Você está na página 1de 10
NBR 8452 FEV 1998 Postes de concreto armado para redes de distribuição de energia elétrica -
NBR 8452
FEV 1998
Postes de concreto armado para redes
de distribuição de energia elétrica -
ABNT-Associação
Brasileira de
Normas Técnicas
Padronização
Sede:
Rio de Janeiro
Av. Treze de Maio, 13 - 28º andar
CEP 20003-900 - Caixa Postal 1680
Rio de Janeiro - RJ
Tel.: PABX (021) 210-3122
Fax: (021) 240-8249/532-2143
Endereço Telegráfico:
NORMATÉCNICA
Origem: Projeto NBR 8452:1997
CB-03 - Comitê Brasileiro de Eletricidade
CE-03:513.02 - Comissão de Estudo de Materiais para Redes de Distribuição
Aérea em Concreto (postes, cruzetas e placas)
NBR 8452 - Reinforced concrete pole for electric power distribution lines -
Copyright © 1998,
ABNT–Associação Brasileira
de Normas Técnicas
Printed in Brazil/
Impresso no Brasil
Todos os direitos reservados
Standardization
Descriptor: Concrete pole
Esta Norma substitui a NBR 8452:1984
Válida a partir de 30.03.1998
Palavra-chave: Poste de concreto 10 páginas
Sumário
Prefácio
1
Objetivo
aéreas urbanas e rurais de distribuição de energia elé-
trica, cujas condições exigíveis para fabricação e recebi-
mento estão especificadas na NBR 8451.
2
Referência normativa
3
Requisitos específicos
2
Referência normativa
ANEXOS
A Tabelas
B Figuras
Prefácio
A ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas - é
o Fórum Nacional de Normalização. As Normas Brasi-
leiras, cujo conteúdo é de responsabilidade dos Comitês
Brasileiros (CB) e dos Organismos de Normalização Se-
A norma relacionada a seguir contém disposições que,
ao serem citadas neste texto, constituem prescrições para
esta Norma. A edição indicada estava em vigor no mo-
mento desta publicação. Como toda norma está sujeita a
revisão, recomenda-se àqueles que realizam acordos
com base nesta que verifiquem a conveniência de se
usar a edição mais recente da norma citada a seguir. A
ABNT possui a informação das normas em vigor em um
dado momento.
torial (ONS), são elaboradas por Comissões de Estudo
(CE), formadas por representantes dos setores envolvi-
dos, delas fazendo parte: produtores, consumidores e
neutros (universidades, laboratórios e outros).
NBR 8451:1998 - Postes de concreto armado para
redes de distribuição de energia elétrica - Especifi-
cação
Os Projetos de Norma Brasileira, elaborados no âmbito
3
Requisitos específicos
dos CB e ONS, circulam para Votação Nacional entre os
associados da ABNT e demais interessados.
3.1
Poste de concreto armado de seção circular
Esta revisão da NBR 8452:1984 incorpora novos padrões
de postes, com comprimentos de 13 m a 20 m e resistên-
cias nominais até 3 000 daN.
As características dos postes de concreto armado de se-
ção circular são apresentadas na tabela A.1 do anexo A
e figura B.1 do anexo B.
Nesta Norma são incluídos os anexos A e B, os quais têm
caráter normativo.
3.2
Poste de concreto armado de seção duplo T
1
Objetivo
Esta Norma padroniza os postes de concreto armado, de
seção circular ou duplo T, destinados ao suporte de redes
As características dos postes de concreto armado de se-
ção duplo T são apresentadas na tabela A.2 do anexo A
e figuras B.2a e B.2b do anexo B.
Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.
Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.

2

NBR 8452:1998

3.3 Identificação

aterramento. Para o poste de seção circular, a identi-

Os postes devem, preferencialmente, apresentar a identi- ficação gravada diretamente no concreto, de forma legível e indelével. Alternativamente, a identificação pode ser

ficação pode ficar alinhada com a furação de saída do cabo de aterramento, conforme a figura B.3 do anexo B.

feita com chapa metálica, resistente à corrosão, fixada

3.3.2 Identificação através de placa metálica

no concreto.

 

Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.

