P. 1
Fisica Conexoes EM FINAL3

Fisica Conexoes EM FINAL3

|Views: 799|Likes:

More info:

Published by: Alexandre Baratta Santana on Apr 19, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/17/2013

pdf

text

original

PLANEJAMENTO INTERATIVO

PROFESSOR

ENSINO MÉDIO

FÍSICA

CONEXÕES COM A

25050COL22

CÓDIGO DA COLEÇÃO

ESCOLA

ANO

TURMA

Material de Divulgação da Editora Moderna

ENSINO MÉDIO

CONHEÇA NOSSA PROPOSTA COMPLETA

25050COL22

CÓDIGO DA COLEÇÃO

25052COL22

CÓDIGO DA COLEÇÃO

CONEXÕES COM A

FÍSICA

FÍSICA

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Blaidi Sant’Anna Gloria Martini Hugo Carneiro Reis Walter Spinelli

Carlos Magno A. Torres Nicolau Gilberto Ferraro Paulo Antonio de Toledo Soares

Autores que são fenômenos em sala de aula e no Enem.

A dinâmica perfeita entre ciência e cotidiano.

25035COL20

CÓDIGO DA COLEÇÃO

25073COL21

CÓDIGO DA COLEÇÃO

25047COL06

CÓDIGO DA COLEÇÃO

25022COL06

CÓDIGO DA COLEÇÃO

BIOLOGIA

José Mariano Amabis Gilberto Rodrigues Martho

QUÍMICA

CONEXÕES COM A

A seleção natural é clara: só as obras mais adaptadas se destacam no atual mundo dos jovens.

NA ABORDAGEM DO COTIDIANO

HISTÓRIA

HISTÓRIA

Francisco Miragaia Peruzzo Eduardo Leite do Canto

Alexandre Alves Letícia Fagundes de Oliveira

DAS CAVERNAS AO TERCEIRO MILÊNIO
Patrícia Ramos Braick Myriam Becho Mota

A mistura de grandes talentos em uma coleção que é um laboratório para a vida.

Mais que uma fonte histórica, um registro indispensável para suas aulas.

Uma viagem pela história com passaporte para o futuro.

CÓDIGO DA COLEÇÃO

25142COL01

CÓDIGO DA COLEÇÃO

25143COL01

25042COL02

CÓDIGO DA COLEÇÃO

CÓDIGO DA COLEÇÃO

25117COL02

PORTUGUÊS

CONTEXTO, INTERLOCUÇÃO E SENTIDO
Maria Luiza M. Abaurre Maria Bernadete M. Abaurre Marcela Pontara

PORTUGUÊS

CONEXÕES COM A

LITERATURA • GRAMÁTICA • PRODUÇÃO DE TEXTO
Leila Lauar Sarmento Douglas Tufano

MATEMÁTICA

MATEMÁTICA
PAIVA
Manoel Paiva

Editora responsável: Juliane Matsubara Barroso

Um trio de autoras que virou sinônimo de educação.

Uma coleção com os melhores predicados da Língua Portuguesa.

A soma de experiências vista por um ângulo inovador.

A Matemática a toda prova.

25058COL05

CÓDIGO DA COLEÇÃO

28886L2928

CÓDIGO DO LIVRO

25074COL33

CÓDIGO DA COLEÇÃO

25185COL33

CÓDIGO DA COLEÇÃO

CONEXÕES

ESTUDOS DE GEOGRAFIA GERAL E DO BRASIL
Lygia Terra Regina Araújo Raul Borges Guimarães

FILOSOFANDO

INTRODUÇÃO À FILOSOFIA
Maria Lúcia de Arruda Aranha Maria Helena Pires Martins

FREEWAY

Editora responsável: Veronica Teodorov

UPGRADE

Uma inovação que ultrapassa a fronteira da sala de aula.

Um novo olhar para construir identidades e exercer a cidadania.

Richmond é a marca de Inglês da Editora Moderna.

Editora responsável: Gisele Aga

Richmond é a marca de Inglês da Editora Moderna.

PNLD 2012

ENSINO MÉDIO

FÍSICA
ENTRAR EM SALA DE AULA E FAZER ACONTECER:

CONEXÕES COM A

BLAIDI SANT’ANNA GLORIA MARTINI HUGO CARNEIRO REIS WALTER SPINELLI

NOSSAS OBRAS E AUTORES PENSAM COMO VOCÊ.
A construção de uma educação de valor se dá quando pensamos a realidade do Ensino Médio e inovamos com recursos e metodologias eficientes para fazer a diferença na vida de milhares de jovens. Por isso, este Planejamento interativo traz sugestões detalhadas que orientam a exposição dos conteúdos essenciais de cada capítulo da coleção, para despertar o interesse dos alunos e potencializar o aprendizado. Para enriquecer ainda mais suas aulas você encontrará no site sugestões de objetos instrucionais multimídia, links interessantes e indicações de slides disponíveis em Powerpoint com as principais imagens de todos os capítulos. Outra grande novidade é a indicação de vídeos especiais do canal Futura em nosso site para garantir que você entre em sala de aula com os recursos mais atuais do momento. Você poderá também baixar este suplemento no site e personalizá-lo de acordo com sua prática pedagógica e com o projeto de ensino de sua escola. Bom trabalho!

CALENDÁRIO 2012
JANEIRO
D S 1 2 8 9 15 16 22 23 29 30
3 10 17 24 31

FEVEREIRO T
4 11 18 25

MARÇO
1 8 15 22 29

Q

5 12 19 26

Q

6 13 20 27

S

7 14 21 28

S

D

S

T
7 14

Q

5 6 12 13 19 20 26 27
21 CARNAVAL

28

21

2 9 16 23

Q

3 10 17 24

S

4 11 18 25

S

D

S

T

Q
7 14 21 28

4 5 6 11 12 13 18 19 20 25 26 27

1 8 15 22 29

Q

2 9 16 23 30

S

3 10 17 24 31

S

1 CONFRATERNIZAÇÃO UNIVERSAL

ABRIL
D S 1 2 8 9 15 16 22 23 29 30
3 10 17 24

MAIO T
4 11 18 25

JUNHO T
8 15 22 29

Q

5 12 19 26

Q

13 20 27

6

S

28

21

7 14

S

D 6 13 20 27

S
7 14 21 28

1

2 9 16 23 30

Q

3 10 17 24 31

Q

4 11 18 25

S

5 12 19 26

S

D 3 10 17 24

S
4 11 18 25

T
5 12 19 26

Q
6 13 20 27

Q
14 21 28

7

1 8 15 22 29

S

2 9 16 23 30

S

6 PAIXÃO DE CRISTO 8 PÁSCOA 21 TIRADENTES

1 DIA DO TRABALHO

7 CORPUS CHRISTI

APARECIDA 2 FINADOS 15 PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA Física • PNLD 2012 . Classificar o tipo de dependência matemática entre as grandezas. SRA. MODERNA DIGITAL: Slides: 1 a 3 – sobre a análise gráfica da proporcionalidade. Equacione matematicamente a representação gráfica de grandezas direta e inversamente proporcionais. VOLUME 1 UNIDADE I CAPÍTULO 1 CONTEÚDO • Grandezas diretamente proporcionais • Gráficos cartesianos: a representação geométrica da dependência • Grandeza proporcional ao quadrado de outra • Grandezas inversamente proporcionais • Dependência linear: um caso especial de proporcionalidade direta ESTUDO DOS MOVIMENTOS ELEMENTOS E DESCRIÇÃO DOS MOVIMENTOS A NATUREZA DA CIÊNCIA OBJETIVOS Identificar a existência de dependência matemática entre as grandezas. Operar matematicamente com a proporcionalidade entre as grandezas. com base nas sugestões do Suplemento para o professor e na vivência em sala de aula. bem como de grandeza proporcional como quadrado da outra. Discuta sobre proporcionalidade entre as grandezas. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Traz indicações de uso dos recursos propostos. Banco de questões. Banco de questões – Moderna Digital. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 11. CALENDÁRIO 2012 JULHO D S 1 2 8 9 15 16 22 23 29 30 3 10 17 24 31 AGOSTO T 4 11 18 25 SETEMBRO T 1 8 15 22 29 Q 5 12 19 26 Q 6 13 20 27 S 7 14 21 28 S D S Q 5 6 12 13 19 20 26 27 7 14 21 28 2 9 16 23 30 Q 3 10 17 24 31 S 4 11 18 25 S D 2 9 16 23 30 S 3 10 17 24 T 4 11 18 25 Q 5 12 19 26 Q 6 13 20 27 S 14 21 28 7 1 8 15 22 29 S 7 INDEPENDÊNCIA DO BRASIL OUTUBRO D 7 14 21 28 1 8 15 22 29 NOVEMBRO 3 10 17 24 31 DEZEMBRO Q 7 14 21 28 S 2 9 16 23 30 T Q 4 11 18 25 Q S 19 26 12 5 6 13 20 27 S D S T Q 15 4 5 6 11 12 13 18 19 20 25 26 27 1 8 S 22 29 9 16 23 30 2 3 10 17 24 S D 2 9 16 23 30 25 NATAL S 3 10 17 24 31 T 4 11 18 Q 5 12 19 26 Q 6 13 20 27 S 7 14 21 28 25 1 8 15 22 29 S 12 N. RECURSOS Abertura da unidade. RECURSOS Sugere materiais retirados do livro e da internet. Discussões. como objetos multimídia. questões e atividades para promover o acompanhamento do aprendizado dos alunos. Acervo de sites. OBJETIVOS Define as principais competências exigidas para a assimilação dos conteúdos do capítulo. Representar graficamente a proporcionalidade entre as grandezas. Caracterize a representação de grandezas direta e inversamente proporcionais. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 32 do Suplemento para o Professor e trabalhe com a página de abertura da unidade. artigos de revistas e indicações de slides em Powerpoint.CONTEÚDO Apresenta os eixos centrais abordados em cada capítulo para orientar o seu planejamento pedagógico. AVALIAÇÃO Seleciona textos. Resolução dos exercícios do capítulo. Para continuar aprendendo – 1 a 10.

ENSINO MÉDIO PLANEJAMENTO 2012 JANEIRO 1 D 2 S 3 T 4 Q 5 Q 6 S 7 S 8 D 9 S 10 T 11 Q 12 Q 13 S 14 S 15 D 16 S 17 T 18 Q 19 Q 20 S 21 S 22 D 23 S 24 T 25 Q 26 Q 27 S 28 S 29 D 30 S 31 T FEVEREIRO 1 Q 2 Q 3 S 4 S 5 D 6 S 7 T 8 Q 9 Q 10 S 11 S 12 D 13 S 14 T 15 Q 16 Q 17 S 18 S 19 D 20 S 21 T 22 Q 23 Q 24 S 25 S 26 D 27 S 28 T 29 Q MARÇO 1 Q 2 S 3 S 4 D 5 S 6 T 7 Q 8 Q 9 S 10 S 11 D 12 S 13 T 14 Q 15 Q 16 S 17 S 18 D 19 S 20 T 21 Q 22 Q 23 S 24 S 25 D 26 S 27 T 28 Q 29 Q 30 S 31 S 21 CARNAVAL 1 CONFRATERNIZAÇÃO UNIVERSAL ABRIL 1 D 2 S 3 T 4 Q 5 Q 6 S 7 S 8 D 9 S 10 T 11 Q 12 Q 13 S 14 S 15 D 16 S 17 T 18 Q 19 Q 20 S 21 S 22 D 23 S 24 T 25 Q 26 Q 27 S 28 S 29 D 30 S 6 PAIXÃO DE CRISTO 8 PÁSCOA 21 TIRADENTES MAIO 1 T 2 Q 3 Q 4 S 5 S 6 D 7 S 8 T 9 Q 10 Q 11 S 12 S 13 D 14 S 15 T 16 Q 17 Q 18 S 19 S 20 D 21 S 22 T 23 Q 24 Q 25 S 26 S 27 D 28 S 29 T 30 Q 31 Q JUNHO 1 S 2 S 3 D 4 S 5 T 6 Q 7 Q 8 S 9 S 10 D 11 S 12 T 13 Q 14 Q 15 S 16 S 17 D 18 S 19 T 20 Q 21 Q 22 S 23 S 24 D 25 S 26 T 27 Q 28 Q 29 S 30 S 7 CORPUS CHRISTI 1 DIA DO TRABALHO 6 .

APARECIDA 2 FINADOS 15 PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA DEZEMBRO 1 S 2 D 3 S 4 T 5 Q 6 Q 7 S 8 S 9 D 10 S 11 T 12 Q 13 Q 14 S 15 S 16 D 17 S 18 T 19 Q 20 Q 21 S 22 S 23 D 24 S 25 T 26 Q 27 Q 28 S 29 S 30 D 31 S 25 NATAL 7 Física • PNLD 2012 . SRA.PLANEJAMENTO 2012 JULHO 1 D 2 S 3 T 4 Q 5 Q 6 S 7 S 8 D 9 S 10 T 11 Q 12 Q 13 S 14 S 15 D 16 S 17 T 18 Q 19 Q 20 S 21 S 22 D 23 S 24 T 25 Q 26 Q 27 S 28 S 29 D 30 S 31 T AGOSTO 1 Q 2 Q 3 S 4 S 5 D 6 S 7 T 8 Q 9 Q 10 S 11 S 12 D 13 S 14 T 15 Q 16 Q 17 S 18 S 19 D 20 S 21 T 22 Q 23 Q 24 S 25 S 26 D 27 S 28 T 29 Q 30 Q 31 S SETEMBRO 1 S 2 D 3 S 4 T 5 Q 6 Q 7 S 8 S 9 D 10 S 11 T 12 Q 13 Q 14 S 15 S 16 D 17 S 18 T 19 Q 20 Q 21 S 22 S 23 D 24 S 25 T 26 Q 27 Q 28 S 29 S 30 D 7 INDEPENDÊNCIA DO BRASIL OUTUBRO 1 S 2 T 3 Q 4 Q 5 S 6 S 7 D 8 S 9 T 10 Q 11 Q 12 S 13 S 14 D 15 S 16 T 17 Q 18 Q 19 S 20 S 21 D 22 S 23 T 24 Q 25 Q 26 S 27 S 28 D 29 S 30 T 31 Q NOVEMBRO 1 Q 2 S 3 S 4 D 5 S 6 T 7 Q 8 Q 9 S 10 S 11 D 12 S 13 T 14 Q 15 Q 16 S 17 S 18 D 19 S 20 T 21 Q 22 Q 23 S 24 S 25 D 26 S 27 T 28 Q 29 Q 30 S 12 N.

