Você está na página 1de 2

30/08/11 ATOS ILCITOS ART. 186 a 188 C.C.

Anlise dos pressupostos do dever de indenizar (Responsabilidade Civil) em mbito extracontratual Responsabilidade Civil extracontratual - aquela que independe da existncia de uma relao jurdica pr-existente. O ato ilcito decorre do dever geral (imposto a todos ns) de no causar danos s outras pessoas.

Pressupostos Conduta da Pessoa ao (ativa) - Comissiva omisso (passiva) Omissiva Voluntria, Negligncia ou Imprudncia Voluntria (Intencional) - Dolo Negligncia ou Imprudncia Modalidade de culpa

Obs.: O ato ilcito requer que a conduta seja dolosa (voluntria intencional) ou culposa (involuntria, porm praticada sem a observncia dos cuidados exigidos normalmente das pessoas que se encontrem diante daquelas mesmas circunstncias).

Nexo causal ou nexo de casualidade a relao de causa e efeito que deve existir entre a conduta do agente e o dano verificado. Dano o resultado decorrente de determinada conduta. Moral (No patrimonial) leses aos direitos da personalidade. Material (Patrimonial) quando afeta de fato o patrimnio.

Moral afeta em primeiro plano direito e interesses de contedo no patrimonial

Obs.: aquele que - qualquer pessoa representa o destinatrio da norma que deve ser necessariamente um pessoa (pessoa fsica ou jurdica

01/09/11 O artigo 188 do CC apresenta situaes excepcionais nas quais embora se verifique a presena dos elementos do artigo 186 (ato ilcito) no se verificar a ilicitude de determinadas condutas. Excludentes de Ilicitude Os praticados em legitima defesa; Exerccio regular de um direito (reconhecido); Estado de necessidade (II e nico) ilicitude ensejaro a excluso da

Nem sempre as excludentes de responsabilidade civil (art. 929 e 930)

O ato ilcito o pressuposto da responsabilidade civil subjetiva. Nesta modalidade de responsabilidade civil h a necessidade de se provar que a conduta do agente foi dolosa ou culposa. Caracteriza-se como a regra geral do sistema da responsabilidade civil. (Art. 927, caput). H, contudo, outra modalidade de responsabilidade civil, que independe da verificao de culpa do agente. Trata-se da responsabilidade civil objetiva (art. 927 nico).