O sistema endócrino é formado pelo conjunto de glândulas, as quais têm como característica a produção de secreções, chamadas de hormônios.

As glândulas endócrinas lançam os hormônios diretamente na corrente sanguínea, por onde eles atingem todas as células do corpo.

O sistema endócrino, geralmente interage com o sistema nervoso, formando mecanismos reguladores eficazes. O sistema nervoso pode fornecer ao sistema endócrino informações sobre o meio externo, enquanto que o sistema endócrino regula a resposta interna do organismo a esta informação. Assim os dois juntos atuam na coordenação e regulação das funções corporais. Os principais órgãos que formam o sistema endócrino são: a hipófise, o hipotálamo, a tiróide, as supra-renais, o pâncreas, as gônadas (os ovários nas mulheres e os testículos nos homens) e o tecido adiposo. A hipófise é uma glândula que produz numerosos e importantes hormônios, ela se encontra em uma cavidade óssea localizada na base do cérebro, que se liga ao hipotálamo através do pedículo hipofisário. Grande parte das funções da hipófise é regulada pelo hipotálamo. A hipófise é dividida em duas partes: adenoipófise e neruroipófise. A adenoipófise tem origem através de células epiteliais, enquanto a neuroipófise tem origem nervosa. A hipófise tem como função a regulação da atividade de outras glândulas e de várias funções do organismo como o crescimento e secreção do leite através das mamas. O hipotálamo é uma região do encéfalo que liga o sistema nervoso ao sistema endócrino, através da síntese da secreção de neuro-hormônios. O hipotálamo auxilia o organismo a se ajustar às variações externas, controlando a temperatura corporal, o apetite, o balanço da água no corpo, além de ser o principal centro da expressão emocional e do

os gametas.comportamento sexual. e é responsável por modelar a superfície do corpo e ajuda no isolamento térmico do organismo. Essa glândula também realiza a síntese e libera os hormonas corticosteróides (atua no equilíbrio de íons e água e no metabolismo) e as catecolaminas (compostos químicos que podem ser liberados em situações de stress) como o cortisol e a adrenalina. A glândula suprarenal é possui um formato triangular. A tireóide é uma das maiores glândulas endócrinas do nosso organismo. Sua principal função é converter as proteínas e gorduras em glicose. envolvida por uma cápsula fibrosa. assim ativando diversas glândulas produtoras de hormônios. Além desses hormônios a tireóide também produz o hormônio calcitonina que tem um importante papel na homeostase do cálcio. A hipófise e o hipotálamo são responsáveis por controlar todo o funcionamento do organismo direta ou indiretamente atuando sobre diversas glândulas. localizada acima do rim. na camada hipoderme. células que acumulam gotículas de lipídios em seu citoplasma. O tecido adiposo é um tipo de tecido conjuntivo no qual se encontra a grande presença de adipócitos. Ele pode ser tanto exócrino com o papel de secretar suco gástrico. . glucagon e somatostatina. pois os triglicerídios acumulados nos adipócitos são usados para fornecer energia no intervalo entre as refeições. especialmente tiroxina (T4) e triiodotironina (T3). necessários para sua reprodução. que são responsáveis por regular o metabolismo e afetam o aumento e a taxa funcional de muitos outros sistemas do corpo. . Ele é encontrado embaixo da pele. assim diminuindo a captação de glicose pelas células. aumentando a utilização de gorduras. As gônadas são órgãos que produzem as células sexuais. O pâncreas é uma glândula do sistema digestivo e endócrino. além de servir como depósito de energia. Ele também faz a integração entre os sistemas nervoso e endócrino. que também contém enzimas digestivas quanto endócrino em que ele produz muitos hormônios importantes como insulina. tanto feminino no caso da mulher como masculino no caso do homem. Ela apresenta dois lobos que ficam localizados no pescoço e produz hormônios.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful