$ 7. calcular o valor creditado na conta do cliente. 12.2006. à taxa de desconto comercial simples de 4.00 com vencimento para 30 e 60 dias.2008 foi descontada em 13.2% ao mês.600. 35. 1.00 e uma promissória de 168. sendo o IOF de R$ 12. Resp.0082% ao dia e a taxa de serviço é de R$ 6. Calcular o valor creditado na conta do cliente sabendo que é cobrada uma taxa de IOF no valor de 0.00.40 por título descontado e IOF cobrado à taxa de 0. calcule quanto tempo antes do vencimento foi descontada. Resp.08. Um proprietário deseja vender seu apartamento por R$ 200.00 à vista.0082% ao dia e taxa de serviço de R$ 3.05.3% ao mês.7% ao mês.0081% ao dia e uma taxa de serviço de R$ 6. mais IOF de 0.05 Uma duplicata com vencimento em 31.. IOF de 0. IOF de 0. mais IOF de 0.449. Resp. IOF de 0. calcule a taxa de desconto simples comercial cobrada pelo banco.2008 foi descontada em 23.m. R$ Qual o valor da duplicata que foi descontada em 13. Qual o valor creditado na conta da empresa pelo banco nessa operação de desconto? Resp.5% a. Uma duplicata de R$ 670.2007 e tem vencimento em 16. Resp.07. 38.000..08.5% ao mês.000. Calcule da taxa efetiva do desconto. 2ª. Sabendo-se que o IOF foi cobrado à taxa de 0.20. à taxa de desconto comercial simples de 4.0082% ao dia e taxa de serviço de R$ 4.60.627. um título de R$ 18. Resp.07. 32.00 com vencimento para 90 dias.2008. Duas duplicatas no valor nominal de R$ 2. sendo creditado na conta do cliente R$ 610.34.00 com vencimento para 26. . 36. IOF de 0.d.00 foi descontada à taxa de desconto comercial simples de 4. num banco que cobra taxa de desconto simples comercial de 8.00 e mais duas promissórias iguais de R$ 80.m. 30. à taxa de desconto simples comercial de 6. à taxa de desconto simples comercial de 7.02.0082% ao dia e taxa de serviço de R$ 5. IOF de 0. Sabendo-se que foi creditado na conta do cliente.80. Proposta: entrada de R$ 55. foi descontada em 04. em um banco que cobra uma taxa de serviço de R$ 1. R$ Uma empresa descontou em 11. foi descontado em 12.07. calcule a taxa efetiva do desconto.00. foi descontada em 02.2008.000. 34.04.2008 foi descontada em 26. Resp. Calcule o valor nominal da duplicata.00.580.000.00 foi resgatada 90 dias antes do seu vencimento à taxa de desconto comercial simples de 2.d. Resp Uma duplicata de R$ 760. 29.2008.00. Resp.d.00 e R$ 3.0082% ao dia e uma taxa de serviço de R$ 6.00. Calcule o valor creditado na conta da empresa. taxa de serviço de R$ 2.Matemática Financeira 35 26.0082% ao dia e taxa de serviço de R$ 5.8% ao mês.8% ao mês. com vencimento em 17.40.07. 37.m.2008.2008. R$ Uma duplicata de R$ 3.000. Uma duplicata de R$ 830.64? Resp. 33.00 com vencimento em 31. à taxa de desconto simples comercial de 4. Resp.03.00 com vencimento em 31. 39.000.08.2008.2006 foi descontada em 14.360.00 com vencimento em 01.2008.943. Calcule o valor creditado na conta da empresa.0082% a.00. IOF de 0. o valor de R$ 8.800.07.2006. pois necessita dos recursos financeiros imediatamente.m. qual o valor nominal desse título? Resp.90 por título descontado.0082% ao dia e uma taxa de serviço de R$ 4.00. . Uma duplicata com vencimento em 25. Sabendo que para retirar o dinheiro creditado na conta a empresa terá despesa de CPMF de 0. à taxa de desconto comercial simples de 4. Proposta: entrada de R$ 57.07.60.500.06. 28. num banco que cobra uma taxa de desconto comercial de 9% a.20.450.07.2% a.08.0082% a.07. e uma taxa de serviço de R$ 3.0082% a.

Um banco adota no desconto comercial simples a taxa de 6% ao mês e cobra também uma taxa de serviço de R$ 1.. 42.0082% ao dia. Taxa Média e Prazo Médio nas operações de Desconto Simples Comercial 1. foram descontados comercialmente. 35 dias antes do vencimento. Resp. 0.843% ao mês Uma empresa pretende saber qual a taxa média e o prazo médio se fizer os seguintes descontos: uma duplicata de R$ 640.00.. calcular a taxa média de desconto. 5 e 7 meses.773.200. im = 3.000.5% a. com vencimentos para 60. de valores iguais a R$ 12.740.5 Total n m= 112.m. 44. respectivamente..2 4.m.m. taxa de IOF de 0.0082% ao dia. Um título com valor nominal de R$ 2.00 com vencimento em 22 de outubro foi resgatado em 18 de junho do mesmo ano.20 por cada título descontado e um IOF à taxa de 0.54 13. Resp. Dois títulos com vencimento em 30 dias e 90 dias.246% ao mês. Considerando que foi paga uma taxa de serviço de R$ 1.70 e IOF à taxa de 0. Uma empresa apresenta a um banco. em qualquer das propostas acima. procura o Banco Beta que desconta os títulos cobrando à taxa de desconto simples comercial de 96% ao ano e mais uma taxa de serviço de R$ 2. 39.80 pelo título descontado e a taxa de IOF foi de 0.00 Valor do desconto D=N. Resp.00.57 por título descontado. 3 duplicatas de R$ 362. qual o valor creditado na conta do cliente? Resp.300.00 62. . à taxa de desconto comercial simples de 6.00.00. uma duplicata de R$ 960. Calcular o valor creditado pelo banco na conta da empresa. Qual a taxa efetiva do desconto cobrada pelo Banco nessa operação de desconto antes do saque? Resp. Sabendo-se que o desconto comercial de três títulos. à taxa de desconto comercial simples 4.1 3.8% ao mês.00. 43 dias antes do vencimento.60 por título descontado e um IOF à taxa de 0. à taxa de desconto comercial simples de 5.507.000. 1 2 3 4 Taxa de juro simples mensal de desconto (% ) 3. faltando 100 dias para seu vencimento logo após o saque? Resp. Necessitando descontar esse título. Uma empresa possui um título com vencimento para 75 dias e valor nominal igual a R$ 3. O total dos descontos foi de R$ 1.3 dias Prazo (em dias) 147 68 113 96 Valor do título 105.m.m. 120 e 180 dias.00.2% a.00 cada uma.00. resultou num valor líquido de R$ 28.4% a.500.00 311.442.00.700.820. R$ 15.246% a.21 8.6 4.706% ao mês 2.Matemática Financeira 36 Certo Banco descontará as promissórias que o proprietário receber.n 16.00 47. sabendo-se que a taxa de desconto comercial simples cobrada é de 2. Resp.1881% a.00 com vencimento para daqui a cinco meses foi descontada a uma taxa de desconto simples comercial de 24% ao ano.d.000.900. .00 95. A taxa de juros simples do desconto comercial adotada foi de 5% ao mês mais uma taxa de serviço de R$ 4.m. 39 dias antes de vencimento.000.i.800.00 e R$ 10. O primeiro título foi descontado à taxa de desconto simples igual a 4% ao mês e o segundo a taxa de desconto simples de 3. 41. Se o valor nominal do primeiro título é 40% do valor nominal do segundo.0082% a.35 Resp.45 por título descontado além do IOF cobrado à taxa simples de 0. creditado na conta do cliente.0082% ao dia. para desconto.8% a.187. 43. 45.d. Resp. R$ 4.650.464. com prazos de respectivamente 3. e taxa de serviço de R$ 4. Qual a taxa efetiva do desconto comercial cobrada pelo banco no desconto de um título de valor nominal de R$ 2. calcular os valores nominais dos dois títulos. e é cobrada uma taxa de serviço de R$ 3.60 43.00.378378 dias Roberto 3. oferecendo uma taxa de desconto comercial simples de 4% a. 3.400. Calcular a taxa média e o prazo médio dos seguintes títulos descontados: Nº.800. Interessaria ao proprietário vender o apartamento a prazo e descontar de imediato as promissórias e sacar o dinheiro no Banco referido acima? Em caso afirmativo que proposta escolherá? 40.00 4.000. e uma duplicata de R$ 1.00 e R$ 6.190. calcular a taxa efetiva do desconto após o saque da conta.00 Uma duplicata de valor nominal igual a R$ 72.

uma de R$ 540. e 5.8% a.6% a.56 155.m.09.8% a. Data 03-08 09-08 10-08 19-08 21-08 22-08 25-08 27-08 Histórico Transporte Cheque Cheque Conta de luz Deposito Cheque Deposito Cheque Crédito Débito 1.08. no início do mês de maio. 3.000.2006 e taxa de 4.m.. Um correntista mantém uma conta em um banco que cobra a taxa de juros simples 15% a.00.m. com vencimento em 08. durante o mês de abril.80% a.70% a. sabendo que o desconto comercial simples foi em 12. 22. Resp. 0.m.. Um correntista mantém uma conta em um banco que cobra 12. com a movimentação conforme extrato abaixo. R$ 790.9% a.2006 e taxa de desconto comercial simples de 3. com a movimentação conforme extrato abaixo. R$ 2.2006.56 175.00 80. e 90. serão descontados em 16.2% a..238674 meses 5.590. 10.06.2006. com a movimentação conforme extrato abaixo.m.5% a.2006.2006? Resp. foram descontados em 27.00 1.2006.678. Calcule a taxa média.912633 dias Os títulos de R$ 860. sobre os saldos devedores.208. vencendo respectivamente em 27.00 Saldo 684.91 .2006 e 08. Sabendo-se que esse banco cobra juros de 8.00 - 2. Calcule a taxa média e o prazo médio. Roberto . 0.4% a.00 75..85 .00.00. R$ 1.151928% a.60 200. Títulos de R$ 350.07.m. sobre os saldos devedores apure quanto será debitado no dia primeiro do mês subseqüente.2006. uma de R$ 390.08. 3.00 e R$ 940.4%a.00.m. e que a movimentação da conta desse cliente. Data 01-04 02-04 04-04 09-04 17-04 22-04 25-04 30-04 Histórico Transporte Cheque Cheque Conta de luz Deposito Cheque Deposito Cheque Crédito Débito 1.2006 e taxa de 3.600.25 78. sobre os saldos devedores apure quanto será debitado no dia primeiro do mês subseqüente.D 1.10% a. Resp.500. Qual é o prazo médio de uma duplicata de R4 870.Matemática Financeira 37 4.10.5% a..70% a.684.09.00.00 8.C 1.806.2006.790. 1.145432% a.00 2. uma de R$ 430.d.200.00.08.07.00.230.2006 e com taxas de desconto comercial simples de 2. debitados mensalmente.30 806.09.00 - 4.08. e 4.d.08. MÉTODO HAMBURGUÊS 1.08.00 e R$ 4. 3. é a transcrita a seguir.00 - 3.08. 03.m.00.m.m.2006 e 20.684.m.2006. vencendo respectivamente em 09.m.m.25 1. Um cliente do “Banco Crédito S/A” possui um “cheque especial” com limite fixado em R$ 3.09.m. calcular o valor dos juros debitados na conta do cliente.m. Data 01-06 02-06 04-06 09-06 17-06 22-06 25-06 30-06 Histórico Transporte Cheque Cheque Conta de luz Deposito Cheque Deposito Cheque Crédito Débito 508. com vencimento em 21.678. com vencimento em 30.95 544. Um correntista mantém uma conta em um banco que cobra 7.00 Saldo 1.2006 e taxa de 4.D 600.00 Saldo 1. 14.. R$ 740.85 ..544.00.00.55 544.. e tendo respectivamente as taxas de desconto comercial simples de 4. sobre os saldos devedores apure quanto será debitado no dia primeiro do mês subseqüente.m.30 806.00 com vencimento em 14.6% a.000.30 3.6% a. 4. 6.

00 3.C 600.85 .684.00 Saldo 1. referente ao semestre findo em 30-06. apresentou a movimentação transcrita a seguir.85 . no seu extrato de conta corrente bancária.200.000.56 175. Admitindo-se por hipótese que o banco em que essa empresa mantinha conta.5% a. sobre os saldos credores apure quanto será creditado no dia primeiro do mês subseqüente.00 Débito 3.00 500.00 296.C 38 600.C Roberto . juros simples à taxa de 12% a.00 Saldo 1. sobre os saldos credores. Um correntista mantém uma conta em um banco que paga a taxa de juros simples 0.185. Uma empresa. referente ao 1º semestre de determinado ano bissexto.60 1.00 1. Data 14-01 19-01 10-02 29-02 13-03 08-04 20-05 21-06 Histórico Deposito Deposito Cheque Aviso de Débito Deposito Cheque Deposito Cheque Crédito 5.95 544. Data 01-01 02-01 04-01 09-01 17-01 22-01 25-01 30-01 Histórico Transporte Cheque Cheque Conta de luz Deposito Cheque Deposito Cheque Crédito Débito 508.00 - 6.508.150.725.678.56 175.000.678.00 1.30 806.000.25 1.a. calcular o valor dos juros creditado a essa empresa em 01-07.00 .00 Saldo 5. com a movimentação conforme extrato abaixo. pagava semestralmente.30 806.500.684.Matemática Financeira Data 01-01 02-01 04-01 09-01 17-01 22-01 25-01 30-01 Histórico Transporte Cheque Cheque Conta de luz Deposito Cheque Deposito Cheque Crédito Débito 1.25 1.00 10.m.60 200.95 544.00 - 5.

Cálculo do Montante Composto Montante é igual ao valor aplicado acrescido dos juros... ou seja. “n“ vezes Logo O fator ( 1 + i )n é chamado de “fator de acumulação de capital” e o fator de “fator de descapitalização”. C 0 M1 i1 1 M2 i2 2 M3 i3 3 M4 i4 4 Mn-1 in-1 n-1 Mn in n Na data 1 Na data 2 Na data 3     M1 = C + C X i 1  M1 = C(1 + i1) M2 = M1 + M1 X i2  M2 = M1(1 +i2)  M2 = C(1 + i1) (1 +i2) M3 = M2 + M2 X i3  M3 = M2(1 + i3)  M3 = C(1 + i1) (1 +i2) (1 + i3) Mn = Mn-1 + Mn-1 X in ....... 1  in 1 é chamado Roberto ..1.. in = i Substituindo na expressão de montante acima. (1 +i) .. temos: M = C(1 + i) (1 +i) (1 + i) (1 + i) . teremos: M = C(1 + i1) (1 +i2) (1 + i3) (1 + i4) ..Matemática Financeira 39 4. 4.. são incorporados ao capital ou saldo existente passando a participar da geração de juros do período seguinte.. Os juros gerados pela aplicação da taxa de juros sobre o último saldo.. REGIME DE CAPITALIZAÇÃO COMPOSTA O Regime de Capitalização Composta tem grande importância financeira por retratar melhor a realidade. (1 +in) b) Montante para taxas iguais em cada período de capitalização Admitindo i1 = i2 = i3 = i4 = ..... M = C + J. (1 +in) Na data n No final de “n” períodos de capitalização composta.. a) Montante para taxas diferentes em cada período de capitalização Consideremos um determinado capital C aplicado a uma taxa variável de juros composto i t por período de capitalização para receber juros.  Mn = Mn-1(1 +in) Mn = C(1 + i1)(1 +i2)(1 + i3) ..

ou seja.2. e) O juro produzido ao fim de cada período renderá juro nos períodos seguintes. (1 +in). * (MARE) Na capitalização composta: a) A sequencia dos juros produzidos por período é constante..1  in   C b) Juros compostos para taxa fixa J = M – C. d) Uma taxa mensal de 15% é equivalente a uma taxa bimestral de 30%.Matemática Financeira 40 4. temos: J  C  (1  i1 )  (1  i2 )  1  i3   . (BC) Na capitalização composta: a) O montante é constante. M = C + J. Substituindo M por C( 1 + i )n .. a) Cálculo dos Juros compostos para taxa variável em cada período J = M .. b) A sequencia dos montantes ao fim de cada período cresce em progressão aritmética. temos. neste caso J = M – C. b) O juro produzido por período é constante.. 3. * (Transpetro) O crescimento de um montante sobre juros compostos é: a) Exponencial * b) Quadrática c) Log-linear d) Linear e) Browniano O montante de uma capitalização composta será maior que o de uma capitalização simples quando o período de tempo for: a) Menor que um b) Maior que um * c) Menor que zero d) Igual a um e) Igual a zero 2. Cálculo dos Juros Compostos Sabemos que o Montante é igual a soma do principal “C” aos juros “J” que a aplicação rende. no prazo “n” considerado e à taxa de juros “i” estipulada. Roberto . 4... d) Uma taxa mensal de 2% é equivalente a uma taxa bimestral de 4%. c) Só rende juro o capital aplicado inicialmente. J = C( 1 + i ) – C n ou Exercícios conceituais 1. c) Só o capital aplicado inicialmente rende juros. e) O capital que rende juro em um período é o montante do final do período anterior. ao fim de cada período.C Substituindo M por C(1 + i1) (1 +i2) (1 + i3) (1 + i4) .

4% no segundo mês e 5% no terceiro mês.4185 1. Uso de tabelas Na capitalização composta utiliza-se a função exponencial para obtenção dos valores desejados.2682 3% 1.6058 1.00 b) 1.000.124.2155 1.m.0200 1.0404 1.1041 1. na base de 10% a.00 no inicio de cada um de três meses. no final do terceiro mês.0122 7% 1. conforme a tabela abaixo.1589 2. * Uma pessoa depositou num fundo de investimento três parcelas de $ 100.0406 1.2668 1.1000 1.3674 2.00 * e) Menor do que aquele que seria obtido pelo regime de juros simples (ESAF) Se um capital cresce sucessiva e cumulativamente durante três anos.1664 1.000.2763 1. com as seguintes taxas de juros compostos mensal. pelo período de três meses.a.1699 1..2625 1.0500 1.0900 1.9990 2.170.2950 1.1262 1.0824 1. no regime de juros compostos.000. 3% no primeiro mês. resulta.1576 1.3439 1.a.7908 1.1384 Basta cruzar os valores.0510 1.8983 2.. a) 70% b) 84.4116 1.1436 2.6105 1.0927 1.9672 2.1910 1.000.80 * d) 420.30 c) 409.5938 1..2434 1.2597 1.6010 5% 1.4802 1. 8.7716 1.00.4026 1.00 b) 352.2167 1. seu valor final é: a) 30% superior ao capital inicial.1249 1.1593 1.4233 1.0937 1.00 d) Superior a $ 13. no final do segundo mês. Roberto .0612 1.76 * c) 1.1719 2.00 Um capital de $ 1.3310 1.00 foi aplicado durante três meses.0700 1.7103 1. n 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 1% 1. no final do primeiro mês.6289 1. acrescido de 20%.1487 1.2190 1.0300 1.1255 1.8127 10% 1. do prazo (n) com o da taxa para obter o valor de (1 + i)n.8509 1.65 e) 1.00 c) Inferior a $ 13. d) Aproximadamente 133% do capital inicial. Calcule a taxa acumulada no período. foi acrescido de 10%.1941 1.9487 2.1717 1. 9.4775 1.a. a) 1.3382 1. supondo a vigência de juros compostos.4258 4% 1.Matemática Financeira 41 5.4071 1.8% * c) 94. seu capital acumulado foi de: a) 345.1268 2% 1.8531 3.00 Uma aplicação foi feita por três anos.5036 1. Indique o montante ao fim do terceiro mês.1951 1.1049 2. No final dos três meses.3159 1. Seu capital.0816 1.6771 1.3579 2.50 e) 435.8385 1.0400 1.0100 1.0829 1.1046 1.000.5007 1.7% e) 102.116.5182 9% 1.5869 1.0615 1.7182 1.3401 1.5804 2.00 b) De $ 13. a uma taxa de juros de 10% a. A n principal equação da capitalização composta é M  C  1  i .2250 1. As taxas anuais vigentes foram iguais a 10% a.4693 1.3842 1.6% 6.6895 1.0721 1.3316 2.110.1881 1.00 d) 1.2522 8% 1.1236 1. n Muitas provas de concurso costumam apresentar tabelas com o fator (1 + i) .2299 1.3048 1.0201 1.1025 1.5386 1.0600 1.7138 1.5937 2.7959 6% 1.8280 1. um montante acumulado: a) De $ 3. 20% a. (ESAF) A aplicação de um capital de $ 10.120.0800 1. c) Aproximadamente 150% do capital inicial. foi acrescido de 15% e no final do terceiro mês.1157 1.0303 1.4% d) 98.5513 1. b) 130% do valor do capital inicial.3108 1.3686 1.4641 1.9926 2. 7.5395 1.3605 1.1449 1.2653 1. e 40% a.0609 1.000.a.2100 1.

70 c) 1.271. Aplicando-se a juros compostos.00 a ser paga 45 dias da compra. Em que prazo uma aplicação de R$ 3.750.. aplicados à taxa de juros compostos de 3% a.76% a.06 c) R$ 965. gera um resgate de R$ 5.76% a.m.76% a. a) R$ 786.000. 12. 3. 5. a) 8 meses b) 9 meses c) 10 meses d) 11 meses e) 12 meses O valor de R$ 440.66 e) R$ 546.m.00 d) R$ 42.286.172. respectivamente. 14. é: a) R$ 24..000.07 b) 1.000. 4.Matemática Financeira 42 EXERCÍCIOS PROPOSTOS 1. Calcule o montante.8% a.m.749.271. Uma pessoa aplicou o valor de R$ 780.000. 7.00 d) R$ 64.3%.77 d) 1.7% e 15.000.07 Um fogão está sendo vendido nas seguintes condições: à vista R$ 400.m.00 b) R$ 57.721.32 b) R$ 865.000.60 Se uma caderneta de poupança fornece durante 4 meses taxas mensais de rentabilidade (entre juros e correção monetária) de. Quanto tempo ficou aplicado? a) 2 meses b) 3 meses c) 5 meses d) 6 meses e) 8 meses A quantia de R$ 15. 6.00 e) 1.00 no início do período citado? a) 1.38 à taxa de 3.00 é empregada a uma taxa de juros de 20% ao mês.000.76% a..826.045.00 no regime de juros compostos.00 Qual o montante de R$ 50. Roberto .m.628.25% a. 13. formando um montante de R$ 489. à taxa de juros compostos de 1. d) 11. b) 9.000. Qual a taxa de juros compostos mensal cobrada na compra a prazo? a) 8.00 foi aplicado em RDB.045. por dois meses? a) R$ 53.00 ou a prazo com 50% do valor à vista no ato da compra e mais uma parcela de R$ 230.000. três meses depois.m. e) 12.00 e) R$ 71.920. que capital acumulado teremos quando é depositado R$ 1.862.2%.00 e) R$ 48.m. o valor deverá ser pago para a quitação de uma dívida.71.06 d) R$ 666.920.00 c) R$ 40.00.4%.m.00 c) R$ 60.00 2.721.00 numa conta que paga juros a uma taxa composta de 23% ao ano durante 6 meses.76% a.000. c) 10.682.00 b) R$ 25.

00 e) R$ 5. b) 8% a..620. Se o banco pagou juros compostos à taxa de 10% ao trimestre. em um ano.000.00 O montante de uma capitalização composta será maior que o de uma capitalização simples quando o período de tempo for: a) Menor que um b) Maior que um c) Menor que zero d) Igual a um e) Igual a zero (TCF) Uma pessoa aplicou seu capital durante quatro meses.00 (AFC) Certo tipo de aplicação duplica o valor da aplicação a cada dois meses. Para obter o mesmo juro.000. os juros resultantes dessa aplicação serão: a) R$ 98. a cada mês.72 d) US$ 3. uma pessoa depositou R$ 2. No fim do período. 14. em igual período.720.00 d) R$ 90. 12.00 que aplicou.00 Quanto devo aplicar em regime de juros compostos.000.06.2006.391.00 c) R$ 5. 9. c) 10% a.00 e) R$ 80.00 d) R$ 5.00 c) R$ 110.m.00 em 05. num regime de capitalização composta.00.2006 e R$ 3.00 b) R$ 101. Roberto . produz um montante de quantos dólares? a) US$ 3.09.72 b) US$ 3.00 e) R$ 121.591.72 c) US$ 3.41 por cada R$ 100. (CEF) Pretendendo guardar certa quantia para as festas de fim de ano.12.480.00 em 05. 13.72 (CEF) Um capital de R$ 2.100.a. e) 15% a.680.291. aplicado à taxa composta de 5% a.m.00 b) R$ 5.000.491. Essa aplicação renderá 700% de juros.00? a) R$ 150.000. verificou que receberá R$ 46. essa pessoa tinha um total de: a) R$ 5.2006. Após um período de dois meses.m.00 d) R$ 114. qual deve ser a taxa fixa (constante) mensal a que outra pessoa deve aplicar um capital igual ao primeiro.00 esteve aplicado à taxa mensal de 2%.000. à taxa de 10% a. 10.000.m. a taxas variáveis.00 b) R$ 120. para no fim de três anos obter juros correspondentes a R$ 33. d) 12% a. em: a) 5 meses e meio b) 6 meses c) 3 meses e meio d) 5 meses e) 3 meses (Metrô RJ) Um capital de US$2.320.m.00 c) R$ 100.Matemática Financeira 43 8.m.500.000. 11. em 05. no regime de juros compostos? a) 7% a.

22. a) Seis meses b) Oito meses c) Sete meses d) Dez meses e) Nove meses Roberto 19.02 9 25.a.880. 17. Quanto recebeu de juros? a) R$ 35.00 foi aplicado a juros compostos.200. Se.m.650. em um ano.401.69. 25.000. rendendo juros de R$ 83.401.m. 6 meses O valor de R$ 670. respectivamente.00 e) R$ 16.280. teremos após 3 anos.000  1.. (BB) Numa financeira. Dividiu esta aplicação em duas partes. O valor de R$ 1.m.13 e 151.m. um capital de R$ 145.00 b) R$ 21. após este prazo.00 d) R$ 377.36 a mais.87 b) 149.13 e 148. a) R$ 557. com a capitalização semestral.000  1. Calcule a taxa de juros. Caso houvesse aplicado a juros compostos.00 O valor de R$ 440.87 c) 150. Uma parte foi aplicada no Banco Alfa.m.m. e a outra parte no Banco Beta. formando um montante de R$ 4.00 a juros compostos de 6% ao trimestre.401. em real.Matemática Financeira 44 15.71.13 e 149. Resp.280.000. os valores de aplicação. formando um montante de R$ 489.598. Quanto tempo ficou aplicado? Resp.00 c) R$ 58. 6 meses O valor de R$ 230.00.000.8% a. durante 3 anos e dois meses.888.m.033. à taxa de 8% a.613.420.100.696892% a.7% a.000  1. rendendo juros de R$ 1. Resp.00 foi aplicado a juros compostos durante sete anos e um mês.02 25.02 9 18.87 d) 151.00 e) R$ 397.032. O prazo de ambas as aplicações foi de um mês.00 deve ser aplicado a uma taxa de 1. à taxa de 6% a. 23.3% ao mês para produzir R$1. Quanto renderá de juros ali. à taxa de 12% a. em cada banco foram.00. Calcule a taxa de juros.87 Se aplicarmos R$ 25. Resp. no regime de juros simples.000.00 d) R$ 45. 20.00 foi aplicado a juros compostos durante 2 anos e três meses..3% a.420. a importância correspondente a: 12 a) 25. Calcule a taxa de juros.000  1.633. ambas em juros compostos.00 foi aplicado a juros compostos à taxa de 2. formando um montante de 4. à taxa de juros compostos de 1. 1. O valor de R$ 3.598.87 e) 152.130.06 12 12 25.00 para aplicar.92.598.598. 7 meses O valor de R$ 1.35.00 (BB) Um investidor dispunha de R$ 300. . 4.m. Quanto tempo ficou aplicado? Resp.00 foi aplicado a juros compostos.598. os valores resgatados forem iguais nos dois bancos. teria recebido R$ 2. a) 148. no regime de juros compostos.13 e 150. formando um montante de R$ 863..00 b) R$ 542.00 c) R$ 412.00. à mesma taxa.06 b) c) d) e) 16. Determinar o número de meses que um capital de R$10. 24. os juros são capitalizados trimestralmente..088. 1.983606% a.032.568808% a.57 de juros.401.000. 25. a uma taxa de 40% ao trimestre.13 e 147. Resp.401. em reais.00 foi aplicado em RDB. (ESAF) Veríssimo aplicou seu capital durante três anos.000. Quanto tempo ficou aplicado. 21.000  1. à taxa de juros compostos de 1.

000.33.m. no regime de juros compostos. Um investidor fez uma aplicação.00.400.5% ao mês.00 pelo prazo de um ano.25% a.00 e 1. c) R$10.567. a) I .00 e R$13.4500% a.000.aplicação de um valor mínimo de R$100.09 e II .000.000.$104.600. a) R$50.200.245. Se o prazo do investimento fosse de nove meses. II . a) $11.890. a taxa de juros seria a mesma e o montante obtido seria de R$11. No final de dois anos.00 d) 1.182.84 e) I .567.000.00 Um investidor aplicou 40% de seu capital a 12% ao ano e o restante.09 e II . 29. com um valor 20% superior à primeira. R$11.$104.00 b) $11.89 Um investidor aplicou um principal a uma determinada taxa de juros compostos e obteve um montante de R$10.00 e R$14.000.789. 31. 28.71 no final de três meses.000. durante os últimos oito meses.493. a uma taxa de 1.78 Um investidor fez uma aplicação de R$10.00 aplicada num banco.567. a) 1.567.00 Um investidor tem uma poupança de R$100.$105. a taxa obtida foi de 1% ao mês e..84 Roberto 27.25% ao mês..m.2500% a.00 b) 1.92.00 e) $8.000.15% a.m.500.00 d) $10.$104. no regime de juros compostos.$104..882.869.000. R$12.00.m.m.m.00.680.m.$104. Determinar o montante acumulado por esse investidor no final dos três meses em cada uma dessas hipóteses de investimento.m. .567.800.52 c) R$40.00 e 1.2500% a.00 e) 1.00 d) R$34.00.081. a taxa foi aumentada para 1.98 e) $11.09 e II . que produziu um montante de R$18.98 c) $9. a) $8.264. b) R$10.000.882. Durante os primeiros quatro meses.m. no regime de juros compostos.52 no final de 12 meses.05% a. Determinar o valor de resgate dessa aplicação no final de 12 meses no regime de juros compostos.00 b) R$41.84 b) I . sabendo-se que os juros acumulados no final de dois anos foram de $2.00 e R$12.00 e 1. R$12.200.000..400.84 c) I . a diferença entre os montantes acumulados nas duas aplicações totalizou R$12.000.00 e 1. com a mesma taxa de juros.882.05% a. no regime de juros compostos.200.90 e) R$43. a uma taxa de 2% ao mês. Um investidor aplicou 20% do seu capital a 15% ao ano.2897% a.Matemática Financeira 45 26. Determinar o capital total investido.10% a. Determinar o principal aplicado e a taxa de juros mensal dessas duas aplicações.500.000. que produziu um montante de R$15.. Determinar a taxa de juros mensal dessas duas aplicações e seus respectivos valores.598.00 e R$16. a) R$10. c) $11. 30. O mesmo investidor fez uma segunda aplicação.00 e R$14.000. 25% do seu capital a 18% ao ano e o restante a 12% ao ano. Determinar o valor do principal aplicado. pelo prazo de três meses.000.09 e II . R$10. com uma remuneração efetiva de 1.2600% a.$104.440.132.00 e 1.389.aplicação de um valor máximo de R$50. R$14.981.$104.47 b) $8.000. no regime de juros compostos.2% ao mês.00.594.$114.250.379.84 d) I . pelo prazo de três meses. mas as seguintes alternativas de investimentos lhe são oferecidas: I . a juros compostos.17 no final de oito meses.00 c) 1.m. a 15% ao ano. d) $11. Essa poupança poderá ser mantida nos próximos três meses. d) R$10. e) R$10.$114.09 e II .

Calcular o valor de cada um dos capitais.54 Uma empresa pretende comprar um equipamento por $100. 16 meses Um empresário tomou um empréstimo. Resp. deseja saber que taxa anual de juros ganhou? Resp: i = 30% a.00 produziu um montante de R$ 32. renderia em 3 meses juros de R$18.37. o primeiro a taxa de juro composto de 2% ao mês e o segundo a taxa de 1.601.00 em uma instituição que paga 3% a.149. 13. Um capital foi aplicado por seis meses à taxa de juro composto de 15% a.16 para pagamento dos juros do empréstimo do Banco Alfa.38 e R$ 4. determinar a taxa de juro mensal ganha pelo segundo capital. Tendo sido informado de que este montante incluía R$ 3.529.5% a.644.52 e 3. o primeiro de $2. fosse reaplicado à mesma taxa de juro. Após certo período de tempo. determinar qual o prazo em que um empréstimo de R$ 2.44 A que taxa de juros um capital aplicado pode ser resgatado.000.17 anos.a.590.000 maior que o segundo e seu rendimento excedeu em $6. R$ 3. 40. Um investidor aplicou R$ 25.00 a uma taxa de juros compostos de 21. produziu um montante de R$5.a.42.00 no prazo de três meses.083. Uma empresa obtém um empréstimo de R$ 700. Ao resgatar um título. Se a taxa de juro composto ganha for de 10% ao mês. Qual o montante a ser pago no final de cada empréstimo? Resp. Considerando uma taxa de juro composto ganha pelo primeiro capital de 5% ao mês e sabendo-se que esse capital rendeu $100 a mais do que o segundo.86 referentes aos juros creditados. Resp. calcular o valor pelo qual esse empréstimo deverá ser quitado. no final de dois anos.m. faz um novo empréstimo. 47.00? Resp. 35.Resp.00 será resgatado por R$ 3. no Banco Alfa. prorrogando o primeiro empréstimo por mais quatro meses à taxa de 4.085. à taxa de juros compostos de 4.725.52 Dois capitais. pelo prazo de três meses à uma taxa de juros compostos de 5% a. 42. 3.440. Resp: $32. O primeiro capital é $10. 46. 37. Calcule quantos meses foram necessários para se obter esse resultado.a. por 40 e 32 dias. Quanto tempo ficou o dinheiro aplicado? Resp: 12 meses.250.m.800 foram aplicados.000.85% a. R$ 1. R$ 30. Qual é montante auferido em um investimento de R$ 10. e 132. Resp: 7. calcular o valor do investimento. Um investimento resultou em um montante de $43. Ao final desse período. no final de 17 meses. 44.5% ao mês. Cinco trimestres 34. após 6 meses da aplicação. cujo vencimento ocorrerá no final de 7 meses? Resp. se o montante ao término do prazo.m.400 e o segundo de $1. Sabendo-se que a taxa de juros é de 25% ao semestre. 39. 48. Resp.30% a. que aplicado à taxa de 18% ao trimestre durante 180 dias.82.214. R$ 500.000.? Resp: R$ 15. Dois capitais foram aplicados durante dois anos.000 daqui a quatro anos com o montante de uma aplicação financeira.a. respectivamente. pelo dobro do seu valor? Resp: i = 4.306.92 A aplicação de R$400. Resp. 309 dias Uma aplicação financeira de R$ 25.00 proporcionou um resgate de R$610.440. 37. Determinar as taxas mensal e anual dessa operação.98 Qual o valor do capital. Em quanto tempo triplica uma população que cresce a taxa de 3% ao ano? Resp. 33.a. 43. Roberto . ele recebeu R$ 35. Calcular o valor da aplicação necessária se a taxa de juro composto for de 13% ao trimestre. 41.700 o rendimento do segundo capital.5% a. diminuído da metade dos juros ganhos.412. Determinar o valor do capital sabendo-se que.000.00 que será liquidado de uma só vez. no Banco Beta.m para ser pago daqui a três meses.000.86 Sabendo-se que a taxa trimestral de juros cobrada por uma instituição financeira é de 12. a juros compostos de 15.083. 38.78% ao mês para saldar uma dívida no valor de R$16. não dispondo de recursos para liquidar a dívida. estando neste valor incluídos os juros creditados e o capital investido.884.00 por 4 anos e 9 meses à taxa de juros compostos de 10% a. Resp.91% a.00.m. no regime de juros compostos.486%. o investigador recebeu R$ 25. 45.46 no final de seis meses. 36. R$ 5.708.m. Resp: 14. Em que prazo um investidor poderá receber o dobro da sua aplicação? Resp.000.02. Certa aplicação rende 0.19% a. Quanto deveria aplicar hoje. no valor de R$ 3.62.86.225% ao dia. 49.162% a.Matemática Financeira 46 32.m.89.

Um investidor empregou 40% de seu capital à taxa de juros compostos de 24% ao ano e o restante à taxa de juros compostos de 18% ao ano.00.m.8% do valor à vista no ato da compra e R$ 91.040.. A empresa GAMA para salário de R$ 14.84 daqui a 4 meses.34 A empresa ALFA paga.30 Um capital foi aplicado por dois anos à taxa de juros compostos de 20% ao ano. Considerar a capitalização composta.Matemática Financeira 47 50.00 Um investidor empregou 70% de seu capital à taxa de juros compostos de 24% ao ano e o restante à taxa de juros compostos de 18% ao ano.105. 59. Após esse prazo resgatei o montante e reapliquei 50% desse valor por mais 216 dias a uma determinada taxa de juros compostos resgatando a quantia de R$ 281.000.a.m. Resp. Indique o número de meses em que o salário da empresa ALFA é igual ao da empresa GAMA.000.16%a m.000.28. O investidor teve de pagar um imposto de 3% sobre o rendimento e uma comissão de 1. qual a taxa de juros compostos anual da segunda aplicação? Resp. Roberto . 51.00 teve um rendimento nominal de R$ 5. 4. 56.522%.0000. Determinar a taxa de juros compostos cobrada pela loja.00 Apliquei R$ 500. Sabendo que no final do prazo o Sr.000.048761 meses Uma loja oferece um relógio por R$ 900. 26. Ao término desse prazo. comprar um automóvel de R$ 25. sabendo-se que os capitais foram aplicados pelo prazo de dezoito meses e que juntas rederam juros totais de R$ 3.031. 63. aproximadamente. 5% a.75. após 144 dias.00 com reajuste mensal de 7. R$ 12. Considerando que a taxa de juros composta nominal ganha foi de 120% ao ano capitalizada mensalmente. Calcular quantos meses.137.355. 58.a.50.000.400. Calcular o valor do capital inicialmente aplicado. Antônio pretende. de tal forma que possa comprar o automóvel com o rendimento da aplicação? Resp .00 com reajuste mensal de 10%. Um capital foi aplicado por dois anos à taxa de juros compostos de 2% ao mês. Paga R$ 20.00 Um trator pode ser comprado à vista por R$ 120. Calcular o valor do capital inicialmente aplicado.m.850. qual o valor do capital inicial do investidor? Resp. calcular a taxa de juros compostos cobrada na operação. a cada um dos seus funcionários. 16% a. R$ 20. Qual é a taxa de juros compostos efetiva mensal ganha no investimento? Resp.00 à vista ou por 25% do valor à vista como entrada e mais um pagamento único de R$ 820.30% a.84 no prazo de 144 dias. sabendo-se que os capitais foram aplicados pelo prazo de 54 meses e que juntas rederam juros totais de R$ 29. Quanto deve aplicar num investimento que rende juros compostos de 13% ao mês. Resp. quais foram os valores emprestados pelos respectivos bancos? Resp. um rendimento de R$ 4.431.00 pelo prazo de 150 dias.000.5% ao mês. metade dos juros ganhos foi reaplicado à taxa de juros compostos de 2.000. 40.856. cobrando uma taxa de juros compostos de 6% a.000. obtendo-se um montante.00 ganhou. Ao término desse prazo.00 ou a prazo pagando 37. Um investimento de R$ 15. R$12. qual o valor do capital inicial do investidor? Resp.00. daqui a 6 meses. de R$ 6.m.106.m. obtendo no final da aplicação juros correspondentes a 8/6 desse capital.43 Uma aplicação de R$ 24. Resp. no prazo de 7 meses.000. José pagou um montante de R$ 130. 57.00.000. um terço dos juros ganhos foi reaplicado à taxa de juros compostos de 25% ao ano.00 à vista e se compromete a pagar R$ 52. Resp. 60 dias Uma pessoa aplicou 6/8 de uma capital à taxa de juros compostos de 4% a. 23. durante 72 dias.00 a uma taxa de juros compostos de 15% a.3. 16 meses 52. Resp. 54.000. 7% a.000. salários de R$ 10. R$ 20. 61. Sr.00 e 60. e o banco BETA emprestou o restante que faltava.90. O banco ALFA lhe emprestou parte dos recursos cobrando uma taxa de juros compostos de 5% a.696. calcular o número de dias que o capital ficou aplicado.000. 53.00.92.47 de hoje a quatro meses.5% sobre o valor aplicado.000.00. obtendo-se uma remuneração após seis meses de R$ 207. Um empresário compra um equipamento no valor de R$ 60. José necessitava emprestada a quantia de R$ 100. 62. Qual a taxa de juros compostos mensal cobrado pela loja? Resp. Resp.m. Resp. 55. 60. esse capital ficou aplicado.

para os seguintes prazos de pagamento. Após esse prazo resgatou a quantia líquida de 2.Qual a taxa efetiva mensal que remunerou tal aplicação? .235. Um empresário compra um equipamento no valor de R$ 60. 72.38% a. Resp. Considerando-se que tal empresa trabalha com uma taxa de juros compostos de 5% a. 65.m.018.63 (soma dos dois montantes).791. foi descontado Imposto de Renda à alíquota de 22.450.3% ao mês Qual a taxa que transforma R$725.29% ao mês Um investidor aplicou a quantia de R$ 2. Tabela de Coeficientes Prazo de vendas (dias) Coeficientes 71.000. considerando que se pagou um imposto de 20% sobre os rendimentos da aplicação? Resp. 67.67 no prazo de 14 meses. 68. 7 14 21 28 35 73. 02. com 6 casas decimais após a vírgula.70. Resp.00 que rende R$ 3.m. a juros compostos de 15. Hoje. confeccione uma tabela de coeficientes.324. 66.5% a. Sabendo-se que.09.d.77.Matemática Financeira 48 64.000. Nos primeiros três meses à taxa de juros Compostos de 2% ao mês e nos nove últimos meses à taxa de juros compostos de 12% ao trimestre.00 foi aplicado por 12 meses. 6.2005. nas vendas a serem pagas a prazo.000. 69. Calcular o rendimento da aplicação. fornecem o valor a ser pago nas vendas a prazo. e o restante à taxa de 2.500.598.R. Paga R$ 20.06.00 à vista e se compromete a pagar R$ 50. 70. 8 meses Um capital de R$ 4. resolveu elaborar uma tabela de coeficientes que multiplicados pelo preço de venda à vista da mercadoria. 3.71 Qual é a taxa de juros mensal recebida numa aplicação de R$ 12. 6% a.000.) A empresa BETA é uma produtora e vendedora de produtos alimentícios.00 Roberto . 2.78% ao mês para saldar uma dívida no valor de R$ 15.000.m. qual o valor do capital inicial que possuía? Resp R$ 30. pergunta-se: . cujo vencimento ocorrerá no final de 231 dias? Resp.00 num prazo de 16 dias? Resp.2005 apliquei 25% de meu capital a taxa de juros compostos de 2% a.000.00 por 33 dias em um fundo de investimento. Determinar a taxa de juros compostos cobrada pela loja.00 Que taxa mensal um capital deverá receber durante 1 ano e seis meses afim de que triplique de seu valor inicial? R. R$ 5. Sabendo que as aplicações foram tributadas em 20% sobre o valor do rendimento.00 daqui a 4 meses.000. Quanto deveria aplicar hoje.5% sobre o valor dos juros.Qual a taxa bruta mensal que remunerou a aplicação? (sem o I.m. Em que prazo devemos aplicar um capital à taxa de juros compostos de 5% ao mês de modo que proporcione o mesmo rendimento obtido aplicando-o durante oito anos a uma taxa de juros compostos de 5% ao ano? Resp. No dia 02.00. quando do resgate. retirei a quantia de R$ 31.00 em R$1. e visando facilitar o trabalho de seus vendedores. R$ 1.

Desconto Composto Racional “por dentro” Numa operação de desconto são conhecidos: O valor do título (N). A ideia de desconto composto é semelhante ao utilizado no regime de juros simples. Nestes casos utiliza-se o Desconto Composto.. DESCONTO COMPOSTO O Desconto Simples ocorre nas operações de curto prazo.000  1  0.000  1  6  1  0. Sabendo-se que a taxa de desconto composto da operação foi de 2% a.20 x 5 = 20. teremos: N  A  1  i  n n N esta é a expressão do valor atual no Desconto Composto Racional 1  i n O Desconto Racional Composto: Dr  N  A  Dr  N  N  1  i n  1  Dr  N  1  n  1  i   Exemplo: Uma nota promissória no valor de R$ 1. 5.1.00 descontada 5 anos antes do seu vencimento a taxa de desconto de 20% a.02   1   Dr  1.000. O valor do desconto é igual ao valor do título. após n períodos de aplicação).Matemática Financeira 49 5.000 x 0. A data de vencimento do título (n) e O valor da taxa de juros para desconto ( i ).a.00.m. operações de longo prazo os descontos simples produzem resultados absurdos. DESCONTO é a diferença entre o valor nominal e atual.000  1    1. do título.112029  112. foi liquidada 6 meses antes do seu vencimento. por exemplo: “Calcular o desconto comercial simples de uma duplicata no valor de R$ 20.02 Roberto .887971 Dr  1. no entanto.000. O desconto composto pode ser de dois tipos: Desconto Racional e Desconto Comercial.126162   Dr  1.” Teríamos: D = 20. Neste caso. qual o desconto composto racional?   1 Dr  1. Sabemos que M  C  1  i  O valor de A será: A  usando a nomenclatura do desconto. Consiste no abatimento de uma dívida quando paga antes do seu vencimento.000. pode-se encontrar o valor atual (que é o mesmo que encontrar o capital que produziu certo montante.000  0. na data que se propõe resgatá-lo. Dessa forma.

Calcular o valor nominal do título. com 90 dias a vencer.379.379. Um título. 1.800.379.903688  26. Calcular o valor do desconto.800  1  0.97 1. Desconto Composto Comercial “por fora” No desconto “por fora” a taxa de desconto incide sobre o valor do título (valor futuro) no primeiro período. sobre o valor futuro menos o valor de desconto correspondente ao primeiro período.Matemática Financeira 50 5.5% ao mês.975  28.025  28.77 N  15. foi descontado à taxa de 3% ao mês. A expressão que calcula o valor atual de um título no desconto composto é: A1  N  1  i  A2  N  1  i   1  i   N  1  i   An  N  1  i  Exemplo 1.800.800  0. sobre o valor futuro do título menos os valores dos descontos referentes ao primeiro e segundo período. Uma Promissória no valor de R$ 28.21  2.00 é descontada 120 dias antes do seu vencimento a uma taxa de 2.77  N  1  0.773.77.21 4 4 O desconto será Dc  N  A Dc  28.78 Cálculo do Desconto Composto Comercial Dc  N  A Dc  N  N  1  i  Dc  N  1  1  i  n  n  2. no terceiro período. n 2 3 A3  N  1  i   1  i   1  i   N  1  i  A  28.2.087327 1. no segundo período.379.77  N  1  1  0.77  N  0.026.800  26.03 0.379. de acordo com o conceito de desconto composto “por fora”.912673 1. e assim sucessivamente até o último período.087327 3   3   Roberto .77  N  1  0.03 1.800  0.379. produzindo um desconto no valor de R$ 1.026.

04 e o regime adotado de desconto racional composto.36% b) 79.318 b) 9. a taxa de juros anual é de: a) 75.427 c) 7.00 e) 3. Qual o desconto racional composto sofrido por um título de R$ 100. a) 2.000.Matemática Financeira 51 EXERCÍCIOS PROPOSTOS 1.00 b) 3.5 meses b) 1 trimestre c) 2 quadrimestres d) 1 bimestre e) 4 meses 3.00 c) 748.719. tendo sofrido desconto racional composto. (AFTN) Um “commercial paper” com valor de $ 1. O desconto racional composto de um título de R$ 500.00 2. foi de R$ 126.00. a) 751.000.00.76% 4. Um título de valor nominal de R$ 5. Calcule o desconto racional composto sofrido por um título resgatado por R$ 90. com capitalização bimestral.000.000.59% c) 89.80 b) 750.83% d) 90.892.00.a.000.5% a. Calcule o valor líquido do título.000 d) 6.243.00 e vencimento daqui a três anos deve ser resgatado hoje.573. Sendo de 5% a.000. qual é o prazo de antecipação do resgate? a) 3 meses b) 4 meses c) 5 meses d) 6 meses e) 7 meses 6.253 b) 21..314.00 c) 4.00.643.970 c) 9.m. a) 3.000. a uma taxa anual de 30% a) 24.00 foi descontado 3 meses antes do vencimento.00 7. Admitindo-se que tenha recebido o líquido de R$ 149.644.00.00 resgatado 5 meses antes do vencimento. à taxa de 8% ao quadrimestre. à taxa composta racional de 2. e considerando o desconto racional.000.464.21% e) 91.920 5.00 d) 4. seis meses antes do vencimento. a taxa de juros cobrada.364.00 d) 729.00 e) 700.000.000. e que o título foi resgatado por R$ 64.536 d) 7. obtenha o valor do atual composto. Uma nota promissória foi paga antes do vencimento.a. sabendo que o valor de emissão era de R$ 70. a uma taxa de 24% a.500.101 e) 6.? a) 8.m.653 e) 8.819 Roberto .000. A uma taxa de juros compostos de 10% a.00 a 3 meses do vencimento. (AFTN) João foi a um banco e descontou uma nota promissória de R$ 200. em U$. Calcule o tempo de antecipação do pagamento.

.. e seja “ i “ a taxa de juros composta corrente nesta data. pagáveis nas respectivas datas 1. Vejamos no diagrama: C i 0 1 C1 i C2 i 2 C3 i 3 Cn n Consideremos os capitais C1. são equivalentes quando.. diz-se que dois ou mais capitais. temos: C1 C3 C2 = = 2 (1  i ) (1  i ) (1  i ) 3 = .. C M  C  1  i  n M C C M 1  i n n M 0 n 0 Para levar valores monetários para o futuro Para trazer valores monetários do futuro Então. levados para uma mesma data FOCAL1 à mesma taxa de juros. 2.. Às vezes queremos substituir um compromisso financeiro por outro ou por vários ou mesmo substituir vários por um único. C3 e Cn . Estes capitais serão equivalentes na data “ 0 ” (data focal) se os respectivos Valores Presentes. tiverem valores iguais. trazendo todos os valores para a data zero. Então.... com datas de vencimentos determinadas.. forem iguais. naquela data. EQUIVALÊNCIA DE CAPITAIS NA CAPITALIZAÇÃO COMPOSTA É frequente a necessidade de antecipar ou de prorrogar financiamentos ou empréstimos nas operações financeiras.. também chamada “data de avaliação".. considerando-se uma dada taxa de juros. 3 e n. “data de comparação” ou “data de referência”. Roberto . Para resolver tais problemas utiliza-se a equivalência de capitais...... = Cn (1  i ) n 1 Data que se considera como base de comparação dos valores referidos a datas diferentes.Matemática Financeira 52 6. ou seja.. C2. a comparação de valores diferentes a datas diferentes..

tendo em vista que seus valores na data zero são iguais.801.20 8501  0.200  1.60 = 3.10 4 Nota: Os capitais são equivalentes na data focal inicial (data zero).60 1.60 Roberto .00 X 600.10 3  2. Ano 0 1 2 3 4 Fluxo de Caixa 2.00 para ser devolvido mediante quatro prestações conforme o fluxo de caixa abaixo. verificar se são equivalentes.224.420 $ 2.176.18 (1  0.00 1.200 850 980 X 720 Valores equivalentes no 3º.18 1. considerando a taxa de juros de 10% ao mês e a data focal zero (0).: X = 801. considerando uma taxa de juros de 20% ao ano.224.00 + X .200.801.Matemática Financeira 53 Exemplo: Dado os capitais a seguir.20 2 3 3. Exemplo: Dado um investimento de $ 2.20 X 720 1  0.662 Mês de vencimento 1 2 3 4 2000 0 1 2200 2 2420 3 2662 4 A solução consiste em trazer todos os capitais para data de hoje através da expressão: C  1  in M 2.20  3. Capitais $ 2.00 + 1.18 1.801.10)  2.818.662  1.2001  0.000.200 850 980 X 720 Resolução: Calculando todos os capitais para uma mesma data focal – terceiro ano Ano 0 1 2 3 4 Fluxo de Caixa 2.176.60 = 1.000 $ 2. Calcular o valor da terceira prestação.000  1. ano 2.00 9801  0.818.00 + X + 600 3.818.818.10 2 2.420  1.18  1.200 $ 2.

432.00 c) $39. concorda em mudar o seu fluxo de caixa para uma única parcela de recebimento.283. a partir da data da aplicação.000. no regime de juros compostos.63 b) 3.00 313.000.771. na data de hoje.000.000. no regime de juros compostos.63 Determinada pessoa deseja dispor de R$ 1. pagas no final do 3º mês e no final do 6º mês a partir da data da aplicação. $ 2. 5.00 2. determinar seus valores para que o investidor receba uma rentabilidade de 1% ao mês.500.000.00 Seu planejamento financeiro indica uma grande entrada de caixa no final do 2º semestre.63 e) 4.000. que permitiria liquidar integralmente essa dívida com um único pagamento. O fornecedor. vencíveis respectivamente no final de 4.544.00 b) $65. a) $642. Determinar o valor desse pagamento único.000.000. 4.000.800.00 no fim de um ano.00 e) $52. com uma taxa de juros de 8% ao semestre.88 Um empréstimo de R$ 10.000.00 e $34. de modo que possa fazer as retiradas indicadas.32 Roberto 3.00 para ser resgatada em duas parcelas de mesmo valor.00 a) $648.000.000.00 para ser resgatada em duas parcelas.88 e $26.283.200.600.000. naquele momento.38 e) $52.345.141.63 d) 4. Sabendo-se que a parcela do 3º mês é o dobro da parcela do 6º mês. por sua vez.Matemática Financeira 54 EXERCÍCIOS PROPOSTOS 1.94 Um investidor fez uma aplicação de $100.00 b) $42.63 c) 4.00 d) $47.000.00 250.00.354. no final do 2º semestre. Determinar o valor dessas parcelas para que o investidor receba uma rentabilidade de 1% ao mês.000. a) 3.76 e $34. Uma empresa tem uma dívida junto a um fornecedor expressa pelo fluxo de caixa que segue: Semestre 0 1 2 3 Valores ($) 100.20 e $32. pagas no final do 3º e do 6º mês. Que quantia deverá depositar.695. a) $68. .00 e x. sem deixar saldo final? Resp.366. no regime de juros compostos. 3.00 d) $69.435. em um estabelecimento bancário que pague a taxa de juros compostos de 2% ao mês.564. a) $40.00 no fim de 6 meses e de R$ 2.6 e 12 meses.000.683.000.96 a) 3.445. Determinar o valor de x (3ª prestação) quando se sabe que a taxa de empréstimo foi de 2% ao mês.00 b) $652.000.60 c) $70.00 e $35.00 c) $635.00 é solicitado na data atual para ser devolvido mediante 03 prestações de 5.000. Um investidor fez uma aplicação de $100.00 d) $638.

recusa a oferta de compra desse estoque à razão de R$ 300.12 e) 78.00 Um fazendeiro possui um estoque de 1.152.00 com vencimento em seis anos. 3.354. na expectativa de alta de preço do produto. não há cobrança de juros.000 sacas de café. Sabendo-se que o início dos pagamentos será ao término de um período de carência de quatro meses e que a taxa de juros é de 5% ao mês.00 a saca.12 2.000. Resp.62 Em vendas à vista uma loja oferece 5% de desconto.400.500. Resp. 12.00 b) 150.480.00 à vista ou a prazo em três pagamentos mensais e iguais com o primeiro pago no ato da compra. Na primeira forma paga-se à vista $ 4. à vista Uma pessoa deve $ 3.654. qual é o valor da segunda prestação? a) 150.96 Uma pessoa compra uma máquina em 2 prestações mensais mais uma entrada de 20% sobre o valor à vista de R$ 360.965. Considerando uma taxa de juros de 10% ao ano. $1. pagando por meio de um cheque pré-datado para um mês.349.084.695.755. 11.12 Um relógio é vendido em uma loja por 2. 20% é pago como entrada e o saldo. Pretende pagar seus débitos por meio de um único pagamento a ser realizado no final de quatro anos. 9.00 e a taxa de juros composta é de 10% ao mês. $2.00 por saca.00 d) 150.00.00 ou financiada por meio de uma entrada de 30% do valor à vista e mais dois pagamentos mensais – o segundo pagamento 50% maior que o primeiro.408. Roberto . Sabendo-se que a taxa de juros compostos de mercado para uma aplicação é de 3% ao mês.96 1.840.69 b) 78.5% ao mês? Resp.49 e $ 735.000. desse valor majorado. $ 7. na segunda. na terceira. sendo o primeiro para trinta dias. Qual a melhor forma de pagamento se o rendimento da poupança for de 3. se a loja adota juros composto de 8% a. Se a primeira prestação é de R$ 180. utilizando o regime de juros compostos.542.96 2.512.46 e $3.m.048. determinar o valor do pagamento único que líquida a dívida. vende o estoque por R$ 280.564. sendo a primeira para 30 dias.00 c) 150.69 c) 78. o valor à vista é acrescido de 30% e.000.Matemática Financeira 55 b) c) d) e) 6. calcular o valor dos pagamentos mensais.800. 8.500. calcule o prejuízo REAL do fazendeiro na data de venda da mercadoria.49 Uma compra pode ser paga à vista por $ 1.74 7.00 e) 150. há um acréscimo de 3% no valor do pagamento. forçado pelas circunstâncias. Pede-se: (a) se a taxa de juros for de 20% ao mês qual o valor das prestações mensais da segunda forma de pagamento e (b) considerando a mesma taxa de juros do item anterior qual o valor das prestações mensais da terceira forma Resp.215. $ 490. Seis meses mais tarde.? Resp. paga-se 20% do valor à vista como entrada e duas prestações mensais iguais e consecutivas.69 d) 78. Um cliente propõe como alternativa de compra duas parcelas iguais vencíveis daqui a 3 e 6 meses. a) 78. Qual o valor das parcelas proposta pelo cliente. dividido em dois pagamentos mensais iguais. 10.00 com vencimento em dois anos e $ 4. para cheques pré-datados para dois meses.267.800.00 Uma pessoa dispõe de três formas de pagamento na compra de um bem que custa $ 4.513.

se sua taxa de juros composta for de 7. R$4.00 no 2o. R$ 421. R$5.00 no 1o mês. 6.94 Uma loja tem como norma facilitar os pagamentos. considerando Taxa de juro de 9.00 no 4o. para que sejam indiferentes as duas opções. em cinco prestações mensais com a primeira no ato da compra.00 à vista e R$8.00 . 17. sendo.000.00. seja mantida.800.000.00 será pago ao fim de seis meses e o segundo de $ 800. R$500. “sem juros”.00 no primeiro mês. R$400. .641.00.860. Qual é o desconto sobre o preço à vista que a loja pode conceder.50% ao mês. Uma cliente propõe o pagamento de R$ 1. Qual o desconto a ser concedido nas vendas à vista.00.00.444.à vista.a prazo.00 como terceira parcela.00 no 3o e R$2. Contudo.000. 19. Resp: 8.500. Um empréstimo foi contratado a juros compostos de 5% a.Matemática Financeira 56 13. 20. Neste caso o preço à vista é dividido por três e a primeira parcela.500.250. ou b) 5 pagamentos mensais e consecutivos. para ser pago em dois pagamentos. comprometendo-se a saldá-la em dois pagamentos: o primeiro de R$ 2.000. R$200. 15.34 Considerando que uma loja desconta seus cheques pré-datados à taxa de 5.00.00 e R$600. a) 5 pagamentos mensais e consecutivos de R$400. Qual o valor esperado de entrada de caixa para o segundo mês. 18. no vencimento da primeira parcela. se a taxa de juro for de 6% ao mês.46.37% Qual o desconto a ser concedido nas venda à vista.00. é vantajosa a operação? Resp: sim – valor atual das vendas = R$ 14.252.500.5% ao mês? Resp. R$300.m. sendo a primeira paga na compra. 22.800. é dada como entrada. R$ 980. seis meses após o primeiro. qual das opções abaixo é mais barata para financiar a compra de um bem se a taxa de juro for igual a 10% ao mês? Justifique sua resposta. de R$ 3.00 e o segundo.00 . Resp: Letra (b) R$ 1. para que sejam equivalentes as duas opções venda à vista e venda a prazo. com a primeira paga no ato da compra. a expectativa de recebimentos é de R$ 1.000.00.680. proporcionando as seus clientes a possibilidade de pagar em três meses sem acréscimo. respectivamente. 21.10.58% ao mês para que os valores recebidos sejam equivalentes ao capital investido? Resp: R$ 1.28 Você fechou um contrato de venda de R$3. para uma loja que vende em quatro parcelas iguais. Resp. com 10% de desconto. o devedor propôs adiamento de sua dívida. De quanto devem ser as duas primeiras se forem iguais e a taxa de juros composta adotada pela butique for de 8% ao mês? Resp. Resp: (b) R$ 90. Para um investimento de R$ 5. é necessário investir R$5.5% ao mês.m. para uma loja que vende em quatro prestações mensais iguais e consecutivas. Se a taxa de juros composta considerada foi de 2.50 14. R$ 2. podendo este valor ser pago em três prestações mensais.22 Uma butique vende um vestido por R$ 1.00 daqui a 60 dias. O primeiro de $ 400. 16.420. entretanto. qual é o saldo restante? Resp. qual a melhor opção para vender aos seus clientes? . O esquema apresentado foi: pagamento de R$ 4. não dispondo de recursos.091. Para tanto.17% Do ponto de vista do tomador. sem entrada. Sabendo que o custo de captação do dinheiro investido é de 6% ao mês. considerando à taxa de juro mensal de 6%? Resp: 13. ao fim de dez meses.15 meses Roberto . Determinar em que mês deve ser realizado esse pagamento para que a taxa de 5% a. o empréstimo pode ser liquidado por meio de um único pagamento de $ 1.00 no 4o.8% Certa pessoa contraiu uma dívida.000.00 daí a três meses e o saldo em 9 meses.00 no 3o e R$ 2.

respectivamente.033.000. vencíveis a 3 e 7 meses. 31. 98. b) possui R$ 60.388.941.000. Considerando uma taxa de juros compostos de 5% a.00. Considerando uma taxa de juro composto de 20% ao mês.000. paga-se uma entrada mais três parcelas mensais de R$ 2. a partir da data presente. 26. Resp. Considerar taxas de juros compostas de 12% ao trimestre no primeiro semestre e 5% ao mês no segundo semestre. Resp.00.000. 27. d) a CEF oferece a esta pessoa uma linha de crédito para financiamentos parcelados a taxa de juros de 2% a.00 e R$ 70. qual o valor da entrada? Resp. c) existe a possibilidade de se fazer um CDC com pagamento único com a taxa de juros de 20% a.480. pagando-o em duas parcelas iguais.37 Por um equipamento de R$360. uma no ato da compra e outra após um ano. Se resolvesse quitar a dívida por meio de um pagamento único daqui a três meses. se a taxa de juros composta ajustada for de 2% ao semestre? Resp. 202. 250 dias Um imóvel está à venda por quatro parcelas semestrais de R$ 50. 24..00.78 O valor à vista de um bem é de R$6. $40. deve-se pagar uma entrada mais duas prestações de $80 no fim dos próximos dois meses. R$ 76.000.70% a. Qual a melhor opção de compra para essa pessoa considerando: a) ela possui uma poupança de R$ 60. 11. A prazo. vencendo a primeira em 6 meses.00 e R$ 180. Resp. 29.00.000 e a taxa de juro composto aplicada de 10% ao mês.741.s. Sacar o dinheiro da poupança.60% a.000. Que valor máximo estaríamos dispostos a desembolsar na data presente por conta de dois compromissos financeiros com valores de resgate de R$ 120.75 Na compra de um bem cujo valor à vista é de $140.00 com rentabilidade mensal de 0. Um financista propõe a compra deste imóvel.00 vencíveis respectivamente.Matemática Financeira 57 23. Qual é o valor das parcelas. Roberto . 30.000.5%. de modo que liquide uma dívida pela qual o devedor irá pagar três parcelas. $17.00 no fim de seis meses.000. Sem liquidez para quitar os débitos em suas datas.37 Um empresário possui dois débitos com valores de resgate de R$ 50.39 o que implica em uma taxa de juros compostos de 1.000.500 cada. 751. pois ele terá menor perda de valor monetário.00 em um fundo de renda fixa com taxa de juros de 12.00 no fim de 10 meses e $ 80. a saber: $ 50. negocia com o Banco que estipula juros compostos de 10% ao mês para substituição dos débitos por dois outros de igual valor a vencerem em 9 e 12 meses.000.89 Uma pessoa deve pagar três prestações mensais de $3. Resp.m. 150. a 6 e a 12 meses da data de hoje.000.00. sendo a primeira daqui a um mês. Na concessionária escolhida a diferença pode ser financiada de uma só vez ou em 12 parcelas mensais de R$ 1. Se o primeiro pagamento for de R$180. sendo a primeira para 30 dias. qual seria o valor desse pagamento considerando uma taxa de juro composto de 5% ao mês? Resp.a.m.000.69 Uma pessoa tem um carro no valor de R$ 25.00 no fim de 12 meses? Resp. 28.392.00 e deseja trocá-lo por outro no valor de R$ 40.m.000 cada. 25. Calcular o valor da entrada se a taxa de juro composto aplicada for de 7% ao mês. Resp. Determinar o valor de cada débito nesta nova situação.000 paga-se uma entrada de 20% mais dois pagamentos mensais consecutivos. em que data deve ser feito um pagamento único de $ 160. calcular o valor do segundo pagamento.000.000.

mesmo pertencendo a diferentes períodos de capitalização.  24% em 12 meses Então 2% 1  24% 12 7.a.a.m.m. Vamos correlacionar a taxa “iD” período “d” dias. TAXA EQUIVALENTE NA CAPITALIZAÇÃO COMPOSTA Duas ou mais taxas de juros são equivalentes quando aplicadas ao mesmo capital durante um mesmo período de tempo de aplicação produzirem o mesmo montante.1.2. 7.  O montante MA é calculado da seguinte forma: M A = (1 + iD)1 D = Período de tempo maior C 2º. Exemplo: Verificar se as taxas 2% a. Caso: O mesmo capital C foi aplicado durante o mesmo período de tempo D a uma taxa de juros id aplicado a cada sub-período de tempo d (período de tempo D foi dividido em vários períodos d) produz um montante MB. Caso: um capital C aplicado durante um determinado período de tempo D a uma taxa de juros iD produz um montante M A.Matemática Financeira 58 7. TAXAS Taxa de juros é um coeficiente monetário aplicado ao capital por um determinado período de tempo para remunerar o capital. caso 0 1 id d 2 3 MB D d = Período de tempo menor iD = Taxa do período maior id = Taxa do período menor 2º. são proporcionais  2% a. TAXA PROPORCIONAL Duas ou mais taxas são proporcionais quando a razão entre as taxas for a mesma razão entre os períodos de tempo aos quais se refere. isto é.  2% em 1 mês  24% a. devemos achar a quantidade de “d” períodos contidos no período “D”. Vejamos o diagrama: C 1º. O montante MB é calculado da seguinte forma: a soma de todos os períodos d é igual a D. caso 0 D iD MA referida a um período “D” dias e a taxa “i d” referida a um 1º. e 24% a. ou Roberto . que será dado por D/d.

1 Dada uma taxa de um período de tempo menor.018088  1 i D  0. i D  1  0. O período de tempo da taxa que se tem (que está dentro do parêntese) estará sempre no denominador da fração do expoente. Dada à taxa de juros de 2% a. menos um.a.m. d = mês. então.0212  1 i D  1. D = ano. 2.1 Nota: Dada uma taxa de um período de tempo maior. a taxa que se procura = X% a. a taxa dada = 24% a. o número de capitalizações será de D/d períodos. calcular a taxa de juros equivalente mensal. calcular a taxa de juros equivalente anual. a taxa que se procura = X% a. . O período de tempo da taxa que se procura estará sempre no numerador da fração do expoente.268242 i D  26. D = ano. a taxa dada = 2% a.a. calcula-se a taxa equivalente de período de tempo menor. d = mês.018088 i D  1.Matemática Financeira 59 seja. calcula-se a taxa equivalente de período de tempo maior.8088% a.24 0. OBSERVAÇÃO: Na capitalização simples a taxa equivalente é igual à taxa proporcional EXEMPLO 1. logo ( 1 + iD ) = ( 1 + id ) D/d A taxa de juro iD é igual a: iD = ( 1 + i d ) D/d .268242  1 i D  0. Roberto . Então podemos formular a seguinte equação para cálculo de taxas equivalentes iq  1  iT T  1 Q A taxa que eu quero (iq) é igual um mais a taxa que eu tenho ( it ) elevado ao período da taxa que eu quero (Q) dividido pelo período da taxa que eu tenho (T). .02  30  1 360 id  1. e a taxa de juro Id é igual a: id = ( 1 + iD) d/D . será igual a MB = (1 + id) D/d Para que as taxas sejam equivalentes é necessário que o MA = MB.m.  O montante MB. i D  1  0.m.a.m.a.24  360  1 30 id  1.083333  1 i D  1. a) b) c) Observe que a taxa dada sempre estará dentro do parêntese.8242% a. Dada à taxa de juros de 24% a.

c) 12% ao ano com capitalização mensal. quais as que fornecem idênticos resultados? As taxas (a) e (b) referem-se ao mesmo período de capitalização.25% para um prazo de aplicação de 92 dias. Se um Certificado de Depósito Bancário oferece um rendimento líquido de 7.00 durante um ano tendo as seguintes taxas de juro compostos como alternativas: a) 12% ao ano.000. com capitalização anual 2% a. denomina-se TAXA EFETIVA. qual a taxa anual de rendimento líquido? Solução: 7. Ficou claro que existem duas modalidades de taxas em termos de período de capitalização: (a) Uma que o período de capitalização coincide com o período da taxa e a outra (b) Que o período da taxa difere do período de capitalização. 60 Uma letra de câmbio é transacionada no mercado financeiro oferecendo uma taxa de juro de 41. determinar a taxa de juro equivalente a este prazo de aplicação.a. A TAXA DE JUROS em que o período de capitalização difere do período de tempo da taxa denomina-se TAXA NOMINAL Roberto . TAXA EFETIVA E TAXA NOMINAL Vamos a um exemplo de aplicação de um capital de R$ 1. Solução: 4. A letra (b) é uma redundância quanto ao prazo de capitalização. o período da taxa (anual) difere do período de capitalização (mensal) fornecido. Exemplo: 10% a.m. A letra (c) representa uma taxa diferente das duas modalidades anteriores. A TAXA DE JUROS cujo período de capitalização corresponde ao próprio período de tempo da taxa. b) 12% ao ano com capitalização anual. Então.3. Sabendo-se que o seu prazo de vencimento é de 63 dias.64% ao ano.s.Matemática Financeira 3. Das taxas acima. com capitalização mensal 12% a.

4064% a. isto é. os períodos de capitalizações são mensais e o período da taxa é trimestral. 4 7.m. (taxa efetiva) calcular a taxa nominal anual com capitalização trimestral.a taxa de juros nominal pode ser fracionada proporcionalmente (igual a juros simples). com capitalização trimestral 48% a. terá que ser equivalente a 6% a. com capitalização trimestral Roberto .t.a. 36% a. X% a.764084  76..a. o resultado é igual a 6% ao mês. com capitalização trimestral X% a. Portanto.191016 j = 0. com capitalização trimestral  X%  Y% a.    j = 4 x 0. no entanto a capitalização é mensal.a. EQUIVALÊNCIA ENTRE TAXA EFETIVA E TAXA NOMINAL a) Dada uma taxa efetiva determinar a taxa equivalente nominal Exemplo 1. Exemplo: 18% a.t. Outro exemplo: 24% a.0630  1      j  4  1063  1 .m. Solução: Taxa dada: Taxa procurada: 6% a. então: 24%  6%a.4.m Outra maneira de transformar: q  j = m x (1  i) t   1 90      j  4  1  0. com capitalização mensal.t. com capitalização mensal Conversão da taxa Nominal em taxa Efetiva . com capitalização trimestral  existem quatro capitalizações trimestrais no período de um ano (período da taxa de juros). então existem três períodos de capitalizações mensais no período de tempo da taxa trimestral.Matemática Financeira 61 Exemplo: A poupança paga a taxa de juros de 6% a.s.a.a.a. 4 Converte-se a taxa nominal em efetiva  A taxa Y% a. Divide-se a taxa de juros pela quantidade de períodos de capitalizações existentes no período da taxa. Dada à taxa de juros de 6% a. divide-se a taxa de juro (18%) por três.t.

a.Matemática Financeira 62 2. Dada a taxa de 36% ao ano com capitalização mensal.25  1  i  0.s. 6 Taxa dada: 24% a. Passo é transformar a taxa nominal em taxa efetiva: a) Anual b) Mensal c) Trimestral d) Quadrimestral 2. determinar a taxa efetiva mensal para 45 dias..04836  1  1. Taxa procurada  X% a. determinar taxas equivalentes de juros compostos relativos aos períodos anual. Solução 48%  4.a.0481. Dada a taxa de 48% a. Ou b) Dada a taxa Nominal determinar a taxa Equivalente efetiva Exemplo 1.060356 ou 45 6.0356% para 45 dias Roberto . calcular a taxa nominal semestral com capitalização mensal.a. Dada a taxa de 24% a. mensal. com capitalização mensal  Taxas equivalentes X%  Y% a.8% 10 para 36 dias i  1  0. trimestral e quadrimestra: Solução 1º. com capitalização para 36 dias.m.

TAXA DE JURO REAL E TAXA DE JURO APARENTE Denominamos taxa de juro REAL a taxa paga ou ganha (acima da inflação) numa operação. o seja o valor efetivamente recebido. ao final de um determinado período de aplicação igual a: M = C ( 1 + iA ) (b) Como as Expressões (a) e (b) são equivalentes. o capital inicial se transformará. A taxa de juro APARENTE é aquela que vigora nas transações correntes. o capital inicial equivalerá a: M = C ( 1 + iR )( 1 + I ) (a) 4. simultaneamente. porém. Com uma taxa de Inflação I. Com uma taxa de juro Real iR e uma taxa de Inflação I. Com uma taxa Aparente iA. a Taxa Aparente é igual à taxa Real. a Taxa de juros Aparente é formada pela INFLAÇÃO e pela Taxa de juro REAL. Com a Inflação igual a zero e uma taxa de juros real iR. o capital inicial se transformará no montante: M = C (1+ iR) 2.5. ( 1 + iA ) = ( 1 + iR )( 1 + I ) Roberto . ao final de um determinado período. quando há inflação. Quando não há inflação no período considerado. o capital inicial.Matemática Financeira 63 7. 3. e sem taxa de juros Real. temos: Donde Esta expressão nos permite calcular qualquer uma das taxas envolvida no problema. o montante será equivalente a: M = C (1 + I). Vejamos: C = capital aplicado iR = Taxa Real iA = Taxa Aparente I = Inflação Podem acontecer os seguintes casos: 1. já que ambas traduzem o mesmo montante.

014  1  iR = 0. Um CDB rendeu 1.21 ) .008 )( 1 + 0.008 ) 1. Uma aplicação de R$ 100.8% iR = ( 1 + 0. Qual a taxa Real auferida nesta aplicação? iA = 1.8% ao mês e uma inflação de 20% no período. Um empréstimo foi feito a uma taxa de 32% ao ano.: iR = 1.00 teve um rendimento de R$ 35. C = 100.595% ao mês 1.2)  iA = 20.014 ) = ( 1 + i R ) x ( 1 + 0.00.8% ao mês e i = 20% iA = ( 1 + iR )( 1 +I ) – 1 .32  1  iR = 9. Se a inflação do período foi de 30%.008 Roberto . J = 35. calcular a rentabilidade aparente e real da aplicação.09% ao ano 1.21 4.Matemática Financeira 64 Exercícios Resolvidos 1.8%.00.4% ao mês e a inflação no período pela IGPM foi de 0.96% 3. Sabendo que a inflação nesse ano foi de 21%. calcule a taxa real anual? iA = 32% I = 21% ( 1 +0. iR = 0.: iA = ( 1 + 0.4% I = 0.00 e I = 30 % 2. Qual deve ser a taxa aparente correspondente a uma taxa Real de 0.32 ) = ( 1 + iR )( 1 + 0.

. Qual a) b) c) d) e) 3.76% 15.25% 5.55% 32.53% d) 8.00.86 c) 190.43 b) 172.67% e) 9. 2.52% Roberto .a.85% a.000.s.50% 33. Para que se obtenha R$ 242.54% a. a uma taxa de juros de 40% a. deve-se investir. Qual o ganho real nesse mês? a) 10% b) 18% c) 20% d) 28% e) 30% 6.98% c) 9. Dada à taxa 20% a.25% 30. semestral e mensal. ao final de seis meses.54% e 1. Qual a) b) c) d) e) a taxa trimestral equivalente a 5% a. b) 9. a) 7.m? 15% 15.56% b) 8.00 e a antecipação foi de um ano? a) 10% b) 20% c) 30% d) 40% e) 50% 8. o desconto de R$ 92. (BB) Qual a melhor aproximação de uma taxa semestral equivalente a 20% a. capitalizados semestralmente? 34.a. e) 20% a.820.a.25% 31.00 7.50% 15.s.a. hoje.64% a.64% e 1.94% e 0. capitalizados trimestralmente. a) 8.a.00 e) 220.20% 15.00. o valor de resgate foi de R$ 200.s d) 10% a.00 d) 200.s c) 7.s.. (BC) Um investimento rendeu 68% em um mês no qual a inflação foi de 40%.94% e 1.? 22% 21% 20% 19% 18% a taxa efetiva anual equivalente a 30% a. determinar as taxas equivalentes. a quantia de: a) 171.96% a taxa de juros semestral equivalente a 44% a. Qual a) b) c) d) e) 4. Qual a taxa de juros anual adotada no resgate de uma letra de câmbio.Matemática Financeira 65 EXERCÍCIOS PROPOSTOS 1. sabendo-se que os juros são capitalizados trimestralmente.51% e 1.

capitalizada semestralmente. equivalente à taxa nominal de 120% a. 14. equivalente à taxa efetiva de 10% em 60 dias.30% a.a. é igual a: Resp. o valor dos capitais.94 e R$ 46. 21.000. O capital que durante 4 anos.77%. Roberto . 10.20% a taxa nominal anual com capitalização trimestral equivalente a 4.s. equivalente à taxa nominal de 24% a. colocado a 12% a.a. 17.252. capitalizada mensalmente? 28. capitalizada diariamente.m.54% 74.56% 47.73% e) 26. capitalizados trimestralmente.5% a. Calcular as taxas mensal e anual equivalentes.6150% 16.10% 60. Um capital foi colocado a 20% a. Sabendo que o primeiro é R$ 10.66%a. em R$. em R$: Resp.65% 64. f) A taxa efetiva para 41 dias.769.60%. capitalizada diariamente.: R$ 56. capitalizada mensalmente.57% d) 28.a. Sabendo-se que a primeira parcela proporcionou R$ 60.996 b) 47. d) A taxa nominal ao ano capitalizada trimestralmente. Dada à taxa de juro efetiva de 48% a.15% 48. a) 21%.: R$ 158.m. e outro a 18% a. e) A taxa efetiva para 41 dias. 3.00 os juros do segundo. em R$: Resp: R$ 839.a. Qual a) b) c) d) e) a taxa efetiva anual equivalente a 24% a.a. Em 154 dias uma aplicação rendeu 41.72% a. Resp. resgatado um ano e meio antes do vencimento.996 c) 52. Resp.s.95% c) 17.10% 58. equivalente à taxa efetiva de 15% em 6 meses.a.000. o montante no final de 4 anos será. com capitalização semestral.20% 38.088 13. com capitalização mensal.25% d) 24. b) 309..s. c) A taxa nominal ao ano capitalizada mensalmente.088 e) 67.47% 67. capitalizados quadrimestralmente.a. b) A taxa efetiva para 18 meses.071. f) 5.. Uma pessoa colocou ¾ do seu capital a 20% a. Calcule o valor nominal de um título que. determinar a taxa equivalente ao mês.. produz um juro de R$ 12.95% e) 2. c) 58.a. Determinar: a) A taxa efetiva para 2 meses.32% a.741. Calcular a taxa nominal anual com capitalização quadrimestral equivalente a taxa 24% a. sofreu desconto racional composto de R$ 25.00. Resp.Matemática Financeira 66 9.. a) 72. e o restante a 12% a.s.00 a mais do que seria produzido com capitalizações semestrais é de.t.75% b) 14. equivalente à taxa nominal de 120% a.47% 12.a. ao trimestre e ao semestre.123%.00 maior que o segundo. equivalente à taxa nominal de 24% a. capitalizados bimestralmente.94% a. a uma taxa de 30% a. No fim de 2 anos os juros do primeiro capital excederam de R$ 6.a. capitalizados semestralmente.071..24. a) 12. Qual a) b) c) d) e) 10.. capitalizados semestralmente.905.10 de juros.800. 6..088 d) 77.m? 56.a.94 15.75% 11.74 18. e 123.

t.294. capitalizada mensalmente.00 hoje para receber R$ 507. capitalizados diariamente. Determinar as taxas diária. $ 10.817% a.a.000. Um agiota empresta R$ 80. $ 42.a.79 maior que o rendimento da segunda.s. e 133.593003% a.. 83. sabendo-se que o rendimento da primeira parcela é $ 4. capitalizada bimestralmente e. Um ano Roberto .87 28. capitalizada trimestralmente.a. Qual a taxa anual com capitalização trimestral equivalente a taxa de 60% ao ano com capitalização semestral? Resp.00. Calcular as taxas mensal e anual desse empréstimo.00 26.74% a. Resp.t.00 e. Resp.. se a capitalização da taxa nominal for semestral em vez de mensal. 7. o restante do capital.000. sabendo-se que. 208 dias 27.000. c/cap.00 proporcionou um rendimento de R$240.93% a..m.655525% p/182 dias 22.316038% a.a. sabendo-se que o rendimento da primeira parcela é $ 4. Resp. Três quartos de um capital foram aplicados à taxa nominal de 20% a. 2. 24.535.a.s.07% a.m. 8. Se o prazo da aplicação é de 4 anos e.? E qual a taxa mensal equivalente. capitalizada semestralmente e. Qual a taxa efetiva equivalente trimestral de uma taxa de 34% ao ano com capitalização mensal? Resp. Dois terços de uma capital foram aplicados por 2 anos à taxa de 18% a.: 8% a.t. Calcular o valor do capital.14 e 7. calcular o prazo em anos da segunda parcela. capitalizados mensalmente.332667% a. mensal. 21. 23. ou 151. 0. o restante.Matemática Financeira 67 19. Resp.00 à taxa de 150% a.17% a. de taxa de juro numa operação de capital de giro. Resp.884.235637% a. Resp. A aplicação de R$380. 56.000. calcular o capital.d. Um banco cobra 20% a. Um capital foi aplicado por 18 meses à taxa nominal de 24% a.46 no final de 2 anos. Se o valor do capital é de $ 12.00 no final de 208 dias.m.048. 9. 20.a.000. Quanto uma pessoa resgatará no final de 93 dias se aplicar R$2.a. Calcular o prazo em que um capital dobra se aplicado a juros nominais de 120. a 12% a. Quanto cobrará para uma operação em 182 dias.a.04 maior que o rendimento da segunda. foi aplicado por um determinado prazo à taxa de 18% a. Resp. trimestral e anual de juro.726. Trimestral 25. Resp. o rendimento diminui $ 1.

3.36 6. Caderneta de poupança para receber 7. em seguida.00.30 .000. capitalizado mensalmente durante 6 meses. Resp.110. b) semestral.00 foi aplicado à taxa nominal de 7% a. Calcule o montante. rendendo de juros 28. R$ 1.256. Resp.002.800.Matemática Financeira 68 PROBLEMAS DE CAPITALIZAÇÃO COMPOSTA COM TAXA EFETIVA E NOMINAL 1.a. 10. capitalizado diariamente 8. que taxa nominal anual com capitalização trimestral deverá oferecer a seus clientes? Uma aplicação de R$ 24.a.00.a. 12.00 foi aplicado à taxa nominal de 18% a.407. Qual a taxa de juro nominal anual. b. c) trimestral e d) diária. c. Qual o montante após: a) um ano de aplicação. 2.. 7. 62.42% ao semestre (entre juros e correção monetária)..500.547.04% a.16. Determinar uma taxa nominal anual com capitalização trimestral que seja capaz de fornecer ao fim dos 3 (três) anos de aplicação o mesmo rendimento fornecido pelas duas taxas anteriores. ganhou uma taxa de juros nominal de 45% ao ano com capitalização quadrimestral.00 teve um rendimento nominal de R$ 5.00 foi aplicado à taxa nominal de 18% a.14 O valor de R$ 430.500. Considerando que a taxa de juros composta nominal ganha foi de 120% ao ano capitalizado mensalmente. Que taxa nominal anual uma instituição deverá exigir em seus contratos de empréstimos para que receba um ganho efetivo de 2. sabendo que no primeiro ano os juros são capitalizados semestralmente e no segundo ano trimestralmente e no terceiro ano mensalmente.380.25% Em quanto tempo duplicará um capital aplicado à taxa nominal de 227.20%. O valor de R$ 5.64 O valor de R$ 1.56% a quinzena.00. Resp.a.000. Resp. 4.a. 480.00 é aplicado à taxa nominal de 90% ao ano capitalizado semestralmente.a. 9.23.31%9.48 O valor de R$ 1. 9%. R$ 1. capitalizado mensalmente durante 3 anos e 4 meses e 27 dias.250% ao ano. Calcular o montante composto.. R$ 383.00 foi aplicado a juros compostos durante 36 dias. Um capital rende juros compostos de 30% ao semestre com capitalização mensal durante os primeiros dois anos para. na condição de a taxa nominal ter uma capitalização trimestral? Resp. 4 meses Uma aplicação de R$ 17.00 foi aplicado à taxa nominal de 15% a. R$ 18.25 . 63. Resp. ser reaplicado (capital inicial + juros) a uma taxa de 60% ao ano com capitalização mensal durante os próximos 12 meses. Qual foi o rendimento da operação? Resp. com capitalização trimestral Qual a melhor opção para uma aplicação de 180 dias: a. 5.70% ao ano com capitalização trimestral Uma pessoa deposita R$ 45. Um banco deseja ganhar 45% ao ano como taxa efetiva. 11. capitalizado diariamente durante 36 dias.23 O valor de R$ 370.9.. capitalizado diariamente? Resp. 9.42% Um capital de R$ 2. Calcular o montante e a taxa efetiva anual ganha por um investimento de R$ 2. 13. capitalizado mensalmente durante 63 dias.34% ao mês.500. Roberto . após 2 anos de aplicação. Fundo Mútuo de ações para receber 0. calcular o número de dias que o capital ficou aplicado.05% ao ano capitalizado mensalmente? Resp. Calcule o montante. R$ 9. 14. Calcule o montante. pelo prazo de 20 meses.235. R$ 90. Resp.660.00 numa instituição financeira por 3 anos à taxa nominal de 24% ao ano. 5. Resp. 15. Calcule o montante.139284% a.527.000.040. se rendeu juros nominais de 9% ao ano com as seguintes hipóteses de capitalização: a) anual. b) 3 anos de aplicação? Calcular a taxa efetiva anual. Fundo de Renda Fixa para receber 1. Resp.00.

962. aparente: a) 1.a.88% b) 3.95% a.63% a. c) 2. c) 4.a. 3. e uma inflação de 3% no período.75% a. a) 2. Roberto .a.a. Se a taxa de inflação foi de 5.a. b) 1.a.a.41 e 6. e 0.38% Um capital aplicado durante dois anos à taxa nominal aparente de 18% a.492. 2. a) 3.a.63% a. b) 5.63% a. d) 6.66% a.17% a.a..693.695. d) 6.88% d) 2.a.5% a. e 0. e 0.35% e) 3.63% a.67% a.a. calcular as taxas de juros aparente e real ganhas pela aplicação.88% c) 4.35 e 7. com capitalização mensal.s Uma aplicação financeira rende juros nominais de 6% a.00.a.21 e 6.65% a. e) 2. e) 8. calcular o capital e a taxa real da aplicação. capitalizados mensalmente.Matemática Financeira 69 Taxa real e taxa aparente 1.500. rendeu $ 1. Resp.a.85% a.69% a.924.a.75% a.t.41 e 6.76% a.a.36% a.s. Se a inflação em cada ano foi de 12%. Determinar a taxa de rendimento real a partir de uma taxa aparente de 7% a.a.41 e 6. e 0. e 0.

..... ou seja. Roberto . quando os termos são exigidos a partir do primeiro período. 4... Variáveis: quando os termos não forem iguais.... Número infinito de termos... b) Quanto aos períodos: (intervalos de tempo entre dois termos) 3. Imediata: Não existe carência antes dos primeiros termos.. quando os termos forem exigidos a partir de uma data que não seja o primeiro período. Postecipadas ou vencidas: Quando os termos da renda são exigidos no fim dos períodos.. Não periódicas: quando os períodos não forem iguais.. c) Quanto ao prazo de duração: 1. 2. Temporárias: quando a duração for limitada. Periódicas: quando os períodos forem iguais. e) Quanto ao vencimento dos pagamentos ou recebimentos: 1. 2. Antecipadas: Quando os termos da renda são exigidos no começo dos períodos. em épocas diferentes..... Diferida: existe uma carência antes dos primeiros termos.. ou seja... 2. d) Quanto a forma de pagamento ou recebimento (carência): 1......Matemática Financeira 8. 0 1 2 3 4 . destinadas a formar um capital ou pagar uma dívida... Número definido de termos.. n PMT PMT PMT PMT PMT a) Quanto aos termos: (pagamentos ou recebimentos) 1..... SÉRIE FINANCEIRA 70 É a sucessão de depósitos ou prestações (pagamentos ou recebimentos).. Constantes: quando os termos forem iguais. 2. Perpétuas: quando a duração for ilimitada....

53 649. sem entrada.00 vencendo a primeira prestação trinta dias após a compra.86 136.58 123.00 $150. A expressão que calcula o Valor Atual Postecipado é: Exemplo 1: Um aparelho de som está à venda. em 5 prestações mensais de R$ 150.05 129.41 117.00 $150.00 Períodos de capitalização 1 2 Cálculo Montante no 5º mês 142.43 3 4 5 TOTAL Aplicado à expressão: Roberto .1. VALOR ATUAL POSTECIPADO 71 Defini-se valor atual de uma Série Financeira como a soma dos valores atuais de seus respectivos termos. Valor Atual 150 150 150 150 150 0 1 2 3 4 5 Mês 1 2 3 4 5 Depósitos $150. calcular o valor à vista deste aparelho de som.Matemática Financeira 8.00 $150. Sabendo-se que a taxa de juros cobrada pela loja é de 5% ao mês. o quadro a seguir mostra os cálculos necessários para chegarmos ao valor à vista do aparelho de som. Solução Para entender melhor o processo implícito na expressão do cálculo do valor atual postecipado de uma série financeira.00 $150.

FV 150 0 1 150 2 150 3 150 4 150 5  1  0. VALOR FUTURO OU MONTANTE POSTECIPADO Defini-se montante de uma renda certa como a soma dos montantes de seus respectivos termos. Sabendo-se que a taxa de juros cobrada pela loja é de 5% ao mês.86  843.882.08     PMT  9.717191 8. Qual o valor das prestações mensais se a taxa de juros cobrada pela loja foi de 8 % a.055  1 FV  150   FV  150 5.84 0.45 11. A expressão que calcula o valor futuro postecipado é:  1  i n  1 FV  PMT    i     Exemplo 3: Um aparelho de som está à venda.Matemática Financeira 72 Exemplo 2: Pedro fez uma dívida em uma Instituição Financeira no valor de R$ 9.00 vencendo a primeira prestação trinta dias após a compra.?  1  0.m.525631  FV  828.86  PMT    36  1  0.05     Roberto . calcular o valor futuro deste aparelho de som ao término das cinco prestações.08  0.2. em 5 prestações mensais de R$ 150.86 para saldá-la em 36 prestações mensais iguais e consecutivas com a primeira um mês após a compra.882. sem entrada.882.0836  1  9.

545965  150   0.05    PV  150  3. sem entrada.89  150  681. VP 150 0 150 1 150 2 150 3 150 4 5  1  0.060775   PV  531. calcular o valor presente deste aparelho de som. PMT PMT PMT PMT PMT 0 1 2 K 3 4 5 6 7 8 9 = CARÊNCIA A expressão que calcula o valor atual de diferida postecipada é: Roberto .3.89 8.4.05  0. Sabendo-se que a taxa de juros cobrada pela loja é de 5% ao mês. VALOR ATUAL ANTECIPADO Defini-se valor atual de uma Série Financeira como a soma dos valores atuais de seus respectivos termos A expressão que calcula o valor atual antecipado é: Exemplo 4: Um aparelho de som está à venda. VALOR ATUAL DE UMA SÉRIE DIFERIDA POSTECIPADA Série Financeira diferida postecipada é aquela em que o primeiro pagamento vence um período após a carência.0551  1  PV  150     150 51  1  0. em cinco prestações mensais de R$ 150.00 vencendo a primeira prestação no ato da compra.Matemática Financeira 73 8.215506  PV  150     150   0.

n = 6 depósitos mensais k = 4 meses de carência PV = ?  1  0.157625  VP  250     PV  250 2.5%a.05  0. vencendo a primeira prestação 30 dias após o vencimento da carência.200. calcular o valor presente deste aparelho de som.045 Série Financeira diferida antecipada é aquela que a primeira prestação vence com carência. Sabendo-se que a taxa de juros cobrada pela loja é de 5% ao mês.Matemática Financeira 74 Exemplo 5: Um aparelho de som está à venda. em 3 prestações mensais de R$ 250. PMT PMT PMT PMT PMT 0 1 2 K = 3 carência 4 5 6 7 8 9 A expressão que calcula o valor atual de diferida antecipada é:  1  in  1  PV  PMT  1  i    n k  1  i  i  Roberto . VP 250 250 250 0 K 1 2 3 4 5  1  0. qual o valor máximo que estaríamos dispostos a pagar à vista pela referida mercadoria? Solução: PMT = R$ 1.470069   PV  250   3 2  0.045  0.m.200     PV  1.00 i = 4. sem entrada.5% a. vencendo a primeira prestação um mês após a carência.m.00. uma pessoa adquire uma mercadoria mediante 6 prestações mensais e iguais a R$ 1.0456  1   0.20  0.200   6 4   PV  1.069884  1  0.200.325167 5.05     PV  617.302260 PV  1.517250 Exemplo 6: Aproveitando a promoção comercial: “Compre hoje e somente comece a pagar depois de 4 meses”. Considerando que há no mercado de capitais uma taxa de juros compostos de 4.200 4.053  1   0.00 com dois meses de carência.190.063814   1  0..

 1  0.000. com reservas para exploração por mais de cem anos. PV  250  1  0. vencendo a primeira prestação juntamente com a carência. VALOR ATUAL ANTECIPADO DE UMA SÉRIE FINANCEIRA PERPÉTUA A expressão que calcula o valor atual de uma série perpétua é dado por  1 PV  PMT  1   i  8.000 0. pois os alugueis constituem uma série financeira perpétua.6.Matemática Financeira 75 Exemplo 7: Um aparelho de som está à venda.469455 648 23 1  0.063814  PV  26250  2. Roberto . produz lucros médios de R$ 4.025  1.5. calcular o valor presente deste aparelho de som. VALOR ATUAL POSTECIPADO DE UMA SÉRIE FINANCEIRA PERPÉTUA Série perpetua é comum em locações de imóveis.217.00 Exemplo 9: Uma residência foi alugada por $350.m.00 mensais. Sabendo-se que a taxa de juros cobrada pela loja é de 5% ao mês.023 8.3% a. i PMT  40. considerando que nos próximos dois anos a mina não operará por motivos de renovação de equipamentos.000/ano.39 0... Calcular o valor da mina. Se a taxa de melhor aplicação no mercado financeiro paga juros de 2. diferida e postecipada..00 com dois meses de carência.000.00 e a taxa de juros do mercado é de 2.05    0.5% ao mês. VALOR ATUAL POSTECIPADO DE UMA SÉRIE FINANCEIRA DIFERIDA PERPÉTUA Para uma Série Financeira perpétua. em 3 prestações mensais de R$ 250.50   .. por quanto deve ser alugado o imóvel? Resposta: PV  PMT  PMT  PV  i logo .000.a. seu valor presente ou Atual será: PV  PMT  1 1  iK  i Exemplo 10: Uma jazida de ouro. A expressão que calcula o valor atual de uma serei perpétua é dado por PV  PMT i Exemplo 8: O valor de um imóvel é de R$ 40. qual seria o provável preço do imóvel? Resposta PV  350  15. .05      8.7. sem entrada.053  1  0.157625  PV  262. O custo de oportunidade do capital é de 15% a.0532  0.

000.000 i = 15 % a. recebidos no início de cada ano depois de transcorridos dois anos contados a partir da data da doação.9.831.. A juros de 15% a. VALOR ATUAL ANTECIPADO DE UMA SÉRIE FINANCEIRA DIFERIDA PERPÉTUA Para uma Série Financeira perpétua.54 1  (1  0. SÉRIE FINANCEIRA DE TERMOS VARIÁVEIS EM PROGRESSÃO ARITMÉTICA  Postecipada Cálculo do Montante: q   (1  i ) n  1 n  q  FV   R      i  i i   Cálculo do Valor Atual: q   (1  i) n  1 n  q  (1  i)  n  PV   R      i   i  (1  i) n  i  Roberto .15)12 0.000 i = 15 % a.a.a.163.000/ano em forma indefinida. k = 2 anos de carência PV = ? PV  25000  PV = 144.15 PV = 20.15 8.927.8. Solução: PMT = $ 25.13 8. calcular o valor presente dessa doação. k = 2 anos de carência PV = ? 76 PV  4000000  1  (1  0. diferida e antecipada. seu valor presente será 1 1k PV  PMT   1  i i Exemplo 11: Uma sociedade de beneficência pública ganhou de um mecenas uma doação de R$ 25.a.Matemática Financeira Solução: PMT = R$ 4.15) 2 0.

Considerando que serão 10 pagamentos mensais com carência de 6 meses antes do primeiro.5764  8. Solução: PV = 250. em progressão aritmética de razão igual a R$ 10.m. decrescentes.316605322 R  77..035)10  1 10  (10000)  (1  0.325 647612.Matemática Financeira  Diferida postecipada Cálculo do Montante: 77  q   (1  i) n  1 n  q  FV  (1  i )   R       i  i i    k Cálculo do Valor Atual:  q   (1  i) n  1 n  q  (1  i)  n  PV  (1  i) k   R       i   i  (1  i) n  i   Exemplo (Roberto Página 285 Problema Proposto 38) Exemplo 12: Uma empresa tomou um financiamento de R$ 250. determinar o valor do 1º pagamento.035)10  0.035)16   R      0.035   296921.78 Roberto .1959 R 8.000.035   i  (1  0.949  2025482. R=?  q   (1  i) n  1 n  q  (1  i)  n  PV  (1  i)1k   R       i   i  (1  i) n  i     (10000)   (1  0.5 % a.5% a.m.869.00 com a pretensão de amortizá-lo mediante pagamentos mensais antecipados.035) 10  250000  (1  0. e uma taxa de juros compostos de 3.000 q = -10.000 n = 10 prestações mensais k = 6 meses de carência i = 3.316605322  R  2376172.000.00.

com a primeira igual a R$ 10. os termos constituem uma progressão geométrica.1 Rq Rq R 2 0 1 2 n Aplicando-se a expressão da soma dos termos de uma progressão geométrica.. em progressão geométrica. quando 36 prestações são crescentes e postecipadas.380.00 e as demais superiores em 12% às anteriores? Roberto . crescentes e postecipadas. nos instantes 1. (1  0. com a primeira igual a R$ 10. a fórmula do valor atual.2264777 11 . n. será:  qn   1  n R (1  i )  PV    (1  i )  q  1 i 1    Exemplo 13: (Roberto Gomes. com capitalização mensal. 285 Problema Proposto 39). Pág.  1  1  0. será: PV  R n (1  i) Exemplo 14: (Roberto Página 285 Problema Proposto 40) Que financiamento poderá ser solicitado à taxa de juros compostos de 48% a. temos esquematicamente: Rqn .. Que financiamento poderá ser solicitado à taxa de juros compostos de 36% a..a.a.000.03)  103 . a fórmula do valor atual.  (1  0. com 12 prestações trimestrais. para a série crescente postecipada.839.03)36  1 10000 10000   PV    114. 12 n = 36 prestações mensais q = 1.1 PV = ?   1136 . 2. .00 i= 36 = 3 % a. para a série crescente postecipada.m.Matemática Financeira EM PROGRESSÃO GEOMÉTRICA 78 São aquelas nas quais.00 mensais e as demais superiores em 10% às anteriores? Solução: R = $ 10.59 Quando o valor de q coincidir com o valor de (1+i). em progressão geométrica.000. 3. capitalizada trimestralmente.03    PV = 1. Chamando de R o primeiro termo e q a razão.000.

00 i= 48 = 12 % a.12 PV = ? PV  10000 10000  12   12 (1  0.12 4 n = 12 prestações mensais q = 1.142.12) 1.000.Matemática Financeira 79 Solução: R = $ 10.  1+i = 1.86 RESUMO DAS FÓRMULAS PARA CÁLCULO DE SÉRIE FINANCEIRA Cálculo do Valor Atual de uma série financeira  1  i n1  1 PV  PMT     PMT n 1  1  i   i  Antecipado  1  in  1 PV  PMT    n  1  i  i  Postecipado  1  i n  1  PV  PMT    1  i nk  i   Diferido Cálculo do Montante de uma série financeira  1  i n 1  1  FV  PMT    1 i     Antecipado  1  i n  1 FV  PMT    i     Postecipado  1  i n  1 FV  PMT  1  i k    i     Diferido Roberto .12 PV =107.t.

? Resp. Resp. Qual é o valor de cada prestação? Resp.66 Uma mercadoria pode ser adquirida em 8 prestações trimestrais de R$ 240. 10.90 Uma compra de R$ 10. e que a 1ª prestação vencerá 30 dias após a data da compra. a ser paga no momento da ultima prestação. 9. se a taxa de juros foi de 7% a.00 à vista.00.000.m. com a primeira paga 30 dias após a compra. Qual seria o valor de cada prestação. sendo que a 1ª prestação deve ser paga 90 dias após a liberação do financiamento. Sabendo que a taxa de juros é de 9% a.00.00 para pagamento à vista.00. iguais e consecutivas com a primeira um mês após a compra de $ 150. 11.00 Roberto 2. sendo a primeira paga um mês após a assinatura do contrato.m. prestação normal. Qual é o valor dessa máquina à vista. R$ 58..Matemática Financeira Exercícios de Série Financeira – Valor Atual Postecipado 1.00. R$ 118.500.m. pagando 24 prestações mensais de $230.66 Um equipamento no valor de R$ 81. a ser paga um mês após a última prestação. e mais uma parcela complementar a ser paga no momento da última prestação normal.m. 80 Um produto eletrônico está anunciado por R$ 200.44 d) $789.00. a) $665. 3. e mais uma parcela complementar de $100.405. iguais e consecutivas.t.00 postecipadas.00 foi adquirido por meio de leasing. qual é o valor da parcela complementar? Resp.218. e uma parcela complementar. a) $1.000. com a primeira 90 dias após a compra com a taxa de juros é de 15% a.004. paga no momento da 18ª. opção de compra de 2% do valor aquisitivo.b. R$ 2.40 Um automóvel é vendido por R$ 10.b.25% ao mês.m.033.598. Calcule o valor das prestações.00 é financiada em oito prestações trimestrais. Sabendo que a taxa de juros cobrada é de 8% a.410.77 Um equipamento cujo valor à vista é de $10. Resp. 4.5% a. por ocasião da compra. 5.00. além de uma entrada de $2. Resp.81 b) $676. iguais e consecutivas de R$ 1. sabendo que a taxa de juros foi de 6% a. à taxa de juros compostos de 5% a.10 Um empréstimo deve ser pago em 15 prestações mensais. R$ 6.78 Qual o valor financiado para pagamento em seis prestações mensais. 7. sendo a primeira paga 30 dias após a compra.94 c) $891. R$ 48. e mais um parcela complementar de R$ 700. à taxa de juro de 7%a. sabendo que a taxa de juros cobrada pela loja é de 7% a.000.63 Uma mercadoria deve ser paga em 6 prestações bimestrais de R$ 180. 8. mas pode ser financiado em 6 parcelas bimestrais iguais e postecipadas.000.07 b) $1.00 foi vendida em 7 prestações mensais. em 18 prestações mensais.458.m.424. R$ 118. Qual é o valor do empréstimo.383.m. Determinar o valor das 12 prestações mensais sabendo-se que o financiamento será realizado a juros compostos de 1.90 e) $648.300. Resp. com a primeira um mês após a compra.90 c) $1.56 d) $1. R$ 8. .657. Determinar o valor dessas prestações para uma taxa de 3% ao trimestre.33 Uma empresa realizou a compra por meio do leasing.00 Uma mercadoria de $850. qual seria o valor de cada prestação se fosse paga em 11 prestações bimestrais? Resp. se fosse adquirida em 25 prestações mensais mais uma entrada de 20% do valor à vista e taxa de juros mensais de 4.00 será financiado em 12 prestações mensais e sucessivas.89 e) $1. R$ 2. ou em cinco prestações mensais. R$ 2. se a taxa de juros compostos anunciada é de 6% a. no regime de juros compostos.00. Resp. 6. iguais e sucessivas. Qual o valor das prestações.00 com a primeira 30 dia após a compra. iguais e consecutivas de R$ 200.

980. que incluem juros calculados a uma taxa de 15% ao ano.760. 17. todas de mesmo valor. Determinar o valor do pagamento a ser feito no final do 3º mês (incluindo o valor da 3ª prestação) para liquidar o saldo devedor (principal remanescente).00.43 c) $501.98 Um empresário tomou um empréstimo de R$ 10. Qual é a melhor opção de compra.90 d) $414.Matemática Financeira 12.56).560.03 e $6.00 à vista ou em 4 prestações trimestrais de R$ 77.178526 b) 12 meses 0. com pagamento da 1ª prestação 30 dias após a data da operação.00 c) $58. Esse saldo devedor foi então refinanciado em 20 prestações mensais adicionais.539. Determinar o valor dessa nova prestação mensal. a) $57.00 e) $57. Determinar as parcelas que devem ser financiadas em cada plano para que o valor da prestação do “Plano Semestral” seja igual ao valor da prestação do “Plano Mensal”. O gerente financeiro de uma cadeia de lojas que operam com crediário deseja estabelecer fatores que serão aplicados ao preço à vista para cálculo da prestação mensal. capitalizados mensalmente.00 para ser pago em 24 prestações mensais.460. 14.02 e $6.660. iguais e sucessivas.00.2% ao mês.00 para ser paga em cinco prestações mensais e iguais. 15.00. 16.960. a) $43.339.02 e $6.02 e $6.04 b) $426. a uma taxa de 1. A taxa de juros da empresa é de 2% ao mês. sabendo-se que a 1ª prestação deve ser ocorrer 30 dias após a data da compra. oferece aos seus clientes os seguintes planos de financiamento:  “Plano Mensal”: 24 prestações mensais. quais são estes fatores por unidade de capital. portanto. Assumir a mesma taxa de juros para essa liquidação antecipada das duas últimas prestações.54 e) $482. Determinar o valor do principal desse financiamento. em parte pelo Plano Semestral.2% ao mês. iguais e sucessivas. 81 Uma compra é financiada em seis prestações mensais de R$10.97 e) $43. para que a taxa mensal de 1. . a juros compostos. sendo que a 1ª prestação ocorre 30 dias após a data da compra.80 Um banco comercial que opera no regime de juros compostos. uma vez que a taxa de juros corrente é de 10% ao trimestre? Resp. a) $327.600.59 Um cliente de uma loja de eletrodomésticos comprou uma televisão por $800.10 b) $55.78 Numa seção de classificados anuncia-se uma casa por R$ 250.980.5% ao mês. imediatamente após o pagamento da 8ª prestação mensal. nos prazos abaixo: a) 6 meses Resp.560.98 c) $376.000. a serem pagas a partir do final do 9 º mês.000. Enfrentando dificuldades financeiras. 0. A prazo. em parte pelo Plano Mensal. (245.98 b) $43.094560 c) 18 meses 0.81 d) $334.98 d) $43.16 b) $494.980.460.20% ao mês seja mantida ao longo dos 28 meses das duas operações. com uma taxa efetiva de 1.439. a uma taxa de 1.066702 Roberto 13. Um cliente desse banco deseja tomar um financiamento de $50.000. no regime de juros compostos. solicitou um refinanciamento de seu saldo devedor (principal remanescente). com pagamento da 1ª prestação 180 dias após a data da operação.239. iguais e sucessivas.981.06 e) $394.98 d) $56.98 c) $43. a) $436. no regime de juros compostos.000. para ser pago.  “Plano Semestral”: quatro prestações semestrais.039.02 e $6.

000.21.500. b) Entrada de R$ 500. para evitar esta concentração nos desembolsos. O saldo será retirado em 2 parcelas anuais e iguais. 82 Resp.. 21. 28.313. Determinar o valor dessa nova prestação trimestral.. De quanto deveriam ser as prestações mensais. para que a taxa de juros de 4% ao trimestre seja mantida? Resp. Se a taxa de juro composto da loja for de 2% ao mês e a quadrimestral de 8. entretanto.00. as prestações vencidas e vincendas.928.Matemática Financeira 18. 25. 22. Qual será o valor das retiradas anuais? Resp: R$ 18. Por ocasião do vencimento da Quarta (4ª) e da décima Segunda (12ª) prestações devem ser efetuados dois pagamentos adicionais de R$ 400.00 mais 6 prestações mensais de R$ 181.000. Letra a Numa compra efetuada.671. 24. O valor a vista da TV era de R$ 3.000.06 A compra de um carro foi feita em 8 prestações trimestrais de R$ 3.12 Um administrador.000.000.00 deverá ser pago em oito prestações mensais iguais à taxa de juro de 10% a mês.81 Uma empresa tem os seguintes pagamentos a efetuar em função de compromissos anteriores assumidos: R$ 40. solicitou o pagamento em 24 parcelas mensais. 26.580.000.000.689% ao trimestre e a taxa mensal de 2. Uma revendedora de automóveis usados oferece o seguinte plano na venda de um carro: a) Entrada de R$ 1. 27. para que houvesse diluição dos compromissos. manifestou o desejo de aumentar o prazo de seu empréstimo.m. à taxa de juros composta de 5% ao mês. Se o valor à vista da compra é de R$ 50.q. um cliente deve pagar uma entrada e 6 prestações mensais postecipadas de R$ 8.00 e a taxa de juro composto cobrada pela loja é de 7% ao mês.? Resp: R$ 975.00 e deverá pagá-lo em 25 prestações trimestrais iguais e sucessivas. Se a taxa de juros é de 4% a. mais duas intercaladas de R$ 50.00. o primeiro no final do quinto mês.: R$ 27.00 como prêmio de loteria. Resp: R$ 67. Roberto . iguais e sucessivas. Após ter pago 4 prestações. sem entrada e mais uma parcela complementar de 2% do preço da mercadoria a ser paga juntamente com a última prestação.00 em 24 prestações mensais.021. A empresa consegue renegociar sua dívida "a taxa de 5% ao mês de modo a fazer oito pagamentos mensais. qual será o valor das prestações mensais? Resp: R$ 1. o cliente teve o saldo devedor financiado em 3 prestações quadrimestrais de R$ 5. 23. O gerente da loja aceitou tal proposta.38 Um cliente tomou um empréstimo no valor de R$ 600.m. Comprando a prazo. isto é.000. Qual é o valor do débito? Resp: R$ 3. de forma a liquidá-lo em 30 prestações trimestrais adicionais.38 Um financiamento no valor de R$ 2.91 20. uma vez que a taxa de juros compostos era de 7. quando então foi á loja e pediu para liquidar todo o seu débito.: 20% Uma empresa financiou a compra de uma mercadoria que custa $ 45.00 deverá ser pago em 12 prestações mensais iguais. a primeira um ano após o último saque mensal e a segunda no ano seguinte. Determine o valor de cada pagamento? Resp.000. qual é a melhor alternativa para compra? 19. Contudo.83. Calcule o valor da prestação.00.213.m. R$ 2.00. qual será o percentual sobre o valor à vista pago como entrada? Resp. qual é o valor de cada prestação? Resp.812.000. O comprador.24% a.00 hoje mais seis prestações mensais de R$ 12.000.00 cada um. Calcule o valor de cada prestação. tendo recebido R$ 300.000. por questões de viagem deixou de pagar 6 meses.00 mais 12 prestações mensais de R$ 148. a taxa de 4% ao trimestre.00 no final do terceiro e sétimo meses.000 no final do sétimo mês.5% a.000.99 Uma pessoa comprou um televisor a prazo em 24 prestações mensais postecipadas.391.01.55. notificando que a taxa de juro considerada seria de 3% ao mês. Imediatamente após o pagamento da oitava prestação.000. Resp: R$ 163. Sendo a taxa de mercado 2% a. o cliente solicitou a transformação do financiamento em 12 prestações mensais.391. imaginou o seguinte esquema: " Aplico este dinheiro em uma instituição que pague 2% ao mês e durante os próximos 24 meses efetuo retiradas mensais de R$ 15. R$ 20.96 Um financiamento de R$ 425.00 a cada final de mês e R$ 10.000.

para evitar esta concentração nos desembolsos. É verdade.00 de entrada e 24 prestações mensais de R$ 29. 37. a venda pode ser financiada de três formas: I – R$ 100. qual é o aumento verificado na segunda alternativa? Resp. Sabendo que o valor emprestado é de R$ 10.R$ 12. Sendo o valor da taxa de abertura de crédito financiada juntamente com o valor do eletrodoméstico. R$ 1. a financeira situada em um grande magazine cobra um taxa de abertura de crédito de 1% sobre o valor do produto e uma taxa de juro de 5% ao mês em 10 prestações mensais. R$ 235. Em uma loja o referido aparelho pode ser pago com 25% do valor à vista como entrada e o restante em 8 prestações mensais iguais e consecutivas de R$ 89. ele deve ou não vender o terreno? Justifique. o cliente teve o saldo devedor financiado em 3 prestações quadrimestrais de R$ 5. Em ambos os casos o cliente não dará nenhuma entrada. O valor estimado de mercado do terreno é de R$ 200. a melhor forma de pagamento para a empresa.37 Uma empresa faz um empréstimo em uma determinada instituição financeira.71% a.m.800. Admitindo-se que a taxa de juro mensal do mercado seja de 5% ao mês. 31. Diz o vendedor.000. a taxa de juros compostos de 8% ao mês.00.m.201.00 e as de ordem par valem 50% a mais.00. R$ 1.00. que é mais interessante. o cliente solicitou a transformação do financiamento em 12 prestações mensais.Matemática Financeira 29. Se a taxa de juros compostos do mercado for de 9% ao trimestre. Resp.00. 83 Uma pessoa deseja comprar um aparelho de som.189..00 e daqui a 12 meses. 33. resulta num valor para a prestação de R$ 4.64% a. utilizando o método de valor atual de uma série de pagamento é: a) à vista b) a forma indicada no item I c) a forma indicada no item II d) a forma indicada no item III Um determinado cliente solicitou um empréstimo no valor de R$ 15. ao somar o valor do empréstimo com os juros.00. Considerando a taxa de juro de 3. o gerente multiplicou 5% por 4 encontrando 20% que correspondem aos juros.00. encontrou a quantia de R$ 18. 32.00 Numa compra efetuada. qual será o valor das prestações mensais? Resp. 34. quando utilizamos o método do valor atual para uma série financeira? Caso contrário qual o aumento verificado na taxa de juro cobrada nessa operação? Resp.00 cada um. II – 20 prestações mensais de R$ 40.000.: sim.42 a taxa de juros compostos de 5% ao mês ou em outra loja este mesmo aparelho de som está à venda por 12 prestações. Uma moto é vendida em 10 prestações mensais.000. calcular o valor em R$ dessa TAC.000. iguais e mensais de R$ 44. Isso é verdade? Justifique.5% ao mês. Para calcular o valor das prestações.000.000. Contudo. Todavia. no final de quatro meses.5% ao mês. pois o preço à vista é menor. vencendo a primeira 30 dias após.407. e o empréstimo deveria ser pago em quatro prestações mensais e iguais postecipadas. III – um único pagamento de R$ 640.500. Sabendo que a taxa de juro da loja é de 3% ao mês.m. à vista da segunda loja R$ 750. afirma o gerente.: R$ 3. Resp.00. determinar o valor das prestações. e que o banco cobra uma taxa de abertura de crédito que eleva sua taxa efetiva para 5% ao mês. Então. Resp. 36. Resp.00 postecipadas e sem entrada. a entrega de dois apartamentos no valor de R$ 80.44 Roberto 30. As prestações de ordem ímpar são iguais a R$ 300.00.17 No financiamento de um aparelho eletrodoméstico. a uma taxa de juro de 3. Se a taxa de juros compostos da loja for de 11% ao quadrimestre e 2.82 Uma loja vende um eletrodoméstico em 8 prestações mensais de R$ 28. valor atual R$ 214. cujo preço à vista é de R$ 500. Resp.00. Esses cálculos realizados pelo gerente estão corretos. Uma empresa deseja comprar um armário.00 cada uma. da segunda loja.00 e a proposta é a seguinte: quatro prestações trimestrais de R$ 40. dividida por 4. no valor de R$ 1. calcule o preço à vista dessa moto. O gerente afirmou que a taxa de juro seria de 5% a.27 O proprietário de um terreno grande no centro da cidade está estudando a proposta de compra feita por uma construtora.000.599. paga em 12 meses. . quando o prédio a ser construído estiver pronto.67 com a primeira prestação a ser paga no mês três.00 ou em 12 prestações mensais de R$ 21.00 que. 35. devendo ser amortizado em 24 prestações mensais iguais.7.

16. a título de entrada. 84 Uma mercadoria que custa $ 266. 6. e mais uma parcela complementar de $ 100.5% ao mês.56.m.00. 7. qual é o preço a vista? Resposta: 3. com a primeira prestação paga no ato da compra e mais uma parcela complementar de $ 300. porém podendo pagar $ 50. R$ 1.781.980.61 Uma mercadoria será paga em 18 prestações mensais de $520.175. Qual será o valor das prestações.91 Uma bicicleta foi vendida em 4 prestações trimestrais de R$ 1.. parcela complementar de $ 6.00 e irá pagar em 6 prestações mensais e iguais acrescidas de juros de 9.498.. Calcule o valor de cada prestação.57 Uma mercadoria que custa à vista $ 690.m. Resp. pagando 24 prestações mensais de $ 420.00.m.519.00 à vista pode ser adquirida em 5 prestações mensais. Qual é o valor dessa máquina à vista.87 Uma cadeia de lojas de varejo financia os seus produtos num plano de “três vezes sem juros“.00. que percentagem poderá conceder de desconto nas vendas á vista? Resp.88 c) $58.35 d) $57. $ 5. a título de entrada. Calcule o valor de cada prestação.m. sendo a primeira no ato da compra.145.481.00 por mês. 13. disse estar interessada em levar a mercadoria. Determinar o valor do principal desse financiamento.8% a. 4. iguais e consecutivas com a primeira no ato da compra à taxa de juros de 5% a. 9. Calcule o valor das prestações.00. mais 15 prestações iguais e sucessivas com a primeira paga no ato da compra. sabendo-se que a 1ª prestação ocorre no ato da realização da compra.m. 124. que incluem juros calculados com a taxa de 1. nas vendas financiadas por esse plano.178.47 um mês após a última prestação. $ 90.97. R$ 58. 22 prestações. Sabendo que a taxa de juros de mercado é de 8% a. iguais e sucessivos. Se a loja cobra juros de 9% a. 5. 11. Resp.75% ao mês.00 foi vendida em 9 prestações mensais com a primeira no ato da compra. com a primeira prestação paga no ato da compra.98 e) $57. Assumir mês com 30 dias e determinar o percentual de acréscimo que essa cadeia de lojas tem que aplicar nos seus preços à vista..00 em 15 (1+14) prestações mensais iguais e consecutivas à taxa de 7..00. sendo a primeira no ato da compra. Sabendo que a loja cobra juros a taxa de 6% a.25% ao mês. e um mês após a última prestação normal mais uma parcela complementar de $ 135. que pode ser paga em 6 (1+5) prestações mensais sem acréscimo.600. Roberto 12..m.25% a.000. qual é o valor dessa mercadoria? Resp.00. qual é o preço à vista dessa mercadoria? Resp..00 Uma pessoa entrou numa loja. mediante pagamentos mensais.87 Uma empresa anunciou a venda de certa mercadoria que custa $944. A 1ª prestação é paga no ato da compra.41 Uma compra deve ser financiada em seis prestações mensais de $10. $ 228. se a taxa de juros foi de 7% a.000.90.00. a juros compostos. 8. viu a mercadoria que queria ter em casa ao preço de $ 640. Sabendo que a taxa de juros foi de 6. Se a taxa de mercado é de 3% ao mês.00? Resp. com a primeira no ato da compra.00 paga juntamente com a última prestação.41% a. Se a loja cobra juros a taxa de 5. quantas prestações deverá pagar e.788166% Uma mercadoria foi vendida em 8 prestações mensais de $ 34. 5.? Resp.m.88 Uma pessoa comprou um DVD por R$ 600. . Resp. no regime de juros compostos. a) $58.00 b) $58.m. Uma empresa realizou a compra de uma máquina por meio do leasing. qual é o valor das prestações se o valor à vista do eletrodoméstico é de R$ 18. 3. 2.978. juntamente com a última prestação. 10. sabendo-se que serão pagas antecipadamente? Resp.Matemática Financeira Exercícios de Série Financeira – Valor Atual Antecipado 1.m. taxa de juros de 7. se for o caso.2% a.04 Uma pessoa deve pagar pela compra de um eletrodoméstico uma entrada que representa 30% do valor à vista. para obter uma remuneração efetiva de 1.51 Uma empresa anuncia a venda de uma mercadoria por $ 600. qual o valor da parcela complementar e quando deverá ser paga? Resp.

02 Dado o diagrama: 40 0 40 1 40 2 40 3 40 4 40 5 40 6 40 7 87 8 15. por uma televisão.015% 2. qual é o valor dessa mercadoria à vista? Resp.125. O valor à vista da mercadoria é igual a $ 456. $ 99.? Resp. III. Qual o valor à vista se a taxa de juro for igual a 9% a. Podemos concluir que: 1. a diferença de preço é igual a: Resp. Sabendo que a taxa de juros do mercado é de 5% ao mês. IV. Sabendo que a taxa de juros foi de 7% a. Apenas um item é falso. R$ 200.50 foi vendida em 12 prestações mensais de R$ 50. II. Se as prestações fossem calculadas (divididas).00 com a primeira no ato da compra.28 e está a venda conforme diagrama das prestações abaixo e mais uma parcela complementar ( X ) juntamente com a quita prestação.m.00.m. 18. 4. Uma mercadoria de R$ 432.68. 5.58. 2. cujo preço à vista é de R$ 2. com a primeira paga no ato da compra.287. qual o valor da parcela complementar se a taxa de juro for igual a 9% a.185% 2. Todos os itens são verdadeiros. 3. “sem juros”.m. Apenas três itens são verdadeiros. $ 44.215% 85 Uma mercadoria será paga em 24 prestações mensais em R$ 380.m.71.. Apenas dois itens são falsos. paga um mês após a última prestação. pelo preço à vista da mercadoria haveria uma diminuição de R$ 21. O preço de tabela da mercadoria é R$ 1. julgue os itens abaixo: I.00. Sabendo que a taxa de juros é de 7.6% a. qual é o valor da parcela complementar a ser paga um mês após a última parcela normal? Resp.. Um comprador oferece ao vendedor de uma loja seis prestações de R$ 429.Matemática Financeira a) b) c) d) e) 14. 16. Todos os itens são falsos 2. 17. R$ 284.00. A loja para vender em oito prestações iguais “sem juros” embutiu no preço à vista uma percentual de aumento maior que 17%.875% 1. Se os juros mensais normais da loja forem de 7%ao mês.35 no valor de cada prestação.00 Roberto .91.61 Certa loja comercial vende seus artigos em oito prestações mensais e iguais “sem juros” sendo a primeira prestação no ato da compra. O preço à vista (financiado) dessa mercadoria é R$ 954. R$ 4.? X 40 0 40 1 40 2 40 3 40 4 40 5 40 6 40 7 8 Resp.98 19.00 com a primeira paga no ato da compra e mais uma parcela complementar de R$ 300.495% 3. Um cliente faz uma compra nessa loja pagando oito prestações mensais iguais de R$ 140.722.

82 Uma casa foi comprada com uma entrada de R$ 10.000.00 uma pessoa deve fazer para ter o saldo de $1. durante 20 meses em uma instituição financeira.inicial = 8. R$ 40. a uma construtora. à taxa de juro de 2% ao mês. quanto deverá depositar mensalmente? Resp.00.m.4% a.m. caso este deseje. R$ 33. Passados cinco anos da compra. qual o valor desta poupança mensal? Resp. 200.00.52 Roberto 2.977.013.000. para que tenha R$ 60.92 Uma pessoa deposita em um fundo de capitalização. por R$ 10.00.00 cada uma.000. mais 50 prestações mensais postecipadas de R$ 1. durante nove meses. Sabendo que recebe juros a taxa de 1% a.350. qual o preço mínimo que deve pedir por ela se a taxa de juro do mercado imobiliário esteve em torno de 7. seus depósitos são de R$ 3. qual é o valor de cada um dos saques de forma que. se os depósitos forem iguais e remunerados a 2. Ao término deste prazo venderá o equipamento ao locatário. seu proprietário deseja vende-la.03.: R$ 100. Se considerarmos que os juros compostos correntes são de 2. Quanto possui após o último depósito trimestral e que depósito inicial e único geraria o mesmo montante ao fim do mesmo período? Resp: 21.55 Quantos depósitos mensais de $ 130.00 e 300. 4.00 Uma pessoa deposita todo final de mês.5% ao mês. montam de R$ 5. qual será o montante pago por essa copiadora? Resp R$ 123.300. 12.000.165.5% ao mês. o saldo da conta seja igual à zero? Resposta: R$ 130.83% ao mês.00. Resp. No segundo ano. para novamente reiniciá-lo com 6 depósitos trimestrais de R$ 600.107.348.83 Uma pessoa deseja comprar uma televisão por R$ 445.00 no final da aplicação.457.000.500.000.665. O novo proprietário mandou construir uma casa nesse terreno e para isso pagou R$ 9. 7.000. a partir de hoje. Se a taxa de juros for de 15% ao ano. faz três retiradas anuais iguais. qual será o valor das retiradas.Matemática Financeira Exercícios de Série Financeira – Montante 1. .51? Resp.: R$ 265. de tal forma que após a 3ª retirada o saldo da conta seja zero? Resp: 245.: R$ 443. depósito? Resp.71 .00. Após 6 meses inicia uma série de 20 depósitos mensais de R$ 150.3% ao mês.91 Uma empresa deve pagar um título de R$ 50. Seus depósitos são iguais nos quatro primeiros meses.492.71.000.000. 8.00 por mês. o saldo seja suficiente para pagar o título? Resp. 5. dobrados nos quatros meses seguintes e triplicados nos últimos quatro meses.000.000. R$ 10.00 no final de cada mês.00 e no terceiro ano são de R$ 8.00 mensalmente.00 um mês após efetuar o décimo oitavo depósito. Se a aplicação ganha juros compostos de 10% ao mês. além de quatro parcelas anuais de R$ 3.00 a cada final de ano. 6. durante 24 meses.: R$ 3.00 à vista daqui a 10 meses. durante 13 meses. No primeiro ano. após fazer o 36º.00. 3.00.600.00.00. Um terreno foi comprado por R$ 71.. interrompendo-a por 4 meses.64 Uma pessoa faz depósitos mensais durante três anos numa instituição financeira que paga a taxa de juro de 0. 13.000. 10. A partir do 21º ano. Quanto deveria investir mensalmente. R$ 12. Que preço mínimo ele deve pedir se a taxa de juro do mercado esteve em torno de 4% ao mês nesse período? Resp.00 Uma empresa aluga sua copiadora por R$ 3. durante 20 anos. Quanto depositou em cada mês se no fim do ano de aplicação seu montante era de R$ 2.832. se receber a taxa de juros de 1. 9. Resposta R$ 2. Qual seu montante no final do terceiro ano.00. 86 Quanto devo aplicar mensalmente. à taxa de juro de 2.63 Certa pessoa abre uma conta em um banco que paga 2% ao mês. A partir do décimo quinto mês faz três saques mensais e iguais.221. com depósito inicial de R$ 5. Querendo vender a casa no final desse período.9% ao mês.362. para que. R$ 215. após o terceiro saque. 8 depósitos Uma pessoa pretende ter $ 670.00 daqui a um ano. Admitindo que ela poupe certa quantia mensalmente.6% ao mês nesse período e se quer incluir nesse preço os 5% de corretagem calculados sobre o preço de venda que deve constar da escritura? Resp. 11.62 Uma pessoa faz depósitos mensais postecipados numa instituição financeira que paga a taxa de juro de 1.

considerando uma taxa de juros em torno de 7% ao ano.m.029. Paulo deseja presentear seu filho Marcos com um carro que hoje custa aproximadamente R$ 13. Qual será o saldo daqui a cinco anos. $ 193. 21 prestações Márcia deseja formar uma poupança que atinja R$ 3.: 17. Transcorrido um ano.00. 24.5% a.05. 3. e que não considera depósito na data que irá comprar a mercadoria.Matemática Financeira 14. desde que Marcos consiga aprovação no vestibular. iniciando o primeiro depósito ao fim do primeiro mês.5 % a. 18.000. 19.86.: R$ 261. 87 Um condomínio prevê despesas extras de R$ 120. sabendo que o banco para juros de 8% ao ano? Resp. 25. vencendo a primeira ao fim de 30 dias. para que sua esposa possa efetuar 12 retiradas mensais de R$ 20. decorrente de 12 depósitos mensais consecutivos.00 no final de agosto e setembro respectivamente. A primeira retirada ocorrerá um mês após o último depósito. ao fim de 5 anos. Resp.. num fundo que rende 1. à taxa de juros de 4% a. se a taxa de juro é de 3% ao mês? Resp.m.598. para fazer frente às despesas previstas? Resp. Quanto deverá arrecadar e aplicar.00 Quantas aplicações mensais de R$ 350.68 Quanto se deverá depositar mensalmente para que. 5.99.00 e as restantes de R$ 250. 22.000. Resp: R$ 367.5%. em 12 parcelas mensais iguais.00. 16.777. se os juros sobre o saldo credor fossem beneficiados com a mesma taxa da primeira hipótese? Resp.558. Considerando a taxa de juros trimestral de 7.00 até a presente data. de abril. Sabendo que a mercadoria custa $ 1.46 feitos de três em três meses (no inicio de janeiro.m. resolve fazer seis depósitos mensais em uma financeira.00. o banco se compromete a financiar o saldo restante dos R$ 100. sobre o saldo credor.00 e R$ 160.000.68 à taxa de juros compostos de 1. com taxa de juros acertada de 3% a.000.13 Certo executivo pretende viajar durante 12 meses. e. Considerar que a instituição paga 2.00 por meio de depósitos de R$ 480.327.10.: R$ 793. 17. Calcular a prestação mensal desse financiamento. de julho etc.00 são necessárias para obtenção.30 Uma pessoa deseja obter R$ 100.000. Que depósitos mensais nesse período produziram a mesma soma.. junho e julho (valores iguais). R$ 220.m. ao final do último mês.000.67 Uma pessoa decidiu vender um apartamento.214.000. 23.00 cada uma. Resp. para isso. ao final do último mês. Resp. sabendo que os depósitos são feitos no inicio de cada período. sendo as seis primeiras de R$ 150.00.: R$ 36. com 18 anos ele estará ingressando na faculdade. Sabemos que a idade de Marcos hoje é de 12 anos. durante um ano.: 24 meses Seu Costa deposita anualmente $ 3. fazendo o primeiro depósito hoje. 21.38 Uma pessoa aplicou R$ 15.033.85% ao mês. de quanto devem ser os depósitos? Resp. durante o período de sua viagem.m.00 há 24 meses e vem pagando condomínios mensais de R$ 500.: R$ 89. 10 trimestres Calcular o montante. calcule o valor de cada depósito.61 15. Considerando os valores pagos pelo proprietário e uma taxa de juros compostos de 3% ao mês qual o menor valor pelo qual ele venderá o apartamento? Resp. sabendo que as aplicações são realizadas no fim de cada período? Resp.148. à taxa de juros de 4% a. 26.00 e após 3 anos recebeu a soma total de R$ 61. no final de maio.000. faz um contrato com um banco em que se compromete a depositar mensalmente.000.m.200.00 para comprar um apartamento ao fim de um ano e. Roberto .52 Uma pessoa pretende efetuar depósitos mensais para comprar uma mercadoria daqui a 6 meses. não se processando nenhuma retirada. Resp.00.).000. Se a financeira paga 3% ao mês. se tenha R$ 50.000.523. Quanto Paulo deverá economizar por mês.30 Em quanto tempo se pagará uma dívida de R$ 1. Resp.000. do montante de R$ 8. a taxa de juros de 1% a.00 na sua conta particular. a quantia de R$ 3. se tudo correr bem. 20. Havendo pago por ele R$ 120. calcular em quantos meses aproximadamente ela conseguira atingir o valor desejado.00 em parcela mensais de R$ 59.

no 3º. Sendo de 3% ao mês a taxa de juro cobrada pela loja. e.21 Um terreno é vendido à vista por R$ 30. Quais esses coeficientes para o prazo variando de 4 a 8 prestações e taxa de juro de 5. A loja. 0.683. qual o valor de cada prestação? Resp.00.69 Roberto .00 cada uma. 3.: R$ 6. Calcule as prestações para uma taxa de juro de 3. Resp.15 e R$ 4. sendo as 6 últimas o dobro das 6 primeiras. 4.00 ou a prazo em 4 prestações mensais e iguais.92 Um cliente solicitou um financiamento de R$ 2.114.58 Uma determinada loja desejando aumentar suas vendas anuncia a venda de televisores de acordo com o seguinte plano: 3 prestações de R$ 200. Um aparelho de som é vendido por R$ 2. para que seja possível efetuar tais retiradas? Considerar a taxa de juro composto igual a 8% a. 0.Diferidas 1.000.143.: 506.982. 6. A máquina ao término do contrato. 0 1 2 3 4 5 6 7 12.000. Quanto deve ser depositado em final de junho. afirma que eu posso comprar hoje e só começar a pagar daqui a 4 meses. Qual seria o preço à vista deste televisor uma vez que a taxa de juros cobrada pela loja é de 2. 3 prestações de R$ 500. O diretor financeiro de uma grande loja deseja montar uma tabela de coeficientes para prestações iguais. é vendida ao cliente por seu valor residual de $ 10.000.m. $ 52. vencendo a primeira seis meses após a ultima parcela liberada.5% ao mês.00 no final dos meses de setembro.037.000.: R$1. Esse empréstimo deve ser pago.00 à vista.36. 0.00. no entanto. com a taxa de juro de 3. 8.400. vencendo a primeira 3 meses após a compra. e 5º.8% ao mês e o plano de pagamento de 6 prestações mensais e iguais.29 Uma empresa tomou um empréstimo que foi liberado em três parcelas semestrais de R$ 15. 50 50 50 50 50 Resp: R$ 156.8% ao mês? Resp.286. 5. de tal forma que o coeficiente multiplicado pelo preço à vista do bem seja igual à prestação. R$ 2.00 para ser amortizado mediante um pagamento de R$ 1. R$ 4. se a taxa de juros compostos considerada na operação for de 2.00 e a primeira parcela a ser paga no quinto mês. 10.m. no 8º. 9. Adotando-se uma taxa de juros compostas de 1% a. Qual o valor das prestações? Resp. No entanto.000. Sabendo-se que a taxa de juro do financiamento é de 5% ao mês.00.951. Qual o valor de cada prestação. qual o valor de cada prestação? Resp. o pagamento poderá ser feito em 12 prestações.76 Ache o valor atual do fluxo de caixa que se segue.317540.929. $ 17..390.Matemática Financeira Exercícios de Série Financeira . outubro.40 Uma máquina é vendida por meio de leasing por 24 parcelas mensais de R$ 3.00. com dois meses de carência.000. A prazo.: R$ 1. do mesmo ano. novembro e dezembro.5% ao mês? Resp.8% ao mês.175707. seguidos de 6 pagamentos mensais postecipados e iguais. considerando a taxa juro de 10% por período.00.195853 e 0.: 0. 7. qual o preço à vista do televisor? Resp.000. 88 Uma loja oferece um televisor por 24 prestações de R$ 300.873. Qual é o valor à vista da máquina. 11. e 10º meses após a compra. Sendo a taxa de juro de 3. se a taxa de juro do financiamento for de 5.: R$ 2. pode-se afirmar que cada prestação mensal será de? Resposta: 262.69 Um conjunto de sofás é vendido à vista por R$ 6.. 4º.00 daqui a 5 meses. meses após a compra.00.13. em 10 prestações mensais iguais. Uma empresa planejando uma reforma no parque industrial prevê dispêndios mensais da ordem de R$ 6.63 2.222804.000. 9º. ocorrendo o primeiro pagamento 4 meses após a compra. há um plano de venda a prazo que exige 30% do valor à vista como entrada e o restante financiado em 24 prestações mensais iguais com a primeira prestação vencendo daqui a 4 meses. O preço à vista de um carro é de R$ 36.5% a mês? Resp.5% ao mês? Resp.260644. Resp.

957. Se a mercadoria é de $ 670.566. R$ 38.m.000. que a primeira prestação vence 10 dias após a data do contrato e que as demais têm seus vencimentos de mês em mês.. no ato da compra.00. No dia 09 de abril de 2005.. 96. Considerando uma taxa de juros compostos de 5% ao mês.00 para ser quitado em seis prestações mensais. Resp. 16.786. 1. Ache o valor atual da série financeira que se segue. 22. sabendo-se que a taxa de juros cobrada é de 10% a. e que a taxa de juros cobrada pela instituição financeira é de 5% a.Matemática Financeira 13.00 no quarto mês.971.00 com a primeira prestação a ser paga no sexto mês após a compra e mais um pagamento de R$ 500. Calcule quanto tempo após a compra deverá ser paga a primeira prestação.m. Sendo o financiamento pago em 18 prestações de R$ 2. 1.74 Uma pessoa adquire uma lancha a ser paga em 20 prestações mensais e iguais.m.000. O fabricante exige uma entrada e concede carência de 3 meses para início do pagamento das prestações. Sabendo-se que a 1ª prestação vence no final do 5º mês e a última no final do 24º mês. 89 Uma pessoa comprou uma enciclopédia em seis prestações mensais de R$ 200.m. $ 1.11 Uma mercadoria de $ 870. qual deverá ser o valor da entrada se os juros compostos cobrados forem de 5% ao mês Resposta: 20% do valor à vista? Ache o valor atual da série financeira que se segue. a taxa de juros é de 3. determinar o valor à vista dessa enciclopédia. qual o valor de cada prestação? Resp.00 deve ser liquidado em 12 prestações mensais.03 0 1 2 3 4 5 6 7 8 24. 735. considerando a taxa juro de 10% a.00.91.m. Resp.b. 50 80 50 80 50 80 Resp: R$ 299. calcular o valar de cada prestação. 1. a uma taxa de juros de 6% a. $ 9. 21.211.000.05 Uma empresa anuncia que está vendendo suas mercadorias em 10 prestações mensais.42 14. 25. uma financeira concede um financiamento de R$ 38.49 Uma mercadoria foi vendida em 10 prestações mensais de $ 315. 17.m. e o valor à vista é de R$ 400. com a primeira paga 60 dias após a compra.00 pede-se calcular o valor da prestação. 3 meses e 15 dias. Sabendo que a primeira prestação foi paga 2 meses após a compra e que a taxa de juro cobrada foi de 8% a. 20. calcular o valor das prestações considerando que a taxa de juros compostos cobrada é de 7% a. 98 50 50 50 50 50 Resp: R$ 216. à taxa de juros de 7% a. e que valor financiado foi de R$15.206. a partir da primeira prestação. 18.00.000. Se.00. R.00. iguais. Resp. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 23. sabendo-se que a primeira prestação vence no final do 4º mês. Calcule o valor da mercadoria à vista. com a primeira prestação paga com 60 dias após a compra.11 Um empréstimo de R$5. Resp.59 Calcular o valor das prestações correspondente a um financiamento de R$ 15.65 Uma empresa revendedora de caminhões. iguais e consecutivas. determinar o valor da prestação.489. à taxa de 7% a.000.m. qual é o valor à vista dessa mercadoria? Resp.m.00.72 Roberto .000. O preço a vista de um equipamento industrial é de R$ 33. para ser pago em 24 prestações mensais iguais e consecutivas. concede uma carência de 3 meses e mais 18 prestações mensais. o cliente deve pagar uma entrada de 20% do valor à vista.00 foi vendida em 10 prestações mensais de $ 146.11 Uma mercadoria foi vendida em 8 prestações mensais de $ 132. Resp.m.68% a. considerando a taxa juro de 10% a. Resp.5% a.m. Sabendo-se que a primeira prestação vence no dia 27 de maio de 2005 e que as demais vencem nos dias 27 dos meses subsequentes e que a taxa de juros cobrada pela financeira é de 11.. Resp. R$ 653.. 19.70. nas compras a prazo. 15.

6% ao mês em 15 parcelas mensais com a primeira a ser paga daqui a 4 meses. A taxa financiada.000.00. iguais e sucessivas.500 em 24 prestações mensais à taxa de 3% a.44 e (II) $925. pagando juros de 7% a.000.300.61 Para o dono de uma loja.00 e $ 200. o devedor se viu impossibilitado de pagar o restante da dívida e pediu um prazo de seis meses. . no regime de juros compostos.00.35% a. 2. Determinar o valor dessas prestações. em doze parcelas mensais a taxa de 2% a.58 e (II) $925.89 e (II) $925. Após ter pago 4 prestações. 3. $ 108. resolveu liquidar sua dívida. qual a melhor alternativa: financiar uma mercadoria cujo preço à vista é de R$ 1. Resp. qual seria o valor de cada prestação se fosse paga em 11 prestações mensais com a primeira 30 dias após a compra com a taxa de juros mensal igual a 5.44 e) $ 1.78. é maior que a da aplicação.00 Um financiamento de $10. R$ 1. Pediu para liquidar as prestações vencidas de uma só vez e uma carência de 4 meses e mais 20 prestações mensais.m.00 ao fim de dois anos.51 b) $ 1. que custam $ 2. a) (I) $891.29 d) (I) $902. Considerando que não houve alteração de taxa mesmo na cobrança das prestações atrasadas.m. quando então foi á loja renegociar a dívida. Considerando que a pessoa consegue financiar ainda o valor total do seguro do carro e a taxa de abertura de crédito. Após pagar a décima parcela. isto é.b. pagando a primeira no final de mês seguinte a carência.550.97 Uma pessoa compra um televisor por 3.00? Resp. para que seu objetivo seja alcançado? Resp.00 para pagar com a taxa de juro de 5.38 c) $ 1. R$ 451.m.44 e (II) $945. 3.m. contados a partir da última parcela paga para iniciar pagamento do débito em seis parcelas mensais iguais e consecutivas. R$ 73.000.00 em dinheiro.00 deve ser liquidado em 12 prestações mensais.00 d) $ 1.29 c) (I) $902. Pagou 4 prestações e viajou.418.m. uma pessoa dá de entrada 50% do valor à vista e financia o saldo devedor em 12 prestações mensais à taxa de juros de 2% a. respectivamente nas mesmas condições. 3. Uma pessoa pretende comprar um apartamento no valor de R$ 300. a que taxa mensal deve aplicar esta poupança e os 24 depósitos mensais de R$ 2.29 e) (I) $891.336.652.500.48 que pretende fazer.14 Uma pessoa tomou um empréstimo de R$ 2.29 b) (I) $858.25% a.76 Uma pessoa comprou uma mercadoria em 18 prestações mensais de $ 36. voltando 5 meses depois. Indique o valor que mais se aproxima da prestação mensal do financiamento global.200.29 Roberto 8. 5.00 em 10 prestações mensais e iguais postecipadas à taxa de juro igual a 3.35% ao mês. e as por vencer.: 3% ao mês. (II) 1ª prestação deve ser paga três meses após a liberação do financiamento. Chegando.000.512.405. nas seguintes hipóteses: (I) 1ª prestação deve ser paga no ato da liberação dos recursos. a compra de um carro em um concessionário no valor de $ 25.00. Um mercadoria deve ser paga em 6 prestações bimestrais de R$ 180.809. De quanto será o valor de cada parcela? Resp. Sabendo-se que hoje ela possui R$ 100. 4.83 e R$ 176. 7.25% ao mês. a uma taxa de 1. Quanto terá que pagar? Resp.Diversos 90 1. a) $ 1. 6.5%? Resp.58 e (II) $925.m. pagando prestações vencidas.000. calcule: O valor total das prestações em atraso e o valor das prestações no novo plano. por questões de viagem deixou de pagar 6 prestações. a título de entrada.Matemática Financeira Exercícios de Série Financeira . Sabendo que a taxa de juros é de 9% a. com a primeira prestação no ato da compra. ou vender à vista e aplicar num fundo que rende uma taxa de juro mensal constante tal que o montante após dez meses seja de R$ 1.

A máquina ao término do contrato. com os dois primeiros anos de carência. que deverão ser pagas a partir do final do 3º ano. 16 prestações de R$ 708. determinar o aumento que deve ser dado.00 e que o pagamento médio é de 200 mensalidades/mês e que o valor arrecadado mensalmente.00. Qual será o valor dessa quantia pra que os dois planos sejam equivalentes financeiramente se a taxa de juros composta for de 7% ao mês? Resposta: R$ 890. Sabendo-se que a mensalidade da Faculdade é de R$ 140. 91 Um empréstimo de $50. 14. fazendo a primeira retirada 4 meses após o último depósito. deve pagar 13 prestações mensais de R$ 834. No primeiro. Se receber juros a taxa de 2% a. nas seguintes hipóteses: (I) os juros devidos nos dois primeiros anos de carência são pagos no final de cada ano. vencendo a primeira prestação 75 dias após a compra. e deve ser amortizado no prazo de seis anos.00.00 é realizado com uma taxa de 8% ao ano.00.000.. (II) os juros devidos nos dois primeiros anos de carência não são pagos.04 e (II) $17.51 Quanto deverá depositar mensalmente uma pessoa que pretende ter o valor de $ 870. Resp R$ 88. sendo de R$ 3.608. nessas condições.00 o aluguel mensal no primeiro ano e de R$ 5.24 e (II) $22. mas poderá ser pago a prazo em parcelas mensais e iguais “sem juros”.22 c) (I) $16.m.m. Considerando uma taxa de juros de mercado de 7% ao mês. qual poderá ser o valor de cada retirada? Resp.216.73 Você está indeciso entre duas alternativas na compra de um apartamento: comprá-lo em três prestações iguais de R$ 20. no regime de juros compostos.256.00 mais uma quantia no fim do 17º mês. mas sim capitalizados. 17.200. iguais e sucessivas. É importante salientar que essas porcentagens são cobradas sobre o valor à vista em seguida adiciona-se à taxa de embarque.00 e. qual deverá ser o valor de cada depósito? Resp. mas a financeira ainda cobra uma comissão.43 Uma pessoa pretende realizar 10 retiradas mensais.80 Um pacote turístico interno tem seu custo à vista igual a R$ 1. a taxa de juros compostos considerada na operação for de 2. pela Faculdade.85 Uma pessoa resolve efetuar 10 depósitos mensais para posteriormente poder realizar 8 retiradas mensais de $ 1. Para isso a operadora de turismo cobra uma taxa de embarque de R$ 32. é vendida ao cliente por seu valor residual.Matemática Financeira 9. sabendo que recebe juros a taxa de 2% a. 11. e para isso resolve efetuar 8 depósitos mensais de $ 1.5% para pagamento em 5 parcelas ou ainda 15% para pagamento em 6 parcelas. Nessas condições qual o valor das prestações e o valor total pago pelo comprador? Roberto 10.000. .31 postecipadas. em planos que oscilam de 5 a 7 prestações.00 e um acréscimo de 10% para pagamento em 4 parcelas. qual o melhor plano para viajar? Um financiamento no valor de R$ 850. vencendo o aluguel ao fim de cada mês. Determinar o valor das quatro prestações anuais.149.00.608.. ou 12. para que daqui a 3 meses o proprietário tenha o valor para a reforma? Admitir que o pagamento se dê sempre no dia 30 de cada mês.983.87 e (II) $17. Se receber juros a taxa de 2% a.04 e (II) $16.22 b) (I) $16. R$ 1. sendo a primeira no ato.173. daqui a 3 meses.000.00 o aluguel mensal do segundo ano. resolve aumentar suas mensalidades para que possa obter recursos suficientes para realizar os investimentos previstos de R$140. 2 meses após o oitavo depósito. qual das alternativas é a melhor? Resposta: indiferente Em um financiamento.608. 18. de 5. no ato da liberação do dinheiro. R$ 97. no segundo.m.00. A taxa de juros cobrada pela loja é de 4% ao mês. 15.? Resp.708. uma pessoa dispõe de 2 planos de pagamento.95 O valor de uma máquina é de R$ 80. Qual é o valor residual da máquina. 13.22 e) (I) $15.000.02 Uma Faculdade desejando reformar suas instalações.000. Suponha taxa de juros compostos de 5% .096. será aplicado em uma instituição financeira que paga a taxa de juros compostos de 2% ao mês.096.200.820.00. Como alternativa o fornecedor aluga a maquina por 2 anos. a) (I) $15. fazendo a primeira retirada 4 meses após o último depósito.78 e (II) $17. R$ 756.600.35 sendo a primeira no ato da compra e as outras duas após 30 e 60 dias ou comprá-lo em oito prestações mensais iguais de R$ 9. 16.00 d) (I) $16.5% ao mês? Resposta: R$ 20. 12.283.00 será pago em 3 parcelas mensais iguais.12%.059.

à taxa de juros compostos de 10% a.708.00 m) R$ 5. por estar em dificuldades financeiras.a. Calcule o valor mais próximo da nova prestação do financiamento.917.00 g) R$ 147. R$ 4. k) R$ 4. sem contar com a prestação que vence no dia e desprezando os centavos.00 n) R$ 5. a taxa de 42.00 c) R$ 35. um montante de R$ 175.00 b) R$ 29. no final deste prazo.462.00 Uma pessoa financiou parte da compra de um automóvel.410. Quanto recebeu seu filho.00 numa conta de poupança. calcule o montante ao fim dos doze meses. Decorridos alguns meses.000. Resp.00 i) R$ 182.000. O primeiro depósito foi feito no dia em que seu filho completou 1 ano e o último quando este completou 18 anos.000. 0 92 Dado o esquema de pagamento abaixo 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 800 800 800 200 200 200 Indicar o valor da prestação constante P da série financeira seguinte.982.Matemática Financeira 19.00 j) R$ 165. durante 3 anos e meio.a. calcule a quantia devida para quitar o saldo devedor.000. considerando uma taxa de juros compostos de 2% ao mês (despreze os centavos) a) R$ 21. 24. a empresa consegue com o financiador uma redução da taxa de juros de 15% para 12% ao semestre e um aumento no prazo restante das prestações para quinze semestre. Imediatamente após o pagamento da décima prestação.00 por mês.00 e) R$ 26.00.000.446.663. equivalente ao esquema acima. 22.116. Resp.17 Roberto 21.760.435.00 Qual é o montante obtido no final de 8 meses.00 o) R$ 6.375.00 mensalmente do nono ao décimo segundo mês. em um fundo de renda fixa. em 24 parcelas mensais fixas de R$ 590.00 d) R$ 22.00 com a primeira paga com 30 dias. anualmente.00 Uma empresa recebe um financiamento para pagar por meio de uma anuidade postecipada constituída por vinte prestações semestrais iguais e consecutivas com a primeira de hoje a seis meses no valor de R$ 200. R$ 2. O dinheiro ficou depositado até o dia em que completou 21 anos.872. 25.520. Uma pessoa faz um contrato com um banco para aplicar mensalmente R$ 1. $ 1000. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 P P P P P P P P P 20.375.5776% ao ano. R$ 36.342.000. Dado que foi acertado com o financiador que a liquidação do saldo devedor se dará no momento do vencimento da décima segunda prestação e que a taxa de juros é de 3% ao mês. 23. f) R$ 136.00. em nome de seu filho.00 Um investidor depositou.282. referente a uma aplicação de $ 500. para que se obtenha.00 h) R$ 151. a juros de 6% a.00 mensalmente do quinto ao oitavo mês.00 l) R$ 5.00 do primeiro ao quarto mês. R$ 3. Considerando que as aplicações são feitas ao fim de cada mês. ele deseja fazer a quitação desse financiamento. . a taxa de 5% ao bimestre. R$ 4. Resp.24 Quanto deverá ser aplicado. a cada 2 meses.809. quando o montante foi sacado.

800. Laerte no final do prazo de aplicação.00 são necessárias para se obter um montante de $ 32.5% a. Resp.00 mais 6 prestações mensais de R$ 550. Sabendo-se que esta aplicação está sendo remunerada a 3% a. 29. Se a taxa de juros utilizada é de 42% ao ano com capitalização mensal. Laerte resolveu fazer 12 aplicações mensais.Matemática Financeira 93 26.29 27. 36 aplicações O Sr.066.Para isso. se a taxa de juros é de 12% ao ano com capitalização mensal.00 e o restante em 4 prestações mensais iguais.00 para pagar um empréstimo no prazo de 3 anos e 8 meses com pagamentos antecipados.00.12 Uma loja coloca à venda uma mercadoria na seguinte condição: entrada de R$ 3.978.00% a.m.m. calcular o saldo acumulado de capital mais juros que estará a disposição do Sr.00 nos finais dos meses de agosto. julho e agosto também do corrente ano. ele irá efetuar depósitos de igual valor numa conta remunerada nos inícios de maio.. Quantas aplicações mensais de $ 500. Determinar o valor das prestações.514.m. e que a primeira aplicação é feita no ato da assinatura do contrato e a última 30 dias antes do resgate daquele valor. qual o valor máximo que poderá ser emprestado? R$ 121. setembro e outubro do corrente ano. junho. Roberto . 28. R$ 1. vencendo a primeira 180 dias após a compra.. vencendo a primeira 120 dias após a entrada. Qual deverá ser o valor mínimo destes depósitos para suprir as retiradas previstas se a taxa de juros que remunera as aplicações é de 5.079.250. Um cliente propõe pagá-la do modo seguinte: entrada de R$ 2.? Uma pessoa dispõe mensalmente de R$ 5.00 cada uma. Resp.00. sabendo-se que a taxa é de 3.000. 30. b) 6 prestações restantes de $ 2000. como segue: a) 6 prestações iniciais de $ 1000 cada uma.500.04 Um cidadão prevê dispêndios de R$ 2. R$ 2.

periódicas e sucessivas. em conhecer. soma-se aqueles obtidos pelo Sistema Francês (SAF) com os do Sistema de Amortização Constante (SAC). Roberto . discrimina os valores pagos a título de juros embutidos dentro das prestações.SAA: Os juros são pagos periodicamente e o principal é quitado no final da operação. Principais sistemas utilizados no mercado e respectiva característica: 1. Ex. SAC e SAA. Sistema de Amortização Constante – SAC: Amortizações periódicas. isto é. Vamos nos concentrar mais difundidos pelo mercado que são: SAF. tanto por parte do devedor como por parte do credor. Sistema de Amortização Americano .: Amplamente utilizado no Brasil: CDC. onde a prestação incorpora o valor principal mais encargos. Por isso. Existe interesse. para os quais são calculados os valores dos pagamentos e. a cada período de tempo. 2. Parcelas Intermediárias. são elaborados os demonstrativos e/ou planilhas. Não existe um modelo único de demonstrativo. Vendas a prazo divulgadas pelas grandes redes de varejo. A planilha. o saldo devedor.SAF: A dívida é quitada através de prestações iguais. Sistema de Amortizações Variáveis. além de mostra a evolução do financiamento. A seguir são descritos alguns sistemas de amortização. etc. é comum a elaboração de demonstrativos ou planilhas que acompanham cada financiamento ou empréstimo. Sistema de Amortização Francês (Tabela Price) .: Títulos da dívida pública. Ex. 3. sucessivas e decrescentes em P. que serão dedutíveis para efeito de taxação do Imposto de Renda.Matemática Financeira 9. As formas de pagamento dos empréstimos são chamadas sistemas de amortização. mas todos eles devem constar o valor de cada prestação. debêntures. seguidos de exemplos. Sistema de Amortização Misto – SAM: Para cada um dos valores de seu plano de pagamentos. nos casos de parcelamento. o estado da dívida. Usados pelas incorporadoras nas vendas financiadas diretamente aos mutuários. 5. o total pago e o saldo devedor. dividindo-se o resultado por 2. de uma dívida. os juros e amortização (devolução do principal emprestado). SISTEMA DE AMORTIZAÇÃO 94 A necessidade de recursos obriga àqueles que querem fazer investimentos a tomarem empréstimos e assumirem dívidas que são pagas com juros de forma que variam de acordo com contratos estabelecidos entre as partes interessadas.A. 4.

podem ocorrer após o prazo do diferimento. Parcelas de amortização: corresponde às parcelas de devolução do principal. os encargos financeiros. juntamente com o principal Nos sistemas de amortização os juros serão sempre cobrados sobre o saldo devedor. Encargos Financeiros: juros da operação que podem ser préfixados ou pós –fixados. prazo de carência. dependendo do estabelecido contratualmente. Saldo Devedor: Representa o valor do principal da dívida. em um determinado momento. se não houver pagamento de uma parcela. 1. bimestrais. etc. durante o qual são pagas as amortizações. trimestrais. 3. Podem ter ou não carência. ou não. primordialmente. quanto nos reembolsos. Prazo de amortização: é o intervalo de tempo. sendo que. realizado através de prestações periódicas. no período de carência. tanto nos desembolsos. sendo que. mensais.Matemática Financeira 9. envolvendo amortizações periódicas do principal e encargos financeiros (juros da operação). Registre-se que. Qualquer um dos sistemas de amortização pode ter. Basicamente desenvolvidos para operações de empréstimos e financiamentos de longo prazo. Terminologia Amortização: pagamento do capital emprestado. 2.. considerando a taxa de juros compostos. Roberto . após a dedução das amortizações já efetuadas pelo mutuário. constituindo-se custo para o devedor e retorno para o credor.1 Sistemas de Amortização 95 Os Sistemas de Amortização de Empréstimos e Financiamentos tratam. levará a um saldo devedor maior. normalmente são pagos os juros. Carência: Diferimento enventualmente acordado no início dos pagamentos do empréstimo ou financiamento. Cada sistema de amortização obedece uma certa padronização. calculando juro sobre juro. do capital emprestado. ou seja. Período de amortização: é o intervalo de tempo existente entre duas amortizações sucessivas. Prestação: Amortização mais encargos financeiros devidos em determinado período de tempo. da forma pela qual o principal e os encargos financeiros são restituídos pelo devedor (mutuário) ao credor do capital (mutuante).

75 286.10 = 78.53 784.47 315.47 – 78.Matemática Financeira I SISTEMA FRANCÊS DE AMORTIZAÇÃO 96 Neste sistema.79 = 0 315.72 315.51 x 0.47 315. construir a planilha do financiamento.00 será pago pelo SFA em quatro parcelas mensais postecipadas.75 = 260.51 547.45 = 237.00 1.10 = 28.79 1. igual ao valor da respectiva prestação. sendo a soma dos juros e amortização.68 = 268.47 – 54. .53 x 0. Saldo devedor Período (t) 0 1 2 3 4 SDt = SDt-1 .47 = 784.79 – 268.45 547.000. É o mais utilizado em operações financeiras e no comércio. isto é.47 315.02 = 547. Os juros são decrescentes e as parcelas de amortização crescentes. amortização em um determinado momento t é calculado:  O saldo devedor (SD) é calculado pela diferença entre o valor devido no início do intervalo de tempo e a amortização do período. Por conseguinte: Roberto .000.000.47 315.68 315.47 Amortização Amort = Pt-Jt Juros Jt = SDt-1 x i Prestação (expressão)   Os juros são calculados aplicando-se o percentual de juros sobre o último saldo devedor: para o primeiro juros tem: Temos  onde ou A amortização é calculada da seguinte forma: Amort = Prestação – Juros.00 = 215.. Juros Amortização Períodos As prestações são calculadas a partir da expressão de Valor Presente de uma série financeira:  1  in  i  PMT  PV   n  1  i  1   Os juros são calculados a partir da aplicação da taxa de juro sobre o saldo devedor que por sua vez decresce com o pagamento das prestações pela subtração do valor da amortização. logo as prestações formam uma PG deste modo como o crescimento da amortização é exponencial. o valor da .Amortt 1.79 x 0.51 – 260..53 – 237. .47 – 28. Exemplo: Um empréstimo de $ 1.000. o investidor obriga-se a devolver o valor tomado mais os juros em prestações iguais e periódicas.10 = 100 784.00 – 215.72 = 286.79 268.47 – 100. Considerando a taxa de juro contratada de 10% ao mês.00 x 0.10 = 54.02 315.

10 = 75.00 250 + 100 = 350.00 500 x 0.10 = 25.00 250 + 25 = 275.000 – 250 = 750. por “fundo de amortização”. reembolso em 4 parcelas mensais pelo sistema SAC e a taxa de juro de 10% ao mês.000 i = 1. VF = 50. em uma única parcela.00 500 – 250 = 250. pagos no final. Tal fundo é conhecido por “sinking fund” na literatura americana e. as amortizações são constantes. Prestação Principal Juro Períodos O devedor pode querer aplicar recursos disponíveis e gerar um fundo que iguale o desembolso a ser efetuado para amortizar o principal. o capital emprestado.000 x 0. Roberto .m.10 = 100 750 x 0. A amortização é calculada dividindo-se o valor principal pelo número de períodos de pagamento.00 250 – 250 = 0 1.00 250 x 0.00 1.Matemática Financeira II SISTEMA DE AMORTIZAÇÃO CONSTANTE 97 Neste sistema.10 = 50.000 / 4 = 250 250 250 250 1. A modalidade mais comum é aquela em que o devedor paga juros durante a carência.Amort 1. Saldo devedor período (t) 0 1 2 3 4 SDt = SDt-1 .00 750 – 250 = 500. Amortização no 5º mês Os juros são calculados sobre o saldo devedor.000.5% a.00 250 + 50 = 300.00 Amortização Amort = SD0/n Juros Jt = SDt-1 x i Prestação Pt = q + J Amortizações constantes III SISTEMA AMERICANO Após certo prazo o devedor paga.00 250 + 75 = 325. ou pode querer pagá-lo durante a carência. na brasileira. as prestações e os juros decrescentes. Amort  Financiame nto n Exemplo: Elaborar a planilha para o seguinte financiamento: valor financiado: $ 1.000.00.

00 50.00 51.750. 3º mês – 10. antecipadamente.00 50.511.00 50. Neste caso.67 784.00 50.25 772.00 3.00 750.00 761.864.m. a devolução do principal (amortizações) é feita em parcelas desiguais.000 4º mês – 15.00 Prestação 750.00 750.00 750.000. 1º mês – 10.00 - Amortização 50.00 50.000.750.00 Saldo devedor 50.000.000.20 IV SISTEMA DE AMORTIZAÇÕES VARIÁVEIS As parcelas de amortização são contratadas pelas partes e os juros são calculados sobre o saldo devedor.000.283.000 i = 1.26 796.00 Há capitalização dos juros durante a carência: Ano 0 1 2 3 4 5 Total Saque 50.00 750.000.00 98 Ano 0 1 2 3 4 5 Total Saque 50.000. O empréstimo é amortizado mensalmente conforme abaixo:.18 Amortização 50.00 Juros 750.000 VF = 50.750.000.20 Prestação - 53.068. Juro Amortização Períodos Nestas condições a taxa de juros também será sobre o saldo devedor.00 750.750.92 53.000.00 53.5% a.864.Matemática Financeira Saldo devedor 50.20 53.000 2º mês – 15.00 50. Isto pode ocorrer na prática quando as partes fixam.00 50.000 Amortização em 4 parcelas mensais Roberto .00 750.00 50.00 750. as parcelas de amortizações (sem nenhum critério particular) e a taxa de juros cobrada.000.000.02 3864.000.00 Juros 750.25 52.

