P. 1
PLANO de ENSINO 5 a 8 Serie e. f. Pronto Matutino

PLANO de ENSINO 5 a 8 Serie e. f. Pronto Matutino

|Views: 4.750|Likes:
Publicado pornatzagato

More info:

Published by: natzagato on Apr 24, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/15/2013

pdf

text

original

PLANO DE ENSINO – 2011 – 2º TRIMESTRE

IDENTIFICAÇÃO DO PLANO Escola: Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio “Pedreiras” Série: 5ª série Área de Conhecimento: Linguagens e Códigos Disciplina: Educação Física Professora: Lidiane de Fátima Uliana Carga Horária Trimestral: 27 aulas CONTEÚDO Jogos de raciocínio jogos pré-desportivos, características dos jogos, futsal e basquete ( alongamento, fundamentos técnicos básicos e noções de regras). COMPETÊNCIA Conhecer as diversas modalidades esportivas Vivenciar e reconhecer e diferentes tipos instituídas socialmente e praticadas em outros países de jogos; e no Brasil; Construir jogos; Compreender as diferentes formas de organização Reconhecer os diferentes tipos de jogos desportiva; e suas características fundamentais; Desenvolver a capacidade de adaptar as regras, os Diferenciar e experimentar várias materiais e o espaço visando à inclusão de si e do maneiras de jogar um desporto; outro; Vivenciar as práticas corporais desportivas; Reconhecer as diferenças e características relacionadas ao gênero na prática das modalidades esportivas; Entender as regras, técnicas e táticas de cada desporto; HABILIDADE

História da Dança; Características das danças; Ritmo; Variação de movimentos do corpo de acordo com as melodias das músicas; Dança Folclórica; Coreografias de dança; Organização de festivais de dança; Conhecer as manifestações nacional e local; Os grandes esportivos; Atletismo. diferentes culturais

eventos

Reconhecer as organizações técnicotáticas dos diferentes jogos, bem como criar novas formas de organização. Compreender e vivenciar os aspectos relacionados à repetição e à qualidade do movimento no gesto esportivo. Aplicar habilidades motoras específicas dos esportes; Reconhecer a necessidade de adaptar regras, materiais e espaço visando à inclusão de si e do outro. Conhecer a história das danças estudadas. Identificar as características das danças estudadas. Identificar as possibilidades de movimentos dos diferentes segmentos do corpo na realização da dança. Identificação do ritmo pessoal e grupal. Reconhecer e identificar gestos e movimentos observados na dança, imitando, recriando, mantendo suas características. Relacionar diferentes tipos de danças folclóricas. Construir coletivamente, pequenas coreografias a partir dos movimentos aprendidos e incorporados no contexto social.

Identificar atividades rítmicas e expressivas presentes na dança como manifestação da cultura corporal. Conhecer os vários tipos e as variadas maneiras de experimentar os jogos. _ Explorar as diferentes formas de jogo desenvolvidas historicamente.

INTERDISCIPLINARIDADE E CONTEXTUALIZAÇÃO
Atividade(s) Pontos de contato (conteúdos ou temas) Área de Contato

como expressão corporal. Educação Física e Inglês. exige disciplina e dedicação. exercício físico regular. a disciplina responsável. representação cultural. Hábitos de higiene (trabalho no cotidiano). . como expressão Educação Física e Inglês. música. Arte. . aspectos. assim como nossa saúde.Comemoração do dia do estudante. Pontos de contato (conteúdos ou temas) Área de Contato Dança – em variados Língua Portuguesa. história. Dança – em variados aspectos. . expressão corporal. entre outros. solidariedade. criatividade. Uma proposta de ensino que deseja envolver o educando com a musica deve considerar as múltiplas referencias sonoras aliadas à construção da sensibilidade e do pensar/ouvir crítico. história.Saúde – preservação do meio onde Língua Portuguesa. Propicia a oportunidade de desenvolver e aprimorar os princípios de cidadania. corporal. aprender a ouvir.Música. o senso crítico. Projeto Projeto Canção e Aprendizagem: “Uma experiência harmônica na Escola” O ensina da musica na escola serve como veiculo de socialização e formação integral do individuo. representação cultural. exercício físico regular. Arte. alem de despertar vocações artísticas e o gosto pelas atividades culturais. vivemos. ouvir uma musica. . música. dança ritmo. dança ritmo. a sensibilidade. a auto-estima.Música. . criatividade. pois dependemos dele.Comemoração do dia do estudante. expressão corporal. dentre outros. Aprender a tocar um instrumento. entre outros. a distinguir sons e proporciona uma melhoria na concentração.

