Você está na página 1de 1

Portugus 12 ano

Ser Portugus
Cai chuva sobre o mrmore, Jorram os olhos lgrimas de sal, Apaga-se a luz das estrelas, Porque se chora Portugal. Ouve-se o gemido da guitarra, Canta-se a dor e a cidade. Chorou-se por amor, Agora por saudade.

O sonho padece diante do cu. Chora-se o amor, Chora-se a saudade, Sangra a bela Ins, Chora-se a fatalidade.

Sussurram-se preces a Deus, Grita o povo o orgulho e a vitria, Chora-se pela ptria, Chora-se por glria.

Recordem-se os heris e o imprio, Regressam as caravelas, Fale-se das riquezas e da audcia, Cessa-se o fogo e os canhes, Sinta-se o fado, tempo de acender velas, Porque, hoje, grita-se o triunfo, tempo de chorar Cames. Hoje, eleva-se o ser portugus.

Ano letivo 2011/2012

Sara Dias