P. 1
A história do Coelhinho branco

A história do Coelhinho branco

|Views: 829|Likes:
Publicado porArthur Denny

More info:

Published by: Arthur Denny on May 17, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/20/2013

pdf

text

original

A história do Coelhinho branco

Era uma vez um coelhinho, ele tinha os pelos brancos e era muito fofinho, sendo gostoso de apertar, tinha olhos castanhos, orelhas compridas e muito brancas, um rabo em forma de pompom também muito fofo, o Coelho morava em um bosque junto com outros animais e foi neste bosque, numa linda noite, onde as estrelas brilhavam no céu com a lua cheia iluminando todo o bosque por onde ele passeava que ele encontrou seus amigos, outros animais, sentados numa roda, conversando, porem naquele dia o Coelho estava muito triste e não estava com muita vontade de conversar com seus amigos, ficou ali no canto dele ouvindo a conversa, até que viu um animal o qual ele não conhecia, ali no meio de seus amigos, o Coelho chegou perto do animal desconhecido e percebeu que era um gato, sentou-se do lado dele e começou a conversar, logo, se tornaram amigos, porém o Coelho dormia cedo e teve que ir embora para sua toca, onde dormiu a noite toda, no outro dia o Coelho estava atarefado com seus afazeres até a hora do almoço, depois da refeição feita, onde ele comera apenas aquilo que ele mais gostava, em grande quantidade, ele deitou-se para fora da sua toca, na sombra de uma árvore e ficou ali a cochilar, quando de repente o Gato caiu da árvore, ao seu lado, caiu com leveza e sem fazer barulho, como apenas os felinos sabem fazer, e ali ficou admirando o senhor coelho dormir, vendo aquela tranqüilidade na face do coelho o gato resolveu tirar um cochilo também e deitou-se do lado do coelho. O coelho acordou e percebeu o gato ali do seu lado, dormindo a sono solto, como ele desejava falar com o gato, fingiu que dormia e roçou suas orelhas no focinho do gato, que com cócegas acordou. O Coelho que estava apoiado no gato, fingiu que também estava acordando, os dois se olharam e começaram a conversar novamente, e ali ficaram um deitado do lado do outro, conversando sobre os mais diversos assuntos, até a noite cair, e eles nem notarem, foi neste momento quando o Gato ficou sem assunto e chegou seu Focinho bem perto do focinho do Coelho e lhe disse que já não sabia mais sobre o que dizer. Nesse momento o Coelho ficou corado de vergonha, e o Gato percebeu, vendo que o Gato precisava de uma explicação o Coelho tentou dizer para o Gato que ele pensou que o Gato iria fazer outra coisa. O Gato, entendendo os sentimentos do Coelho, chegou novamente perto do Coelho e encostou seu focinho no dele, num gesto de ousadia, o Coelho corado, ficou sem saber o que fazia, pois se sentia mesmo atraído pelo Gato, o Gato começou a pedir desculpas, pensando que o Coelho não gostou das atitudes que tomara porem no meio do seu pedido de desculpas, recebeu um beijo verdadeiro do senhor coelho. O coelho e o gato estavam muito confusos sobre o novo sentimento que surgia dentro deles. Foi neste momento que o Coelho percebeu que já era hora de ir, e entrou em sua toca, deixando o Gato lá fora,

dentro de sua toca. fora o primeiro beijo que o Coelho dava em alguém. e que já não saberia viver sem a amizade proporcionada por este. falou que não saberia como seria um namoro com o Coelho. que tentou acalmá-lo dizendo que seria como um namoro normal. Alguns dias depois percebeu que o Gato era o animal mais importante em sua vida. enquanto se arrumava para dormir. lutando pela felicidade juntos. . o Gato que sentia o mesmo sentimento pelo Coelho. foi neste lindo dia que o namoro desses dois animais começou e continua até os dias de hoje nos mostrando como o amor pode vencer todas as barreiras e se mostrar cada vez mais forte. um aprendendo a cuidar do outro. recebeu o pedido com uma expressão de surpresa. demorou algumas horas para enfim conseguir dormir. sentindo que seu sentimento apenas crescia. o Gato meio desconfiado aceitou o pedido. foi neste momento que o senhor coelho decidiu tomar coragem e pedir o Gato em namoro. As horas passaram. pensando nisto. depois do pedido. e o beijo que havia lhe dado. até o que o Coelho lembrou que necessitava ir para sua toca. naquele dia. mas que era mais racional e menos sonhador e sentimentalista que o Coelho. os dias passaram e o Coelho ficava cada vez mais próximo do Gato. não conseguia tirar o Gato. dia após dia. eles ficaram juntos todos os momentos.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->