Você está na página 1de 11

Sexualidade Infantil

Quebrando tabus, aprendendo como lidar. Clique para editar o estilo do subtítulo mestre

4/6/12

em que supomos que o casal experimentou o prazer. quando surge o desejo de ter um filho. Ela se inicia. antes mesmo do exercício da maternidade.A sexualidade antecede o nascimento. quando o embrião foi fecundado numa relação sexual. 4/6/12 .

A partir do momento em que descobrem que estão esperando um bebê. iniciase no imaginário materno e paterno a constituição deste sujeito. 4/6/12 .

no lugar a ser destinado ao futuro bebê.As marcas culturais da construção social da sexualidade. já começam a ser impressas desde aí. 4/6/12 . na montagem da identidade de gênero.

da capacidade para a construção dos vínculos afetivos e do desejo de aprender. no banho. Possibilitam a manifestação da curiosidade sexual. 4/6/12 .primeiras experiências afetivas do bebê com a mãe e com o pai ou com quem cuida dele . Os primeiros contatos da mãe com o bebê na amamentação. na hora de ninar faz com que ambos obtenham prazer ou desprazer nessas experiências. Essas experiências serão a base para o desenvolvimento da resposta erótica da criança.

as relações com outros membros da família. amigos e demais pessoas pertencentes ao seu meio sócio-cultural. Ela é a principal responsável pelo despertar da aprendizagem e pelo desejo de saber. A curiosidade sexual se manifesta logo no início da vida. 4/6/12 .

com o corpo do outro. nos relacionamentos. nas brincadeiras. 4/6/12 . nos jogos. de reflexões sobre o que viu ou o que ouviu e se interessou. nas conversas através de perguntas.presentes no contato com o próprio corpo.

4/6/12 . Ao compreendermos o alcance e o conteúdo da pergunta.criança. é importante que possamos dar uma resposta cientificamente e culturalmente correta e objetiva e corrigir informações deturpadas. é muito importante primeiro entender a pergunta e verificar o que ela quer saber. Devemos responder sempre. mesmo que seja para dizermos que não sabemos.

é que a criança vai poder crescer e construir as suas referências de mundo . Somente com o tempo e por meio de um confronto entre a fantasia e a realidade – que lhe é apresentada e decodificada pelo adulto que atua como o seu cuidador. 4/6/12 . não amadurecida de pensamento. uma forma não elaborada.A forma da criança compreender o mundo se dá por meio das fantasias.

expressam sentimentos. ora passivos. Ao brincar. vivem fantasias em que podem desempenhar diferentes papeis: ora ativos.relacionado as experiências que a criança vivencia. O brincar e a curiosidade infantil são indicativos de um desenvolvimento infantil sadio e criativo 4/6/12 . as crianças vivenciam conflitos. Enquanto os adultos se utilizam basicamente da linguagem oral e escrita para se comunicar e construir os seus laços afetivos a criança o faz por meio da brincadeira e do jogo.

2003. Corpo gênero e sexualidade: um debate contemporâneo na educação.São Paulo: Casa do Psicólogo. J.L. GOELLNER.REFERÊNCIAS LOURO. S. M..P..C.V. Sexualidade começa na infância. Petrópolis. 2007 (slide: 3 a 6 e 20). SILVA. G. 4/6/12 . FELIPE. Rio de Janeiro: Vozes. (et al).