P. 1
MINERACAO

MINERACAO

|Views: 72|Likes:

More info:

Published by: Caio Martini de Oliveira on Apr 18, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/18/2012

pdf

text

original

REVISTA ESPAÇO DA SOPHIA - Nº 08 – NOVEMBRO/2007 – MENSAL – ANO I

Impactos ambientais causados por mineração
João Paulo Souza Silva*

RESUMO A mineração é um dos setores básicos da economia do país, contribuindo de forma decisiva para o bem estar e a melhoria da qualidade de vida das presentes e futuras gerações, sendo fundamental para o desenvolvimento de uma sociedade equânime, desde que seja operada com responsabilidade social, estando sempre presentes os preceitos do desenvolvimento sustentável. É importante reconhecer e manter sob controle os impactos que esta atividade provoca no meio ambiente, assim proporcionando um meio ambiente adequado para as futuras gerações que estão por vir. Palavras-chave: meio ambiente, impacto, sustentabilidade.

ABSTRACT The mining is one of the basic sectors of the economy of the country, contributing of decisive form for the well-being and the improvement of life quality of the current and future generations, being fundamental for the development of an even society, since are operated with social responsibility, always being present the precepts of the sustainable development. It is important to recognize and to keep under control the impacts that this activity provokes in the middle ambient, thus providing an adequate environmental way for the future generations that are to for come Key-words: environment, impact, maintenable.

1. INTRODUÇÃO As alterações do equilíbrio ecológico e o impacto da atividade humana sobre a ecosfera terrestre, começaram a se transformar em assunto de preocupação de alguns
Tecnólogo em Infra-estrutura de Vias – CEFET/GO, Mestrando em Geotecnia pelo Departamento de Engenharia Civil, Universidade de Brasília – UnB, onde desenvolve pesquisa sobre Avaliação Funcional e Estrutural de Pavimentos Aeroportuários. jpss@unb.br
*

A mineração. estradas. As atividades humanas. Por esse fato. Através destas. Bota-fora: local para deposição do estéril da mina e. onde são feitos os depósitos de estéril e de rejeito. evidentemente. nenhuma das atividades subseqüentes pode existir. sendo a mineração e a agricultura as duas atividades econômicas básicas da economia mundial. preparando-a com vistas à sua utilização industrial posterior. são dadas definições técnicas para alguns termos utilizados na área de mineração. junto com a exploração florestal. Sem elas. O impacto das demais atividades econômicas torna-se pouco significativo quando comparado às citadas anteriormente. às vezes. . o homem extrai recursos naturais que alimentam toda a economia. causa um impacto ambiental considerável. ganharam dimensão política a partir da década de 70. A mineração e a agricultura. e são hoje um dos assuntos mais polêmicos do mundo. Ela altera intensamente a área minerada e as áreas vizinhas. Beneficiamento ou tratamento: processamento da substância mineral extraída. Estéril: termo usado em geologia econômica para as substâncias minerais que não têm aproveitamento econômico. os transportes. Além do mais.) e as indústrias básicas (químicas e metalúrgicas) são os causadores de quase todo o impacto ambiental existente na terra. Capeamento: Camada estéril que recobre a jazida mineral e que deve ser retirada para efeito de extração do minério na lavra a céu aberto. quando temos a presença de substâncias químicas nocivas na fase de beneficiamento do minério. a produção de energia. não renováveis. A seguir. 2. alteram o meio ambiente. CONCEITOS BÁSICOS Os recursos minerais são bens esgotáveis. as construções civis (urbanização. Não é mais possível implantar qualquer projeto ou discutir qualquer planejamento sem considerar o impacto sobre o meio ambiente. tendem a escassez à medida que se desenvolve a sua exploração. as chamadas econômicas. etc.cientistas e pesquisadores durante a década de 60. isto pode significar um problema sério do ponto de vista ambiental. para o rejeito da usina de beneficiamento.