Animações: MRU e MRUV. Resolva problemas envolvendo encontro e ultrapassagem de móveis em MRU. RECURSOS Discussões. Operar matematicamente com a proporcionalidade entre as grandezas. Acervo de sites. Compreender a determinação do deslocamento pela área do gráfico v X t. Banco de questões. 8 . Avalie sua aprendizagem – 1 a 10. MODERNA DIGITAL: Slides: 1 a 3 – sobre a análise gráfica da proporcionalidade. Reconhecer a importância da definição do referencial. Calcular aceleração escalar média. Dado o gráfico s X t. Analise a representação gráfica de movimentos. Para continuar aprendendo – 1 a 10. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 11. MODERNA DIGITAL: Slides: 4 a 6 – relacionados com os conceitos de Cinemática. Banco de questões.br ESTUDO DOS MOVIMENTOS. Acervo de sites. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Defina MRU. Calcular velocidade escalar média. Banco de questões – Moderna Digital.ENSINO MÉDIO PLANEJAMENTO INTERATIVO VOLUME 1 UNIDADE I CAPÍTULO 1 CONTEÚDO • Grandezas diretamente proporcionais • Gráficos cartesianos: a representação geométrica da dependência • Grandeza proporcional ao quadrado de outra • Grandezas inversamente proporcionais • Dependência linear: um caso especial de proporcionalidade direta ACESSE OS RECURSOS INDICADOS NO PORTAL: www. Estude a localização de um corpo e uma trajetória orientada. Elabore uma atividade de revisão da unidade no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. Escrever a equação horária da posição de um corpo em MRU. CAPÍTULO 3 CONTEÚDO • Velocidade constante • Função horária de um movimento retilíneo uniforme (MRU) MOVIMENTO UNIFORME OBJETIVOS Reconhecer as características de um movimento retilíneo uniforme. Banco de questões. Explore a aceleração como mudança na velocidade. Atividade em grupo. trajetória. repouso e referencial. Banco de questões – Moderna Digital. Resolução dos exercícios do capítulo. Discussões. RECURSOS Discussões. Acervo de sites. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 32 do Suplemento para o Professor e trabalhe com a página de abertura da unidade. Caracterize a representação de grandezas direta e inversamente proporcionais. Animações: Movimento. Discuta sobre proporcionalidade entre as grandezas. Representar graficamente a proporcionalidade entre as grandezas. explore sua equação horária e o gráfico da posição em função do tempo. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Resolução dos exercícios do capítulo. Utilize a função horária da posição para caracterizar algebricamente o movimento.com. Construir gráfico da posição em função do tempo para um móvel em MRU. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 24. CAPÍTULO 2 CONTEÚDO • Referencial e trajetória • Posição. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 8. MODERNA DIGITAL: Slide: 7 – sobre o MU. Utilize a representação gráfica da posição. Calcular deslocamento e distância percorrida.modernadigital. Trajetória e referencial. LEIS DE NEWTON E LEIS DA CONSERVAÇÃO ELEMENTOS E DESCRIÇÃO DOS MOVIMENTOS A NATUREZA DA CIÊNCIA OBJETIVOS Identificar a existência de dependência matemática entre as grandezas. Classificar o tipo de dependência matemática entre as grandezas. distância percorrida e deslocamento escalar • Velocidade escalar média (Vm) • Velocidade instantânea e aceleração escalar média • Gráficos de velocidade em função do tempo CINEMÁTICA: PRINCIPAIS CONCEITOS OBJETIVOS Identificar a posição de um corpo em uma trajetória. bem como de grandeza proporcional como quadrado da outra. Conceitue velocidade e aceleração escalar média e suas unidades de medida. Questões de integração – 1 a 10. movimento e repouso. Resolução dos exercícios do capítulo. Equacione matematicamente a representação gráfica de grandezas direta e inversamente proporcionais. RECURSOS Abertura da unidade. Interpretar a equação horária da posição de um móvel em MRU. escrever a equação horária correspondente. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue referencial. Construir gráfico v X t. Para continuar aprendendo – 1 a 10.

Animações: MRU e MRUV. Ilustre as diferenças e relações entre os gráficos v X t e s X t. Classificar o movimento em acelerado ou retardado.Confira indicações de vídeos no final do Planejamento PLANEJAMENTO INTERATIVO RECURSOS AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 9. Acervo de sites. Discussões. Conceitue MRUV. Para continuar aprendendo – 1 a 10. 9 Física • PNLD 2012 . Determine o deslocamento escalar por meio da área sob o gráfico v X t. Aplicar as equações horárias na resolução de problemas. Banco de questões. Resolver problemas com corpos em MRUV. Banco de questões – Moderna Digital. CAPÍTULO 6 CONTEÚDO • Variação da posição de um corpo em MRUV em função do tempo GRÁFICOS S VERSUS T NO MRUV OBJETIVOS Construir gráficos representativos da velocidade e da posição para corpos em MRUV. Identificar as características de um MRUV. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Acervo de sites. progressivo ou retrógrado. MODERNA DIGITAL: Slides: 12 a 14 – sobre gráficos no MRUV. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 12. Resolução dos exercícios do capítulo. Explique o que é um movimento variado. Calcular a aceleração escalar média. sua função horária da velocidade e faça a análise de seu gráfico em função do tempo. Crie uma lista de atividades no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. Deduza da equação de Torricelli. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Represente o gráfico da posição em função do tempo e discuta suas características. Animações: MRU e MRUV. leia as sugestões de avaliação desta coleção no Suplemento para o Professor. CAPÍTULO 4 CONTEÚDO • Aceleração escalar média de um corpo em movimento retilíneo • Movimento retilíneo uniformemente variado (MRUV) • Deslocamento e gráfico v X t no MRUV MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO (MUV) OBJETIVOS Compreender o conceito de aceleração. RECURSOS Discussões. Representar graficamente a velocidade e o deslocamento de um móvel em MRUV. Banco de questões. Banco de questões – Moderna Digital. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 6. Representar matematicamente a posição de um móvel em MRUV. definindo movimento acelerado ou retardado e progressivo ou retrógrado. Resolução dos exercícios do capítulo. Abertura da unidade. Aprofunde a discussão sobre o significado da área no gráfico v X t. Associar os gráficos às equações horárias correspondentes. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 41 do Suplemento para o Professor para trabalhar com a página de abertura da unidade. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Banco de questões. Acervo de sites. RECURSOS Discussões. Animações: MRU e MRUV UNIDADE II CAPÍTULO 5 CONTEÚDO • Deslocamento o MRUV • A função horária do espaço no MRUV MOVIMENTO COM VELOCIDADE VARIÁVEL O ESPAÇO NO MOVIMENTO UNIFORMEMENTE VARIADO OBJETIVOS Reconhecer os conceitos de velocidade média e de média das velocidades para um corpo em MRUV. Banco de questões – Moderna Digital. Consulte tabela completa com indicações de slides nas páginas 32 a 36. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Deduza a equação horária do espaço no MRUV. Determine a equação horária da posição a partir de um gráfico dado. MODERNA DIGITAL: Slides: 8 a 10 – sobre o MUV. Apresente a resolução gráfica de problemas envolvendo encontro e ultrapassagem de móveis. MODERNA DIGITAL: Slide: 11 – sobre o gráfico do MRUV. Resolução dos exercícios do capítulo. Professor. Interpretar gráficos de velocidade e da posição para corpos em MRUV.

Banco de questões. Decompor um vetor em suas componentes ortogonais. CAPÍTULO 9 CONTEÚDO • Independência de movimentos simultâneos • Composição de velocidades COMPOSIÇÃO DE MOVIMENTOS OBJETIVOS Representar o vetor velocidade de um corpo a partir de suas componentes. Acervo de sites. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 47 do Suplemento para o Professor e trabalhe com a página de abertura da unidade. MODERNA DIGITAL: Slides: 17 a 19 – sobre grandezas vetoriais. Resolução dos exercícios do capítulo. Banco de questões – Moderna Digital. Professor. LANÇAMENTO VERTICAL NO VÁCUO OBJETIVOS Caracterizar o movimento de queda livre. Simuladores: Vetores. UNIDADE III CAPÍTULO 8 CONTEÚDO • Vetores • Operações com vetores CINEMÁTICA VETORIAL GRANDEZAS VETORIAIS OBJETIVOS Caracterizar uma grandeza vetorial. Questões de integração – 1 a 10. Para continuar aprendendo – 1 a 10. MODERNA DIGITAL: Slides: 20 e 21 – sobre a composição de movimentos. MODERNA DIGITAL: Slides: 15 e 16 – sobre a queda livre. Analisar movimentos simultâneos. Simuladores: MRU e MRUV. Consulte tabela completa com indicações de slides nas páginas 32 a 36. RECURSOS Discussões. direção e sentido. Resolva problemas envolvendo corpos em movimento vertical. Estude o método de decomposição vetorial e a Lei dos cossenos. 10 . Conceitue e explique a diferença entre as grandezas escalar e vetorial. Apresente o conceito de vetor e suas características: módulo.modernadigital. Caracterize a composição de velocidades. determinando velocidades e tempo de voo. compondo-os vetorialmente. Equacione a função horária da queda livre como um móvel em MRUV. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 15. Página de abertura. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Determinar a velocidade e a posição de corpos em queda. na resolução de problemas. Resolução dos exercícios do capítulo. Explique a operação com vetores – soma vetorial. Simuladores: Vetores. Resolva problemas envolvendo composição de movimento. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 7.com.br ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue o movimento de queda livre e o associe com um MRUV vertical. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Atividade em grupo. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue a independência de movimentos relativos. RECURSOS Discussões. Banco de questões. Apresente a representação matemática do movimento de um corpo lançado verticalmente para cima. Calcular as características do vetor velocidade resultante de um movimento composto de duas ou mais velocidades. Aplicar. Determinar geométrica e analiticamente a resultante vetorial. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 14. Banco de questões. Analisar o movimento de corpos lançados verticalmente para cima. Elabore uma atividade de revisão da unidade no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. leia as sugestões de avaliação desta coleção no Suplemento para o Professor. Resolução dos exercícios do capítulo. Lançamentos. Avalie sua aprendizagem – 1 a 10.ENSINO MÉDIO PLANEJAMENTO INTERATIVO CAPÍTULO 7 CONTEÚDO • Queda livre • Lançamento vertical para cima ACESSE OS RECURSOS INDICADOS NO PORTAL: www. Acervo de sites. a proporcionalidade direta com o quadrado entre espaço e tempo. Acervo de sites. RECURSOS Discussões.

Analisar o movimento transmitido por meio de polias acopladas. Física • PNLD 2012 11 . Compreender o princípio da inércia. Estabelecer a relação entre velocidade angular e velocidade escalar. MODERNA DIGITAL: Slides: 26 a 28 – sobre MCU. Simuladores: Vetores. Caracterize as forças normal. Estabeleça as relações entre grandezas escalares e grandezas angulares. Banco de questões – Moderna Digital. CAPÍTULO 11 CONTEÚDO • Abordagem escalar do movimento circular uniforme • Vetor velocidade e aceleração centrípeta no movimento circular uniforme MOVIMENTO CIRCULAR UNIFORME OBJETIVOS Identificar as grandezas associadas ao movimento circular. Determinar velocidade angular. a velocidade e a posição de um corpo lançado horizontalmente. Identificar as forças normal. Atividade em grupo. Analise a aceleração total do movimento circular. Calcular. Simuladores: Lançamentos. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 15. Discussões. Acervo de sites. Avalie sua aprendizagem – 1 a 8. decompondo-o em suas componentes ortogonais. Analisar o movimento de um corpo lançado obliquamente. tração e elástica. Entender o princípio da ação e reação. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Analise a matemática individual de cada movimento horizontal e vertical. Construa o gráfico da força elástica. Acervo de sites. Conceitue o vetor velocidade e aceleração centrípeta no MCU. CAPÍTULO 10 CONTEÚDO • Decomposição de movimentos • Lançamento horizontal no vácuo • Lançamento oblíquo no vácuo LANÇAMENTOS NO VÁCUO OBJETIVOS Decompor o movimento de um corpo lançado horizontalmente em suas componentes ortogonais. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue período e frequência. Compreender o conceito de aceleração centrípeta. Resolução dos exercícios do capítulo. MODERNA DIGITAL: Slide: 29 – sobre as leis de Newton. Estude as decomposições da velocidade em lançamentos. frequência e período. Calcular. a velocidade e a posição de um corpo lançado obliquamente. Para continuar aprendendo – 1 a 11. Resolução dos exercícios do capítulo. Banco de questões. Discuta sobre as unidades de força N e kgf.Confira indicações de vídeos no final do Planejamento PLANEJAMENTO INTERATIVO RECURSOS AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 14. Diferencie as grandezas massa e peso. Diferenciar as grandezas massa e peso. UNIDADE IV CAPÍTULO 12 CONTEÚDO • A lei da inércia • Massa e peso • Ação e reação • Três forças importantes na Mecânica LEIS DE NEWTON 1a E 3a LEIS DE NEWTON OBJETIVOS Caracterizar vetorialmente a grandeza força. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 21. RECURSOS Discussões. Explore os simuladores e material de apoio dos sites. Resolução de problemas envolvendo lançamento horizontal e oblíquo. Elabore uma atividade de revisão da unidade no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 54 do Suplemento para o Professor para trabalhar com a página de abertura da unidade. RECURSOS Página de abertura. tração e elástica. Questões de integração – 1 a 15. Apresente a caracterização matemática do lançamento oblíquo. Calcular a aceleração centrípeta de um corpo em MCU. Banco de questões – Moderna Digital. Banco de questões. em qualquer instante. Resolução dos exercícios do capítulo. Acervo de sites. Banco de questões. Apresente a caracterização matemática do lançamento horizontal no vácuo. Discussões. Vetores. Discuta e exemplifique o princípio da inércia e o da ação e reação. em qualquer instante. MODERNA DIGITAL: Slides: 22 a 25 – sobre lançamentos. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Para continuar aprendendo – 1 a 10.

12 . Questões de integração – 1 a 10. Banco de questões – Moderna Digital. Elabore uma atividade de revisão da unidade no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. Resolver problemas envolvendo roldanas móveis e fixas. Caracterize as forças em uma polia e deduza o método de associação. Diferenciar atrito estático e atrito dinâmico. FORÇAS DE ATRITO OBJETIVOS Compreender a força de atrito. RECURSOS Abertura da unidade. decompondo a força peso em suas componentes paralela e perpendicular ao plano. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 10. Resolver problemas em que os corpos estão acelerados. Aplique todos os conceitos na resolução de exercícios com um ou mais corpos acelerados. Para continuar aprendendo – 1 a 10. CAPÍTULO 14 CONTEÚDO • Corpos acelerados • Peso e gravidade • Sistemas de corpos acelerados 2a LEI DE NEWTON: CORPOS ACELERADOS OBJETIVOS Compreender a 2a Lei de Newton. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue a 2a Lei de Newton. Aplicar os conceitos da força de resistência do ar na resolução de problemas. Aplique os conceitos na resolução de problemas e analise as situações em que ocorre ou não movimento. Caracterize a força de atrito dinâmico. Acervo de sites. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 65 do Suplemento para o Professor para trabalhar com a página de abertura da unidade. Caracterize as forças em um corpo acelerado. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 10. Resolução dos exercícios do capítulo. Professor. Elabore uma lista de exercícios no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. Banco de questões. Consulte tabela completa com indicações de slides nas páginas 32 a 36. leia as sugestões de avaliação desta coleção no Suplemento para o Professor. Compreender a força peso. Banco de questões – Moderna Digital. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 13. Introdução. Resolução dos exercícios do capítulo. Atividade em grupo. Reconhecer situações em que a força resultante provoca aceleração. Resolver problemas com corpos em equilíbrio dinâmico ou estático.modernadigital. MODERNA DIGITAL: Slide: 30 – sobre as forças de atrito. Conceitue a força peso. UNIDADE V CAPÍTULO 15 CONTEÚDO • Plano inclinado • Polias • Resistência do ar LEIS DE NEWTON: APLICAÇÕES E GRAVITAÇÃO UNIVERSAL APLICAÇÕES DAS LEIS DE NEWTON OBJETIVOS Identificar as máquinas simples como aplicações das leis da dinâmica. Introdução. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Caracterize a força de atrito estático. Resolução dos exercícios do capítulo. Vídeo de experimento: Atrito estático e dinâmico. Experimento. Caracterize a força de resistência do ar e determine a velocidade limite para um corpo em queda sob sua ação. Experimento. Vídeo de experimento: Atrito estático e dinâmico. Relacione entre força resultante e aceleração. MODERNA DIGITAL: Slides: 32 a 37 – sobre as aplicações das Leis de Newton. Discussões. MODERNA DIGITAL: Slide: 31 – sobre a 2a Lei de Newton. RECURSOS Discussões. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Reconhecer a força de atrito como um dos agentes responsáveis pelo equilíbrio. Avalie sua aprendizagem – 1 a 10. Banco de questões. Conclusão.br ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue as forças de atrito. Acervo de sites. RECURSOS Discussões. Conclusão. Compreender a decomposição da força peso na resolução de problemas de plano inclinado. Banco de questões. Analise a dinâmica no plano inclinado.ENSINO MÉDIO PLANEJAMENTO INTERATIVO CAPÍTULO 13 CONTEÚDO • Forças de atrito • Força de atrito estático • Força de atrito dinâmico (cinético) ACESSE OS RECURSOS INDICADOS NO PORTAL: www.com.

Determine a resultante centrípeta em algumas situações específicas. CAPÍTULO 16 CONTEÚDO • A resultante centrípeta • A resultante centrípeta em alguns movimentos DINÂMICA DO MOVIMENTO CIRCULAR OBJETIVOS Compreender o conceito de resultante centrípeta. Analise o globo da morte. Discuta sobre o movimento de corpos em órbita. Compreender as três Leis de Kepler para movimento planetário. 13 Física • PNLD 2012 . Faça a análise vetorial das forças que atuam em um pêndulo cônico. Conceitue as Leis de Kepler e suas aplicações. Acervo de sites. Conceitue campo gravitacional. CAPÍTULO 18 CONTEÚDO • Lei da gravitação universal • Campo gravitacional • Corpos em órbita • Imponderabilidade GRAVITAÇÃO UNIVERSAL OBJETIVOS Compreender a lei da gravitação universal e os parâmetros que a compõem. MODERNA DIGITAL: Slides: 48 e 49 – sobre a gravitação universal. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue a Lei da gravitação universal. Discussões. Conceitue o estado de imponderabilidade. RECURSOS Discussões. MODERNA DIGITAL: Slides: 38 a 43 – sobre a dinâmica do movimento circular. RECURSOS MODERNA DIGITAL: Slides: 44 a 47 – sobre as leis de Kepler.Confira indicações de vídeos no final do Planejamento PLANEJAMENTO INTERATIVO RECURSOS AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 8. Caracterize a intensidade da força gravitacional variando com o inverso do quadrado da distância. Scientific American Aula Aberta 1: Planeta estranho orbita estrela ao contrário. Elabore uma atividade de revisão da unidade no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. Identificar a resultante centrípeta nas situações de movimento circular. Banco de questões – Moderna Digital. Acervo de sites. Determinar a velocidade orbital em determinada altitude. Aula Aberta 2: Origem e evolução das constelações. Resolução dos exercícios do capítulo. Aula Aberta 3: O nome das estrelas. Aula Aberta 4: Vida e morte das estrelas. Questões de integração – 1 a 12. Para continuar aprendendo – 1 a 6. Aula Aberta 5: Galáxias. Scientific American Aula Aberta 1: Planisférios e anuários abrem as portas do céu. Elabore uma lista de exercícios no banco de questões e resolva junto com a sala. Aplicar as Leis de Kepler em situações-problema. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Para continuar aprendendo – 1 a 10. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue geocentrismo e heliocentrismo. Banco de questões. Banco de questões. Acervo de sites. Resolver problemas com corpos em movimento circular. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 6. Banco de questões. Avalie sua aprendizagem – 1 a 11. Descrever o movimento de corpos celestes com base nas três Leis de Kepler. Resolução dos exercícios do capítulo. CAPÍTULO 17 CONTEÚDO • As Leis de Kepler LEIS DE KEPLER OBJETIVOS Compreender os modelos de sistemas planetários (geocêntrico e heliocêntrico). as cidades cósmicas. Discuta os fatores da evolução histórica que levaram à elaboração dos modelos planetários. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue a resultante centrípeta. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 14. Relacionar a Lei da gravitação universal com o movimento de corpos em órbita. Atividade em grupo. Resolva exercícios envolvendo forças em trajetórias curvilíneas. Identificar as condições de imponderabilidade no espaço.

Calcular a pressão no interior de líquidos. Elabore uma atividade de revisão da unidade no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. Aplicar as condições de equilíbrio de um corpo na resolução de situações-problema. CAPÍTULO 21 CONTEÚDO • Empuxo • Princípio de Arquimedes • Empuxo. Banco de questões. Analise as condições de equilíbrio de um corpo extenso e discuta sobre os tipos de equilíbrio. Determinar a intensidade do empuxo em um corpo mergulhado (ou flutuando) em um líquido. MODERNA DIGITAL: Slides: 53 a 57 – sobre os conceitos de hidrostática.ENSINO MÉDIO PLANEJAMENTO INTERATIVO UNIDADE VI CAPÍTULO 19 CONTEÚDO • Equilíbrio estático de um ponto material • Momento de uma força • Equilíbrio de um corpo extenso • Tipos de equilíbrio ACESSE OS RECURSOS INDICADOS NO PORTAL: www. Banco de questões. Identificar as condições de equilíbrio de um ponto material e de um corpo extenso. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 18. Acervo de sites.modernadigital. Para continuar aprendendo – 1 a 13. Decomponha as forças em suas componentes ortogonais. Discuta sobre as condições de flutuabilidade. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 9. MODERNA DIGITAL: Slides: 58 e 59 – sobre o empuxo. Conceitue equilíbrio estático e analise as condições de equilíbrio de um ponto material. Banco de questões. Resolução dos exercícios do capítulo. peso e densidade HIDROSTÁTICA: PRINCÍPIO DE ARQUIMEDES OBJETIVOS Compreender o conceito da força empuxo.com. Compreender o experimento de Torricelli para a determinação da pressão atmosférica. Avalie sua aprendizagem – 1 a 10. Discussões. tragédias do verão. Determine a pressão no interior de um líquido. 14 . Banco de questões – Moderna Digital. Conceitue o momento de uma força (ou torque). Atividade em grupo. Conceitue o princípio de Pascal e suas aplicações: prensa. Acervo digital.br SÓLIDOS E FLUIDOS EM EQUILÍBRIO ESTÁTICO ESTÁTICA DO PONTO MATERIAL E DO CORPO EXTENSO OBJETIVOS Conceituar momento de uma força. RECURSOS Discussões. Quantificar a pressão atmosférica em regiões diferentes da Terra. RECURSOS Página de abertura. Questões de integração – 1 a 20. Acervo digital. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue o empuxo e enuncie o princípio de Arquimedes. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 77 do Suplemento para o Professor para trabalhar com a página de abertura da unidade. Aplicar o princípio de Pascal na resolução de problemas. Resolução dos exercícios do capítulo. Para continuar aprendendo – 1 a 16. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 23. Conceitue densidade e massa específica. Professor. CAPÍTULO 20 CONTEÚDO • Pressão média • Pressão atmosférica e pressão em líquidos • Pressão em líquidos: princípio de Pascal e vasos comunicantes HIDROSTÁTICA: PRESSÃO EM FLUIDOS OBJETIVOS Conceituar pressão exercida por uma força. Aplicar o conceito de empuxo na determinação da posição de equilíbrio de um corpo flutuando em um líquido. Scientific American Aula Aberta 5: Movimentos gravitacionais de massa. RECURSOS Discussões. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue a pressão exercida por uma força e suas unidades de medida. Consulte tabela completa com indicações de slides nas páginas 32 a 36. leia as sugestões de avaliação desta coleção no Suplemento para o Professor. Banco de questões – Moderna Digital. Resolução dos exercícios do capítulo. elevador hidráulico e vasos comunicantes. MODERNA DIGITAL: Slides: 50 a 52 – sobre os conceitos de estática. Discuta sobre a pressão atmosférica e suas variações com a altitude. Para continuar aprendendo – 1 a 11.

Acervo de sites. MODERNA DIGITAL: Slides: 66 e 67 – sobre as transformações de energia. Conceitue a potência associada ao trabalho de uma força e discuta suas unidades de medida. Elabore uma atividade de revisão da unidade no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. Identificar situações em que a energia mecânica se conserva (sistemas conservativos). CAPÍTULO 23 CONTEÚDO • Energia potencial gravitacional (Epg) • Energia potencial elástica (Epel) ENERGIA POTENCIAL OBJETIVOS Compreender os conceitos de energia potencial gravitacional e elástica. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 6. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 8. Banco de questões. Atividade em grupo. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue energia potencial gravitacional e elástica. Aplicar o princípio da conservação da energia mecânica na resolução de problemas. Compreender o conceito de potência. Calcule a energia potencial gravitacional e elástica em situações determinadas. destacando as situações nas quais elas existem. Animação: Energia Mecânica: conservação e dissipação. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue energia mecânica como a soma das energias cinética e potencial. Compreender a relação entre trabalho e variação da energia cinética. Acervo de sites. Resolução dos exercícios do capítulo. RECURSOS Discussões. Acervo de sites. Associar a energia potencial gravitacional e elástica aos trabalhos das forças peso e elástica. Banco de questões. Questões de integração – 1 a 15. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Para continuar aprendendo – 1 a 10. MODERNA DIGITAL: Slides: 60 a 63 – sobre trabalho e energia. RECURSOS Discussões. Banco de questões. Conceitue a lei da Conservação da energia mecânica. Conceitue o trabalho realizado por uma força e enuncie seu método de determinação através de gráficos e da equação. CAPÍTULO 24 CONTEÚDO • Energia mecânica • Conservação da energia TRANSFORMAÇÕES DE ENERGIA MECÂNICA OBJETIVOS Conceituar energia mecânica. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 86 do Suplemento para o Professor para trabalhar com a página de abertura da unidade. Discuta a necessidade de estabelecer uma referência para o cálculo da energia potencial. Relacionar os sistemas em que a energia mecânica não se conserva (dissipativos) com o trabalho realizado por forças dissipativas. Apresente o conceito de energia cinética e estabeleça a relação de sua variação com o trabalho. Banco de questões – Moderna Digital. Avalie sua aprendizagem – 1 a 8. Associar o movimento de um corpo à sua energia cinética. 15 Física • PNLD 2012 . Resolução dos exercícios do capítulo. Associar os conceitos de trabalho e potência aos processos de transformação de energia. Discussões. Determinar energia potencial gravitacional e elástica em situações-problema. UNIDADE VII CAPÍTULO 22 CONTEÚDO • Trabalho e potência • Potência associada ao trabalho de uma força • Rendimento • Energia cinética • Trabalho e energia cinética TRABALHO E ENERGIA MECÂNICA ESTÁTICA DO PONTO MATERIAL E DO CORPO EXTENSO OBJETIVOS Compreender o conceito de trabalho realizado por uma força.Confira indicações de vídeos no final do Planejamento PLANEJAMENTO INTERATIVO RECURSOS AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 15. MODERNA DIGITAL: Slides: 64 e 65 – sobre a Energia potencial. Para continuar aprendendo – 1 a 7. Banco de questões – Moderna Digital. Resolução dos exercícios do capítulo. Caracterize um sistema conservativo e dissipativo.

