Você está na página 1de 1

A educao nOs Maias

A educao n Os Maias O tema da educao surge n Os Maias como um dos principais factores da mentalidade do Portugal romntico por oposio ao Portugal novo, voltado para o futuro. Pedro da Maia e Eusebiozinho protagonizam a educao tradicionalista e conservadora, enquanto Carlos recebe a educao inglesa. A incapacidade de enfrentar as contrariedades ou a capacidade para se tornar interveniente na sociedade so as consequncias imediatas dos processos educativos opostos. A educao portuguesa
(tradicionalista, catlica e conservadora) valoriza: - a memorizao; - o primado da cartilha; - a moral do catecismo; - a devoo religiosa com a concepo punitiva do pecado; - o estudo do Latim, considerada uma lngua morta. desvaloriza: - a fuga ao ar livre; - o contacto com a Natureza; - a criatividade; - o juzo crtico. valoriza: - o desenvolvimento da inteligncia, graas ao conhecimento experimental; - o amor da virtude e da honra como convm a um cavalheiro e a um homem de bem; - a ginstica; - o contacto directo com a Natureza; -o gosto pelas lnguas vivas; - criar a sade , a fora e os seus hbitos, fortalecendo o corpo e o esprito. Exemplo: Graas a ela, Carlos da Maia adquiriu valores de trabalho e um conhecimento experimental que o levaram a abraar um curso de Medicina e projectos de investigao. (Carlos desvaloriza: - o saber da cartilha; - as lnguas mortas.

A educao inglesa

Exemplos: - torna Pedro da Maia um fraco, incapaz de encontrar uma soluo para a sua vida quando Maria Monforte o abandonou, e deforma a sua vontade prpria. - torna Eusebiozinho um molengo e tristonho, arrastando-o para uma vida de corrupo, para um casamento infeliz e para uma decadncia fsica e moral. Quem a aprova: o Vilaa, o Padre Vasques, a gente da casa dos Maias e a gente de Resende. Quem a desaprova: Afonso e o narrador.

fracassou no pela educao, mas apesar dela. Foi a sociedade que o conduziu ao fracasso, pela ausncia de motivaes, e pela paixo romntica que o seduziu.)

Quem a aprova: Afonso e o narrador. Quem a desaprova: o Vilaa, o Padre Vasques, a gente da casa dos Maias e a gente de Resende.

Você também pode gostar