P. 1
FALÁCIAS - sofismas e paralogismos

FALÁCIAS - sofismas e paralogismos

|Views: 2.903|Likes:
Publicado porDelacroix Aqw

More info:

Published by: Delacroix Aqw on Apr 19, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/14/2013

pdf

text

original

Filosofia 11º ano

FALÁCIAS : SOFISMAS E PARALOGISMOS
 FALÁCIA  É TODO O RACIOCÍNIO QUE SE APRESENTA INCORRECTO E INVOLUNTÁRIO. INVOLUNTÁRIA  PARALOGISMO VOLUNTÁRIA  SOFISMA

FALÁCIAS FORMAIS 1- FALÁCIA DOS 4 TERMOS Quando o silogismo infringe a regra segundo a qual o “silogismo tem 3 termos e só 3 termos”. Ex: Todos os ministros são políticos. Todos os padres são ministros. Logo, todos os padres são ministros. Nota: O termo “ministro” é usado em 2 sentidos diferentes: no sentido de ministro da igreja e de ministro do Estado. 2 – FALÁCIA DO TERMO MÉDIO NÃO DISTRIBUÍDO  Quando o silogismo infringe a regra segundo a qual “o termo médio deve ser tomado pelo menos uma vez em toda a sua extensão”. Ex: Alguns homens são portugueses. Todos os filósofos são homens. Logo, todos os filósofos são portugueses. Nota: O silogismo é inválido, porque o termo médio “homens” não está distribuído em qualquer das premissas. 3 – FALÁCIA DA ILÍCITA MAIOR Quando, no silogismo, o termo maior se encontra distribuído na conclusão e não na premissa, infringindo a regra segundo a qual “nenhum termo pode ter maior extensão na conclusão do que nas premissas”. Ex: Todos os filósofos são racionais. Nenhum habitante da serra é filósofo. Portanto, nenhum habitante da serra é racional. Nota: O termo médio “racional” está distribuído na conclusão, mas não na premissa.

o termo menor se encontra distribuído na conclusão e não na premissa. estando por isso mais preocupados com o discurso convincente do que com o discurso de verdade. O erro intencional cometido com o fim de confundir o adversário e fazer passar um juízo falso por verdadeiro. que desenvolveram a retórica e a arte de persuadir e convencer. “O erro não premeditado cometido no pensamento chama-se paralogismo. ou seja. não é intencional.Filosofia 11º ano 4 – FALÁCIA DA ILÍCITA MENOR  Quando no silogismo. todos os portugueses são cidadãos de Lisboa. mas não na premissa. PARALOGISMOS E SOFISMAS ▪ PARALOGISMO → FALÁCIA INVOLUNTÁRIA ↓ É um erro de raciocínio que se comete involuntariamente. chama-se sofisma. .” Guetmanova. A. ↓ A origem da palavra SOFISMA está relacionada com os filósofos gregos sofistas. Nota: O termo menor “portugueses” está distribuído na conclusão. com o objectivo de fazer passar por verdadeiro um raciocínio falso. ▪ SOFISMA → FALÁCIA INTENCIONAL ↓ É um erro de raciocínio cometido de um modo premeditado. Todos os lisboetas são portugueses. infringindo a regra segundo a qual “nenhum termo pode ter maior extensão na conclusão do que nas premissas”. Logo. Ex: Todos os lisboetas são cidadãos de Lisboa.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->