Você está na página 1de 13

1ª Sessão: Dos Fundamentos

• Definição
O Escotismo é um movimento educacional de
jovens, voluntário, sem vínculos político
partidários, com a colaboração de adultos, que
valoriza a participação de pessoas de todas as
origens sociais, raças e crenças, de acordo com o
Propósito, os Princípios e o Método Escoteiro
concebidos pelo fundador, Baden-Powell.

www.ueb-df.org.br
1ª Sessão: Dos Fundamentos
• Propósito
O Propósito do Movimento Escoteiro é contribuir
para que jovens assumam seu próprio
desenvolvimento, especialmente do caráter,
ajudando-os a realizar suas plenas potencialidades
físicas, intelectuais, sociais, afetivas e espirituais,
como cidadãos responsáveis, participantes e úteis em
suas comunidades, conforme definido no Projeto
Educativo da União dos Escoteiros do Brasil.

www.ueb-df.org.br
1ª Sessão: Dos Fundamentos
• Princípios
Os Princípios do Movimento Escoteiro são os
ideais de conduta definidos na Promessa e Lei
Escoteiras, que caracterizam o Espírito Escoteiro,
e que representam um compromisso de vivência,
inclusive fora do Escotismo, ajustando-se aos
progressivos graus de maturidade do indivíduo.

www.ueb-df.org.br
2ª Sessão: Posição do Escotismo
O Escotismo, como força educativa, se propõe a
complementar a formação que cada criança ou jovem
recebe de sua família, de sua escola e de seu credo
religioso, e de nenhum modo deve substituir essas
instituições.
A União dos Escoteiros do Brasil - UEB não está
ligada a qualquer organização político-partidária.
Seus membros, quando usando o traje/uniforme
escoteiro, ou quando representando o Movimento
Escoteiro, devem abster-se de tomar parte em
reuniões ou atividades político-partidárias.

www.ueb-df.org.br
3ª Sessão: Participação Voluntária
A UEB não admite nem permite:
a) qualquer forma de pressão sobre os jovens ou seus
pais, exercida por parentes, superiores
hierárquicos ou quaisquer outras pessoas, visando
levar os jovens a ingressarem no Escotismo contra
sua vontade.
b) o uso do uniforme ou do traje escoteiro como
vestimenta diária adotada por qualquer outra
instituição:
c) qualquer obrigatoriedade em ser membro do
Movimento Escoteiro dentro de instituição
ou para nelas ingressar;

www.ueb-df.org.br
3ª Sessão: Participação Voluntária
Quem são os adultos no Grupo Escoteiro
Os adultos são designados como escotistas ou
dirigentes institucionais, que devem ser
pessoas idôneas que voluntariamente se
dispõem a servir à juventude e à comunidade,
por acreditarem na eficácia do Escotismo
como instrumento de educação, sem visar
qualquer forma de vantagens, direta ou
indiretas, ou de recompensa pecuniária.
www.ueb-df.org.br
3ª Sessão: Participação Voluntária
Escotistas - são sócios da Dirigentes – São sócios da
UEB que, possuindo UEB que, possuindo
capacitação preestabelecida capacitação preestabelecida
para o fim a que se para o fim a que se
propõem, foram designados propõem, foram eleitos ou
para ocupar cargos e exercer designados para ocupar
funções que impliquem cargos e exercer funções
envolvimento direto e relacionadas a gestão
permanente com os jovens institucional, tais como
na aplicação do programa membros das diretorias,
de jovens, tais como comissões fiscais
responsáveis por seção, seus e outros.
assistentes e outros
www.ueb-df.org.br
4ª Sessão: A vida no Grupo Escoteiro

O Grupo Escoteiro ou a Seção Autônoma, é a


organização local destinada a proporcionar a
prática do Escotismo aos seus membros,
devendo ser organizada e constituída na forma
do estatuto da UEB, do POR, do estatuto do GE
e das normas pertinentes baixadas pela Direção
Nacional, a fim de que possa obter e manter o
reconhecimento da UEB.

www.ueb-df.org.br
4ª Sessão: A vida no Grupo Escoteiro

O Grupo Escoteiro deve ter por objetivo tornar-


se completo, isto é, ser co-educativo e atender
aos quatro ramos, de modo a oferecer aos seus
membros juvenis o programa de jovens integral,
progressivo e contínuo. Para isso o Grupo
Escoteiro deve buscar contar com todas as
seções escoteiras.

➔ Falar sobre as normas do Grupo Escoteiro.

www.ueb-df.org.br
5ª Sessão: Para participar do
Movimento Escoteiro
Quem pode participar?
A partir dos sete anos de idade qualquer pessoa pode
entrar no Movimento Escoteiro e permanecer para o
resto da vida! As crianças e jovens participam como
membros beneficiários, enquanto os adultos atuam
no processo educacional ou na área administrativa,
sempre participando de um sistema de formação
continuada que os habilita para o desenvolvimento
das tarefas afetas à função escolhida.

www.ueb-df.org.br
5ª Sessão: Para participar do
Movimento Escoteiro
Como funciona na prática?
As crianças e jovens participam de inúmeras
atividades extremamente atraentes, progressivas e
variadas (excursões, jogos, acampamentos,
aprendizados de técnicas úteis, serviço comunitário
etc.), orientados por adultos devidamente preparados,
oferecendo oportunidades para a aquisição e vivência
de valores fundamentais, desenvolvimento harmônico
das potencialidades definidas no Propósito do
Escotismo e alcance dos objetivos educacionais
definidos para cada faixa etária, valorizando a vida em
equipe e o aprendizado pela prática, em ambiente
fraterno e edificante.

www.ueb-df.org.br
5ª Sessão: Para participar do
Movimento Escoteiro
Por quê participar?
A sociedade tem visto o Escotismo, cada dia
mais, como uma oportunidade saudável a ser
oferecida aos jovens, em apoio e
complementação à formação oferecida pela
família e pela escola. O Escotismo é praticado
em 216 países e territórios, possuindo um
efetivo mundial superior a 28 milhões de
participantes e uma existência solidificada ao
longo de quase um século de atuação.

www.ueb-df.org.br
Visite o site da
União dos Escoteiros do Brasil
Região do Distrito Federal

www.ueb-df.org.br

www.ueb-df.org.br

Interesses relacionados