TEATRO SOBRE A DENGUE

:
Autora do Texto: Liza Freitas NARRADOR: ---Era uma vez uma cidadezinha bonita, tranquila, cheia de gente feliz! As casinhas eram tranquilas, a floresta era tranquila, as ruas eram tranquilas, tudo estava em ordem e em seu lugar! Até que um dia... ENTRA EM CENA UMA MÃE, TRAZENDO O FILHINHO PELO BRAÇO. (FAZER UMA FACHADA ESCRI-TO HOSPITAL NO CENÁRIO): MÃE: --- Alguém me ajude! Meu filhinho está muito mal! UMA CRIANÇA VESTIDA DE MÉDICO APARECE: MÉDICO: --- Calma, senhora! O que ele está sentindo? MÃE: --- Está com febre, dor de cabeça, vômitos, dor de barriga, dor no corpo todo, chorando sem parar!!! MÉDICO: --- Venha, vamos ajudá-lo! ENTRAM NO HOSPITAL. DE REPENTE, SURGEM MAIS CRIANÇAS CHORANDO, COM SUAS MÃES. ENTRAM NO HOSPITAL ALGUMAS MÃES, TODAS COM OS FILHOS CHORANDO MUITO. NARRADOR: --- Ih, o que está acontecendo? Essa cidade era tão tranquila! ENTRA UMA CRIANÇA VESTIDA DE MOSQUITO DA DENGUE, BATENDO AS ASAS E DIZENDO ASSIM: MOSQUITÃO: --- hahaha, era tranquila!!! Porque agora não é mais!!! Eu cheguei e vou picar todo mundo!!! Vou picar a cidade inteirinha até todo mundo ficar doente hahaha NARRADOR: ---Nossa! Quem será esse? Quem é esse, crianças? Alguém poderia me dizer???? MOSQUITÃO: --- Não, eles não sabem!!! NARRADOR: --- Crianças, quem é esse mesmo??? Como é o nome dele??? NARRADOR: --- E alguém poderia ajudar aquela cidadezinha tranquila? O que precisaremos fazer para acabar com esse mosquitão? Ele é tão feio! Tão malvado!! E agora??? ENTRAM ALGUMAS CRIANÇAS VESTIDAS DE AGENTES DE SAÚDE. AGENTES: --- Ah, achamos você!!! Vamos acabar com você seu mosquitão! MOSQUITÃO: --- hahaha Duvido!! Eu sei nascer de novo, sabia? Posso nascer de novo ali naquele pneu jogado no cantinho do seu quintal, naquelas garrafinhas ali que acumularam água da chuva e você nem ligou! Posso nascer de novo ali naquelas latinhas cheias de água gostosa e limpinha! Vai ser difícil você acabar comigo!! Hahahaha AGENTES: --- Vamos! Vamos pegar o mosquito!!!

pois a Dengue realmente pode matar! Em seguida.. para que a mensagem fique clara. é preciso dar ênfase ao mosquito. ENQUANTO TOCA UMA MÚSICA. calma! Não é assim! Vamos convocar a cidade inteira para ajudar! Unidos. Mostrar sempre os perigos da água parada.br/2009/05/sugestoes-de-teatro-musicase-campanha. GRITANDO: MOSQUITÃO: --. nem tem água parada!!! Que cidade horrível!!!! Nunca mais voltarei aqui!!!! NARRADOR: ---E assim.hahah quanta gente para eu picar! Estou com uma fome! MOSQUITÃO: --. iremos conseguir! SAEM.blogspot. a cidadezinha voltou a ser tranquila! E os moradores aprenderam a sua lição: Que não deveriam juntar lixo nos quintais onde pudesse se acumular água parada e deveriam sempre se preocupar com isso. através de agentes de saúde ou do narrador que o mosquito só vai embora se a população tomar os cuidados necessários.O MOSQUITÃO SAI CORRENDO. Liza. O que vocês estão fazendo??? Onde estão as minhas latinhas com água? Os meus pneuzinhos? Onde estão as plantinhas com água????/ E agora??? Onde vou colocar os meus ovinhos???? Buaaaaaaaaaaa Eu vou picar todos vocês por causa disso!!! O MOSQUITÃO CORRE ATRÁS DE ALGUMAS CRIANÇAS.com.Gente. infantil ou alfabetização. NARRADOR: --. (NO PALCO).mas. eu vou emboraaaaa daquiiii essa cidade está muito limpinha. é preciso explicar.Pensando bem. AS CRIANÇAS CORREM OS AGENTES DE SAÚDE CORREM ATRÁS DO MOSQUITÃO E ELE SAI CORRENDO E GRITANDO: MOSQUITÃO: --. o mosquitão voltaria!!! OBS: Para montar uma dramatização sobre a dengue para crianças menores.. deixando claro que ele voltará sempre! É importante enfatizar que os cuidados e prevenção são as armas ideais. VIRANDO GARRAFAS E LATAS. caso contrário. da Ed. FELIZ. COLOCANDO TERRA EM PLANTAS COM ÁGUA ETC.html . fazê-lo ser uma espécie de "lobo mau". ENTRAM MAIS CRIANÇAS (POPULAÇÃO) E VÃO PREGANDO PANFLETOS. O MOSQUITÃO ENTRA. FONTE: http://espacoeducar-liza. Na peça é importante lembrar que não adianta matar a personagem do mosquito.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful