P. 1
CAPÍTULO 02 vivencia crista

CAPÍTULO 02 vivencia crista

|Views: 1.417|Likes:
Publicado porferreirappf

More info:

Published by: ferreirappf on Jun 06, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/04/2014

pdf

text

original

CAPÍTULO 02

RESPOSTAS

1)

2)

3)

4)

5)

6) 7)

relacionamentos que temos no trabalho, nos estudos, onde moramos, todas as pessoas com quem convivemos, e que ainda não fazem parte da igreja de Cristo, poderão ser influenciadas, através do testemunho que seus membros darão. Preconceitos, de toda espécie, seja ele religioso, racial, social, são capazes de desfazer um bom relacionamento, à medida que discriminam um ser humano, sem olhar suas qualidades; reações rancorosas afetam os relacionamentos, que se não forem desfeitas através do perdão, podem levar a sérias conseqüências tais como a vingança, depressão, morte; orgulho é a comprovação da falta de Cristo na vida daquele que o exerce. Através do divórcio, homens que não sabem governar a própria casa, filhos desobedientes, família que nem sequer se conhecem casamentos entre homo sexuais. Esposo de uma só mulher, não violento, hospitaleiro, que governe bem a própria casa, que crie os filhos sob disciplina, com todo respeito. As semelhanças podem ser: proporcionar cobertura, estabelecer direitos e deveres, obrigações financeiras; as diferenças: nenhuma autoridade humana pode sobrepor à autoridade divina, a civil descreve os direitos e deveres para com a sociedade, enquanto a espiritual nossos direitos e deveres para com Deus e as autoridades eclesiásticas. Cumprir com os deveres de cidadão, como exemplo pagar impostos, cumprir a lei, prestar obediência as autoridades estabelecidas. Através da vida profissional, somos capazes de proporcionar a alimentação e o bem estar de nossa família, no âmbito da Igreja tendo condições de contribuir com dízimos e ofertas, a na vida pessoal através de um bom testemunho, proporcionar um bom relacionamento com nossos colegas e chefes, aproveitando as oportunidades para levar o Evangelho.
Os

8) Direitos dos empregadores: receber do trabalhador por todo período de tempo para o qual foi contratado, que o trabalhador exerça as habilidades que comprovou possuir; Deveres dos empregadores: tratar com humanidade os seus empregados; não defraudar seus empregados no que diz respeito ao salário. Direitos dos empregados: conceder seus serviços pelo período de tempo para o qual foi contratado; as habilidades devem ser usadas na íntegra pelo empregado na consecução dos objetivos para sua função. Deveres dos empregados: respeitar seus empregadores, e fazer jus aos seus vencimentos.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->