s

Plataforma HiPath 1100
Caderno de Exercícios

Curso UD154300

A30808-X5226-E222-A1-V418

Siemens Ltda. Werner Von Siemens Academy R. Pedro Gusso, 2635 - CEP 81310-900 - Curitiba - PR 55 (41) 341-6000 www.education.siemens.com.br education@siemens.com.br

s

Este documento consiste em 225 páginas. Elaborado por: U37, IC CS AT - Fernando Dias da Silva Liberado em agosto de 2003. Publicado pela Doc-Services Ltda. Impresso no Brasil. Sujeito a alterações técnicas. A reprodução deste documento, assim como o uso e a revelação de seu conteúdo não são permitidos, salvo por autorização expressa. Os infratores estão sujeitos às penas da lei e respondem por perdas e danos. No caso de concessão de patente ou de registro de fábrica, ficam reservados os direitos de exclusividade. O cumprimento do constante nas especificações técnicas e nas descrições de facilidades só é obrigatório quando acordado em contrato específico.

Siemens Ltda.

2/57

A30808-X5226-E222-A1-V418

UD1543

s
Índice
1 2 3 3.1 3.2 3.3 3.4 3.5 4 4.1 5 5.1 5.2 5.3 5.4 5.5 5.6 5.7 5.8 5.9 5.10 6 7 Introdução: .......................................................................................................................................... 7 Histórico dos Equipamentos: .............................................................................................................. 7 Visão Geral dos Sistemas: ................................................................................................................. 9 HiPath 1130 : .................................................................................................................................... 10 HiPath 1150 : .................................................................................................................................... 11 Periféricos dos Sistemas: ................................................................................................................. 12 Características dos equipamentos: .................................................................................................. 17 Exercícios Teóricos:.......................................................................................................................... 18 Ferramentas de Programação:......................................................................................................... 22 Modo de Programação dos Sistemas:.............................................................................................. 22 Programação dos Sistemas HiPath 1100:........................................................................................ 26 Programação de Terminal de Operadora:........................................................................................ 26 Programação de Ramais: ................................................................................................................. 27 Programação de Grupos de Atendimento: ....................................................................................... 29 Entroncamentos e Interligação: ........................................................................................................ 33 Categorização de Ramais (COS): .................................................................................................... 37 Programação da Seleção Alternativa de Operadora:....................................................................... 40 Programações de Periféricos: .......................................................................................................... 43 Atualização e Backup: ...................................................................................................................... 46 Programação do ADSL: .................................................................................................................... 47 Exercício 7 – Atualização e Backup do Sistema. ............................................................................. 53 Exercício Final: ................................................................................................................................. 54 Abreviaturas ...................................................................................................................................... 56

Anexo 1 - Manual de Serviço......................................................................................................................1-168

UD1543

A30808-X5226-E222-A1-V418.

3/57

s
Página intencionalmente deixada em branco.

4/57

A30808-X5226-E222-A1-V418

UD1543

E1 – DIU CAS. .Facilidades Sistêmicas. Duração: 3 dias Número de participantes : 8 (máx) ** Objetivos: Fornecer aos participantes conhecimentos teóricos e práticos na plataforma de equipamentos HiPath 1100.Terminal de Operadora. . . além de apresentar aos participantes as principais programações e facilidades dos sistemas de comunicação HiPath 1100.Avaliação do Conteúdo de curso. Conteúdo do Curso: . • EL0001 – Voz sobre IP (WBT) ou similar.Opcionais.Programações de linhas externas digitais . . .Programações: . . Em instalações Stand alone. • EL0004 – Plataforma HiPath 1100 – Visão Geral. • UD6042 – Conceitos e Fundamentos da Arquitetura TCP/IP.Administração via tool de programação (HiPath 1100 System Mananger).Programação de Ramais . UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418.Apresentação dos sistemas HiPath 1130 e HiPath 1150.Visão Geral dos sistemas HiPath 1130 e HiPath 1150. Público : Engenheiros técnicos e mantenedores de serviços de telefonia que desempenham funções de Configuração Inicial.Classe de Serviço (COS).Aplicativos (TAC Smart e Telnet) . Pré-requisitos: UD7011 .Bilhetagem.Inicialização dos Sistemas.Programação de Linhas Externas Analógicas.Atendedor / FAX . 5/57 . . .s UD 154300 Título: Plataforma HiPath 1100 – Operação e Manutenção. . .ADSL. Manutenção e Suporte nos sistemas da Plataforma de Comunicações HiPath 1100.Telefonia Digital – Introdução e Tecnologia (CBT). .Periféricos: . .

* A carga horária poderá variar em função do aproveitamento de cada turma. . Exercício Prático.Configuração da Operadora. . .Programação do Acesso E-1 Intervalo 10:15 às 12:00 . . .Exercício Prático.Visão geral do HW do sistema . .s Atividades e Recursos 50% prático 50% teórico Será fornecido em curso.Instalação da ferramenta de programação E-1 CAS. dia .Programação de Classes de Acesso (COS). Avaliação Final 6/57 A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 . 3º.Exercício Prático .Programação das facilidades de troncos.Programação das linhas Analógicas.Programação de Facilidades dos sistemas.Programação do ADSL nos sistemas. Descrição de Atividades: Horário 08:30 às 10:00 1º.Exercício Prático . Bibliografia CD de Curso : Caderno e Exercícios Observações : * O técnico deverá trazer um Laptop: Pentium 133 e 64Kbps de memória RAM.Instalação dos sistemas. dia .Exercício Prático. . . A30808-X5226-E222-1-V477 A30808-X5226-E222-1-V418.Inicialização dos sistemas.Exercício Prático .Instalação das ferramentas. Intervalo 13:15 às 15:00 .Programação de Periféricos: Bilhetagem .Exercício Prático . Sujeito a alterações sem aviso prévio.Visão geral dos Sistemas. um CD contendo a documentação do produto e um caderno de exercícios para programação dos exercícios disponibilizados em curso. Intervalo 15:15 às 16:30 . . 2º.Programação do ACS .Programação do Atendedor Fax .Exercícios Teóricos. dia . * O horário do Centro de Treinamento é das 8h30 às 16h30.

HiPath 1100 System Mananger – SW responsável pela programação e configuração dos sistemas. Já nas próximas versões do equipamento entrará os equipamentos HIPath 1120 e HiPath 1190 que irão substituir respectivamente os antigos equipamentos ESL 8i e ESL EXTENDED.s 1 Introdução: Esta documentação tem como principal objetivo fornecer apoio na implantação de sistemas de comunicação da plataforma HiPath 1100. 2 Histórico dos Equipamentos: Os equipamentos da linha EUROSET LINE FAMILIA i estão sendo substituídos pela nova Plataforma de Comunicações HiPath 1100. onde poderão ser programados através de SW de programação e manutenção da linha HiPath 1100. podemos configurar e atualizar todos os equipamentos da linha HiPath 1100. HiPath Modem Status Viewer – SW responsável pela verificação do estado da linha ADSL ligada ao sistema HiPath 1100. neste primeiro momento em dois equipamentos. EURO : Europeu S E T I : Siemens : Eletrônico : Terminal : Innovation. disponibiliza ao mantenedor a possibilidade de atualização da memória flash da central com o novo APS. HiPath 1100 E1 Trunk Mananger – SW responsável pela configuração do link digital E-1 com sinalização DIU CAS. Router ADSL config – SW responsável pela configuração do Acesso ADSL ligado aos sistemas HiPath 1100. Com estes programas. através deste SW o técnico poderá trabalhar com todos os aplicativos do sistema ao mesmo tempo. discriminados como HiPath 1130 e HiPath 1150 estarão substituindo os equipamentos EUROSET LINE 16i e ESL 48i. Os equipamentos da linha HiPath 1100. através de uma linguagem simplificada demonstrando as principais facilidades ligadas aos equipamentos HiPath 1130 e HiPath 1150. 7/57 . conforme descrito abaixo: CommServer – SW de controle de acesso. HiPath 1100 LINE : Linha UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418. possuirão a mesma linha de programação da linha HiPath 3000. será apresentada a flexibilidade do equipamento em versões stand Alone já baseados em outros equipamentos da linha HiPath padronizando a seqüência de programação de todos os equipamentos da linha. HiPath 1100 SW Mananger – Este SW. HiPath Call Detail Report – O técnico tem a opção de verificar todos os bilhetes da central.

06 ou 10 interfaces de ramais analógicos. EB 400 e EB 800 para inserir respectivamente aos sistemas 02. EB 204 e EB 210 com a possibilidade de inserir 02 portas de troncos analógicos e 02. com no máximo 15 canais digitais para fornecer serviços de dados. com no máximo 15 canais digitais para fornecer serviços de dados. o o Hipath 1150 : Central com comutação interna totalmente digital. com sinalização por canal associado. memória flash este equipamento com uma nova arquitetura de HW onde os módulos de expansão e opcionais utilizam os mesmos slot’s dentro do equipamento. Módulos Opcionais : o o Módulo S0 – Este módulo é responsável pela interligação de até 05 interfaces S0 por sistema. além de disponibilizar acesso a Internet a outros micros através desta interface. 04. Módulo de Atendedor / Fax – Tem como função efetuar o atendimento automático de chamadas e reconhecimento do sinal de sistemas de fax G3 para um equipamento compatível. através de uma simples interface de programação o usuário poderá usufruir os benefícios de uma rede digital. Módulos Opcionais : o o Módulo S0 – Este módulo é responsável pela interligação de até 05 interfaces S0 por sistema. fornecer aos sistemas uma interface a 04 fios para a conexão de 01 acesso PRI (Primary rate interface). bloqueio DDC e sinalização e troca de informação entre os sistemas totalmente digital. Segue a relação de módulos ligados ao equipamento: • • • • EB 010 e EB 012 onde insere apenas portas de ramais analógicos> EB 202. Módulo ADSL – Este módulo fornece a conexão de um acesso ADSL aos sistemas HiPath 1100.s Anteriormente está linha era formada por centrais pré-especificadas com as capacidades limitada e interligação a linhas digitais S0 e analógicas. com sinalização por canal associado. 04. Este módulo não é utilizado em conjunto com o módulo S0. EB 200. EB 400 e EB 800 para inserir respectivamente aos sistemas 02. Segue a relação de módulos ligados ao equipamento: • • • • EB 010 onde insere apenas portas de ramais analógicos> EB 202 e EB 210 com a possibilidade de inserir 02 portas de troncos analógicos e 02. Segue uma relação dos novos equipamentos da linha HiPath 1100: Hipath 1130 : Central com comutação interna totalmente digital. voz e / ou serviços de vídeo. fornecer aos sistemas uma interface a 04 fios para a conexão de 01 acesso PRI (Primary rate interface). como identificação de chamadas. o que vem sendo substituído por uma linha de equipamentos com interface aberta podendo ser interligada com as operadoras através de linhas digitais e analógicas com interfaces S0 (sinalização DSS-1) e E-1 com a sinalização CAS (Canal Associado). Modulo TME1. memória flash este equipamento com uma nova arquitetura de HW onde os módulos de expansão e opcionais utilizam os mesmos slot’s dentro do equipamento. 04 e ou 08 portas para entroncamento analógico. Modulo TME1. Este módulo não é utilizado em conjunto com o módulo S0. 06 ou 10 interfaces de ramais analógicos. Módulo de Atendedor / Fax – Tem como função efetuar o atendimento automático de chamadas e reconhecimento do sinal de sistemas de fax G3 para um equipamento compatível. 04 e ou 08 portas para entroncamento analógico. EB 200. A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 o 8/57 . voz e / ou serviços de vídeo.

UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418. Os sistemas da plataforma HiPath 1130 foi totalmente desenvolvido no Brasil.s o Módulo ADSL – Este módulo fornece a conexão de um acesso ADSL aos sistemas HiPath 1100. 9/57 . com o com a Know How da Enterprise Brasil. além de disponibilizar acesso a Internet a outros micros através desta interface. com o objetivo de aumentar a gama de produtos da plataforma HiPath. sobre os produtos da plataforma HiPath 1100 serão apresentados nos manuais de Serviço dos e Instalação dos Sistemas. 3 Visão Geral dos Sistemas: Todas as informações.

ou seja sem equipamentos digitais nas pontas de periferia.1 HiPath 1130 : Este produto é composto de uma modularidade similar ao antigo EuroSet Line 16i. Adaptador Serial V 24 para comunicação com SW CTI. Máximo de 01 módulo TME1 por equipamento. Máximo de 12 linhas analógicas no sistema. 02 Planos de numeração sendo o plano de numeração 02 compatível ao plano de numeração da linha HiPath 3000 Características: Ramal programador : 11 ou 211. porém ocorre uma perda dos dados do cliente e ou através da facilidade *4169. Em caso de FE os ramais que assumirão serão sempre os dois primeiros ramais do MB e dos ME’s. Senha do sistema : 3759 Reset através do código 99. Porteiro e ADSL. administração e manutenção do sistema. Máximo de 02 slot’s para instalação de módulos de ampliação dos sistemas. Comutação de voz digital sem limitação para comunicação interna. Através deste moderno equipamento é possível interligar os sistemas de comunicação HiPath 1100 a linhas ISDN. Máximo de 08 interfaces CD (telefones específicos do sistema HiPath 1100). ou seja (11 / 211 ou 12 / 212). Aceita os Módulos Opcionais de Atendedor / Fax. Através da interface serial ou através de uma interface LAN o sistema disponibiliza a facilidade de controle.s 3. A central aceita música externa direto no MB através da interface de MOH. dependendo o tipo selecionado para o plano de numeração. 10/57 A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 . melhorando o número de facilidades e a quantidade de modos de interligação. Periferia analógica. Gerenciamento e Bilhetagem. O Hipath 1130 possui a modularidade inicial de: 17 Troncos e 20 Ramais. ADSL e outras facilidades de controle como CTI e estatísticas da central.

melhorando o número de facilidades e a quantidade de modos de interligação.s Principais vantagens de uma linha digital: Imunidade a ruídos. administração e manutenção do sistema. Facilidades de CLIP-CLIR-DDR( linha ISDN). UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418. Através da interface serial ou através de uma interface LAN o sistema disponibiliza a facilidade de controle.2 HiPath 1150 : Este produto é equipado com uma modularidade similar ao antigo EuroSet Line 48i. ADSL e outras facilidades de controle como CTI e estatísticas da central. Confiabilidade na transmissão de dados Velocidade de acesso chegando até 64 Kbps por canal. Através deste moderno equipamento é possível interligar os sistemas de comunicação HiPath 1100 a linhas ISDN. 3. 11/57 .

Gerenciamento e Bilhetagem. 08 interfaces CD (telefones específicos do sistema HiPath 1100). com isto o sistema mantém o investimento feito pelo cliente para os sistemas EuroSet Line. Agora a central passa a aceitar música externa direto no MB através da interface de MOH. Para esta nova linha de equipamentos os sistemas funcionaram com os HW descrito abaixo: • Nos sistemas de comunicação HiPath 1130 e HiPath 1150 os slot’s foram dispostos com no máximo 02 badejas e 02 slot’s em cada uma na figura ao lado temos a disposição de 02 módulos sendo inseridos no slot 1 uma placa 202 e no slot 3 um módulo do tipo ADSL. 231-232. porém ocorre uma perda dos dados do cliente e ou através da facilidade *4169. Características: Ramal programador : 11 ou 211 Senha do sistema : 3759 Reset através do código 99.3 Periféricos dos Sistemas: Os sistemas HiPath 1100. 3. funcionam com todo o processamento interno digital e toda a periferia analógica. 12/57 A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 . Máximo de 01 módulo TME1 por equipamento. Máximo. 241-242 e 251-252). ou seja ( 211-212. Aceita os Módulos Opcionais Atendedor / Fax 4.s O HiPath 1150 possui uma modularidade inicial de: 10T/50R. Em caso de FE os ramais que assumirão será sempre os dois primeiros ramais do MB e dos ME’s. 16T/46R ou 17T/40R. Máximo de 16 linhas analógicas no sistema. Máximo de 04 slot’s para instalação de módulos de ampliação dos sistemas. 221-222. porém todo o investimento em equipamentos passados como placas de expansão e opcionais serão substituídos pelo novo HW. porteiro e ADSL. Adaptador Serial V 24 para comunicação com SW CTI.

13/57 . Módulo EB 202 Módulo ADSL • Na montagem do equipamento em parede após a inserção dos módulos o sistema deverá ser composto de 02 back planes conectado a MB Back Plane • Back Plane para a interconexão das bandejas de módulos para ampliação do sistema HiPath 1150 • Back Plane para a interconexão das bandejas de módulos para ampliação do sistema HiPath 1130.s • Na foto ao lado podemos ver o sistema HiPath 1130 com os módulos de expansão e Opcional nos slot’s 1 e 3 respectivamente. • Cabo de Administração configuração para TME-1 e UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418.

• Este módulo disponibiliza 02 circuitos de troncos analógicos. interfaces a. 08 interfaces CD e uma serial RS 232 (V.24). • Similar ao módulo EB 202 o módulo EB 206 possui 02 interfaces para troncos analógicos e 06 interfaces para ramais analógicos. 10 interfaces de ramal analógico. 14/57 A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 .b V24 Interfaces CD • Módulo de expansão de ramais EB 202 contendo 02 interfaces para troncos analógicos e 02 interfaces para ramais analógicos.s • MB – Placa de processamento central responsável pelo processamento dos equipamentos HiPath 1130 e HiPath 1150.

temos um módulo do tipo TME1. para este tipo de módulo não existem circuitos dispostos para falta de energia. este módulo deve ser instalado apenas nos slot’s préespecificados ( HiPath 1130 slot 2 e HiPath 1150 slot 3). • Neste quadro temos o módulo do tipo 800 com 8 circuitos dispostos para troncos analógicos para este tipo de módulo não existe circuitos para ramais de falta de energia. este módulo é do tipo EB 012 contendo apenas 10 interfaces para usuários analógicos. 15/57 .s • O módulo ao lado possui uma particularidade. Através dos conectores BNC rosca é feita a conexão dos 04 fios 2TX/2RX UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418. • Ao lado.

16/57 A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 . • A mini Board utilizada na MB disponibiliza a interface Atendedor / FAX.s • O Módulo ADSL é um módulo utilizado para interligação de uma interface ADSL e 04 micros através de interfaces RJ45 para a conexão da rede interna do cliente. a principal função desta placa é o reconhecimento dos sinais de fax e encaminhamento para uma máquina de fax G3 e o autoatendimento de chamadas entrantes e encaminhamento para um ramal de atendimento ou um grupo de atendimento de chamadas.

Serial Atendedor Fax.s 3.0 17T / 20R / 8CD 12 LINHAS ANA 5.24). Serial RS232 (V.24). 012. 800 Analógica TME-1 . ADSL. 210. 890 a 899 770 780 a 789 01 a 50 Modo de Programação tipo 2 Descrição Linha externa analógica Linha externa digital Ramal Grupo de linhas externas Grupo Interno Grupo de chamada Associação de número externo S0 e TME-1 1130 4651 a 4662 1150 4651 a 4666 4601 a 4610 4601 a 4615 211 a 230 211 a 260 0. S0 . 400. TFE e CLIP RS232 (V.0 17T / 46R / 8CD 10T / 50R / 8CD 16 LINHAS ANA 5.10 ou 15 LINHAS DIG Voz Digital 010.10 ou 15 LINHAS DIG Voz Digital 010. Atendedor Fax. 400.4 Características dos equipamentos: Modo de Programação tipo 1 Descrição Linha externa analógica Linha externa digital Ramal Grupo de linhas externas Grupo Interno Grupo de chamada Associação de número externo S0 e TME-1 1130 1150 851 a 862 851 a 866 801a 815 801 a 815 11 a 30 11 a 60 0. 202. 206. ADSL. 206. 210. 17/57 . 800 Analógica HiPath 1150 V 5. 200. TFE e CLIP ANA. 200. UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418. 70 a 79 200 201 a 210 01 a 50 Resumo com as principais características dos sistemas HiPath 1100: Equipamentos Release de Liberação Capacidade linhas Comutação Módulos de Expansão Periferia Módulos Opcionais HiPath 1130 V 5. S0 . ANA. TME-1 . 202.

Descreva a função para os respectivos módulos e suas capacidades : MB Módulo TME1 Módulo S0 EB 202 EB 010 EB 012 EB 210 Módulo ADSL EB 800 EB 400 EB 200 Atendedor / Fax TAPI e CTI Interface TFE 18/57 A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 .5 Exercícios Teóricos: 1.s 3.

D.s 2.HiPath 1150 : 3. 4. 19/57 . Descreva qual é a capacidade máxima para os equipamentos HiPath 1130 e HiPath 1150: . e) N. c) A comutação para este equipamento é analógica e digital e a periferia é analógica. d) Este é um equipamento que possui a comutação de voz digital e a periferia analógica.HiPath 1130 : . O que podemos afirmar sobre as centrais HiPath 1120: a) Este é um equipamento que possui sua comutação de voz é analógica e a periferia é digital. Descreva quais os principais opcionais das centrais HiPath 1100 : HiPath 1130 : HiPath 1150 : UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418.A. b) A comutação deste equipamento é totalmente analógica e periferia também.

a) 851 a 862 b) 801 a 815 c) 4651 a 4662 d) 4601 a 4610 e) 4600 a 4609 20/57 A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 . Quais os códigos de acesso para as linhas digitais em uma central HiPath 1130 com um link E-1 sinalização Q. Qual é a numeração padrão dos ramais nos equipamentos: a) HiPath 1130 : b) HiPath 1150 : 9. Qual é quantidade máxima de slot’s disponíveis para a ampliação dos sistemas HiPath 1100: a) HiPath 1130 : b) HiPath 1150 : 8. Qual é a principal diferença entre o MB do HiPath 1130 e HiPath 1150? 7. Descreva como é a conexão dos opcionais ADSL e Atendedor Fax a central HiPath 1130? 6.421 2 bit signalling com DTMF de entrada e saída com 15 canais B de comunicação.s 5. utilizando o plano de numeração do tipo 1.

c) Estes são aparelhos analógicos conectados aos sistemas HiPath 1100 a 04 fios. Quais os códigos de acesso as 02 linhas analógicas. ligadas a Mother board em uma central HiPath 1150 com linhas DTMF comum e identificação do número de A. d) Os equipamentos da linha HiPath 1100 podem ser interligados via CAS e) N. e) N.D. Em relação aos aparelhos KS E 821st / E 822 st. d) Estes são aparelhos analógicos ligados aos sistemas através de uma interface LAN. 21/57 . ligadas em uma central com o plano de numeração tipo 2: a) 851 a 852 b) 801 a 802 c) 4651 a 4652 d) 4601 a 4602 e) 4850 a 4651 11.A Em relação a INTERLIGAÇÂO DIGITAL com outras centrais PABX.s 10.D. podemos afirmar (coloque X na(s) correta(s)): a) Os equipamentos HiPath 1100 podem ser interligados a pública com a sinalização DSS b) Os equipamentos HiPath 1100 podem ser interligados a pública com a sinalização CAS c) Os equipamentos HiPath 1100 podem ser interligados a outras centrais com o via QSIG. Que tipo de informação trafega nos fios C e D dos telefones E 821st e E822st ? 12. podemos afirmar: a) São telefones digitais conectados aos sistemas através de 02 fios b) Estes são aparelhos digitais conectados aos sistemas HiPath 1100 através de 04 fios.A UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418.

através de uma interface amigável de programação. 22/57 A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 . configuração e Manutenção dos sistemas. seja via telefone ou PC fica disponibilizado ao programador toda a programação e otimização do cliente e em caso de falhas estas ferramentas auxiliam o técnico em uma intervenção tranqüila e segura. backup / Restore e configuração dos sistemas 4. a primeira interface deverá ser conectada a um telefone com discagem MF ou um telefone do sistema conhecido como telefone KS. Para entrar em estado de programação o usuário terá que inserir *95 + 3758 + cód de programação + Parâmetro a ser alterado + confirmação de dados. porém este equipamento também disponibiliza ótimas ferramentas de programação. ainda disponibilizam uma interface gráfica de fácil operação utilizada para a configuração dos sistemas HiPath 1130 e HiPath 1150.1 Modo de Programação dos Sistemas: Os sistemas da linha HiPath 1100. A Siemens disponibiliza 02 tipos de telefones KS para os sistemas E 821 ST e E 822 ST. possuem uma ótima versatilidade na área de programação. estes aparelhos são dotados de uma interface conectada a 04 fios onde 02 fios são reservados para a comunicação e 02 fios são utilizados para a transferência de dados para um determinado ramal KS. conforme página 12 do Manual de Programação dos sistemas HiPath 1100. • Através da tela de Communication Server o sistema disponibiliza as opções de seleção de porta e velocidade dos sistemas. fica a critério do programação através do telefone programador (MODO PROGRAMADOR). sendo ela serial ou ADSL. Os sistemas da nova linha HiPath 1100. Em caso de alteração da senha de acesso o administrador do sistema poderá retornar a senha padrão através do código *4169 através deste procedimento os sistemas da linha HiPath 1100 retornará a configuração padrão. esta ferramenta recebe o nome de HiPath 1100 System Mananger. O sistemas ainda disponibiliza uma integração tranqüila com outras ferramentas conforme serão apresentadas abaixo: Inicialização dos Sistemas: • Este SW é responsável pelo compartilhamento da interface de comunicação. Os telefones comuns (Serie Euroset ou outros fabricantes). dependendo do tipo de equipamento e o tipo de plano de numeração selecionado. nos ramais com a numeração 11-101 ou 211-2011. Tratando-se de equipamentos voltados à cliente de pequeno porte e médio porte.s 4 Ferramentas de Programação: Os sistemas da linha HiPath 1100. podem ser inicializados através do primeiro ramal ou seja.

s • Esta Ferramenta é responsável pela programação completa dos sistemas da linha HiPath 1100. Para a inicialização (Reload) dos sistemas. basta uma comunicação serial ou LAN quando a comunicação for efetivada via rede IP • A senha de acesso solicitada pelo sistema será “3758”. Os parâmetros de idiomas podem ser alterados através do código 64. faça a inicialização de país e coloque qual será o idioma de operação dos sistemas com a data e hora de operação dos sistemas estas informações ajudarão no armazenamento dos bilhetes nas centrais HiPath 1100. sinalizações com o padrão do País e o Idioma de operação. o código 01 é código padrão Brasil. • Configurações Regionais – Nome da Moeda é responsável pela indicação em display do custo das ligações para as linhas ISDN. este parâmetro poderá ser definido também através do Mananger de configuração conforme os dados abaixo : • Os parâmetros de inicialização de país e idioma de operação podem ser alterados através do System Mananger : • Configurações Regionais – País. Os dados Padrão Brasil de operação podem ser alterados através do código 65. A inicialização dos sistemas pode ser efetivada através do código 99. com este parâmetro podemos configurar qual será o idioma utilizados pelos usuários finais dos sistema. UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418. através de um cabo de comunicação serial com adaptador de nível ( Siemens EIA 232 – S30122-X5468-X100 • Para entrar em comunicação com o SW dos sistemas. é indicado que usuário através da senha de acesso (3758). 23/57 .

de modo que as portas possam ser utilizadas para a administração do sistema e bilhetagem simultaneamente no HiPath 1100. 02 aparelhos analógicos nas posições 03 do MB e na primeira posição do EB instalado em sua central. Anotações: ______________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________ ______________________________________________________________________________________ _______________ 4. instalar 01 central com: 01 Módulo TME1 01 Módulo de Expansão EB202. para alterar data e hora na central devemos alterar o código 14 com os parâmetros de data e hora.Instalar os Equipamentos: • • • • • • • • • • • • • • Em grupos.s • Através dos parâmetros básicos do sistema é possível à alteração da data e hora dos sistemas. 01 aparelho E 822 ST na segunda posição. Efetuar um RELOAD na Central e inserir os dados padrão Brasil. Efetuar a alteração de senha e testar os 02 planos de numeração da central com suas facilidades e características. Definir o Idioma de programação como Inglês testar e retornar ao idioma padrão Brasil. • Conforme mostrado acima. EB206 e/ou EB210 em qualquer slot de expansão do HiPath da equipe. Instalar o HiPath 1100 System Mananger (Tool de Programação) Testar a configuração do communication Server. este parâmetro irá inserir a data e a hora correta para os bilhetes emitidos pela central.1. É indicado que as programações sejam efetivadas via tool de administração e via console (Telefone Programador). Ajustar data e hora nos sistemas. 01 Módulo opcional Atendedor Fax Instale: 01 aparelho E 822 ST na primeira posição. 24/57 A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 .1 Exercício 1 .

25/57 .s Anotações: UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418.

s 5 Programação dos Sistemas HiPath 1100: Neste capítulo iremos analisar as principais programações efetivas nos sistemas de comunicação HiPath 1100 5. • A programação é feita via console através do código 42 e os respectivos dados de ramal ou grupo de atendimento. a programação via console é feita através do código 42 e as respectivas posições para o encaminhamento de chamadas. o sistema poderá encaminhar para um número interno da central que poderá ser DU (Dezena e Unidade) • Estes parâmetros podem ser programados através dos códigos 91 e 92 do console programador. Dezena e Unidade). 26/57 A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 . este poderá ser utilizado tanto para a programação dos sistemas como para atendimento e centralizador da facilidades.1 Programação de Terminal de Operadora: O terminal de operadora já é pré-programado pelo sistema para o primeiro ramal da central. Ex: se o sistema recebe uma seqüência CDU (Centena. Definiremos para os troncos BRI (ISDN) quais os destinos para atendimento de chamadas. segue uma seqüência de programação via ferramenta com os principais códigos de facilidades: • Através dos atendedores de linhas podemos definir qual(is) os ramais que efetuarão o atendimento da linhas analógicas e digitais do sistemas. • Em linhas digitais definimos o ramal ou grupo que irá atender uma linha digital específica e o destino de encaminhamento este poderá ser feito para um grupo ou para um determinado ramal. • Podemos programar até 08 destinos para encaminhamento de primeiro atendimento. • Na coluna MSN.

s • No item Avançado podemos definir mais alguns parâmetros específicos dos sistemas dentre eles qual será o ramal de fulga. UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418. • Em programações Básicas do sistema é possível a Inserir um nome a um ramal definir o tipo de procura a agenda e definir se um ramal comum irá receber uma chamada com CLIP irá indicar o número de ANI no display dos telefones com esta possibilidade. Segue uma seqüência com as principais programações definidas pelo sistema HiPath 1100. este ramal irá efetivar o atendimento em caso de transbordo de ligações com o ramal programado todas as chamadas entrantes para um ramal em caso de número inexistente. • Esta facilidade pode ser programada através do código 32. 27/57 . 010 e 79. Babyphone ou ramal que ativou uma função de porteiro. ou seja. • Estas facilidades podem ser programadas respectivamente pelos códigos – 84. o usuário poderá entrar no modo de programação via aparelho programador e inserir o código 32 e definir qual é o destino para o encaminhamento das chamadas. otimizando os sistemas para a aplicação do cliente.2 Programação de Ramais: O sistema vem com uma pré-programação de fábrica que poderá ser alterada a qualquer momento nos sistema HiPath 1100. 5. com os respectivos SW que podem ser utilizados pelos sistemas da linha HiPath 1100.

s • Já nas programações avançadas dos sistemas é possível definir todas as programações relativas às extensões inclusive as disponibilizadas nas configurações básicas dos sistemas.Programar o Primeiro KS como o segundo Atendedor. . 5.1 • Exercício 2 – Programação de Ramais: Para execução desta prática os ramais pré-configurados dos sistemas deverão possuir o plano de numeração dado abaixo : Porta / CD Nome Mônica Cebolinha Cascão Chico Bento Magali Numeração Interna X000 X001 X002 X003 X004 Código de Cadeado X000 X000 X000 X000 X000 MB 1 / 1 (KS E822 st) MB 2 / 2 (KS E822 st) MB 3 / 3 (KS E821 st) MB 4 (Analógico) EB 1 (Analógico) “X é o número do grupo ex: Grupo 1. conforme a tabela dada acima. 28/57 A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 .Programar um Hot line do ramal 02 analógico MF para o 01 KS ligado a central. . . Grupo 3 e Grupo 4. .Programar o segundo KS como atendedor de todas as linhas. Programações de Facilidades como CLIP.Testar a facilidade de estacionamento de chamadas. • Os principais códigos dos sistemas são: Programação de Numeração e Nome para os ramais internos. . .2.Programar os nomes para todos os ramais ligados a central. . Intercalação e HotLine e Transferência de COS com os códigos : 010.Programar para os sistemas o número de país (55) e o código de Área (41).Alterar as senhas de cadeado para todos os ramais. será grupo 1/2/3 ou 4. .Programar Intercalação do ramal X000 com acesso para intercalação com sinalização. . Grupo 2.Programar o ramal X001 como ramal de fulga.Programar o ramal analógico como ramal de transbordo.” • Programe para os ramais as seguintes facilidades: . 44. 45 e 78 conforme tabela dos anexos deste manual e descritas no Manual de Administração.

Programar todos os ramais com autorização de transferência de COS.3 Programação de Grupos de Atendimento: Os sistemas disponibilizam 04 tipos de grupos nas centrais HiPath 1100 com as funções pré-especificadas abaixo: • Grupo Interno: Este grupo é configurado com 08 ramais e possui uma numeração padrão “770” este grupo é constituído pelo código 13 mais as 08 extensões que atenderam as chamadas internas.s . Anotações: 5. . • Via tool de programação: Entrar em parâmetros avançados – Grupos – Grupo Interno e inserir para o grupo 770 os ramais que atenderão as chamadas. 29/57 . UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418.Programar o primeiro ramal analógico comum com seleção por pulso e o segundo como MF.

O sistema disponibiliza através o código 51 a programação de grupos chefe com ramais de apoio. • Grupo de Chamadas: Através deste tipo de grupo o usuário poderá atender as chamadas internas e externas destinadas aos números seqüenciais separados para este tipo de grupo (780 a 789.s • Grupo Chefe-Secretária: O sistema disponibiliza um total de até 08 grupos com até 16 ramais atribuídos a cada ramal principal. Esta programação é feita via console através do código 52 onde o usuário poderá definir o grupo 780 a 789 e os ramais que participarão deste grupo • Via tool de programação: Parâmetros Avançados – Grupos – Grupos de Chamadas – Definir o grupo e os ramais que participarão deste grupo de atendimento. • Via Tool de Programação : Parâmetros Avançados – Grupos – Secretária – define-se qual será o ramal principal e quais os ramais de apoio definidos pelo sistema. 30/57 A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 . para o plano de numeração default 1).

s • Grupos de Captura: Os sistemas HiPath 1130 e HiPath 1150 disponibilizam 16 grupos de captura que tem por objetivo capturar as chamadas entrantes em todos os ramais deste grupo.(Máximo de 20 ramais por grupo). UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418. entrar com a posição deste grupo e inserir os ramais que pertencerão a este grupo. • Programação via tool de Programação: Avançado – Grupos – Grupos de Captura – Define-se o grupo e os números que participarão deste grupo. Anotações . 31/57 . Para programar via console o administrador do sistema deverá introduzir o código 43.

Simular chamadas a este grupo com atendimento e encaminhamento em caso de Login e Logout.s 5. Testar tráfego de chamadas internas. Ativar logout no grupo de atendimento pelo ramal X003. o o o Testar chamadas de entrada Testar encaminhamento de chamadas. Verificar e anotar o Mapa de teclas dos sistemas. Programar o grupo 07. como Secretária sendo o ramal X001 como ramal de referência e os ramais X002 e X004 como os ramais de apoio. onde “X” é o número do grupo e testar: o • Chamadas internas e encaminhamento de chamadas para este grupo. Testar a captura em grupo. Programar encaminhamento de chamadas em grupo.1 • Exercício 3 – Grupos de Atendimento de Chamadas: Programe os grupos conforme solicitado abaixo: Programe um grupo interno apenas com os ramais X002 – X003 – X004 e o código de acesso interno 3X70. Ativar Login no grupo de atendimento pelo ramal X003. Programar o grupo 01 com o acesso X780 como grupo de atendimento de cíclico de chamadas com os ramais X001 – X002 – X003 e testar: o o o o • Chamadas entrantes para o grupo com atendimento pelos ramais. 32/57 A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 .3. • Programar um grupo de captura com todos os ramais da central. o o o Anotações: .

de configuração de impedância nas linhas troncos. • Via ferramenta de programação o sistema permite que o usuário configure os padrões para as linhas e ramais analógicos. selecionar a linha e o coeficiente que será programado para esta linha • Programação de HW para os ramais: esta facilidade permite o ajuste de impedância entre os terminais do HiPath 1100. esta facilidade melhora o casamento de impedância entre o ramal a porta do equipamento.3 – Linha Longa acima de 900 Ω. definese qual é extensão que será ajustada à impedância e qual é o grupo conforme apresentado na tela anterior. Toda a programação dos sistemas pode ser feita através das linhas e grupos de linhas nos sistemas conforme passos apresentados abaixo: • Programação de Coeficiente de Tronco : Esta facilidade possibilita ao técnico melhorar o casamento de impedância entre a entrada de linha na central e a Rede Pública.2 – Linha 600 Ω.4 – Linha curta. • Via ferramenta de Programação o usuário poderá efetivar a programação através de: Programações Avançadas – Configuração de HW – Ramais. . o entroncamento via PSTN é efetivado através de linhas digitais e/ou analógicas sendo estas com a sinalização DSS-1 (Euro ISDN). . 33/57 . Via tool de Programação : Entrar em Configurações Avançadas – Configurações de HW em linhas externas. • UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418. através de um processamento interno o sistemas apresenta diretamente o número de ANI diretamente em ramais da central. DIU CAS via TME1 e/ou analógicas com e sem identificação de chamadas.1 – Linha padrão 900 Ω . com esta facilidade o sistema aumenta a qualidade da linha de comunicação este parâmetros podem ser alterados através do código 48 via console (terminal Programador). Esta facilidade poderá ser programada inserindo o Código 47 com esta facilidade o sistema poderá ajustar a linha para 04 padrões: .s 5.4 Entroncamentos e Interligação: Os novos sistemas da linha HiPath 1100 podem ser entroncados entre centrais HiPath 1100 e com equipamentos de outros centrais como Sub-PABX ou entroncadas diretamente com a PSTN.

o código de acesso à linha. 22. esta programação poderá ser feita através das programações avançadas dos sistemas. o atendedor noturno desta linha e os facilidades da linha. • Via ferramenta de Programação o sistema poderá ser configurado através dos Parâmetros Avançados do sistema. definir a linha e as facilidades. via terminal utiliza os códigos abaixo : Códigos : 33. Avançadas da Linhas digitais.Código 011 Código Local de Área. 34/57 A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 . .s • Configuração de Linhas Analógicas: Através destes parâmetros o usuário possui o direito de altera o tipo de definir o tipo de sinalização.Código 89 Prefixo que será enviado pela Pública. Via console estas programações podem ser feitas através dos códigos: . 41. . • Em linhas digitais o usuário poderá configurar o código de área que será enviado para a central pública. 60. Linhas Analógicas. 58 e 55. 63. disponibilizado via telefone programador através do código 19. • Via Toll programador o sistema poderá ser acessado via Prog. o prefixo da linha e o fator de tarifação para as linhas digitais S0 (Euro ISDN).Código 95 Fator de tarifação. com esta programação avançada o usuário poderá ainda configurar o tipo de conexão com outra central.

• Via ferramentas entrar na configuração básica ou avançada devemos definir qual é a posição interna e o número de discagem enviado pela pública. 35/57 .Ponto Multiponto.s • Através desta programação o administrador do sistema terá que informar qual é o tipo de linha S0 Ligada ao módulo S0. • Nas configurações avançadas o administrador terá a possibilidade de programar todas as facilidades disponibilizadas na parte básica algumas facilidades específicas para as linhas digitais. Ex. conforme descrição dada abaixo: • • • • H1120 – 10 Posições de MSN H1130 – 50 Posições de MSN H1150 – 50 Posições de MSN H1190 – 160 Posições de MSN. nesta tela devemos inserir a numeração enviada pela pública. UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418. com esta programação definimos se o sistema será interligado PP – Ponto à Ponto ou PMP . (MCDU ou CDU ou apenas U). • Via console programado o sistema disponibiliza a numeração externa através do código 91 respeitando a quantidade de MSN disponibilizado por tipo de central.

Programação de Linhas Tronco Analógicas. • Grupo de Linhas ou Feixe de Linhas: É o agrupamento de linhas do sistema para habilitação de chamadas de saída. sendo a primeira para a central oposta e a segunda rota para as linhas (ramais) da própria central. e duas interface de outra central totalizando desta forma 03 linhas analógicas para cada sistemas. Programar uma linha da própria central e uma linha da outra central como bidirecional e testar o funcionamento. em propriedades avançadas do sistema é possível ao usuário a programação de número para acesso direto aos ramais. e inserir o número e quais as linhas que pertencerão a este grupo.1 • • • • • Exercício 4 – Programação de Linhas. com estas programações o usuário terá um DDR inclusive com a indicação do número de A. Dividir a central em 02 rotas distintas. Via console o código pré-especificado para a criação de grupos de linha é programado através do código 56 e a inserção do grupo do número para acesso. 5. para isto via console é disponibilizado através do código 75. • Via ferramenta de programação é possível acessar via programações básica ou avançadas – Linhas Digitais. Instalar as centrais fornecendo uma interface de ramal da própria central.s • Na programação do MSN. Via terminal programador (console) é possível a programação de agrupamentos com as linhas facilitando a programação de COS nas linhas de habilitando acesso a um grupo de linhas específicos para as chamadas de saída do sistema. A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 36/57 . Programar a segunda linha que vem de uma interface de ramal da própria central como linha unidirecional de saída. • A rota “0” é a rota de transbordo para as demais rotas do sistema o sistema disponibiliza 11 rotas programáveis. • Via Ferramenta : Programações Avançadas – Grupo de linhas. Eliminar as posições de linhas analógicas (ausência de linhas). via console programados é possível que o usuário programe com o código 91 é possível a programação de indicação do número chamador diretamente em aparelhos com display.4.

s
• • • • Programar os ramais X001 e X004 atendedores de todas as linhas com atendimento cíclico de chamadas. Programe o tronco da central oposta com um impedância para uma linha de baixa qualidade. Programar todas as rotas como sub-pabx. Programar os códigos de acesso especifico das linhas como X220 a X222

Anotações :

5.5

Categorização de Ramais (COS):

O sistema disponibiliza através de até 08 classes de acesso diferenciados e distribuídos em até 02 classes de acesso pré-definidas e 06 classes programáveis no sistema conforme as listas dadas abaixo: 0- restrito 1- lista de permissão 1 – 25P 2- lista de restrição 2 - 35P 3- Privilegiado 4- lista de restrição 4 – 10P 5- lista de permissão 5 – 10P UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418. 37/57

s
6- lista de restrição 6 – 04P 7- lista de permissão 7 – 04P 0 - Recebe chamadas externas e internas. 1 – 5 – 7: Recebe e realiza chamadas externas de saída através da agenda ou listas de permitidos. 2 – 4 – 6: Recebe e realiza chamadas externas através das listas de restrição. 3 – Efetua todos os tipos de ligação. •

Categoria Diurna: Através destes parâmetros definimos o ramal e qual sua categoria para um determinado feixe de linhas (0,890 a 899) através do código 11 o sistema disponibiliza a programação dos ramais e suas respectivas permissões.

• Via tool de programação: Programações Avançadas – Segurança (Classe de Serviço) e defini-se o ramal o grupo de troncos e a defini-se a categoria diurna para este ramal. • Categoria Noturna: Através destes parâmetros definimos o ramal e qual sua categoria para um determinado feixe de linhas (0,890 a 899) através do código 11 o sistema disponibiliza a programação dos ramais e suas respectivas permissões. • Via tool de programação: Programações Avançadas – Segurança (Classe de Serviço) e defini-se o ramal o grupo de troncos e a defini-se a categoria noturna para este ramal.

38/57

A30808-X5226-E222-A1-V418

UD1543

s
• Programação das Listas de Permissões : Nesta lista são definidos os dígitos ou os números que possuem permissão de acesso as linhas para chamadas de saída temos 03 listas de permissões uma com 25 posições, 10 Posições e 04 posições. O código para a programação das listas é o código 24. • Via tool de Programação: Programações Avançadas – Segurança – Lista de Permissão e define-se qual o prefixo ou o número que será permitido para as chamadas de saída. • Programação da listas de restrições: Os sistemas disponibilizam 03 listas com 35, 10 e 04 posições, os números programados nestas listas não terão acesso a estes números através dos feixes de linhas. Toda a programação desta lista é possível através do console programador com o código 23. • Via tool de programação : Entrar em Programações Avançadas – Segurança – Lista de restrições e inserir os números proibidos. • O sistema permite a alteração da senha padrão dos sistemas onde o usuário poderá alterar a senha de programação do sistema, padrão “3758” esta poderá ser alterada via console através do código 80. • O Administrador também poderá alterar a senha para serviços especiais tais como Serviço Noturno, via console é possível a programação através do código 49, a senha padrão é “3758”. • Via tool de programação é possível que o administrador do sistema retorne a senha de cadeado ao padrão”0000”.

UD1543

A30808-X5226-E222-A1-V418.

39/57

s
5.5.1 Exercício 5 – Programações de Classes de Acesso às linhas:
Programar as classes de acesso conforme descrito e modificar as tabelas com o padrão EWACO de modo que os ramais sigam a seguinte categorização: 1. O ramal X001 possui privilegio para todo tipo de chamadas pela rota 1 e privilégio a fazer DDD, DDI, DDC, Local, Celular e 0800. 2. O ramal X002 terá acesso a chamadas DDD, DDC, Local, celular e 0800 através da duas rotas do sistema. 3. O ramal X003 terá acesso para receber chamadas pelas 02 rotas do sistema, porém possui apenas acesso interno ou chamadas 0800 e Local através de agendas, pelas 02 rotas do sistema 4. O ramal X004 terá acesso a chamadas Locais, DDC, Celular e 0800, pelas duas rotas do sistema. 5. O sistema seguirá a tabela abaixo para as chamadas saíntes: Tipo de Acesso. DDI DDD DDC Local Celular 0800 Número de Discagem 00(Operadora) + Número 0 (Operadora) + Número 9090 ou 90(operadora) + Número Números iniciados com 2 – 3 – 4 – 5 - 6 Números iniciados com 99, 91 e 88. Números iniciados com 0800

6. Ativar um segundo atendedor das linhas troncos analógicas como o ramal X004. 7. Com a ativação do noturno apenas o ramal X004 terá acesso as linhas de saída para as chamadas locais, Celular e DDC. 8. Testar o transbordo de rotas. 9. Programar a autorização temporária de COS para o ramal X001 e testar com uma chamada para o outro equipamento através do ramal X004. Atribuir um nome as rotas como Transito para a linha da central oposta e Local para as linhas que estão interligadas na posição de ramal da própria central.

5.6

Programação da Seleção Alternativa de Operadora:

Com esta facilidade programado o sistema seleciona de forma seletiva por dia e hora qual é a melhor alternativa para saída de chamadas. O Para o usuário é transparente o processo de discagem porém para o administrador do sistema poderá optar por uma operadora para chamadas nacionais e internacionais levando a uma redução no custo final das chamadas, segue a seqüência de programação desta facilidade na linha HiPath 1100 :

40/57

A30808-X5226-E222-A1-V418

UD1543

CÓDIGO 82 – TABELA DE CONVERSÃO 00-39 CÓDIGO 83 – ASSOCIAÇÃO DAS TABELAS 81 E 82. • A programação via ferramenta de programação podemos definir estes parâmetro : Programações Avançadas – Seleção Alternativa de Operadora e definir os parâmetros apresentados acima.Dias da semana que esta tabela estará em funcionamento – código 83 . UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418. PROGRAMAÇÃO DA FACILIDADE ACS: CÓDIGO 81 – TABELA DE TURNO 00-09 POSIÇÕES DE HORÁRIOS. 41/57 .Intervalo de tempo de funcionamento do sistema – código 81 .s • Seleção Alternativa de Concessionária (ACS) : Como apresentado anteriormente o administrador do sistema poderá programar todo o sistema para selecionar através de uma tabela de chamadas de saída forçando o sistema a escolher a rota e número que deverá ser discado pelo sistema.Via console programador o administrador poderá efetivar todas as programações através dos códigos: .O código 82 ainda permite que o usuário insira uma linha alternativa para as chamadas.Número que será discado pelo usuário e o número que o sistema irá inserir – Código 82 .

: 83+00+0-9+012 DIGITADO 021 014 023 014 CONVERTIDO 023 023 021 021 HH:MM INICIAL 0730 1200 1316 1701 0000 HH:MM FINAL 1159 1315 1700 2359 0729 5. Programar uma regra que converta o número discado 021X001 e converta para a discagem direta do rama X002 para teste. 39 CÓDIGO 83 + POSIÇÃO 81 + POSIÇÕES 83 + DIAS DA SEMANA.6.1 Exercício 6 – Programação de ACS. esta regra terá que funcionar durante toda a semana com exceção de sábado e domingo nos horários das 08:00 as 17:00 e uma regra para converter 014 para 021 nos demais dias e horários. EX.. 42/57 A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 ..s CÓDIGO 81 POSIÇÃO 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 CÓDIGO 82 POSIÇÃO 00 01 02 03 04 05 06 .

1 Programação para Emissão de Bilhetes Os sistemas disponibilizam a possibilidade de emissão de bilhetes para um controle chamadas efetivados pelos sistemas esta poderá ser programada com a facilidade de silent reversal que possibilita a um bilhetagem no sistema em tempo real.7. na tela abaixo são mostrados todos os parâmetros possíveis para emissão de bilhetes da central: • Para a programação dos bilhetes emitidos pelo sistema o usuário poderá usar os códigos : .Código 61 para definir o tipo de bilhete. 43/57 .7 Programações de Periféricos: 5.Código 20 para definir a velocidade da porta . .Código 21 para definir se os bilhetes sairão com a supressão dos números discados. UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418.Código 67 para definir um filtro para os bilhetes emitidos .s 5. A programação via Tool : Entrar nas programações avançadas do sistema e definir as informações inerentes a cada bilhete.

• Código 25 – É definido quais os ramais que poderão abrir o dispositivo de porteiro. 44/57 A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 . • Código 16 – Definimos dispositivo para abertura de porta. • Código 59 – Programa-se os ramais que terão permissão para o atendimento de chamadas. também devemos definir quais os ramais que terão permissão de abertura do porteiro.7.s 5. esta programação é feita por completo através do console programador.2 Programação de Porteiro Elétrico: • Porteiro: através do adaptador TFE o sistema poderá ser interligado a uma interface de porteiro onde o usuário poderá programar a interface do porteiro. • Via Ferramenta de programação basta entrar na configurações básicas do sistema e configurar os dados relativos a interface de porteiro e os ramais que irão atender o porteiro. através dos códigos: • Código 15 – O sistema permite até 04 porteiros que podem ser conectados em interfaces de ramais selecionáveis através deste código. quem será os atendedores da linhas e quem terá acesso a abertura da porta.

7. a partir da discagem de um número o usuário será rotado para um determinado ramal ou grupo.3 Atendedor / Fax: • Atendedor / Fax: Este módulo é responsável pelo atendimento e roteamento de chamadas normais e chamadas encaminhadas a uma máquina de fax. UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418. • Código 28 – Permite a definição do ramal que será conectada a maquina de fax. através de um menu de atendimento que poderá ser gravado diretamente através do telefone programador o usuário poderá definir um roteamento personalizado de sua empresa. Via terminal programador o administrador poderá configurar todos os passos apresentados conforme descrição dos códigos abaixo: • Código 27 – Permite a programação de um modo de atendimento para as chamadas. • Código 009 – Permite ao usuário criar um menu de roteamento. 45/57 . • Via ferramenta de programação: Entrar na configurações avançadas do sistema e definir o tipo de atendimento o menu de roteamento para o sistema. Via terminal programador o sistema permite a funcionalidade de configuração das linhas que serão atendidas pelo porteiro o ramal que receberá as chamadas de maquinas de fax e os ramais ou grupos que as chamadas serão roteadas.s 5.

• Para atualizarmos uma versão basta inserirmos o idioma de atualização e a senha de programação conforme a tela ao lado. • Processo central. conforme a tela ao lado.s 5.8 Atualização e Backup: • Para atualizar os sistemas basta instalar o SW de gerenciamento com este procedimento o usuário instala automaticamente o HiPath 1100 SW Mananger este é responsável pela atualização da central. de backup da • Após este processo basta iniciar a transmissão do novo SW para a 46/57 A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 . • O sistema permite um backup da base de dados antes da atualização. • O backup é feito automaticamente pelo sistema conforme a próxima janela apresentada pelo sistema.

O circuito ADSL possui uma interface serial que será usada para configurar o PBX.992. Serial: A serial fica desabilitada com o acesso via rede LAN. Assim é possível receber do mesmo par de fios da linha telefônica comum POTS(Plain Old Telephone System). O modem integrado é capaz de funcionar com as duas tecnologias mais populares para o ADSL em cima das linhas de POTS conhecidas como ADSL Full e G. Será adicionado o módulo ADSL com um mini HUB 10/100 BaseT Ethernet e um micro-filtro para separar sinais de POTS do ADSL. um modem de ADSL. O sinal de dados vai para uma interface 10baseT que está conectado a um HUB repetidor. terá todas as características deste PBX com exceção da interface de ISDN que será substituída pelo ADSL trafegando sob POTS. • • • • • • • • Características ADSL: 1x ADSL sobre POTS. A placa ADSL possui mais funcionalidades que um modem de ADSL.992. • Modem ADSL É um circuito que faz com que o ADSL trafegue sob os POTS. A taxa de transferência pode ser tão alta quanto os 8 Mbit/s para ADSL Full. Linhas de tronco: troncos analógicos (qualquer um deles para o POTS da linha ADSL). O sistema resultante aqui descrito.s O processo de backup dos sistemas é feito através do HiPath 1100 mananger entrando no item Arquivos e Gravar o backup e selecionar a direção e o nome do arquivo para restaurar a configuração o administrador deverá apenas introduzir o arquivo que será enviado para o sistema.2. torna-se possível a montagem de uma pequena rede local em escritórios. controlador de rede e um HUB 10BaseT. 5. A Placa ADSL será projetada para o uso na linha HiPath 1100 para o PBX como uma placa de expansão. casas. Linhas de assinante: Depende o equipamento. voz e dados em alta velocidade (podendo se atingir até 8Mbits/s). 47/57 . HUB: um HUB com 4 portas 10baseT para o cliente implementar uma rede LAN.Lite. Micro Filter: separa o POTS do sinal ADSL. etc. Características do PBX : HiPath 1100. O módulo foi desenvolvido para ser utilizado no HiPath 1100 com base na tecnologia ADSL (Assymmetrical Digital Subscriber Line). UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418. O sinal dos POTS está separado pelo micro filtro e está conectado a um tronco analógico do HiPath 1100. Inclui as funcionalidades de um splitter.1 e G. Isto está respectivamente definido em padrões de ITU G.9 Programação do ADSL: Com a utilização deste módulo. O controlador de modem é responsável para prover ao protocolo ADSL e implementa adicionalmente o controlador de rede.

NT 4. • SW de Correção e Aplicativos. um micro-filtro está integrado a placa. A figura 2 demonstra as diferenças entre estas duas configurações. firewall e para os parâmetros do roteador.0/2000 ou Me. sem a necessidade de um splitter externo. 48/57 A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 . Todo os dados dos serviços relatados são acessíveis por uma interface de usuário. Em lugar do splitter. Uma ferramenta de serviço é requerida para a atualização de software e administração do PBX.Splitter x Micro-Filtro O Micro Filtro trabalha bem contanto que não haja nenhum outro telefone pois são conectados em paralelo com o PBX.s • Micro Filtro A linha POTS será conectada diretamente ao modulo ADSL. 98. A administração de todos os parâmetros da placa ADSL é possível via telnet. Eles oferecem algumas vantagens. A ferramenta deverá ser operada sob os sistemas operacionais Windows 95. como a utilização de mais de um telefone na mesma linha. POTS POTS Dado Voz Micro Filter Micro Filter Micro Filter Dados Figura 2 .

Exigências de hardware: · PENTIUM 200 · 32 Mb de RAM · 100 Mb disponível em HD · Network Card 10BaseT · SVGA monitor (800x600) UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418. 49/57 .s HiPath 1100 without ADSL HiPath 1100 Manager PBX Config PBX SW update TCP/IP Socket PBX Config PBX SW update Serial Port HiPath 1100 Customer PC Application HiPath ADSL TAPI TCP/IP Socket HiPath 1100 Manager Comm Server HiPath 1100 Customer TAPI Application PC Application PBX Import PBX Export Serial Port PBX Config PBX SW update ADSL HiPath 1100 CDR CDR TCP/IP Socket TCP/IP Socket Customer Billing Application PC Application PC Application Figura 3 – Estrutura do ESL – Ferramentas de Administração A Aplicação no PC mostradas na Figura 3 pode ocorrer no mesmo computador ou serem distribuídas na rede.

s
• Através do item de parâmetros de login o sistema solicitará a senha de acesso da central o sistema.

• O sistema solicitará o VPI e o VCI, o tipo de autenticação e a configuração do ADSL.

O endereço de acesso padrão é 10.0.0.1.

50/57

A30808-X5226-E222-A1-V418

UD1543

s
• O sistema solicitará o endereço IP a máscara de rede e a faixa de endereço que irá trabalhar na rede interna do sistema.

• Após a configuração o sistema já está configurado basta iniciar a transmissão para o sistema.

• O Router ADSL SW up date é o SW responsável pela atualização dos sistemas.

UD1543

A30808-X5226-E222-A1-V418.

51/57

s
• Com o SW de atualização do firmware do modem para interligação com a pública.

• Basta selecionar o arquivo que irá atualizar o firmware e o endereço da placa.

• Basta iniciar a transmissão dos dados para a placa do sistema.

Através do item Router ADSL Software Update, o usuário fará as atualizações de versão do Módulo ADSL na centrais HiPath 1100.

52/57

A30808-X5226-E222-A1-V418

UD1543

s
5.10 Exercício 7 – Atualização e Backup do Sistema.
1. A partir dos dados configurados fazer um backup de toda a configuração executada no equipamento. 2. Atualizar a versão do PABX. 3. Executar um Restore da configuração dos sistemas. Anotações:

UD1543

A30808-X5226-E222-A1-V418.

53/57

54/57 A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 . Testar os códigos de rota inseridos na central. Programar todos os ramais pertencentes ao 1º grupo consecutivo e efetuar login e logout do GRP. Programação de troncos: Instalar 3 linhas troncos sendo duas R-T e uma como sub-PABX e eliminar as demais. Dividir a central em dois feixes de saída 0 linhas R-T e 70 com a linha de saída Sub-PABX. Programar dois ramais como primeiro atendedores (11 e 15) e desativar via facilidade o 1º atendedor. Marcar desvio externo.s 6 Exercício Final: Instalar os Equipamentos: Instalar a central com 2 aparelhos analógicos e 2 KS’s sendo Efetuar o reset Geral da central e entrar com os dados padrão Brasil. Programar o nome para todos os ramais ligados a central. . o terceiro como privilegiado com restrições e o ultimo como restrito e inverter a ordem para o noturno. Testar os códigos de acesso específicos das linhas. Programar um ramal analógico como ramal de transbordo. Programar chefe/secretária. Ativar noturno e observar Gerar um grupo interno com os ramais conectados a central. Programar duas linhas como bidirecional. Testar estacionamento de chamadas Testar grupo de captura Testar captura dirigida Testar Intercalação entre ramais. Programação de Ramais: Programar o primeiro ramal como privilegiado. o segundo como semiprivilegiado. Efetuar a mudança de senha no sistema HiPath 1100 Efetuar o reset da senha do sistema através do código específico.

55/57 . Testar transbordo de rotas. Tabela de restrições 900 0900 145 021 031 3 4 8 99 Tabela de permissões Desativar o segundo atendedor.s Gerar as tabelas descritas abaixo e utilizá-las na categoria de ramal. Ativar noturno e dividir a central em dois feixes 0 e 84. Atribuir um nome para as rotas UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418. ( Transbordo ).

s 7 ADSL CDR DTMF EMC ESL FDB FW HW LW MR MRTS PBX POTS SW TAPI TCP/IP AAL5 ADSL ANSI ATM ATU-C ATU-R CLP CN CPE CRC FCS HDLC IETF ILMI IPCP ISSO ITU-T LAN LAPD 56/57 Abreviaturas Asymmetrical Digital Subscriber Line Call Data Record Dual Tone Multiple Frequency Electromagnetic Compatibility Euroset line Feature Documentation Building Block Firmware Hardware Load ware Modification Request Modification Request Tracking System Private Branch exchange Plain Old Telephone System Software Telephone Application Program Interface Transactions Communication Protocol / Internet Protocol ATM Adaptation Layer 5 Asymmetric Digital Subscriber Line American National Standards Institute Asynchronous Transfer Mode ADSL Terminal Unit Central Office ADSL Terminal Unit Remote Cell Loss Priority Congestion Notification Customer Premise Equipment Cyclical Redundancy Check Frame Check Sequence High-Level Data Link Control Internet Engineering Task Force Integrated Local Management Interface Internet Protocol Control Protocol International Organization for Standardization International Telecommunications Union Telecommunications Standardization Section (formerly CCITT) Local Area Network Link Access Protocol D (HDLC derivative for ISDN) A30808-X5226-E222-A1-V418 UD1543 .

Administration and Maintenance Organizationally Unique Identifier / Protocol Identifier Layer 3 (network layer) information bundles Protocol Data Unit Point of Presence Point-to-Point Protocol Public Switched Telephone Network Postal Telephone and Telegraph Permanent Virtual Circuit Public Utilities Commission Request For Comments Service Data Unit Subnetwork Access Point Switched Virtual Circuit User to Network Interface UD1543 A30808-X5226-E222-A1-V418.s LLC NAP NSP OAM OUI/PID Pacotes PDU POP PPP PSTN PTT PVC PUC RFC SDU SNAP SVC UNI Logical Link Control Network Access Provider (administrative entity for ATU-C equipment) Network Services Provider (not necessarily Internet. could be other protocols or other IP-based networks) Operation. 57/57 .

HiPath 1100 HiPath 1120 HiPath 1130 HiPath 1150 Manual de serviço .

8 9 A31003-K1250-S100-51-V419 10 .Informações importantes 1 Dados do sistema HiPath 1100 Modelos HiPath 1120/1130/1150 Manual de serviço Selo CE 2 Módulos 3 Montagem 4 Telefones 5 O Selo CE confirma a homologação deste equipamento em conformidade com as Colocando em serviço normas UE1999/5/EG. 6 7 Certificado Ambiental Códigos de acesso às facilidades Este equipamento foi produzido segundo as diretrizes de nosso sistema certificado de gestão ambiental (ISO 14001). assim como emissão resíduos industriais. Este processo garante a redução ao mínimo do consumo de matérias primas e de energia.

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2. . . . . . . . . . . . . . 1. . . . . . . .6 Tabelas . . . . . . . . HiPath 1100. . . . . 3-14 3. 3-9 3. . . . . . . . . . . . . . . . . 2. . .7. . . . . . . . . . . . . . . . . . 1. . .1 HiPath 1130/1150 . . 3-2 3. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1 Segurança Internacional . . . . . . . . . . . . .1. . . . . . . . . . . . 1. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .3 Placa-mãe (MB) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Manual de Serviço 3 . . . . . . . . . . . . . 1. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1. . . . . . . . 3-16 3. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .8 1 Informações importantes 1. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-1 1-2 1-3 1-4 1-5 1-6 1-6 1-7 1-8 2-1 2-1 2-3 2-3 2-3 2-4 2-4 2-5 2-7 2-7 2-7 2-8 3 Módulos 3. . . . . . . . . . . . . . . .2 Proteção e segurança de dados. . .5 Comportamento em casos de emergência . .2 HiPath 1130/1150 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .3. . . . . . . . . .4 Informações gerais . . . . . . . . . . . . . 1. . .2 Módulo TME1 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2. .3. . . . . . . . . . . . . . . . .2 HiPath 1120. . . . . 3-1 3. . . . . . . . . . . . . . .1 Informações de segurança: perigo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2 Informações de segurança: atenção . . . . . . . . . . . .6 Informe de acidentes . . . . . . . . 3-21 A31003-K1250-S100-51-V419. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .3 Estrutura do documento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-5 3. . . . . . . . . . 3-9 3. . . . . .2 Condições ambientais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4. . . . . . . . . .toc Somente para uso interno Índice Índice 0 Figuras . .4. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1 Módulo S0 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .7 Normas técnicas e conformidades . . . . .1. . . . . . . .2 Relação de módulos. . . . . . 2. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2. . . 3-5 3. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .5 Módulo opcionais (MO) . . . . . . . . . . . . . . . . . .5. . . . . . . . .4. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1. . . . . . . .3 Informações de segurança: cuidado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1 Visão geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-13 3. . . . . .1 Visão geral . . . . . .1 Informações de segurança. . . . . . . . . . . . . . . . .4 Periferia do sistema HiPath 1100. . . .1 HiPath 1130/1150 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-7 3. . . . . . . . . . . . . . . . .4 Módulo de ampliação (EB) . . . . . . . .1. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .esl. . . . . . .5 Limites de expansão para os sistemas . . . . . . . . . . . . . . .2 Introdução . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .5. . . . . . .4. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .5. . . . . .6 Dados Técnicos . . . 3-14 3. . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1. .1 HiPath 1120. . . . . . .1. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2 Dados do sistema 2. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .7. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .3 Estrutura HiPath 1100 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .3 Módulo ADSL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .8 Lista de documentação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2 HiPath 1120. . .

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .7. . . . . . . . . . . . . . 3. 3. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2 Telefone de sistema E 822 ST . .4 Montagem do módulo TME1 . .6 Fixação na parede . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5. . . . 4-21 4. . . . . . . . . . . . . . . . . .6 Montagem do módulo Atendedor/Fax . . . . . . . . . . . . . . . . .esl. . . .1 Montagem do HiPath 1100 . . . . . . . . . . . . . . . . 3. . . . 3. . . . . .4 Módulo Atendedor/Fax. . . . . . 4-13 4. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-17 4. . . . . 4-27 4. . . . . . . . . . . . . . .5. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2 Verificar a ligação à terra de proteção. . . . . . . . . . . . . . . . . 4-6 4. . . . . . . . . . . . . . . . . 3. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .12. . . . . .7 Montagem dos MOs e EBs . . . . . . . 4-3 4. . . . . . . . . . . . .2 Montagem dos módulos de ampliação . . . . . . .6 Fonte de Alimentação (PSU) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2. . . . .4 Desembalar os componentes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .toc Índice Somente para uso interno 3. . .12. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .10 Instalação da fonte de aúdio externa . . . . . . . . 3. . . . . .24 . . . . . . . .16 Efetuar conferência visual . . . . . . 5. . . . . . . . . . . . 4-5 4. . . . . . . .1 Visão geral. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .11 Instalação da Interface de porteiro TFE. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2. . . . . . . . . . . . 4-28 4. . . . .5 Conhecendo os sistemas . . . . . . . . . . . . . . . .2 Telefones de sistema . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-1 4. . 3. . . . . . . . .7 Montagem do módulo Música no HiPath 1120 . . . . . . . . . . . . . . . HiPath 1100. . . . . . . . .7. . . . . . . . . . . . . . . .1 HiPath 1130/1150 . . . . . . . . . . . . . . . 5. .2. . . . . . . . . .9 Interface de porteiro TFE . . . . . . . . 5-1 5-1 5-1 5-3 5-5 5-6 4 A31003-K1250-S100-51-V419. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-10 4. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .8 Montagem da fonte de alimentação. . . . . . . . . . . . . . . . . . . .10 Cabo adaptador V. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .8 Conexão dos ramais no DG interno do sistema . . . . . .2 HiPath 1120 . . . .2. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .8 Back Plane. . . . . . . . . .1 Proteção das linhas externas e ramais externos . . . . . . . . . . . . . . Manual de Serviço . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .13 Relés de falta de energia. . . . . . . . . . . . . 4-1 4. . . . . . . . . . . . . . . . . .7. . . . . 4-30 4. . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-23 3-25 3-27 3-27 3-28 3-29 3-30 3-30 3-31 4 Montagem 4. . . .24 . . . . 3. 5. 4-8 4. . . . . . . . . . . . . . . 4-31 4. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .12 Recomendações sobre a alimentação/proteção do sistema . . . . . . . . . . . . . . . . . .7. . . . . . . . . . .5 Módulo Música. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .5 Montagem do módulo ADSL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-31 4. . . . . . . . . . . . . . 4-8 4. . . . . . . . . . 4-32 4. . . . . . . . . . . . . . . .6. . . . .7.7. . . . .3 Telefone de sistema E 821 ST (somente para o Brasil) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-35 5 Telefones 5. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-11 4. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .7. . . . . . .3 Selecionar o local de montagem . . . . . . 4-5 4. . 4-14 4. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .14 Cabeação do sistema . . . . . . . . . . . . . 4-19 4. . . . . . . . 4-23 4. . . . . . . . . . . .9 Instalação da interface V. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2 Procedimento de montagem . . . 4-28 4. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .3 Montagem do módulo S0. . . . . . . . . . . . .7 Distribuidor geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1 Localização dos módulos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .6. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4 Facilidades das teclas programáveis . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-27 4. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .7. . . . . . . . . . . . . . . 4-34 4. . . .5. . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1 Teclas . . . . . . . . . . .15 Montagem dos terminais . . . . . . . . . . . . . . .

. . . . . . 6-1 6. . . . . . . . . . . . . . . . . . .4. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-41 6. . . . . . . .4 Comentários sobre os códigos de programação do sistema. . . . .9 Problemas devido alteração da senha padrão . . . . . .4. . . . . . . . . . . . .6 Bilhetagem dos dados de chamada . 9-1 A31003-K1250-S100-51-V419. . . . . . . .2 Entrando no modo de programação do sistema . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-33 6. . . . . . . .2. . . . . . 6-25 6. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1 Tabelas dos códigos de programação do sistema. . . . . . . . .5 HiPath 1100 System Manager . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .5 Ajustes . . . . 8-1 9 Índice remissivo 9. . . . . . . . . . . . . . . 5. . . . . .1 Lista geral. . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5. . 6-2 6. . . . . . . . 6-2 6. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .3. .1 Esquema . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-4 6. . .4. . .2. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-42 7 Códigos de acesso às facilidades 7. . . . . . . . . . . . . . . 5-6 5-9 5-9 5-9 5-9 6 Colocando em serviço 6. . . . . . . . . . . .9 Módulo ADSL . . . . . . . . .2. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2 Utilizando as Funções de CTI . . . . . . . . . . . . . . . . 6-25 6. . . . . . . . . . . . . . . .7 Módulo Atendedor/FAX. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .7 Configuração do módulo TME1. . . . . . . .4. .toc Somente para uso interno Índice 5. . . . 6-36 6. . . . . 6-39 6. . . . . . .3. . .2. .4 TAC Smart . .3 Ligar o sistema à alimentação . . . . . . . . . . . . . . . 6-4 6. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1 Telefone decádico (DC) . . . . . . .2. . . . . . . . 6-36 6. . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1 Informações . . . . . . 6-5 6. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5. . . 6-30 6. . . . . . . . . .3 Programação de ramal. . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-6 6. . . . . . . . .3 Efetuando a programação específica do cliente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2. 6-28 6. . . . . . . . . . . .5 Porteiro eletrônico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1 7. . .8 Programação para tronco digital . . . . .3 Telefones E 805 S e E 805 C (DC/MF) . . . . . . .1 Programações importantes . . . . . . . 6-1 6. . . . . . . . 6-3 6. . . . . . . . . . . . .1 Colocação em serviço do HiPath 1100 . . . . . . . . . . .3 Telefone decádico (DC) e multifreqüência (MF). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2 Procedimento . . . . . . . . .1 Utilização da interface serial V. . . . . . . . . . . .4. . . Manual de Serviço 5 . . . . . . . . . . .2. . . HiPath 1100. . . . . . . . .2. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4. . . . .6 Configuração do módulo ADSL . . . . . . .Telephony Advanced Control (software opcional). . . 5. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4 Programação geral. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .3. . . . . . . . . . . . . 6-38 6. . . . . . 6-25 6. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-8 6. . . . . . . . . . . . . 6-4 6. . . . . . . . . . . . . .2 Programação de linha externa . . . . 6-1 6. . . . .2 Códigos para o plano de numeração 2. . . . . . . . . . . . . .4. . . . . . . . .10 Relé e sensor no HiPath 1120. . . . . . . . . . .2 Telefone multifreqüência (MF) . . . .3 Interaction Center Smart (software opcional) . . . . . . . . . . . 6-1 6. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4. . . . . . .1. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .esl. . . . . . . . . 6-7 6. . . . 7-6 8 Abreviaturas 8. . . . . . .4. . . . . . . . . . 6-2 6. . . . .3. . . . . . .3.1 Plano de numeração padrão (1) . . .24 . . . . . .1. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .8 Programação através de um aparelho telefônico . . . . . . .2 Efetuar o teste rápido .4. . . . . . . 6-7 6.1. . . . . . . . .2. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-6 Visão geral da MB do HiPath 1120 . . . . . . . . 3-14 Módulo S0 HiPath 1130/1150 . . . . . 4-6 Fixação do HiPath 1120. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-14 Montagem do módulo ADSL HiPath 1120 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-24 Módulo Música . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-24 Módulo Atendedor/Fax HiPath 1130/1150 . . . . . . . . . . . . . . . 3-21 Módulo ADSL . 2-2 Periferia do HiPath 1120 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-4 Visão geral do sistema para montagem HiPath 1120 . . . . . 3-10 Visão geral da EB 012 . . . . . . . . . . . . . . Manual de Serviço 6 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-22 Módulo Atendedor/Fax HiPath 1120 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-15 Conexões ao módulo ADSL . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-17 A31003-K1250-S100-51-V419. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-29 Back plane . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-4 Local de instalação do sistema . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .lof Somente para uso interno Figuras Figuras Figura 2-1 Figura 2-2 Figura 2-3 Figura 3-1 Figura 3-2 Figura 3-3 Figura 3-4 Figura 3-5 Figura 3-6 Figura 3-7 Figura 3-8 Figura 3-9 Figura 3-10 Figura 3-11 Figura 3-12 Figura 3-13 Figura 3-14 Figura 3-15 Figura 3-16 Figura 3-17 Figura 3-18 Figura 3-19 Figura 3-20 Figura 3-21 Figura 3-22 Figura 3-23 Figura 3-24 Figura 4-1 Figura 4-2 Figura 4-3 Figura 4-4 Figura 4-5 Figura 4-6 Figura 4-7 Figura 4-8 Figura 4-9 Figura 4-10 Figura 4-11 Figura 4-12 Figura 4-13 0 Visão geral do sistema . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-4 Visão geral da MB do HiPath 1130/1150. . . . . . . . . . . 3-15 Ligação de acesso básico S0 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-27 Conector da PSU do sistema HiPath 1120 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .Conectores. . . 4-13 Montagem do módulo TME1 . . . . . . . . . . 3-13 Módulo S0 HiPath 1120 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-16 Distribuição dos sinais no conector da S0 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-32 Sistema de ligação do adaptador de modem e impressora . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-12 Visão geral da EB 204 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-7 Localização dos módulos no HiPath 1120 . . . . 3-28 Distribuidor . . . . . . . . . 3-30 Visão geral da interface TFE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-8 Localização dos módulos no HiPath 1130/1150 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-31 Sistema de interligação do cabo adaptador V. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-18 Módulo ADSL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-33 Dimensões para o HiPath 1100. . . . . . . . . . . . 4-5 Visão geral do sistema para montagem HiPath 1130/1150. . . . . . . . . . . . . . . . 4-9 Montagem do módulo S0 HiPath 1120 . . . . . . . . . 3-17 Dip switch do Módulo TME1. . . . . . .esl. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . HiPath 1100. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .24. . 3-11 Visão geral da EB 800 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-25 Conector da PSU dos sistemas HiPath 1130/1150 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-12 Conexões ao módulo S0 . . . . . 3-16 Módulo TME1 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-7 Fixação do HiPath 1130/1150 . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-8 Visão geral da EB 210 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-3 Periferia do HiPath 1130/1150.

. . 4-19 Montagem do módulo Música . . . . . . . . . . . . . . 5-11 A31003-K1250-S100-51-V419. . . 4-18 Montagem do módulo Atendedor/Fax HiPath 1130/1150. . . . . . 4-34 Layout do telefone de sistema E 822 ST . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-23 Distribuição dos ramais no DG HiPath 1120 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-26 Esquema de alimentação dos sistemas HiPath 1130/1150 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-21 Montagem da fonte de alimentação HiPath 1120 . . . . . . . .lof Somente para uso interno Figuras Figura 4-14 Figura 4-15 Figura 4-16 Figura 4-17 Figura 4-18 Figura 4-19 Figura 4-20 Figura 4-21 Figura 4-22 Figura 4-23 Figura 5-1 Figura 5-2 Figura 5-3 Figura 5-4 Montagem do módulo Atendedor/Fax HiPath 1120 . . . . 5-10 Layout do aparelho E805 C . . . . . . . . . . 4-30 Conexões na tomada telefônica adotados no Brasil . . . . . . . . . . . 4-29 Diagrama de aterramento e proteção . . . . . . . . . Manual de Serviço 7 . . . . . . . . . . . . HiPath 1100. . . . . . . . . . 4-20 Montagem da fonte de alimentação HiPath 1130/1150 .esl. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-4 Layout do telefone de sistema E 821 ST . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-22 Distribuição dos ramais no DG HiPath 1130/1150 . . . . . . . . . . . . . 5-5 Layout do aparelho E805 S . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-19 Indicações no display do Módulo TME1 . . . . . . . . 3-26 Características elétricas dos Sensores e Relés . . . . . . . . . . . . . . . . HiPath 1100. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-2 Lista de todos os módulos/componentes utilizados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-2 Atribuição dos conectores na MB do HiPath 1130/1150. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-7 Atribuição dos conectores na MB do HiPath 1120 . . . . . . . . 400 e 200 . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-8 Programações importantes . . . . . . . . . . . . 4-31 Ramais de falta de energia HiPath 1120 . . . . . . . 4-32 Código de cores para cabos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-7 Lista de documentação para HiPath 1100. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-11 Atribuição dos contatos nas EB 800. 3-27 Atribuição do conector da PSU do sistema HiPath 1120 . . . . . . . . . . . . . . . . . .lot Somente para uso interno Tabelas Tabelas Tabela 2-1 Tabela 2-2 Tabela 2-3 Tabela 2-4 Tabela 2-5 Tabela 3-1 Tabela 3-2 Tabela 3-3 Tabela 3-4 Tabela 3-5 Tabela 3-6 Tabela 3-7 Tabela 3-8 Tabela 3-9 Tabela 3-10 Tabela 3-11 Tabela 3-12 Tabela 3-13 Tabela 3-14 Tabela 3-15 Tabela 3-16 Tabela 3-17 Tabela 3-18 Tabela 3-19 Tabela 3-20 Tabela 3-21 Tabela 3-22 Tabela 4-1 Tabela 4-2 Tabela 4-3 Tabela 4-4 Tabela 4-5 Tabela 4-6 Tabela 4-7 Tabela 4-8 Tabela 6-1 Tabela 6-2 Tabela 6-3 Tabela 6-4 Tabela 6-5 0 Limites de expansão específicos dos sistemas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-18 Dip switch 2 do Módulo TME1 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-29 Atribuição do conector do adaptador V. . . . . . . 4-24 Exemplo de localização dos ramais no DG HiPath 1120 . . . 6-7 Divisão das tabelas de programação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-4 Dados técnicos . . . . . . 2-5 Normas e conformidades utilizadas . . . . . . . . . . . . . 3-10 Atribuição dos contatos nas EB 012 e 010 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-12 A31003-K1250-S100-51-V419. . . . . . . . . . . . . . 3-32 HiPath 1100 . . . . . . . . . . . . . . . . . . .esl. . . . . . . . 3-13 Conectores do Módulo S0 HiPath 1120 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-15 Atribuição dos conectores do Módulo TME1 . . . . . 6-10 Programação de ramal. . . . . . . . . . . 3-23 Conector do módulo Atendedor/Fax . . . . . . . 3-17 Dip switch 1 do Módulo TME1 . . . . . . . . . . . . . . . 6-8 Programação de linha externa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-33 Procedimento para a conferência visual . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .Procedimento de montagem do sistema . . . . 4-9 Exemplo de localização dos ramais no DG HiPath 1130/1150 . . . . . . . . . .24 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-7 Condições ambientais . . . . 3-20 Conectores do módulo ADSL HiPath 1120 . . . . . . . . 2-8 Lista de todos os módulos/componentes utilizados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-25 Conectores do módulo Música . . . . . . . . . . . . . . 4-36 Resumo do procedimento de programação . . . . . . . . . . 3-26 Atribuição do conector da PSU dos sistemas HiPath 1130/1150 . . . . . . . . . . Manual de Serviço 8 . . . . . 3-12 Atribuição dos contatos no EB 204 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2 Posição x tipo de módulo no HiPath 1130/1150 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 206 e 202 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-26 Ramais de falta de energia HiPath 1130/1150 . . . . . . . . . . 3-9 Atribuição dos contatos nas EB 210. . . . . . . . 3-22 Conectores do Módulo ADSL HiPath 1130/1150 . . . . 3-15 Conectores do módulo S0 HiPath 1130/1150 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

. . . 6-19 País/grupo de paises (65) . . . . . . . Manual de Serviço 9 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-16 Porteiro eletrônico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-1 A31003-K1250-S100-51-V419. . . . . . . . . . . . 6-21 Módulo Atendedor/FAX. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-24 Relé e sensor no HiPath 1120 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-18 Bilhetagem dos dados de chamada . . . . . 6-23 Módulo ADSL . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-14 Programação geral. . . . . . . . . . . . . . .esl. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . HiPath 1100. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-37 Abreviaturas . . .lot Somente para uso interno Tabelas Tabela 6-6 Tabela 6-7 Tabela 6-8 Tabela 6-9 Tabela 6-10 Tabela 6-11 Tabela 6-12 Tabela 6-13 Tabela 6-14 Tabela 6-15 Tabela 6-16 Tabela 8-1 Valores padrão para EWACO. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-24 Layout de cabeçalho de bilhetagem . . . . 6-21 Programação para tronco digital . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-19 Protocolo CLIP analógico (005) .

lot Tabelas Somente para uso interno 10 A31003-K1250-S100-51-V419.esl. HiPath 1100. Manual de Serviço .

fm Somente para uso interno Informações importantes Informações de segurança 1 Informações importantes Os sistemas de telecomunicações HiPath 1100 são compatíveis com sistemas de alimentação TN-S e também TN-C-S. Este símbolo indica perigo que pode levar a ferimentos sérios. conforme a norma IEC 364-3. Familiarizar-se com os números de emergência. ! Perigo ! Atenção ! Cuidado Este símbolo indica um risco de dano ou destruição do hardware ou software.reg1. A31003-K1250-S100-51-V419. no qual o condutor PEN esteja dividido num condutor para proteção (PE) e outro para neutro (N). Apenas estas pessoas têm permissão para executar a instalação. HiPath 1100. Manual de Serviço 1-1 . Ler cuidadosamente todas as informações sobre o equipamento e seguir todas as informações de segurança. os símbolos a seguir são usados para indicar fontes potenciais de perigo: Este símbolo adverte que uma situação pode ocasionar morte ou ferimentos sérios. Consultar sempre um superior antes de iniciar o trabalho em condições onde as precauções de segurança necessárias não estiverem de acordo. Este símbolo identifica informações úteis. 1. por exemplo.1 Informações de segurança As informações a seguir são dirigidas ao pessoal de service e técnicos autorizados. em condições de umidade ou onde houver o risco de explosões relacionadas com gás. Símbolos de segurança Ao longo deste manual.

Nunca tocar fios energizados que não estejam isolados apropriadamente. ● ● Desligar o sistema durante os serviços de manutenção Caso os trabalhos de manutenção exijam o corte da alimentação do sistema. trabalhar sempre com um parceiro que esteja familiarizado com a localização do painel de disjuntores. Substituir imediatamente qualquer equipamento de segurança avariado (tampas.1 Informações de segurança: perigo Condutor de aterramento da instalação Conectar corretamente na instalação o condutor de aterramento antes de iniciar os trabalhos e conexões de ramais.fm Informações importantes Informações de segurança Somente para uso interno Outros símbolos que identificam fontes de perigo com maior clareza Este símbolos geralmente não são usados neste manual. Usar apenas acessórios originais.reg1.1. etiquetas e cabos protetores). Manual de Serviço ● ● 1-2 . Nunca operar o equipamento com o condutor de aterramento desconectado! Tensões perigosas Tensões acima de 30 V CA (corrente alternada) ou 60 V CC (corrente contínua) são perigosas. HiPath 1100.240 V CA) somente devem ser executados por pessoal qualificado. O uso de acessórios de terceiros pode avariar o sistema ou violar as normas de segurança e de EMC. A31003-K1250-S100-51-V419. Se o trabalho está sendo feito em circuitos com tensões perigosas. desligue todos os alimentadores. Avarias ● Substituir o cabo de alimentação imediatamente se ele apresentar qualquer sinal de avaria. Eles explicam símbolos que podem aparecer no equipamento. Eletricidade Peso Calor Fogo Químicos ESD* Laser * dispositivos sensíveis à eletrostática 1. Trabalho nos circuitos da rede de baixa tensão ● Os trabalhos na rede de baixa tensão (100 .

nunca usar roupas folgadas e manter cabelos longos sempre presos. Nunca usar jóias. assegurarse de que ela nunca seja deixada sem supervisão.2 Informações de segurança: atenção Riscos em caso de cabos de grandes seções transversais Estar atento ao risco adicional representado por tensões baixas e grandes seções transversais. Isto resulta em maiores riscos. Nunca tocar peças energizadas com um espelho. verificar se os circuitos correspondentes ainda estão energizados. relógios com pulseiras de metal ou acessórios e rebites metálicos em peças de vestuário. pois existe o risco de ferimentos e curto-circuitos. Considerar a possibilidade de existência de corrente de fuga da rede telefônica. no caso de curto-circuitos.reg1. Isto pode ocasionar um curto-circuito ou até mesmo resultar em ferimentos pessoais. Apesar dos cabos com grandes seções transversais normalmente possuírem baixas tensões. Quando o trabalho está sendo executado em uma instalação aberta. Não conectar ou remover linhas telefônicas e placas durante uma tempestade com trovões. Nunca tentar erguer objetos pesados sem auxílio. HiPath 1100. Usar sempre proteção adequada para os olhos. por exemplo. Nunca supor que todos os circuitos são automaticamente desconectados quando se desliga um disjuntor ou fusível adicional.fm Somente para uso interno Informações importantes Informações de segurança ● Assegurar que a instalação não recebe alimentação de uma outra fonte de alimentação e verificar se ela está protegida por um disjuntor ou fusível adicional. a menos que as instruções de operação estipulem que o trabalho deve ser realizado sem o desligamento da energia. ● ● ● ● 1.1. Sempre desconectar a alimentação ao trabalhar nas proximidades de uma unidade de alimentação ou conversor de corrente contínua. ● ● A31003-K1250-S100-51-V419. ● ● ● Medidas de segurança ● Superfícies e revestimentos espelhados são condutivos. Manual de Serviço 1-3 . os valores da corrente são maiores. Equipamento/trajes de proteção ● Ao trabalhar nas instalações. Antes de iniciar o trabalho. Usar sempre um capacete protetor quando houver risco de ferimentos ocasionados por objetos em queda.

fm Informações importantes Informações de segurança Somente para uso interno 1. 1-4 A31003-K1250-S100-51-V419. Não colocar equipamento danificado em operação. por exemplo. Proceder com extremo cuidado ao executar medições em componentes energizados e serviços de manutenção quando a alimentação estiver ligada. Transportar o sistema ou placas apenas dentro de embalagens protetoras adequadas. ● ● ● Disposição dos cabos Posicionar os cabos de tal forma que não haja riscos deles serem danificados ou causarem acidentes. Manual de Serviço .1. Usar apenas ferros de solda aterrados. Disjuntor de alimentação principal Informar-se sobre a localização do disjuntor principal de alimentação do sistema e a sua capacidade de condução. ocasionados. pelo tráfego de pessoas. colocá-las sempre sobre uma base condutiva aterrada. Informar ao seu superior os problemas detectados.3 Informações de segurança: cuidado Verificações e medições de tensão ● ● Verificar a tensão nominal indicada para a instalação do sistema. Ao trabalhar com as placas. Proteção de componentes sensíveis à eletrostática (ESD) Para proteger componentes sensíveis à eletrostática: ● Usar uma pulseira anti-estática antes de executar qualquer serviço no sistema ou placas. HiPath 1100. Comparar com os “Dados Técnicos” na página 2-5 da central para avaliar a compatibilidade. Avarias Usar apenas ferramentas e equipamentos em perfeitas condições.reg1.

Antes de iniciar a montagem na parede. ● Localização do equipamento de segurança Ao completar o serviço de manutenção. paredes de gesso) têm uma capacidade de suporte de carga reduzida.1. verificar. Riscos no local de trabalho ● ● Assegurar que o local de trabalho esteja bem iluminado. Observar as condições da parede. Instalação em parede ● Algumas paredes (p. Conectar todos os cabos apenas aos pontos de conexão especificados.reg1. dutos ou outro meio que forneça a devida segurança. Condensação Quando o equipamento for levado de um ambiente frio para dentro do local de operação à temperatura normal. Esperar até que a temperatura do equipamento tenha se ajustado à temperatura ambiente e esteja completamente seco antes de ligá-lo. recolocar todos os equipamentos de segurança em seus locais corretos.4 Informações gerais Ligação dos cabos/linhas ● Todos os cabos que saem do sistema devem ser protegidos em todo seu percurso.fm Somente para uso interno Informações importantes Informações de segurança 1. ex. através de canaletas. Verificação das ferramentas Verificar as suas ferramentas regularmente e usar apenas aquelas que estejam em perfeito estado de funcionamento. ● Materiais inflamáveis Materiais inflamáveis não devem ser armazenados próximos ao equipamento. a existência de rachaduras ou umidade. Manual de Serviço 1-5 . A31003-K1250-S100-51-V419. Existe um risco maior de acidentes em um local de trabalho desarrumado. observar as “Condições ambientais” na página 2-7 para que não ocorra condensação. isto é. HiPath 1100.

● 1-6 A31003-K1250-S100-51-V419. Informar sobre todos os choques elétricos. executar imediatamente massagem no coração. Sempre desligar a alimentação antes de tentar tocar uma vítima de acidente. use apenas materiais não-condutivos.reg1. de uma maneira calma e lógica: ● ● ● Onde o acidente ocorreu? O que aconteceu? Que tipo de ferimentos foram sofridos? Finalmente. quase-acidentes e fontes potenciais de perigo para um superior. Se possuir o treinamento adequado. caso o coração da vítima não esteja batendo.1. executar imediatamente ressuscitamento boca-a-boca ou boca-a-nariz. 1. um conhecimento básico de vários métodos de ressuscitamento de uma vítima que parou de respirar ou cujo coração parou de bater é absolutamente vital. bem como é o de primeiros socorros para tratamento de queimaduras. mesmo os pequenos. Manual de Serviço . para tocar a vítima e tentar isolá-la da fonte de corrente.5 Comportamento em casos de emergência Procedimento em caso de acidentes ● ● ● Permanecer sempre calmo no caso de um acidente e proceda com cautela.1.fm Informações importantes Informações de segurança Somente para uso interno 1. Se a vítima não estiver respirando. Primeiros socorros ● Deve-se estar familiarizado com os princípios de primeiros socorros para vítimas de choque elétrico. ● ● Chamada de emergência Chamar uma ambulância ou médico imediatamente e fornecer as seguintes informações. Se a alimentação não puder ser desligada imediatamente. com urgência. HiPath 1100. Em tais emergências. tais como cabos de madeira. estar preparado para auxiliar nos serviços de emergência com qualquer informação adicional que possa ser necessária.6 Informe de acidentes ● Informar sobre todos os acidentes.

Jamais informar senhas para pessoas não-autorizadas. transmitir. Manual de Serviço 1-7 . por exemplo. ● ● ● ● A31003-K1250-S100-51-V419. Evitar que pessoas não-autorizadas tenham acesso aos meios de dados. O objetivo da legislação de proteção de dados é evitar infrações nos direitos individuais de privacidade baseadas no mal-uso dos dados pessoais. HiPath 1100. modificar. mensagens dos displays e registro dos dados de clientes. Assegurar que os meios de dados que não são mais necessários sejam completamente destruídos e que documentos não sejam armazenados ou deixados em locais geralmente acessíveis. sem permitir qualquer exceção. Assegurar que nenhuma pessoa não-autorizada tenha como processar (armazenar.reg1. Usar as facilidades de atribuição de senhas. O trabalho em conjunto com o cliente gera confiança e não sobrecarrega. Isto preserva os interesses do cliente e oferece proteção pessoal adicional. Observar as leis locais relativas a proteção e uso de tais dados e as regulamentações que prevalecem no país. discos de backup ou impressões de protocolos. Ao proteger os dados contra o mal-uso durante as etapas do processamento. por exemplo). a legislação de proteção de dados também protege os interesses próprios e de terceiros. É imperativo que as regras a seguir sejam observadas para assegurar que as provisões estatutárias relacionadas a serviços (sejam eles serviços internos ou administração e manutenção remotas) sejam estritamente seguidas. desabilitar ou apagar) ou usar dados de clientes.2 Proteção e segurança de dados Tratamento de dados pessoais Esta central telefônica usa e processa dados pessoais (registro detalhado de chamadas. Diretrizes que se aplicam aos funcionários da Siemens Os funcionários da Siemens estão sujeitos a práticas de comércio seguro e confidencialidade de dados sob os termos dos procedimentos de trabalho da companhia.fm Somente para uso interno Informações importantes Proteção e segurança de dados 1. Diretrizes que controlam o tratamento de dados Uma abordagem consciente e responsável ajuda a proteger dados e a observar a sua segurança: ● ● Assegurar que apenas pessoas autorizadas tenham acesso a dados de clientes.

O manual foi criado com base no mapeamento de informação. . informações técnicas e a lista de documentações utilizadas. Path 1100 com suas particularidades.reg1.3 Estrutura do documento Introdução Este manual de serviço fornece informações sobre os sistemas de comunicação HiPath 1100. HiPath 1100. blocos de informações. para o HiPath 1100 com recomendações e observações importantes. Manual de Serviço . car em serviço o HiPath 1100 e os códigos de programação e sua utilização. “Colocando em Serviço”são descritos os procedimentos para colo. ” . que é usado para estruturar e apresentar.fm Informações importantes Estrutura do documento Somente para uso interno 1. Telefones” são descritos os telefones de sistema e Comuns. O capítulo 4. No capítulo 5. “Montagem” contém as informações de montagem e instalação . No capítulo 3. Isto beneficia o usuário pela facilidade com a qual a informação pode ser localizada e a velocidade com a qual ela pode ser assimilada. No capítulo 7 “Facilidades” é apresentada a tabela resumida das facilidades do . HiPath 1100. O capítulo 6. “Dados do Sistema” contém uma descrição do HiPath 1100 com . ● ● ● ● ● Índices O manual apresentado é composto pelos seguintes índices: ● ● ● ● ● ● Índice Figuras (lista de todas as figuras) Tabelas (lista de todas as tabelas) Abreviaturas Índice remissivo Glossário 1-8 A31003-K1250-S100-51-V419. Blocos principais deste manual ● O capítulo 2. de forma clara. “Placas” temos a descrição de todas as placas que compõe o Hi.

podem ser necessárias medidas adicionais referentes à segurança contra interferências externas (ver também “Condições ambientais” .7 . No caso de ambientes industriais. São apropriados para a utilização em residências ou no setor privado e comercial. HiPath 1100. Já o sistema HiPath 1120 não utiliza o condutor de proteção (PE). isto é. Mas. item 2.2). onde o condutor PEN esteja dividido num condutor para proteção (PE) e outro para neutro (N). deve possuir um aterramento específico (≤ 10 Ω).reg2. A31003-K1250-S100-51-V419.1 Visão geral Este manual contempla a descrição dos sistemas HiPath 1120/1130/1150 e suas particularidades. a parte de proteção dos ramais externos e linhas externas.fm Somente para uso interno Dados do sistema Visão geral 2 Dados do sistema 2. para ambos os casos. Sobre este capítulo São descritos os seguintes temas: Tema Introdução Estrutura Periferia do sistema HiPath 1100 ● ● Página 2-1 2-3 2-3 2-3 2-4 2-5 2-7 2-8 HiPath 1120 HiPath 1130/1150 Limites de expansão específicos dos sistemas Dados técnicos Normas técnicas e conformidade Lista de documentação para 2. Manual de Serviço 2-1 .2 Introdução Possibilidades de ligação Os sistemas HiPath 1130/1150 foram desenvolvidos para serem conectados em sistemas de alimentação do tipo TN-S e também TN-C-S. Recomendamos uma leitura cuidadosa de todos os capítulos e ressaltamos a importância da manipulação do sistema por técnicos capacitados.

constituído por uma caixa base (MB). HiPath 1150. podendo ser composto pelos seguintes módulos: ● HiPath 1120. ou 16 linhas externas. Manual de Serviço 2-2 . Figura 2-1 Visão geral do sistema A31003-K1250-S100-51-V419. HiPath 1130. cobre a necessidade de um amplo espectro de clientes. 17 linhas externas. configuração básica de 2 linhas externas. dirija-se ao centro competente. 40 ramais e 8 interfaces para telefones de sistema ou ainda.fm Dados do sistema Introdução Variantes de sistema Somente para uso interno O sistema HiPath 1100. dependendo da combinação dos módulos nas posições 1 a 4 (ver página 4-8). constituído por uma caixa base (MB). configuração básica de 2 linhas externas. 16 ramais e 4 interfaces para telefones de sistema. 50 ramais e 8 interfaces para telefones de sistema. ● ● Para informações sobre a comercialização das diferentes versões em cada país. configuração básica de 2 linhas externas.reg2. 20 ramais e 8 interfaces para telefones de sistema. conexão para encaixe de até 4 módulos (opcionais e de ampliação). HiPath 1100. constituído por uma caixa base (MB). 10 ramais e 8 interfaces para telefones de sistema e capacidade máxima de 17 linhas externas. 46 ramais e 8 interfaces para telefones de sistema. conexão para encaixe de até 4 módulos (opcionais e de ampliação). 8 ramais e 4 interfaces para telefones de sistema e capacidade máxima de 6 linhas externas. 8 ramais e 4 interfaces para telefones de sistema e capacidade máxima de 10 linhas externas. conexão para encaixe de até 2 módulos (opcionais e de ampliação).

4 portas Detecção Fax e Mensagens S0 RDSI a2/b2.4.reg2.fm Somente para uso interno Dados do sistema Estrutura HiPath 1100 2.4 Periferia do sistema HiPath 1100 2.3 Estrutura HiPath 1100 Três modelos Os sistemas podem ser configurados segundo a necessidade do cliente. Sistema HiPath 1130 com apenas a MB ou a MB e até 3 módulos. como: ● ● ● Sistema HiPath 1120 com apenas a MB ou a MB e até 4 módulos.KL2 Ramal a1/b1 *)somente Brasil Interface TFE MO a/b Linhas externas analógicas Ramais analógicos Figura 2-2 Periferia do HiPath 1120 A31003-K1250-S100-51-V419. Porteiro eletrônico KL1. Manual de Serviço 2-3 . 2. HiPath 1100.1 HiPath 1120 E 821* e E 822 ST C/D 4x 2x 8x Música MO S0 MO Linhas externas analógicas a/b Ramais analógicos Sensor e relé Aparelho de áudio Acesso básico (rede pública) a/b MB MiniDin6 MiniDin4 ADSL MO Atendedor/ Fax MO 204 EB RS232 V24 PC de serviço Impressora Reservado para aplicações futuras S1 / RL1 MOH Ethernet LAN EBUS HUB . Sistema HiPath 1150 com apenas a MB ou a MB e até 5 módulos.

a/b Ramais analógicos 400.4. Manual de Serviço . 210. 800 EB Figura 2-3 Periferia do HiPath 1130/1150 2.KL2 a1/b1 Ethernet LAN EBUS HUB . KL1.4 portas Detecção Fax e Mensagens *) Somente Brasil **)Apenas para o HiPath 1150 010. 200.reg2. 206. Linhas externas analógicas 012**.fm Dados do sistema Limites de expansão para os sistemas Somente para uso interno 2. HiPath 1100.2 HiPath 1130/1150 E 821* e E 822 ST Ramais analógicos Acesso primário (rede pública) Acesso básico (rede pública) Porteiro eletrônico Ramal C/D 8x 2x 10 x TME1 MO S0 MO Interface TFE MO MB MiniDin6 MiniDin4 ADSL MO Atendedor/ Fax MO Linhas externas analógicas a/b a/b RS232 V24 PC de serviço Impressora Reservado para aplicações futuras E1 CAS S0 RDSI a2/b2.5 Limites de expansão para os sistemas Limites de expansão Tabela 2-1 Configuração básica: Linhas externas analógicas Ramais analógicos Interface para telefones de sistema Módulos de ampliação: EB 010 (10 ramais) EB 012 (12 ramais) EB 202 (2linhas externas e 2 ramais) EB 204 (2 linhas externas e 4 ramais) EB 206 (2 linhas externas e 6 ramais) EB 210 (2 linhas externas e 10 ramais) EB 200 (2 linhas externas) 0 2 0 0 0 1 1 2 0 0 2 0 4 4 4 1 4 3 4 * Limites de expansão específicos dos sistemas 1120 1130 2 8 4 10 8 1150 2-4 A31003-K1250-S100-51-V419. 202.

Full range / 1. Manual de Serviço 2-5 . *** Quando forem utilizados troncos digitais S0 ou E1.65 kg 100 mm 4.2 kg HiPath 1130 HiPath 1150 470 mm 370 mm 72 mm 3.X7646-X (OeM) K7642-X2 X100 (OeM) 220V / 127mA 127V / 331mA 110V / 381mA Características de alimentação (Input) 110 .5A A31003-K1250-S100-51-V419. ** Os módulos S0 e TME1 não podem ser utilizados simultaneamente.6 Dados Técnicos Tabela 2-2 Elemento Dimensões da caixa básica (MB) ● ● ● ● Dados técnicos HiPath 1120 360 mm 288 mm 64. quando conectado ao sistema. HiPath 1100.4 mm 1. 2. o número máximo de linhas analógicas é obtido subtraindo-se o número de linhas configuradas em cada módulo.fm Somente para uso interno Dados do sistema Dados Técnicos Limites de expansão específicos dos sistemas 0 0 2 1 1 0 1 1 1 0 1 6/16/4 17/20/8 10/50/8 ou 16/40/8 ou 17/46/8 16 0 1 2 1 Tabela 2-1 EB 400 (4 linhas externas) EB 800 (8 linhas externas) Módulos opcionais**: Módulo S0 Módulo TME1 Módulo ADSL Módulo Atendedor/FAX Módulo Música Módulo CD 16 Interface de Porteiro TFE Capacidade final dos sistemas: Linha externa/ramal/telefones de sistema Total de linhas externas analógicas sem os módulos TME1 ou S0*** 6 14 * Cada telefone de sistema. da capacidade final de linhas.reg2.S30122S30122-X7646. ocupa a posição de um telefone analógico.25 kg S30122K7642-X1 Comprimento Profundidade Altura Peso Especificações elétricas da fonte de alimentação (PSU): ● 110/127V: 220V: S30122.230V.

0 VDC 0. Os valores mostrados são para o Brasil. 2 dB 90ms min. **〉 Varia de acordo com o país programado e podem ser alterados por programação.reg2. 2-6 A31003-K1250-S100-51-V419.0 VDC 50 VAC+(50 VDC√2)+26. ● ● ● ● 800ms > 10MΩ ● < 160Ω and >20mA > 9VRMS According to MINICOM ● ● ● ● 2.4kΩ 220mVRMS de acordo com o país. Os valores mostrados são default e para o Brasil. Manual de Serviço . HiPath 1100. 90ms min.fm Dados do sistema Dados Técnicos Tabela 2-2 Elemento ● ● Somente para uso interno Dados técnicos HiPath 1120 60Hz U1: 8 Vrms U2: 23 Vrms U3: 40 Vrms HiPath 1130 HiPath 1150 50/60Hz 5.0 VDC 26.13 A / 25Hz Freqüência de operação Tensões nominais (Output) ● Tensão de chamada Modo de seleção de discagem para outras centrais públicas e privadas: ● ● ● ● ● ● Nível de transmissão MF: grupo inferior* grupo superior* Pré-ênfase Duração do pulso** Pausa interdigital** DC (Decádico): Relação pulso-pausa** Pausa interdigital** Loop aberto resistência de isolação entre fios a/b ou fio a/terra ou b/terra Loop fechado resistência de linha / Corrente contínua de loop Reconhecimento de chamada entrante Valores de conexão para música externa***: Resistência interna Tensão máxima de entrada *〉 Varia 2:1 (approximately 70:30ms = 10 Hz) -11 dBm -9 dBm -11 dBm -9 dBm 2 dB 90ms min. 90ms min.

fm Somente para uso interno Dados do sistema Normas técnicas e conformidades ***〉 Podem ser conectados a esta entrada aparelhos comerciais de CD. Conformidade Segurança Elétrica Condições ambientais Surto Elétrico Transientes Rápidos Descarga Eletrostática *〉 Clima: Operação 3K3 Transporte 2K4 Armazenamento 1K3 Mecânicas: Operação 3M3 Transporte 2M2 Armazenamento 1M2 2.Nível 2 (4kV) Obs.7 Normas técnicas e conformidades Tabela 2-3 Normas e conformidades utilizadas Norma EN60950 IEC 60950 IEC721 IEC61000-4-5 (IEC 801-5) IEC61000-4-4 (IEC 801-4) IEC61000-4-2 (IEC 801-2) * Nível 3 Nível 3 Ar .7.Nível 3 (8kV) Contato. Para as interconexões deve-se considerar uma tolerância. “Diagrama de aterramento e proteção” na página .1 Segurança Internacional ● IEC 60950 2. receivers. MD ou TR player. (ver Figura 4-22. 2. etc. Manual de Serviço 2-7 . 4-30) Todas as indicações são valores aproximados.2 Condições ambientais Tabela 2-4 Condições ambientais Operação Temperatura do ar (oC) 0 a +40 60% a 25 C o Transporte -25 a +70 90% Armazenagem -5 a +45 5% a 95% Umidade relativa do ar A31003-K1250-S100-51-V419.reg2. HiPath 1100.7.

As instalações umedecidas devem ser secas. antes de iniciar a instalação. Manual de Serviço . deve-se. deixá-lo embalado até que se estabeleça o equilíbrio térmico (variação térmica admitida: 7 .V4F7 A31003-K1250-B800-*-**19 2-8 A31003-K1250-S100-51-V419.reg2. ! Atenção ● A fim de se evitar a condensação de água.**19 A30817-X831-V10-*.A31003-K1250-B814-*.**19 lefones de sistema Guia rápido para terminal de operadora Certificado de garantia Guia de Serviços System pouch Opcionais Manual do usuário do Interaction Center Smart A30808-X5226-E175-*-V418 A31003-K1250-B815-*.fm Dados do sistema Lista de documentação Condições de serviço (mecânica) ● Somente para uso interno O sistema foi desenvolvido basicamente para a utilização num local fixo.8 Lista de documentação Tabela 2-5 Lista de documentação para HiPath 1100 Número de encomenda A31003-K1250-B811-*. ● ● ● ● ● ● 2. O equipamento deve estar protegido de intempéries. Não há necessidade de ventilação forçada sobre a central. deve-se impedir a condensação de água.5°C / 30min). sem insolação direta sobre a central. Não se deve expor a central diretamente aos raios solares ou colocá-la perto de radiadores (risco de aumento local de temperatura).V4K5 A30808-X5226-V104-*.A31003-K1250-B813-*. Instalação em ambiente ventilado.**19 A31003-K1250-B812-*.**19 muns e de sistema Manual de instruções para te. Durante o funcionamento do sistema. quando o sistema for transportado em temperatura ambiente extremamente baixa. Não obstruir a ventilação natural do equipamento. HiPath 1100.**19 Documentação Manual de Usuário Manual de Programação Guia rápido para telefones co.

fm Somente para uso interno Módulos Visão geral 3 Módulos 3. HiPath 1100.1 Visão geral Sobre este capítulo São descritos os seguintes temas: Tema Relação de módulos Módulos/ Componentes ● ● Página 3-2 3-5 3-9 3-14 3-16 3-21 3-23 3-25 3-27 3-29 3-30 3-31 Placa-mãe (MB) Módulos de ampliação (EB) Módulo S0 (RDSI) Módulo TME1 Módulo ADSL Módulo Atendedor/FAX Módulo Música Fonte de Alimentação (PSU) Distribuidor geral (DG) Back plane Adaptador V.reg3.24 Módulos opcionais ● ● ● ● ● Módulos / Componentes gerais ● ● ● ● A31003-K1250-S100-51-V419. Manual de Serviço 3-1 .

2 Relação de módulos Relação dos módulos / componentes utilizados no sistema HiPath 1120 (Brasil) Tabela 3-1 Lista de todos os módulos/componentes utilizados Referência BOX HiPath 1120 110/127V:S30817-U857-B282-* 220V: S30817-U857-A282-* Placa-mãe (MB) MB EB 204 Módulo S0 Módulo ADSL Módulo Atendedor/Fax Módulo Música Interface de porteiro TFE Cabo adaptador V.reg3. Relação dos módulos / componentes utilizados nos sistemas HiPath 1130/1150 Tabela 3-2 Lista de todos os módulos/componentes utilizados Referência BOX A31003-K1250-S100-51-V419. HiPath 1100.24 S30817-Q845-A282-* Módulo de ampliação (MO) S30817-H844-A282-* Módulo opcionais (MO) S30817-H843-A282-* S30817-H842-A382-* S30817-H845-A882-* S30817-H860-A282-* ver Nota 2 S30122-X5468-X5-* Componentes gerais Fonte de Alimentação (PSU) 110/127V: S30122-X7646-X100-* (OeM) 220V: S30122-X7646-X-* (OeM) Cabo de alimentação Espaçador (fornecido junto com o módulo Atendedor/ Fax) *) Versão do módulo/componente. Manual de Serviço Módulo / Componente C39195-Z7001-C11 C39165-Z9700-C6 Módulo / Componente 3-2 .fm Módulos Relação de módulos Somente para uso interno 3.

HiPath 1100. Manual de Serviço 3-3 .reg3.fm Somente para uso interno Módulos Relação de módulos Tabela 3-2 Lista de todos os módulos/componentes utilizados Referência S30817-U852-A282-* (BRA) S30817-U852-A220-* (CHN) S30817-U853-A282-* (BRA) S30817-U853-A220-* (CHN) Placa-mãe (MB) HiPath 1130 S30817-Q848-A282-* (BRA) S30817-Q848-A220-* (CHN) Placa-mãe (MB) HiPath 1150 S30817-Q848-B282-* (BRA) S30817-Q848-B220-* (CHN) Módulos de ampliação S30817-H858-B282-* (BRA) S30817-H858-B220-* (CHN) S30817-H858-A282-* (BRA) S30817-H858-A220-* (CHN) S30817-H847-C282-* (BRA) S30817-H847-C220-* (CHN) S30817-H847-B282-* (BRA) S30817-H847-B220-* (CHN) S30817-H847-A282-* (BRA) S30817-H847-A220-* (CHN) S30817-H850-C282-* (BRA) S30817-H850-C220-* (CHN) S30817-H850-B282-* (BRA) S30817-H850-B220-* (CHN) S30817-H850-A282-* (BRA) S30817-H850-A220-* (CHN) Módulo opcionais (MO) S30817-H851-A282-* S30817-H846-A282-* S30817-H849-A282-* S30817-H845-B882-* ver Nota 2 Módulo / Componente HiPath 1130 HiPath 1150 MB MB EB 010 EB 012 (apenas HiPath 1150) EB 202 EB 206 EB 210 EB 200 EB 400 EB 800 Módulo S0 Módulo TME1 Módulo ADSL Módulo Atendedor/Fax Interface de porteiro TFE A31003-K1250-S100-51-V419.

Telegärtner. Ritto.24 Fonte de Alimentação (PSU) HiPath 1130 HiPath 1150 Back Plane HiPath 1130 HiPath 1150 Cabo coaxial com conector BNC (fornecido junto com o módulo TME1) Cabo serial TME1 Cabo de alimentação Componentes gerais C39195-A9700-B532 C39195-Z7001-C11 Espaçador (fornecido junto com C39165-Z9700-C6 o módulo Atendedor/Fax) Nota 1: Para maiores detalhes sobre a capacidade final do sistema HiPath 1100 ver Tabela 2-1 na página 2-4 “Limites de ampliação específicos do sistema” . fabricantes HDL (Brasil). ● ● Para maiores informações. S30817-Q930-A313. 3-4 A31003-K1250-S100-51-V419. consulte o Manual de Montagem do Adaptador TFE A31003-E8000-X167-*-19. EGUCOM (Ackermann. S30817-Q930-A313 (com amplificador). fabricante Telekom Doorline M02. fabricantes Siedle. Manual de Serviço . Emmerich).reg3. Nota 2: Números específicos: ● S30817-Q930-A200.fm Módulos Relação de módulos Tabela 3-2 Somente para uso interno Lista de todos os módulos/componentes utilizados Referência S30122-X5468-X5-* S30122-K7642-X2-* S30122-X7642-X* (OeM) S30122-K7642-X1-* S30122-X7642-X* (OeM) S30817-Q852-A282-* S30817-Q853-A282-* C39195-A9700-B531 Módulo / Componente Cabo adaptador V. ! Atenção Todos os módulos do HiPath 1100 só podem ser extraídos e inseridos com o sistema desligado da alimentação. Grothe. HiPath 1100.

onde estão contempladas todas as funcionalidades requeridas para a operação do PABX. sinalização. Memória (software + base de dados do cliente). Conexão para música externa e GND (0V).reg3. Fonte de alimentação.1 HiPath 1130/1150 Saídas/entradas ● ● ● ● ● ● ● ● ● 10 interfaces analógicas de ramais. 2 linhas externas analógicas.3 Placa-mãe (MB) Introdução A MB é a placa central do sistema HiPath 1100. Interface serial com MiniDIN 4 reservada para futuras aplicações. Geradores de tom. Gerador de DTMF.24). 3. Detector DTMF. Comutação digital. Circuitos de conferência. Gerador de música. Manual de Serviço 3-5 .fm Somente para uso interno Módulos Placa-mãe (MB) 3. 8 interfaces para telefones de sistema (C/D). A31003-K1250-S100-51-V419. Conexão com as EBs através da placa de back plane. Interface serial assíncrona (adaptador V. A placa dispõe das seguintes funções e saídas/entradas: Funções ● ● ● ● ● ● ● ● ● Unidade central de processamento (CPU).3. HiPath 1100. Conector EBUS (conexão dos MO).

Manual de Serviço . HiPath 1100.fm Módulos Placa-mãe (MB) Somente para uso interno Interfaces MB Figura 3-1 Visão geral da MB do HiPath 1130/1150 3-6 A31003-K1250-S100-51-V419.reg3.

Reservado Interface seripara futuras al V.ramal 2 a6 . Interface serial com MiniDIN 4 reservada para futuras aplicações.ramal 10 GND GND C-interface 2 C-interface 6 D-interface 2 D-interface 6 C-interface 3 C-interface 7 D-interface 3 D-interface 7 C-interface 4 C-interface 8 D-interface 4 D-interface 8 Conector Conector X2 Conector Conector X4 Conector X9 Conector X10 X1 X3 Back plane Fonte de ali.ramal 7 música fio A C-interface 1 C-interface 5 b1 -tronco 1 b3 .ramal 1 b5 .ramal 8 a1 .ramal 8 b2 . Interface serial assíncrona (adaptador V. A31003-K1250-S100-51-V419. 2 linhas externas analógicas.ramal 6 a10 .reg3.ramal 5 a9 . Manual de Serviço 3-7 . Fonte de alimentação.ramal 9 b1 .ramal 6 b10 . HiPath 1100.2 HiPath 1120 Saídas/entradas ● ● ● ● ● ● 8 interfaces para telefones comuns e 4 para telefones de sistema.24 aplicações 3.ramal 1 a5 .Back plane Módulo Posição 1 e mentação Posição 3 e Atendedor/ (PSU) 2* 4* FAX * Posições utilizadas apenas no HiPath 1150.tronco 1 a3 .24).ramal 3 b7 .ramal 4 b8 .ramal 2 b6 .ramal 10 b2 .ramal 3 a7 .tronco 2 b4 .tronco 2 a4 .ramal 4 a8 .3.ramal 9 a2 . Conector EBUS interno (conexão dos módulos).fm Somente para uso interno Módulos Placa-mãe (MB) Atribuição dos conectores da MB (HiPath 1130/1150) Tabela 3-3 Atribuição dos conectores na MB do HiPath 1130/1150 Contato Conector X5 Conector X6Conector X7Conector X8Conector X11 Conector X12 1 2 3 4 5 6 7 8 a1 .ramal 5 b9 .ramal 7 música fio B D-interface 1 D-interface 5 a2 .

fm Módulos Placa-mãe (MB) Interfaces MB Somente para uso interno Figura 3-2 Visão geral da MB do HiPath 1120 3-8 A31003-K1250-S100-51-V419. Manual de Serviço . HiPath 1100.reg3.

para os MOs para futuras dor/FAX aplicações 3.2 linhas externas e 10 ramais .ramal 4 a5 .1 HiPath 1130/1150 Introdução São módulos de ramais e linhas externas analógicas utilizados para ampliar o número de interfaces a/b analógicas com telefones comuns.ramal 6 D-interface 2 a7 .ramal 2 b2 .tronco 2 b2 .ramal 7 D-interface 3 a8 .ramal 1 b1 -tronco 1 b1 .reg3. interfaces HKZ e equipamentos adicionais (Fax.4.ramal 3 b3 .ramal 6 C-interface 2 b6 . 202 . Limites ● ● ● ● ● ● ● 800 .2 linhas externas e 6 ramais.2 linhas externas e 2 ramais.24 Para o módu.4 Módulo de ampliação (EB) 3.ramal 5 D-interface 1 a6 .4 linhas externas.tronco 1 a1 . 206 . outros).fm Somente para uso interno Módulos Módulo de ampliação (EB) Atribuição dos conectores da MB (HiPath 1120) Tabela 3-4 Contato Conector X14 1 2 3 4 5 6 7 8 Conector X1 Atribuição dos conectores na MB do HiPath 1120 Conector X15 Conector X16 Conector X17 a1 .2 linhas externas.ramal 5 C-interface 1 b5 .ramal 1 a2 .ramal 7 C-interface 3 b7 . Manual de Serviço 3-9 .12 ramais (Apenas para o HiPath 1130). 012 . interface TFE. HiPath 1100. 400 .ramal 8 C-interface 4 b8 . A31003-K1250-S100-51-V419.ramal 2 a3 . 210 .tronco 2 a2 .Flat cable Reservado lo Atende.ramal 4 b4 .ramal 8 D-interface 4 Conector X13 Fonte de alimentação (PSU) Conector Conector X11 Conector X2 X12 Interface serial V.ramal 3 a4 .8 linhas externas. 200 .

Tabela 3-5 Contato Conector X1 1 2 3 4 5 6 7 8 Atribuição dos contatos nas EB 210. A31003-K1250-S100-51-V419. sendo que para os módulos EB 206 e 202 estas distribuições ficam limitadas as suas capacidades.ramal 8 b8 .ramal 4 a1 .reg3.ramal 8 a9 . Somente para uso interno ● Módulos de ampliação EB 210.ramal 1 b1 .linha externa 1 a3 .ramal 9 a10 .ramal 3 a MB através do b1 .ramal 6 Nota 1: Conector X2 utilizado para EB 210.ramal 6 b6 .linha externa 2 b4 .ramal 2 b2 .ramal 9 b9 .linha externa 1 b3 . 206 e 202 Conector X3 utilizado para a EB 210 e 206.ramal 10 b10 .ramal 3 conector back a2 .ramal 7 a8 . HiPath 1100. 206 e 202 Conector X2 Conector X3 Conector X4 a7 . 202 Figura 3-3 Visão geral da EB 210 A Figura 3-3 apresenta a distribuição dos ramais e linhas externas nos conectores do módulo EB 210.10 ramais.ramal 2 a5 .ramal 5 a6 .ramal 7 b7 .linha externa 2 a4 .fm Módulos Módulo de ampliação (EB) 010 . Manual de Serviço 3-10 .ramal 10 interligação com a1 . Conector X4 utilizado para a EB 210.ramal 4 plane b2 .ramal 1 a2 .ramal 5 b5 . 206.

ramal 12 b8 .ramal 8 b12 .ramal 7 a11 .ramal 10 b6 .ramal 10 a7 .ramal 5 a9 .ramal 9 a6 .ramal 8 a12 .fm Somente para uso interno Módulos Módulo de ampliação (EB) Módulos de ampliação EB 012 e 010 Figura 3-4 Visão geral da EB 012 A Figura 3-4 apresenta a distribuição dos ramais nos conectores do módulo EB 012.ramal 3 a4 . sendo que para o módulo EB 010 esta distribuição fica limitada a sua capacidade Tabela 3-6 Contato Conector X1 1 2 3 4 5 6 7 8 interligação com a MB através do conector back plane Atribuição dos contatos nas EB 012 e 010 Conector X2 a1 .ramal 7 b11 .ramal 9 b9 .ramal 6 a10 .reg3. HiPath 1100.ramal 5 b5 .ramal 11 a8 .ramal 2 a3 .ramal 1 b1 .ramal 1 a2 .ramal 4 b4 . A31003-K1250-S100-51-V419.ramal 12 Nota 1: Conector X4 utiliza os contatos de 5 a 8 apenas no EB 012.ramal 4 Conector X3 Conector X4 a5 .ramal 2 b2 . Manual de Serviço 3-11 .ramal 11 b7 .ramal 6 b10 .ramal 3 b3 .

linha externa 5 a MB através do b1 .reg3.linha externa 5 conector back a2 .fm Módulos Módulo de ampliação (EB) Módulos de ampliação EB 800.linha externa 2 a6 . 200. Manual de Serviço 3-12 .linha externa 2 b6 .linha externa 6 a3 .linha externa 4 a8 .linha externa 6 plane b2 . 400.linha externa 3 a7 . 400. HiPath 1100.linha externa 4 b8 . 400 e 200 Conector X2 Conector X3 interligação com a1 .linha externa 1 a5 . 400 e 200 Somente para uso interno Figura 3-5 Visão geral da EB 800 A Figura 3-5 apresenta a distribuição das linhas externas nos conectores do módulo EB 800.linha externa 8 Nota 1: As EB 800. não possuem circuito de falta de energia.linha externa 3 b7 .linha externa 8 b4 .linha externa 7 a4 . Conector X2 utilizado para EB 800. 200 Conector X3 utilizado para a EB 800.linha externa 7 b3 .linha externa 1 b5 . sendo que para os módulos EB 400 e 200 estas distribuiçãos ficam limitadas as suas capacidades Tabela 3-7 Contato Conector X1 1 2 3 4 5 6 7 8 Atribuição dos contatos nas EB 800. A31003-K1250-S100-51-V419.

Módulo de ampliação EB 204 Figura 3-6 Visão geral da EB 204 A Figura 3-6 apresenta a distribuição dos ramais e linhas externas nos conectores do módulo EB 204. HiPath 1100. interfaces HKZ e equipamentos adicionais (Fax. Manual de Serviço Atribuição dos contatos no EB 204 Conector X2 a1 .ramal 1 a2 .2 HiPath 1120 Introdução É um módulo composto de ramais e linhas externas analógicas utilizado para ampliar o número de interfaces a/b analógicas com telefones comuns. interface TFE.linha externa 1 b1 .linha externa 2 interligação com a MB através da barra de pinos 3-13 . Limites ● 204 .ramal 2 b2 .linha externa 1 a2 .ramal 4 b4 .linha externa 2 b2 .reg3.ramal 2 a3 .ramal 3 a4 .ramal 4 Conector X3 a1 .ramal 3 b3 . outros). Tabela 3-8 Contato Conector X1 1 2 3 4 5 6 7 8 A31003-K1250-S100-51-V419.fm Somente para uso interno Módulos Módulo de ampliação (EB) 3.ramal 1 b1 .2 linhas externas e 4 ramais.4.

Funções ● Cada acesso RDSI disponibiliza 2 canais de comunicação e também permite que outras aplicações como videoconferência ou acesso à internet sejam compartilhadas. permitindo a utilização dos recursos desta rede. podem ser disponibilizadas dependendo de habilitação pela operadora.fm Módulos Módulo opcionais (MO) Somente para uso interno 3. discagem direta ao ramal. ● Interface S0 ● HiPath 1120 .5.1 Módulo S0 Introdução Permite o acesso à rede RDSI/ISDN através de um acesso básico S0 digital (4 ou 10 canais). Manual de Serviço . Algumas facilidades como identificação de chamadas.reg3.5 Módulo opcionais (MO) 3. supressão da indicação do número. entre outras. Figura 3-7 Módulo S0 HiPath 1120 3-14 A31003-K1250-S100-51-V419. HiPath 1100.

fm Somente para uso interno Módulos Módulo opcionais (MO) Atribuição dos conectores Tabela 3-9 Conector X1 interligação com a MB através doflat cable ● Conectores do Módulo S0 HiPath 1120 Conector X3 RJ 45 Conector X2 RJ 45 HiPath 1130/1150 Figura 3-8 Tabela 3-10 Conector X2 RJ 45 Conector X3 RJ 45 Módulo S0 HiPath 1130/1150 Conectores do módulo S0 HiPath 1130/1150 Conector X4 RJ 45 Conector X5 RJ 45 Conector X6 RJ 45 Atribuição dos conectores A31003-K1250-S100-51-V419. HiPath 1100. Manual de Serviço 3-15 .reg3.

3-16 A31003-K1250-S100-51-V419. reduzindo a perda de chamadas e simplificando o acesso ao usuário. Permite a identificação de chamadas (CLIP) e a discagem direta ao ramal (DDR).2 Módulo TME1 Introdução O módulo TME1 permite a conexão entre o HiPath 1130/1150 e a rede PSTN através do tronco E1.fm Módulos Módulo opcionais (MO) Acesso básico S0 HiPath 1100 S0 Cabo 4 ou 2 NT Somente para uso interno Rede pública Figura 3-9 Ligação de acesso básico S0 654321 X 1 = NC 2 = SX + 3 = SR + 4 = SR 5 = SX - SX = signal transmit (emitir) SR = signal receive (receber) RJ 45 Figura 3-10 Distribuição dos sinais no conector da S0 3.5. Manual de Serviço .reg3. HiPath 1100. com sinalização CAS ( 15 ou 30 canais). Funções ● ● Aumenta a capacidade de linhas externas do sistema.

O conector da interface serial de administração do módulo TME1. só pode ser manuseado por corpo técnico treinado. cabo adaptador MiniDin9-DB9 e respectivo cabo de conexão serial equipamento-PC. HiPath 1100. O não cumprimento deste procedimento pode levar à exposição do usuário a tensões perigosas.reg3.fm Somente para uso interno Módulos Módulo opcionais (MO) Interfaces TME1 Figura 3-11 Módulo TME1 Atribuição dos conectores do Módulo TME1 Tabela 3-11 Conector X803 Atribuição dos conectores do Módulo TME1 Conector X402 Conector X401 Interface serial Conector BNC RX Conector BNC TX Conexão entre o módulo e Conexão entre o módulo e Conexão entre o módulo e o computador o tronco E1 o tronco E1 ! Atenção O manuseio direto do conector da interface serial de administração do módulo TME1 só deve ser realizado após a desconexão de todos os conectores de tronco e ramal analógicos. A31003-K1250-S100-51-V419. Manual de Serviço 3-17 .

(3) OFF (4) ON e (5) OFF: 38400 bps . Configuração da taxa (3) OFF (4) OFF e (5) ON: 19200 bps .fm Módulos Módulo opcionais (MO) Posição das Dip switches do Módulo TME1 Somente para uso interno Figura 3-12 ● Dip switch do Módulo TME1 Dip switch 1 (S201) Permite apagar a memória flash. de transmissão (3) OFF (4) ON e (5) ON: 57600 bps (default) .reg3. ON . OFF .o sistema irá proceder normalmente (default).não executa as funções de auto teste (default). HiPath 1100. Tabela 3-12 Dip switch 1 do Módulo TME1 Significado Possíveis configurações Switch Ação 1 2 3 4 5 6 7 8 FE ON . Reservado para aplicações futuras 3-18 A31003-K1250-S100-51-V419.apaga a memória flash quando a central for ligaApagar memória Flash da. Manual de Serviço . OFF . EST Auto teste extendido BR1 BR2 BR3 RES RES RES (3) OFF (4) OFF e (5) OFF: 9600 bps .ativa o auto teste. escolher a taxa de transmissão (baud rate) e realizar auto-teste.

fm Somente para uso interno Módulos Módulo opcionais (MO) Se durante a instalação do software ocorrer algum erro. Manual de Serviço 3-19 . HiPath 1100. siga as instruções abaixo: ● ● colocar a switch 1 (FE) em ON.reg3. colocar a switch 1 (FE) novamente em OFF. ● ● ● ● Dip switch 2 (S401) É recomendado que a configuração default da Dip switch 2 não seja mudada.BIO Reservado Reservado Conexão da bateria MODCK2 WDI MODCK1 Interface independente E1 A31003-K1250-S100-51-V419. esperar indicação F e E no display. desligar e ligar a central. é possível apagar a memória flash e instalar novamente o software. desligar a central e ligar novamente ( se a central estiver ligada durante a mudança). Tabela 3-13 Switch 1 2 3 4 5 6 7 8 Ação Dip switch 2 do Módulo TME1 Default OFF OFF OFF OFF ON ON OFF OFF DSP . Para isso.

Módulo TME1 ativo. contínuo contínuo contínuo contínuo ciclo . porém link CAS fora de serviço. A memória flash está sendo apagada. A memória flash foi apagada Memória flash sem software. Módulo TME1 ativo com link CAS.fm Módulos Módulo opcionais (MO) Indicações no display de sete segmentos (H801) Tabela 3-14 Display Indicações no display do Módulo TME1 Significado O módulo está alimentado. 3-20 A31003-K1250-S100-51-V419. HiPath 1100.reg3. Somente para uso interno 8 ] E 8 Indicação contínuo contínuo contínuo contínuo contínuo Espera por 10s um comando do tool (HiPath 1100 E1 Trunk Manager). Inicializando o módulo TME1. Esperando o software ser descarregado através do tool. Após esse tempo. se o tool não enviar nenhum comando. Por algum motivo o link E1 e CAS ainda estão fora de serviço. Tranferindo o conteúdo da memória flash para a memória DRAM.animado alternado contínuo Escrevendo o software na memória flash. Manual de Serviço . P A I 3 7 F o ¬ f e h contínuo contínuo contínuo “Desempacotando” o HiPath E1 Trunk Manager. Verificando os dados transferidos. o sistema continua normalmente o processo. Verificando e validando o conteúdo da memória flash.

● ● Interfaces ADSL ● HiPath 1120 Figura 3-13 Módulo ADSL 3-21 A31003-K1250-S100-51-V419. com o objetivo de separar os sinais de voz e dados. voz e dados em alta velocidade (podendo-se atingir até 8Mbit/s).fm Somente para uso interno Módulos Módulo opcionais (MO) 3.reg3. é possível receber do mesmo par de fios da linha telefônica comum (POTS .ITU G.2. casas.Lite (1.3 Módulo ADSL Introdução Com a utilização deste módulo. etc.922.413-1998 também suportado. HiPath 1100.1) e ADSL G.Plain old telephone system). Padrão ANSI T1. O módulo foi desenvolvido para ser utilizado no HiPath 1100 com base na tecnologia ADSL (Asymetric Digital Subscriber Line). Manual de Serviço .922.5Mbps para downstream e 512kbps para upstream .5. Micro filtro integrado ao Módulo. Funções ● Modem ASDL capaz de trabalhar com ADSL Full (8Mbps para downstream e 1 Mbps para upstream . torna-se possível a montagem de uma pequena rede local em escritórios.ITU G. Assim. 4 ports HUB padrão 10 base T / 100 base T com quatro portas para formar uma pequena rede local.

reg3.fm Módulos Módulo opcionais (MO) Atribuição dos conectores do Módulo ADSL Tabela 3-15 Contato 1 2 3 4 ● Somente para uso interno Conectores do módulo ADSL HiPath 1120 Conector X2 Conector J3 Conector RJ45 HUB Conector J5 Conector RJ45 HUB Conector J6 Conector RJ45 HUB Conector J7 Conector RJ45 HUB Conector X1 interligação Entrada com a MB para ADSL através do flat cable Saída de um canal de voz HiPath 1130/1150 Figura 3-14 Módulo ADSL 3-22 A31003-K1250-S100-51-V419. Manual de Serviço . HiPath 1100.

Se também estiver instalado um Módulo S0 ou Módulo TME 1. Detecção e encaminhamento do sinal de Fax. Manual de Serviço 3-23 . ou DDR ou Atendedor/Fax. Atendimento no modo Fax. Transferência para um segundo ramal. Alarmes.5.reg3. Detecção de seleção multifreqüência (DTMF). este módulo também é responsável pela função de RTC.4 Módulo Atendedor/Fax Introdução Permite que as linhas externas sejam atendidas automaticamente . Para o HiPath 1120. ● ● ● ● ● ● ● ● A31003-K1250-S100-51-V419.fm Somente para uso interno Módulos Módulo opcionais (MO) Atribuição dos conectores do Módulo ADSL Tabela 3-16 Contato 1 2 3 4 Conector X2 Entrada para ADSL Saída de um canal de voz Conectores do Módulo ADSL HiPath 1130/1150 Conector J3 Conector RJ45 HUB Conector J5 Conector RJ45 HUB Conector J6 Conector RJ45 HUB Conector J7 Conector RJ45 HUB 3. com as seguintes funções: Funções ● Reprodução de mensagens de voz gravadas na forma de anúncios e/ou instruções de como proceder. DDR para linha digital. HiPath 1100. Programação a distância do sistema. existe um quarto modo de funcionamento.

HiPath 1100.fm Módulos Módulo opcionais (MO) Interfaces ● Somente para uso interno HiPath 1120 Figura 3-15 Módulo Atendedor/Fax HiPath 1120 ● HiPath 1130/1150 Figura 3-16 Módulo Atendedor/Fax HiPath 1130/1150 3-24 A31003-K1250-S100-51-V419.reg3. Manual de Serviço .

como um porteiro eletrônico.fm Somente para uso interno Módulos Módulo opcionais (MO) Atribuição dos conectores Tabela 3-17 Conector X1 Faz a interligação com a MB através da barra de pinos Conector do módulo Atendedor/Fax 3. Possui um relé e um sensor para integração com outros aparelhos.5 Módulo Música Introdução Possibilita inserir uma melodia para chamadas externas em espera. etc. Permite inserir uma melodia para chamadas externas em espera (MOH) através de uma fonte de música interna (melodia gerada pelo sistema ou uma fonte de música externa ligada a uma posição de ramal) ou externa (por exemplo um rádio conectado diretamente na entrada de música externa do sistema). Manual de Serviço 3-25 . dispositivo de abertura de porta. HiPath 1100. alarmes. Funções ● Habilita a conexão de mensagem ou música externa de espera (MOH) para o grupo UCD.5.reg3. quando todos os ramais do grupo estiverem ocupados. ● ● Interfaces Figura 3-17 Módulo Música A31003-K1250-S100-51-V419.

Quando o relé é ativado os contatos se fecham e quando é desativado os contatos se abrem. Manual de Serviço . O relé pode ser ativado através do sensor caso esteja programado. assim com as ações decorrentes.95 100 Ω 3-26 A31003-K1250-S100-51-V419. Características elétricas dos Sensores e Relés Tabela 3-19 Características elétricas dos Sensores e Relés Sensor Máxima resistência de loop Relé Máxima corrente de comutação (AC) Máxima corrente de comutação (DC) Máxima tensão de comutação (AC) Máxima tensão de comutação (DC) Máximo fator de potência 1.reg3. HiPath 1100. manualmente ou automaticamente após um tempo programado. são programáveis.fm Módulos Módulo opcionais (MO) Atribuição dos conectores do Módulo Música Tabela 3-18 Contato X2 1e2 3e4 5e6 7e8 Conectores do módulo Música Conector X1 interligação com a MB através da barra de pinos Somente para uso interno Conector X2 entrada de música externa (MOH) saída de áudio Sensor Relé A lógica de ativação a partir da posição inicial dos contatos do sensor.00 A 30 VRMS 24 V 0.25 A 2.

é responsável pelo fornecimento das tensões necessárias para correta operação de todo o sistema. HiPath 1100.reg3.1 VDC Atribuição do conector da PSU (HiPath 1130/1150) A31003-K1250-S100-51-V419.1 VDC +5.1 HiPath 1130/1150 ● Tensão de alimentação: 110 .1 VDC +5.1 VDC +5.1 VDC +5. Conversão/filtragem da tensão de entrada AC. full range. 3.6 Fonte de Alimentação (PSU) Introdução A fonte de alimentação PSU. Interfaces PSU Figura 3-18 Tabela 3-20 Contato Função 1 3 5 +5.6. Funções ● ● ● Gerador de sinal de chamada (RUF).fm Somente para uso interno Módulos Fonte de Alimentação (PSU) 3. Fornecimento de tensões de alimentação DC para os circuito.230 Vac . Manual de Serviço 3-27 .50/60 Hz.1 VDC Conector da PSU dos sistemas HiPath 1130/1150 Atribuição do conector da PSU dos sistemas HiPath 1130/1150 Contato 2 4 6 Função +5.

60 Hz.4 VDC 26.4 VDC 26.fm Módulos Fonte de Alimentação (PSU) Tabela 3-20 Contato Função 7 9 11 13 15 17 19 21 23 25 GND GND GND 26.6.reg3.60 Hz. Manual de Serviço .4 VDC GND GND GND RUF 3.4 VDC 26.2 HiPath 1120 Descrição A fonte do HiPath 1120 possui duas versões: ● ● Tensão de alimentação: 220 Vac . Tensão de alimentação: 110 Vac .4 VDC GND GND GND RUF Somente para uso interno Atribuição do conector da PSU dos sistemas HiPath 1130/1150 Contato 8 10 12 14 16 18 20 22 24 26 Função GND GND GND 26. HiPath 1100. Interfaces PSU 87654321 X13 Figura 3-19 Conector da PSU do sistema HiPath 1120 3-28 A31003-K1250-S100-51-V419.4 VDC 26.

Manual de Serviço 3-29 .24 VDC RUF ! Atenção Ligar ou desligar a alimentação do sistema através do cabo de alimentação da fonte ou do disjuntor de alimentação. “Conexão dos ramais no DG interno do sistema” na página 4-23.5.7 Distribuidor geral Introdução O distribuidor geral (DG) permite a ligação da malha de cabos para a central pública e para os ramais através de conectores.fm Somente para uso interno Módulos Distribuidor geral Atribuição do conector da PSU (HiPath 1120) Tabela 3-21 Contato Função 1 3 5 +5.1 VDC . Interfaces do Distribuidor As fixações dos cabos são feitas por meio de parafusos As fixações dos cabos são feitas por pressão (Conector Dinkle) Figura 3-20 Distribuidor . 3. A montagem dos cabos nos conectores do distribuidor devem ser feitas conforme Capítulo 4.1 VDC +24 VDC RUF Atribuição do conector da PSU do sistema HiPath 1120 Contato 2 4 6 Função . Os conectores necessários para a cabeação são fornecidos junto com os módulos e sistemas.reg3.Conectores A31003-K1250-S100-51-V419.8. HiPath 1100.

será necessário montar o ferrite fornecido com o módulo TME1 sobre o back plane conforme figura B e C.8 Back Plane Introdução A interligação entre os módulos e a MB é feita por um conjunto de conectores montados sobre uma placa de circuito impresso denominado Back plane. Grothe.Telegärtner. A31003-K1250-S100-51-V419. HiPath 1100. 3.reg3. Interfaces TFE Para a instalação dos modelos: ● EGUCOM (Ackermann. Para que isto seja possível é utilizada um interface entre os dispositivos de porteiro e os PABX. Funções ● Realizar a interface entre o porteiro e o HiPath 1100. Emmerich). Manual de Serviço 3-30 . Caso o módulo TME1 venha a ser instalado em um dos sistemas.9 Interface de porteiro TFE Introdução O HiPath 1100 permite a conexão de até quatro porteiros eletrônicos em posições de ramal. Interfaces Back plane Figura 3-21 Back plane Acompanham os sistemas dois back planes iguais a figura A.fm Módulos Back Plane Somente para uso interno 3.

é impossível operar o V. Siedle. HiPath 1100. Consultar o Manual de Montagem do Adaptador TFE A31003-E8000-X167-*-19. modelos F3A.25W / 5%). KL1. do fabricante HDL. F4A e F5A.24 O cabo adaptador V. KL2). Figura 3-22 Visão geral da interface TFE Os componentes utilizados adicionais são a resistência R1 (1. a resistência R2 (33Ω / 0. Sem adaptação de nível. Ver mais informações na Nota 2 das tabelas 3-2. O diagrama da Figura 3-22 se refere somente a instalação válida para o Brasil. que acompanha a interface TFE. Ritto.2 k Ω / 0. Manual de Serviço 3-31 .reg3. modem (para a programação do sistema com o programa HiPath 1100 System Manager e para a utilização de funções de CTI) ou para uma impressora (para a impressão dos dados de chamada ou das programações).24.0 µ F / 250 Vac / não polarizado).10 Cabo adaptador V.fm Somente para uso interno Módulos Cabo adaptador V. A adaptação de nível é implementada através de uma eletrônica adicional no cabo. A31003-K1250-S100-51-V419.25W / 5%) e o capacitor C1 (1.24 (S30122-X5468-X3-*) é usado para a interligação com um PC.24 ● ● Telekom Doorline M02. 3. A ligação da central é feita por dois fios (a1 / b1) e o interface de porteiro é feita por quatro fios (a2 / b2.

reg3.24 Atribuição do conector do adaptador V. 260 cm Conector Mini-DIN de 6 pinos SIC VCC 6 4 RxD 2 TxD 5 RTS 3 CTS 1 GND Conector fêmea SubD de 9 pinos Adaptação de nível no cabo livre 9 CTS 8 RTS 7 DSR 6 5 GND 4 DTR 3 TxD 2 RxD 1 CD Adaptador MB Figura 3-23 Tabela 3-22 Pino CD CTS DSR DTR GND RTS RxD TxD Sinal Carrier Detect.24 Somente para uso interno Comprimento ca. Dados de emissão 3-32 A31003-K1250-S100-51-V419. HiPath 1100. Sinal portador de dados Clear To Send. Manual de Serviço .24 Atribuição do conector do adaptador V. Dados de recepção Transmit Data. Solicitação de emissão Receive Data. Prontidão de serviço do equipamento Ground. 15 cm Comprimento ca. Sinal de prontidão de emissão Data Send Ready. Prontidão de serviço para emitir PC Impressora Modem Sistema de interligação do cabo adaptador V. Terra Request To Send.24 Data Terminal Ready.fm Módulos Cabo adaptador V.

fm Somente para uso interno Módulos Cabo adaptador V.24 Conector SubD de 9 pinos Conector SubD de 25 pinos Modem CASDT S30122-K5597-X100 Apropriado para: Delrina Win Fax Pro CPV Espanha Aceex 1414 Elsa 2460 TL TxD2 RxD3 RTS7 CTS8 GND5 TxD2 RxD3 RTS4 CTS5 GND7 DSR6 DTR20 Conector SubD de 25 pinos Conector SubD de 9 pinos Impressora CASDT S30122-K5597-X Apropriada para: SIEMENS P500 Série EPSON LX TxD2 RTS7 GND5 RxD3 DSR6 DCD8 DTR20 GND7 Figura 3-24 Sistema de ligação do adaptador de modem e impressora A31003-K1250-S100-51-V419.reg3. HiPath 1100. Manual de Serviço 3-33 .

fm Módulos Cabo adaptador V. HiPath 1100.reg3.24 Somente para uso interno 3-34 A31003-K1250-S100-51-V419. Manual de Serviço .

alicate de pontas achatadas Chave de fenda Chave de fenda em cruz Ferramenta para conectar os fios no DG Furadeira.reg4. As informações sobre equipamentos adicionais ou ampliações encontram-se na Tabela 3-2 na página 3-2. “Informações importantes” ! A31003-K1250-S100-51-V419.fm Somente para uso interno Montagem Montagem do HiPath 1100 4 Montagem 4.2 Procedimento de montagem Atenção Antes de iniciar os procedimentos de montagem leia atentamente as informações e recomendações constantes no Capítulo 1. metro Multímetro digital. Manual de Serviço 4-1 . HiPath 1100. Ferramentas necessárias Para a montagem do sistema HiPath 1100 são necessários: ● Ferramentas: – – – – – – Alicate de corte. martelo Nível de bolha de ar. A configuração (montagem dos módulos). ● ! Perigo A montagem do sistema só pode ser efetuada por pessoal técnico autorizado. para verificar ligações de terra e tensões de alimentação ● Instrumentos: – 4.1 Montagem do HiPath 1100 Sobre este capítulo Este capítulo contém informações sobre: ● A montagem do sistema HiPath 1100.

11. 3. 2. A pulseira deve ser conectada em um local aterrado. 12. HiPath 1100 . 8. 4. 5. 13. 7 . HiPath 1100. 10.reg4.fm Montagem Procedimento de montagem Somente para uso interno Tabela 4-1 Etapa 1. 4-2 A31003-K1250-S100-51-V419.Procedimento de montagem do sistema Procedimento de montagem (Informações) “Selecionar o local de montagem” (em geral já definido) “Desembalar os componentes” “Conhecendo os sistemas” “Montagem dos MOs e EBs” “Recomendações sobre a alimentação/proteção do sistema” “Verificar a ligação à terra de proteção” “Proteção das linhas externas e ramais externos” “Conexão dos ramais no DG interno do sistema” “Relés de falta de energia” “Cabeação do sistema” “Montagem dos terminais” “Instalação da Interface de porteiro TFE” “Efetuar conferência visual” 4-3 4-5 4-5 4-8 4-28 4-31 4-30 4-23 4-31 4-32 4-34 4-28 4-35 ! Cuidado É indispensável o uso da pulseira anti-estática ao trabalhar com o sistema HiPath 1100 (principalmente ao manipular os módulos). 6. 9. Manual de Serviço .

sendo assim.). radiador. A tomada da fonte de alimentação do sistema deve estar próxima ao equipamento e de fácil acesso.fm Somente para uso interno Montagem Selecionar o local de montagem 4. ex. As seguintes indicações devem ser observadas: ● Não expor o sistema a uma fonte de calor externa (p.reg4.7 . A31003-K1250-S100-51-V419.3 Selecionar o local de montagem Local de montagem O local de montagem foi previamente determinado em conjunto com o cliente. Não expor o sistema a ambientes com muita poeira.2). As caixas dos módulos para os sistemas HiPath 1130/1150 são semelhantes do ponto de vista construtivo. Atenção às condições ambientais mencionadas no capítulo Dados do sistema (parágrafo 2. etc. Caso isso ocorra. ● ● ● ● ● Nota Consultar o parágrafo 2. raios solares. Manual de Serviço 4-3 . Não instalar dentro de armários. HiPath 1100. Não expor o sistema a ambientes que possam favorecer a condensação durante o serviço.3 para informações sobre a estrutura dos sistemas. secar o sistema antes da colocação em serviço. observe o número específico de cada módulo antes de conectá-lo.

reg4.fm Montagem Selecionar o local de montagem Dimensões Somente para uso interno Figura 4-1 Local Dimensões para o HiPath 1100 Figura 4-2 Local de instalação do sistema 4-4 A31003-K1250-S100-51-V419. HiPath 1100. Manual de Serviço .

fm Somente para uso interno Montagem Desembalar os componentes 4. É proibida a colocação em serviço de sistemas com danos externos. ! Atenção Utilizar apenas sistemas e equipamentos em perfeito estado. 4. 3.4 Desembalar os componentes Procedimento Etapa 1. O material da embalagem deve ser eliminado de acordo com a regulamentação ambiental de cada país. se for o caso.reg4. comunicálos aos responsáveis. Manual de Serviço 4-5 .5 Conhecendo os sistemas HiPath 1120 Figura 4-3 Visão geral do sistema para montagem HiPath 1120 A31003-K1250-S100-51-V419. Ação Verificar se os componentes entregues estão de acordo com a nota. Verificar se houve danos devido ao transporte e. 2. HiPath 1100.

2. Colocar a bucha e apertar o parafuso deixando-o com uma saliência de 5 mm. no parafuso. 5. 6. alinhá-lo e apertar o(s) parafuso(s) inferior(es). Pendurar o sistema. Manual de Serviço . em cima ➀. Ação Fazer um furo a uma altura de 1.5 metros do chão. Furar o(s) outro(s) orifício(s) para a(s) bucha(s). 3.reg4. HiPath 1100. 4. 4-6 A31003-K1250-S100-51-V419.fm Montagem Fixação na parede HiPath 1130/1150 Somente para uso interno Figura 4-4 Visão geral do sistema para montagem HiPath 1130/1150 4. Pendurar novamente o sistema. Marcar os outros orifícios para a bucha ➁ e retirar novamente o sistema.6 Fixação na parede Etapa 1. colocá-la(s) e atarraxar o(s) parafuso(s) deixando uma saliência de 5 mm.

reg4. HiPath 1100.fm Somente para uso interno Montagem Fixação na parede Base posterior das caixas Figura 4-5 Fixação do HiPath 1120 Figura 4-6 Fixação do HiPath 1130/1150 A31003-K1250-S100-51-V419. Manual de Serviço 4-7 .

fm Montagem Montagem dos MOs e EBs Somente para uso interno 4.1 Localização dos módulos ● No HiPath 1120 Figura 4-7 Localização dos módulos no HiPath 1120 4-8 A31003-K1250-S100-51-V419.4. HiPath 1100. Manual de Serviço . Já nos sistemas HiPath 1130/1150.7 Montagem dos MOs e EBs Informações para a montagem A MB e os módulos no sistema HiPath 1120 são interligados por um flat cable e uma barras de pinos.1.reg4. 4.5 e parágrafo 3. Os módulos só podem ser inseridos ou extraídos com a fonte de alimentação desligada. Informações para a ampliação estão no parágrafo 2. os módulos são interligados pelo conector Back Plane.7.

Manual de Serviço 4-9 .fm Somente para uso interno Montagem Montagem dos MOs e EBs ● No HiPath 1130/1150 Figura 4-8 Localização dos módulos no HiPath 1130/1150 A tabela abaixo apresenta os módulos que podem ser montados nas respectivas posições. HiPath 1100. Tabela 4-2 Posição x tipo de módulo no HiPath 1130/1150 HiPath 1130 Posição 1 HiPath 1150 Tipo de módulo EB 010 EB 012 EB 202 EB 206 EB 210 EB 200 EB 400 EB 800 Módulo atendedor/ Fax Tipo de módulo EB 010 EB 012 EB 202 EB 206 EB 210 EB 200 EB 400 EB 800 Módulos de ampliação Módulos opcionais Posição 2 somente HiPath 1150 Módulos de ampliação A31003-K1250-S100-51-V419.reg4. sempre respeitando os limites de cada sistema.

Monte o conjunto novamente. 6.fm Montagem Montagem dos MOs e EBs Somente para uso interno Módulos opcionais Posição 3 Módulos de ampliação Módulos opcionais Posição 4 Módulos de ampliação Módulos opcionais Módulo atendedor/ Fax Tipo de módulo EB 010 EB 012 EB 202 EB 206 EB 210 EB 200 EB 400 EB 800 Módulo S0 Módulo ADSL Módulo TME1 Módulo atendedor/ Fax Tipo de módulo EB 010 EB 012 EB 202 EB 206 EB 210 EB 200 EB 400 EB 800 Módulo ADSL Módulo atendedor/ Fax somente HiPath 1150 4. Retire a tampa do sistema. Faça as ligações aos conectores do módulo (ver figura 4-20). 4-10 A31003-K1250-S100-51-V419. 2. 3. Interligue o módulo e a MB com o flat cable. Ação 4. Ligue a fonte de alimentação. HiPath 1100.reg4.2 Montagem dos módulos de ampliação ● HiPath 1120 Procedimento para a montagem Etapa 1. Manual de Serviço .7. 5. Desligue a fonte de alimentação. Insira o módulo em uma das posições indicadas na figura 4-7 até travar. levante a posição superior (MB) do sistema. Caso deseje instalar na parte inferior. 7 . 8. “Efetuar conferência visual” na página 4-35.

fm Somente para uso interno Montagem Montagem dos MOs e EBs Etapa 9. Faça as ligações aos conectores do módulo (ver figura 4-10). Caso deseje instalar na parte inferior. 9. 5. 3. “Efetuar conferência visual” na página 4-35. 7 . 4. 5. 6.3 Montagem do módulo S0 ● HiPath 1120 Procedimento para a montagem Etapa 1. Retire o back plane. Monte o conjunto novamente. Interligue o módulo e a MB com o flat cable. Ligue a fonte de alimentação. A31003-K1250-S100-51-V419. 3. Insira o módulo em uma das posições indicadas na figura 4-8 até travar. ● Ação Programe os dados necessários (ver “Colocação em serviço do HiPath 1100” na página 6-1). Manual de Serviço 4-11 . Insira o módulo em uma das posições indicadas na figura 4-10 até travar. 7 .reg4. levante a posição superior (MB) do sistema. Ação 4. Retire a fonte de alimentação. “Efetuar conferência visual” na página 4-35 Ligue a fonte de alimentação Programe os dados necessários ver “Colocando em serviço” na página 6-1 Ação 4. Monte o conjunto novamente. HiPath 1100. 8. 6. HiPath 1130/1150 Procedimento para a montagem Etapa 1. Desligue a fonte de alimentação. Programe os dados necessários (ver “Colocação em serviço do HiPath 1100” na página 6-1).7. 2. Retire a tampa do sistema. 2.

Retire o back plane. 6. HiPath 1100. Ligue a fonte de alimentação. Retire a tampa do DG. “Efetuar conferência visual” na página 4-35.fm Montagem Montagem dos MOs e EBs Esquema de montagem Somente para uso interno Figura 4-9 ● Montagem do módulo S0 HiPath 1120 HiPath 1130/1150 Procedimento para a montagem Etapa 1.reg4. Retire a fonte de alimentação. Monte o conjunto novamente. Ação 4-12 A31003-K1250-S100-51-V419. Programe os dados necessários (ver “Colocação em serviço do HiPath 1100” na página 6-1). Manual de Serviço . 9. Insira o módulo na posição 3 até travar. 8. 4. Faça as ligações aos conectores do módulo (ver figura 4-10). 7 . 2. 5. 3.

7 .4 Montagem do módulo TME1 Procedimento para a montagem Etapa 1. 5. com o cabo coaxial fornecido junto com o módulo. 4.7. 8.fm Somente para uso interno Montagem Montagem dos MOs e EBs Esquema de montagem Figura 4-10 Conexões ao módulo S0 Instalado o módulo. Conecte. 4. com um cabo serial. Retire a fonte de alimentação. Retire o back plane. desde que esteja conectado na posição do ramal programador. 3. o conector X803 do módulo no computador. Retire a tampa do DG. Configure as Dip switches (ver “Módulo TME1” na página 3-27). Manual de Serviço 4-13 .reg4. 6. Insira o módulo na posição 3 até travar. uma mensagem de download do software irá surgir durante alguns segundos no display do telefone de sistema E 822_ST. os conectores TX e RX do módulo no modem. Conecte. HiPath 1100. Ação A31003-K1250-S100-51-V419. Encaixe os ferrites no back plane. 2.

Programe os dados necessários (ver “Colocação em serviço do HiPath 1100” na página 6-1). Retire a tampa do sistema. 1. Manual de Serviço Ação 4-14 . Ligue a fonte de alimentação. Insira o módulo na posição indicada na figura 4-12 até travar.5 Montagem do módulo ADSL ● HiPath 1120 Procedimento para a montagem Etapa 1. 12. Esquema de montagem Figura 4-11 Montagem do módulo TME1 4. 2.fm Montagem Montagem dos MOs e EBs Somente para uso interno Etapa 9.7. Monte o conjunto novamente. HiPath 1100. 4. Conecte a linha ADSL da operadora na posição 1 e 2 do conector X2 (verfigura 4-13) A31003-K1250-S100-51-V419. Levante a posição superior (MB) do sistema. Desligue a fonte de alimentação.reg4. 11. 10. 3. Interligue o módulo e a MB com o flat cable. Ação “Efetuar conferência visual” na página 4-35. 1.

10.fm Somente para uso interno Montagem Montagem dos MOs e EBs Etapa 5. 7 . Esquema de montagem Figura 4-12 Montagem do módulo ADSL HiPath 1120 A31003-K1250-S100-51-V419. J5. J6 e J7). Monte o conjunto novamente. Programe os dados necessários (ver “Colocação em serviço do HiPath 1100” na página 6-1). 8. 9. 6. Conecte os cabos de sua rede de trabalho (network) no HUB (conectores J3. “Efetuar conferência visual” na página 4-35. Ligue a fonte de alimentação. HiPath 1100. Manual de Serviço 4-15 . Ação Ligue as posições 3 e 4 do conector X2 (saída de voz) na entrada de linha externa do HiPath 1100.reg4.

4. 5. 6. J5. Insira o módulo na posição correta (no HiPath 1130 deve ser instalado na posição 3 e no HiPath 1150 na posição 3 ou 4) até travar. 11.fm Montagem Montagem dos MOs e EBs HiPath 1130/1150 Somente para uso interno ● Procedimento para a montagem Etapa 1. HiPath 1100. Retire o back plane. Retire a tampa do DG. Programe os dados necessários (ver “Colocação em serviço do HiPath 1100” na página 6-1). Retire a fonte de alimentação. 3. 8. Manual de Serviço . 9. “Efetuar conferência visual” na página 4-35. 7 . Conecte a linha ADSL da operadora na posição 1 e 2 do conector X2. 2. Conecte os cabos de sua rede de trabalho (network) no HUB (conectores J3. Ligue a fonte de alimentação. Ação 4-16 A31003-K1250-S100-51-V419.reg4. 10. J6 e J7). Monte o conjunto novamente. Ligue as posições 3 e 4 do conector X2 (saída de voz) na entrada de linha externa do HiPath 1100.

Programe os dados necessários (ver “Colocação em serviço do HiPath 1100” na página 6-1). 6.fm Somente para uso interno Montagem Montagem dos MOs e EBs Esquema de montagem Figura 4-13 Conexões ao módulo ADSL 4. 4.reg4. Ação A31003-K1250-S100-51-V419. Retire a tampa do sistema.6 Montagem do módulo Atendedor/Fax ● HiPath 1120 Procedimento para a montagem Etapa 1. 5. 2. 8. Desligue a fonte de alimentação. 7 . Manual de Serviço 4-17 . na MB. 3. HiPath 1100. Encaixe o módulo na barra de pinos da MB e no espaçador. Ligue a fonte de alimentação.7. que vem junto com o módulo. Monte o conjunto novamente. “Efetuar conferência visual” na página 4-35. Encaixe o espaçador.

8. 3. Programe os dados necessários (ver “Colocação em serviço do HiPath 1100” na página 6-1). Encaixe o módulo na barra de pinos da MB e no espaçador. 10. HiPath 1100. 6. 9. na MB. 2. Retire o back plane. Retire a fonte de alimentação. Retire as posições superiores à MB. Ligue a fonte de alimentação. 5. “Efetuar conferência visual” na página 4-35.fm Montagem Montagem dos MOs e EBs Esquema de montagem Somente para uso interno Figura 4-14 ● Montagem do módulo Atendedor/Fax HiPath 1120 HiPath 1130/1150 Procedimento para a montagem Etapa 1. Encaixe o espaçador. Retire a tampa do DG. Ação 4-18 A31003-K1250-S100-51-V419. Manual de Serviço .reg4. 4. Monte o conjunto novamente. que vem junto com o módulo. 7 .

Ação A31003-K1250-S100-51-V419. 7 . HiPath 1100.reg4. Levante a posição superior (MB) do sistema. 4. 2. 8. 3. Faça as ligações no conector do módulo (ver “Módulo Música” na página 3-36) Monte o conjunto novamente. Ligue a fonte de alimentação. 6. 5. Retire a tampa do sistema. “Efetuar conferência visual” na página 4-35. Manual de Serviço 4-19 .7. Encaixe a MB no módulo. 9. Desligue a fonte de alimentação.7 Montagem do módulo Música no HiPath 1120 Procedimento para a montagem Etapa 1. Insira o módulo na posição mostrada na figura 4-16 até travar.fm Somente para uso interno Montagem Montagem dos MOs e EBs Esquema de montagem Figura 4-15 Montagem do módulo Atendedor/Fax HiPath 1130/1150 4.

Manual de Serviço .fm Montagem Montagem dos MOs e EBs Somente para uso interno Etapa 10. HiPath 1100.reg4. Ação Programe os dados necessários (ver “Colocação em serviço do HiPath 1100” na página 6-1). Esquema de montagem Figura 4-16 Montagem do módulo Música 4-20 A31003-K1250-S100-51-V419.

Manual de Serviço 4-21 .reg4. Esquema HiPath 1130/1150 Figura 4-17 Montagem da fonte de alimentação HiPath 1130/1150 A31003-K1250-S100-51-V419.8 Montagem da fonte de alimentação Introdução Antes de conectar a fonte de alimentação ao sistema ver os “Dados Técnicos” na página 2-5 “e “Fonte de Alimentação (PSU)” na página 3-27.fm Somente para uso interno Montagem Montagem dos MOs e EBs 4.7. HiPath 1100.

HiPath 1100. Verifique a tensão de rede. 3. Ação Estando a tensão de acordo com a da fonte.reg4. Manual de Serviço . “Efetuar conferência visual” na página 4-35 Programe os dados necessários ver “Colocando em serviço” na página 6-1 ! Atenção Para ligar ou desligar a tensão do sistema utilize o cabo de alimentação da fonte. 4-22 A31003-K1250-S100-51-V419. 2. 4.fm Montagem Montagem dos MOs e EBs Esquema HiPath 1120 Somente para uso interno Figura 4-18 Montagem da fonte de alimentação HiPath 1120 Procedimento após a montagem Etapa 1. basta conectá-la.

: As posições 2 e 4 são utilizadas apenas pelo sistema HiPath 1150. o DG é composto da seguinte forma: HiPath 1130/1150 Figura 4-19 Distribuição dos ramais no DG HiPath 1130/1150 Obs.8 Conexão dos ramais no DG interno do sistema Introdução A fixação e conexão dos cabos é feita no DG do sistema e a passagem dos cabos através de dutos ou canaletas até a caixa de distribuição telefônica da operadora. Manual de Serviço 4-23 . Exemplo de configuração onde os sistemas HiPath 1100 estejam equipado com módulos de ampliação de ramais.fm Somente para uso interno Montagem Conexão dos ramais no DG interno do sistema 4. A31003-K1250-S100-51-V419.reg4. HiPath 1100.

HiPath 1100. 2* 06 856 21 31 22 32 Nº interno Nº interno Nº interno Nº interno Nº interno Nº interno Módulo EB Módulo EB Módulo EB Módulo EB Módulo EB Módulo EB 206 202 103 200 400 800 853 853 853 853 853 853 854 854 854 854 854 21 21 21 855 855 22 22 22 856 856 23 23 857 24 858 25 859 26 860 Nº interno Nº interno Nº interno Nº interno Nº interno Módulo EB Módulo EB Módulo EB Módulo EB Módulo EB 206 202 103 200 400 855 855 4654 855 857 856 856 856 858 27 23 24 859 28 24 25 860 *Somente para o HiPath 1150 23 33 29 26 24 34 30 25 35 31 a/b 26 36 32 27 37 28 38 29 39 30 40 Slot Nº linha Posição Nº interno Nº interno Nº interno Nº interno Nº interno externa do ramal Módulo EB Módulo EB Módulo EB Módulo EB Módulo EB 210 206 202 103 200 07 857 857 857 855 857 Pos. 3 08 858 858 858 858 A31003-K1250-S100-51-V419.fm Montagem Conexão dos ramais no DG interno do sistema Tabela 4-3 Slot Somente para uso interno Exemplo de localização dos ramais no DG HiPath 1130/1150 Nº linha Posição Nº interno externa do ramal 01 851 MB 02 852 1 11 2 12 3 13 4 14 5 15 a/b 6 16 7 17 8 18 9 19 10 20 Slot Nº linha Posição Nº interno externa do ramal Módulo EB 210 03 853 Pos. Manual de Serviço 4-24 .reg4.1 04 854 11 21 12 22 13 23 14 24 15 25 a/b 16 26 17 27 18 28 19 29 20 30 Slot Nº linha Posição Nº interno externa do ramal Módulo EB 210 05 855 Pos.

Manual de Serviço 4-25 . 4* 10 860 860 860 860 41 51 39 27 30 42 52 40 28 31 43 53 41 32 44 54 42 45 55 43 a/b 46 56 44 47 57 48 58 49 59 50 60 *Somente para o HiPath 1150 A31003-K1250-S100-51-V419.reg4.fm Somente para uso interno Montagem Conexão dos ramais no DG interno do sistema 31 41 33 25 27 32 42 34 26 28 33 43 35 29 34 44 36 35 45 37 a/b 36 46 38 37 47 38 48 39 49 40 50 Slot Nº linha Posição Nº interno Nº interno Nº interno Nº interno Nº interno externa do ramal Módulo EB Módulo EB MóduloEB Módulo EB Módulo EB 210 206 202 103 200 09 859 859 859 856 859 Pos. HiPath 1100.

fm Montagem Conexão dos ramais no DG interno do sistema HiPath 1120 Somente para uso interno Figura 4-20 Tabela 4-4 Slot Distribuição dos ramais no DG HiPath 1120 Exemplo de localização dos ramais no DG HiPath 1120 Slot Lateral Nº linha externa 03 04 Posição do Nº interno ramal Módulo EB 204 853 854 9 19 10 20 11 21 12 22 Nº linha Posição Nº interno externa do ramal 01 851 MB 02 852 1 11 2 12 3 13 4 14 a/b 5 15 6 16 7 17 8 18 Slot Nº linha Posição Nº interno externa do ramal Módulo EB 204 05 855 Inferior 06 856 13 23 14 24 a/b 15 25 16 26 a/b 4-26 A31003-K1250-S100-51-V419. Manual de Serviço .reg4. HiPath 1100.

podem ser ajustados os seguintes parâmetros: ● ● ● ● 600 /2400 / 9600 / 19200 / 38400 / 57600 / 115200 / 230400 baud 8 bits 1 stop bit sem paridade. . receivers. no modo de programação. Manual de Serviço 4-27 . é iniciada logo após a sequência de comandos (código 35 + 35 ou outra opção de código). rádios entre outros.Na ligação de uma impressora deve estar ajustado o horário atual da central. HiPath 1100. No sistema HiPath 1120 a fonte de aúdio deve ser conectada no módulo opcional música na posição X1 pinos 1 e 2 (ver Figura 4-19 na página 4-23). ! ! Importante A impressão de dados de cliente. Nos sistemas HiPath 1130/1150 a fonte de aúdio deve ser conectada na MB na posição X8 pinos 1 e 2 (ver Figura 4-20 na página 4-26). A31003-K1250-S100-51-V419. Todas as funções da porta serial passam a ser efetuadas via rede local. a conexão serial do HiPath 1100 passa para o módulo ADSL. para bilhetagem da chamada ou impressão dos dados do cliente.24” na página 3-31.24 com o conector Mini-DIN (macho) no conector serial Mini-DIN da MB e o outro extremo na porta serial da impressora ou computador.Encaixar o lado do cabo da interface serial V.reg4.fm Somente para uso interno Montagem Instalação da interface V. não devendo ser usada o conector serial da MB.24 Introdução Para ligar um computador ao HiPath 1100.9 Instalação da interface V. é necessário adquirir o “Cabo adaptador V. Observação Com o uso do Módulo ADSL.24 4.Caso seja utilizado um PC. . .10 Instalação da fonte de aúdio externa Os sistemas HiPath 1100 permitem a conexão de aparelhos comerciais de CD. MD ou TR player. 4.

4. Conecte o porteiro eletrônico a interface TFE “Efetuar conferência visual” na página 4-35. Procedimento para a instalação Etapa 1. a fim de evitar possíveis avarias durante o funcionamento. Siedle. ver “Interface de porteiro TFE” na página 3-30. Telegärtner. Programe os dados necessários ver “Colocando em serviço” na página 6-1 4. Caso as características do edifício impeçam esta ligação. EGUCOM (Ackermann. Ritto. Grothe. Manual de Serviço . Telekom. 4-28 A31003-K1250-S100-51-V419. F4A e F5A. modelo Doorline M02.12 Recomendações sobre a alimentação/proteção do sistema Instrução relativa a um possível retorno à terra Para evitar retornos à terra produzidos por sistemas remotos.11 Instalação da Interface de porteiro TFE São homologados os seguintes porteiros: ● ● ● ● ● ● ● HDL (Brasil). Ação Conecte o seu sistema a interface TFE.reg4. modelos F3A.fm Montagem Instalação da Interface de porteiro TFE Somente para uso interno 4. 2. Emmerich). 3. pode ser necessário utilizar um transformador intermediário para desacoplar o sistema externo. HiPath 1100. utilizar a mesma fase na alimentação.

canalização de esgotos . A não observância destas recomendações pode conduzir a situações de perigo! Esquema de alimentação dos sistemas HiPath 1130/1150 L1 N PE 127 Vac HiPath 1130/1150 PE -Condutor de aterramento -verde/amarelo seção mínima = 2.5 mm2 Não utilizar como ponto de aterramento: . Manual de Serviço 4-29 . HiPath 1100. No caso da necessidade de trabalhos adicionais na rede de baixa tensão (220 V AC).reg4.sistema de aquecimento central .condutor de ligação à terra para sistemas de antenas Figura 4-21 Esquema de alimentação dos sistemas HiPath 1130/1150 A31003-K1250-S100-51-V419.5 mm2) conforme a figura 4-21. utilizar pessoal técnico especializado. seção mínima = 2.fm Somente para uso interno Montagem Recomendações sobre a alimentação/proteção do sistema Ligação à terra de proteção ! Perigo Os sistemas de alimentação do HiPath 1130/1150 deve estar protegido com uma ligação à terra através de um condutor de proteção (PE) separado (sistema TN-S.

Manual de Serviço . HiPath 1100.5 mm2). deve-se utilizar o protetor MPT250 que possui dois PTCs (fios a e b). Esta fita possui um cabo especial para conexão com o terra. a proteção secundária é efetuada por um varistor entre os fios a e b.fm Montagem Recomendações sobre a alimentação/proteção do sistema Somente para uso interno 4. deverá ser conectada a um terra exclusivo para o sistema telefônico. e uma cápsula de gás.reg4. A conexão entre o sistema HiPath 1100 e a caixa de distribuição deve ser feita através de cabos multi-pares que devem preferencialmente ser do tipo com fita de alumínio interna (blindagem).12. para proteção de sobrecorrente. que deve obrigatoriamente ser conectado apenas no lado da caixa de distribuição no terra de proteção. Nas linhas externas e ramais.1 Proteção das linhas externas e ramais externos A proteção primária das linhas e ramais externos. através de um cabo independente diferente do cabo utilizado para o aterramento da fonte. Como proteção primária. através de um cabo independente (seção mínima = 2. sendo que esta deve ser conectada ao terra. Figura 4-22 Diagrama de aterramento e proteção 4-30 A31003-K1250-S100-51-V419. em uma caixa de distribuição externa a central.

12. Conforme tabela abaixo: Tabela 4-5 Ramais de falta de energia HiPath 1130/1150 Ramal 11 12 21 22 31 32 41 42 51 52 Linha externa 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 A31003-K1250-S100-51-V419. Medir a resistência ôhmica da ligação de terra entre o PE (terra de proteção) da rede e tomada ou DG. Ação Medir a resistência ôhmica da ligação de terra entre o sistema e o barramento de terra. antes da colocação em serviço.fm Somente para uso interno Montagem Relés de falta de energia 4. 2. Medir a resistência ôhmica do condutor neutro da tomada utilizada em relação à terra. devem ser efetuados os testes indicados na tabela abaixo.reg4. HiPath 1100.2 Verificar a ligação à terra de proteção Procedimento Para assegurar a correta ligação à terra de proteção. Manual de Serviço 4-31 . < 10 Ohm 4. Etapa 1. Resultado (valor nominal) < 1 Ohm < 1 Ohm 3.13 Relés de falta de energia Cada linha externa analógica possui um relé que faz o desvio do mesmo para um ramal analógico fixo e pré determinado no caso de falta de energia na central.

14 Cabeação do sistema Introdução A ligação entre os ramais e o sistema é efetuada através de cabos.reg4. da seguinte forma: 4-32 A31003-K1250-S100-51-V419. HiPath 1100.fm Montagem Cabeação do sistema Somente para uso interno No caso dos módulos de ampliação EB 200/400/800. não existe este relé. Tabela 4-6 Ramais de falta de energia HiPath 1120 Ramal 11 12 19 20 23 24 Linha externa 1 2 3 4 5 6 4. Manual de Serviço .

fm Somente para uso interno Montagem Cabeação do sistema Códigos de cor para cabos Tabela 4-7 Grupo de cor 1 Código de cores para cabos Par 1 2 3 4 5 2 6 7 8 9 10 Fio a br/az az/br br/lr lr/br br/vd vd/br br/ct ct/br br/cz cz/br vm/az az/vm vm/lr lr/vm vm/vd vd/vm vm/ct ct/vm vm/cz cz/vm Já a extremidade do cabo que é conectada no DG do sistema.reg4. 4 16 am/az az/am 15 pt/cz cz/pt 14 pt/ct ct/pt 13 pt/vd vd/pt 12 pt/lr lr/pt Fio b Grupo de cor 3 Par 11 Fio a pt/az az/pt Fio b A31003-K1250-S100-51-V419. recebe um conector conforme apresentado no “Distribuidor geral” na página 3-29. Manual de Serviço 4-33 . HiPath 1100.

Manual de Serviço Ação 4-34 . b. é necessário escolher um par C/D figura 4-19 e figura 4-20. sendo necessários dois para fonia (a. 4. HiPath 1100. d). b) para fonia. Fio amarelo (Y) =fio d da placa CD (negativo em relação ao C).d). 3.b).dados "d" Figura 4-23 Conexões na tomada telefônica adotados no Brasil Fio vermelho (R) = fonia (fio b do ramal). c.reg4. Fio preto (BK) =fio c da placa CD (positivo em relação ao D). A31003-K1250-S100-51-V419. Conexões . Telefones comuns (DC/MF) devem ser ligados ao HiPath 1100 apenas utilizando os fios (a. b) e dois para sinalização (c. Procedimento para a instalação nos sistemas Etapa 1. Monte as tomadas nos ramais. Não utilizar os fios (c.15 Montagem dos terminais O telefone de sistema possui quatro fios (a. Fio verde (G) = fonia (fio a do ramal). 2. Conecte os aparelhos.fonia b + fonia a Tomada b vermelho a verde ou c preto d amarelo d a b c 4 3 2 1 + dados "c" ~23 V . Conecte cada tomada de ramal à posição desejada a/b no DG No caso dos telefones de sistema. O telefone comum (DC/MF) possui apenas dois fios (a. d).fm Montagem Montagem dos terminais Somente para uso interno 4.

a proteção desta interface irá atuar retirando o ramal de operação. Caso ocorra um curto-circuito entre os fios C e D. Para colocá-lo novamente em funcionamento. ! Atenção Antes de iniciar o trabalho.reg4. dos cabos e da alimentação. deve ser efetuada um conferência visual do hardware. HiPath 1100. é de 500 metros e para telefones comuns 2500 metros. Observar as medidas de proteção contra descargas eletrostáticas (ver parágrafo 1. Programe os dados necessários ver “Colocando em serviço” na página 6-1 A alimentação dos telefones de sistema é fornecida através dos fios C e D. utilizando um cabo de dois pares com fio de cobre de 0. A distância máxima para instalação dos telefones de sistema.1.16 Efetuar conferência visual Introdução Antes de colocar em serviço o sistema. desconecte o respectivo telefone de sistema e conecte-o novamente. portanto deve existir um cuidado especial para se evitar curto-circuitos no bloco de interligação. A interface deve voltar a funcionar normalmente. Nota Ação “Efetuar conferência visual” na página 4-35. Para os telefones analógicos a 2 fios (a. A31003-K1250-S100-51-V419. Manual de Serviço 4-35 . retire o curto-circuito. certificar-se de que o sistema se encontra ligado à terra e sem alimentação. A conferência visual deve ser efetuada com o sistema desligado. 6.4 mm2.fm Somente para uso interno Montagem Efetuar conferência visual Etapa 5. b) não há problemas no caso de curtos-circuitos momentâneos. 4.3).

de forma correta. Manual de Serviço .para os módulos do módulo e notificar o dulos disponíveis com o responsável.Fixar ou inserir os módulos estão montados ma“ na página 2-1 .Ver ´„Dados do siste. 4-36 A31003-K1250-S100-51-V419. Verificar a tensão de Multímetro digital rede do local. Verificar se todos os mó.reg4. Procedimento para a conferência visual Ação Meios de auxílio/ Observações Somente para uso interno Medidas Comparar as posições Plano de montagem Corrigir a montagem de montagem dos mó. Ver a tensão da fonte do sistema 2. HiPath 1100. plano de montagem. dulos novamente. 3.fm Montagem Efetuar conferência visual Procedimento para a conferência visual Tabela 4-8 Etapa 1.

Manual de Serviço 5-1 .reg5.2 Telefones de sistema É um telefone exclusivo para os sistemas HiPath 1100.1 Teclas Teclas de indicação de estado É possível saber o estado das linhas externas e dos ramais com base na cadência com que piscam os LEDs das teclas dos telefones de sistemas E 821 ST e E 822 ST.2. Símbolo Descrição Tecla apagada: o ramal ou a linha externa está livre. A programação é descrita no Capítulo 6.fm Somente para uso interno Telefones Visão geral 5 Telefones Este capítulo descreve as características dos telefones de sistema e telefones comuns (DC/MF). proporciona a visualização das linhas externas e ramais em teclas programáveis. “Colocando em serviço” na página -1 5. A31003-K1250-S100-51-V419. Além de possuir funções especiais. 5. HiPath 1100.1 Visão geral São descritos os seguintes temas: Tema Telefones de sistema ● ● ● ● ● Página 5-1 5-1 5-3 5-5 5-6 5-6 5-9 5-9 5-9 5-9 Teclas Telefone de sistema E 822-ST Telefone de sistema E 821-ST (somente para o Brasil) Facilidades das teclas programáveis Ajustes Telefone decádico (DC) Telefone multifreqüência (MF) Telefones E 805 S e E 805 C (DC/MF) Telefone decádico (DC) e multifreqüência (MF) ● ● ● 5.

Tecla para confirmar. Manual de Serviço . Tecla FEATURE: ativa as funções do sistema (por exemplo. Tecla FIL: gera a função de Flash para a linha externa. Tecla para avançar no menu do display. a b e j k d Símbolo Teclas de funções no E 822 ST Descrição Tecla HIGH: aumenta o volume do alto-falante. Tecla FWD: desvia as chamadas para um ramal ou telefone externo.reg5. h i g = > < 5-2 A31003-K1250-S100-51-V419. Tecla piscando: uma chamada de entrada não foi atendida. Tecla HOLD: retém uma chamada. Tecla piscando lentamente: uma chamada está estacionada. Tecla para retornar no menu do display. Tecla PARK: estaciona uma chamada ou a retoma. Tecla LOW: diminui o volume do alto-falante. Desvio. Tecla piscando rapidamente: uma chamada de entrada ou uma rechamada sendo sinalizada.fm Telefones Telefones de sistema Somente para uso interno Símbolo Descrição Tecla acesa: o ramal ou a linha externa está ocupada. Bloqueio. Teclas de funções Símbolo Descrição Tecla REDIAL: disca novamente o último número chamado. HiPath 1100. Tecla SPEAKER: para falar em Viva-voz através do microfone e ouvir em Alta voz através do alto-falante. Não perturbe etc.).

tais como o número e o tipo de chamada. 11:13 28 AGO SEG)".reg5. Seleção: são indicados no display os dígitos selecionados. o tipo de chamada e outras como: ● Mensagens informativas: informações complementares para o usuário. O controle de contraste do display é fixo e ajustado internamente durante a montagem do telefone. Tecla de ajuste do aparelho. ● ● A31003-K1250-S100-51-V419.2. Tecla de PÊNDULO entre duas chamadas. HiPath 1100. Tecla de ajuste do aparelho. Manual de Serviço 5-3 . Na segunda linha são exibidas informações como o número de telefone. f l c + - 5. Mensagens: solicitação de introdução de informações durante a programação.2 Telefone de sistema E 822 ST O telefone de sistema E 822 ST possui um display alfanumérico de 2 linhas com 16 caracteres. Na primeira linha são exibidas a hora e a data. Tecla para CAPTURA de uma chamada que toca em outro ramal. A hora é exibida no formato "24 horas" (horas:minutos) e a data no formato "dia_mês_dia da semana" (por exemplo.fm Somente para uso interno Telefones Telefones de sistema Teclas de funções no E 821 ST Símbolo Descrição Tecla para CONFERÊNCIA.

d) tecla SPEAKER (VIVA-VOZ). Para passar do modo de viva-voz para o normal. c) teclas de funções.reg5. pressione a tecla SPEAKER e) tecla de corte quando é utilizado o monofone de cabeça. b) teclas programáveis com LED de sinalização de estado.fm Telefones Telefones de sistema Layout do aparelho Somente para uso interno a c e d b Figura 5-1 Layout do telefone de sistema E 822 ST a) display alfanumérico de cristal líquido. Manual de Serviço . após levantar o monofone do gancho. O viva-voz é desativado quando o monofone é retirado do gancho. HiPath 1100. 5-4 A31003-K1250-S100-51-V419.

3 Telefone de sistema E 821 ST (somente para o Brasil) Este telefone dispõe de teclas para as facilidades PÊNDULO (TOGGLE). além de teclas para as linhas externas e ramais. A31003-K1250-S100-51-V419.reg5.fm Somente para uso interno Telefones Telefones de sistema 5. CAPTURA (PICK UP) e CONFERÊNCIA (CONF). Manual de Serviço 5-5 . b) teclas de funções específicas. Layout do aparelho c b a Figura 5-2 Layout do telefone de sistema E 821 ST a) teclas programáveis com LED de sinalização de estado. HiPath 1100.2. c) tecla de corte quando utilizado o monofone de cabeça.

Manual de Serviço . Pêndulo/Retenção.reg5. Captura individual.4 Facilidades das teclas programáveis É possível executar algumas facilidades diretamente pressionando as teclas de acesso às linhas externas e aos ramais: ● ● ● ● ● ● ● ● Chamada interna. 5-6 A31003-K1250-S100-51-V419.fm Telefones Telefones de sistema Somente para uso interno 5.2. Atender uma chamada (interna ou externa). 5. HiPath 1100.2. Transferência (interna ou externa). Reserva de linha. As teclas de entrada no modo de ajustes são diferentes nos dois modelos: E 822 ST E 821 ST h ou i + ou - ! Importante Caso utilize um telefone modelo E 821 ST não será possível a visualização dos passos.5 Ajustes Alguns ajustes nos aparelhos E 822 ST e E 821 ST são disponibilizados para que possam ser configurados da forma mais adequada. Efetuar uma consulta (interna ou externa). Chamada externa.

HiPath 1100. + ou . h ou i no E 822-ST Pressione a tecla para entrar no modo de ajustes. pois em funcionamento normal a central telefônica efetua este ajuste automaticamente. + ou . O sinal de chamada está pré-ajustado no volume máximo (nível 6). será necessário ajustar o tipo de seleção para esta linha.fm Somente para uso interno Telefones Telefones de sistema Modo de seleção: Caso seu sistema HiPath 1100 esteja inoperante por falta de energia e a linha telefônica externa tenha sido comutada diretamente para seu telefone de sistema E 822 ST ou E 821 ST. pressionando a tecla #. ● Telefone em repouso: Passo a Passo Procedimento Coloque o monofone no gancho. - E/ F + e Volume do sinal de chamada: O volume do sinal de chamada pode ser ajustado em seis níveis. Selecione a opção do display 0=E para ajustar o tipo de seleção para decádico (DEC) ou 1= F para multi-frequencial (MF).no E 821-ST A31003-K1250-S100-51-V419. pressionando a tecla 0ou 1. Retire e coloque o monofone no gancho novamente. h ou i no E 822-ST Pressione a tecla para entrar no modo de ajustes. ou aguarde aproximadamente 5 segundos para finalizar o ajuste. Passo a Passo Procedimento Coloque o monofone no gancho.no E 821-ST #=E/ F 5=D 6= K Selecione a opção do display # para ajustar o tipo de seleção. Manual de Serviço 5-7 .reg5.

reg5. - KKK + e 5-8 A31003-K1250-S100-51-V419. pressionando a tecla 6. ou aguarde aproximadamente 5 segundos para finalizar o ajuste. Retire e coloque o monofone no gancho novamente. ou ainda uma tecla entre 0 e Timbre da campainha: O timbre do sinal de chamada pode ser ajustado da forma desejada (6 níveis).no E 821-ST #=E/ F 5=D 6= K Selecione a opção do display 6 para ajuste do timbre. Através das teclas h ou i. O último ajuste feito é armazenado. ou aguarde aproximadamente 5 segundos para finalizar o ajuste. h ou i no E 822-ST Pressione a tecla para entrar no modo de ajustes. + ou . Através das teclas h ou i. Manual de Serviço . pressionando a tecla 5. Passo a Passo Procedimento Coloque o monofone no gancho. ● h ou i. << D >> e ● Telefone tocando: Antes de tirar o monofone.fm Telefones Telefones de sistema Somente para uso interno #=E/ F 5=D 6= K Selecione a opção do display 5 para ajuste da campainha. pressione a tecla 6. você pode alterar o timbre da campainha. você pode controlar o volume da campainha. HiPath 1100. Retire e coloque o monofone no gancho novamente.

voz: O volume do alto-falante no E822 ST pode ser ajustado durante uma conversação.3. telefone sem fios. telefone sem fios. Esta seleção pode ser reconhecida pela emissão de tons (que podem ser ouvidos no monofone) durante a seleção dos números.no E 821-ST << D >> Indicação de ajuste efetuado. Os procedimentos para estes telefones estão descritos após o símbolo “MF” . Tecla para repetição do último número. fax ou qualquer equipamento com seleção decádica (impulsos).3. Manual de Serviço 5-9 . no caso de telefones decádicos. DC e MF além de of. tais como: ● ● Memorização dos números mais frequentes. 5.3 Telefones E 805 S e E 805 C (DC/MF) A Siemens dispõe de telefones com ambas as características. Caso o seu telefone seja MF e não possua a tecla “flash” a mesma pode ser simulada.fm Somente para uso interno Telefones Telefone decádico (DC) e multifreqüência (MF) ● Volume do Viva . + ou . erecer outras vantagens para o usuário.3. 5.reg5. ! Importante A instrução “Flash” apenas é válida para telefones MF não devendo ser considerada . 5. Passo a Passo Procedimento h ou i no E 822-ST Pressione a tecla para entrar no modo de ajustes. fax ou qualquer equipamento com seleção MF (tons).1 Telefone decádico (DC) Telefone analógico.3 Telefone decádico (DC) e multifreqüência (MF) 5.2 Telefone multifreqüência (MF) Telefone analógico. HiPath 1100. Os procedimentos para estes telefones estão descritos após o símbolo “DC” . A31003-K1250-S100-51-V419. por um toque rápido na mola de gancho.

reg5. Layout do aparelho euroset 805 S 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 Símbolo d c b SET REDIAL FLASH MEM 1 G HI A BC 2 5 8 0 D EF 3 6 9 # 4 7 JKL M NO a PQ RS TUV W X YZ MUTE * Figura 5-3 a) teclado. relógio. se conectado a um sistema HiPath 1130/1150 com placa opcional CLIP analógico. 5-10 A31003-K1250-S100-51-V419. Layout do aparelho E805 S b) teclas de função.fm Telefones Telefone decádico (DC) e multifreqüência (MF) Tecla de corte do microfone MUTE. d) etiqueta. c) teclas de memória. Somente para uso interno ● ● Identificador de chamadas. agenda. HiPath 1100. Manual de Serviço . (modelo E805 C). etc.

4) Tecla Redial.reg5. Para maiores informações sobre o funcionamento dos aparelhos telefônicos. 3) Tecla SET.7 8 9 0 E U R O S E T 8 0 5 C 2 3 4 5 SET REDIAL FLASH MEM 6 1 GHI ABC 2 5 8 0 DEF 3 6 9 # 4 7 JKL MNO PQRS TUV WXYZ 7 MUTE * 8 Figura 5-4 Layout do aparelho E805 C 1) Display.3 4 5 6 . 7) Teclado alfanumérico. Manual de Serviço 5-11 .fm Somente para uso interno Telefones Telefone decádico (DC) e multifreqüência (MF) Layout do aparelho euroset 805 C 0 3 0 3 1 1 : 1 2 2 3 / 0 5 T E R 1 1 2 . HiPath 1100. consulte o manual de instruções de seu respectivo aparelho. 2) Teclas de controle do identificador de chamadas. 6) Tecla MEM. 5) Tecla FLASH. A31003-K1250-S100-51-V419. 8) Tecla Mute.

1 Esquema Sobre este capítulo Este capítulo contém informações sobre o procedimento para a colocação em serviço do sistema HiPath 1100. HiPath 1100.reg6. Indicação de Download do módulo S0 (RDSI) Caso esteja conectado ao sistema um módulo do tipo S0.fm Somente para uso interno Colocando em serviço Colocação em serviço do HiPath 1100 6 Colocando em serviço 6.1.2 Procedimento Etapa 1. ! Perigo A colocação em serviço do sistema deve ser efetuada exclusivamente por pessoal técnico autorizado. 6-1 6-2 6-7 6-25 6. Ação (Instruções) Ligar o sistema à alimentação (Ligar o cabo de alimentação ->Inicialização do sistema) Entrando no modo de programação do sistema Efetuando a programação específica do cliente Comentários sobre os códigos de programação do sistema. 3.1 Colocação em serviço do HiPath 1100 6. 3.1. 2.3 Ligar o sistema à alimentação Procedimento Etapa 1.1. “Montagem”). 2. 4. Aguarde alguns instantes até que o sistema carregue o Software. A31003-K1250-S100-51-V419. 6. Ligar o cabo de alimentação. uma mensagem de download do software irá surgir durante alguns segundos no display do telefone de sistema. Manual de Serviço 6-1 . Ação Concluir a montagem de todas as placas ( Capítulo 4. desde que esteja conectado na posição do ramal programador.

.2 Entrando no modo de programação do sistema O sistema HiPath 1100 vem com uma programação de fábrica (padrão) que está descrita nas tabelas de programação. todos os clientes na rede também poderão utilizar a funcionalidade de CTI. . Manual de Serviço 6-2 . Comm Server: É um aplicativo que recebe os dados do sistema através da porta serial e distribui para diferentes aplicações: ● pacotes de bilhetagem. .. por ex. Os drivers de TAPI são interfaces entre o sistema operacional Windows e o sistema telefônico compatível com TAPI. Se o sistema estiver conectado em um PC servidor de uma LAN (Local Access Network). para cada código.24. você poderá executar funções importantes do sistema também no PC.2. existem duas opções: ● ● A utilização da interface serial V.0 (service pack 3).reg6. Windows 98. Esta ligação do sistema telefônico com o computador é designada de funcionalidade CTI (Computer Telephony Integration). A31003-K1250-S100-51-V419.1 Utilização da interface serial V.fm Somente para uso interno Colocando em serviço Entrando no modo de programação do sistema 6. Caso exista a necessidade de atualização ou modificação da programação. HiPath 1100. Windows 2000.Memória RAM de 128 MB (mínimo). .Monitor colorido SVGA com resolução de (800x600).24 Requisitos: ● ● ● .2.Microcomputador IBM PC. do discador automático no telefone ou de outras aplicações compatíveis com MS-TAPI podem ser executadas com ajuda dos drivers de TAPI (Telephony Applications Programming Interface). ● ● 6.Microsoft Windows 95.24 ou. processador Pentium 333 MHz (mínimo). A utilização de um telefone de sistema ou um telefone comum tipo MF .Espaço em disco: 20MB (mínimo). Windows ME e Windows NT 4. As funções de CTI.2 Utilizando as Funções de CTI Se o sistema estiver conectado em um PC através da Interface Serial V. 6.

estatísticas de atendimento por grupo e por agente. duração de chamadas ACD. utilizando sockets TCP/IP que provê outras aplicações. O sistema ajuda a avaliar e melhorar o atendimento da empresa. 6-3 A31003-K1250-S100-51-V419. Além disso a aplicação disponibiliza os bilhetes para uma impressora ou uma porta serial.fm Colocando em serviço Entrando no modo de programação do sistema pacotes TAPI. quantas são perdidas. entre outras informações que auxiliam no gerenciamento do Call Center. disponibilizando dados em tempo real sobre os estados dos agentes. Os dados de bilhetagem são enviados para o aplicativo CDR (Call Datailed Record) utilizando sockets TCP/IP O CDR permite a visualização dos bilhetes na tela do PC . onde podem ser tarifados através do software Call Report. Analyst . atendidas dentro dos perfis definidos. transferidas. os horários em que a empresa recebe o maior volume de ligações. abandonadas. tempo total de conversação.reg6. Os eventos para Controle Estatístico de Chamadas recebidos do sistema. fora do objetivo. fila de espera. HiPath 1100. é possível identificar a quantidade de ligações recebidas. Manual de Serviço . Com o Smart. evitando perda de clientes e auxiliando no dimensionamento adequado de atendentes.proporciona ao supervisor total flexibilidade na análise de estatísticas de atendimento por grupo e por agente. chamadas recebidas. em determinados períodos de tempo. entre outros dados. 6. por exemplo. entre outras informações.gerencia em tempo real os estados dos agentes.2. A solução Interaction Center Smart é composta por duas ferramentas: Monitor . disponibilizando estas informações em uma ferramenta on-line ou por meio de relatórios. atendidas. chamadas em fila e estatísticas de grupo como quantidade de atendimentos e abandonos. . Somente para uso interno ● ● pacotes para a administração dos dados com o tool de administração. que também são armazenados em um arquivo texto. tempo total de fila.3 Interaction Center Smart (software opcional) Permite que um supervisor monitore e acompanhe um ou mais grupos UCD de até 10 agentes. permitindo um acompanhamento constante do atendimento. Os relatórios podem ser configurados com informações detalhadas do número de chamadas recebidas. são enviados através de mensagens TAPI para o TSP (TAPI Server Provider).

reg6.fm Somente para uso interno

Colocando em serviço Entrando no modo de programação do sistema

6.2.4 TAC Smart - Telephony Advanced Control (software opcional)
Permite identificar e apresentar todas as informações de uma chamada. Disponibiliza no computador do usuário as principais funções de telefonia, monitoração do estado de ramais, discagem a partir da agenda, lista de chamadas realizadas e recebidas e série de contatos, efetuando ligações automaticamente para uma lista pré-determinada. Pode se integrar a outros sistemas efetuando o screen popup e enviando as informações para um aplicativo já existente.

6.2.5 HiPath 1100 System Manager
O HiPath 1100 System Manager é um programa de administração para efetuar a programação dos sistemas HiPath 1100, sem necessidade de utilização dos códigos de programação. Pode acessar a central localmente, através da conexão de uma interface serial V.24 ou remotamente, através de uma rede LAN, desde que um micro da rede esteja conectado ao HiPath 1100 via interface serial ou módulo ADSL. Também é possível efetuar a atualização de software do HiPath 1100 através do HiPath 1100 Software Manager e armazenar a base de dados com as programações do sistema. Recomenda-se a leitura do arquivo de ajuda do HiPath 1100 System Manager antes de efetuar qualquer operação.

6.2.6 Configuração do módulo ADSL
Informações Gerais

Requisitos de hardware:

– Microcomputador IBM PC, processador Pentium 333 Mhz (mínimo); – Memória RAM de 128 MB (mínimo); – Monitor colorido SVGA com resolução de (800x600); – Espaço em disco: 20MB (mínimo). – Placa de rede 10BaseT/100BaseT
● ●

Protocolo TCP/IP Microsoft Windows 95, Windows 98, Windows 2000, Windows ME e Windows NT 4.0 (service pack 3); IP padrão: 10.0.0.1 SubNet Mask padrão: 255.255.255.0 6-4

● ●

A31003-K1250-S100-51-V419, HiPath 1100, Manual de Serviço

reg6.fm

Colocando em serviço Entrando no modo de programação do sistema

Somente para uso interno

Caso haja a necessidade de Resetar o IP e a SubNet Mask utilize o Código 013 "Restaurar configuração padrão do módulo ADSL". Não conectar o cabo adaptador da interface V.24 à central quando estiver utilizando o Módulo ADSL. Conhecendo as ferramenta de programação/configuração Após instalado o acesso ADSL ao seu provedor e conectado ao HiPath 1100 é necessário alguns ajustes por parte da rede pública (WAN) e na rede interna (LAN). Para isto foi criado o aplicativo HiPath 1100 ADSL Manager, que possibilita a visualização, edição e atualização das configurações do seu sistema. Para maiores detalhes da configuração do módulo ADSL, veja as indicações no arquivo “Ajuda” do programa HiPath 1100 ADSL Manager.

6.2.7 Configuração do módulo TME1
O módulo TME1 é uma Unidade de Interface Digital (DIU) utilizado para conectar o HiPath 1130/1150 a PSTN através do tronco E1. O entroncamento E1 pode transportar 30 canais digitais de voz, porém os sistemas utilizam 15 canais. A interface E1 utiliza a sinalização CAS para efetuar o controle de chamadas entre o PABX e a PSTN. Informações Gerais

Requisitos de hardware:

– Microcomputador IBM PC, processador Pentium 200 Mhz (mínimo); – Memória RAM de 64 MB (mínimo); – Espaço em disco: 20MB (mínimo). – Interface de comnunicação serial (COM port) Conhecendo a ferramenta de programação/configuração Após instalado o módulo TME1, será necessário, através do tool HiPath 1100 E1 Trunk Manager, efetuar algumas configurações no módulo. Caso o módulo não entre em operação, ver o seu estado no display de sete segmentos (ver Tabela 3-14 na página 3-20). Pelo HiPath 1100 E1 Trunk Manager é possível:

fazer o download do software e do database;
A31003-K1250-S100-51-V419, HiPath 1100, Manual de Serviço

6-5

reg6.fm Somente para uso interno

Colocando em serviço Entrando no modo de programação do sistema

● ●

escolher o tipo de conexão do software com o módulo (local ou via modem); escolher a porta de comunicação.

O HiPath 1100 E1 Trunk Manager é fornecido em CD junto com o módulo. Para maiores detalhes da configuração do módulo TME1, veja as indicações no arquivo “Ajuda” do programa.

6.2.8 Programação através de um aparelho telefônico
A programação do sistema pode ser efetuada através de um telefone comum tipo MF ou um telefone de sistema conectado na posição de ramal 11 ( plano de numeração 1) ou 211 (plano de numeração 2), permanecendo este totalmente fora de funcionamento normal durante todo o processo de programação. A utilização do “Telefone de sistema E 822 ST” na página 5-3 possibilita o acompanhamento visual da programação via display.

Para ter acesso à programação, nos ramais indicados, deve-se estar no modo de programação, selecionando nos telefones:
● ●

Telefone de sistema: FEATURE + 95 + SENHA (3758 - padrão). Telefone comum tipo MF: *95 + SENHA (3758 - padrão).

Sintaxe do modo de programação Toda programação é identificada por um código e completada por parâmetros. Cada parâmetro adicional inserido é acompanhado de 1 tom (Bip) de confirmação. Em caso de entrada incorreta do parâmentro, você ouve 3 tons (Bip) e o sistema volta ao estado inicial do modo de programação. Com a tecla "#", é possível cancelar a programação de um parâmetro em qualquer momento, e você volta ao estado inicial do modo de programação. Há três formas diferentes de terminar a programação de um parâmetro, voltando assim ao estado inicial do modo de programação:
● ● ●

Após a entrada dos parâmetros, a programação é concluída automaticamente. Após a entrada dos parâmetros, pressionar a tecla #. Após a entrada dos parâmetros, aguardar cerca de 5 s.

Se nenhum código ou parâmetro for digitado, o sistema ou continua a esperar por sua entrada, ou interpreta isto como "entrada nula" e passa para a próxima etapa de programação, dependendo do código selecionado.
A31003-K1250-S100-51-V419, HiPath 1100, Manual de Serviço

6-6

reg6.fm

Colocando em serviço Efetuando a programação específica do cliente

Somente para uso interno

Para cada código e parâmetro é feito um teste de consistência, garantindo que aquele código é válido e que se situa na faixa estabelecida, conforme a sua função. Após terminar a programação de um parâmetro, você volta ao estado inicial do modo de programação. Para sair do modo de programação, basta colocar o monofone no gancho.

6.2.9 Problemas devido alteração da senha padrão
O modo de programação do sistema está protegido através de senha contra a utilização não autorizada. A senha padrão é "3758" e pode ser alterada. Para alterar a senha padrão, no ramal programador, entre no modo de programação, selecionando nos telefones:
● ●

Telefone de sistema: FEATURE + 95 + 3758 + 80; Telefone comum tipo MF: * 95 +3758 + 80.

Anote a nova senha do sistema e guarde-a em um lugar seguro. Se você esquecer a senha, o acesso ao modo de programação só poderá voltar a ser liberado pela assistência técnica.

6.3 Efetuando a programação específica do cliente
Procedimento resumido Tabela 6-1 Etapa 1. 2. 3. Resumo do procedimento de programação telefone de sistema/comum tipo MF HiPath 1100 System Manager Ramal programador. Conectar a interface serial V 24 Modo de programação: *95 + SENHA Iniciar o programa. (3758 - padrão). Quando é inserido 1 parâmetro ou código válido: bip. Erro de código ou parâmetro: 3bips. No fim: 1 bip Adequar a velocidade de transmissão da serial conforme a do sistema Importar os dados do sistema Realizar as adequações necessárias

4. 5. 6.

Fim de programação de alguns pasExportar a nova configuração sos: tecla “#” ou coloque o monofone no gancho.

6-7

A31003-K1250-S100-51-V419, HiPath 1100, Manual de Serviço

consultar os “Comentários sobre os códigos de programação do sistema. 1e2 **linha externa 801 a 810:para 3 e 4 ***linha externa 851 a 866:para 0. HiPath 1100. Programações importantes Programação de linha externa Programação de ramal Programação geral Porteiro eletrônico Bilhetagem dos dados de chamada Módulo Atendedor/FAX Programação para tronco digital Módulo ADSL Relé e sensor no HiPath 1120 Divisão das tabelas de programação Explicação pág. 6-19 pág.linha externa sos (DEC) 2 . 1e2 ***linha externa 801 a 815:para 3 e4 *ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 Cód 19 Dado a ser programado Finalização de dados Padrão 2 .Linha digital: S0 ou CAS 4 . 1 e2 *linha externa 801 e 802:para 3 e 4 **linha externa 851 a 862:para 0.reg6.Digital 0 .1 Tabelas dos códigos de programação do sistema A programação do sistema HiPath 1100 é dividida em grupos para facilitar a sua compreensão e organização. 8. 6-16 pág. 6-23 pág. 3. 6.3. Tabela 6-2 Tabela 1. 6-12 pág.Linha analógica: Impul. na página 6-25 ” Programações importantes Tabela 6-3 Função Programada Linhas externas Programações importantes Dados intermediários *linha externa 851 a 856:para 0.Linha inexistente # ao invés da 1 . Manual de Serviço 6-8 . 4. 6-10 pág. 6-24 pág.Linha digital: FETEX Atribuir grupos de 002 linhas externas aos ramais *feixe 0 a 86 **feixe 0 ou 890 a 899 ***feixe 0 ou 890 a 899 # ao invés do ramal 0 A31003-K1250-S100-51-V419. 6-8 pág. 6-18 pág. 7 .fm Somente para uso interno Colocando em serviço Efetuando a programação específica do cliente 6.Linha analógica: Multifreqüêncial (MF) 3 . 6-21 pág.Analógico 3 . 5. 10. 6-24 Para informações sobre a programação de cada facilidade. 2. 9.

3 (padrão para todas as linhas) cat .posições 01 a 04 Timeout 5s 24 número Timeout 5s Ver Tabela 6-6 na página 6-14 valores padrões para EWACO cat .posições 01 a 10 Lista 7 .7 (lista de permissões 3) *ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 # ao invés do ramal Transferência da classe de serviço 78 ∗ .fm Colocando em serviço Efetuando a programação específica do cliente Tabela 6-3 Função Programada Atendedores de linha Somente para uso interno Programações importantes Dados intermediários *linha externa 851 a 856 *linha externa 801 e 802 **linha externa 851 a 862 **linha externa 801 a 810 ***linha externa 851 a 866 ***linha externa 801 a 815 posição de agenda 000 a 089* Cód 42 Dado a ser programado até 8 ramais/grupos: *ramal 11 a 26.5 (lista de permissões 2) cat .4 (lista de proibições 2 ) cat .desabilita # ao invés do ramal # . ou ∗ .apaga 1) número interno.2 (lista de proibições 1) cat .2 (lista de proibições 1) cat .0 (restrito) cat .7 (lista de permissões 3) Categoria noturna: cat .posições 01 a 04 Lista 1 .habilita # .até 16 caracteres) número Finalização de dados # ao invés do ramal Padrão ramal 11 Agenda 12 timeout 5s ou PARK todas as posições estão vazias Lista de números proibidos Lista de números permitidos Atribuição de classe de serviço 23 Lista 2 . Obs.posições 01 a 10 Lista 6 .desabilitado 6-9 A31003-K1250-S100-51-V419. Manual de Serviço .6 (lista de proibições 3) cat .3 diurna cat . HiPath 1100. **ramal 11 a 30.3 (padrão para todas as linhas) cat .posições 01 a 35 Lista 4 . + 2) número desejado (até 32 caracteres) + nome (opcional .3 noturna 11 *linha externa 851 a 856 *ramal 11 a 26 **feixe 0 ou 890 a 899 **ramal 11 a 30 ***feixe 0 ou 890 a 899 ***ramal 11 a 60 Categoria diurna: cat .5 (lista de permissões 2) cat .6 (lista de proibições 3) cat . ou grupo: 780 a 789 (para os três sistema).0 (restrito) cat . ***ramal 11 a 60.33 para todos os ramais.posições 01 a 25 Lista 5 .: cat . código externo "0" ou número de linha externa.reg6.1 (lista de permissões 1) cat .1 (lista de permissões 1) cat .4 (lista de proibições 2 ) cat .

linha disponível 2 .não # ao invés da linha externa # ao invés da linha externa ∗ .Espanhol 3 .não ∗ .Digital automático Seleção do tipo de 94 linha externa Bloqueio de 22 chamadas a cobrar (só para o Brasil) Captura/atendimento de linha externa 41 *linha externa 851 a 856 **linha externa 851 a 862 **linha externa 851 a 866 *linha externa 851 a 856 **linha externa 851 a 862 ***linha externa 851 a 866 1 . Para a seleção de um número externo é necessário digitar o número da linha externa no lugar do código externo "0".reg6.fm Somente para uso interno Colocando em serviço Efetuando a programação específica do cliente Programações importantes Dados intermediários Dado a ser programado 1 .Analógica 3 .Inglês País/grupo de países 65 *ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 Ver automática Tabela 6-10 na página 6-19 01 .50 dora ∗ .sim # .linha disponível # .Português 2 .sim A31003-K1250-S100-51-V419.Russo 7 .Francês 5 .não ∗ .Alemão Tabela 6-3 Função Programada Idioma Cód 64 Finalização de dados automática Padrão 3 .apaga # ao invés do ramal * Para o HiPath 1120: A posição de agenda 089 está reservada para a função de relé e sensor. Manual de Serviço 6-10 .Brasil vazio Terminal de opera. *〉 HiPath 1120 **〉 HiPath 1130 ***〉 HiPath 1150 Programação de linha externa Tabela 6-4 Função Programada Grupos de linhas externas Programação de linha externa Dados intermediários 0 = (padrão) *86 **890 a 899 ***890 a 899 Cód 56 Dado a ser programado Finalização de dados 0 Padrão *linha externa 851 a 856 # ao invés do *linha externa 801 e 802 feixe **linha externa 851 a 862 **linha externa 801 a 810 ***linha externa 851 a 866 ***linha externa 801 a 815 1 .Inglês 4 .sim # . HiPath 1100.

unidirecional saída.2s 3 .fm Colocando em serviço Efetuando a programação específica do cliente Tabela 6-4 Função Programada Identificação em linha analógica Somente para uso interno Programação de linha externa Dados intermediários Ver Tabela 6-11 na página 6-21 Cód 005 Dado a ser programado Finalização de dados Padrão 01.direta Operação como Sub-PABX Conexão de linha externa 33 Operação como 34 SUB-PABX Segundo código de acesso externo 0 a 9 ou 00 a 99 ou nada (sem código) timeout 5s 0 * 24/10 para Brasil.não # ao invés da linha externa # ao invés da linha externa # ao invés da linha externa # . Manual de Serviço .reg6. 3 . China. México. HiPath 1100.500ms automática # ao invés da linha externa 1-6s 1 .transmissão de dados com ring 5 .não 1 . Malásia e Cingapura. 27/9 para Grécia.linha curta ∗ . Paquistão e Ucrânia.linha longa 4 . 9/9 para Espanha. Chile. 35/10 para Argentina.FSK2 -Bellcore. Venezuela.bidirecional País* 18 Tempo de carência 29 para reocupação da linha externa Tempo de pausa de chamada 17 *linha externa 851 a 856 **linha externa 851 a 862 ***linha externa 851 a 866 *linha externa 851 a 856 **linha externa 851 a 862 ***linha externa 851 a 866 *linha externa 851 a 856 **linha externa 851 a 862 ***linha externa 851 a 866 *linha externa 851 a 856 **linha externa 851 a 862 **linha externa 851 a 866 automática 1 .6s 1-6s 2 -13 s # ao invés da linha externa automática Sentido de ligação na linha externa Duração de Flash 55 *linha externa 851 a 856 **linha externa 851 a 862 ***linha externa 851 a 866 *linha externa 851 a 856 **linha externa 851 a 862 ***linha externa 851 a 866 1 .DTMF1 Brasil automática 2 . 18/10 para Portugal.DTMF1 Brasil 1 . ** Consulte a disponibilidade da concessionária local *〉 HiPath 1120 **〉 HiPath 1130 ***〉 HiPath 1150 6-11 A31003-K1250-S100-51-V419.500ms 2 .DTMF2 ETSI 3 . IM.unidirecional entrada.sim # .não Detector de tom 60 ∗ .bidirecional 2 .FSK1 ETSI 4 . Vietnã.transmissão de dados sem ring 1 .subPABX ∗ .direta 2 .linha padrão Coeficiente para 47 linha externa analógica Silent reversal** 58 1 . 30/9 para Índia. 05 ➝ 50ms a 99 ➝ 990ms 1 . 30/08 para Tailândia.FSK3 -Bellcore.sim 1 . 8/8 para Rússia.linha 600 Ω 3 .linha padrão de 900 Ω 2 .sim # .

***ramal 11 a 60.ramal zar 2 = DTMF durante a sinalização 3 = FSK durante a sinalização 0000 a 9999 # ao invés do ramal automática 0 Cadeado 26 *ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 0000 Tempo de desvio em caso de não atendimento Modo de seleção 30 1 .30 segundos 3 .15 segundos 2 .30s 68 # ao invés do ramal 0 .apaga grupo de chamada: 780 a 789 # ao invés do ramal Mensagem de espera ao grupo UCD Associação da mensagem de espera ao grupo UCD Intercalação 007 ∗ .reg6.automático A31003-K1250-S100-51-V419.apaga o grupo até 8 ramais: *ramal 11∗ a 26∗ **ramal 11∗ a 30∗ ***ramal 11∗ a 60∗ ∗ . HiPath 1100.*ramal 11 a 26 mas **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 ∗ .sem permissão 1 . **ramal 11 a 30. Manual de Serviço 6-12 .pulso (DC) 2 . ou ∗ .automático 1 .(desabilita) 008 grupo 780 a 789 *ramal 11 a 26.para utilizar MOH 0 .limpa Finalização de dados # ao invés do ramal Padrão vazio Grupo interno 13 # ao invés do ramal *ramal 11 a 18 **ramal 11 a 18 ***ramal 11 a 18 vazio Grupo de chamada 52 UCD grupo 780 a 789 para os três siste.tom (MF) 2 .(habilita) # .com permissão e sem bip # ao invés do grupo # ao invés do grupo - - 44 *ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 *ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 # ao invés do ramal 0 Identificação de chamadas para ramal analógico (CLIP) 010 0 = padrão # ao invés do 1 = DTMF antes de sinali.com permissão e bip) 2 .45 segundos *ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 Reconhecimento: 0 .fm Somente para uso interno Colocando em serviço Efetuando a programação específica do cliente Programação de ramal Tabela 6-5 Função Programada Grupos de captura Programação de ramal Dados intermediários grupo de captura 01 a 16 Cód 43 Dado a ser programado *ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 ∗ .

350 ms e 3 ..1200 ms ** O ramal de fuga é acessado com o seu respectivo número interno e não pode ser utilizado ou programado como ramal de Fax.fm Colocando em serviço Efetuando a programação específica do cliente Tabela 6-5 Função Programada Tempo de detecção de flash Ramal de fuga** Somente para uso interno Programação de ramal Dados intermediários *ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 Cód 31 Dado a ser programado 1 .apaga *01-11.750 ms 3 . 04 .11.46 face CD (para telefones de sistema) *núm.reg6. IM Inglês. Índia.750 ms.750 ms e 3 .1200 ms .1200 ms .130 ms. HiPath 1100. 2 . 08 .. interface 01 a 16 ∗ . Argentina e Grécia: 1 .750 ms e 3 .180 ms.linha 600 Ω 3 . 2 .(específico do país) *ramal 11 **ramal 11 ***ramal 11 *ramal 11 32 Serviço noturno 63 *linha externa 851 a 856 **linha externa 851 a 862 ***linha externa 851 a 866 *ramal 12 a 26 **ramal 12 a 30 ***ramal 12 a 60 *ramal 12 a 26 **ramal 12 a 30 ***ramal 12 a 60 até 8 ramais master: *ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 *ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 posição de agenda 001 a 089 ou ∗ .26 1 .apaga Nome do ramal # ao invés do ramal vazio Nome de ramal 84 *ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 *ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 vazio Associação à inter. .Tailândia: 1 .750 ms e 3 .750 ms e 3 . 2 . .linha 900 Ω 4 . Chile.. IM Espanhol.18 ***01 .1200 ms . México.Brasil.. Cingapura.Rússia: 1 . Paquistão e Ucrânia: 1 .. Vietnã.1200ms *ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 Finalização de dados # ao invés do ramal automática Padrão 1. IM Francês.linha longa # ao invés do ramal * . Malásia. 2 . Venezuela.280 ms. 16 .linha padrão 2 .1500 ms . 2 .ramal padrão Coeficiente para ramal 48 *ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 1 ..350 ms. interface 01 a 08 ramal ***núm.280 ms* 2 .sem hotline 0 a 9 segundos # ao invés da linha externa # ao invés do ramal # ao invés do ramal Hotline 45 ∗ .14 **01-11. Manual de Serviço . *〉HiPath 1120 **〉 HiPath 1130 ***〉 HiPath 1150 6-13 A31003-K1250-S100-51-V419.Secretária 51 até 16 ramais de secretária: # ao invés do *ramal 11 a 26 ramal **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 ou ∗ . China.Portugal.. interface 01 a 04 # ao invés do **núm.Espanha: 1 .sem hotline 0 segundos Warmline 62 Chefe .

Manual de Serviço 6-14 .fm Somente para uso interno Colocando em serviço Efetuando a programação específica do cliente Tabela 6-6 País Brasil Valores padrão para EWACO Lista de permissão 190 193 0800 0810 Lista de Restrição 0900 900 Argentina Portugal Chile Venezuela México Vietnã Espanhol Inglês Francês China Malásia Singapura 999 995 1800 1608 Grécia 100 166 199 0800 Índia Paquistão Espanha 091 112 1003 900 Rússia 01 02 03 04 Ucrânia Peru 05 07 09 00 903 905 906 090 #571# 190 112 800 64 A31003-K1250-S100-51-V419. HiPath 1100.reg6.

reg6.fm

Colocando em serviço Efetuando a programação específica do cliente Tabela 6-6
País Filipinas Tailândia 01 11 12 13 14 15 16 17 18 19 2 3 4 5 6 7 8 9 001 100 101

Somente para uso interno

Valores padrão para EWACO
Lista de permissão Lista de Restrição

6-15

A31003-K1250-S100-51-V419, HiPath 1100, Manual de Serviço

reg6.fm Somente para uso interno

Colocando em serviço Efetuando a programação específica do cliente

Programação geral Tabela 6-7
Função Programada Cód

Programação geral
Dados intermediários Dado a ser programado Finalização de dados
# ao invés do número

Padrão
vazio

Seleção alternativa 81 de operadora ACS: Regra para horário Seleção alternativa 82 de operadora ACS: Regras de conversão

0 a 9 - número do intervalo de tempo HH MM - início HH MM - final de turno 1) 00 a 39 - número da regra de conversão, + 2) digitar a seqüência de dígitos (até 6 dígitos) a ser substituída, + 3) * ou aguardar 5 segundos para terminar

1) XXXXXX∗ - Digitar a # ao invés do seqüência de dígitos (até número da 12 dígitos) que deve regra ser substituir o número anteriormente digitado, + 2) Digitar o primeiro número de linha externa (* 851 a 856, **851 a 862 e ***851 a 866) ou o grupo de linhas externas (*0 ou 86, **0 ou 890 a 899 e ***0 ou 890 a 899), + 3) Digitar o segundo número de linha externa ou o grupo de linhas externas. (mesmos dados do passo 2). 0 - Segunda a sexta # ao invés do 1 - Sábado número da 2 - Domingo* regra + * ou aguardar 5 segundos para terminar

vazio

Seleção alternativa 83 de operadora ACS: Regra para dias da semana

1) 00 a 39 - número da regra de conversão, + 2) 0 a 9 - números dos intervalos de tempo desejados (no máximo 5), + 3) * ou aguardar 5 segundos para terminar

vazio

Música em espera 36

0 - sem música 1 - artivar fonte externa 2 - ativar fonte interna tempo de conexão: 1 - (10s) 2 - (30s) 3 - (60s)

automática

2 - ativar fonte interna 1 - (10s)

Tempo para moni- 69 toração externa de ambiente Exclusão de dígitos 71 da lista de chamadas

automática

Seqüência de dígitos inici- timeout 5s ais (no máximo 6 dígitos)

vazio

A31003-K1250-S100-51-V419, HiPath 1100, Manual de Serviço

6-16

reg6.fm

Colocando em serviço Efetuando a programação específica do cliente Tabela 6-7
Função Programada
Data/ hora

Somente para uso interno

Programação geral
Dados intermediários Dado a ser programado Finalização de dados Padrão

Cód
14

DD - Dia, de 1 a 31 automática MM - Mês, de 1 a 12 YY - Ano, de 00 a 99 HH - Hora, de 00 até 23 MlMl - Minuto, de 00 a 59 1 - agenda individual 2 - agenda central 3 - plano de numeração interno automática Todos

Ordem de busca na 79 lista de pesquisa

Fator de tarifação

95

1 - posição da vírgula ( 0 a automático 4) + 2) fator de tarifação (5 dígitos - 00000 a 99999). Símbolo da moeda PARK

posição - 0 fator - 00001

Definir o nome da moeda Versão do Software

76 001

“$” -

∗ - visualiza o

Número Interno ou qualquer tecla para finalizar. 80 - nova senha (quatro dígitos) 0000 a 9999 senha do sistema (quatro dígitos) nova senha senha - 3758 para confirmação automática automática senha - 3758 senha - 3758

Senha do sistema

Senha de serviço noturno Restaurar a configuração padrão Habilitar a programação remota

49 99 57

∗ - ativar a programação

automática

remota # - desativar a programação remota 96 35 35 - para relatório completo ou número do código de programação ****01 a 35: código do temporizador ****1 a 6: posição de tabela novo valor: 0 a 65535 novo valor: 0 a 255 - identificação da central telefônica (até 20 dígitos) - # - confirma automática automática

∗ - ativar a

programação remota

Encerrar a programação remota Impressão dos dados de programação Temporizadores específicos Temporizadores comuns Identificação do sistema HiPath 1120

-

39 40 77

# # automática padrão de fábrica vazio

6-17

A31003-K1250-S100-51-V419, HiPath 1100, Manual de Serviço

reg6.fm Somente para uso interno

Colocando em serviço Efetuando a programação específica do cliente Programação geral
Dados intermediários Dado a ser programado Finalização de dados
automática automática

Tabela 6-7
Função Programada Cód

Padrão
vazio vazio

Desativar o alarme 86 no HiPath 1120 Testar o alarme do 87 HiPath 1120 * Pode ser digitado até 3 dias consecutivos (por exemplo, "12" para sábado e domingo). *〉 HiPath 1120 **〉 HiPath 1130 ***〉 HiPath 1150

****〉 Para maiores detalhes sobre os temporizadores e sua programação é aconselhável consultar o arquivo de ajuda do software de administração HiPath 1100 System Manager , na parte referente aos temporizadores.

Porteiro eletrônico Tabela 6-8
Função Programada
Porteiro eletrônico Configuração de porteiro eletrônico Porteiro eletrônico Abertura da porta

Porteiro eletrônico
Dados intermediários
posição: 1 a 4

Cód
15

Dado a ser programado
*ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 ou ∗ - apaga

Finalização de dados
# ao invés da posição

Padrão
# - não

16

posição: 1 a 4

∗ - sim (ativa função de

abertura de porta) # - não (desativa a função de abertura de porta) 59 posição: 1 a 4 até 8 ramais: *ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 ou ∗ - apaga *ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 ou ∗ - apaga

# ao invés da posição

# - não

Porteiro eletrônico Atendimento de chamada

# ao invés do ramal

*ramal 11 **ramal 11 ***ramal 11

Porteiro eletrônico Permissão para abertura da porta *〉 HiPath 1120 **〉 HiPath 1130 ***〉 HiPath 1150

25

posição: 1 a 4

# ao invés do ramal

todos os ramais

A31003-K1250-S100-51-V419, HiPath 1100, Manual de Serviço

6-18

4800b 4 .19200b 6 .9600b 5 .ativar a proteção de automática # .fm Colocando em serviço Efetuando a programação específica do cliente Bilhetagem dos dados de chamada Tabela 6-9 Função Programada Taxa de transmissão de dados “Instalação da interface V. HiPath 1100.2400b 3 .24” na página 4-27 Somente para uso interno Bilhetagem dos dados de chamada Dados intermediários Dado a ser programado 1 .desativar dados # .desativar a proteção de dados 1 .chamada entrante/ automática sainte 2 . *〉 HiPath 1120 **〉 HiPath 1130 ***〉 HiPath 1150 Tabela 6-10 Código 01 País/grupo de paises (65) Grupo Brasil (padrão) País Brasil Bolívia Paraguai Argentina Portugal Chile Venezuela México 02 03 04 05 06 Argentina Portugal Chile Venezuela México 6-19 A31003-K1250-S100-51-V419.115200b 9 . Manual de Serviço . 4 dígitos) timeout de 5s 1 .chamada sainte 3 .230400b Cód 20 Finalização de dados automática Padrão 4 .57600b 8 .61 das recebidas* Filtro de bilhetagem 67 vazio * Se o sistema estiver habilitado a receber a identificação de chamadas através de linhas digitais RDSI ou E1 CAS.600b 2 .19200b Supressão de dígitos na bilhetagem de chamada 21 ∗ .entrante/ sainte Registro de chama. ou analógicas mediante ativação do serviço na operadora.chamadas entrante/ sainte + CLIP 4 .38400b 7 .reg6.chamadas sainte + CLIP seqüência dos primeiros dígitos do n° a ser bilhetado (máx.

HiPath 1100.fm Somente para uso interno Colocando em serviço Efetuando a programação específica do cliente País/grupo de paises (65) Grupo Vietnã IM Espanhol País Vietnã Colômbia Uruguai Equador América Central Indonésia Arábia Saudita Barein Egito Emirados Árabes Unidos Gana Lêmen Irã Jordânia Kuwait Líbia Nigéria Omã Quênia Zimbábue Síria Sudão Tanzânia Sérvia/Montenegro Argélia Camarões Costa do Marfim Líbano Marrocos Senegal Tunísia China Malásia Cingapura Tailândia Grécia Índia Paquistão Espanha Rússia Bielorússia Ucrânia Peru Filipinas Tabela 6-10 Código 07 08 09 IM Inglês 10 IM Francês 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 23 China Malásia Cingapura Tailândia Grécia Índia Paquistão Espanha Rússia Bielorússia Ucrânia Peru Filipinas A31003-K1250-S100-51-V419. Manual de Serviço 6-20 .reg6.

saudação para serviço noturno(24s) 3 .transferência (16s) Modo DDR: 4 -saudação no horário comercial (32s) 5 . 6-21 A31003-K1250-S100-51-V419.para interromper a gravação ou reprodução do anúncio.gravação 0 . Manual de Serviço . China (11) e Singapura (13) Outros países Módulo Atendedor/FAX Tabela 6-12 Função Programada Menu de atendimento Módulo Atendedor/FAX Dados intermediários selecionar o dígito de encaminhamento: 0 a 9 ou ∗ Cód 009 Dado a ser programado Finalização de dados Padrão digitar o número de ramal # ao invés do vazio (*11 a 26.fm Colocando em serviço Efetuando a programação específica do cliente Somente para uso interno Tabela 6-11 Protocolo CLIP analógico (005) País Brasil (01) Protocolo DTMF1 DTMF2 FSK1 FSK2 FSK3 código 1 2 2 4 5 IM.mensagem de identificação (16s) 11 .saudação para horário comercial (24s) 2 .transferência (16s) Modo Atendedor/FAX: 7 . **11 a 30 ou dígito de enca*** 11 a 60) ou grupo de minhamento chamada ( 780 a 789) a ser associado ao dígito Tipo de Anúncio: Modo Fax: 1 .saudação para serviço noturno(32s) 6 .reserva # ao invés do código gravação ou reprodução Gravação de anún.saudação no horário comercial (32s) 8 .Espanha(08).desvio (16s) 10 . IM-Inglês (09) e Peru (21) México (06).saudação para serviço noturno (32s) 9 .reprodução 1 .37 cios 9 .reg6. HiPath 1100.alarme (8s) 12 .

Fax 2 .para as demais.fm Somente para uso interno Colocando em serviço Efetuando a programação específica do cliente Módulo Atendedor/FAX Dados intermediários Dado a ser programado 0 .atendedor/FAX 4 .DDR 3 . HiPath 1100.última linha externa 0 .primeira linha externa 0 .para as demais. Manual de Serviço 6-22 .reg6. ** e *** 3 .módulo desabilitado 1 .anúncio Tabela 6-12 Função Programada Configuração do modo de atendimento Cód 27 Finalização de dados # ao invés do número da linha livre Padrão *3. *ramal 17 **ramal 19 ***ramal 19 linha externa analógica: *851 a 856 **851 a 862 ***851 a 866 linha externa digital: *801 e 802 **801 a 810 ***801 a 815 *linha externa 851 a 856 **linha externa 851 a 862 ***linha externa 851 a 866 Ramal para recepção de FAX *〉 HiPath 1120 **〉 HiPath 1130 ***〉 HiPath 1150 28 *ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 *** ramal 11 a 60 # ao invés da linha externa A31003-K1250-S100-51-V419.

Não é válida se mais de um ramal estiver configurado para a posição/número DDR/MSN.restrito # ao invés da opção 1 .ativa # . Se o Módulo Atendedor/FAX estiver instalado e programado para linhas digitais.apaga # ao invés do ramal vazio # ao invés do código # .desativa Exibição do número de telefone 75 1 . Para mais detalhes sobre a instalação dos MO do Tipo S0 ver “Limites de expansão para os sistemas” na página 2-4 *〉 HiPath 1120 **〉 HiPath 1130 ***〉 HiPath 1150 6-23 A31003-K1250-S100-51-V419.fm Colocando em serviço Efetuando a programação específica do cliente Programação para tronco digital Tabela 6-13 Função Programada Modo de operação* Somente para uso interno Programação para tronco digital Dados intermediários S0: *01 e 02 **01 a 05 ***01 a 05 TME1: *01 a 10 **01 a 15 ***01 a 15 Cód 90 Dado a ser programado 1 .permitido 2 . ** Esta facilidade vale apenas para linhas digitais com número DDR.permitido Envio do código de 011 área local Envio do código de 012 área do país digitar o código de área local # ao invés do código vazio vazio digitar o código de área do # ao invés do país código * Para as linhas externas digitais do tipo E1 deve-se selecionar a conexão PMP .PMP Prefixo DDR 89 prefixo de linha (no máximo 10 dígitos) posição: *01 a 10 **01 a 50 ***01 a 50 posição: *01 a 10 **01 a 50 ***01 a 50 posição: *01 a 10 **01 a 50 ***01 a 50 posição: *01 a 10 **01 a 50 ***01 a 50 dígitos finais de DDR (no máximo 20 digitos) # ao invés do vazio dígito ou automática # ao invés da posição vazio Cadastro de número externo 91 Associação de número externo a ramal 92 Sinalização de ocupado** 004 ∗ . HiPath 1100.ligação ponto a multiponto (PMP) Finalização de dados # ao invés da porta (S0) Padrão 2 . esta facilidade também não será válida.reg6.desativa até 8 ramais: *ramal 11 a 26 **ramal 11 a 30 ***ramal 11 a 60 ∗ . Manual de Serviço .ligação ponto a ponto (PP) 2 .

1 Relé e sensor no HiPath 1120 Tabela 6-15 Função Programada Cód Relé e sensor no HiPath 1120 Dados intermediários Dado a ser programado Finalização de dados Padrão 0 .desativa Programar a função 70 de sensor Função do sensor: # ao invés do 0 .contatos selecionar a fechados posição # ao invés do código 002 . Manual de Serviço 6-24 .0.fm Somente para uso interno Colocando em serviço Efetuando a programação específica do cliente Módulo ADSL Tabela 6-14 Função Programada Restaurar configuração padrão do módulo ADSL Módulo ADSL Dados intermediários Dado a ser programado Finalização de dados automática Cód 013 Padrão IP 10. HiPath 1100.contatos abertos 000 a 255 (intervalos de 0.ativa o relé através do sensor 3 .0.reg6.5s) Lógica de ativação do sensor Tempo de fechamento do relé 74 # ao invés de 0 .desativa sensor 1 .(1s) 73 A31003-K1250-S100-51-V419.seleciona a posição 089 da agenda 2 .seleciona a posição 089 da agenda e ativa o relé através do sensor 0 .contatos fechados 1 .

multifreqüêncial (tom). Manual de Serviço . A falta de indicação significa defeito no terminal ou nos cabos.decádica (pulsada). Atribuir grupos de linhas externas aos ramais (002) Configura a forma de acesso a um grupo de linhas externas para cada ramal. HiPath 1100. 6.1 Programações importantes Linhas externas (19) O sistema admite três modos de discagem nas linhas externas e ausentes (para as posições de linhas externas não usadas): ● ● ● DC . S0 ou linha CAS. MF . 6-25 A31003-K1250-S100-51-V419.reg6. ● Verificar se o sistema é inicializado sem problemas ● Estabelecer chamadas internas e externas de forma aleatória.fm Colocando em serviço Comentários sobre os códigos de programação do sistema. Se o usuário digitar o código externo "0". conectadas respectivamente com os Módulo S0 e TME 1. 6. Atendedores de linha (42) Define os ramais ou Grupos Consecutivos que serão os primeiros atendedores de uma determinada linha externa. o sistema procura em outros grupos.4. Se não houver linha livre.4 Comentários sobre os códigos de programação do sistema. será procurada uma linha livre do grupo atribuído. Somente para uso interno 6.3.2 Efetuar o teste rápido Verificar os terminais ● Verificar a função do display (indicação de hora e data) em cada terminal. Substituir o terminal ou verificar os cabos! Verificar os terminais analógicos.

Para o HiPath 1120. A31003-K1250-S100-51-V419. Manual de Serviço 6-26 .reg6. até 10 números e a lista 6 até 4 números. e a lista 7 até 4 números. este não pode ser configurado como atendedor. selecionar primeiro o número da linha externa ou o grupo de linhas externas interligada ao PABX desejado. HiPath 1100. Se em um ramal estiver conectado um dispositivo de abertura de porta. basta digitar a respectiva posição da lista e o novo número. Lista de números permitidos (24) Existem 3 listas de permissões. a 4 . basta digitar a respectiva posição da lista e o novo número. depois o código do PABX para acesso interno ou a seqüência necessária do plano de numeração do PABX para poder realizar uma chamada externa e finalmente o número externo. Para alterar um número liberado. a 5 até 10 números . Para alterar um número bloqueado. Lista de números proibidos Existem 3 listas de proibições que estarão restritos a todos os ramais com categoria “privilegiado com listas de proibições” A lista 2 permite armazenar 35 números. Para a seleção de um número externo é necessário digitar o número da linha externa no lugar do código externo "0". que estarão liberados a todos os ramais com categoria “Semi-privilegiado”A lista 1 permite armazenar 25 números.fm Somente para uso interno Colocando em serviço Comentários sobre os códigos de programação do sistema. Agenda (12) Armazena os números e nomes mais utilizados pelos usuários. a posição de agenda 089 está reservada para a função de relé e sensor. Se o sistema estiver operando como SUB-PABX.

Privilegiado com restrições . Assim. ● ● Um ramal poderá possuir duas categorias distintas sendo uma para o modo diurno e outra para o noturno. Manual de Serviço . Transferência da classe de serviço (78) Este código habilita os ramais que podem utilizar a facilidade de transferência da classe de serviço. apenas através da Agenda ou da Lista de Números Permitidos. País e suas especificações (65) Seleciona o país onde o sistema será utilizado para adaptá-lo às características e padrões locais. mas não pode realizar ligações externas de saída via acesso normal. é possível autorizar ou impedir que um ramal transfira a sua classe de serviço temporariamente para outro telefone.recebe ligações internas/ externas e realiza ligações externas para qualquer número que não esteja na Lista de Números Bloqueados. HiPath 1100. Atribuição de classes de serviço (11) Somente para uso interno Podem ser programados para os ramais até quatro categorias de acesso às linhas externas: ● ● Restrito . Semi-privilegiado . atende e recebe ligações transferidas. Idioma (64) Define em qual idioma serão mostradas as mensagens no display do telefone de sistema.efetua chamadas internas e atende chamadas externas.efetua todos os tipos de chamadas.reg6. 6-27 A31003-K1250-S100-51-V419. Terminal de operadora (50) Concentra o fluxo de ligações em um posto de atendimento que esteja equipado com um telefone de sistema com display.recebe ligações internas e externas. O sistema é reinicializado após a alteração da programação de país.fm Colocando em serviço Comentários sobre os códigos de programação do sistema. Privilegiado .

6. Captura/atendimento de linha externa (41) Possibilita que um ramal consiga realizar a facilidade de Captura em um Grupo de chamada externa e Primeiro Atendedor. Manual de Serviço 6-28 .fm Somente para uso interno Colocando em serviço Comentários sobre os códigos de programação do sistema. 3 = unidirecional saída. As linhas externas podem ser acessadas pelo código de acesso “0” ou o código de grupo de linhas. Seleção do tipo de linha externa (94) Define qual o tipo de linha externa será ocupada durante uma chamada de saída. o correspondente protocolo é selecionado. pode-se definir qual tipo de linha será acessada prioritariamente.2 Programação de linha externa Grupos de linhas externas (56) Permite que o acesso a uma linha externa ou grupo de linhas externas seja feito por um código diferente do “0” . Se a central possui linhas digitais e analógicas. todas as chamadas a cobrar são automaticamente rejeitadas pelo sistema. Funciona somente em linhas externas analógicas. Quando um país específico é programado. A linha externa pode ser: 1 = bidirecional. Bloqueio de chamadas a cobrar (22) .(Somente Brasil) Ativando este código. HiPath 1100. esse seviço permite a identificação das informações contidas nos protocolos FSK e DTMF para linhas analógicas. Sentido de ligação na linha externa (55) Define a forma de acesso às linhas externas no momento de receber ou realizar uma chamada. Identificação em linha analógica (005) Habilitado na operadora local. Caso possua um fax conectado a um ramal que seja atendedor desta linha externa.4. A31003-K1250-S100-51-V419. 2 = unidirecional entrada.reg6. é aconselhável programar com este código.

6-29 A31003-K1250-S100-51-V419. quando o destino da chamada atender.reg6. o processo de bilhetagem irá ocorrer em tempo real. HiPath 1100. Detector de tom (60) Define que o sistema deve aguardar o recebimento/reconhecimento do tom de linha da pública. Duração de flash (18) Somente para uso interno Define o tempo em que o sinal de Flash ficará ativo na linha externa em função dos padrões de reconhecimento definidos na central pública. isto é. a pública envia um sinal para o sistema iniciar a bilhetagem. Manual de Serviço . mero selecionado será transmitido para a linha externa cerca de 4-5 s após a entrada do último dígito do número. Segundo código de acesso externo (34) Define o código que deve ser enviado pelo Sub-PABX em função do código utilizado para acessar as linhas externas no PABX principal. Conexão de linha externa (33) Define se a linha externa analógica conectada em um dos sistemas HiPath 1100.fm Colocando em serviço Comentários sobre os códigos de programação do sistema. para então liberá-lo para o usuário. Este código serve para verificar a disponibilidade de tom de linha externo. Tempo de pausa de chamada (17) É o intervalo entre dois impulsos de chamada da operadora local e tem aproximadamente 6 segundos. está interligada em uma central pública ou a outro PABX. Tempo de carência para reocupação da linha externa (29) Ajusta o tempo de espera para reocupar a mesma linha externa após ter terminado uma ligação. Silent reversal (58) Caso sua concessionária disponibilize esta facilidade. Coeficiente para linha externa analógica (47) Possibilita o casamento de impedâncias entre o sistema e linha externa pública ao qual está conectado. Após este intervalo. Em telefones comuns tipo MF o nú. o sistema derruba a conexão com a linha externa e fica pronto a receber novas chamadas.

interna ou externa. permitindo que um ramal do grupo atenda chamadas que sinalizam nos outros ramais do mesmo grupo de captura. será atendida pelo ramal associado que mais tempo estiver livre. HiPath 1100. direcionada para este grupo. Um grupo de chamada constitui um grupo de ramais que está disponível a atender chamadas a um número específico que identifica o grupo. todos os telefones do grupo tocam até que um atenda.4. Se a "Proteção de dados ou o Bloqueio de chamada urgente" forem ativados para um ramal do grupo a função será válida para todos os ramais do grupo de chamada. Uma chamada. Mensagem de espera para grupo UCD (007) Habilita a conexão de mensagem ou música externa de espera (MOH) para o grupo UCD. Também podem ser adicionados ramais a um grupo de captura já existente. Quando este número for selecionado. as chamadas externas para o grupo são direcionadas para uma fila de espera. Grupo interno (13) Reúne os ramais em um grupo interno acessado pelo número 770.fm Somente para uso interno Colocando em serviço Comentários sobre os códigos de programação do sistema. Se todos os ramais do grupo de chamada estão ocupados. Programação de ramal (52) Cria um grupo de ramais que irá receber as chamadas internas e externas. Intercalação (44) Permite que um determinado ramal realize a facilidade de Intercalação sobre outros dois ramais que estão em conversação com ou sem sinalização (beep). quando todos os ramais do grupo estiverem ocupados. 6. Associação da mensagem de espera ao grupo UCD (008) Define a mensagem de espera ou música externa/interna que deve ser utilizada para um grupo UCD.3 Programação de ramal Grupos de captura (43) É possível reunir os ramais em até 16 grupos de captura.reg6. A31003-K1250-S100-51-V419. Manual de Serviço 6-30 .

Para isto é utilizado uma senha secreta de 4 dígitos. Tempo de desvio em caso de não atendimento (30) Define o tempo que as ligações externas que tocam em um ramal serão transferidas para o seu segundo atendedor. Assim. é possível ver o número do chamador. é recomendável verificar o tempo de flash dos telefones Multifreqüênciais e ajustá-lo para o mais próximo possível do aparelho que possuir o maior tempo de flash. em caso de não atendimento. E2020 ( FSK . Serviço noturno (63) Define quais ramais que irão receber as chamadas externas (por exemplo fora do horário comercial) vindas de uma determinada linha externa. Manual de Serviço 6-31 . ramal com os dados do chamador.reg6. Identificação de chamadas para ramal analógico (CLIP) (010) Somente para uso interno Quando o ramal estiver configurado com esta facilidade e receber uma chamada de entrada com informações CLIP o gerador de DTMF irá enviar uma sinalização para o . permitindo apenas ligações internas ou com os números da Agenda. por multifreqüência (MF) ou se deve ser identificado automaticamente. Ramal de fuga (32) O ramal de fuga só recebe as chamadas quando o ramal chamado não está disponível. Cadeado (26) Impossibilita a utilização do ramal para estabelecer ligações externas. A configuração do tempo de detecção de flash pode ser diferente para cada país. Modo de seleção (68) Define se cada ramal deverá utilizar o modo de seleção por impulsos (DEC).China) ou Gigaset 4010. A ativação/desativação dos atendedores é feita pela facilidade Serviço Noturno. A31003-K1250-S100-51-V419. Tempo de detecção de flash (31) O sinal de flash gerado por um aparelho telefônico comum tipo MF só será reconhecido se estiver dentro dos limites especificados na programação. HiPath 1100. Utilizando um telefone E805C (Brasil). O ramal de fuga é acessado com o seu respectivo número interno e não pode ser utilizado ou programado como ramal de Fax.fm Colocando em serviço Comentários sobre os códigos de programação do sistema.

quando uma chamada for efetuada. São disponíveis 8 grupos com até 16 ramais cada (todos os ramais devem ser telefones de sistema).fm Somente para uso interno Colocando em serviço Comentários sobre os códigos de programação do sistema. Coeficiente para Ramal (48) Possibilita o casamento de impedâncias entre o sistema e a linha do ramal ao qual esta conectado. Cada ramal poderá ter um diferente intervalo de tempo para warmline que pode variar de 0 a 9s. HiPath 1100. Nome de ramal (84) Permite atribuir nomes aos ramais. Manual de Serviço 6-32 . Hotline (45) Possibilita que um número pré-programado em uma posição da Agenda seja chamado automaticamente assim que o monofone for retirado do gancho. Pode ser configurado o mesmo número de agenda para vários ramais. Chefe-Secretária (51) Atribui vários ramais (telefones de secretária) a um telefone master (chefe).reg6. Warmline (62) Possibilita a programação de um tempo para ativação de Hot line. Na programação padrão a associação ocorre a partir da primeira posição de ramal para os sistemas. A31003-K1250-S100-51-V419. Associação à interface CD (46) Permite a conexão de um telefone de sistema em uma posição qualquer de ramal. ou seja. que serão apresentados no display do telefone KS E822 ST. após a saída do gancho quanto tempo após será ativado o Hot line.

6-33 A31003-K1250-S100-51-V419.4. em quais dias da semana as regras serão válidas. Existem 40 possibilidades para conversão. Manual de Serviço . Exclusão de dígitos da lista de chamadas (71) Define os dígitos que não são necessários serem repetidos durante uma ligação. Somente para uso interno 6. Esta facilidade é bastante útil para seleção da operadora com a melhor tarifa no momento da chamada ou fixar uma operadora única. Assim pode-se definir o caminho de saída da ligação. Música em espera (36) Define o tipo de música que a pessoa que foi colocada em espera deverá ouvir. Se você não programar nenhum número de linha/grupo de linhas. o sistema utilizará o número de linha/grupo de linhas para a seleção alternativa. alocadas nas posições 00 a 39. mediante a utilização do microfone do telefone. Caso a linha externa/rota de saída esteja ocupada.fm Colocando em serviço Comentários sobre os códigos de programação do sistema. Tempo para monitoração externa de ambiente (69) Possibilita a supervisão de um ambiente.4 Programação geral Seleção alternativa de operadora ACS: regra para horário (81) Definir no sistema por qual operadora a chamada deve ser feita. Data/hora (14) A data e a hora são exibidas constantemente no visor do telefone de sistema. poderá ser executada a monitoração de ambiente (babyphone) a partir de um telefone externo. HiPath 1100. Seleção alternativa de operadora ACS: regra para dias da semana (83) Define. independente do que o usuário discar. no qual iniciou a seleção. pode-se acessar uma linha externa/rota de fuga. durante um determinado tempo. Seleção alternativa de operadora ACS: regras de conversão (82) Esta tabela contempla a posição de um determinado código e o seu novo valor convertido.reg6. além do intervalo de tempo. Se no sistema estiver instalado um Módulo Atendedor/FAX. Existem 40 regras que correspondem às 40 Regras de seleção. desde que as regras estejam devidamente programadas.

com no máximo 3 caracteres Versão de software (001) Possibilita que seja conferida a Versão do Software instalado em seu sistema. O programador A31003-K1250-S100-51-V419.reg6. Manual de Serviço 6-34 . para qualquer outro número de 4 dígitos. o valor da chamada em andamento segundo definição do valor do impulso. Senha do sistema (80) Alterar a senha original 3758. Senha de serviço noturno (49) Programa uma senha adicional para ativar/desativar diversas funções (por exemplo o serviço noturno. Estando em conversação digitar o código (*991) no ramal programador para transferir o controle do HiPath 1100 para o programador remoto. Habilitar a programação remota (57) Permite que o sistema seja programado remotamente com a utilização de um telefone comum do tipo MF . o acesso ao modo de programação só poderá voltar a ser liberado pela assistência técnica. Definir o nome da moeda (76) No display de um telefone de sistema é possível mostrar o custo da ligação durante a chamada definindo um nome para a moeda. Se você esquecer a senha. HiPath 1100. Restaurar a configuração padrão (99) Programa o sistema com os dados padrões de fábrica. Ordem de busca nas lista de pesquisa (79) Altera a ordem de busca das listas. através da visualização no display do KS E822 ST. assim como exclui listas individualmente da pesquisa. Fator de tarifação (95) Apresenta no display do telefone de sistema. ● Programando remotamente: A programação remota deve estar ativa e o ramal programador 11/101 deve estar em conversação na linha externa por onde irá ocorrer a programação. relés).fm Somente para uso interno Colocando em serviço Comentários sobre os códigos de programação do sistema.

Para maiores detalhes sobre os temporizadores e sua programação é aconselhável consultar o arquivo de ajuda do software de administração HiPath 1100 System Manager. Temporizadores específicos e comuns do sistema (39 e 40) Permite redefinir os tempos de algumas facilidades e sinalizações devido a características particulares de usuário ou país.5 minutos. 6-35 A31003-K1250-S100-51-V419.fm Colocando em serviço Comentários sobre os códigos de programação do sistema. o procedimento é repetido em ciclos de 3 minutos. a programação remota poderá também ser realizada através de um modem com ajuda do HiPath 1100 System Manager. ● Caso possua o módulo Atendedor/FAX: Após o atendimento da chamada digitar o código (* 95) no telefone MF remoto. o acesso ao modo de programação só poderá voltar a ser liberado pela assistência técnica. na parte referentes aos temporizadores. fazer os devidos ajustes (ver “Instalação da interface V. O número desta posição será chamado e a seqüência de dígitos no formato DTMF é repetida em intervalos de 5 segundos logo após o estabelecimento da conexão. Manual de Serviço . Se a central receptora não confirmar o alarme dentro de 1. por exemplo. O programador remoto deve digitar a senha do sistema em seu telefone MF . HiPath 1100. Esta seqüência de dígitos tem por objetivo identificar a origem do alarme.24” na página 427). Identificação do sistema HiPath 1120 (77) Quando o alarme for disparado o HiPath 1120 efetuará uma chamada utilizando a posição de agenda 089. sabe identificar qual PABX está sinalizando. Se você esquecer a senha. Impressão dos dados de programação (35) Para retirar um relatório de programação do sistema. Proceder como se o telefone remoto estivesse conectado diretamente no sistema para realizar as programações necessárias. Para isso. consulte as instruções do arquivo de ajuda. assim uma central de alarmes. Se o sistema estiver conectado por cabo serial a um computador com acesso à rede telefônica. Somente para uso interno remoto deve digitar a senha do sistema em seu telefone MF .reg6. basta conectá-lo a uma impressora ou PC. Proceder como se o telefone remoto estivesse conectado diretamente no sistema para realizar as programações necessárias.

6. HiPath 1100. Testar o alarme do HiPath 1120 (87) Para o teste de alarme é realizada uma simulação de troca do estado de sensor.fm Somente para uso interno Colocando em serviço Comentários sobre os códigos de programação do sistema.4. Desativar o alarme no HiPath 1120 (86) Permite desativar qualquer alarme acionado por um sensor.6 Bilhetagem dos dados de chamada Utilizado para monitorar informações sobre chamadas que entram no sistema e as que são originadas. 6. Este código de programação não altera as programação do sensor. Os relés possuem apenas um contato normalmente aberto.5 Porteiro eletrônico Configuração de porteiro eletrônico (15) Habilita a utilização de um porteiro eletrônico dentro do sistema. para verificar se a configuração de alarme está correta.reg6. Manual de Serviço 6-36 . Permissão para abertura da porta (25) Habilita os ramais que poderão abrir a fechadura elétrica do porteiro. Quando o relé operar este contato será fechado.4. Atendimento da chamada (59) Define os ramais que serão chamados quando o dispositivo de porteiro for acionado. Abertura de porta (16) Libera o acesso ao acionamento de uma fechadura elétrica. São registradas as seguintes informações: ● ● ● ● ● ● Data atual (Date) Fim da chamada (Time) Linha utilizada (Ln) Ramal que chama (Ext) Transferir classe de acesso ( WCOS) Duração do toque (Ring) A31003-K1250-S100-51-V419.

um novo bilhete é criado. O tempo de espera na linha externa é contabilizado para o ramal que transferiu a chamada. 6-37 A31003-K1250-S100-51-V419. Manual de Serviço .fm Colocando em serviço Comentários sobre os códigos de programação do sistema. Em Países como Portugal. Estes serão substituídos por um "?". o número de pulsos de tarifação recebidos é mostrado neste campo. O sistema permite a programação de uma facilidade que garante sigilo quanto ao número discado no momento da emissão do bilhete.11. Tabela 6-16 Layout de cabeçalho de bilhetagem Ln 01 Ext 21 WCOS Ring 00:14 Duration 00:01:34 Number 2222222 I 1 Callfees Date Time 22. em ligações saíntes S0 (RDSI).99 14:00:00 Quando uma chamada é transferida. substituindo pelo símbolo? os quatro últimos algarismos teclados. Taxa de transmissão de dados (20) Define a velocidade de comunicação entre o sistema e a impressora ou computador. Duração da chamada (Duration) Número selecionado (Number) Tipo de chamada (I): – – – – – – – ● Somente para uso interno ● ● ● 1 = Chamada de entrada 2 = Chamada de saída 5 = Chamada de entrada transferida 6 = Chamada de saída transferida 7 = Conferência tripartida com chamada de entrada 8 = Conferência tripartida com chamada de saída * = Chamada de entrada ainda não atendida = ligação de entrada Tarifação (Callfees): Mostra informações de tarifação.reg6. por exemplo. Supressão de dígitos na bilhetagem de chamada (21) Os últimos quatro dígitos selecionados para uma chamada externa podem ser suprimidos na saída dos dados. HiPath 1100.