Apresente os tipos de colisão e indique as características de cada uma.modernadigital. Animação: Energia mecânica: conservação e dissipação. Vídeo de experimento: Tipos de colisão. Conclusão. Estabelecer o princípio da conservação da quantidade de movimento. RECURSOS Abertura da unidade. Consulte tabela completa com indicações de slides nas páginas 32 a 36. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 15 Para continuar aprendendo – 1 a 10. Banco de questões. Professor. Banco de questões – Moderna Digital. leia as sugestões de avaliação desta coleção no Suplemento para o Professor.ENSINO MÉDIO PLANEJAMENTO INTERATIVO UNIDADE VIII CAPÍTULO 25 CONTEÚDO • Quantidade de movimento ou momento linear • Impulso • Relação entre impulso e quantidade de movimento ACESSE OS RECURSOS INDICADOS NO PORTAL: www. Conceitue o impulso de uma força. Experimento. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 16.com. Aplicar a conservação da quantidade de movimento na resolução de problemas. Discussões. Scientific American Aula Aberta 4: LHC – O Futuro da Física. Introdução. Conceitue a quantidade de movimento de uma partícula. MODERNA DIGITAL: Slides: 68 e 69 – sobre a quantidade de movimento e impulso. Banco de questões.br PRINCÍPIO DA CONSERVAÇÃO DA QUANTIDADE DE MOVIMENTO QUANTIDADE DE MOVIMENTO E IMPULSO OBJETIVOS Conceituar quantidade de movimento e impulso de uma força. CAPÍTULO 26 CONTEÚDO • Sistemas isolados de forças externas • Análise da conservação da quantidade de movimento • Colisões mecânicas • Conservação da quantidade de movimento nas colisões CONSERVAÇÃO DA QUANTIDADE DE MOVIMENTO OBJETIVOS Caracterizar um sistema isolado de forças externas. Questões de integração – 1 a 12. Avalie sua aprendizagem – 1 a 9. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Resolução dos exercícios do capítulo. MODERNA DIGITAL: Slides: 68 e 69 – sobre a quantidade de movimento e impulso. Aplique a conservação da quantidade de movimento no estudo das colisões. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Caracterize sistemas isolados e forças externas e enuncie as restrições para que ocorra conservação da quantidade de movimento. Elabore uma atividade de revisão da unidade no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. Associar o impulso da força resultante à variação da quantidade de movimento do sistema. Determinar a quantidade de movimento de um sistema de corpos. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 95 do Suplemento para o Professor para trabalhar com a página de abertura da unidade. Aplicar os conceitos de quantidade de movimento e de impulso na resolução de problemas. Classificar os tipos de colisão e resolver problemas de colisão. RECURSOS Discussões. Faça a caracterização vetorial da quantidade de movimento. Resolução dos exercícios do capítulo. Discuta a aplicação em situações cotidianas. 16 . Identificar o caráter vetorial da quantidade de movimento e do impulso. Estabeleça a relação entre impulso e quantidade de movimento.

ÓPTICA GEOMÉTRICA E FENÔMENOS ONDULATÓRIOS CALOR E TEMPERATURA TEMPERATURA. Acervo de sites. Trabalho em grupo. Elabore uma lista de atividades no banco de questões sobre termômetros e formas de propagação de calor para resolver em sala de aula. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Banco de questões. Estabeleça as relações matemáticas entre as escala Celsius. os alunos devem apresentar os conceitos e exemplos de aplicação dos processos de propagação do calor. MODERNA DIGITAL: Slides: 4 a 6 – sobre escalas termométricas. RECURSOS Discussões. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 34 do Suplemento para o Professor para trabalhar a página de abertura na unidade. RECURSOS Discussões. CAPÍTULO 3 CONTEÚDO • Dilatações e contrações • Dilatação dos sólidos DILATAÇÃO DOS SÓLIDOS OBJETIVOS Reconhecer a dilatação de sólidos como consequência das trocas de calor entre corpos. Em grupos. MODERNA DIGITAL: Slides: 1 a 3 – sobre convecção térmica. Explique a dilatação térmica por meio do modelo de partículas. Banco de questões – Moderna Digital. Identificar as dilatações de sólidos em situações cotidianas. Leia e discuta o texto sobre o efeito estufa na Terra. Discuta as aplicações cotidianas da dilatação de sólidos. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Discuta sobre as grandezas e substâncias termométricas. MODERNA DIGITAL: Slides: 7 e 8 – sobre dilatação linear e superficial. CALOR E SUA PROPAGAÇÃO OBJETIVOS Reconhecer calor como energia em trânsito. Banco de questões. Discuta os processos de propagação do calor. Identificar situações de equilíbrio térmico. Conceitue energia térmica. Reconhecer temperatura como grandeza associada ao grau de agitação molecular. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Discuta o significado físico dos coeficientes de dilatação. Resolução de exercícios do capítulo. RECURSOS Página de abertura. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 15. Acervo de sites. Banco de questões – Moderna Digital. Banco de questões – Moderna Digital. Diferenciar calor e temperatura. Aplicar as equações das dilatações de sólidos na resolução de problemas.Confira indicações de vídeos no final do Planejamento PLANEJAMENTO INTERATIVO VOLUME 2 UNIDADE I CAPÍTULO 1 CONTEÚDO • Sensação térmica e energia térmica • Temperatura • Equilíbrio térmico • Calor • Processos de propagação do calor ESTUDO DO CALOR. Discuta em sala o processo de construção de uma escala termométrica. Compreender gráficos que relacionem diferentes escalas de temperatura. Fahrenheit e Kelvin. Construir gráficos que relacionem diferentes grandezas termométricas. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue dilatação e contração térmica. Acervo de sites. 17 Física • PNLD 2012 . AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 10. Analisar situações em que ocorram processos de propagação do calor. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 10. Resolução de exercícios do capítulo. Para continuar aprendendo – 1 a 17. CAPÍTULO 2 CONTEÚDO • Grandezas termométricas • Calibração ou graduação de um termômetro • Escalas termométricas Celsius e Fahrenheit: equação de conversão • Escala Kelvin: escala absoluta • Equações de conversão TERMÔMETROS: GRANDEZAS E EQUAÇÕES DE CONVERSÃO OBJETIVOS Identificar as grandezas termométricas. Relacionar as medidas de diferentes escalas de temperatura. Reconhecer a necessidade de graduar de um termômetro. Discussões. Banco de questões. Caracterize a dilatação de forma proporcional às dimensões iniciais e à variação de temperatura. Leitura e análise de texto. diferenciando-a de sensação térmica. Resolução de exercícios do capítulo.

Acervo de sites. Elabore uma atividade de revisão da unidade no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. Banco de questões. UNIDADE II CAPÍTULO 5 CONTEÚDO • Fontes de calor • Capacidade térmica • Calor específico • Calor específico e variação de temperatura • Calor e energia mecânica CALOR E MUDANÇA DE ESTADO EQUAÇÃO FUNDAMENTAL DE CALORIMETRIA OBJETIVOS Reconhecer a capacidade térmica como característica do corpo. Avalie sua aprendizagem – 1 a 10.ENSINO MÉDIO PLANEJAMENTO INTERATIVO CAPÍTULO 4 CONTEÚDO • Comportamento dos líquidos e recipientes durante a dilatação • Dilatação anômala da água ACESSE OS RECURSOS INDICADOS NO PORTAL: www. CAPÍTULO 6 CONTEÚDO • Fases da matéria • Mudança de fase e calor latente MUDANÇAS DE FASE OBJETIVOS Diferenciar calor sensível e calor latente. Resolução de exercícios do capítulo. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 50 do Suplemento para o Professor para trabalhar com a página de abertura da unidade. Equacione o calor latente. Conceitue o calor específico de uma substância e estabeleça a relação matemática entre calor. Conceitue a dilatação anômala da água. Atividade em grupo. Conceitue capacidade térmica como uma medida da dificuldade de alterar a temperatura do corpo. Resolução de exercícios do capítulo. Construa as curvas de aquecimento e resfriamento. MODERNA DIGITAL: Slides: 12 e 13 – sobre mudanças de fase e curvas de transmissão de calor. Aplicar a equação na resolução de problemas. lendo o texto das páginas 111 e 115.com. Professor. Aplicar as equações das dilatações de líquidos na resolução de problemas. Discuta os modernos estados da matéria: plasma e condensado de Einstein-Bose. DILATAÇÃO DOS LÍQUIDOS OBJETIVOS Reconhecer a dilatação de líquidos como consequência das trocas de calor entre corpos. Compreender a relação entre a dilatação real e a aparente de um líquido e a dilatação do recipiente. Banco de questões – Moderna Digital. MODERNA DIGITAL: Slide: 11 – sobre capacidade térmica e calor específico. Banco de questões – Moderna Digital. Simulador: Diagrama de fases. Scientific American Aula Aberta 2: Ilhas urbanas de calor. massa e variação de temperatura – calor sensível. Questões de integração – 1 a 20. Consulte tabela completa com indicações de slides nas páginas 32 a 36. Esquematize os estados físicos da matéria e nomeie as transformações. 18 . Identificar situações cotidianas que são explicadas pelos conceitos de calor específico e capacidade térmica. Construir curvas de aquecimento e resfriamento. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Compreender as curvas de aquecimento e resfriamento de um corpo. Análise e discussão de texto. Reconhecer o calor específico como característica da substância que constitui o corpo. RECURSOS Resolução de exercícios do capítulo. Banco de questões. Discussões. Conceituar o equivalente mecânico do calor. Discuta a relação entre a dilatação aparente e real de um líquido. Vídeo de Experimento: Calor sensível e calor latente. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 10. Discuta a necessidade de se analisar a dilatação sofrida pelo recipiente. RECURSOS Discussões. Identificar as dilatações de líquidos em situações cotidianas. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue os estados físicos da matéria e suas transformações. MODERNA DIGITAL: Slides: 9 e 10 – sobre dilatação da água.br ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Apresente a dilatação de líquidos como uma dilatação volumétrica. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Para continuar aprendendo – 1 a 20. Banco de questões. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 20. Acervo de sites. Identificar as situações em que ocorrerão mudanças de fase do corpo. RECURSOS Página de abertura. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 10.modernadigital. leia as sugestões de avaliação desta coleção no Suplemento para o Professor.

Confira indicações de vídeos no final do Planejamento PLANEJAMENTO INTERATIVO RECURSOS AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 9. volume e temperatura. Diferenciar calorímetros reais de ideais. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 62 do Suplemento para o Professor para trabalhar a página de abertura da unidade. Resolução de exercícios do capítulo. Discuta os diversos tipos de objetos isolantes de calor de nosso cotidiano. Caracterize as transformações gasosas e analise suas propriedades. Resolução de exercícios do capítulo. MODERNA DIGITAL: Slides: 19 a 24 – sobre a 1a Lei e transformações gasosas. Animação: Calorímetro. Caracterize o estado gasoso e enuncie suas variáveis termodinâmicas: pressão. Aplicar a 1a Lei da Termodinâmica às diferentes transformações gasosas. Resolver situações-problema em que estejam envolvidas trocas de calor. Compreender a equação de Clapeyron. Scientific American Aula Aberta 1: Transformações de energia. o estado gasoso e as suas variáveis de estado. Conceitue a equação de Clapeyron e a lei geral dos gases perfeitos. Enuncie a 1a Lei da Termodinâmica – conservação de energia. Compreender a 1a Lei da Termodinâmica como aplicação do princípio da conservação de energia. Banco de questões. Representar graficamente as transformações gasosas. Para continuar aprendendo – 1 a 11. MODERNA DIGITAL: Slide: 14 – sobre trocas de calor. 19 Física • PNLD 2012 . Introduza o conceito de energia interna de um gás. enunciando o principio fundamental das trocas de calor. Animação: 1a Lei da Termodinâmica. Banco de questões. Compreender os gráficos representativos das transformações gasosas. Para continuar aprendendo – 1 a 13. Acervo de sites. Questões de integração – 1 a 20. CAPÍTULO 7 CONTEÚDO • Trocas de calor e equilíbrio térmico TROCAS DE CALOR EM RECIPIENTES TERMICAMENTE ISOLADOS OBJETIVOS Analisar situações em que ocorrem trocas de calor em sistemas termicamente isolados. RECURSOS Página de abertura. RECURSOS Discussões. Banco de questões – Moderna Digital. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 17. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 10. Para continuar aprendendo – 1 a 14. Banco de questões. Atividade em grupo. Faça a representação gráfica das principais transformações gasosas. Discussões. Resolução de exercícios do capítulo. Avalie sua aprendizagem – 1 a 10. Conceitue as trocas de calor e equilíbrio térmico. Acervo de sites. CAPÍTULO 9 CONTEÚDO • Trabalho em uma transformação gasosa • Energia interna • 1a Lei da Termodinâmica • Aplicações da 1a Lei da termodinâmica às transformações gasosas EQUAÇÃO FUNDAMENTAL DE CALORIMETRIA OBJETIVOS Conceituar trabalho em uma transformação gasosa. Simulador: Transformações dos gases. Elabore uma atividade de revisão da unidade no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. Banco de questões – Moderna Digital. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Estabeleça a diferença na análise do calorímetro ideal e real. e aplique seus conceitos na análise das principais transformações gasosas. Discussões. Reconhecer as transformações gasosas. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Caracterize o trabalho em uma transformação gasosa e seu método de determinação através do gráfico p X v. Acervo de sites. MODERNA DIGITAL: Slides: 15 a 18 – sobre mudanças de fase e curvas de transmissão de calor. UNIDADE III CAPÍTULO 8 CONTEÚDO • O estado gasoso • Transformações gasosas • Alteração simultânea das três variáveis de estado de um gás • Equação de Clapeyron ou equação de um estado de um gás ideal • Lei geral dos gases ideais (ou perfeitos) GASES E TERMODINÂMICA ESTUDO DOS GASES E A EQUAÇÃO DE UM GÁS IDEAL OBJETIVOS Identificar as características da matéria. Caracterize uma transformação adiabática. Aplicar a equação de Clapeyron na resolução de problemas.

Banco de questões. Atividade em grupo. Apresente o modelo geométrico da luz. MODERNA DIGITAL: Slides: 29 a 38 – sobre os fenômenos de propagação da luz.br ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Caracterize uma transformação cíclica e cite exemplos. estabeleça o método de determinação de seu rendimento e formule o ciclo de Carnot. Animação: 2a Lei da Termodinâmica. Identificar as máquinas térmicas no cotidiano. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 10. RECURSOS Página de abertura. Professor. Enuncie a 2a Lei da Termodinâmica.modernadigital. Diferenciar máquinas de combustão interna e externa. Discussões. Scientific American Aula Aberta 1: Transformações de energia. Discuta os princípios de propagação da luz e aplique seus conceitos na análise de fenômenos do nosso cotidiano. Apresente os conceitos de sombra e penumbra e discuta as fases da lua e eclipses. UNIDADE IV CAPÍTULO 11 CONTEÚDO • Luz em um modelo geométrico • Princípios da óptica geométrica • Sombra e penumbra • Câmara escura de orifício • Ângulo visual ou diâmetro aparente • Ano-luz PRINCÍPIOS DA ÓPTICA GEOMÉTRICA E REFLEXÃO DA LUZ PRINCÍPIOS DA PROPAGAÇÃO DA LUZ OBJETIVOS Conceituar raio de luz. Descrever corretamente como se dá a visão de objetos. SEGUNDA LEI DA TERMODINÂMICA OBJETIVOS Compreender os diagramas de uma transformação cíclica. Para continuar aprendendo – 1 a 12. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 76 do Suplemento para o Professor para trabalhar a página de abertura da unidade. Represente graficamente o ciclo de Carnot. 20 . AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 15. leia as sugestões de avaliação desta coleção no Suplemento para o Professor. aplicando a 1a lei da termodinâmica. Conceitue máquinas térmicas. Acervo de sites. Elabore uma atividade de revisão da unidade no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. MODERNA DIGITAL: Slides: 25 a 28 – sobre transformações cíclicas e o ciclo de Carnot. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Resolução de exercícios do capítulo. Avalie sua aprendizagem – 1 a 9. RECURSOS Discussões. Resolução de exercícios do capítulo. Compreender os eclipses (solar e lunar) como aplicações dos princípios Entender a formação de diferentes imagens a partir da alteração do ângulo visual. Questões de integração – 1 a 22. Aplicar os princípios da propagação da luz. Banco de questões. Identificar a irreversibilidade de fenômenos e compreender a aplicação da 2a Lei da Termodinâmica nessas situações.com. Aula Aberta 1: Um futuro limpo. Acervo de sites. Analise o mecanismo de funcionamento da câmara escura de orifício. Consulte tabela completa com indicações de slides nas páginas 32 a 36. Caracterizar sombra e penumbra.ENSINO MÉDIO PLANEJAMENTO INTERATIVO CAPÍTULO 10 CONTEÚDO • Transformações cíclicas • 2a Lei da Termodinâmica • Máquinas térmicas • Ciclo de Carnot: rendimento máximo • Máquinas frigoríficas: transformação de trabalho em calor • Entropia ACESSE OS RECURSOS INDICADOS NO PORTAL: www.

Banco de questões. Utilizar o conceito de ângulo limite na compreensão de fibras ópticas e miragens. Atividade em grupo. Banco de questões. CAPÍTULO 13 CONTEÚDO • Espelhos esféricos • Elementos de espelhos esféricos • Construção de imagens de objetos • Imagens obtidas em espelhos esféricos • Equação dos pontos conjugados de Gauss • Aumento ou ampliação ESPELHOS ESFÉRICOS OBJETIVOS Identificar os elementos dos espelhos côncavos e convexos. Utilize os raios notáveis para construir geometricamente as imagens e discuta suas características. Discussões. Física • PNLD 2012 21 . Para continuar aprendendo – 1 a 14. Acervo de sites. Identificar situações cotidianas que podem ser descritas pelos conceitos da refração. Resolver problemas que envolvam imagens formadas em espelhos planos. Banco de questões – Moderna Digital. MODERNA DIGITAL: Slides: 45 a 53 – sobre as Leis da reflexão. Deduza a expressão de Gauss e explique como ela traduz analiticamente o estudo da construção de imagens. Resolução de exercícios do capítulo. Banco de questões.Confira indicações de vídeos no final do Planejamento PLANEJAMENTO INTERATIVO RECURSOS AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 8. Conceitue índice de refração absoluto de um meio e enuncie a Lei de Snell-Descartes. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Perceber situações cotidianas que podem ser explicadas pelas leis da reflexão. RECURSOS Discussões. Apresente o fenômeno de refração e explique sua consequência no estudo da luz. Aplicar a Lei de Snell-Descartes na resolução de problemas. Simuladores: Lentes e espelhos. Identificar as imagens reais e as virtuais. Determine o ângulo limite e explique o fenômeno de reflexão total. Discussões. Acervo de sites. Simuladores: Refração AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 13. Elabore uma atividade de revisão da unidade no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. MODERNA DIGITAL: Slides: 54 a 57 – sobre refração. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 86 do Suplemento para o Professor para trabalhar a página de abertura da unidade. Simuladores: Lentes e espelhos. MODERNA DIGITAL: Slides: 39 a 44 – sobre as Leis da reflexão. Banco de questões – Moderna Digital. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 13. Avalie sua aprendizagem – 1 a 7. CAPÍTULO 12 CONTEÚDO • Reflexão da luz • Leis da reflexão • Espelhos planos REFLEXÃO DA LUZ OBJETIVOS Relacionar os princípios da óptica geométrica a fenômenos de reflexão da luz. Obter graficamente as imagens produzidas por espelhos esféricos. Enuncie as Leis da reflexão da luz e utilize seus conceitos na construção de imagens em espelhos planos e discuta suas propriedades e significados. Resolução de exercícios do capítulo. Questões de integração – 1 a 19. Elabore uma lista de atividades no banco de questões sobre formação de imagens e resolva em sala de aula. Acervo de sites. Resolver problemas envolvendo construção de imagens em espelhos. RECURSOS Página de abertura. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Caracterize os espelhos esféricos e a propriedade de seu foco. Entender o que é uma imagem virtual. Estabelecer a Lei de Snell-Descartes. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Construir imagens formadas por espelhos planos. Explique o funcionamento de fibras ópticas. Conceituar reflexão especular e difusa. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue o fenômeno de reflexão da luz e discuta as reflexões difusa e especular. Resolução de exercícios do capítulo. Reconhecer a utilização de espelhos esféricos em situações cotidianas. UNIDADE V CAPÍTULO 14 CONTEÚDO • Refração da luz • Leis da refração • Refração atmosférica • Reflexão total • Determinação do ângulo limite • A reflexão total explica alguns fenômenos curiosos REFRAÇÃO DA LUZ REFRAÇÃO DA LUZ OBJETIVOS Conceituar o fenômeno da refração da luz. Compreender o conceito de índice de refração absoluto. Conceitue o campo visual de um espelho plano.

em prismas de reflexão total e nas fibras ópticas. RECURSOS Discussões. Demonstre o comportamento óptico das lentes esféricas utilizando as Leis da refração. Acervo de sites. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Explique que a Lei de Gauss também é aplicada para o estudo analítico das lentes esféricas . Representar graficamente o comportamento da luz em lâminas de faces paralelas. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 6. Conceitue vergência de uma lente.ENSINO MÉDIO PLANEJAMENTO INTERATIVO CAPÍTULO 15 CONTEÚDO • Sistemas refratores • Dispersão da luz • Arco-íris • Prismas de reflexão total ACESSE OS RECURSOS INDICADOS NO PORTAL: www. UNIDADE VI CAPÍTULO 16 CONTEÚDO • Lentes esféricas • Elementos das lentes esféricas • Formação das imagens conjugadas por lentes esféricas LENTES ESFÉRICAS. MODERNA DIGITAL: Slides: 62 a 69 – sobre as Leis das lentes esféricas. Avalie sua aprendizagem – 1 a 10. Resolução de exercícios do capítulo. Banco de questões. Compreender o fenômeno da dispersão da luz em situações cotidianas. Resolução de exercícios do capítulo. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 97 do Suplemento para o Professor para trabalhar a página de abertura da unidade. Caracterize os raios notáveis e construa geometricamente as imagens explorando os casos possíveis nas lentes convergentes e divergentes. Questões de integração – 1 a 17. Discussões. Discuta o método de sinais utilizando a equação de Gauss e a partir dele classifique imagens como reais e virtuais. localizando a imagem formada. Simuladores: Lentes e espelhos. Discuta a aplicação das Leis da refração em uma lâmina de faces paralelas. localizando-as graficamente. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Conceituar vergência da lente. Consulte tabela completa com indicações de slides nas páginas 32 a 36. Professor. MODERNA DIGITAL: Slide: 70 – sobre a equação de Gauss. Elabore uma atividade de revisão da unidade no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Banco de questões – Moderna Digital. Banco de questões. Obter graficamente as imagens de objetos. RECURSOS Atividade em grupo. 22 . AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 6.modernadigital. Simuladores: Lentes e espelhos. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 11. SISTEMAS REFRATORES. DISPERSÃO DA LUZ OBJETIVOS Reconhecer as imagens formadas em dioptros. Banco de questões. Classificar e identificar as lentes convergentes e divergentes. Acervo de sites. Acervo de sites. leia as sugestões de avaliação desta coleção no Suplemento para o Professor. INSTRUMENTOS ÓPTICOS E VISÃO LENTES ESFÉRICAS: FORMAÇÃO DE IMAGENS OBJETIVOS Estabelecer a trajetória da luz ao atravessar lentes esféricas. Para continuar aprendendo – 1 a 15. CAPÍTULO 17 CONTEÚDO • Equação dos pontos conjugados de Gauss • Aumento ou ampliação • Vergência ou convergência (V) LENTES ESFÉRICAS: ESTUDO ANALÍTICO OBJETIVOS Calcular a posição e o tamanho das imagens utilizando a equação de Gauss. MODERNA DIGITAL: Slides: 58 a 61 – sobre dispersão da luz. RECURSOS Página de abertura Discussões. Resolução de exercícios do capítulo.br ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Discuta a aplicação dos conceitos de refração em dioptros planos. Analise os fenômenos do arco-íris e das miragens.com. Elabore uma lista de exercícios no banco de questões sobre a equação de Gauss e resolva em sala de aula. Banco de questões – Moderna Digital.

Banco de questões. Discuta o comportamento da luz ao penetrar no olho humano. f. Discussões. f. Analise os defeitos da visão e as lentes corretivas que devem ser usadas. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 108 do Suplemento para o Professor para trabalhar a página de abertura da unidade. Reconhecer a luz como uma onda. Apresente e discuta as principais características de ondas sonoras. Acervo de sites. Calcular período e frequência no oscilador massa-mola. Questões de integração – 1 a 23. Resolver problemas envolvendo os conceitos de MHS e do pêndulo. Ondas: superposição e interferência. Banco de questões. UNIDADE VII CAPÍTULO 19 CONTEÚDO • O oscilador massa-mola • O movimento harmônico simples e o movimento circular uniforme • Período e frequência do oscilador massa-mola • O pêndulo simples OSCILAÇÕES E ONDAS O MOVIMENTO HARMÔNICO SIMPLES OBJETIVOS Reconhecer os movimentos oscilatórios periódicos. Distinguir os principais elementos do olho humano. CAPÍTULO 20 CONTEÚDO • Onda em uma corda – ondas unidimensionais • Onda em superfícies de meios líquidos – ondas bidimensionais • Onda sonora – ondas tridimensionais FENÔMENOS ONDULATÓRIOS OBJETIVOS Compreender o movimento ondulatório como transporte de energia. Reconhecer que a velocidade de uma onda depende do meio em que se propaga. Compreender os conceitos presentes na operação dos instrumentos ópticos. Analise a interpretação dos fenômenos da difração e da interferência. Atividade em grupo. Banco de questões. Resolução de exercícios do capítulo. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Faça a construção dos raios de luz e caracterize a trajetória da luz e da imagem formada em cada instrumento estudado. Banco de questões – Moderna Digital. λ e A). Relacionar o MHS e o MCU. identificando suas funções. caracterizando todos os seus parâmetros de dependência. RECURSOS Página de abertura. Banco de questões – Moderna Digital. Reconhecer os problemas de visão mais comuns e as lentes utilizadas para solucioná-los. Compreender o movimento do pêndulo simples como um MHS de pequena amplitude. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Para continuar aprendendo – 1 a 9. Identificar os fenômenos ondulatórios. Discuta como um sistema massa-mola pode ser caracterizado como MHS e discuta suas propriedades. Para continuar aprendendo – 1 a 9. Resolução de exercícios do capítulo. Acervo de sites. Relacione o período do MHS com o período do MCU.Confira indicações de vídeos no final do Planejamento PLANEJAMENTO INTERATIVO RECURSOS AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 13. Ondas: reflexão e refração. Apresente o Movimento Harmônico Simples (MHS). Explore os conceitos de reflexão e da refração de pulsos e analise a interpretação de superposição de ondas. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 9. Conhecer alguns dos telescópios que estão fora da atmosfera terrestre. λ. Discussões. MODERNA DIGITAL: Slides: 71 a 80 – sobre instrumentos ópticos. RECURSOS Discussões. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Apresente a definição de onda e identifique todos os elementos que a caracterizam (T. 23 Física • PNLD 2012 . AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 10. CAPÍTULO 18 CONTEÚDO • Instrumentos ópticos • A visão e o olho humano INSTRUMENTOS ÓPTICOS E ÓPTICA DA VISÃO OBJETIVOS Classificar os instrumentos ópticos em função da sua utilização. A). Estude o pêndulo simples. Compreender o sistema massa-mola. MODERNA DIGITAL: Slides: 81 e 82 – sobre movimentos harmônicos. Acervo de sites. MODERNA DIGITAL: Slides: 83 a 93 – sobre fenômenos ondulatórios. Resolução de exercícios do capítulo. Elabore uma atividade de revisão da unidade no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. Avalie sua aprendizagem – 1 a 10. Identificar os parâmetros que caracterizam uma onda (T. Animação: Ondas: estacionárias e ressonância. Aplicar a equação na resolução de problemas. Caracterizar a equação fundamental da ondulatória.

