P. 1
Ligações Químicas

Ligações Químicas

|Views: 530|Likes:
Publicado porAna Carolina

More info:

Published by: Ana Carolina on May 03, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/30/2014

pdf

text

original

Ligações Químicas

• Ligação Iônica
A ligação iônica é formada pela atração eletrostática entre íons de cargas opostas, positivos (cátions) e negativos (ânions). Nesta ligação a transferência de elétrons é definitiva. A ligação iônica ocorre quando um elemento metálico reage com um ametálico. Os metais doam seus elétrons de última camada, esses serão recebidos pelos ametais. Vejamos como: - Metais que possuem 1, 2, ou 3 elétrons na última camada se ligam com ametais que possuem 5, 6 ou 7 elétrons. - Para formar a ligação iônica é necessário que um dos átomos possua uma tendência de ceder elétrons, enquanto outro tenha a tendência de receber elétrons. Os átomos com tendência a ceder elétrons são os metais das famílias IA, IIA, IIIA, e os átomos que recebem elétrons são os ametais que apresentam quatro, cinco, seis e sete elétrons na camada de valência. Como se formam compostos iônicos? - Arranjos entre compostos iônicos formam substâncias iônicas. Tudo começa quando os íons unem-se devido às forças de atração eletrostática. Se observarmos por um microscópio, perceberemos a formação de retículos cristalinos, que são aglomerados de íons de forma geométrica bem definida. - Os sais e outros grupos de minerais possuem íons que formam compostos iônicos e, consequentemente, substâncias iônicas. A formação do sal de cozinha (cloreto de sódio) a partir de átomos de sódio (Na) e de cloro (Cl) é o exemplo que mais representa uma ligação iônica. O átomo de sódio consegue a estabilidade eletrônica quando perde um elétron, originando o íon Na+. O átomo de cloro atinge a estabilidade quando recebe um elétron, originando o íon Cl-. Os compostos constituídos pelos íons (Na+ e Cl-) são designados compostos iônicos, por serem eletronicamente estáveis, ou seja, ocorre uma interação eletrostática entre eles (cargas com sinal contrário se atraem): Ex.: Na+ + Cl- → NaCl Os compostos iônicos em geral apresentam altos pontos de fusão e ebulição, são sólidos duros e quebradiços e solubilizam-se facilmente em solventes polares.

1. Assinale a provável fórmula do composto formado entre 19K e 53I a) K2I b) K2I2 c) KI2 d) KI3

covalente c) XY2. os metais são formados por um aglomerado de íons cátions mergulhados em uma nuvem ou “mar” de elétrons. depende do número de elétrons livres no cristal. covalente e) X7Y2. promovemos a agitação entre os átomos que as formam. os metais são representados por seus . representados por X e Y. As distribuições de elétrons de X e Y são as seguintes: Níveis X Y K 2 2 L 8 8 M 8 6 N 1 Que alternativa apresenta a fórmula e o tipo de ligação do composto formado a) X2Y. Qual composto apresenta ligação eletrovalente? a) Cl2 b) HCl c) P4 d) NaCl e) SO2 3. servindo como meio de propagação de calor. a condutibilidade (elétrica ou térmica). Por isso. própria dos metais. combinam-se. a ligação metálica não tem representação eletrônica. Dois elementos. A movimentação desses elétrons livres explica a condutividade elétrica e térmica característica dos metais. fazendo com que os elétrons aumentem suas oscilações e a energia se propague aos átomos mais internos. Logo.e) KI 2. iônico b) XY2. covalente • Ligação Metálica Em outras palavras. iônico d) X2Y. Isso acontece porque os elétrons livres se chocam com os átomos mais velozes e aceleram os mais lentos. • Ao contrário das ligações covalentes e iônicas. Quando aquecemos uma barra de metal.

Mg. entre eles estão o ouro. • • Ligação Covalente As ligações covalentes podem ocorrer na forma Molecular ou Dativa e Coordenada. que têm cor avermelhada e dourada.símbolos. O metal ferro.Brilho metálico (com exceção do cobre e do ouro. a platina e o bismuto. . sem indicação do número de átomos envolvidos.Altos pontos de fusão e ebulição. Ca.Alta condutividade elétrica e térmica. Na. Ligação covalente molecular Nessa ligação. que é uma combinação com oxigênio. Os demais são encontrados em forma de compostos. . sendo os mais comuns os óxidos.Alta maleabilidade e alta ductibilidade. a prata. apenas o compartilhamento. **Poucos são os metais encontrados puros na natureza. Hg. ***Atenção: os metais só conduzem eletricidade se estiverem no estado sólido ou líquido (metal fundido). Au. Cada par eletrônico formado pertence simultaneamente aos dois átomos. . • • • • • • • Propriedades dos metais: . *Os metais são encontrados na natureza no estado sólido. já que esta quantidade é muito grande e indeterminada. Cu. surgem então os pares eletrônicos indicados pelo círculo: Ligação covalente molecular de dois átomos de Cloro (Cl). é retirado do minério de ferro hematita. Li. Cs. os átomos são unidos devido ao compartilhar de seus elétrons. . Exemplos: Fe. que é encontrado no estado líquido. respectivamente). As moléculas são estruturas eletricamente neutras porque não ocorre nem ganho nem perda de elétrons. Ag. com exceção do mercúrio. por exemplo. A água é um composto molecular constituído por dois átomos de hidrogênio (H2) e um de oxigênio (O).

Para estes casos foi formulada a teoria da ligação covalente coordenada. esta molécula ainda pode incorporar ainda um ou dois átomos de oxigênio. que é somente um dos átomos participantes da ligação. A ligação covalente coordenada é representada por uma seta que se origina no átomo doador e termina no átomo receptor. um dos átomos que já estiver com última camada completa entra com os dois elétrons do par compartilhado . . No entanto. ambos os átomos atingem os oito elétrons na última camada. Este par de elétrons apresenta as mesmas características do da ligação covalente simples.6 O 2 . S 2 . a única diferença é a origem dos elétrons.8 . Dadas as distribuições eletrônicas em camadas para os átomos de 16S e 8O.A existência de algumas moléculas não pode ser explicada simplesmente através da ligação covalente simples. Tal fato só pode ser explicado se o enxofre utilizar um ou dois pares de elétrons não envolvidos em ligações para formar um ou dois pares dativos com o oxigênio. Os elétrons do par passam a pertencer a ambos os átomos participantes. Neste tipo de ligação.6 Compartilhando dois elétrons através de ligações covalentes simples.

Escreva a fórmula de uma dessas substâncias.Outra molécula que não pode ser explicada somente com a ligação covalente simples é a de CO2. 04 (UFSCar-SP) Apresentam somente ligações covalentes: a) NaCℓ e H2SO4 b) Mn2O3 e MgH2 c) HCℓ e Cℓ2O3 d) KNO3 e LiF e) LiOH e CsI 05 (Unicamp-SP) Considere as seguintes informações sobre os elementos químicos X. 2º período y – Carbono. Resolução 06 (Esal-MG) O número máximo de ligações coordenadas ou dativas que o cloro pode efetuar é igual a . O interessante desta molécula é que a ligação covalente dativa ocorre do átomo mais eletronegativo (O) para o menos eletronegativo (C). 4º período a) Quais são os elementos X. 2º período z – Alcalino. Y e Z: x – Calcogênio. Y e Z? b) A combinação de dois desses elementos pode formar substâncias não iônicas e gasosas à temperatura e pressão ambientes.

b) 2. c) 3.(Dados: número atômico do cloro = 17) a) 1. d) 4. . e) 5.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->