que resulta como uma conseqüência na melhoria da qualidade do processo de ensino –aprendizagem. desenvolvendo a interação social. proporcionando nova opção de lazer à população. favorecendo a aquisição de um conhecimento cada vez mais elaborado. O presente projeto vem destacar a importância de se trabalhar a música em sala de aula enquanto modalidade textual e promover momentos de descontração e aprendizado ao mesmo tempo. propiciando ainda a socialização de sugestões de ações e atividades conjuntas. MATERIAIS DE APOIO PEDAGÓGICO Quantidade De acordo com a necessidade das aulas durante o trimestre. . o respeito pelo outro e a harmonia gerando união entre o grupo. A idéia é dar oportunidade aos jovens e crianças ao aprendizado musical. Material Data show Filmes TV DVD (Especificar a utilização de materiais que não fazem parte do dia a dia da sala de aula) ESPAÇOS PEDAGÓGICOS Quadro branco Laboratório de informática Biblioteca escolar Pátio Quadra Sala de aula da escola PROPOSTAS DE AVALIAÇÃO Avaliação da parte teórica por meio de trabalhos escritos e/ou apresentados e provas. Avaliação da parte prática por meio da observação da participação dos alunos.

Unijuí. ES: PROTEORIA. CAPARROZ. 6. ______.Avaliação da participação nos projetos do trimestre. DF: MEC. Educação física escolar: política. Ijuí. ES: PROTEORIA. Vitória.1. Vitória. • Alongue-se – Bob Anderson. KUNZ. 18 Pontos. • Programa Globo Reporter. • Manual de handebol – treinamento de base para crianças e adolescentes – Ehret. Späte. Elenor. 2009. (Indicar como será feita a recuperação paralela e trimestral) Pontuação 30 pontos Pontuação BIBLIOGRAFIA / FONTES DE PESQUISA • CBC. Schubert e Roth. investigação e intervenção. necessidade da turma. 1998. Francisco Eduardo. 2004. • Kit esportivo ______. 2001. 2008. Transformação didático-pedagógica do esporte. 2002. v. 2003. Discurso e prática pedagógica: elementos para a compreensão da complexa teia que envolve a Educação Física na dinâmica escolar. Currículo Básico Comum. Secretaria de Estado da Educação do Espírito Santo. RS: Ed. Avaliação diagnóstica ESTRATÉGIAS DE RECUPERAÇÃO PARALELA Estratégias/Atividades Carga horária Ocorrerá de acordo com a Duas horas/aula. Parâmetros curriculares nacionais. 2001. Amarílio (Org). Pesquisa histórica na educação física. • Mexa-se – Fabio Saba. v. In: ___. Brasília. . In: FERREIRA NETO. Perspectivas para compreender e transformar as contribuições da educação física na constituição dos saberes escolares. TRIMESTRAL Estratégias/Atividades Carga horária Ocorrerá ao final do trimestre 02 horas quando o aluno não atingir a média e terá valor de 30 pontos.

Construir competências desde a escola.br • www.com. 1992.uol. Philipe.com. 349 p. A construção de competências nas aulas de educação física da educação básica. O saber e o fazer pedagógico da educação física na cultura escolar: o que é um componente curricular? In: CAPARROZ. • Acervo pessoal.1. investigação e intervenção.PERRENOUD. Francisco Eduardo (Org. Sao Paulo: Papirus. 192 p. (1).boasaude.educacaofisica. GALLARDO. Jorge Sergio Perez. São Paulo: Scipione. Metodologia do ensino de educação física. 96 p.). A pratica de ensino em educação física: A criação em movimento.org • www.wikipedia. João Batista.br • Programas de televisão com mundiais das modalidades e entrevistas. 1999. ES: PROTEORIA.espn. MIAN.br • www. 2009.com • www. São Paulo: Cortez. In: SOARES. SCAGLIA. SANTOS. 151 p. Robson. FREIRE. Carmem Lúcia et al. • www. ed. PARA ENSINAR EDUCAÇÃO FÍSICA: POSSIBILIDADES DE INTERVENÇÃO NA ESCOLA. SCAGLIA. 2010. . TURISMO: ATIVIDADES PARA RECREAÇÃO E LAZER. João Batista.com. v. Educação física escolar: política. São Paulo: FTD. 2001.quadrodemedalhas. São Paulo: Textonovo. Gisele Franco de Lima. 2004. Marílio.Vitória. 6. 2010. Alcides José. Alcides José. Porto Alegre: Artmed. SOUZA JÚNIOR. FREIRE. EDUCAÇÃO COMO PRÁTICA CORPORAL.

e suas características fundamentais. futsal e basquete ( alongamento. os Diferenciar e experimentar várias materiais e o espaço visando à inclusão de si e do maneiras de jogar um desporto. Desenvolver a capacidade de adaptar as regras. Reconhecer as diferenças e características relacionadas ao gênero na prática das modalidades esportivas. Construir jogos. fundamentos técnicos básicos e noções de regras). COMPETÊNCIA Conhecer as diversas modalidades esportivas Vivenciar e reconhecer e diferentes tipos instituídas socialmente e praticadas em outros países de jogos. características dos jogos. Vivenciar as práticas corporais desportivas. HABILIDADE . Compreender as diferentes formas de organização Reconhecer os diferentes tipos de jogos desportiva. Entender as regras.IDENTIFICAÇÃO DO PLANO Escola: Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio “Pedreiras” Série: 6ª série Área de Conhecimento: Linguagens e Códigos Disciplina: Educação Física Professora: Lidiane de Fátima Uliana Carga Horária Trimestral: 27 aulas CONTEÚDO Jogos de raciocínio jogos pré-desportivos. outro. e no Brasil. técnicas e táticas de cada desporto.

Coreografias de dança. como Língua Portuguesa. Dança Folclórica. Ritmo. imitando. Conhecer os vários tipos e as variadas maneiras de experimentar os jogos. diferentes culturais eventos Reconhecer as organizações técnicotáticas dos diferentes jogos. Organização de festivais de dança. Compreender e vivenciar os aspectos relacionados à repetição e à qualidade do movimento no gesto esportivo. Arte. Atletismo. bem como criar novas formas de organização. materiais e espaço visando à inclusão de si e do outro. Identificação do ritmo pessoal e grupal. Identificar as características das danças estudadas.História da Dança. Conhecer as manifestações nacional e local. Relacionar diferentes tipos de danças folclóricas. Conhecer a história das danças estudadas. Características das danças. Reconhecer a necessidade de adaptar regras. Os grandes esportivos. pequenas coreografias a partir dos movimentos aprendidos e incorporados no contexto social. Aplicar habilidades motoras específicas dos esportes. INTERDISCIPLINARIDADE E CONTEXTUALIZAÇÃO Atividade(s) Pontos de contato Área de Contato (conteúdos ou temas) Dança – em variados aspectos. _ Explorar as diferentes formas de jogo desenvolvidas historicamente. Reconhecer e identificar gestos e movimentos observados na dança. Educação Física e Inglês. . recriando. mantendo suas características. Construir coletivamente. Variação de movimentos do corpo de acordo com as melodias das músicas. Identificar atividades rítmicas e expressivas presentes na dança como manifestação da cultura corporal. Identificar as possibilidades de movimentos dos diferentes segmentos do corpo na realização da dança.

a disciplina responsável. dentre outros.expressão corporal. corporal. .Música. a sensibilidade. que resulta como uma conseqüência na melhoria da qualidade do processo de ensino –aprendizagem. aspectos. ouvir uma musica.Comemoração do dia do estudante. criatividade. . Projeto Projeto Canção e Aprendizagem: “Uma experiência harmônica na Escola” O ensina da musica na escola serve como veiculo de socialização e formação integral do individuo.Comemoração do dia do estudante. Uma proposta de ensino que deseja envolver o educando com a musica deve considerar as múltiplas referencias sonoras aliadas à construção da sensibilidade e do pensar/ouvir crítico. alem de despertar vocações artísticas e o gosto pelas atividades culturais. representação cultural. expressão corporal. a auto-estima. o senso crítico. entre outros. dança ritmo. história. a distinguir sons e proporciona uma melhoria na concentração. representação cultural. criatividade. . Arte. solidariedade. entre outros. expressão corporal. Aprender a tocar um instrumento. história.Música. dança ritmo. música. . aprender a ouvir. Propicia a oportunidade de desenvolver e aprimorar os princípios de cidadania. exercício físico regular. como expressão Educação Física e Inglês. música. . exercício físico regular. exige disciplina e dedicação. O presente projeto vem destacar a importância de se trabalhar a música em sala de aula enquanto modalidade textual e Pontos de contato (conteúdos ou temas) Área de Contato Dança – em variados Língua Portuguesa.

Avaliação da parte prática por meio da observação da participação dos alunos. favorecendo a aquisição de um conhecimento cada vez mais elaborado. Material Data show Filmes TV DVD (Especificar a utilização de materiais que não fazem parte do dia a dia da sala de aula) ESPAÇOS PEDAGÓGICOS Quadro branco Laboratório de informática Biblioteca escolar Pátio Quadra Sala de aula da escola PROPOSTAS DE AVALIAÇÃO Avaliação da parte teórica por meio de trabalhos escritos e/ou apresentados e provas. A idéia é dar oportunidade aos jovens e crianças ao aprendizado musical. propiciando ainda a socialização de sugestões de ações e atividades conjuntas. desenvolvendo a interação social. Avaliação da participação nos projetos do trimestre. proporcionando nova opção de lazer à população. o respeito pelo outro e a harmonia gerando união entre o grupo.promover momentos de descontração e aprendizado ao mesmo tempo. . Avaliação diagnóstica MATERIAIS DE APOIO PEDAGÓGICO Quantidade De acordo com a necessidade das aulas durante o trimestre.

Francisco Eduardo. Discurso e prática pedagógica: elementos para a compreensão da complexa teia que envolve a Educação Física na dinâmica escolar. Ijuí. In: FERREIRA NETO. Schubert e Roth. 2001. In: ___. 2003. 2002. Perspectivas para compreender e transformar as contribuições da educação física na constituição dos saberes escolares.1. investigação e intervenção. Vitória. Elenor. KUNZ. Philipe. CAPARROZ. SANTOS. Amarílio (Org). Pesquisa histórica na educação física. 2004. 2001. ES: PROTEORIA. v. • Programa Globo Reporter. Transformação didático-pedagógica do esporte. 1998. Unijuí. Gisele Franco de Lima.ESTRATÉGIAS DE RECUPERAÇÃO PARALELA Estratégias/Atividades Carga horária Ocorrerá de acordo com a Duas horas/aula. ES: PROTEORIA. Educação física escolar: política. Vitória. 18 Pontos. (Indicar como será feita a recuperação paralela e trimestral) Pontuação 30 pontos Pontuação BIBLIOGRAFIA / FONTES DE PESQUISA • CBC. Porto Alegre: Artmed. • Manual de handebol – treinamento de base para crianças e adolescentes – Ehret. Secretaria de Estado da Educação do Espírito Santo. necessidade da turma. Construir competências desde a escola. Parâmetros curriculares nacionais. RS: Ed. 6. TRIMESTRAL Estratégias/Atividades Carga horária Ocorrerá ao final do trimestre 02 horas quando o aluno não atingir a média e terá valor de 30 pontos. 2009. Späte. ______. • Kit esportivo ______. • Alongue-se – Bob Anderson. • Mexa-se – Fabio Saba. Currículo Básico Comum. PERRENOUD. A construção de competências nas aulas de educação física da educação básica. DF: MEC. Brasília. 2008. In: . 1999. v.

EDUCAÇÃO COMO PRÁTICA CORPORAL. Alcides José.com.uol. ES: PROTEORIA. São Paulo: Textonovo. Jorge Sergio Perez.org • www. FREIRE. 2004.br • www.quadrodemedalhas. 2010. 2001. SCAGLIA. Marílio.Vitória. investigação e intervenção. 192 p. Metodologia do ensino de educação física. São Paulo: Cortez. • www. SOUZA JÚNIOR. Educação física escolar: política. 349 p. O saber e o fazer pedagógico da educação física na cultura escolar: o que é um componente curricular? In: CAPARROZ. (1).wikipedia. SCAGLIA. FREIRE.educacaofisica. 151 p.boasaude. v.com • www.com. GALLARDO. São Paulo: FTD. Carmem Lúcia et al.SOARES.com. 2010. 96 p.espn. 2009. Sao Paulo: Papirus. PARA ENSINAR EDUCAÇÃO FÍSICA: POSSIBILIDADES DE INTERVENÇÃO NA ESCOLA. João Batista. TURISMO: ATIVIDADES PARA RECREAÇÃO E LAZER. MIAN.).br • www. .1. 6. Alcides José. A pratica de ensino em educação física: A criação em movimento. São Paulo: Scipione.br • Programas de televisão com mundiais das modalidades e entrevistas. Francisco Eduardo (Org. • Acervo pessoal. Robson. ed. João Batista. 1992.

Reconhecer as organizações técnicotáticas dos diferentes jogos. técnicas e táticas de cada desporto. Reconhecer as diferenças e características relacionadas ao gênero na prática das modalidades esportivas.IDENTIFICAÇÃO DO PLANO Escola: Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio “Pedreiras” Série: 7ª série Área de Conhecimento: Linguagens e Códigos Disciplina: Educação Física Professora: Lidiane de Fátima Uliana Carga Horária Trimestral: 27 aulas CONTEÚDO Jogos de raciocínio jogos pré-desportivos. outro. os Diferenciar e experimentar várias materiais e o espaço visando à inclusão de si e do maneiras de jogar um desporto. COMPETÊNCIA Conhecer as diversas modalidades esportivas Vivenciar e reconhecer e diferentes tipos instituídas socialmente e praticadas em outros países de jogos. Vivenciar as práticas corporais desportivas. HABILIDADE . Compreender as diferentes formas de organização Reconhecer os diferentes tipos de jogos desportiva. e no Brasil. características dos jogos. Entender as regras. e suas características fundamentais. futsal e basquete ( alongamento. fundamentos técnicos básicos e noções de regras). Desenvolver a capacidade de adaptar as regras. bem como criar novas formas de organização. Construir jogos.

Ritmo. exercício físico regular. Os grandes esportivos. expressão corporal. entre outros. Características das danças. Educação Física e Inglês. Conhecer as manifestações nacional e local. materiais e espaço visando à inclusão de si e do outro. Aplicar habilidades motoras específicas dos esportes. recriando.História da Dança. Arte. Identificação do ritmo pessoal e grupal. música. Identificar atividades rítmicas e expressivas presentes na dança como manifestação da cultura corporal. Identificar as características das danças estudadas. . mantendo suas características. Conhecer a história das danças estudadas. Conhecer os vários tipos e as variadas maneiras de experimentar os jogos. Relacionar diferentes tipos de danças folclóricas. representação cultural. Variação de movimentos do corpo de acordo com as melodias das músicas. Dança Folclórica. Atletismo. como Língua Portuguesa. Construir coletivamente. imitando. _ Explorar as diferentes formas de jogo desenvolvidas historicamente. Organização de festivais de dança. Coreografias de dança. diferentes Identificar as possibilidades de culturais movimentos dos diferentes segmentos do corpo na realização da dança. Compreender e vivenciar os aspectos relacionados à repetição e à qualidade do movimento no gesto esportivo. pequenas coreografias a partir dos movimentos aprendidos e incorporados no contexto social. INTERDISCIPLINARIDADE E CONTEXTUALIZAÇÃO Atividade(s) Pontos de contato Área de Contato (conteúdos ou temas) Dança – em variados aspectos. Reconhecer e identificar gestos e eventos movimentos observados na dança. história. Reconhecer a necessidade de adaptar regras.

entre outros.Comemoração do dia do estudante. Propicia a oportunidade de desenvolver e aprimorar os princípios de cidadania. desenvolvendo a interação social. aspectos. a distinguir sons e proporciona uma melhoria na concentração. Aprender a tocar um instrumento. música. dentre outros. expressão corporal. Projeto Projeto Canção e Aprendizagem: “Uma experiência harmônica na Escola” O ensina da musica na escola serve como veiculo de socialização e formação integral do individuo. a auto-estima. exercício físico regular. Arte. como expressão Educação Física e Inglês. dança ritmo. a disciplina responsável. história. aprender a ouvir. o senso crítico. o Pontos de contato (conteúdos ou temas) Área de Contato Dança – em variados Língua Portuguesa. propiciando ainda a socialização de sugestões de ações e atividades conjuntas. representação cultural. . corporal. criatividade. . a sensibilidade.Música.. exige disciplina e dedicação. alem de despertar vocações artísticas e o gosto pelas atividades culturais. ouvir uma musica. . solidariedade. dança ritmo. O presente projeto vem destacar a importância de se trabalhar a música em sala de aula enquanto modalidade textual e promover momentos de descontração e aprendizado ao mesmo tempo. Uma proposta de ensino que deseja envolver o educando com a musica deve considerar as múltiplas referencias sonoras aliadas à construção da sensibilidade e do pensar/ouvir crítico. expressão corporal. criatividade. que resulta como uma conseqüência na melhoria da qualidade do processo de ensino –aprendizagem.Música. .Comemoração do dia do estudante.