Registro de chamadas recebidas (61) Permite visualizar no bilhete os dados de chamada. reprodução de mensagens e reconhecimento do sinal de fax. ” A31003-K1250-S100-51-V419. é responsável também pela função de RTC. Este módulo possue três modos de funcionamento: somente Fax..7 Módulo Atendedor/FAX Permite o atendimento automático de chamadas externas. Para isto.4.. Gravação de anúncios (37) Permite a gravação/reprodução de anúncios. DDR para linha digital. ou relógio de tempo real. Se também estiver instalado um Módulo S0 ou Módulo TME 1. Configuração do modo de atendimento (27) O Módulo Atendedor/FAX pode operar em quatro modos distintos. Caso queira encerrar uma gravação/reprodução de um anúncio basta pressionar a tecla “1” . Filtro de bilhetagem (67) Seleciona uma única seqüência de até 4 dígitos que deverá ser registrada. de anúncio: “Você ligou para. basta falar/ouvir a mensagem logo após encerrada a seqüência desejada. Para o HiPath 1120. de acordo com o dígito selecionado. Ex. HiPath 1100. DDR e Atendedor/ FAX.reg6. ou analógicas mediante ativação do serviço na operadora.fm Somente para uso interno Colocando em serviço Comentários sobre os códigos de programação do sistema. Menu de atendimento (009) O Módulo Atendedor/FAX permite a criação de um menu de atendimento personalizado. que devem ser levados em conta no conteúdo do texto do anúncio: ● Fax Neste modo o módulo apenas detecta tom de Fax. Para mandar um Fax.. 6. existe um quarto modo de funcionamento. transferência e alarme. transferindo a chamada para um ramal ou grupo. O sistema deve estar habilitado a receber a identificação de chamadas através de linhas digitais RDSI ou E1 CAS. Manual de Serviço 6-38 . inicie a transmissão agora ou aguarde um instante para ser atendido.

.. HiPath 1100. de anúncio: “Você ligou para.. de anúncio: “Você ligou para.. Módulo S0: Cada acesso RDSI disponibiliza 2 canais de comunicação e também permite que outras aplicações como videoconferência ou acesso à internet sejam compartilhadas. Quando somente linhas digitais ISDN estiverem sendo usadas. cadastro de número externo. Ramal para recepção de Fax (28) Define para qual ramal será transferida uma chamada em caso de detecção de tom de Fax na linha externa especificada. a programação padrão define o modo Atendedor/ FAX para a primeira linha externa e modo desativado para as demais. A31003-K1250-S100-51-V419. ” ● Atendedor/FAX Neste modo o módulo detecta tom de FAX e discagem Multifreqüênciais (DTMF). Disque 212 para o setor de vendas. inicie a transmissão agora ou Disque 212 para o setor de vendas.8 Programação para tronco digital Os sistemas HiPath 1100 podem ser equipados com troncos digitais através do módulo S0 (Acesso RDSI ou ISDN) e módulo TME1 (Acesso E1 CAS). DDR Somente para uso interno ● Neste modo o módulo apenas detecta discagem Multifreqüênciais (DTMF). Ex.reg6. O HiPath 1120 pode se equipado com um módulo de 2 acessos e o HiPath 1130/1150 com um módulo de 2 acessos ou um módulo de 5 acessos. Ex. sendo a chamada em seguida encaminhada para o atendedor. ” ● Anúncio Neste modo o módulo apenas toca o anúncio gravado. 213 para o setor de compras ou aguarde um instante para ser atendido. No HiPath 1120 a programação padrão define o modo Atendedor/FAX para a última linha externa e modo desativado para as demais. Manual de Serviço 6-39 . código de área do país e código de área local devem estar programadas ... 213 para o setor de compras ou aguarde um instante para ser atendido. as ligações são desviadas para o ramal 19. 6.ia. Na programação padrão do HiPath 1120 as ligações são desviadas para o ramal 17 e para o HiPath 1130/1150.fm Colocando em serviço Comentários sobre os códigos de programação do sistema. as facilidades prefixo DDR. Para mandar um FAX.4. No HiPath 1130/1150.

● Se cada ramal possuir um número externo diferente. o prefixo DDR deve ser programado sem nenhum dígito. Para as linhas externas digitais do tipo E1 deveseselecionar a conexão PMP . Não é possível utilizar simultaneamente os módulos S0 e TME1. o 322 pode ser programado como prefixo DDR. o 256-907 pode ser programado como prefixo DDR.fm Somente para uso interno Colocando em serviço Comentários sobre os códigos de programação do sistema. O código de área do país e código de área local. entre as linhas digitais do Módulo S0 e TME1 e as linhas da operadora local. Eles apenas servem para o funcionamento do prefixo DDR. Os dígitos iniciais comuns a todos os números externos podem ser configurados com o objetivo de simplificar este cadastro. Se os ramais são acessados pelos números 256. Módulo TME1: O acesso E1 CAS permite a identificação de chamadas e a discagem direta ao ramal. Manual de Serviço 6-40 . Modo de operação (90) Define o tipo de conexão. A31003-K1250-S100-51-V419. código de área do país e código de área local podem ser deixados em branco. Se o prefixo DDR estiver programado na central e no HiPath 1100 E1 Trunk Manager o número de A será enviado com dois prefixos.reg6.8994 a 322-9001. reduzindo a perda de chamadas e simplificando o acesso ao usuário. Quando somente linhas digitais E1 estiverem sendo usadas apenas o cadastro de número externo deve estar programado. Prefixo DDR (89) Pode ser utilizado para cadastrar todos os números externos no sistema para permitir a ativação da facilidade DDR das linhas digitais. assim como os módulos ADSL e TME1 simultaneamente no HiPath 1130. HiPath 1100. Ponto a Ponto ou Ponto a Multiponto. Prefixo DDR. Exemplo: ● Se os ramais são acessados pelos números 322.9071 a 256-9078. nunca serão informados à pública.

6. Cadastro de número externo (91) Somente para uso interno Os números serão programados por inteiro.fm Colocando em serviço Comentários sobre os códigos de programação do sistema. Esta ação permite a identificação da chamada. Os micros ficam conectados no HiPath 1100 que também disponibiliza via rede LAN. Não é permitido inserir o mesmo ramal mais de uma vez. caso o sistema receba uma chamada entrante e o ramal atendedor esteja ocupado. Se o Módulo Atendedor/FAX estiver instalado e programado para linhas digitais. Modem ADSL. Sinalização de ocupado (004) Sinaliza para o chamador a condição de ocupado. caso se tenha usado o código 89. até 50 posições (no máximo 20 dígitos). caso não tenha usado o código 89. Envio do código de área do país (012) Permite o envio do código de área (CAC) através de uma linha digital para a central de destino. Associação de número externo a ramal (92) Neste código. até 10 posições (no máximo 20 dígitos) poderão ser programadas e para o HiPath 1130/1150. HiPath 1100. esta facilidade também não será válida. HUB e placa de rede adicional em um dos micros quando se deseja fazer o compartilhamento do acesso. Esta facilidade vale apenas para linhas digitais com número DDR.reg6. Manual de Serviço 6-41 . dispensando a utilização de Splitter. Não é válida se mais de um ramal estiver configurado para a posição/número DDR/MSN. Envio do código de área local (011) Permite o envio do código de área (LAC) através de uma linha digital para a central de destino. Neste código (91) cada MSN/DDR terá um Índice (posição) que será usado no código 92. Para o HiPath 1120. são associados a ramais que atenderão as chamadas externas realizadas para estes números. A31003-K1250-S100-51-V419. Esta ação permite a identificação da chamada. os números externos cadastrados em cada posição. Exibição do número de telefone (75) Caso esteja sendo utilizado o módulo S0 é possível programar a exibição ou não do seu telefone para o número que está sendo chamado.4. ou a parte complementar (à direita) de cada número será inserida.9 Módulo ADSL Permite a conexão de micros em rede que compartilham um acesso ADSL.

Sensor: Com a alteração do estado do contato do sensor.fm Somente para uso interno Colocando em serviço Comentários sobre os códigos de programação do sistema. assim com as ações decorrentes.4. manualmente ou automaticamente após um tempo programado.24 à central quando estiver utilizando o Módulo ADSL.0. A lógica de ativação a partir da posição inicial dos contatos do sensor. se o número correto é discado e/ou o relé correto é atuado em caso de alarme a partir de um sensor. As informações de protocolo de ADSL e VPI/VCI utilizados pela operadora.reg6. etc. usada para integração com aplicativos como HiPath 1100 System Manager. é recomendável testá-lo através do código de programação 87 para ver se a ação correta é tomada. por exemplo um contato aberto é fechado. alarmes. A31003-K1250-S100-51-V419. Todos os micros devem possuir placa de rede instalada e estar na mesma rede que o módulo ADSL. podem ser executadas as seguintes funções: ● ● ● Selecionar um número da agenda. Ativar um relé.todas as informações são disponibilizadas via rede. que também disponibiliza um relé e um sensor para integração. Quando o relé é ativado os contatos se fecham e quando é desativado os contatos se abrem. são programáveis. Interaction Center Smart e Tarifadores. com outros aparelhos.1. Após programados estes parâmetros. Restaurar configuração padrão do módulo ADSL (013) Este código restaura a configuração padrão do módulo ADSL assumindo o IP 10. ou seja. as mesmas funções da interface serial V 24. dispositivo de abertura de porta. Manual de Serviço 6-42 . DNS. 6. Relé: Pode ser ativado através do sensor caso esteja programado. utilizado como gateway para o acesso a Internet. Selecionar um número da agenda e ativar um relé.10 Relé e sensor no HiPath 1120 No sistema HiPath 1120 é possível conectar o módulo Música.0. nome de usuário e senha do provedor. Não conecte a cabo da interface V. como porteiro eletrônico. HiPath 1100. devem estar disponíveis para a configuração adequada do módulo ADSL.

Manual de Serviço . Lógica de ativação do sensor (74) A posição básica do sensor pode ser programada da seguinte forma: os contatos ficam fechados e o sensor é acionado quando o contato é aberto ou os contatos ficam abertos e o sensor é acionado quando o contato é fechado. HiPath 1100.fm Colocando em serviço Comentários sobre os códigos de programação do sistema. Selecionar a posição 089 da agenda. Ativar o relé através do sensor. o relé permanecerá ativo até que seja desativado manualmente. Tempo de fechamento do relé (73) Define o tempo que o relé deve permanecer fechado. Programar a função do sensor (70) Permite selecionar uma função do sensor: ● ● ● ● Somente para uso interno Desativar a função do sensor (padrão). Se o tempo de fechamento for definido como "000". 6-43 A31003-K1250-S100-51-V419. Selecionar a posição 089 da agenda e ativar o relé através do sensor.reg6.

1 Plano de numeração padrão (1) Descrição Linha externa analógica Linha externa digital Ramal Grupo de linhas externas Grupo de chamada Observações: A tecla * pode ser substituída pelo código 75 mediante programação. 1120 851 a 856 801 a 802 11 a 26 0 ou 86 1130 851 a 862 801 a 815 11 a 30 1150 1190 851 a 866 851 a 882 801 a 815 801 a 845 11 a 60 101 a 140 0 ou 890 a 899 780 a 789 Facilidade Rediscagem Estacionamento Estacionamento . HiPath 1100.retomar chamada Desvio Desvio . A tecla # pode ser substituída pelo código 76 mediante programação.ativa/desativa e e nome d 7-1 .desativar Retenção Conferência (E 821 ST) Pêndulo (E 821 ST)) Captura em grupo (E 821 ST) Captura individual (E 821 ST) Speaker (E 822 ST) Lista de chamadas Pesquisa na Agenda (E 822 ST) Flash na linha externa A31003-K1250-S100-51-V419.reg7. Manual de Serviço Código Funções do telefone de sistema a b ou 0 a 9 posição 0 b # a 9 posição Para reter: e e c g f l c k / Para retomar: k ou .fm Somente para uso interno Códigos de acesso às facilidades Plano de numeração padrão (1) 7 Códigos de acesso às facilidades 7.atende/encerra viva-voz e alta-voz # # 8 2 4 9 4 g.

HiPath 1120 .ativar Fone de cabeça . “XY” varia de: Ocupação de linha específica analógica HiPath 1120: 51 a 56 HiPath 1130/1150: 51 a 66 HiPath 1190: 51a 82 . “XY” varia de: 8 X Y HiPath 1120: 01 a 02 HiPath 1130/1150: 01a 15 HiPath 1190: 01 a 45 O telefone toca externo Ocupação de linha específica digital Reserva de linha externa -ocupaAguardar da Funções usadas na realização de chamadas Agenda individual Programar agenda individual Agenda Central Chamada interna Telefonista ou Ramal de fuga Chamar grupo interno Rediscagem * * * 7 +* + X X (“X” varia de 0 a 4) (“X” varia de 0 a 4) (“XY” varia de 00 a 89) 9 2 7 +* 0 X Y . HiPath 1100.fm Códigos de acesso às facilidades Plano de numeração padrão (1) Somente para uso interno Facilidade Fone de cabeça . HiPath 1120: 11 a 26 / HiPath 1130: 11 a 30/ HiPath 1150: 11 a 60 / HiPath 1190: 101 a 240.reg7. 9 7 7 0 # 4 9 7 7-2 A31003-K1250-S100-51-V419. Manual de Serviço .desativar Programação remota Programar tecla com função Programar tecla com macro Programar tecla de informação Código * 4 9 2 4 9 2 9 9 1 9 1 0 0 # * * * * 0 4 9 1 9 1 Ocupação de linha externa Chamada externa Chamada externa através de grupo de linhas externas 8 6 8 9 X 0 0 0 # sequência # 0 1 0 externo .HiPath 1130/1150/1190 externo (“X” varia de 0 a 9) 8 X Y .

reg7.fm Somente para uso interno Códigos de acesso às facilidades Plano de numeração padrão (1) Facilidade Rechamada .ativar Estacionamento Estacionamento (Retornar Chamada) Pós discagem Atender (Chamada externa / espera) Captura em grupo Captura individual Desvio para número externo ( ( d) * 2 d) ( ) d # ( * 5 6 d) + * 3 X (“X” varia de 0 a 9) (“X” varia de 0 a 9) 5 6 + X 7 5 5 3 Funções usadas no recebimento de chamadas ( d) * * * * 5 5 5 7 5 9 1 1 ramal externo A31003-K1250-S100-51-V419.ou da ( ) dimento) d) ( ) d d ( * 0 (caso ocupado ou não atende) (para telefones MF em caso de não aten- Pêndulo (Utilizar após Consulta. toca d 5 8 tel. Manual de Serviço 7-3 . toca # 5 8 ocupado ( d) * 6 2 (ocupado) Aguarde ( d) ramal ( ) Retomada de uma ligação recebi. para atendimento de Segunda Chamada ou Chamada Urgente) Conferência .ativar (Ramal não atende ou ocupado) Rechamada .desativar Intercalação (No ramal ocupado) Chamada urgente (Ramal ocupado) Hotline (Caso programado) Funções usadas durante a chamada Transferência (Não é necessário esperar atendimento para transferência sem consulta) Consulta (Para encerrar a Consulta aguarde desligar) Código não atende ( ) * 1º) ou 2º) Aguardar tel. HiPath 1100.

HiPath 1100.desativar Atendedor para linha externa ativar (Não se aplica ao HiPath 1190) Atendedor para linha externa desativar (Não se aplica ao HiPath 1190) Funções diversas Cadeado .ativar Proteção de dados . Proteção de dados) Monitoração de ambiente (Babyphone) Serviço noturno . Manual de Serviço .desativar Desvio .ativar Não perturbe .desativar (Em caso de não atendimento) Não perturbe .desativar Funções .ativar (Em caso de não atendimento) Desvio .ativar Cadeado . Não perturbe.fm Códigos de acesso às facilidades Plano de numeração padrão (1) Somente para uso interno Facilidade Desvio para ramal Desvio .reg7.desativar (Desvios.desativar Abertura de porta (Após atendimento de Porteiro Eletrônico) Entrar em programação do sistema Programação remota Código * # 1 1 1 1 1 4 1 4 9 7 9 7 4 9 5 ramal * # ramal * # * linha ou 0 # 4 9 5 linha ou 0 * # 6 6 6 6 5 0 8 4 9 0 4 9 0 0 8 8 4 4 4 4 senha senha ramal senha * * # # * * # senha senha 6 1 ( d) * * * 9 5 9 9 1 senha código 7-4 A31003-K1250-S100-51-V419.desativar Transferir classe de serviço (COS) Proteção de dados .ativar Serviço noturno .

fm Somente para uso interno Códigos de acesso às facilidades Plano de numeração padrão (1) Facilidade Relé .desativar Código * # 9 0 9 0 * * * * # 4 6 1 4 6 2 4 6 3 4 6 4 4 6 4 6 5 hora (por exemplo 1230) hora (por exemplo 1230) hora (por exemplo 1230) data/hora (exemplo 24121830) * * 6 4 1 X (X=senha do ramal + destino externo) # 6 4 1 X (X=senha do ramal) Desvio (Chamadas não Atendidas) * 6 4 2 X ativar (X=senha do ramal +destino externo) Desvio (Chamadas não Atendidas) desativar Desvio (Caso ocupado) .desativar Rechamada . Manual de Serviço 7-5 .ativar (Apenas para HiPath 1120) Relé .reg7.desativar (Apenas para HiPath 1120) Despertador Despertador (Diário) Despertador (Diário. HiPath 1100. exceto fim de semana) Despertador (Após tempo determinado) Despertador (Em horário definido) Cancelar despertador Consultar despertador (E 822 ST) Funções para linha digital Desvio .ativar Desvio (Caso ocupado) .ativar Desvio .ativar (Linha externa ( ocupada) Funções de Grupo UCD Logon no grupo Logoff no grupo Chamar grupo UCD * # 8 5 8 5 # 6 4 2 X (X=senha do ramal) * 6 4 3 X (X=senha do ramal +destino externo) # 6 4 3 5 8 X (X=senha do ramal) telefone toca d) * 7 8 X (“X” varia de 0 a 9) A31003-K1250-S100-51-V419.

HiPath 1100.retomar chamada Desvio Desvio .2 Códigos para o plano de numeração 2 Descrição Linha externa analógica Linha externa digital Ramal Grupo de linhas externas Grupo de chamada 1120 1130 1150 4651 a 4656 4651 a 4662 4651 a 4666 4601 a 4602 4601 a 4615 4601 a 4615 211 a 226 211 a 230 211 a 260 0 ou 70 0 ou 70 a 79 201 a 210 1190 4651 a 4682 4601 a 4645 2011 a 2150 2001 a 2010 Observações: A tecla * pode ser substituída pelo código 412 mediante programação.HiPath 1120 .reg7. A tecla # pode ser substituída pelo código 413 mediante programação.HiPath 1130/1150/ Operação como Sub-PABX Flash na linha número da linha 1190 . Facilidade Rediscagem Estacionamento Estacionamento . Manual de Serviço .fm Códigos de acesso às facilidades Códigos para o plano de numeração 2 Somente para uso interno Facilidade Código Monitoração silenciosa (Intercala( ção sem bip) Sub PABX d) * 6 2 8 6 número da linha .(“X” varia de 0 a 9) 8 9 X ( d) * 5 1 7.desativar Retenção Conferência (E 821 ST) Pêndulo (E 821 ST)) Captura em grupo (E 821 ST) Código Funções do telefone de sistema a b ou 5 0 a 5 9 5 0 posição a 5 9 b # posição Para reter: e e c f l k / Para retomar: k ou 7-6 A31003-K1250-S100-51-V419.

HiPath 1190: 01 a 45 4 6 X Y Reserva de linha externa -ocupaAguardar da o telefone toca externo Funções usadas na realização de chamadas Agenda individual Programar agenda individual Agenda Central 8 + * + X (“X” varia de 0 a 4) 8 X Y 4 9 6 8 + (“XY” varia de 00 a 04) (“XY” varia de 00 a 89) 0 X Y A31003-K1250-S100-51-V419. sequência 4 4 6 0 Ocupação de linha externa Chamada externa Chamada externa através de grupo de linhas externas Ocupação de linha específica analógica Ocupação de linha específica digital 0 7 0 . “XY” varia de: .desativar Programação remota Programar tecla com função Programar tecla com macro Programar tecla de informação Código g . ext.HiPath 1120 . “XY”varia de: .ativa/desativa e e nome d 0 4 3 5 4 3 4 4 9 6 4 9 0 4 9 1 4 9 0 0 0 0 0 ext. HiPath 1100. Manual de Serviço 7-7 .fm Somente para uso interno Códigos de acesso às facilidades Códigos para o plano de numeração 2 Facilidade Captura individual (E 821 ST) Speaker (E 822 ST) Lista de chamadas Pesquisa na Agenda(E 822 ST) Flash na linha externa Fone de cabeça .HiPath 1120: 51 a 56 HiPath 1130/1150: 51 a 66 / HiPath 1190: 51 a 82 4 6 X Y .reg7.HiPath 1130/1150/1190 - 7 X (“X” varia de 0 a 9) .ativar Fone de cabeça .atende/encerra viva-voz e alta-voz 4 9 4 # 4 4 4 c g .HiPath 1120: 01 a 02 HiPath 1130/1150: 01 a 15 / .

fm Códigos de acesso às facilidades Códigos para o plano de numeração 2 Somente para uso interno Facilidade Chamada interna Telefonista ou Ramal de fuga Chamar grupo interno Rediscagem Rechamada . 9 2 0 0 6 não atende ( ) 2 1º) ou 2º) Aguardar telefone toca d tel.ou da ( Pêndulo (Utilizar após Consulta.ativar Estacionamento Estacionamento (Retornar Chamada) d) dimento) ( ( (para telafones MF em caso de não aten- d) 1 d) ( ) d 5 X ( 5 X d) 8 (“X” varia de 0 a 9) (“X” varia de 0 a 9) 7-8 A31003-K1250-S100-51-V419. para atendimento de Segunda Chamada ou Chamada Urgente) Conferência .ativar (Ramal não atende ou ocupado) Rechamada .reg7.desativar Intercalação (No ramal ocupado) Chamada urgente (Ramal ocupado) Hotline (Caso programado) Código . Ramais para: HiPath 1120: 211 a 226 HiPath 1130/1150: 211 a 260/ HiPath 1190: 2101 a 2150. Manual de Serviço . toca 4 4 2 ocupado ( d) 4 (ocupado) Aguarde Funções usadas durante a chamada Transferência (Não é necessário esperar atendimento para transferência sem consulta) Consulta (Para encerrar a Consulta aguarde desligar) ( d) d) d) 1 ramal ( ) ( ( Retomada de uma ligação recebi. HiPath 1100.

desativar (Desvios. Manual de Serviço 7-9 .ativar Proteção de dados . Proteção de dados) 4 5 1 4 5 0 4 4 3 4 3 3 4 3 2 4 0 0 senha senha ramal local senha A31003-K1250-S100-51-V419.desativar Transferir classe de serviço (COS) Proteção de dados .fm Somente para uso interno Códigos de acesso às facilidades Códigos para o plano de numeração 2 Facilidade Pós discagem Código 4 4 Funções usadas no recebimento de chamadas Atender (Chamada externa / espera) Captura em grupo Captura individual Desvio para número externo Desvio para ramal Desvio .ativar (Em caso de não atendimento) Desvio . Não perturbe. HiPath 1100.ativar Cadeado .desativar Desvio .ativar Não perturbe .reg7.desativar Funções .desativar Atendedor para linha externa ativar (Não se aplica ao HiPath 1190) Atendedor para linha externa desativar (Não se aplica ao HiPath 1190) ( d) 3 3 1 4 2 1 4 2 1 4 2 0 4 8 1 0 externo ramal ramal 4 8 0 4 3 1 4 3 0 4 1 1 linha ou 0 4 1 0 linha ou 0 Funções diversas Cadeado .desativar (Em caso de não atendimento) Não perturbe .

reg7.desativar Abertura de porta (Após atendimento de Porteiro Eletrônico) Entrar em programação do sistema Programação remota Relé .ativar Serviço noturno . 1230) hora (por ex.fm Códigos de acesso às facilidades Códigos para o plano de numeração 2 Somente para uso interno Facilidade Monitoração de ambiente (Babyphone) Serviço noturno . 24121830) 4 4 5 3 4 4 5 4 4 4 5 0 4 4 5 5 Funções para linha digital Desvio . Manual de Serviço .ativar (Apenas para HiPath 1120) Relé . HiPath 1100.desativar (Apenas para HiPath 1120) Código 4 4 1 4 7 1 4 7 0 senha senha ( d) 3 4 9 5 4 9 6 4 3 9 senha código 4 3 8 Despertador Despertador (Diário) Despertador (Diário. 1230) hora (por ex. exceto fim de semana) Despertador (Após tempo determinado) Despertador (Em horário definido) Cancelar despertador Consultar despertador (E 822 ST) 4 4 5 1 4 4 5 2 hora (por ex. 1230) data/hora (ex.ativar Desvio .desativar X 4 4 9 1 (X=senha do ramal +destino externo) 4 4 8 1 X (X=senha do ramal) 4 4 9 2 X Desvio (Chamadas não Atendidas) ativar (X=senha do ramal +destino externo) 7-10 A31003-K1250-S100-51-V419.

fm Somente para uso interno Códigos de acesso às facilidades Códigos para o plano de numeração 2 Facilidade Desvio (Chamadas não Atendidas) desativar Desvio (Caso ocupado) .HiPath 1120 .ativar (Linha externa ( ocupada) d) 2 telefone toca Funções de Grupo UCD Logon no grupo Logoff no grupo Chamar grupo UCD Monitoração silenciosa (Intercala( ção sem bip) 4 3 7 4 3 6 2 0 X (“X” varia de 1 a 9) d) 4 Sub PABX 7 0 nº linha .ativar Desvio (Caso ocupado) . Manual de Serviço 7-11 .reg7.desativar Código 4 4 8 2 4 4 9 3 X X (X=senha do ramal) (X=senha do ramal +destino externo) 4 4 8 3 X (X=senha do ramal) Rechamada .HiPath 1130/1150/1190 - Operação como Sub-PABX nº linha (“X” varia de 0 a 9) 7 X Flash na linha ( d) 3 A31003-K1250-S100-51-V419. HiPath 1100.

Manual de Serviço .fm Códigos de acesso às facilidades Códigos para o plano de numeração 2 Somente para uso interno 7-12 A31003-K1250-S100-51-V419. HiPath 1100.reg7.

Manual de Serviço 8-1 . Sinal de prontidão de emissão Discagem direta a ramal Telefone analógico decádico Distribuidor geral Data Send Ready. Prontidão de serviço para emitir Data Terminal Ready. Prontidão de serviço do equipamento Compatibilidade Eletromagnética Descarga eletrostática European Telecomunications Standard Institute Administração do euroset line euroset line SW update Interface de comunicação serial síncrona para controle.esl. HiPath 1100.abb Somente para uso interno Abreviaturas Lista geral 8 Abreviaturas 8.1 Lista geral Esta lista contém as abreviaturas usadas neste manual. Terra Local Área Network Telefone de sistema tipo Key-System Módulo base ou caixa base Módulo opcional A31003-K1250-S100-51-V419. Tabela 8-1 Abreviatura ACS ADSL CTI COS CLIP CD CTS DDR DC DG DSR DTR EMC ESD ETSI ESLADM ESLUPD EBUS EB EWACO GND LAN KS MB MO Abreviaturas Definição Seleção automática de operadoras (Alternative Carrier Selection) Assymetric Digital Subscriber Line Computer Telephony Integration Classe de serviço Apresentação de identificação da linha chamadora Carrier Detect. Placa de ampliação Listas de restrição e permissão Ground. Sinal portador de dados Clear To Send.

Manual de Serviço . Neutro (aterrado) Sistemas de alimentação compostos por Fase. Dados de recepção Acesso Básico Software Telephony Applications Programming Interface Sistemas de alimentação compostos por Fase. Neutro (aterrado) e Terra Transmit Data. Solicitação de emissão Receive Data. HiPath 1100.esl. Dados de emissão 8-2 A31003-K1250-S100-51-V419.abb Abreviaturas Lista geral Tabela 8-1 Abreviatura MF MSN NT PC PEN PMP PP PIN PSU PTC RDSI REL RUF RTS RxD S0 SW TAPI TN-S TN-C-S TxD Abreviaturas Definição Telefone analógico multifreqüêncial Multiple Subscriber Number Terminação de rede Computador pessoal Condutor de proteção mais condutor de neutro Ligação Ponto-Multiponto para o NT (RDSI) Ligação Ponto a Ponto para o NT (RDSI) Número de identificação pessoal Power suply unit (unidade de alimentação) Somente para uso interno Resistência com coeficiente positivo de temperatura Rede Digital de Serviços Integrados Release (versão) Ring Request To Send.

...........................................................6-5 Conhecendo os sistemas .........................................................4-28 Atribuição dos conectores da Módulo Clip Ana .................................................................................................................6-19 Descrição ..............4-32 Cabo adaptador V.......................................5-6 Fonte de Alimentação (PSU) ...........................................3-29 E Efetuar conferência visual ..................................................3-27 Códigos de acesso às facilidades ..............................1-3 cuidado ..................................................................5-6 Alimentação/proteção do sistema ...............................................3-30 Bilhetagem Códigos de programação ...................................................................3-28 HiPath 1130/1150 ..........................................................................1-1 atenção ........................................4-5 Dimensões do sistema .........8-1 Ajustes nos telefones de sistema ...............................................................................2-7 Conexão dos ramais no DG interno do sistema ......4-5 D Dados do sistema ..........................................................................................................................................3-31 Características da PSU HiPath 1120 .............6-25 Comportamento em casos de emergência ................................. HiPath 1100....................................3-27 I Informações de segurança .........................4-35 Efetuar o teste rápido ............................................................................4-4 Distribuidor geral (DG) .................................................... Manual de Serviço I9-1 ..............................................1-6 Condições ambientais ...........................................................2-1 Desembalar componentes ..............................................7-1 Comentários sobre a programação ...............................2-3 F Facilidades das teclas programáveis ...........1 Informações A Abreviaturas .........6-25 Estrutura HiPath 1100 .....................................................................................1-4 A31003-K1250-S100-51-V419....6-36 C Cabeação do sistema .............................................3-17 B Back Plane ..................................................................eslIOM.......6-4 Configuração do módulo TME1 ..............fm Somente para uso interno Índice remissivo Informações 9 Índice remissivo 9................................4-23 Configuração do módulo ADSL ...................................................................................24 .......

............4-1 Montagem dos terminais .........................................3-1 Montagem da fonte PSU ...........4-34 N Normas técnicas e conformidades ..................................................................................3-13 HiPath 1130/1150 ....2-4 Lista de documentação ...............6-23 A31003-K1250-S100-51-V419...........1-6 Instalação da interface V24 .........3-5 HiPath 1120 ...................3-21 Módulo Atendedor/Fax ............................................................................................................6-2 Módulo ADSL .......................................................3-9 Módulo opcionais (MO) ..................................6-41 Módulo Atendedor/FAX ...............................................................................................................................................................................2-8 M Modo de programação ...............................................4-28 Interface de porteiro TFE ..............................................................................................................................................................3-16 Módulo opcionais (MO) HiPath 1120 Módulo Música ..........................................................................3-30 L Ligar o sistema à alimentação ..................6-1 Limites de ampliação .............................................................................6-7 Procedimento de montagem ..............................................................................2-3 Placa mãe (MB) ..........................................4-8 Montagem dos sistemas HiPath 1100 ....................fm Índice remissivo Informações Somente para uso interno perigo .............................................................6-18 Problemas com a senha padrão .........................3-14 Módulo TME1 ................eslIOM....................................................................................3-23 Módulo S0 .......................................................................................................6-38 Módulo de ampliação (EB) HiPath 1120 .....3-25 Módulos ...................................................................3-7 HiPath 1130/1150 ................................................... HiPath 1100............4-27 Instalação do porteiro eletrônico ......................................................4-1 Programação Tronco digital .3-1 Visão geral .............................................2-4 Limites de ampliação para os sistema .......................................................4-21 Montagem dos módulos de ampliação .......................................................................................3-14 Módulo ADSL ...................................................... Manual de Serviço I9-2 ....................................................1-2 Informações importantes ..........................2-7 P Periferia do sistema HiPath 1100 ...............................1-1 Informe de acidentes .............................................................................................................4-10 Montagem dos MOs e EBs .......3-5 Porteiro eletrônico ....

......................................6-10 Programação de linhas externas ....................................................................4-3 Símbolos de segurança .............6-36 Programação de ramal ..... HiPath 1100..................6-42 Programação de linha externa .................................................................6-8 Programando com aparelho telefônico .............................................6-24 Programação do Módulo Atendedor/FAX ....................6-6 Sistema de alimentação ...........................................2-1 T Tabelas dos códigos de programação do sistema ..........................................5-5 Telefone de sistema E 822-ST .....................................................................fm Somente para uso interno Índice remissivo Informações Programação de generalidades ......1-1 Sintaxe do modo de programação ...........................................6-39 V Verificar a ligação à terra de proteção ..........................4-31 S Selecionar o local de montagem ....................................................................................5-1 Tronco digital ........................................................................5-9 Telefones ......................................................................................................................................................6-8 Telefone de sistema E 821 ST ..............6-16 Programações importantes .6-30 Programação específica do cliente ........................................6-21 Programação dos ramal ..................................................................6-6 Proteção das linhas externas e ramais externos ......................................................eslIOM.......................................................4-30 Proteção e segurança de dados .......................................................................................................................5-3 Telefone decádico (DC) e multifreqüencial (MF) ..........................................6-12 Programação de Relé e sensor no HiPath 1120 ................6-28 Programação de porteiro ...3-2 Relação dos módulos HiPath 1120 .................................................3-2 Relés de falta de energia ..............4-31 A31003-K1250-S100-51-V419..........................................................1-7 R Relação de módulos ..............................................................................................................................6-7 Programação geral ....................................5-1 Telefones de sistema ............................................................................. Manual de Serviço I9-3 ......................

com. Sujeito à disponibilidade. 2635. Todos os direitos reservados.siemens.br/ic/ CSC:0800-16-9001 ( somente para o Brasil)  Siemens Ltda. as quais nem sempre estão inclusas no sistema. visite nosso site http://www. Número específico: A31003-K1250-S100-51-V419 Impresso no Brasil. as necessidades requeridas deverão ser especificadas individualmente no momento da compra. Publicado pelo setor de e Padronização de Documentação de Cliente Rua Pedro Gusso. 2003. Direitos de modificação reservados. Curitiba -PR. .*1PA31003-K1240-S100-8-V420* 1P A31003-K1250-S100-51-V419 As informações contidas neste documento fornecem descrições gerais das opções técnicas disponíveis. Portanto. Siemens Ltda.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful