P. 1
SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA 4ª SÉRIE

SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA 4ª SÉRIE

|Views: 5.142|Likes:

More info:

Published by: Teresa Cristina Flordecaju on Jun 08, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/18/2013

pdf

text

original

SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA 4ª SÉRIE/ 5º ANO Escola: _____________________________________________________ Aluno(a): ___________________________________________________ ________________________________________________________________________________

A borboleta amarela Era manhã de junho O sol de outono bateu em cheio Nas pétalas brancas da margarida. No calor que fazia Uma borboleta amarela Quase da mesma cor do miolo da flor Achou muito natural Pousar por ali – E as asas ficaram com ares de babados. Naquela confusão - De cores amarelas O vento arregalou Uns olhos muito grandes Que se deixou ficar sorrindo na margarida Por um bom tempo. SOUSA, Teresa Cristina Cerqueira de. Disponível em:
http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/coment_recebidos/index.php

_____________________________________ O gatinho

Miau-miau O gatinho Com pelos e unhas Chega perto do jarro E cheira de mansinho As flores brancas Ah, um gatinho cinza Tão singelo e abandonado Fiquei ali olhando Por uns minutos Antes de ir ao trabalho Foi quando de repente Resolvi pegá-lo E levar para casa Miau-miau Como ele é fofinho! SOUSA, Teresa Cristina Cerqueira de Sousa. Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos. Vol. 90. Junho de 2012. Disponível em:
http://www.camarabrasileira.com/apol90023.htm

____________________________________ 01 A autora nos fala da natureza. Para tanto, podemos supor que a cena se passa (A) num parque. (C) num jardim. (B) numa igreja. (D) na cidade grande. _____________________________________ 02 No real-imaginário da autora, ela nos fornece um órgão dos sentidos para o vento: “Uns olhos muito grandes” (v. 13). Esse elemento nos traz (A) a sensação de que o vento é um lobo. (B) a impressão de um furação. (C) mais material para construir/ver a história poética. (D) uma relação mentira-verdade. _____________________________________ 03 No trecho: “Que se deixou ficar sorrindo na margarida”, a expressão sublinhada significa, em relação à ação do vento, uma sensação de (A) movimento (B) tristeza (C) confusão (D) silêncio

_____________________________________ 04 Nesse poema, há uma suave sensação do prazer de se ver um gatinho. O verso que representa a imitação desse prazer é (A) O gatinho (v. 2). (B) E cheira de mansinho (v. 5). (C) Tão singelo e abandonado (v. 8). (D) Miau-miau (v.15). _____________________________________

05 Ao final do texto, fica a ideia de que ( ) o gatinho ganhou um lar. ( ) o gatinho permanece abandonado. ( ) o leitor não entra no clima da narrativa poética. ( ) o gatinho não tem como parar de miar. _____________________________________ 06 No trecho “Foi quando de repente Resolvi pegá-lo E levar para casa” (v. 12-14) A expressão destacada contém uma ideia de (A) lugar (C) modo (B) dúvida (D) tempo _____________________________________ 07 O texto nos dá conta de ações realizadas pelo eu poético. A complementação dessas ações vem no verso (A) “Fiquei ali olhando” (v. 3) (B) “Resolvi pegá-lo” (v. 13) (C) “E levar para casa” (v.14 ) (C) “Como ele é fofinho!” (v. 16) _____________________________________ Menino da roça Menino: No alto da porteira Espera o sol chegar Para entregar-se ao dia. As manhãs são sempre boas Para fingir ser passarinho De um canto ingênuo Onde os sonhos são raios de luz. A felicidade é simples – Um céu aberto de jardins azuis Um riacho tão puro, feito de água da chuva, Um cachorro, uma rede na varanda. De vez em quando raspa um doce na panela E em plena tarde, corre no terreiro,

(O cheiro de mato verde) Depois o brilho dos vagalumes Numa harmonia da noite (E tudo isso eu conheço). SOUSA, Teresa Cristina Cerqueira de. Disponível em: http://www.recantodasletras.com.br/escrivani nha/coment_recebidos/index.php _____________________________________ 08 No poema há vários elementos que se relacionam. A única palavra que não tem relação com o grupo é (A) dia (B) varanda (C) manhã (D) noite _____________________________________ 09 As palavras têm, às vezes, a função de trazer imagens. O verso que dá mais imagem é ( A) “Espera o sol chegar” (v. 3) ( B) “A felicidade é simples –“ (v. 9) ( C) “Um céu aberto de jardins azuis” (v. 10) ( D) “(O cheiro de mato verde)” (v. 15) _____________________________________ 10 O texto tem a finalidade de ( A) compartilhar com o leitor um pouco do espaço da roça. ( B) dar uma informação. ( C) relatar uma noite na roça. (D) mostrar que a autora tem sentimentos. _____________________________________ Teresa Cristina Cerqueira de Sousa é natural de Piracuruca – PI. Formada em Letras – Português pela UESPI, adora haicais e Literatura Infantil. Alguns blogs:
http://teresacristinaflordecaju.blogspot.com.br/
http://www.recantodasletras.com.br/autores /flordecaju

http://sonetosteresacristinaflordecaju.blogspot.c om.br/

E-mail: teresacristinaflordecaju61@gmail.com Gabarito: 1 - C , 2 - C , 3 - A, 4 - D, 5 - A, 6 -A, 7- C, 8 - B, 9 -.C, 10- A

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->