Avaliação da participação nos projetos do trimestre.respeito pelo outro e a harmonia gerando união entre o grupo. Avaliação da parte prática por meio da observação da participação dos alunos. Avaliação diagnóstica ESTRATÉGIAS DE RECUPERAÇÃO PARALELA MATERIAIS DE APOIO PEDAGÓGICO Quantidade De acordo com a necessidade das aulas durante o trimestre . Material Data show Filmes TV DVD (Especificar a utilização de materiais que não fazem parte do dia a dia da sala de aula) ESPAÇOS PEDAGÓGICOS Quadro branco Laboratório de informática Biblioteca escolar Pátio Quadra Sala de aula da escola PROPOSTAS DE AVALIAÇÃO Avaliação da parte teórica por meio de trabalhos escritos e/ou apresentados e provas. proporcionando nova opção de lazer à população. A idéia é dar oportunidade aos jovens e crianças ao aprendizado musical. favorecendo a aquisição de um conhecimento cada vez mais elaborado.

In: ___. 2004. ES: PROTEORIA. TRIMESTRAL Estratégias/Atividades Carga horária Ocorrerá ao final do trimestre 02 horas quando o aluno não atingir a média e terá valor de 30 pontos. Amarílio (Org). Elenor. RS: Ed. 2009. KUNZ. Vitória. Porto Alegre: Artmed. (Indicar como será feita a recuperação paralela e trimestral) Pontuação 30 pontos BIBLIOGRAFIA / FONTES DE PESQUISA • CBC. • Kit esportivo ______. Secretaria de Estado da Educação do Espírito Santo. Construir competências desde a escola. Pontuação 18 Pontos. CAPARROZ. 6. ES: PROTEORIA. . • Mexa-se – Fabio Saba. Francisco Eduardo (Org.). Vitória. Marílio. O saber e o fazer pedagógico da educação física na cultura escolar: o que é um componente curricular? In: CAPARROZ. ______. Francisco Eduardo. Parâmetros curriculares nacionais. DF: MEC. Carmem Lúcia et al. v. Pesquisa histórica na educação física. Transformação didático-pedagógica do esporte. SANTOS.1. Educação física escolar: política. Brasília. Ijuí. In: SOARES. 2001. Metodologia do ensino de educação física. 2002. Späte. investigação e intervenção. necessidade da turma. 1999. Schubert e Roth. São Paulo: Cortez. Educação física escolar: política. investigação e intervenção. Unijuí. ES: PROTEORIA. v. Currículo Básico Comum. Perspectivas para compreender e transformar as contribuições da educação física na constituição dos saberes escolares.Estratégias/Atividades Carga horária Ocorrerá de acordo com a Duas horas/aula.1. SOUZA JÚNIOR. 2003. • Manual de handebol – treinamento de base para crianças e adolescentes – Ehret. • Alongue-se – Bob Anderson. • Programa Globo Reporter. 2001. In: FERREIRA NETO. Discurso e prática pedagógica: elementos para a compreensão da complexa teia que envolve a Educação Física na dinâmica escolar.Vitória. Philipe. Gisele Franco de Lima. 2001. A construção de competências nas aulas de educação física da educação básica. 1992. v. 2008. 1998. PERRENOUD.

com.educacaofisica. Alcides José. João Batista. 151 p. 96 p. MIAN.boasaude.com. SCAGLIA. 2010. FREIRE.org • www. João Batista. São Paulo: Scipione. ed.br • www. Jorge Sergio Perez. 192 p. São Paulo: FTD. 2010. • www. Robson. 2009. PARA ENSINAR EDUCAÇÃO FÍSICA: POSSIBILIDADES DE INTERVENÇÃO NA ESCOLA.wikipedia.br • Programas de televisão com mundiais das modalidades e entrevistas. TURISMO: ATIVIDADES PARA RECREAÇÃO E LAZER.br • www. • Acervo pessoal. 2004. São Paulo: Textonovo. 349 p. (1). . Alcides José.uol. Sao Paulo: Papirus. EDUCAÇÃO COMO PRÁTICA CORPORAL. 6. A pratica de ensino em educação física: A criação em movimento.espn.com. SCAGLIA. FREIRE.com • www.quadrodemedalhas.GALLARDO.

