P. 1
Exercicios 2 e 3 Ano

Exercicios 2 e 3 Ano

Views: 3.910|Likes:
Publicado porIara Soares Rocha

More info:

Published by: Iara Soares Rocha on Jun 08, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/05/2014

pdf

text

original

Assunto: Soluções 1. (FMTM-MG) Uma bisnaga de xilocaína a 2%, de massa total 250g, apresenta quantos gramas de solvente?

a) 0,5g b) 20g c) 24,5g d) 245g e) 240g 2. (PUC-SP) Tem-se um frasco de soro glicosado, a 5,0% (solução aquosa de 5,0% em massa de glicose). Para preparar 1,0Kg desse soro, quantos gramas de glicose devem ser dissolvidos em água? a) 5,0x10-2 b) 0,50 c) 5,0 d) 50 e) 5,0x102 3. (FEI-SP) As massas de H2C2O4 e H2O que devem ser misturadas respectivamente para preparar 1000g de solução a 5% de H2C2O4 são: a) 60 e 940g b) 90 e 910g c) 50 e 950g d) 108 e 892g e) 70 e 930g 4. (FESP-SP) Foram misturados 160g de etanol com 320g de água. Sabendo que as densidades do álcool e da solução são, respectivamente, iguais a 0,80g/ml e 0,96 g/ml, pode-se afirmar que o teor em volume de etanol na solução é de: a) 30% b) 40% c) 70% d) 65,5% e) 50% 5. (UFRN) Concentração molar significa a razão entre: a) a massa do soluto e massa da solução. b) número de moles do soluto e massa do solvente, em quilogramas. c) massa do soluto e massa do solvente. d) número de moles do soluto e volume da solução, em litros. e) número de moles do soluto e número de moles da solução. 6. (UFCE) "...Os legumes também devem ser colocados de molho com a casca, durante 30 minutos numa solução de um litro de água com uma colher de sopa de água sanitária." O texto refere-se a recomendações que o jornal Folha de São Paulo (29/11/1991) faz para se evitar contaminação pelo bacilo do cólera. Se uma colher de sopa tem capacidade para 10 mL e a água sanitária usada contém 37,25g de hipoclorito de sódio (NaClO), por litro de produto, a solução para lavar os legumes tem molaridade aproximadamente igual a: a) 0,005 b) 3,725 c) 0,745 d) 0,050 e) 0,372 7. (UFMG) Uma cozinheira bem informada sabe que a água contendo sal de cozinha dissolvido ferve a uma temperatura mais elevada que a água pura e que isso pode ser vantajoso em certas preparações. Essa cozinheira coloca 117g de NaCl em uma panela grande. Assinale a alternativa que indica corretamente o volume, em litros, necessário de água para a cozinheira preparar uma solução 0,25M de NaCl. a) 0,125 b) 2,00 c) 8,00 d) 29,3 e) 0,372 8. (FUVEST) A concentração de íons fluoreto em água de uso doméstico é de 5,0x10-5 mol/L. Se uma pessoa tomar 3,0L dessa água por dia, ao fim de um dia a massa de fluoreto, em miligramas, que essa pessoa ingeriu será igual a:

a) 0,9 b) 1,3 c) 2,8 d) 5,7 e) 1,5 9. (UFCE adaptado) Observe a tabela a seguir e assinale a molaridade das soluções nos três balões volumétricos. a) 0,1M b) 1M c) 10M d) 0,01 e) 0,001 10.(FCC-BA) Um béquer contém 10mL de solução aquosa 0,10 mol/L de sulfato de cobre II (CuSO4). Deixado em ambiente ventilado, após alguns dias restam no béquer apenas cristais do sal CuSO4.5H2O. Que quantidade, em mol, se formou desse sal? a) 1,0 b) 1,0x10-2 c) 1,0x10-3 d) 1,5x10-2 e) 1,5x10-3 11.(UFMG) Soluções são preparadas dissolvendo-se, separadamente, 100mg de LiCl, NaCl, NaHCO3, Na2CO3 e K2CO3 em 0,10 L de água. A solução que terá a maior concentração (mol/L) será a de: a) LiCl b) NaCl c) NaHCO3 d) Na2CO3 e) K2CO3 12. (Vunesp-SP) Dissolveram-se 2,48g de tiossulfato de sódio pentahidratado (Na2S2O3.5H2O) em água para obter 100cm3. A molaridade dessa solução é de: a) 0,157 b) 0,100 c) 0,000100 d) 1,00 e) 0,000157 13. (UFRN) A concentração molar M da glicose (C6H12O6) numa solução aquosa que contém 9g do soluto em 500mL de solução é igual a: a) 0,01 b) 0,10 c) 0,18 d) 1,00 e) 1,80 14. (UFAC) A molaridade de uma solução aquosa que contém 36,5g de ácido clorídrico (HCl) dissolvido em água até completar 2 litros de solução é igual a: a) 0,5M b) 1,0M c) 1,5M d) 2,0M e) 2,5M 15. (UFMG) Uma solução 0,1mol/L de um hidróxido alcalino MOH é preparada dissolvendo-se 0,8g de hidróxido MOH em 200mL de solução. A fórmula do hidróxido é: a) CsOH b) KOH c) LiOH d) NaOH e) RbOH 16. (Vunesp-SP) No ar poluído de uma cidade, detectou-se uma concentração de NO2 correspondente a 1,0x10-8 mol/L. Supondo que uma pessoa inale 3L de ar, o número de moléculas de NO2 por ela inaladas será igual a: a) 1,0x108 b) 6,0x1015

