P. 1
001 - Mineração a céu aberto - INTRODUÇÃO

001 - Mineração a céu aberto - INTRODUÇÃO

|Views: 577|Likes:

More info:

Published by: Bruno Hoepers Schmidt on May 18, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/15/2013

pdf

text

original

Mineração a Céu Aberto

Aula 1 - Introdução
Apresentação do professor, da disciplina, do plano de trabalho e do sistema de avaliação Por que lavra a céu aberto? Principais terminologias empregadas, exemplos de minas a céu aberto Considerações econômicas, sociais e ambientais na escolha por céu aberto Principais minerais lavrados a céu aberto

Professor
Alberto Fronza Engenheiro de minas UFRGS Dezembro de 2009 Engenheiro de Minas da Votorantim Cimentos Responsável técnico pelas pedreiras da SETEP alberto.silva@satc.edu.br

Plano de trabalho .

Cronograma Introdução Apresentação Porque Lavra a Céu Aberto Termos utilizados e exemplos de minas a céu aberto Considerações econômicas. sociais e ambientais na escolha por céu aberto Técnicas de lavra em mineração a céu aberto Fases de um projeto Condução e coordenação das operações mineiras em superfície Técnicas de abertura de minas a céu aberto. calculo de áreas. volumes e massas Métodos de Lavra Equipamentos para mineração a céu aberto Tipo de depósitos Open Pit Stripping Mining Lavra de rocha ornamental Dragagem Desmonte hidráulico Estradas Desmonte de rochas Trabalho 01 Avaliação 1 Prova 01 17/02/2012 24/02/2012 24/02 e 02/03 09/03/2012 16/03/2012 23/03/2012 30/03/2012 13/04/2012 20/04/2012 .

Cronograma Taludes O que é um talude. quais suas caracteristicas Principais tipos Aplicações em mineração e outras áreas Métodos de contenção Dimensionamento de taludes Estabilidade de taludes Segurança de trabalho em superfície A série NRM (específicas para céu aberto) Equipamentos de segurança Trabalho em altura Trabalho com eletricidade Areas mineradas próximas a áreas urbanas Avaliação 2 Finais Trabalho 02 Prova 02 Avaliação para Competência Avaliação final para Competência 11/05/2012 18/05/2012 25/05/2012 01/06/2012 15/06/2012 de 22 a 28 /06 de 11 a 16/07 04/05/2012 27/04/2012 .

uma avaliação de competência .Avaliação Trabalho (TB) Média do bimestre (MB) Prova (PV) Duas notas em cada bimestre: um trabalho e uma prova Ao final.

o aluno irá para a recuperação (avaliação final para competência) Média do semestre (MS) .Avaliação Média 2º bimestre (MB2) Média 1º bimestre (MB1) Se MS for igual ou maior que 7 (sete) →apto Avaliação de competência (AC) Se for MS menor do que 7 (sete).

Avaliação Média semestral (MS) Média final semestral (MF) Se MF for maior ou igual do que 5 (cinco) →apto Se MF for menor do que 5 (cinco) →conselho de classe Avaliação final para competência (AfC) .

Dúvidas .

Rússia [1] .Por que mineração a céu aberto? Antes: por que minerar? Udachnaya Pipe (Mina de Diamantes).

000 a 1.500 AC – Idade do Bronze 1.500 AC – 1.780 DC – Idade do Ferro 1.000 AC – Idade da Pedra 4.000 a 4.780 a 1945 DC – Idade do Aço Hoje: “Idade do Silício” .. 450..A evolução do Homem pode ser contada pela mineração.

pode constituir-se como fator preponderante para uma resposta positiva do projeto A seleção imprópria tem efeitos negativos na viabilidade da mina Os métodos são limitados pelos equipamentos Devem ser avaliados os aspectos tecnológico.A seleção do método de lavra A seleção do método de lavra: acima de tudo baseia-se em análises econômicas Com base na sua escolha é feito o planejamento do desenvolvimento da operação Numa etapa de maior detalhe. social. econômico e político [2] .

Os impactos causados ao meio ambiente devem ser reduzidos. Ser flexível para adaptar às diversas condições geológicas e à infra-estrutura disponível. Assegurar a máxima recuperação de minério com mínima diluição. o custo unitário. Permitir atingir a máxima produtividade reduzindo.Principais considerações Ser seguro e produzir condições ambientais adequadas para os operários. Permitir condições de estabilidade durante a vida útil. consequentemente. .

por que minerar? .Mas afinal.

Mas afinal. por que minerar? .

por que minerar? .Mas afinal.

Mas afinal. por que minerar? .

.Principais terminologias Termo Minério Teor Estéril Diluição Relação estéril/minério Cobertura (overburden) Descobertura Desmonte de rocha Significado Do latim minera. Quantidade de material de interesse presente na matéria mineral. Material estéril que envolve o minério e que precisa ser removido ou atravessado para o acesso ao mesmo. Processo de desagregação do maciço rochoso para possibilitar o seu carregamento e transporte da frente de lavra. Conjunto de operações necessárias para remoção da cobertura. ppm ou ppb. Efeito de diminuição do teor de minério ocasionado pelo acréscimo de material estéril durante o desmonte da rocha. expresso em % . é um mineral que é economicamente aproveitável para a sua prospecção e exploração industrial. Material associado geologicamente ao mineral de interesse que não possui valor econômico. É o quociente entre a quantidade de estéril e a quantidade de minério calculado para balizar o planejamento do método de lavra a ser empregado.

Terminologia COBERTURA .

Terminologia .

0969 LARGURA DA BERMA ÂNGULO DA BANCADA 70° PÉ ÂNGULO DO TALUDE 38° PISO PISO CONFIGURAÇÃO FINAL DA CAVA CONFIGURAÇÃO OPERACIONAL DA CAVA .Terminologia INTERVALO DA BERMA 178.0795 PISTA / RAMPA 89.0397 BERMA ALTURA DA BANCADA CRISTA FACE 70° ÂNGULO DA BANCADA 41.

Exemplos .

Exemplos .

Butiá/RS .Exemplos Mina do Recreio (mina de carvão).

Exemplos Lavra de rocha ornamental – mármore (Naxos. . Grécia) (Naxos.

Exemplos Ngruev – caulim(Bulgária) .

Exemplos Carvão (Moçambique) .

Exemplos Chuquicamata – cobre (Chile) .

Exemplos Diavik – diamente (Canadá) .

Exemplos Mir – diamante (Rússia) .

Exemplos Bingham Canyon Mine – cobre (Utah EUA) (Utah .

............4.....85% (4º) Caulim ........................9..73% (3º) Magnesita .............48% (5º) Estanho ....12% (3º) Vermiculita ...........................73% (5º) Rochas ornamentais................17% (2º) Nióbio................7..........................12.......................17% (2º) Alumínio....8% (3º) Grafita ....................................Principais minerais extraídos a céu aberto no Brasil Ferro..5.................5..21% (2º) Tantalita............................95% (1º) Manganês.......................4% (3º) Crisotila ...........6% (5º) Calcário →cimento Areia →construção civil Brita →construção civil ..........4.

wikipedia. 3.htm 4.com/2009/01/o-regime-militar-de-1964. http://www.JPG 5. coal.JPG .br/images/stories/LAVRA%202. Eduardo Jorge Lira.ufrgs. 3. n. BONATES.mining-technology.html 10. 2. http://ueba. Alexandre José Buril de. http://www. MACEDO.esg. www.dickenson411.bosmin.html (acesso em 17 de fevereiro de 2010).Bibliografia citada e consultada 1. v. doi: 10. www. 54.br/discpl_grad/lavra_ceu_aberto/lavra_ceu_aberto.blogspot.lapes.br/scielo.org/pitmining. Rem. http://pt.ca/image/mining-schematic 7. July 2001 .com.com/OS/os1.php?script=sci_arttext&pid=S037044672001000300010&lng=en&nrm=iso>. Ouro Preto. Minas. Seleção do método de lavra: arte e ciência.html 6.com/projects/greenhills/ 8. http://novahistorianet. Rev. Arlindo José. 2010.php/t88697.html 9.com. BAZANTE.1590/S0370-44672001000300010. access on 17 Feb. Esc.org/wiki/Ficheiro:Naxos_Marble. www.scielo.br/forum/lofiversion/index. Available from <http://www.copelmi.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->