De cara para a vida

Público alvo: grupo de mulheres soropositivas. Objetivo: contribuir para o fortalecimento da auto-estima e do exercício dos direitos sexuais e reprodutivos das mulheres vivendo com HIV/Aids. Consistiu em uma série de 20 oficinas de fotografia e de 20 oficinas de conteúdo sobre direitos sexuais e reprodutivos. As oficinas de fotografia, através de intervenção em auto-retrato (desenhos, colagem, pintura, textos), trabalharam com a auto-imagem das mulheres. Essas oficinas foram ministradas pela fotógrafa Evelyn Ruman, criadora da técnica de trabalhar a auto-imagem a partir da fotografia. As oficinas de direitos sexuais e reprodutivos, através de dinâmicas em grupo e exposição teórica, trabalham, entre outros, os seguintes temas: mulheres e aids, direitos das mulheres soropositivas, gênero, violência e mulheres vivendo com HIV, empoderamento e cidadania. O projeto foi finalizado com uma exposição de fotos itinerante, com os auto-retratos que sofreram intervenção nas oficinas. Foi realizado em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde/Coordenadoria de Controle de Doenças/Centro de Referência e Treinamento DST/AIDS.