técnicas e táticas de cada desporto. fundamentos técnicos básicos e noções de regras). Desenvolver a capacidade de adaptar as regras. e suas características fundamentais. Vivenciar as práticas corporais desportivas. COMPETÊNCIA Conhecer as diversas modalidades esportivas Vivenciar e reconhecer e diferentes tipos instituídas socialmente e praticadas em outros países de jogos. e no Brasil.IDENTIFICAÇÃO DO PLANO Escola: Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio “Pedreiras” Série: 8ª série Área de Conhecimento: Linguagens e Códigos Disciplina: Educação Física Professora: Lidiane de Fátima Uliana Carga Horária Trimestral: 27 aulas CONTEÚDO Jogos de raciocínio jogos pré-desportivos. Reconhecer as organizações técnicoHABILIDADE . futsal e basquete ( alongamento. os Diferenciar e experimentar várias materiais e o espaço visando à inclusão de si e do maneiras de jogar um desporto. outro. Construir jogos. características dos jogos. Compreender as diferentes formas de organização Reconhecer os diferentes tipos de jogos desportiva. Reconhecer as diferenças e características relacionadas ao gênero na prática das modalidades esportivas. Entender as regras.

Educação Física e Inglês. Conhecer os vários tipos e as variadas maneiras de experimentar os jogos. Identificar as possibilidades de movimentos dos diferentes segmentos do corpo na realização da dança. Relacionar diferentes tipos de danças folclóricas. Dança Folclórica. Identificar atividades rítmicas e expressivas presentes na dança como manifestação da cultura corporal. Coreografias de dança. Arte.História da Dança. Reconhecer a necessidade de adaptar regras. imitando. Identificar as características das danças estudadas. Conhecer as manifestações nacional e local. recriando. Reconhecer e identificar gestos e movimentos observados na dança. Aplicar habilidades motoras específicas dos esportes. Atletismo. Identificação do ritmo pessoal e grupal. Ritmo. expressão corporal. história. pequenas coreografias a partir dos movimentos aprendidos e incorporados no contexto social. como Língua Portuguesa. Organização de festivais de dança. Os grandes esportivos. música. . _ Explorar as diferentes formas de jogo desenvolvidas historicamente. Compreender e vivenciar os aspectos relacionados à repetição e à qualidade do movimento no gesto esportivo. Características das danças. Variação de movimentos do corpo de acordo com as melodias das músicas. Conhecer a história das danças estudadas. Construir coletivamente. diferentes culturais eventos táticas dos diferentes jogos. INTERDISCIPLINARIDADE E CONTEXTUALIZAÇÃO Atividade(s) Pontos de contato Área de Contato (conteúdos ou temas) Dança – em variados aspectos. bem como criar novas formas de organização. materiais e espaço visando à inclusão de si e do outro. mantendo suas características.

corporal. alem de despertar vocações artísticas e o gosto pelas atividades culturais. Propicia a oportunidade de desenvolver e aprimorar os princípios de cidadania. entre outros. ouvir uma musica.Música. Aprender a tocar um instrumento. exige disciplina e dedicação. como expressão Educação Física e Inglês. Projeto Projeto Canção e Aprendizagem: “Uma experiência harmônica na Escola” O ensina da musica na escola serve como veiculo de socialização e formação integral do individuo. a distinguir sons e proporciona uma melhoria na concentração. aprender a ouvir. Uma proposta de ensino que deseja envolver o educando com a musica deve considerar as múltiplas referencias sonoras aliadas à construção da sensibilidade e do pensar/ouvir crítico. entre outros. expressão corporal. a disciplina responsável. O presente projeto vem destacar a importância de se trabalhar a música em sala de aula enquanto modalidade textual e promover momentos de descontração e aprendizado ao mesmo Pontos de contato (conteúdos ou temas) Área de Contato Dança – em variados Língua Portuguesa.Música. . exercício físico regular.representação cultural. criatividade. representação cultural. expressão corporal. dança ritmo. solidariedade. música. história. dança ritmo. . criatividade. Arte. a sensibilidade. exercício físico regular.Comemoração do dia do estudante. . . aspectos. a auto-estima. dentre outros. . que resulta como uma conseqüência na melhoria da qualidade do processo de ensino –aprendizagem. o senso crítico.Comemoração do dia do estudante.

