Contestação à ação de alimentos

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA VARA DE FAMÍLIA E SUCESSÕES DO FORO ____________ Processo nº ___________ __________________, (qualificação pessoal), residente e domiciliado ______________, vem, através de seu procurador (doc. 01 anexo), apresentar CONTESTAÇÃO à AÇÃO DE ALIMENTOS proposta por ______________ (qualificação pessoal), assistido neste ato por sua genitora ________________, (qualificação pessoal) ambos residentes e domiciliados _________________ , pelos fatos e fundamentos que passa a expor: 1. PRELIMINARMENTE O réu requer que seja cassada a liminar deferida tendo em vista que não tem condições de pagar os alimentos estipulados em medida liminar, vez que sequer tem residência própria. Tanto isso é verdade e o alimentante tem conhecimento da situação do réu que o endereço fornecido para a citação do réu é a casa de sua irmã, local onde está provisoriamente morando desde que sua esposa solicitou que se retirasse do lar onde convivia com a família. O réu depende da generosidade de sua irmã para ter um local para dormir. Diante disso, inviável o pagamento de qualquer quantia a título de alimentos, pois teve que sair de sua casa apenas com suas roupas quando estava sem trabalho e, diante de tal fato, não conseguiu refazer a sua vida vez que além de não possuir trabalho passou a não possuir residência. 2. DOS FATOS Há aproximadamente 2 anos a Sra. _____ arrumou as malas do Sr. _____ e pediu que ele se retirasse de casa. Ele saiu apenas com as roupas, sem levar nenhum bem móvel do local. Desde então, o Sr. ______ está residindo na casa de sua irmã, o que é de conhecimento de toda a sua família. 3. DO DIREITO Nos termos do artigo 1695 do Código Civil, abaixo transcrito, na prestação de alimentos deve ser avaliado o binômio necessidade/possibilidade. "Art. 1695. São devidos os alimentos quando quem os pretende não tem bens suficientes, nem pode prover, pelo seu trabalho, à própria mantença, e aquele, de quem se reclamam, pode fornecê-los, sem desfalque do necessário ao seu sustento." O autor está tendo todas as suas necessidades supridas pela sua mãe que tem uma boa renda. O réu, por sua vez, está desempregado.

tendo em vista que o réu não tem condições de efetuar os pagamentos. b) A improcedência da ação de alimentos com o indeferimento do pedido de fixação de alimentos definitivos. Nestes Termos. d) Seja o autor condenado aos ônus sucumbenciais. c) A concessão do benefício da assistência judiciária gratuita. Pede Deferimento. e no caso em tela. Evidentemente. apenas a mãe tem condições financeiras para auxiliar os filhos. Diante do exposto requer: a) Seja cassada a liminar deferida.O réu concorda que é dever dos responsáveis. 4. o provimento dos filhos. Esse dever é comum aos genitores. tendo em vista que o réu não tem condições de arcar com as custas desse processo sem prejuízo do seu sustento. na proporção de suas condições financeiras. não tem cabimento exigir que um homem que sequer tem onde morar pague pensão para o filho que está bem amparado pela mãe que possui uma renda considerável. Local e Data _____________ Advogado .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful