P. 1
Fenda da Tunadaval

Fenda da Tunadaval

|Views: 187|Likes:
Publicado porfredericogarrido7

More info:

Published by: fredericogarrido7 on May 25, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/22/2012

pdf

text

original

Relatório de Pratica de Campo 2012

Nome: Frederico Garrido 2º Ano diurno Geografia ISCED Objectivo geral: associar a teoria à prática Objectivo específico: indicar as questões inerentes a origem, evolução e importância da Fenda da Tundavala Disciplina: Geologia Geral e Histórica Métodos de investigação: Observação, analítico e comparativo Meios de investigação: caderneta de campo, esferográfica, lápis, recipientes (para colocar a mostra), máquina fotográfica, martelo geológico, o GPS e bússola. Hora de partida: 7horas e 45 minutos Hora de chegada: 15 horas e 36 minutos Local de estudo: Miradouro da Fenda da Tundavala Participantes: Estudantes do ISCED do curso de Geografia diurno / poslaboral e do ISPRA curso de Engenharia Ambiental. Tema: Bacias e redes hidrográficas. Composição química e física da água. Tipos de águas, Tipos de actividades Introdução: O acesso por terra é feita pela via da N´gola. A Fenda da Tundavala é uma região que se encontra cerca de 1200 m de altitude em relação ao nível médio das as águas do mar, situado na Serra da Chela, a 18 km do Lubango, na província da Huíla, em Angola. Origem: é provavelmente resultado de movimentos de placas tectónicas (sinclinais) que originaram esta falha ou depressão. Localização: Coordenadas geográficas  Latitude sul 14 59’ 07’’  Longitude este 13 22’ 52’’ Relevo: é caracterizado ou identifica-se como uma falha ou depressão acentuada com cerca de 1000 m de profundidades aproximadamente. Paisagem: Aqui se desfruta uma paisagem magnífica que se estende por dezenas de quilómetros… e uma vegetação esverdeada, existência de vários

1

ISCED – Huíla /Curso: Geografia / Disciplina: Geologia Geral e Histórica /2º Ano – diurno

Relatório de Pratica de Campo 2012
tipos de rochas modificado os agentes externos os ventos, chuvas, pelo homem que nela explora demasiado nesta região. Tipo de flora: estepe arbustiva e frondosa. Tipo de ventos: ventos periódicos com uma velocidade de 4 à 5 km/h Clima: modificado pela altitude e o clima temperado; por causa de sua altitude provavelmente há presença de chuvas orográficas.

Bacias e redes hidrográficas Verificamos a existência de prováveis antigas linhas de águas, intermitência (rio intermitente – que transporta o seu curso de água na estação chuvosa) águas superficiais (pequenos vales superficiais), aguas subterrâneas devido da composição química e física que apresentam seus solos (a Litosfera desta região). Tipos de águas  Antigas linhas de água: provisórias transportando água na época de chuva.  Intermitência ou intermitente (perenes): encontramos à uns 600 metros aproximadamente a sudeste do miradouro da Fenda, indicio que na estação chuvosa há curso de água arrastando e arrancando os pequenos arbustos e calhaus.  Aguas permantes: à uns 400 metros de distancia aproximadamente.  Águas superficiais: observarmos a este um pequeno curso de água cuja, a nascente não fica muito distante daí.  Lenços freáticos: prováveis lenços  Águas subterrâneas: vimos alguns poros no solo, indícios de uma possível infiltração da água algumas rochas cársicas ou calcarias.

2

ISCED – Huíla /Curso: Geografia / Disciplina: Geologia Geral e Histórica /2º Ano – diurno

Relatório de Pratica de Campo 2012

Composição química e física da água  Composição química: presença de cloreto de sódio, calcário (cálcio)

 Composição física: a água ganhou um coloração verde acastanha devido a composição das rochas.

Tipos de actividades Praticam-se mas a actividade turística devido a rara beleza que o lugar oferece, pouca ou nenhuma actividade agropecuária mas, à poucos kilômetros da Fenda pratica-se a agricultura e criação de gado, por causa de seu solo que é bastante rochoso e o capim também não favorece para alimentação do gado pois tem propriedades físicas e químicas diferente do capim normal, há muita exploração dos recursos naturais por parte do homem principalmente das rochosas que são usados na engenharia de construção civil e o abate de

3

ISCED – Huíla /Curso: Geografia / Disciplina: Geologia Geral e Histórica /2º Ano – diurno

Relatório de Pratica de Campo 2012
arvores para a produção do carvão, e que pode causar consequência graves tanto, na topografia como a da flora e da fauna deste local.

Conclusão
Foi proveitosa essa actividade porque sabemos que têm uma grande importância, pois possibilitam uma observação directa daquilo que se aprende teoricamente. Ela dá a possibilidade ao estudante de criar suas próprias ideias, dar opiniões e sugestões sobre tudo aquilo que observa. Como se não bastasse essa actividade permitiu um intercâmbio com os nossos colegas do curso de Geografia pós laboral e os estudantes do ISPRA curso de Geografia Ambiental facilitando a investigação e promovendo um estudo aprofundado dos fenómenos naturais. Também foi bom porque trocamos ideias relacionados com o vasto campo das geociências fizemos novos amigos, em fim criou-se um ambiente salutar de amizade e familiar seio dos estudantes. Obrigado doutor Neto1 por implementar no programa, actividades como essa.

Sugestões: - Por ser uma zona turística devido a beleza que oferece sugerimos algumas campanhas de limpeza regular para preservar o meio em si, porque os resíduos ali deixado podem num futuro breve pode provocar alterações contaminando o próprio solo prejudicando assim o ambiente. - Sugerimos também uma fiscalização constante no local de forma, que o visitante (no caso, o turista) pague um valor monetário que pode servir para a manutenção gerando, assim uma fonte de receita para o estado.
1

Phd engenheiro geólogo Sahando Neto professor da disciplina de Geologia Geral e Histórica do ISCED.

4

ISCED – Huíla /Curso: Geografia / Disciplina: Geologia Geral e Histórica /2º Ano – diurno

Relatório de Pratica de Campo 2012
- Proibição ao abate de árvores indiscriminadamente na produção de carvão e também de inertes o que pode provocar o desequilíbrio ecológico. - Colocar balneário no local do miradouro da fenda.

5

ISCED – Huíla /Curso: Geografia / Disciplina: Geologia Geral e Histórica /2º Ano – diurno

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->