Resolução de exercícios do capítulo. e por que uma mesma nota emitida por dois instrumentos distintos corresponde a sons bem diferentes. Aplicar o princípio da conservação da carga na resolução de situações-problema. VOLUME 3 UNIDADE I CAPÍTULO 1 CONTEÚDO • Eletrização • Condutores.com. Conceituar carga elétrica de um corpo. RECURSOS Página de abertura. Exercite a decomposição vetorial das forças.ENSINO MÉDIO PLANEJAMENTO INTERATIVO CAPÍTULO 21 CONTEÚDO • Qualidades fisiológicas do som • Instrumentos de corda • Instrumentos de sopro • O efeito Doppler: fonte sonora em movimento. Diferenciar materiais isolantes de materiais condutores e suas aplicações cotidianas. Enuncie o princípio de conservação da carga elétrica. MODERNA DIGITAL: Slide: 4 – sobre a Lei de Coulomb.br ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Discuta de que forma as qualidades fisiológicas interferem no som que ouvimos. TRABALHO E POTENCIAL ELÉTRICO PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO OBJETIVOS Caracterizar a eletrização de um corpo do ponto de vista microscópico. Simuladores: Vetores. Acervo de sites. Banco de questões – Moderna Digital. Discuta o efeito Doppler. Acervo de sites. Identificar os processos de eletrização. Para continuar aprendendo – 1 a 10. observador em movimento • Fonte e observador em movimento simultâneo ACESSE OS RECURSOS INDICADOS NO PORTAL: www. FENÔMENOS SONOROS: A MÚSICA E O EFEITO DOPPLER OBJETIVOS Identificar as qualidades fisiológicas do som. Resolução dos exercícios do capítulo. Discussões. Resolver situações-problema envolvendo configurações de duas ou mais cargas elétricas. 24 . AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 15. Construa um pêndulo eletrostático e mostre a eletrização por contato e indução e utilize um canudo para demonstrar a eletrização por atrito. Calcular a força elétrica entre corpos eletrizados. Acervo de sites. Banco de questões. em coulombs. Descrever as características e propriedades de cada processo de eletrização. determinando a frequência aparente em cada caso proposto no capítulo. Identificar os fatores relevantes na determinação da força elétrica entre corpos eletrizados. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Estabeleça o modo de calcular a quantidade de carga contida em uma partícula eletrizada. Discussões. Resolução de exercícios do capítulo. Resolver problemas aplicando os conceitos do efeito Doppler. Banco de questões – Moderna Digital. Para continuar aprendendo – 1 a 9. a quantidade de carga de um corpo. Reconhecer o fenômeno das ondas estacionárias como responsável pelo som em instrumentos musicais. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Banco de questões. MODERNA DIGITAL: Slides: 1 a 3 – sobre os processos de eletrização. Banco de questões. Elabore uma atividade de revisão da unidade no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. Avalie sua aprendizagem – 1 a 9. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 8. Questões de integração – 1 a 20. observador em repouso • Fonte sonora em repouso. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 10. MODERNA DIGITAL: Slides: 94 a 98 – sobre fenômenos sonoros. Discuta o modelo clássico da estrutura atômica e explique como ocorrem os três processos de eletrização. Diferenciar intensidade sonora de nível de intensidade sonora. Compreender o efeito Doppler como resultado do movimento relativo entre fonte e observador. Leitura e análise de texto.modernadigital. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 35 do Suplemento para o Professor para trabalhar a página de abertura da unidade. isolantes e eletrização ELETRICIDADE. FORÇA E CAMPO ELÉTRICO. CAPÍTULO 2 CONTEÚDO • Medidas de carga elétrica • Lei de Coulomb: força entre cargas elétricas FORÇA ENTRE CARGAS ELÉTRICAS: LEI DE COULOMB OBJETIVOS Determinar. Discuta as características de proporcionalidade direta com o produto das cargas e inversa com o quadrado da distância. RECURSOS Atividade em grupo. RECURSOS Discussões. FÍSICA DO SÉCULO XXI ELETRIZAÇÃO. Apresente a Lei de Coulomb e mostre sua semelhança com a Lei da Gravitação Universal de Newton.

MODERNA DIGITAL: Slide: 11 – sobre corrente elétrica. Para continuar aprendendo – 1 a 7. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Enuncie o conceito de trabalho e potencial elétrico. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 10. explicando o movimento de cargas elétricas. Discussões. Calcular a intensidade da corrente elétrica que percorre um condutor. gerado por uma diferença de potencial. Resolução dos exercícios do capítulo. Elabore uma tabela. Calcular a DDP entre dois pontos distintos de um campo elétrico. Resolução de exercícios do capítulo. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 22.Confira indicações de vídeos no final do Planejamento PLANEJAMENTO INTERATIVO RECURSOS AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 21. Para continuar aprendendo – 1 a 9. Explique que o movimento ordenado de elétrons. Simuladores: Vetores CAPÍTULO 4 CONTEÚDO • Diferença de potencial elétrico entre dois pontos de um campo elétrico • Potencial elétrico em um campo elétrico uniforme • Potencial elétrico em um ponto de um campo elétrico uniforme • Potencial elétrico em um ponto no campo elétrico gerado por carga elétrica pontual POTENCIAL ELÉTRICO OBJETIVOS Em um campo elétrico. Incentive o estudo do campo elétrico uniforme produzido por placas paralelas e aborde sucintamente os efeitos de borda. Para continuar aprendendo – 1 a 10. Reconhecer as características de uma corrente elétrica e um condutor. MODERNA DIGITAL: Slide: 10 – sobre potencial elétrico. Acervo de sites. relacionar o movimento de uma carga elétrica a uma diferença de potencial. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 48 do Suplemento para o Professor para trabalhar a página de abertura da unidade. CAPÍTULO 3 CONTEÚDO • O conceito de campo elétrico • O vetor campo elétrico • Campo elétrico criado por carga pontual • Linhas de força do campo elétrico • Campo elétrico uniforme CAMPO ELÉTRICO OBJETIVOS Reconhecer a existência de um campo elétrico nas proximidades de um corpo eletrizado. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Apresente o caráter vetorial do campo elétrico e sua relação com as linhas de força. Representar as linhas de força do campo elétrico. Banco de questões – Moderna Digital. Avalie sua aprendizagem – 1 a 11. Questões de integração – 1 a 21. Resolução dos exercícios do capítulo. Caracterizar o vetor campo elétrico em um determinado ponto. Banco de questões. RECURSOS Página de abertura. Calcular a intensidade do vetor campo elétrico gerado por uma ou mais cargas elétricas. Elabore uma lista de exercícios no banco de questões envolvendo os vetores campo e força elétrica. Resolver problemas envolvendo o potencial elétrico gerado por cargas puntiformes. MODERNA DIGITAL: Slides: 5 a 9 – sobre campo elétrico. Banco de questões. Conceitue a diferença de potencial. Equacione as expressões para o cálculo do campo elétrico a partir de uma carga de prova e uma carga pontual. Discussões. Física • PNLD 2012 25 . e equacione o modo de determinar sua intensidade. Acervo de sites. Identificar a presença e a importância da DDP no funcionamento de equipamentos elétricos. Apresente o potencial elétrico em um campo uniforme. organizando os aparelhos que consomem energia elétrica e aparelhos que fornecem energia elétrica e discuta seu funcionamento. é denominado corrente elétrica. Banco de questões – Moderna Digital. e explore o estudo de superfícies equipotenciais. Banco de questões. Identificar as características de um campo elétrico uniforme. Elabore uma atividade de revisão da unidade no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. Atividade em grupo. RECURSOS Discussões. Acervo de sites. UNIDADE II CAPÍTULO 5 CONTEÚDO • Corrente elétrica • Pilhas secas CIRCUITOS ELÉTRICOS TENSÃO E CORRENTE ELÉTRICA OBJETIVOS Diferenciar condutores de isolantes.

Conceitue o uso dos instrumentos de medição elétrica e a forma como devem ser instalados no circuito para que funcionem corretamente. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 14. RECURSOS Discussões. Para continuar aprendendo – 1 a 15. CAPÍTULO 8 CONTEÚDO • Circuitos com ligações em série • Circuitos com ligações em paralelo • Associação de resistores • Instrumentos de medidas elétricas ASSOCIAÇÃO DE RESISTORES OBJETIVOS Reconhecer as características e componentes de circuitos elétricos. RECURSOS Discussões. Caracterizar o funcionamento dos aparelhos de medição elétrica. Banco de questões. Banco de questões – Moderna Digital.br ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Enuncie a 1a Lei de Ohm. MODERNA DIGITAL: Slide: 14 – sobre potência elétrica. MODERNA DIGITAL: Slides: 12 e 13 – sobre circuito elétrico e resistividade. R e i. Resolução de exercícios do capítulo. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 39. RESISTÊNCIA ELÉTRICA: LEIS DE OHM OBJETIVOS Relacionar a DDP entre dois pontos à corrente elétrica gerada no condutor – 1a Lei de Ohm.com. MODERNA DIGITAL: Slides: 15 a 19 – sobre associação de resistores. Para continuar aprendendo – 1 a 8. RECURSOS Discussões. leia as sugestões de avaliação desta coleção no Suplemento para o Professor. CAPÍTULO 7 CONTEÚDO • Potência elétrica de aparelhos em funcionamento • Potência elétrica. Aplicar a Lei de Ohm na resolução de situações-problema. Calcular a resistência do resistor equivalente de uma associação. corrente e voltagem POTÊNCIA ELÉTRICA OBJETIVOS Determinar a potência elétrica de equipamentos elétricos. Conceituar a 2a Lei de Ohm. Banco de questões – Moderna Digital. Apresente o método de determinação da energia potencial elétrica consumida por um aparelho em funcionamento. Acervo de sites. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Apresente os métodos de associação em série e paralelo. explorando o fato de que alguns materiais dificultam mais a passagem de corrente. Identifique os valores nominais de funcionamento de alguns equipamentos elétricos e deduza para quais valores de tensão e corrente eles funcionarão corretamente. Professor. Explore a proporcionalidade na 2a Lei e analise situações em que o comprimento e a área transversal do material são alteradas. Elabore uma lista de exercícios no banco de questões sobre circuitos e resolva em sala de aula. Banco de questões – Moderna Digital. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue potência elétrica e estabeleça sua relação com tensão. Caracterizar o efeito Joule e calcular a potência de equipamentos elétricos. Banco de questões. Consulte tabela completa com indicações de slides nas páginas 32 a 36. Calcular o consumo mensal de energia elétrica de aparelhos elétricos. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 15. Para continuar aprendendo – 1 a 8. Banco de questões. U. corrente e resistência.modernadigital. Resolução de exercícios do capítulo. Acervo de sites. 26 . Aplicar as leis de Ohm na resolução de situações-problema. corrente e resistência elétrica • Resistividade de um material ACESSE OS RECURSOS INDICADOS NO PORTAL: www. Identificar o conceito de resistividade de uma substância como uma propriedade característica.ENSINO MÉDIO PLANEJAMENTO INTERATIVO CAPÍTULO 6 CONTEÚDO • Tensão. estabelecendo uma relação entre a diferença de potencial (DDP) e a corrente elétrica. Relacionar as grandezas P. Acervo de sites. aplicando-as na resolução de situações-problema. Conceitue resistividade elétrica e enuncie a 2a Lei de Ohm. estudando as características da corrente e da tensão em ambos os circuitos. Resolução de exercícios do capítulo.

Banco de questões Acervo de sites. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue gerador e receptor elétrico e apresente suas características de funcionamento em um circuito. Contextualize a aplicação dos capacitores no cotidiano.Confira indicações de vídeos no final do Planejamento PLANEJAMENTO INTERATIVO RECURSOS AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 23. MODERNA DIGITAL: Slides: 26 a 29 – sobre capacitores. Compreender o princípio de funcionamento de uma bússola. Determine a potência utilizada e dissipada por um sistema composto de geradores e receptores. Calcular a capacitância do capacitor equivalente de uma associação de capacitores. RECURSOS Página de abertura. RECURSOS Discussões. Atividade em grupo. estude as curvas características e as formas de associação de um gerador e um receptor. Discussões. Para continuar aprendendo – 1 a 18. Identificar os elementos que interferem na determinação da capacitância de um capacitor. Determinar potência útil. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Apresente o funcionamento de um capacitor e quais grandezas estão envolvidas em sua análise. 27 Física • PNLD 2012 . Resolução de exercícios do capítulo. Caracterizar o vetor indução magnética. MODERNA DIGITAL: Slides: 30 a 34 – sobre fenômenos magnéticos. CAPÍTULO 10 CONTEÚDO • Capacitância • Associação de capacitores CAPACITORES OBJETIVOS Conceituar capacitor. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 13. Discussões. Acervo de sites. Avalie sua aprendizagem – 1 a 12. Distinguir os dois tipos de associação de geradores e as vantagens e desvantagens de cada uma delas. Banco de questões – Moderna Digital. Banco de questões. Utilizar as equações do gerador e do receptor na resolução de problemas. Definir capacitância de um capacitor. Elabore uma atividade de revisão da unidade no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. Caracterizar o magnetismo terrestre. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 70 do Suplemento para o Professor para trabalhar a página de abertura. Caracterize as linhas de força do campo magnético de um ímã. Determine as equações. enunciando as forças eletromotriz e contraeletromotriz (fem e fcem). Acervo de sites. Determine a capacitância de um capacitor de placas paralelas e calcule sua propriedade de associação. Banco de questões – Moderna Digital. Conceitue as propriedades magnéticas dos ímãs e da Terra e introduza o conceito do vetor indução magnética. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 7. Banco de questões. Resolução de exercícios do capítulo. Para continuar aprendendo – 1 a 9. Para continuar aprendendo – 1 a 8. CAPÍTULO 9 CONTEÚDO • Geradores elétricos • Geradores em circuitos elétricos • Equação do gerador • Curva característica do gerador • Geradores associados em série • Geradores associados em paralelo • Receptores elétricos • Receptores em circuitos elétricos GERADORES E RECEPTORES OBJETIVOS Definir gerador e receptor elétrico e reconhecer seus diversos tipos. UNIDADE III CAPÍTULO 11 CONTEÚDO • Ímãs • Propriedades dos ímãs • Natureza do magnetismo • Vetor indução magnética MAGNETISMO FENÔMENOS MAGNÉTICOS OBJETIVOS Reconhecer um ímã e identificar as propriedades de corpos imantados. total e dissipada de geradores e receptores. MODERNA DIGITAL: Slides: 20 a 25 – sobre geradores e receptores. Reconhecer as curvas características de um gerador e de um receptor. enunciando a capacitância. Questões de integração – 1 a 33. Resolução de exercícios do capítulo. Atividade em grupo.

Resolução de exercícios do capítulo. Acervo de sites. 28 .br ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Caracterize o campo magnético produzido por corrente elétrica e determine seu módulo para os casos: • Fio reto • Espira circular • Solenoide Explique a regra da mão direita e conduza o aluno a usá-la corretamente utilizando diversos exemplos. MODERNA DIGITAL: Slides: 35 a 37 – sobre campos magnéticos. RECURSOS Discussões. leia as sugestões de avaliação desta coleção no Suplemento para o Professor. Resolver problemas que envolvam força magnética. equacionando um modo de determinar sua intensidade. Analise a trajetória de uma carga sob a ação da força magnética utilizando a regra da mão direita. Questões de integração – 1 a 22. Resolver situações-problema envolvendo campos magnéticos. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 10. Avalie sua aprendizagem – 1 a 11. Resolução de exercícios do capítulo. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue a força magnética sobre carga em movimento na presença de um campo magnético. Banco de questões.ENSINO MÉDIO PLANEJAMENTO INTERATIVO CAPÍTULO 12 CONTEÚDO • Corrente elétrica produz campo magnético • O campo magnético depende da forma do condutor ACESSE OS RECURSOS INDICADOS NO PORTAL: www. Relacionar aplicações nas quais a força magnética é essencial para o funcionamento. RECURSOS Discussões. Caracterizar a força magnética que atua sobre uma carga em movimento em um campo magnético. Compreender os princípios de funcionamento de um motor elétrico de corrente contínua. Aula Aberta 4: LHC . Banco de questões – Moderna Digital. Para continuar aprendendo – 1 a 8. Banco de questões.com. MODERNA DIGITAL: Slides: 38 a 42 – sobre força magnética. Para continuar aprendendo – 1 a 15. FENÔMENOS MAGNÉTICOS OBJETIVOS Relacionar a corrente elétrica com a produção de um campo magnético à sua volta. Professor. Acervo de sites. Reconhecer as variáveis relevantes na determinação do campo magnético gerado por correntes. CAPÍTULO 13 CONTEÚDO • Força magnética sobre cargas elétricas em campo magnético uniforme • Movimento de uma carga elétrica em campo magnético uniforme • Aplicação dos fenômenos relacionados à força magnética • Força magnética sobre um condutor retilíneo percorrido por corrente elétrica • Força magnética entre condutores paralelos entre si FORÇA MAGNÉTICA OBJETIVOS Estabelecer as diferenças entre interações elétricas e magnéticas. Consulte tabela completa com indicações de slides nas páginas 32 a 36. Scientific American Aula Aberta 3: Aurora dos foguetes elétricos. Reconhecer as características do campo magnético gerado por uma corrente elétrica. Aplicar corretamente a regra da mão direita na caracterização do campo magnético.modernadigital. Elabore uma atividade de revisão da unidade no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 15.O futuro da Física.

ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Contextualize a contribuição de Maxwell para o estudo das ondas eletromagnéticas. 29 Física • PNLD 2012 . Scientific American Aula Aberta 3: Aurora dos foguetes elétricos. Banco de questões. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 81 do Suplemento para o Professor para trabalhar com a página de abertura da unidade. Aula Aberta 4: LHC . Aborde aplicações tecnológicas envolvendo as Leis de Faraday e de Lenz.O futuro da Física. Banco de questões – Moderna Digital. Acervo de sites. Determinar a fem induzida. Animações: Indução eletromagnética.Confira indicações de vídeos no final do Planejamento PLANEJAMENTO INTERATIVO RECURSOS AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 14. motores elétricos e transformadores. Acervo de sites. MODERNA DIGITAL: Slides: 43 a 47 – sobre fem induzida e a lei de Lenz. Resolução de exercícios do capítulo. Identificar a cor de um objeto como uma sensação relacionada à interpretação do cérebro. Banco de questões. Resolver problemas envolvendo as leis de Lenz e Faraday. Compreender e aplicar a Lei de Lenz. Resolução de exercícios do capítulo. Apresente o conceito de fluxo e o fenômeno de indução eletromagnética. RECURSOS Discussões. Página de abertura. Avalie sua aprendizagem – 1 a 12. Explique fem induzida e enuncie as Leis de Faraday e Lenz. CAPÍTULO 15 CONTEÚDO • O comportamento ondulatório dos campos elétricos e magnéticos • O espectro eletromagnético ONDAS ELETROMAGNÉTICAS E SEU ESPECTRO OBJETIVOS Reconhecer as ondas eletromagnéticas como veículos de transmissão de informações. Elabore uma atividade de revisão da unidade no banco de questões e divida a sala em grupos para resolvê-la. MODERNA DIGITAL: Slides: 48 e 49 – sobre ondas eletromagnéticas. Caracterize o espectro eletromagnético e o utilize para identificar e classificar as ondas conhecidas. Para continuar aprendendo – 1 a 25. Apresente as propriedades e características das ondas eletromagnéticas. Questões de integração – 1 a 39. Discussões. Entender o princípio de funcionamento de geradores. UNIDADE IV CAPÍTULO 14 CONTEÚDO • Barra condutora em campo magnético uniforme • Corrente elétrica induzida • Quantidade de fem induzida na barra em movimento • As Leis de Faraday e a de Lenz • A tecnologia do eletromagnetismo INDUÇÃO E ONDAS ELETROMAGNÉTICAS FORÇA ELETROMOTRIZ INDUZIDA E ENERGIA MECÂNICA OBJETIVOS Compreender a geração de corrente elétrica devido ao movimento da barra condutora em um campo magnético. Identificar a utilização das ondas eletromagnéticas na análise de estruturas materiais mediante sua interação com a matéria. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 5. Para continuar aprendendo – 1 a 5.

Banco de questões. Relacionar o efeito fotoelétrico com a solução de Planck para a radiação do corpo negro. Para continuar aprendendo – 1 a 7. Acervo de sites. Banco de questões. RECURSOS Resolução de exercícios do capítulo. Acervo de sites. destacando sua importância tecnológica. Aproveite para criar discussões que reconhecem as limitações da Física Clássica. MODERNA DIGITAL: Slides: 50 a 53 – sobre o experimento de Michelson-Morley. Resolver problemas envolvendo efeito fotoelétrico. Banco de questões. Discussões. Acervo de sites. enunciando a equação de Planck. Apresente efeito fotoelétrico. Discuta sobre alguns fenômenos que não são explicados pela Física Clássica e descreva o experimento de Michelson-Morley e suas consequências conceituais. Compreender o problema da radiação do corpo negro e a dificuldade da Física clássica em explicá-lo. MODERNA DIGITAL: Slides: 54 a 61 – relacionados com relatividade. Conceitue a energia relativística e discuta a equivalência massa-energia. Para continuar aprendendo – 1 a 10. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 3. Contração do espaço. Banco de questões – Moderna Digital. 30 . Banco de questões – Moderna Digital. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Utilize a página 101 do Suplemento para o Professor para trabalhar a página de abertura da unidade. Reconhecer as limitações da Física Clássica na explicação de fenômenos modernos. CAPÍTULO 17 CONTEÚDO • A teoria da Relatividade Restrita • A teoria da Relatividade Geral AS TEORIAS DA RELATIVIDADE OBJETIVOS Compreender que a velocidade da luz é absoluta e não depende da velocidade da fonte. Deduza as expressões para dilatação do tempo e contração do espaço. Discussões. Velocidade da luz. Descreva a explicação de Einstein para o efeito fotoelétrico utilizando o modelo corpuscular. Compreender a quantização da energia. Resolução de exercícios do capítulo. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Conceitue quantização da energia e discuta o modelo corpuscular para a luz. Perceber as diferenças entre as transformações de Galileu e de Lorentz. Animações: Dilatação do tempo. Analise a radiação emitida por um corpo negro e exponha possíveis problemas criando um debate. RECURSOS Resolução de exercícios do capítulo.ENSINO MÉDIO PLANEJAMENTO INTERATIVO UNIDADE V CAPÍTULO 16 CONTEÚDO • A primeira “nuvem” a nublar a Física Clássica: o experimento de Michelson-Morley • A segunda “nuvem” a nublar a Física Clássica: a radiação emitida por um corpo negro • O problema da radiação de um corpo negro • O efeito fotoelétrico ACESSE OS RECURSOS INDICADOS NO PORTAL: www. AVALIAÇÃO Este capitulo apresenta as ideias que deram início à Física Moderna. explicando sua implicação na construção da bomba atômica. RECURSOS Página de abertura.br QUESTÕES DA FÍSICA DO SÉCULO XXI FENÔMENOS QUE A FÍSICA CLÁSSICA NÃO EXPLICOU OBJETIVOS Relacionar o experimento de Michelson-Morley com a existência ou não do éter. a radiação do corpo negro e o efeito fotelétrico.modernadigital. Identificar as limitações da Física clássica para explicar o efeito fotoelétrico. CAPÍTULO 18 CONTEÚDO • O nascimento da Mecânica Quântica • Um novo modelo para a luz • A explicação de Einstein para o efeito fotoelétrico ELEMENTOS DA MECÂNICA QUÂNTICA OBJETIVOS Reconhecer o modelo corpuscular da luz como adequado para a interpretação do efeito fotoelétrico. Enuncie a constância da velocidade da luz e explique os impactos deste postulado na mecânica newtoniana. Discussões.com. Compreender que a constância na velocidade da luz altera a medida de tempo e de comprimento Resolver problemas que envolvam a dilatação do tempo. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Estabeleça a diferença entre o princípio de relatividade de Galileu e de Einstein. MODERNA DIGITAL: Slide: 62 – relacionado com Mecânica Quântica. AVALIAÇÃO Questões propostas – 1 a 3.

Questões de integração – 1 a 19. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Exponha a evolução do conceito de composição do átomo. Explore a importância da nanotecnologia no desenvolvimento de novas tecnologias.org. Scientific American Aula Aberta 4: Privacidade e a Internet Quântica.PLANEJAMENTO INTERATIVO CAPÍTULO 19 CONTEÚDO • A busca pelo átomo • A nanotecnologia DESAFIOS DA FÍSICA NO SÉCULO XXI OBJETIVOS Compreender as diferenças entre o modelo atômico atual e o modelo proposto pelos gregos.futuratec. MODERNA DIGITAL: Slides: 63 e 64 – relacionados aos componentes da matéria. Apresente as 4 forças fundamentais e explique como elas influenciam no entendimento de fenômenos físicos. RECURSOS Resolução de exercícios do capítulo. 1135 A cidade e as embalagens CONFIRA ESTES E MAIS VÍDEOS NO SITE: www. Compreender as aplicações da nanotecnologia no desenvolvimento tecnológico.br 31 Física • PNLD 2012 . Discussões. abordando o assunto ganhador do último prêmio Nobel: o grafeno. Compreender a aplicação das 4 forças da natureza na explicação dos fenômenos físicos. 1321 Por que as coisas caem? A lua do mundo Globo Ciência – ep.CANAL FUTURA Globo Ciência – ep. Acervo de sites. AVALIAÇÃO Para continuar aprendendo – 1 a 8. VÍDEOS . Identificar as partículas fundamentais componentes do núcleo atômico. Avalie sua aprendizagem – 1 a 7. 1074 Globo Ciência – ep. desde o modelo atômico proposto pelos gregos até o modelo padrão atual da física de partículas. 1324 Globo Ciência – ep. Banco de questões. 1049 Energia na Cidade A cidade e a Física Globo Ciência – ep.

LEIS DE NEWTON E LEIS DA CONSERVAÇÃO N0 19 20 N 0 CAPÍTULO 9 Composição de velocidades I (fig. 7) Resultante centrípeta (fig. 10) Polia móvel (fig. 12) Força de resistência do ar (fig. 16) CAPÍTULO 16 Resultante centrípeta (fig. 10) Pêndulo cônico Página 233 233 235 235 235 238 Página 247 249 249 249 249 249 31 32 33 34 35 36 N0 37 38 UNIDADE III DESCRIÇÃO DA IMAGEM N0 16 17 18 CAPÍTULO 8 Vetores (fig. 4) Movimento circular II (fig. 2) Página 18 19 20 Página 31 33 37 Página 51 N N N 0 ESTUDO DOS MOVIMENTOS. 9) Velocidade escalar média (fig. 4) Gráficos da velocidade e espaço no MRUV (fig. 12) CAPÍTULO 3 Movimento uniforme (fig. 1 e 2) Espaço em uma trajetória (fig.5) Lançamento vertical para cima (fig. 4) Gráfico: diretamente proporcional ao quadrado (fig. 11) Associação de polias (fig. 4) CAPÍTULO 10 Lançamento horizontal no vácuo I (fig. 5) CAPÍTULO 7 Queda livre (fig. 7) Movimento circular III (fig. 17) Lançamento oblíquo no vácuo II (fig. 7) CAPÍTULO 2 Relatividade do movimento (figs. 3) Resultante centrípeta (fig. 8) Resultante centrípeta (fig. 3) Plano inclinado II (fig. 10) CAPÍTULO 5 Função horária do espaço no MRUV (fig. 3 e 4) CAPÍTULO 14 Relação vetorial entre força e massa Página 191 Página 200 Página 211 28 0 UNIDADE II DESCRIÇÃO DA IMAGEM N0 8 9 10 N0 10 N0 11 12 13 N0 14 15 CAPÍTULO 4 Movimento Acelerado e Retardado (figs. 12) Lei dos cossenos Página 123 128 132 32 39 40 41 42 . 4 e 5) MRUV (fig. 6) Gráfico: inversamente proporcional (fig. 9) MRUV (fig. 8) CAPÍTULO 6 Velocidade e espaço no MRUV (tab. 12) Lançamento horizontal no vácuo II (fig. 18) CAPÍTULO 11 Movimento circular I (fig.ENSINO MÉDIO IMAGENS EM POWERPOINT (SLIDES) VOLUME 1 UNIDADE I DESCRIÇÃO DA IMAGEM N0 1 2 3 N0 4 5 6 N0 7 CAPÍTULO 1 Gráfico de dependência linear (fig. 4) Soma vetorial (fig. 8) Página 137 138 Página 151 152 155 155 Página 164 169 169 21 22 23 24 N 0 25 26 27 UNIDADE IV DESCRIÇÃO DA IMAGEM CAPÍTULO 12 Força elástica (fig. 23) CAPÍTULO 13 Força de atrito (figs. 2) Composição de velocidades II (fig. 4) Polia fixa (fig. 1) Posição ao longo da trajetória (fig. 14) Lançamento oblíquo no vácuo I (fig. 9) Resultante centrípeta (fig. 7) Página 73 74 75 Página 87 Página 95 95 96 Página 105 107 29 0 30 UNIDADE V DESCRIÇÃO DA IMAGEM N 0 CAPÍTULO 15 Plano inclinado I (fig.

6) MRUV (fig. 10) Equilíbrio do corpo extenso (fig. 2) Modelo heliocêntrico Leis de Kepler (fig. 2) Impulso CAPÍTULO 26 Colisões (fig. 4) Dilatação da água (fig. 8) Página 362 363 363 371 Página 380 382 Página 388 389 33 7 8 N0 9 9 10 UNIDADE II DESCRIÇÃO DA IMAGEM N0 11 N0 12 13 CAPÍTULO 5 Capacidade térmica e calor específico (fig. A) Gráfico F X S (fig. 7) Pressão exercida por um líquido (fig. 6) Momento de uma força (fig. 20) CAPÍTULO 21 Empuxo (fig. 2) Energia potencial elástica CAPÍTULO 24 Energia mecânica (fig. 4) Curvas de aquecimento (fig. 4) Energia mecânica com loop (fig. 1) Epiciclos (fig. 5) Página 98 Página 112 112 Física • PNLD 2012 . 10) Página 23 24 24 Página 34 35 38 Página 49 55 Página 70 71 75 4 5 6 N 0 UNIDADE VII DESCRIÇÃO DA IMAGEM N0 59 60 61 62 N0 63 64 N0 65 66 CAPÍTULO 22 Trabalho de uma força Gráfico F X S (fig. 14 ) Convecção térmica II (fig. 10) CAPÍTULO 4 Dilatação de líquidos (fig. ÓPTICA GEOMÉTRICA E FENÔMENOS ONDULATÓRIOS DESCRIÇÃO DA IMAGEM N0 1 2 3 N 0 CAPÍTULO 1 Condução térmica (fig. 6) Escalas termométricas II (fig. 9) Impulso Página 410 414 Página 431 414 UNIDADE VI DESCRIÇÃO DA IMAGEM N 0 CAPÍTULO 19 Equilíbrio estático do ponto material (fig. 18) Vasos comunicantes (fig. 11) CAPÍTULO 3 Dilatação linear (fig. 8) Empuxo (fig. 6) Dilatação superficial (fig. 10) Página 293 297 305 Página 315 318 325 330 331 Página 340 341 49 50 51 N0 52 53 54 55 56 N0 57 58 VOLUME 2 UNIDADE I ESTUDO DO CALOR. 13) Convecção térmica I (fig. 15 ) CAPÍTULO 2 Escalas termométricas I (fig. 8) CAPÍTULO 6 Mudanças de fase (fig. 5) Página 256 256 257 260 Página 266 269 UNIDADE VIII DESCRIÇÃO DA IMAGEM N0 67 68 N0 69 70 CAPÍTULO 25 Quantidade de movimento (fig. B) Trabalho e energia cinética (fig. 13) Elevador hidráulico (fig. 14) CAPÍTULO 20 Pressão exercida por uma força Pressão atmosférica (fig. 5) CAPÍTULO 18 Gravitação universal (fig. 9) Equações de conversão (fig.IMAGENS EM POWERPOINT (SLIDES) N0 43 44 45 46 N0 47 48 CAPÍTULO 17 Modelo geocêntrico (fig. 2) Campo gravitacional (fig. 11) CAPÍTULO 23 Energia potencial (fig.

10) Construção de imagens III (fig. 8) Isobárica: gráfico P X V (fig. 14) Imagem imprópria (fig. 6) Lâmina de faces paralelas (fig. 4) Raios notáveis I (fig. 12) Isotérmica: gráfico P X V(fig. 10) Eclipse lunar (fig. 8) Raios notáveis II (fig. 15) Adiabática: gráfico P X V (fig. 9) Construção de imagens II (fig. 4) Princípios III (fig. 4) Construção de imagens I (fig. 11) Página 315 315 317 318 318 318 62 63 64 65 66 67 34 . 11) CAPÍTULO 12 Reflexão difusa (fig. 19) 230 231 232 233 233 Página 243 245 245 245 245 246 246 246 251 UNIDADE III DESCRIÇÃO DA IMAGEM N 0 CAPÍTULO 8 Transformação isotérmica (fig. 12) Página 271 271 271 275 Página 288 288 290 296 54 55 56 57 N0 58 25 26 27 28 UNIDADE IV DESCRIÇÃO DA IMAGEM N 0 CAPÍTULO 11 Óptica geométrica (fig. 13) Imagem virtual (fig. 8) Transformação isovolumétrica (fig. 9) CAPÍTULO 13 Espelhos esféricos (fig. 6) Penumbra (fig. 10) Construção de imagens I (fig. 9) Ciclo de Carnot (fig 11) Máquina frigorífica (fig. 8) Prismas de reflexão total (fig. 5C) Reflexão total (fig. 7) Eclipse solar (fig. 13) N 0 15 16 17 18 N 0 45 46 47 48 49 50 51 52 53 19 20 21 22 23 24 N 0 UNIDADE V DESCRIÇÃO DA IMAGEM CAPÍTULO 14 Refração da luz (fig. 5) Sombra (fig. 7) Página 128 40 41 42 43 44 Página 147 148 149 156 Página 163 167 168 169 170 171 Página 180 183 185 189 N 0 Reflexão especular (fig. 7) CAPÍTULO 15 Dioptro plano I (fig. 15) CAPÍTULO 9 Trabalho em uma transformação gasosa Primeira lei da termodinâmica (fig. 3) Focos da lente convergente (fig. 3) Leis da reflexão (fig. 6) Transformação isobárica (fig. 18) CAPÍTULO 10 Transformação cíclica (fig. 9) Câmara escura (fig. 11) Construção de imagens IV (fig. 15) Equação de Gauss (fig. 10) Lei geral dos gases ideais (fig. 5B) Refração da luz (fig. 9) Raios notáveis III (fig. 3) Princípios II (fig. 10) Isovolumétrica: gráfico P X V (fig. 5) Dioptro plano II (fig. 8) Eclipse anular (fig. 12) Imagem real (fig. 7) Máquinas térmicas (fig. 2) Princípios I (fig. 4) Espelhos planos (fig. 2) Página 211 212 212 212 214 214 214 215 215 221 Página 230 59 60 61 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 N0 39 UNIDADE VI DESCRIÇÃO DA IMAGEM N 0 CAPÍTULO 16 Lentes esféricas – nomenclatura (fig. 5A) Refração da luz (fig. 6) Espelhos planos I (fig. 8) Campo visual II (fig.ENSINO MÉDIO IMAGENS EM POWERPOINT (SLIDES) N0 14 CAPÍTULO 7 Trocas de calor (fig.

11) Efeito Doppler (fig. 14) Correção da miopia (fig. 13) Miopia (fig. 12) Construção de imagens III (fig. 8) Tubo fechado (fig. 3) CAPÍTULO 3 Vetor campo elétrico I (fig. 10) Formação de imagens no olho I (fig. 20) CAPÍTULO 9 Gerador (fig. 10) Página 91 Página 98 102 Página 107 Página 123 130 124 131 133 Página 155 157 162 Física • PNLD 2012 11 0 12 13 N N 0 14 0 15 16 17 18 19 N0 20 21 22 . 4) Ondas em cordas (fig. 8) Linhas de força do campo I (fig. 12) Reflexão de ondas I (fig. 12) Indução II (fig. 4) CAPÍTULO 6 Circuito elétrico simples (fig. 7) Indução I (fig. 19) CAPÍTULO 4 Potencial elétrico (fig. 16) Associação mista (fig. 5) Refração de ondas (fig. 2) CAPÍTULO 8 Associação em série I (fig. 14) Refração de ondas II (fig. 10) Interferência destrutiva (fig. 13) Associação em paralelo I (fig. 4) Luneta (fig. 2) Resistividade (fig. 3) Pêndulo simples (fig. 5) Página 18 20 21 Página 29 Página 43 46 51 52 54 Página 65 4 0 5 6 7 8 9 N 0 UNIDADE VII DESCRIÇÃO DA IMAGEM N0 81 82 N0 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 N0 94 95 96 97 98 CAPÍTULO 19 Oscilador massa-mola (fig. 7) Vetor campo elétrico II (fig. 4) Associação em série II (fig. 17) Campo elétrico uniforme (fig.IMAGENS EM POWERPOINT (SLIDES) 68 69 N0 70 N0 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 Construção de imagens II (fig. 2) Onda (fig. 9) Interferência construtiva II (fig. 17) Difração (fig. 13) CAPÍTULO 2 Lei de Coulomb (fig. 5) CAPÍTULO 7 Potência elétrica (fig. 4) Curva característica (fig. 7) CAPÍTULO 20 Pulso (fig. 24) CAPÍTULO 21 Timbre (fig. 15) Hipermetropia (fig. 15) Linhas de força do campo II (fig. 19) Espectro sonoro (fig. 8) Interferência construtiva I (fig. 4) CAPÍTULO 18 Microscópio composto (fig. 8) Geradores em série (fig. 10) Tubo aberto (fig. 13) CAPÍTULO 17 Equação de Gauss (fig. 17) 319 319 Página 329 Página 339 339 346 347 348 348 348 348 349 349 N0 1 2 3 N N 0 VOLUME 3 UNIDADE I ELETRICIDADE. 6) Associação em paralelo II (fig. 12) Formação de imagens no olho II (fig. 3) Comprimento de onda (fig. FÍSICA DO SÉCULO XXI DESCRIÇÃO DA IMAGEM CAPÍTULO 1 Eletrização por atrito (fig. 5) Olho humano I (fig. 12) Página 371 375 Página 381 381 383 385 385 386 386 387 388 390 394 Página 406 411 411 411 414 35 10 UNIDADE II DESCRIÇÃO DA IMAGEM N N 0 CAPÍTULO 5 Corrente elétrica (fig. 16) Correção da hipermetropia (fig. 9) Olho humano II (fig.

15) 49 30 31 32 33 34 N0 35 36 37 N0 38 39 40 41 42 UNIDADE V DESCRIÇÃO DA IMAGEM CAPÍTULO 16 Experimento de Michelson-Morley (fig. 11) Máquina frigorífica (fig. 6) Relatividade do tempo I (fig. 15) Curva característica (fig. 17) CAPÍTULO 17 Transformação de Galileu (fig. 9) Campo terrestre (fig. 11) Lei de Lenz I (fig. 6) Ímãs II (fig. 4) Força eletromotriz induzida II (fig. 11 e 12) Receptores (fig. 22) Gravidade de Einstein II (fig. 6) Espectrômetro de massa (fig. 6) Fluxo magnético (fig. 13) 163 168 169 Página 183 190 191 189 N0 43 44 45 46 47 N0 48 Página 212 212 212 213 216 Página 225 231 234 Página 242 243 245 251 251 N 0 UNIDADE IV DESCRIÇÃO DA IMAGEM CAPÍTULO 14 Força eletromotriz induzida I (fig. 9) Relatividade do tempo II (fig. 10) Radiação do corpo negro II (fig. 9) Campo no interior de um solenoide (fig. 17) CAPÍTULO 10 Capacitores (fig. 27) CAPÍTULO 18 Modelo da mecânica quântica (fig. 10 e 11) Campo magnético de ímã (fig. 12) Gravidade de Einstein I (fig. 19) CAPÍTULO 12 Campo em torno do fio reto (fig.ENSINO MÉDIO IMAGENS EM POWERPOINT (SLIDES) 23 24 25 N0 26 27 28 29 Geradores em paralelo (fig. 2) Radiação do corpo negro I (fig. 8) Inseparabilidade (fig. 6) Campo no centro de uma espira circular (fig. 3) Componentes da matéria II (fig. 14) Força entre fios (fig. 23) Gravidade de Einstein III (fig. 18) Lei de Lenz II (fig. 24) Desvio na luz da estrela (fig. 19) CAPÍTULO 15 Ondas eletromagnéticas (fig. 4) Página 271 272 275 280 280 Página 304 305 UNIDADE III DESCRIÇÃO DA IMAGEM N 0 CAPÍTULO 11 Ímãs I (fig. 10) Paradoxo dos gêmeos (fig. 3) Espectro eletromagnético (fig. 11) Força sobre o condutor reto (fig. 4) Página 334 339 341 343 Página 348 351 351 353 60 360 360 361 Página 367 Página 377 377 50 51 52 53 N 0 54 55 56 57 58 59 60 61 N N 0 62 0 63 64 36 . 3) Força magnética II (fig. 2) CAPÍTULO 19 Componentes da matéria I (fig. 12) CAPÍTULO 13 Força magnética I (fig. 4) Capacitores em série (fig. 10) Capacitores em paralelo (fig. 13) Efeito fotoelétrco (fig.

ANOTAÇÕES 37 Física • PNLD 2012 .

mesas-redondas e seminários realizados por autores e profissionais da educação.com. comentários de cada capítulo dos livros e oferece avaliações e atividades prontas para a aplicação em sala de aula.br e confira os eventos disponíveis. de acordo com as necessidades de cada disciplina. simuladores e outros objetos instrucionais.modernadigital. . Além disso.modernadigital. Ainda oferece um banco atualizado. o portal apresenta detalhes das coleções.ENSINO MÉDIO SERVIÇOS EDUCACIONAIS APOIO PEDAGÓGICO Oferecido por meio de diversos canais. o Apoio Pedagógico Moderna é um suporte especializado para cada disciplina que possibilita ao professor tirar dúvidas e receber materiais complementares. Acesse: www. de acordo com o calendário escolar.br EVENTOS Palestras. vídeos. com questões dos principais vestibulares do país para a elaboração de atividades e avaliações.com. desenvolvido para dar suporte aos professores e ampliar as possibilidades de ensino. debates. Encontre mais orientações no site: www. PORTAL MODERNA DIGITAL O Moderna Digital é um portal que traz animações.

Dicas sobre questões relacionadas ao Enem.br REDES SOCIAIS Fique por dentro das novidades.youtube. Conheça.twitter.modernadigital. baixe slides de palestras e aproveite os serviços exclusivos.INTERATIVIDADE MODERNA CONFIRA OS RECURSOS .slideshare. .com/EdModerna Facebook: www. participe e amplie seus conhecimentos. .com/editoramoderna Física • PNLD 2012 .Acesso à versão on-line das revistas Scientific American .facebook. . tire dúvidas com uma equipe pedagógica especializada. .br Blog: redes. Acesse: Sala dos Professores Moderna: um ambiente para troca de experiências exclusivo para educadores da rede pública.br Orkut: tinyurl.com/editora_moderna Slideshare: www. assista aos vídeos com autores.moderna.Questões especiais para construção de atividades personalizadas.Provas e atividades.com.net/EdModerna Youtube: www. saladosprofessores-gov. .Sugestões de plano de aula.moderna. www.com.com/editoramoderna Twitter: www.com.Aula Aberta e O Correio da Unesco na escola.Comentários de cada capítulo da obra.

através do programa Nota 10 Enem. acesse o blog Moderna e conte uma experiência marcante sobre sua atuação com jovens do Ensino Médio. a Moderna estará ainda mais próxima de seu público. por isso trabalhamos para que professores.com. a partir do segundo semestre de 2011. FAZ ATÉ UMA SÉRIE SOBRE O ENEM COM O CANAL FUTURA.br www. Professor. A bandeira da Editora Moderna é reconhecer a importância do Enem como um dos indicadores para a melhoria da qualidade do Ensino Médio no país. A Editora Moderna tem redes sociais estruturadas para que professores. resultado da parceria com o canal Futura. Sua história nos ajudará a produzir os programas da série Nota 10 Enem do canal Futura. E.com.moderna. Blog: pnld. A SÉRIE DE TV QUE VÊ E OUVE O PROFESSOR. alunos. Sabemos que uma educação de qualidade é um processo complexo. INOVA E FAZ MAIS PELO PROFESSOR. família e diretores tenham todas as possibilidades de construir uma educação de valor.br 0800 770 7653 .moderna. alunos.A GENTE PENSA. pais e gestores possam contar com serviços e informações completas sobre nossos projetos educacionais.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->