00 para ser pago em 18 prestações mensais.6% a.000. financia um equipamento de R$ 457.00 á taxa de juros compostos de 12% ao ano para ser amortizado em 18 prestações mensais pelo sistema Francês de Amortização.950. com a primeira prestação um mês após o financiamento.00 225.00 51. 8. Calcular o valor da sexta amortização pelo sistema francês de amortização. à taxa de 3.800.25% ao mês. em 16 prestações mensais.00 - Amortização 10. iguais. iguais e consecutivas com a primeira um mês após o empréstimo. Calcule o saldo devedor após a 5a.000.00 Prestação 10. Uma empresa dirige-se a um banco.68% a.25% ao mês. Qual é o valor a a acumulado dos juros entre a 2 . Supondo que a empresa resolva pagar a terceira prestação juntamente com a Segunda prestação. 6.00 15. à taxa de 2.000.00 15.00 600. Admitir a mesma questão anterior para aplicar no SFA sendo que os juros cobrados são de 1.00 10. financia um equipamento de R$ 457.000. a seguir são calculados os juros sobre o saldo devedor do período anterior e calculada a prestação: Saldo devedor 50. com a primeira prestação um mês após o financiamento.000.0 deve ser pago em 4 prestações mensais. prestação. 3.800. Uma empresa dirige-se a um banco. financia um equipamento de R$ 457. A taxa de juros contratada é de 8% ao ano.750. financia um equipamento de R$ 457.000.00 1. iguais.000. caso houvesse capitalização dos empréstimos nos períodos de carência? Uma empresa contata um financiamento de 200. com juros a taxa de 4% a. prestação pelo sistema de Amortização constante. qual será o quadro de amortização? 2. 7.00 Exercícios de Amortização 1.800. 11.00.600. em 30 prestações mensais. 9. Sabendo-se que as prestações são mensais e que são pagos juros no período de carência.00 40. a sem carência.00. em 10 prestações mensais. prestação pelo sistema de amortização constante e francês.25% ao mês pelo sistema de amortização constante.00 15. em 36 prestações mensais. em 36 prestações mensais. na data de vencimento da Segunda prestação. à taxa de 2.000.00 25.25% ao mês.00 é solicitado pelo SAC para ser amortizado durante 18 meses. Construir a planilha de amortização pelo sistema francês de amortização até a 5ª.800. com a primeira prestação um mês após o financiamento.000.00 50.00 Juros 750.000.00 15. iguais. Determinar o valor da amortização referente a 3 . à taxa de 2.12. pelo sistema Francês de Amortização e pelo sistema de amortização constante. Uma empresa efetuou um empréstimo de R$ 55. à taxa de 2.800. prestação. com a primeira prestação um mês após o financiamento. e a 4 . iguais.375. prestação.00 15. com a primeira prestação um mês após o financiamento. Que prestações mensais teriam nos problemas 13 e 14 anteriores. à taxa de 2. 5.m. 10.Matemática Financeira 99 Colocam-se inicialmente as amortizações.00 10. Uma empresa dirige-se a um banco. Determinar o valor dos juros referente à 4a.m. Roberto .12. Um financiamento de R$ 120. elaborar a planilha de desembolso para o financiamento para determinar o valor da 3ª prestação e os juros correspondentes.00. sendo os 3 primeiros meses de carência. Uma empresa dirige-se a um banco.25% ao mês.225. Uma empresa dirige-se a um banco. financia um equipamento de R$ 457. iguais.00 375.950.000. Um empréstimo de R$ 80.000. 4. Construir a planilha do financiamento.000.00 Ano 0 1 2 3 4 5 Total Saque 50.000.m.00 0.

a) b) c) d) e) $ 2.800. III – A parcela de amortização é crescente.5% ao mês de juros.00 $ 1. III e V Todas as afirmações estão corretas. conhecido também como sistema Hamburguês.00 $ 1.400. O banco apresentou a seguinte planilha abaixo. Somente a afirmatição V está correta 13.00 $ 0. caracteriza-se por ser um sistema de amortização em que: I – A parcela de amortização é constante em todo o período. II – O valor dos juros é decrescente.O valor da prestação é decrescente. O Sistema Francês de Amortizações.00 $ 1.00 $ 288.00 $ 1.Hamburguês. determinar o valor da primeira prestação paga.00 $ 879.600.00 em um banco que cobrou 4.600.00 $ 360.080. Considerando-se que a TR para o 1o.98 $ 833.00 Prestação $ 0.000.00 $ 9. Sistema Americano de Amortização.00 Sistema de Amortização Constante .66 $ 994. conhecido também como sistema Price.Tabela Price. IV. Sistema Alemão.00 $ 1. mês foi de 0.200. 15.600.20%. V – A prestação é constante. O banco cobra juros efetivos de 10% ao ano mais a variação da TR mensal.00 para ser amortizado em 24 parcelas mensais iguais (SAC).000.33 $ 841. Podemos concluir que o Banco utilizou o seguinte sistema de amortização: n 0 1 2 3 4 6 Total a) b) c) d) e) Saldo Devedor $ 8. Sistema Francês de Amortização .888.00 $ 144.000.00 $ 6. caracteriza-se por ser um sistema de amortização em que: I – A parcela de amortização é constante em todo o período.00 $ 3.600. sendo o empréstimo liquidado em 5 parcelas mensais. III – A parcela de amortização é crescente.080.00 $ 8.80 Roberto . O Sistema de Amortizações Constante – SAC.Matemática Financeira 100 12.672. V – A prestação é constante.839.00 $ 4. Uma empresa efetuou o empréstimo de $ 20.00 $ 216. Sistema de Amortização Variável.00 $ 1.00 $ 1. Quais das afirmações acima estão corretas? a) b) c) d) e) II I.00 Juros $ 0.960.00 $ 1. I e e V II e V IV Todas as afirmações estão corretas.00 $ 1.O saldo devedor é crescente. IV .000.600. Uma empresa efetuou um empréstimo de $ 8.00 $ 1.600. Quais das afirmações acima estão corretas? a) b) c) d) e) II e V I e II II.00 $ 1.00 $ 1.00 $ 72. II – O valor dos juros é decrescente.816.744.00 Amortização $ 0. Somente a afirmação IV está correta 14.

2.08 $ 11.25% a. d) As prestações são iguais e diferentes de 0 (zero).920.48 5 $ 0.419.560.000. as parcelas de amortização são todas iguais e diferentes de 0 (zero). o SAC é o mais caro para o tomador do empréstimo. a) b) c) d) e) 20..00 $ 392.34 $ 176. mês. os valores que mais se aproximam da amortização.00 $ 15. sem entrada e sem carência.00 $ 897.00 $ 935.00 $ 390.00 Analise a seguinte planilha de amortização Mês Liberação Saldo Devedor Amortização Juros 0 $ 15.823.800. Sobre este sistema é correto afirmar: a) b c) d) e) Entre os sistemas de amortização. c) É o sistema mais barato para o tomador.m.00 Sobre a planilha podemos afirmar: a) b) c) d) e) O sistema de amortização utilizado é o Sistema Francês de Amortização A taxa de juros do empréstimo é de A taxa de juros do empréstimo é diferente Há mais do uma alternativa correta.00 $ 4.26 3 $ 27.440.00 $ 13.146.667. No SAC.819.000.24 Total $ 38.390.00 será amortizado pelo SAC – Sistema de Amortização Constante. e) Há mais de um alternativa correta.00 $ 17.00 a) b) c) d) e) 17.920.Matemática Financeira 16.66 (-) Juros capitalizados 667.33 $ 180.000.m.39 $ 333.00 Juros Saldo Devedor $ 935.m.60 $ 20.21 $ 13.600.18 $ 850.819.00 Um dos sistemas de amortização existentes no mercado financeiro é o SAC – Sistema de Amortização Constante.21 $ 306.00 2 $ 23.66 Roberto .66 $ 0.00 Amortização $ 180.000.26 $ 2. Amortização $ 22. $ 723. durante a carência.067.000.00 1 $ 15.419. respectivamente: 19.666. Entre os sistemas de amortização. Um dos sistemas de amortização existentes no mercado financeiro é o Sistema Francês de Amortização Tabela Price. Sobre este sistema é correto afirmar: a) É o sistema mais caro para o tomador.00 num banco que cobra 3. durante o período de amortização.67 $ 11. Há mais de um alternativa correta. durante a amortização. em 50 prestações mensais. juros.61 $ 11.00 $ 330.32 $ 440.450. No SAC.. 2.46 40.68 4 $ 13.00 $ 384.667.86 13. 18.60 $ 20. Um empréstimo de $ 22. Sabendo-se que a taxa de juros da operação é de 4.34 14. sendo o empréstimo liquidado em 36 parcelas mensais pelo Sistema Francês de Amortização.27 $ 390.330. b) As amortizações são sempre iguais durante a carência.00 $ 38.26 (=) Empréstimo 38000.000.00 $ 897. 101 Uma empresa efetuou o empréstimo de $ 12.00 $ 390.25% ao mês de juros.34 $ 12.20% a.00 Saldo Devedor $ 11.87 $ 595..00 $ 1.66 $ 11.00 $ 0. Durante a carência não houve incidência de juros. o SAC é o mais barato para o tomador do empréstimo. Prestação Juros $ 390.742.66 $ 723.26 $ 337.33 $ 570.70 $ 8.00 $ 440.068. as parcelas de amortização são todas iguais e diferentes de 0 (zero).680.680. Determinar os valores o referentes à prestação.20% a. juros e saldo devedor referente ao 3º mês são.34 $ 12.226.33 $ 560. Prestação $ $ $ $ 12.000. parcela de amortização e saldo devedor no final do 1 .

. Roberto . determinar o valor das prestações pelo SAC.100.00 foi emprestado. para pagamento em 50 prestações mensais. R$ 8. 102 Um veículo de $ 18.000.65 R$ 7.m.00 R$ 7.00 R$ 700.5% a.400.R$ 25. para pagamento em 50 prestações mensais. As alternativas "a" e "b" estão corretas.38 25. a contar do primeiro saque.47 Uma empresa assinou contrato de financiamento com o seguinte Cronograma de recebimento das parcelas a liberar: Data Valor a liberar 02/2005 04/2005 06/2005 R$ 500. e que o empréstimo deverá ser pago em 36 prestações mensais. assinale “d” ou “e”: a) b) c) d) e) No Sistema Francês de Amortização . o valor da primeira prestação será de: a) b) c) d) e) 22.Tabela Price.000.m.99% a. as prestações mensias. sem entrada e sem carência.688.Matemática Financeira 21.m.64% a.000.35 R$ 5. Sabendo-se que a taxa de juros pactuada foi de 0. R$ 1.00  terceiro .95 $ 678. e tem uma carência de 2 anos.00 R$ 800.918.00  segundo . No Sistema de Prestações Crescentes. O valor de $ 8.008.Tabela Price para cobrar a dívida de seu cliente. com utilização unitária. os valores das amortizações são todos iguais.R$ 15. com pagamentos semestrais pelo Sistema de Amortização Constante. assinale a correta e. Elaborar a planilha do financiamento.000. Todas as alternativas estão corretas.32 O valor de $ 8.00 Sabendo-se que a taxa de empréstimo é de 5. sendo a primeira dentro de 1 mês.00 A taxa de juros de 16.s. O valor de $ 8. respectivamente. Entre as alternativas abaixo. ou.000.299. O prazo total do financiamento é de 5 anos.000.00 R$ 4.28 R$ 166. à taxa de 3% a. a) b) c) d) e) 26. No Sistema de Amortização Constante.20 É impossível calcular. Qual é a parcela de juros referente à 5ª prestação pelo Sistema Francês de Amortização? a) b) c) d) e) 24.00 foi financiado por uma concessionária que adotou o Sistema Francês de Amortização . os valores das prestações são todos iguais.400.157.m. não há alternativa correta..376. Determinar o somatório das prestações até a 6ª prestação pelo Sistema Francês de Amortização. à taxa de 3% a.00 foi emprestado.400.00 foi emprestado.392.82 R$ 168.R$ 60. $ 596. à taxa de 3% a. para pagamento em 50 prestações mensais.000.00 R$ 81. Qual é a parcela de amortização referente à 4ª prestação pelo Sistema Francês de Amortização? a) b) c) d) e) R$ 4. sem carência aumentam a cada mês. vencíveis a 07/2005.00 $ 504. Um financiamento obtido por uma empresa obedecerá ao seguinte Cronograma de recebimentos semestrais:  primeiro .m.83 $ 500.958. se houver mais do que uma correta.. 08/2005 e 09/2005.00 R$ 326. num total de 3. 23.82 R$ 7.29 R$ 1. e os juros da carência são capitalizados. sem entrada e sem carência.00 R$ 242. sem entrada e sem carência.18 R$ 2. 27.

32.228. As quotas de amortização referente a segunda prestação são iguais no SAC e SFA. Um terreno é colocado a venda por 30 prestações mensais. a partir do primeiro saque.R$ 50.995. ( ( ( ( ( ) ) ) ) ) O valor da segunda prestação é R$ 2.00  segundo saque .R$ 150.00 no ato da compra.000.00. Se a taxa de juros cobrada pelo financiamento foi de 12% ao mês.00  sexto saque . Os juros correspondentes a segunda prestação pelo SAC é de R$ 8.R$ 100.00.000.000.500. 31. Roberto . O Saldo devedor logo após o terceiro pagamento é R$ 13.40 foi adquirido com 12 prestações mensais iguais de R$ 313. e que a primeira prestação será paga 30 dias após a compra.00.80 A soma do valor da terceira prestação com o valor dos juros da quarta prestação é igual a R$ 413. IV. Os juros correspondentes a terceira prestação pelo SAC é de R$ 2.00. a ser liberado em 3 parcelas iguais semestrais e consecutivas. No tocante aos encargos financeiros. Sabendo-se que a taxa de juros compostos é de 2% ao mês e que o valor da primeira prestação pelo SFA é de R$ 30.56.50. O Saldo devedor logo após o pagamento da quarta prestação pelo SFA é R$ 47.84.200.00.000.00. 103 Um banco concede um financiamento de R$ 750. nestas condições podemos afirmar que: Coloque C (certo) e E (errado).628. pagos durante a carência. ( ( ) ) A diferença entre a quarta quota de amortização e os juros referentes a terceira prestação é igual a R$ 99. Sabendo-se que a taxa de juros compostos é de 5.62.R$ 100. Considerando que o sistema de amortização utilizado seja o SAC e a quarta quota de amortização é igual a R$ 1. O valor da quarta prestação pelo SAC é R$ 4. Um terreno é colocado a venda por 20 prestações mensais.83.008.R$ 200.208. é correto afirmar que: ( ( ( ( ( ) ) ) ) ) O valor da segunda prestação pelo SAC é R$ 35. coloque V para verdadeiro e F para falso nas afirmações abaixo.000.00 Elaborar a planilha do financiamento.000. com 2 anos de carência.60 O Saldo devedor logo após o terceiro pagamento é R$ 1.638.000.00.00  quarto saque . A amortização será semestral.00  terceiro saque .R$ 150. ( ( ( ( ( ) ) ) ) ) O valor da segunda prestação é R$ 220.36.33. A quota de amortização referente a segunda prestação 150.320. Um automóvel é vendido em uma loja em 15 prestações mensais à taxa de juros de 6% ao mês e mais uma entrada de R$ 6.795.00.00. O valor da quota de amortização referente a segunda prestação menos o valor dos juros da prestação é igual a segunda prestação. Um equipamento com valor à vista igual a R$ 2.36.000. V. O valor da entrada é igual a R$ 694.00  quinto saque . Um automóvel é vendido em uma loja em 15 prestações mensais à taxa de juros de 6% ao mês e mais uma entrada de R$ 16.000.000. A quota de amortização referente a terceira prestação pelo SFA é igual a $ 2.000.17.362.00. 33.578. mais uma comissão de crédito de 2% no ato da liberação de cada parcela.99% ao mês e que o valor da primeira prestação pelo SFA é de R$ 3.80 Os juros correspondentes a segunda prestação é de R$ 100.000. teremos juros semestrais à taxa de 14% ao ano.Matemática Financeira 28. Os juros correspondentes a segunda prestação é de R$ 1. calculadas pelo SFA ou pelo SAC. A soma do valor da terceira prestação com o valor dos juros da quarta prestação é aproximadamente R$ 3. III.00.200. segunda 29.00. sendo o primeiro desses pagamentos efetuado em 30 dias após a compra pelo SFA e mais uma entrada no ato da compra. coloque V para verdadeiro e F para falso nas afirmações abaixo. A quota de amortização referente a segunda prestação é maior pelo SAC. As parcelas de amortização semestral serão:  primeiro saque . e que a primeira prestação será paga 30 dias após a compra. é correto afirmar que: I. A quota de amortização referente a segunda prestação é maior pelo SFA. O Saldo devedor logo após o segundo pagamento pelo SFA é R$ 450. 30. calculadas pelo SFA ou pelo SAC. Considerando que o sistema de amortização utilizado seja o SAC e a quarta quota de amortização é igual a R$ 120.00. II.

320.177. Uma pessoa adquiriu um televisor para ser pago em 12 prestações de $ 95.500.Matemática Financeira ( ( ( ) ) ) O Saldo devedor logo após o pagamento da terceira prestação é de R$ 1.375.00 de entrada e mais 20 prestações mensais. O valor financiado é igual a R$ 1. Os juros correspondentes a segunda prestação pelo SAC é de R$ 8. a empresa consegue com o financiador uma redução da taxa de juros de 15% para 12% ao semestre e um aumento no prazo restante da anuidade de dez para quinze semestres. O valor da segunda quota de amortização é R$ 2. II e III e) Impossível calcular. Os juros referentes a quarta prestação é igual a R$ 200. (a) $ 800.Uma empres a recebe um financiamento para pagar por meio de uma anuidade postecipada constituída por vinte prestações semestrais iguais no valor de R$ 200.00 b) R$ 147.000. A quota de amortização referente a segunda prestação é maior pelo SAC.167. III e IV b) II.917. Um aparelho de som em vendido em uma loja em 15 prestações mensais à taxa de juros de 6% ao mês e uma entrada no valor de R$ 180.326. Resp.00.578. As quotas de amortização referente à segunda prestação são iguais no SAC e SFA. 104 34.000.50.80 A soma do valor da terceira prestação com o valor dos juros da quarta prestação é igual a R$ 413. O Saldo devedor logo após o segundo pagamento pelo SFA é R$ 450.00. (b) juros 294.26 A quota de amortização referente a 2ª prestação é igual ao juro da 3ª prestação.01 e amort 469. Um terreno é colocado à venda por R$ 60.36.00 de entrada mais 15 prestações mensais e iguais. IV e V c) I.723. Considerando que o sistema de amortização utilizado seja o SAC e a quarta quota de amortização é igual a R$ 120.00 e) R$ 182.00 Roberto .000.742.35 (c) 330. falta dados.73.00 c) R$ 151. de posse de tais informações calcule: a) O valor do financiamento b) O total de juros acumulado e a amortização paga nas oito primeiras prestações c) O saldo devedor logo após o pagamento da oitava prestação.982.60 O Saldo devedor logo após o terceiro pagamento é R$ 1. a) R$ 136.000. O Saldo devedor logo após o segundo pagamento é R$ 48. Sabendose que a taxa de juros compostos é de 6% ao mês e que o valor da primeira prestação é de 6.000. ( ( ( ( ( ) ) ) ) ) Os juros correspondentes a segunda prestação é aproximadamente de R$ 3.67. segundo o SAF. Quais das afirmações acima estão corretas? a) II. é correto afirmar que: ( ( ( ( ( ) ) ) ) ) O valor da segunda prestação é R$ 220.42 cada à taxa de juros de 6% a. ( AFRF–2002) . calculadas pelo SFA ou pelo SAC.61.00.672. Um terreno é colocado à venda por R$ 12. 37.00. Calcule o valor mais próximo da nova prestação do financiamento. Sabendo-se que a taxa de juros compostos é de 2% ao mês e que o valor da primeira prestação pelo SFA é de R$ 30.43 A soma dos valores dos três primeiros juros é aproximadamente R$ 10.00 cada.342.00 d) R$ 165.127.00 e que a primeira prestação será paga um mês após a compra. 35. por estar em dificuldades financeiras.22. 36.00. Imediatamente após o pagamento da décima prestação. III e V d) I.435.77 é correto afirmar que: Coloque V para verdadeiro e F para falso.65 38.68.m.80 Os juros correspondentes a segunda prestação é de R$ 100. é correto afirmar que ( C para certo e E para errado) ( ( ( ( ( ) ) ) ) ) O valor da segunda prestação pelo SAC é R$ 35.00. A quota de amortização referente a segunda prestação 150.

pergunta-se: a) Qual o valor das amortizações b) Qual o valor da oitava prestação c) Qual o valor total dos juros pagos até a terceira prestação d) Qual o saldo devedor logo após o pagamento da segunda prestação Roberto .m. vencendo a primeira 30 dias após a contratação.000. 105 Uma pessoa tomou um empréstimo de R$ 10.Matemática Financeira 39.00 para ser pago em 10 parcelas mensais. Sabendo que a taxa de juros cobrada foi de 6% a. segundo o SAC.

00 5.00 5.000. O CET é um valor percentual.900. Roberto . Conhecendo previamente o custo total da operação de crédito.000 x 0. expresso na forma anual (% a.00 300. Estes encargos adicionais aumentam a taxa de juros real dos empréstimos.000. tributo (IOF).00 5.a. à taxa de juros de 6% ao trimestre.200.00 5.00 5. Trimestres 0 1 2 3 4 Saldo Devedor 20.00 23. Para calcular o Custo Efetivo de um Empréstimo utiliza-se a seguinte expressão: Exemplo: Uma empresa obtém um empréstimo de R$ 200.00 Prestações 230.00 5.00 6.000. para que o consumidor conheça todos os custos de um empréstimo ou financiamento antes de fechar o contrato. o que gera maior concorrência entre essas instituições. São eles: taxa de juros.00 5.000. tarifa (TAC).600.000.000.00 0.300.00 3.00 600. comições.417 do Conselho Monetário Nacional (CMN) publicada em 10/12/2007.Matemática Financeira Custo Efetivo Total de um Empréstimo 106 Nas transações financeiras as instituições cobram o Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF). Calcula-se por tentativa e erro 1º.200.00 Amortizações Juros IOF 230.01 Calculando o CET pela expresão dada acima.00 1. Calcula-se a taxa de juros que torna a expressão abaixo igual a zero.00. As intituições financeiras são obrigadas a divugarem o custo Efetivo de seus financiamentos de acordo com a Resolução 3.00 10. num prazo de um ano. fica mais fácil para o cliente comparar as diferentes ofertas de crédito feitas pelas instituições do mercado.) e representa a soma dos custos cobrados na contratação de um empréstimo ou financiamento.00 5.000.00 20.000.00 15. Passo: Calcular o CET com a taxa de juros do empréstimo. taxas etc.000.000.00 900. É cobrado um IOF de 1% sobre total das amortizações e encargos cobrado no ato e o sistema utilizado é o de Amortização Constante em parcelas trimestrais.000. registros (despesas cartorárias e pagamento de serviços de terceiros no caso de financiamento de veículos).

5209% a. 3º.71 Verificando se esta taxa é igual ao CET A CET ainda não é igual a zero 4º.t.t. usa-se uma taxa de juros maior para se encontrar uma CET menor que zero. 7% a.00 0. 2º.00 -1.525467%    230.00 -207.Matemática Financeira 107 Como o valor do CET ainda é positivo. fazemos a segunda interação 6% i 6. Passo: Fazer a interpolação linear 6% i 7%    230. Roberto .00 0. Passo: partindo do resultado anterior. Passo: Calcular o CET com uma taxa de juros maior.987768 Concluímos que a taxa de juros correspondente ao Custo Efetivo Total do Empréstimo é de 6.

Clovis de. 2008. – Matemática Financeira Aplicada: mercados de capitais – 6º. 2006. 2003. 2006. LAPONI. Edição – São Paulo: Atlas. 2002. André Luiz Carvalhal da. SILVA. RANGEL. Washintgton Franco. 6ª. MATHIAS. São Paulo: Atlas. 2004. Matemática Financeira. Fundamentos da Matemática Financeira: uma introdução ao cálculo financeiro e à análise de investimento de risco – São Paulo: Saraiva. Matemática Financeira Empresarial – São Paulo: Atlas.Matemática Financeira BIBLIOGRAFIA BÁSICA 108 FERREIRA. KUHNEN. 2009. Osmar Leonardo. Matemática dos Mercados Financeiros: à vista e a termo. Matemática Financeira Aplicada. Abelardo de Lima. Armênio de Souza. BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR FARO. Juan Carlos. Ed. 2005. São Paulo: Atlas. São Paulo: Atlas. Matemática Financeira: Objetiva e Aplicada – São Paulo: Saraiva. Roberto Gomes. Roberto . PUCCINI. Matemática Financeira usando o Excel – São Paulo: Laponi Treinamento e Editora.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->