P. 1
Dicas de Piscina

Dicas de Piscina

|Views: 264|Likes:
Publicado porarq369

More info:

Categories:Topics, Art & Design
Published by: arq369 on Apr 10, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/03/2015

pdf

text

original

Qual a profundidade ideal para uma piscina?

Piscinas Residenciais – variação entre 0,60 a 1,40 m. Uma piscina infantil exige o máximo de 0,60 m. Para os adultos, a profundidade varia de acordo com a utilização. Piscinas Comerciais – variação entre 0,60 a 1,80 m. Além desta profundidade ideal, a piscina deve ter uma borda com metragem de no mínimo 1,80m e acabamentos adequados, como o uso de revestimentos antiderrapantes, laváveis e com inclinação suave para preservar o sistema de drenagem. Lavapés são obrigatórios, com dimensões de 2 X 1m e H = 0,2m. Piscinas de Salto – sua profundidade é ajustada de acordo com a altura do trampolim ou da plataforma de salto. Piscinas para esportes – o Biribol (vôlei na água) requer profundidade uniforme de 1,50 m. Para outras atividades, como o Pólo Aquático, exigem uma profundidade de no mínimo 1,80 m. Antes de projetar e construir, sugira um projeto que atenda às características da família que fará uso, como a idade ou problemas de saúde, para que ocorra a ampliação do uso para todo tipo de usuário. É válido evitar qualquer necessidade de reforma em uma piscina pronta, como o crescimento dos filho.

Porque ozonizar a piscina?

O ozônio (O3), conhecido como oxigênio ativo, é um gás natural e protege os seres vivos, como um filtro, dos raios solares malignos. Ele é um poderoso bactericida, algicida, fungicida e viricida (destroi esses microorganismos 3.120 vezes mais rápido que o cloro), além de ser reconhecido como o mais seguro e eficaz método de tratamento de água do mundo, com aplicações em indústrias, piscinas, águas

municipais, medicina e odontologia. Os microorganismos não desenvolvem resistência ao ozônio, como acontece com os antibióticos em geral, garantindo a eficiência do processo a longo prazo. O ozônio é produzido no local, a partir do ar ambiente, não necessitando de compra, transporte, armazenagem e manipulação de insumos. Sua geração é automática, com custo de operação em geral inferior ao do uso de produtos químicos.

Equipamentos para piscinas: qual a melhor escolha?
Embora possam ser adicionados mais tarde, a escolha de equipamentos ou acessórios extra para uma piscina deve ser considerada na construção ou instalação da mesma, uma vez que é financeiramente mais vantajoso. A escolha dos melhores equipamentos para piscinas deve sempre ter em conta: o principal objetivo da piscina (vai ser exclusivamente utilizada pela família ou pretende convidar outras pessoas para dela usufruir?), o uso que esta terá (muito ou pouco?), a ligação da piscina com o resto da casa (preocupações estéticas e de decoração) e se existem crianças, idosos ou animais de estimação em casa. Da teoria para a prática Para saber como escolher bons equipamentos para a sua piscina, reflita nos seguintes exemplos: se a piscina for de uso exclusivo de um casal, por exemplo, talvez não necessite instalar uma prancha para piscina; se a piscina vai ter muito uso, tanto pela família como pelos seus amigos, talvez queira ponderar a inclusão de alguns equipamentos extras como chuveiro ou espreguiçadeiras embutidas na piscina; se a própria zona da piscina reflete o estilo de decoração de toda a casa e jardim, então faz sentido instalar uma queda de água ou outro elemento decorativo; se tiver crianças em casa, instalar equipamentos como um escorrega ou uma grade de segurança fazem sentido. Na escolha dos melhores equipamentos para a sua piscina, é importante analisar o seu caso específico, sem esquecer o orçamento que delineou para a construção/instalação da piscina em casa. Equipamentos para piscinas mais populares. 1. Escadas: as escadas são um equipamento imprescindível para as piscinas, uma vez que são necessárias para auxiliar quem entra e sai. Em termos de escolha, podese optar por escadas incorporadas na própria estrutura da piscina – isso deve ser delineado na fase de planeamento, ou seja, antes da construção da mesma – ou pelas tradicionais escadas em inox. Se a piscina for muito comprida, pode-se considerar a colocação de escadas em ambas as pontas. 2. Iluminação: embora possa ser opcional, a iluminação é praticamente um equipamento obrigatório numa piscina, pois ninguém quer ver uma piscina às escuras numa bonita noite de Verão, além das questões de segurança que isso implica. Entre interiores e exteriores, existem vários tipos de iluminação para piscinas – descubra a ideal para a sua.

3. Grades de proteção: as grades de proteção são um equipamento de segurança para as piscinas, sendo ideais para delimitar este espaço, principalmente se tiver crianças, idosos ou animais de estimação em casa. 4. Prancha: embora a moda das pranchas de piscina já tenha sido mais popular, a verdade é que o espaço limitado que as pessoas têm para colocar uma piscina no seu jardim, pode comprometer a instalação de uma prancha. No entanto, não deixa de ser um equipamento para piscina divertido, por isso, se pensar em instalar uma prancha na sua piscina, saiba que é necessário que a piscina tenha profundidade e água suficientes. Para poder instalar uma pequena prancha, por exemplo, requer-se uma piscina com pelo menos 8.5 metros de comprimento, 4.6 metros de largura e 2.3 metros de profundidade.

Como escolher bons equipamentos para sua piscina

Uma vez tomada a decisão de instalar uma piscina em casa, deve-se ponderar a escolha de equipamentos adicionais para complementar a nova piscina. Existem várias opções para tornar a sua piscina ainda mais atrativa e divertida. Equipamentos para piscinas: qual a melhor escolha? Embora possam ser adicionados mais tarde, a escolha de equipamentos ou acessórios extra para uma piscina deve ser considerada na construção ou instalação da mesma, uma vez que é financeiramente mais vantajoso. A escolha dos melhores equipamentos para piscinas deve sempre ter em conta: o principal objetivo da piscina (vai ser exclusivamente utilizada pela família ou pretende convidar outras pessoas para dela usufruir?), o uso que esta terá (muito ou pouco?), a ligação da piscina com o resto da casa (preocupações estéticas e de decoração) e se existem crianças, idosos ou animais de estimação em casa. Da teoria para a prática Para saber como escolher bons equipamentos para a sua piscina, reflita nos seguintes exemplos: se a piscina for de uso exclusivo de um casal, por exemplo, talvez não necessite instalar uma prancha para piscina; se a piscina vai ter muito uso, tanto pela família como pelos seus amigos, talvez queira ponderar a inclusão de alguns equipamentos extras como chuveiro ou espreguiçadeiras embutidas na piscina; se a própria zona da piscina reflete o estilo de decoração de toda a casa e jardim, então faz sentido instalar uma queda de água ou outro elemento decorativo; se tiver crianças em casa, instalar equipamentos como um escorrega ou uma grade de segurança fazem