3.3.1 Identificação feita diretamente no concreto

A identificação feita diretamente no concreto deve atender

aos seguintes requisitos:

  • a) deve ser gravada em baixo relevo, com profundi-

Neste caso, além da placa deve existir um traço de refe- rência visível e indelével a 3 000 mm ± 50 mm da base do

A referência da identificação deve ser a aresta inferior

poste, conforme a figura B.5 do anexo B.

paralela e distante 4 m da base.

dade entre 2 mm e 5 mm, de forma legível e indelével

3.3.2.1

antes da cura total, da base para o topo, conforme a

Modelo da placa

figura B.3 do anexo B, na seguinte seqüência:

Conforme a figura B.4 do anexo B.

  • - traço de referência

a

uma distância de

3.3.2.2

3 000 mm ± 50 mm da base;

Descrição dos espaços da placa

Conforme a nota da figura B.4 do anexo B.

  • - traço demarcatório e a indicação “CG” na posição

do centro de gravidade;

3.3.2.3

 

Gravação

  • - data (dia, mês e ano) de fabricação;

  • - comprimento nominal em metros;

A gravação nos espaços 1 a 5 deve ser feita em baixo re-

levo, em uma profundidade nunca inferior a 0,5 mm.

3.3.2.4

Cor

  • - resistência nominal em decanewtons (da fa-

ce B, se o poste for duplo T);

A placa de identificação deve ser na cor natural da chapa.

  • - nome ou marca comercial do fabricante;

3.3.2.5 Fixação 3.3.2.6
3.3.2.5
Fixação
3.3.2.6

NOTA - Não é necessária a indicação das unidades.

A fixação da placa do poste deve ser feita pelo fabricante, no local indicado na figura B.5 do anexo B, através de

  • b) a identificação deve ficar alinhada paralelamente

método adequado que impeça o arrancamento da placa no transporte, manuseio ou durante a vida útil do poste.

ao eixo do poste, ter no máximo 2 000 mm de compri- mento e iniciar a 4 000 mm ± 50 mm da base;

Valor da resistência nominal

  • c) a largura máxima dos caracteres não deve nunca

ultrapassar 40% do diâmetro da seção transversal,

Deve ser gravado em baixo relevo, ou pintado na seção

de concreto do topo ou da base do poste, o número corres-

pondente à resistência nominal.

3.4 Furação para içamento

se o poste for circular, ou 60% da largura da face

lisa, se o poste for duplo T; em ambos os casos a

largura não deve ser inferior a 30 mm;

  • d) a identificação deve ficar defasada de 90° em

 

relação aos furos para saída do cabo de aterramento,

Os postes duplo T com comprimento nominal maior ou

igual a 15 m devem ter dois furos para içamento com

te ser duplo T, a identificação deve ficar na face lisa

diâmetro ø 32 mm ± 3 mm, distanciados um do outro

3,5 m, sendo um de cada lado do centro de gravidade.

conforme a figura B.3 do anexo B. No caso de o pos-

mais próxima dos furos para passagem do cabo de

 

Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.

/ANEXO A

NBR 8452:1998

3

Anexo A (normativo) Tabelas Tabela A.1 - Características dos postes de concreto armado de seção circular
Anexo A (normativo)
Tabelas
Tabela A.1 - Características dos postes de concreto armado de seção circular padronizados
Comprimento
nominal
L ± 0,05
Resistência
Momento fletor
nominal no plano
de aplicação de R n
(Notas 3 e 4) MA
Massa
Dimensões
nominal
aproximada
mm
Item
Tipo
(Nota 2)
R n
A ± 5
B ± 5
F ± 20
J ± 20
e ± 15
m
daN
daN x m
kg
(A) (B)
01
C-14
150
143
630
140
320 275
02
200
185
650
03
9 C-17
300
387
740
170
350 305
75
1 000
1 500
04
400
448
800
05
C-19
600
813
910
190
370 325
06
C-14
150
138
750
140 340
290
07
10
C-17
300
379
880
170 370
320
975
1 100
1 600
08
C-19
600
797
1 090
190 390
340
09
C-23
1 000
1 753
1 270
230 430
380
10
C-14
150
135
800 140
350 297
11
10,5
C-17
300
375
890 170
380
328
1 475
1 150
1 650
12
C-19
600
788
1 130
190 400
347
13
C-23
1 000
1 746
1 370
230
440 387
14
C-14
200
177
870
140
360 305
15
C-17
300
370
990
170
390 335
16
11
400
426
1 200
1 875
1 200
1700
17
C-19
600
880
1 260
190
410
355
18
C-23
1 000
1 930
1 520
230
450 395
19
C-29
1 500
(Nota 5)
(Nota 6)
290
510 455
20
C-17
300
361
1 130
170
410 350
21
400
414
1 300
22
12
C-19
600
880
1 440
190
430
370
2 775
1 300
1
800
23
C-23
1 000
1 930
1 770
230
470 410
24
C-29
2 000
(Nota 5)
(Nota 6)
290
530 470
25
3 000
26
C-17
300
(Nota 5)
1 225
170
430 365
27
13
C-19
600
858
1 680
190
450
385
2 775
1400
1
900
28
C-23
1 000
1 910
1 920
230
490 425
29
C-29
2 000
(Nota 5)
(Nota 6)
290
550 485
30
C-19
600
719 2
000
190
490 415
31
15
C-23
1 000
(Nota 5)
2
300
230
530
455
2 775
1
600
2
100
32
C-29
2 000
(Nota 5)
(Nota 6)
290
590 515
33
C-19
600
(Nota 5)
(Nota 6)
190
550 460
34
18
C-23
1 000
(Nota 5)
(Nota 6)
230
590
500
2 775
1
900
2
400
35
C-29
2 000
(Nota 5)
(Nota 6)
290
650 560
36
20
C-23
1 000
(Nota 5)
(Nota 6)
230
630
530
2 775
2
100
2
600
37
C-29
2 000
(Nota 5)
(Nota 6)
290
690 590
NOTAS
1
(A)
- Conicidade 20 mm/m.
(B)
- Conicidade 15 mm/m.
2
As massas são aproximadas e não possuem sentido normativo, não devendo ser exigida a sua observância, inclusive na
inspeção.
3
Valores mínimos para a distância do plano de aplicação de R n ao topo do poste igual a 100 mm.
4
Os valores da coluna MA foram obtidos experimentalmente.
5
Valor de MA em estudo.
6
Valor de massa em estudo.
Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.
Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.

4

NBR 8452:1998

Tabela A.2 - Características dos postes de concreto armado de seção duplo T padronizados Comprimento Resistência
Tabela A.2 - Características dos postes de concreto armado de seção duplo T padronizados
Comprimento
Resistência
nominal
nominal
Item
L ± 0,05
Tipo
Momento fletor
nominal no plano
de aplicação de R n
Massa
Dimensões
aproximada
mm
(Nota 1)
Face A
Face B
R n
m
daN
(Notas 2 e 3) MA
kg
F ± 20
J ± 20
e
± 15
daN x m
Topo
a ± 5
Base
A ± 5
Topo
b ± 5
Base
B ± 5
T + 20
- 5
M ± 15
Face A
Face B
Face A
Face B
01
D 75
150
119
164
470
120
264
100
190
02
100
200
160
220
03
9 150
300
129
180
75
1 000
1
500
3
025
3
000
04
B
200
400
170
240
750
140
392
110
290
05
300
600
258
360
06
B-1,5
500
1 000
(Nota 4)
1 026
182
434
140
320
07
D 75
150
117
158
550
120
280
100
200
08
10
B
150
300
123
169
900
140
420
110
310
975
1 100
1
600
3
025
3
000
09
300
600
245
338
10
B-1,5
500
1 000
663
911
1 150
182
462
140
340
11
D 75
150 115
155
600
120
288
100
205
12
B
150
300 120
164
980
140
434
110
320
13
10,5
300
600
239 327
1
475
1 150
1
650
3
025
3
000
14
B-1,5
500
1 000
652 890
1 240
182
476
140
350
15
B-4,5
1 000
2 000
2 444
3 477
1 840
266
560
200
410
16
D
100
200
117
159
720
120
296
100
210
3
025
3
000
17
150
300
152
203
18
11
B
200
400
202
270
1 050
140
448
110
330
1
875
1 200
1
700
4
525
4
500
Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.
Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.
19
300
600
234
317
20
B-1,5
500
1 000
640
869
1 330
182
490
140
360
21
150
300
111
149
22
B
200
400
148
198
1 210
140
476
110
350
23
12
300
600
222
298
2
775
1 300
1
800
4
525
4
500
24
B-1,5
500
1 000
618
829
1 520
182
518 140
380
25
B-4,5
1 000
2 000
(Nota 4)
2 100
266
602
200
440
26
B-6
1 500
3 000
4 741
6
431
2 600
308
644
230
470
27
13
B
150
300
126
168
1 400
140
504
110
370
2 775
1 400
1
900
4
525
4
500
28
300
600
251
335
29
15
B
300
600
230
307
1 800
140
560
110
410
2
775
1 600
2 100
4
525
4
500
30
B-6
1 500
3 000
(Nota 4)
(Nota 5)
308
728
230
530
31
18
B
300
600
212 282
2 750
140
644
110
470
2
775
1 900
2 400
4
525
4
500
NOTAS
1
As massas são aproximadas e não possuem sentido normativo, não devendo ser exigida a sua observância, inclusive na
inspeção.
2
Valores mínimos para distância do plano de aplicação de R n ao topo do poste:
-
Face A - cavada - 100 mm;
-
Face B - lisa - 100 mm.
3
Os valores de MA foram obtidos experimentalmente.
4
Valor de MA em estudo.
5
Valor de massa em estudo.
/ANEXO B

NBR 8452:1998

5

Anexo B (normativo) Figuras Dimensões em milímetros Figura B.1 - Poste de seção circular - Geral
Anexo B (normativo)
Figuras
Dimensões em milímetros
Figura B.1 - Poste de seção circular - Geral
Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.
Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.

6

NBR 8452:1998

Dimensões em milímetros Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A. Licença de uso exclusiva para Petrobrás
Dimensões em milímetros
Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.
Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.
Figura B.2a - Poste de seção duplo T - Geral

NBR 8452:1998

7

Dimensões em milímetros Figura B.2b - Poste de seção duplo T - Detalhe do topo Licença
Dimensões em milímetros
Figura B.2b - Poste de seção duplo T - Detalhe do topo
Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.
Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.

8

NBR 8452:1998

Dimensões em milímetros Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A. Licença de uso exclusiva para Petrobrás
Dimensões em milímetros
Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.
Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.
NOTAS - Alternativamente, a identificação do poste de seção circular pode ficar alinhada com a furação de saída do cabo de
aterramento, conforme 3.3.1.
Figura B.3 - Traço de referência para postes

NBR 8452:1998

9

Dimensões em milímetros 1) Espaço 1: para utilização da concessionária. 2) Espaço 2: para colocação dos
Dimensões em milímetros
1) Espaço 1: para utilização da concessionária.
2) Espaço 2: para colocação dos números representativos da data (dia, mês e ano) de fabricação dos postes, com, aproximadamente,
5 mm.
3) Espaço 3: para colocação do número representativo do comprimento nominal do poste (9; 10; 10,5; 11; 12; 13; 15; 18 e 20).
4) Espaço 4: para colocação do número representativo da resistência nominal do poste (150; 200; 300; 400; 600; 1 000; 1 500; 2 000 e
3 000), com, aproximadamente, 5 mm.
5) Espaço 5: para colocação do nome ou marca comercial do fabricante e do número de série de fabricação (este último quando
solicitado pela concessionária).
Figura B.4 - Placa de identificação gravada em chapa metálica
Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.
Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.

10

NBR 8452:1998

Dimensões em milímetros Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A. Licença de uso exclusiva para Petrobrás
Dimensões em milímetros
Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.
Licença de uso exclusiva para Petrobrás S.A.
NOTAS
1 A posição da identificação do poste duplo T com placa metálica deve ser conforme 3.3.1-d).
2 Alternativamente, a identificação do poste de seção circular pode ficar alinhada com a furação de saída do cabo de aterramento,
conforme a figura B.1.
Figura B.5 - Placa de identificação