proporcionando nova opção de lazer à população. Avaliação da parte prática por meio da observação da participação dos alunos. desenvolvendo a interação social.tempo. propiciando ainda a socialização de sugestões de ações e atividades conjuntas. MATERIAIS DE APOIO PEDAGÓGICO Quantidade De acordo com a necessidade das aulas durante o trimestre Material Data show Filmes TV DVD (Especificar a utilização de materiais que não fazem parte do dia a dia da sala de aula) ESPAÇOS PEDAGÓGICOS Quadro branco Laboratório de informática Biblioteca escolar Pátio Quadra Sala de aula da escola PROPOSTAS DE AVALIAÇÃO Avaliação da parte teórica por meio de trabalhos escritos e/ou apresentados e provas. Avaliação da participação nos projetos do trimestre. favorecendo a aquisição de um conhecimento cada vez mais elaborado. Avaliação diagnóstica ESTRATÉGIAS DE RECUPERAÇÃO PARALELA . o respeito pelo outro e a harmonia gerando união entre o grupo. A idéia é dar oportunidade aos jovens e crianças ao aprendizado musical.

Brasília. Porto Alegre: Artmed. 2001. Pesquisa histórica na educação física. Perspectivas para compreender e transformar as contribuições da educação física na constituição dos saberes escolares. 6. TRIMESTRAL Estratégias/Atividades Carga horária Ocorrerá ao final do trimestre 02 horas quando o aluno não atingir a média e terá valor de 30 pontos. Metodologia do ensino de educação física. necessidade da turma. Pontuação 18 Pontos. Vitória. Educação física escolar: política.1. 2009. 1999. Gisele Franco de Lima. PERRENOUD. 1992. Schubert e Roth. 2008. Discurso e prática pedagógica: elementos para a compreensão da complexa teia que envolve a Educação Física na dinâmica escolar. Currículo Básico Comum. A construção de competências nas aulas de educação física da educação básica. v. Unijuí. KUNZ. ES: PROTEORIA. ES: PROTEORIA. Educação física escolar: política. ES: PROTEORIA. investigação e intervenção. Construir competências desde a escola.Estratégias/Atividades Carga horária Ocorrerá de acordo com a Duas horas/aula. 2003. In: FERREIRA NETO. Francisco Eduardo. . 1998. Philipe. Späte. 2001. SOUZA JÚNIOR. CAPARROZ. v. • Manual de handebol – treinamento de base para crianças e adolescentes – Ehret. Transformação didático-pedagógica do esporte. SANTOS.Vitória. (Indicar como será feita a recuperação paralela e trimestral) Pontuação 30 pontos BIBLIOGRAFIA / FONTES DE PESQUISA • CBC. ______. 2002. Carmem Lúcia et al. Francisco Eduardo (Org. Parâmetros curriculares nacionais. • Mexa-se – Fabio Saba. In: SOARES. Amarílio (Org). Vitória. • Kit esportivo ______. 2001. In: ___. Elenor.). • Programa Globo Reporter. investigação e intervenção. Marílio. DF: MEC. • Alongue-se – Bob Anderson. Secretaria de Estado da Educação do Espírito Santo. São Paulo: Cortez. Ijuí. v. RS: Ed. 2004.1. O saber e o fazer pedagógico da educação física na cultura escolar: o que é um componente curricular? In: CAPARROZ.

A pratica de ensino em educação física: A criação em movimento. Jorge Sergio Perez.br • www. Robson. 2010.GALLARDO. SCAGLIA.boasaude. SCAGLIA.com. Alcides José.educacaofisica.br • www. São Paulo: Scipione. 2010. • www.com • www. . 349 p. São Paulo: Textonovo. TURISMO: ATIVIDADES PARA RECREAÇÃO E LAZER. João Batista. • Acervo pessoal. MIAN. João Batista.com.wikipedia.org • www. 2004. ed.quadrodemedalhas. FREIRE. 96 p. FREIRE.br • Programas de televisão com mundiais das modalidades e entrevistas. Alcides José. EDUCAÇÃO COMO PRÁTICA CORPORAL. PARA ENSINAR EDUCAÇÃO FÍSICA: POSSIBILIDADES DE INTERVENÇÃO NA ESCOLA. São Paulo: FTD. 192 p. Sao Paulo: Papirus. (1). 2009.uol. 151 p.com.espn. 6.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->