IMPACTOS AMBIENTAIS DA ATIVIDADE DE MINERAÇÃO Assim como toda exploração de recurso natural. sob condições econômicas favoráveis ser utilizado como matéria prima para a extração de um ou mais metais. poluição sonora. subsidência do terreno. Mina: é a jazida mineral em fase da lavra. 3. aflorando à superfície ou existente no interior da terra.1.Jazidas minerais: Massa individualizada de substância mineral ou fóssil. A seguir. Rejeito: rochas ou minerais inaproveitáveis presentes no minério e que são separadas deste. em quantidades e teores que possibilitem seu aproveitamento em condições econômicas favoráveis. Tipos de extração mineral A figura a seguir demonstra as principais províncias mineiras do Brasil. beneficiamento e apoio. serão relatadas algumas atividades de exploração mineral onde são abordados os impactos ambientais gerados durante o processo de exploração e disposição de seus resíduos. poluição do ar. Segundo CPRM (2002). 3. a atividade de mineração provoca impactos no meio ambiente seja no que diz respeito à exploração de áreas naturais ou mesmo na geração de resíduos. Minério: mineral ou associação de minerais que pode. Mineral: é toda substância natural formada por processos inorgânicos e que possui composição química definida. os principais problemas oriundos da mineração podem ser englobados em cinco categorias: poluição da água. incêndios causados pelo carvão e rejeitos radioativos. abrangendo a própria jazida e as instalações de extração. durante o beneficiamento. . total ou parcialmente.

pode ocorrer a poluição nas águas e no ar e por isso. área 40). Em Nova Lima e Passagem de Mariana. Essa poluição decorre da infiltração da água de chuva sobre dos rejeitos gerados nas atividades de lavra e beneficiamento. Na região carbonífera de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul (Figura 1 – áreas 1.1. por várias décadas. Mineração de Ouro Na província aurífera do Quadrilátero Ferrífero em Minas Gerais. funcionaram. a céu aberto. 2006) 3. fábricas de óxido de arsênio. 4 e 5).2.Figura 1 – Principais províncias minerais do Brasil. requer um sistema rígido de recuperação da área após minerada. aproveitado como subproduto do minério..1. (Figura 1 – Principais províncias minerais do Brasil. altos valores de ferro total. . 3. Extração de Carvão No caso da mineração de carvão. a poluição hídrica causada pela drenagem ácida é provavelmente o impacto mais significativo das operações de mineração e beneficiamento do carvão mineral. Essas águas adquirem baixos valores de pH (< 3). que alcançam os corpos hídricos superficiais e/ou subterrâneos.1. que geralmente abrange grandes áreas. sulfato total e vários outros elementos tóxicos que impedem a sua utilização para qualquer uso e destroem a flora e a fauna aquática (IBAMA. a presença do elemento tóxico arsênio merece destaque no que se refere aos efeitos da mineração no meio ambiente.

degradando ambientes de delicado equilíbrio ecológico (dunas e manguezais).Os rejeitos de minério ricos em arsênio foram estocados às margens de riachos ou lançados diretamente nas drenagens.3. As últimas minas e a refinaria encerraram suas atividades em novembro de 1995. impõe sua atuação próximo dos centros consumidores. apud Cunha et al. Os impactos ambientais provocados são grandes e descontrolados. zinco e prata do Vale da Ribeira (Figura 1 . Chumbo. Ribeira e Iporanga em São Paulo. alterando canais naturais de rios e os aspectos paisagísticos. No geral as cavas são utilizadas como bota-fora da construção civil e até mesmo como lixões. 2000) foram realizados estudos na população infantil. por fatores mercadológicos. argila e brita) de emprego direto na construção civil.4. O índice de clandestinidade dessa atividade é significativo e preocupante. Os materiais resultantes dos processos de metalurgia e refino do minério de chumbo foram estocados nas margens do rio Ribeira.1. provocando grande comprometimento ambiental do solo e água. saneamento e transportes. nos municípios de Adrianópolis e Cerro Azul no Paraná e. .1.área 42) estiveram ativas durante longo período do século XX. A produção desses minerais.CDC (1991). 3. por sua importância para os setores de habitação. Segundo CPRM (2002. envolvendo análises de chumbo total em sangue e arsênio em urina. principalmente a contaminação dos recursos hídricos. Zinco e Prata As minas de chumbo.1. Garimpos A garimpagem provoca impactos ambientais comuns a todas as áreas submetidas a esse tipo de extração rudimentar e predatória. 3. As concentrações de chumbo no sangue foram superiores aos limites aceitos pelo Centers for Disease Control .5. caracterizando-se como uma atividade típica das regiões metropolitanas e urbanas. 3. são considerados como bens minerais de uso social. Agregados para Construção Civil Os bens minerais (areia. especialmente nas décadas de 70 e 80.