sentido. Na escolha dos melhores equipamentos para a sua piscina, é importante analisar o seu caso específico, sem esquecer o orçamento que delineou para a construção/instalação da piscina em casa. Equipamentos para piscinas mais populares 1. Escadas: as escadas são um equipamento imprescindível para as piscinas, uma vez que são necessárias para auxiliar quem entra e sai. Em termos de escolha, podese optar por escadas incorporadas na própria estrutura da piscina – isso deve ser delineado na fase de planeamento, ou seja, antes da construção da mesma – ou pelas tradicionais escadas em inox. Se a piscina for muito comprida, pode-se considerar a colocação de escadas em ambas as pontas. 2. Iluminação: embora possa ser opcional, a iluminação é praticamente um equipamento obrigatório numa piscina, pois ninguém quer ver uma piscina às escuras numa bonita noite de Verão, além das questões de segurança que isso implica. Entre interiores e exteriores, existem vários tipos de iluminação para piscinas – descubra a ideal para a sua. 3. Grades de proteção: as grades de proteção são um equipamento de segurança para as piscinas, sendo ideais para delimitar este espaço, principalmente se tiver crianças, idosos ou animais de estimação em casa. 4. Prancha: embora a moda das pranchas de piscina já tenha sido mais popular, a verdade é que o espaço limitado que as pessoas têm para colocar uma piscina no seu jardim, pode comprometer a instalação de uma prancha. No entanto, não deixa de ser um equipamento para piscina divertido, por isso, se pensar em instalar uma prancha na sua piscina, saiba que é necessário que a piscina tenha profundidade e água suficientes. Para poder instalar uma pequena prancha, por exemplo, requer-se uma piscina com pelo menos 8.5 metros de comprimento, 4.6 metros de largura e 2.3 metros de profundidade. 5. Escorrega: uma escorrega é outro divertido equipamento para piscinas, mas que requer bastante espaço de deck; se não tiver muito espaço, mas mesmo assim quer instalar um escorrega de piscina, opte pelos modelos curvados. Em termos de segurança, saiba que quanto mais alto for o escorrega, mais profunda tem de ser a piscina. 6. Cobertura: uma cobertura é um bom equipamento extra para as piscinas porque, além de a proteger contra todo o tipo de lixo e condições climáticas adversas (são preciosas na hora de hibernar a piscina para o Inverno), as coberturas são ainda um excelente sistema de segurança para as piscinas. 7. Sistema de aquecimento: nem sempre o tempo obedece à nossa vontade de dar um mergulho na piscina, mas se optar por um sistema de aquecimento da água, poderá desfrutar da sua piscina durante mais tempo e sempre que quiser. Um equipamento para piscinas no qual vale a pena investir. 8. Aspirador automático: este equipamento para piscinas assemelha-se a um pequeno robot que trata da limpeza da piscina, transformando assim o tempo de manutenção em tempo de diversão. Existem vários tipos de aspiradores automáticos e, enquanto alguns limitam-se a aspirar o fundo da piscina, outros limpam ainda as paredes e até a linha de água das piscinas. 9. Chuveiro: instalar um chuveiro ao lado da piscina é um equipamento prático que

permite a quem entra e sai da água, uma ducha rápida e prática, conforme as necessidades. 10. Jacuzzi: se quiser transformar a zona da piscina num verdadeiro oásis de bemestar, então a adição de um equipamento de luxo, como um jacuzzi, é uma ideia a se pensar. 11. Elementos decorativos: é para quem quer transformar a sua piscina num verdadeiro refúgio que servem equipamentos como as fontes, quedas de água ou pedras – elementos decorativos que potenciam o ambiente da piscina, tornando-a mais sofisticada, valorizando ainda mais a decoração da casa.

Dicas para a construção de sua Piscina
Espaço disponível para a instalação: O espaço deve incluir, além da piscina, uma área de lazer ao redor. O ideal é multiplicar a área da piscina por dois. Assim, uma piscina de 6m x 4m, ou 24m2, precisa de um terreno com, no mínimo, 48m2 - o dobro da sua medida. Profundidade: Não é recomendado a construção de piscinas muito fundas, pois aumentam custos de manutenção de sua piscina e tambem o risco de acidentes. A profundidade ideal fica entre 1,30 e 1,40m na parte mais funda, essa profundidade é suficiente para permitir a prática de natação. Na parte mais rasa, indicada para as crianças e para o descanso dos adultos, a medida vai de 0,40 a 0,50m. Onde está o sol: Muita atenção neste importante detalhe, pois de nada adinata investir na construção da piscina em um espaço onde o sol não apareça. Características do solo: As características do solo são decisivas para quem pretende construir uma piscina. Tome muito cuidado para não ter prejuízo.Para evitar problemas, procure um documento chamado sondagem do subsolo. Ele revela as camadas do terreno e suas características. Paisagismo: Não é aconselhável construir a piscina em locais que possuam pinheiros, eucaliptos e árvores futíferas devido ao excesso de folhas que estas arvores soltam. Peça a ajuda de um paisagista para decorar o espaço ou entre em contato com a Sólazer piscinas.

Como agir em caso de acidente na piscina
Sempre que se freqüenta uma piscina, deve-se exigir a presença de um salva vidas, mas em todo caso veja alguns princípios de primeiros socorros que podem garantir o suporte básico em caso das seguinte ocorrências: Afogamento: coloque a vítima fora da água o mais rápido possível; aqueça a vítima; deixe-a de costas, se possível com a cabeça mais baixa do que o corpo; inicie a respiração boca a boca; vire a cabeça da vítima para o lado, em caso de vômito; remova imediatamente a vítima para o hospital mais próximo.

Traumatismo: imobilize a vítima; mantenha sempre reta e imobilizada a cabeça da vítima; evite aglomeração em torno da vítima. Em qualquer desses casos acima, chame ajuda imediatamente e realiza os primeiros socorros enquanto não é atendido. Acione o serviço de salvamento ou o Corpo de Bombeiros (193). E não se esqueça, se você for se divertir na praia, ou na piscina, nunca deixe uma criança sozinha, não faça brincadeiras de mal gosto, não faça com que sua diversão se torne um verdadeiro desastre. Use as piscinas com segurança e responsabilidade!

7 Dicas para construir sua Piscina

1. No projeto da sua piscina considere um espaço à sua volta que permita tomar sol e realizar a limpeza. O recomendado é calcular o dobro do espaço destinado à piscina. 2. Em locais com temperaturas mais baixas e invernos longos considere adquirir um sistema de aquecimento para sua sua piscina, assim poderá desfrutá-la por um período maior. 3. Existem diversos tipos de piscinas: enterradas, de superfície, de vinil, préfabricadas, infinitas, de água salgada, de azulejo, de pastilhas. Antes de decidir converse com o arquiteto e o engenheiro e veja qual é a mais adequada para sua casa, seu terreno e seu estilo de vida. 4. A manutenção da piscina é fundamental, se não quer ter muito trabalho esqueça as piscinas de vinil e de água salgada. 5. Se não quer investir muito na construção da sua piscina opte pela préfabricadas. 6. Escolha um local com boa incidência de sol. Ninguém quer usar piscina que fica na sombra! 7. Evite a construção da piscina em locais com muitas árvores, além de fazerem sombra, as folhas podem tornar a limpeza e manutenção da piscina um tormento.

Dicas de Seguraça em Piscinas
Aqui estão algumas dicas importantes de segurança para ajudar a garantir que você, a sua família e amigos, bem como a sua própria piscina permaneçam seguros durante a época de verão.

• Garanta que a piscina foi devidamente construída/instalada usando técnicas e materiais adequados e certifique-se que todos os acessórios, equipamentos e modelos cumprem com os requisitos de construção nacionais e os requisitos de segurança, incluindo escorregas, pranchas de mergulho, alarmes de piscinas, cercas e outros equipamentos. • Uma piscina deve incluir muitos obstáculos diferentes para garantir que uma criança ou um animal não consigam entrar livremente. Algumas barreiras de segurança incluem vedações adequadas, uma tampa de segurança e alarmes de piscina. • Para garantir a piscina está limpa e livre de bactérias, verifique frequentemente todos os níveis de água e produtos químicos e corrija quando necessário. • As crianças nunca devem, em caso algum, ser deixadas sozinhas dentro ou perto de spas, piscinas de hidromassagem ou perto de qualquer lugar que recolha a água. A água deve ser bombeada de forma segura, já que também podem representar um risco de afogamento. • Os produtos químicos devem ser armazenados num local onde as crianças não possam ter um livre acesso e devem ser armazenados em locais adequados (ou seja,

devidamente protegidos, em determinadas temperaturas, etc), como recomendado pelo construtor da sua piscina e pelos fabricantes destes produtos químicos. • Os produtos químicos nunca devem ser misturados. • Certifique-se de que quando está a manusear os produtos químicos segue todas as instruções adequadas. • O protector solar deve ser sempre usado quando estiver ao ar livre e deve ser reaplicado quantas vezes for necessário nas quantidades indicadas na embalagem. • Deve ter instrumentos de salvamento e um telefone acessível perto da piscina e é recomendado que os proprietários da piscina possuam algum tipo de treino de salvamento e reanimação. • Ninguém deve correr, empurrar ou jogar jogos muito movimentados perto de uma piscina ou segurar alguém debaixo de água. Também não se deve saltar para dentro de uma piscina se estiverem outras pessoas perto da zona onde irá aterrar. • Ninguém deveria nadar sozinho numa piscina e é muito perigoso estar numa piscina ou banheira de água quente, se estiverem com um elevado grau de alcoolemia. • Os brinquedos flutuantes não são coletes salva-vidas ou dispositivos de flutuação aprovados e não devem ser usados como tal. • Uma pessoa que mergulhe deve saber a maneira correcta de mergulhar e ter uma boa noção da profundidade da água antes de mergulhar em qualquer piscina. As pranchas de mergulho devem ser instaladas correctamente, ter o tamanho e comprimento certo e devem ser colocadas no lugar adequado ao mergulho. • Se houver previsão de chuva ou de mau tempo, não nade ou esteja perto de uma piscina. • Qualquer tipo de cobertura de piscina deve ser totalmente removida antes que nade numa piscina, já que é muito perigoso ser apanhado debaixo de uma cobertura removida apenas parcialmente. • Nunca tenha vidros perto de uma piscina, caso os vidros se partam podem causar danos sérios ao forro da piscina e prejudicar quem caminha com os pés descalços.

Dúvidas frequentes sobre piscinas
Uma piscina não apenas um reservatório de água . A sua piscina é muito importante pois influi na sua qualidade de vida e da sua família tambem , Uma Piscina valoriza o

imóvel, melhorando a arquitetura que lhe envolve, proporciona mais saúde, com momentos de lazer e descanso para você, seus amigos e sua família. Qual melhor época para se instalar uma piscina? Não exixte a "melhor" época, não importa qual a melhor à estação, Mas analisando como época mais tranqüila com certeza o outono/inverno é melhor, você tem mais tempo para desenvolver o projeto. Quais os procedimentos. O tradicional é : cliente chega a loja e não conhece os vários tipos de piscinas mais comuns. ex: Piscina de fibra, piscina de vinil . O ideal é o cliente solicitar uma visita , para que o vendedor poderá orientar qual a melhor piscina para o cliente. Qual o melhor material ? Todos os tipos de piscinas são boas, cada um dentro de suas características . A piscina de fibra é mais em conta por ser produzida em escala industrial . A piscina de vinil fica em seguida. A piscina de vinil tem as vantagens do design a facilidade de construção. Manutenção Lembre-se que na piscina não vai somente cloro, pois existe todo um controle químico/físico, como o controle do PH, controle da alcalinidade e limpeza física da piscinas.

Dicas para construir sua piscina

Espaço disponível para a instalação: O espaço deve incluir, além da piscina, uma área de lazer ao redor. O ideal é multiplicar a área da piscina por dois. Assim, uma piscina de 6m x 4m, ou 24m2, precisa de um terreno com, no mínimo, 48m2 - o dobro da sua medida. Profundidade: Não é recomendado a construção de piscinas muito fundas, pois aumentam custos de manutenção de sua piscina e tambem o risco de acidentes. A profundidade ideal fica entre 1,30 e 1,40m na parte mais funda, essa profundidade é suficiente para permitir a prática de natação. Na parte mais rasa, indicada para as crianças e para o descanso dos adultos, a medida vai de 0,40 a 0,50m. Onde está o sol: Muita atenção neste importante detalhe, pois de nada adinata investir na construção da piscina em um espaço onde o sol não apareça. Características do solo: As características do solo são decisivas para quem pretende construir uma piscina. Tome muito cuidado para não ter prejuízo.Para evitar problemas, procure um documento chamado sondagem do subsolo. Ele revela as camadas do terreno e suas características.

Paisagismo: Não é aconselhável construir a piscina em locais que possuam pinheiros, eucaliptos e árvores futíferas devido ao excesso de folhas que estas arvores soltam. Peça a ajuda de um paisagista.

Crianças na piscinas cuidados a tomar

Crianças na piscina , que cuidados tomar: - Quando a piscina não estiver sendo usada por longos períodos procure manter protegida com capa. - Uma grade em torno do acesso ao piscina é uma medida simples , porem que evita acidentes com crianças muito pequenas. - Mantenha a atenção voltada para a criança quando estiver próxima a piscina , para um acidente acontecer basta uma fração de segundos. - Mesmo que a criança saiba nadar procure deixa-la sempre protegida com bóias para o braço. - Use sempre protetor solar na pele das crianças, pois elas são mais sucetíveias a queimaduras . - Procure hidratar a criança com água fresca para evitar mal estar durante grandes períodos de exposição ao sol próxima da piscina. - Evite nadar durante as duas ou tres horas após a criança ter feito uma refeição. - Se for usar as piscinas em algum clube , certifique-se primeiro a qualidade da água. - Informe-se se o clube tem Salva vidas, se não tiver reclame pois é obrigatório. - Procure ensinar a criança a nadar o quanto antes, seja nos momentos de lazer ou em uma escola própria,alem de proteger você estará dando a oportunidade de a criança praticar um dos mais completos esportes. - A maior segurança que você pode dar a seu filho é a conversa aberta explicando os perigos e os acidentes que podem acontecer e o como você se esforça para protegelo , isso lhe dará confiança e segurança para brincar sem correr riscos.

Como limpar sua piscina

1º - Limpar o deck Apanhe o lixo e as folhas caídas nas imediações da piscina e varra o deck. Ocasionalmente, aproveite para limpá-lo a fundo com os devidos produtos de limpeza. 2º - Esvaziar o depósito do skimmer Comece por esvaziá-lo e limpá-lo, já que para a fase de aspiração irá necessitar da máxima potência e eficácia. 3º - Limpar a superfície Recorrendo a uma rede, remova as folhas e outras substâncias flutuantes. 4º - Azulejos Aplique o sabão diretamente na escova apropriada e esfregue bem; a sujidade excessiva irá soltar-se para o fundo da piscina. Faça o mesmo em relação às escadas e a outros acessórios que estejam igualmente localizados na linha de água (certificando-se que são compatíveis com este tipo de produtos de limpeza). 5º - Aspiração O último passo é a aspiração. Irá necessitar da máxima potência possível, por isso certifique-se que tudo está funcionando corretamente. O skimmer principal deverá ser a única fonte de sucção, e, portanto, tape ou desligue (se possível) o cano principal no fundo da piscina e eventuais skimmers secundários. Supondo que está utilizando um aparelho manual, comece por encaixar a mangueira no aspirador e mergulhe-os dentro de água antes de conectar a outra ponta ao skimmer. É importante que a mangueira esteja totalmente cheia de água quando iniciar o processo, pelo que deverá mergulhar o aspirador lentamente até ao fundo da piscina, até que note que existe água na outra ponta. Ligue-a então ao skimmer e aspire lentamente o fundo da piscina, algo que não é muito diferente de aspirar um tapete em casa. No final, retire o aspirador da água e deixe que o skimmer esvazie a mangueira na totalidade, retirando-a logo de seguida. A piscina voltará então ao seu funcionamento normal. E aí está a sua piscina como nova, bem limpa e chamado para um mergulho!

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->