Você está na página 1de 1

O 25 de Abril e a Construo da Democracia

Em 1968 Salazar adoece e substitudo na chefia do Governo por Marcelo Caetano. Mantinha-se a falta de liberdade (represso e censura), a guerra colonial, a proibio de partidos, as duras condies de vida que levavam emigrao. Portugal estava cada vez mais isolado internacionalmente, o descontentamento popular era cada vez maior e a luta de oposio ao regime aumentou. Neste contexto, um grupo de jovens militares (capites) formou o Movimento das Foras Armadas (MFA) e comeou a preparar em segredo um golpe militar. Este movimento tinha como objetivo derrubar o regime de ditadura do Estado, acabar com a Guerra Colonial, descolonizar os territrios ultramarinos e democratizar o pas. Na madrugada do dia 25 de Abril de 1974, aps um sinal (senha da revoluo) dado pela rdio (cano Grndola, Vila Morena), o MFA levou a cabo uma operao militar que ps fim ao regime. Os revoltosos, Capites de Abril, ocuparam os rgos de comunicao social, o Comando Militar de Lisboa e o aeroporto. Em poucas horas cumpriu-se o plano que tinha sido defendido e a operao militar foi um xito. Perante a situao, o primeiro-ministro, Marcelo Caetano, refugiou-se com outros ministros no Quartel do Largo do Carmo, Lisboa. Entretanto j a populao estava na rua a acompanhar e a apoiar o movimento militar. As tropas, comandadas pelo capito Salgueiro Maia, cercaram o Quartel do Carmo e obrigaram rendio do governo e do primeiro-ministro aps algumas negociaes. A Revoluo do 25 de Abril ficou conhecida pela Revoluo do Cravos e restabeleceu a democracia em Portugal aps 48 anos de ditadura, devolvendo a Liberdade.

O Programa do MFA O poder foi entregue a uma Junta de Salvao Nacional, constituda por militares e presidida pelo General Spnola. Foi apresentado o programa do MFA com as orientaes polticas at ser elaborada nova constituio - democratizao da sociedade portuguesa atravs de medidas que restituam as liberdades aos cidados: libertao dos presos polticos; extino da PIDE, da Legio e da Mocidade Portuguesa; abolio da censura e reconhecimento da liberdade de expresso; e discusso do problema da guerra colonial.