uma vez que ela é exigida por essa mesma sociedade.2. g) fuga de animais silvestres. e) turbidez das águas. d) desencadeamento dos processos erosivos. Os principais impactos ambientais decorrentes dessa atividade estão relacionados a seguir: a) desmatamentos e queimadas. h) poluição química provocada pelo mercúrio metálico na biosfera e na atmosfera (IPT.No Brasil existem diversas áreas. que historicamente possuem atividades garimpeira (Figura 1). Degradação da Paisagem O principal e mais característico impacto causado pela atividade minerária é o que se refere à degradação visual da paisagem. 1992). ruídos quase . Ruídos e Vibração Figura 3 – Impactos sobre o solo. Não se pode. A seguir. porém. localizadas nos estados de Minas Gerais e Bahia.2.2. 3. f) mortalidade da ictiofauna. c) queima de mercúrio metálico ao ar livre. em conseqüência. da mesma forma que não se pode impedir a atuação da mineração.2. Conseqüências da Mineração no Meio Ambiente 3.1. as Figura 2 e Figura 3 revelam situações de impactos ambientais causados pela atividade de mineração. Figura 2 – Impactos sobre a fauna e a flora 3. resultando. b) alteração nos aspectos qualitativos e no regime hidrológico dos cursos de água. aceitar que tais mudanças e prejuízos sejam impostos à sociedade. O desmonte de material consolidado (maciços rochosos e terrosos muito compactados) é feito através de explosivos.

e em geral de restringe à emissão dos motores das máquinas e veículos usados na lavra e beneficiamento do minério. colocando o estoque de material beneficiado ou a ser tratado entre as instalações e as zonas a proteger.3.5. de acordo com a distância e o tipo de material. especialmente naquela situação mais próxima às áreas de mineração.orientação da frente de lavra. . causa uma série de transtornos à comunidade. Para minimizar estes impactos podem ser adotadas certas medidas: . Poeira e Gases Um dos maiores transtornos sofridos pelos habitantes próximos e/ou os que trabalham diretamente em mineração. carregados de minério.4.2. A onda de choque gerada por explosivos apresenta comportamentos distintos. Esta pode ter origem tanto nos trabalhos de perfuração da rocha como nas etapas de beneficiamento e de transporte da produção. Um método para suavizar os impactos causados pela detonação consiste em provocar uma descontinuidade física no maciço rochoso. 3. A poluição por gases a partir da mineração é pouco significativa. 3. como: poeira.2. emissão de ruídos. relaciona-se com a poeira. Contaminação das Águas . deve-se aproveitar ao máximo os obstáculos naturais ou então criar barreiras artificiais.sempre prejudiciais à tranqüilidade pública.controle da detonação. Tráfego de Veículos O tráfego intenso de veículos pesados. A contribuição da mineração para a poluição do ar é principalmente uma poluição por poeira. freqüente deterioração do sistema viário da região. 3.2. ou particulares que ficam em suspensão como lama e poeira. Estes resíduos podem ser solúveis. Para evitar ruídos decorrentes dos equipamentos de beneficiamento.

de granito de areia e argila. Figura 5 – Vista de uma barragem de rejeito Além da poluição por lama. mas pode requerer investimentos consideráveis. As barragens são muitas vezes os investimentos mais pesados em controle ambiental realizado pelas empresas de mineração. a maior parte das minerações no Brasil provoca poluição por lama. também existe e pode ser localmente grave.Quanto à poluição das águas provocada pela mineração. muitas minerações provocam poluição de natureza química. mas é mais restrita. A poluição por compostos químicos solúveis. As minerações de ferro. Por outro lado. de cassiterita. estas barragens servem também para recirculação de água e podem não ser consideradas investimentos exclusivos de controle ambiental. A Figura 5 mostra um exemplo de barragem de rejeitos. . de manganês. Figura 4 – Efeitos da mineração nos recursos hídricos O controle tem que ser feito através de barragens para contenção e sedimentação destas lamas. provocam em geral poluição das águas apenas por lama. por usarem cianetos altamente tóxicos no tratamento do minério. de diamante e várias outras. As minerações de ouro podem apresentar problemas mais complexos de contaminação das águas. O controle no caso de lama é termicamente simples. da bauxita. por efluentes que se dissolvem na água usada no tratamento do minério ou na água que passa pela área de mineração. de calcário.

Além do volume provindo do material estéril. Pode-se dizer com segurança que o problema ambiental mais sério provocado pela mineração no Brasil. quando destinados aos trabalhos de recuperação das áreas. o controle ambiental é difícil e a contaminação só não é muito mais grave porque os rios da Amazônia são muito volumosos e a área é ainda pouco povoada. Como os "garimpeiros" usam uma tecnologia rudimentar. ocasionando gradativamente o assoreamento dos cursos de água. causada pelos garimpos de ouro. Rejeito e Estéril A disposição final de rejeitos não constitui problema mais sério. O problema pode ser minimizado através do adequado armazenamento do material estéril e sua posterior utilização para reaterro de áreas já mineradas e de tanques de decantação que retenham os sedimentos finos na própria área. A Figura 6 – Rejeito de mineração. 3. Quando esses depósitos ficam muito volumosos. Figura 6 – Rejeito de mineração. devem ser consideradas as quantidades advindas da área das próprias jazidas e o material produzido pela decomposição das rochas e erosão do solo. durante a fase da lavra devem ser observados cuidados especiais para que estes não sejam lançados no sistema de drenagem. Entretanto. instáveis e sujeitos a escorregamentos localizados. preservando a hidrografia. . para cursos de água. tornam-se. A repetição contínua do processo provoca o transporte considerável desse material. devem ser removidos e transportados continuamente até as regiões mais baixas e. é a contaminação por lama e por mercúrio de rios da Amazônia. por si mesmos. Figura 7 – Estéril de mineração. em muitos casos.6.2.Além disso. mostra uma pilha de rejeitos em uma mineração. No período de chuvas. muitos minérios de ouro são ricos em arsenopirita e provocam contaminação por arsênico.

afetando os meios como água. o método de lavra utilizado e o tipo de minério extraído. Isso ocorre. FATORES QUE INFLUENCIAM A NATUREZA E A EXTENSÃO DOS IMPACTOS AMBIENTAIS Ao extraírem-se os bens minerais da crosta terrestre. tais como: densidade da população. advindas da atividade mineral. devido ao seu baixo valor unitário. A proximidade de pedreiras de centros habitados é uma decorrência natural da forte influência do custo dos transportes no preço final do produto. ao transporte e beneficiamento do minério (geração de poeira e ruído). dentre outros. resultante das atividades de extração de argila. Impactos em áreas urbanas Segundo IBAMA (2006). Atualmente. areia. é comum a existência de enormes áreas degradadas. com os agregados. A este condicionante dá-se o nome de "rigidez locacional da jazida". movimentação de terra e modificação da paisagem local). que poderão influir de forma positiva ou negativa na extração econômica destas riquezas. gera-se uma alteração bastante profunda que modifica a estrutura física de seu jazimento . saibro e brita. vibração do terreno. às diversas fases de exploração dos bens minerais. como à abertura da cava.3. topografia.localização. podem provocar maior ou menor impacto. fumos. a mineração em áreas urbanas e periurbanas é um dos fatores responsáveis pela degradação do subsolo. Alguns fatores geográficos estão relacionados à posição do jazimento. poeira. junto às grandes metrópoles brasileiras. (retirada da vegetação. principalmente. clima e aspectos sócio-econômicos.1. 4. Segundo BACCI (2006). ruído). gases. Fatores Geográficos Os depósitos minerais encontram-se onde as condições geológicas são favoráveis à sua formação. ultralançamento de fragmentos. 4. de modo geral. além da população local. os efeitos ambientais estão associados.3. conforme os fatores geográficos. . Essas alterações. automaticamente. ao uso de explosivos no desmonte de rocha (sobrepressão atmosférica. escavações. solo e ar.

sobre a intensidade da poluição. poeira em suspensão.2. Quanto ao clima. o ruído e a vibração. tendo grande influência na natureza e na extensão do impacto ambiental. fortalecimento do setor público através da arrecadação de impostos. incremento do comércio e serviços. são tóxicos e o uso de reagentes químicos no tratamento destes é limitado. A grande maioria dos bens minerais é lavrada por métodos tradicionais a céu aberto (em superfície) ou subterrâneo (em subsuperfície). em geral. a poeira. Tipo de Lavra O método de lavra utilizado na exploração das substâncias minerais é um dos principais fatores determinantes do nível de impacto ao ambiente. a atitude do público. pela condição econômica da região e a natureza desta comunidade. dentre outros fatores. é condicionada. freqüentemente. vibrações e riscos de poluição das águas. apresenta um alto potencial impactante. . Os maiores riscos de comprometimento ambiental ocorrem na lavra a céu aberto. Por isto. No que diz respeito aos aspectos sócio-econômicos. considerando a distância sobre a qual o impacto da mineração é perceptível. poucos minerais. de fatores externos não controláveis. circulação de riquezas. Sua principal influência é. tais como: a criação de empregos. caso não sejam adotadas técnicas de controle da poluição.Normalmente a oposição à mineração é mais intensa em regiões de alto valor cênico ou locais de condições favoráveis a raras espécies de flora e fauna. sem dúvida alguma. temperatura. umidade. desta classe. os principais problemas ambientais deste tipo de minerais são o impacto visual. o mecanismo de transporte da poluição originária da mina ao meio ambiente está diretamente relacionado ao regime pluviométrico. direção dos ventos. onde se tem um maior aproveitamento do corpo mineral. gerando maior quantidade de estéril. A escolha do método mais adequado depende de certas características das jazidas e às vezes. A lavra de minerais industriais. 4. portanto. Em contrapartida. dentre outros. pode-se constatar que. o abandono das lavras. em parte.

CETEM/MCT. Denise de La Corte.Curso de Geologia de Engenharia aplicada a problemas ambientais. . através de condução adequada das operações de lavra e de um projeto de recuperação. C.scielo. Por outro lado. Sendo assim. Porém. com o conceito cada vez mais forte de desenvolvimento sustentável. CRPM. impedindo a posterior utilização. Mineração e Desenvolvimento Sustentável: Desafios para o Brasil. Michael D. n. 2006. a degradação ambiental pode ser reduzida e até eliminada. FEAM – Fundação Estadual do Meio Ambiente. BARRETO. RJ. Esc. Licenciamento Ambiental e Impactos Ambientais de Atividades de Mineração. 1992V 3. Maria Laura (2001). Em alguns casos (grandes jazidas). Rem: Rev. Brasília. Sérgio Médici de. MME . Disponível em www. a reconstituição da paisagem tal qual era antes da extração é difícil. 1. precisamos proporcionar um meio ambiente adequado para as futuras gerações que estão por vir. Diretrizes Ambientais para o Setor Mineral.Ministério de Minas e Energia. realizada concomitantemente à exploração da mina. pois de uma forma geral. faz-se necessário um programa eficiente de disposição de resíduos gerados por parte da mineração. GOULART. São Paulo. Aspectos e impactos ambientais de pedreira em área urbana. ESTON. a vida tem que continuar. 291p. MMA – Ministério do Meio Ambiente (1997). Os cuidados para a recuperação das áreas mineradas vão desde a concepção do plano de lavra até a implantação do projeto de revegetação.cprm. que leve em conta o destino a ser dada à área futuramente. Minas. Manaus. 2002. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS BACCI. v. LANDIM.5. Acesso em 30 Nov 2006.br. afinal de contas. Paulo Milton Barbosa. 59. AM. Rio de Janeiro. Ouro Preto. Grandes crateras e lagos.. Acesso em: 29 Nov 2006. precisa-se fazer uso dos bens minerais no momento.gov. porém.br . paredões e áreas devastadas são produtos da mineração em numerosos casos. IPT. DF. Perspectivas do Meio Ambiente do Brasil – Uso do Subsolo. Disponível em: http://www. CONCLUSÕES A poluição visual é o primeiro efeito visível da mineração ao meio ambiente.

O estado dos subsolos.IBAMA.br/~geobr/Livro/cap2/subsolos. .ibama. Disponível em: http://www2.gov. 2006. Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis.pdf. Acesso em: 30 Nov 2006.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->