c) 1,8x1016 d) 2,7x1022 e) 6,0x1023 17. (FCC-BA) Qual dos sais abaixo, ao se dissolver em água, forma soluções em que a concentração em mol por litro do ânion é igual à do cátion? a) MgCl2 b) NaNO3 c) K2SO4 d) BaF2 e) Li3PO4 18. (Fuvest-SP) Comparando soluções aquosas 0,01 molar das substâncias I-cloreto de magnésio II- Cloreto de amônio III- sulfato de amônio IV-cloreto de potássio V-cloreto de hidrogênio Conclui-se que apresentam igual molaridade de um mesmo íon as soluções das substâncias: a) I e II b) I e IV c) I e V d) II e III e) II e IV 19. (Cesgranrio-RJ) Em um balão volumétrico de 500mL foram colocados 9,6g de MgCl2 , sendo o volume completado com H2O destilada. Sabendo que o MgCl2 foi totalmente dissolvido, assinale a concentração aproximada de íons Mg+2 nessa solução: a) 0,05M b) 0,1M c) 0,2M d) 0,4M e) 3,2M 20. (ITA-SP) Qual o valor da massa de sulfato de ferro III anidro que deve ser colocada em um balão volumétrico de 500mL de capacidade, para obter uma solução aquosa 20 milimol/L em íons férricos, após completar o volume do balão com água destilada? a) 1,5g b) 2,0g c) 3,0g d) 4,0g e) 8,0g 21. (ITA-SP) Uma determinada solução contém apenas concentrações apreciáveis das seguintes espécies iônicas: 0,10 mol/L de H+(aq); 0,15 mol/L de Mg+2(aq); 0,20 mol/L de Fe+3(aq); 0,20 mol/L de SO4-2(aq) e x mol/L de Cl-(aq). Com base nessas informações, é possível afirmar que o valor de x é igual a: a) 0,15 mol/L b) 0,20 mol/L c) 0,30 mol/L e) 0,60 mol/L d) 0,40 mol/L 22. (Cesgranrio-RJ) A concentração de cloreto de sódio na água do mar é, em média, de 2,95g/L. Assim sendo, a concentração molar desse sal na água do mar é de aproximadamente: a) 0,050 b) 0,295 c) 2,950 d) 5,000 e) 5,850 23. (UFMG) Qual é a concentração comum de uma solução aquosa de hidróxido de sódio (NaOH), cuja molaridade é de 0,04M? a) 160g/L

0 Ácido sulfúrico 1.30 e 27.6g/L d) 40g/L e) 0. A porcentagem em massa do soluto e a concentração (em g/L) da referida solução são. que deve ser adicionado a 80 mL de solução aquosa 0. deve ser igual a: a) 0.50 d) 0. respectivamente. iguais a: a) 13.6 g/L? a) 4.30 e 13.00 b) 4.53 e) 1.06 e 1.0 c) 10 e 106. A concentração da solução resultante. (Vunesp-SP) Pipetaram-se 10 mL de uma solução aquosa de NaOH de concentração 1.020 c) 0.10 e) 0.b) 16g/L c) 1. em mL.4 d) 25 e 225. é de: a) 5.70 d) 7. pela adição de 25g de H2SO4 a 225g de água.35 26. Em seguida.064g/mL.06 c) 27. iremos obter uma solução de concentração molar igual a: a) 0.6 b) 1.0 27.0 As concentrações molares das soluções hidróxido de sódio e ácido sulfúrico são. de densidade igual a 1.30 b) 14.00 e) 7.70 78.10 25. (Fuvest-SP) Se adicionarmos 80mL de água a 20mL de uma solução 0.010 b) 0.04g/L 24.0x10-2 d) 0.0x10-2 c) 5. (UFCE) Qual é a molaridade de uma solução aquosa de etanol (C2H6O).20M de hidróxido de potássio.0 e) 10 e 25. em mol/L.0 mol/L.43 e 1.040 .20 29. (UFES) Temos as seguinte soluções concentradas: Solução Densidade (g/ml) Porcentagem em massa Hidróxido de sódio 1. respectivamente. até um volume final de 400mL.0x10-3 b) 2.5 e 49.8 b) 1 c) 20 d) 80 e) 100 28.50 30. para que a solução resultante seja 0.20 e) 0. adicionou-se água suficiente para atingir o volume final de 500mL. cuja concentração é de 4.25 c) 5.1M de uréia.050 d) 0. (UFES) Submetendo-se 3L de uma solução 1M de cloreto de cálcio à evaporação.0 c) 0.08M.025 e) 0.35 d) 14. iguais a: a) 25 e 98 b) 22.53 e 14. (UFRN) O volume de água. (FAAP-SP) Prepara-se uma solução aquosa de ácido sulfúrico. sua concentração molar será igual a: a) 3.43 40.

5 mol/l E) 5. 06 – Se adicionarmos 80mL de água a 20mL de uma solução 0.DILUIÇÃO E MISTURA DE SOLUÇÕES 01 – Em um laboratório havia um balão volumétrico com 200ml de NaOH com concentração igual a 5mol/l.51 M e 0. a concentração da solução final é 1.3mol/l. Contudo. O volume final da solução será de 500ml. a massa do soluto não varia no processo da diluição 08.3M do ácido. 16.30 M e 0. Ao se misturar 200. D) Tomar cinqüenta mililitros da solução disponíveis e adicionar mais duzentos e cinqüenta mililitros de água destilada. para obter-se uma solução final de concentração 50%? A) 200 mL B) 400 mL C) 600 mL D) 800 mL E) 1600 mL 04 – A molaridade de uma solução X de ácido nítrico é o triplo da molaridade de outra solução Y do mesmo ácido. 32. em uma diluição ocorre o aumento da concentração da solução 03 – Os médicos recomendam que o umbigo de recém-nascidos seja limpo.17 M D) 0. no comércio.75 M e 0.040 E) 0.0 mol/l C) 2.0 mL da solução X com 600. então. A solução final da solução será 3.5 mol/l B) 2. Durante a diluição verifica-se um aumento da massa da solução. A este balão foram adicionados 300ml de H2O. o álcool hidratado é geralmente encontrado na concentração de 96% de volume de álcool para 4% de volume de água. a concentração comum da solução final é 64 g/L 04. E) Usar diretamente no paciente 125mL da solução já disponível. respectivamente: A) 0. Ocorreu uma diluição da solução inicial. Com relação a solução resultante podemos afirmar que: 01. a massa da solução aumenta durante a diluição.020 C) 0.0 mL da solução Y.050 07 – Qual a molaridade de uma solução de hidróxido de sódio formada pela mistura de 60ml de solução a 5M com 300ml de solução a 2M? A) 1.45 M e 0.25 M E) 0. Pode-se afirmar.15 M C) 0.025 D) 0. 02. 04. obtém-se uma solução 0. C) Tomar cem mililitros da solução disponível e reduzir o volume de água à metade pela evaporação. é preciso realizar uma diluição.20mol/L de hidróxido de potássio.6 mol/L 02. A massa do soluto antes e depois da adição da água permaneceu a mesma. 08.010 B) 0.60 M e 0. Para obter a solução desejada ele deveria: A) Dobrar o volume da solução disponível em seu consultório com água destilada. B) Adicionar à sua solução somente meio litro de água destilada.0 mol/l . 16.20 M B) 0. Logo. 02 – Em um laboratório existe um recipiente com 400 mL de NaOH com concentração igual a 4 mol/L a essa solução foram adicionados 600 mL de água.5 mol/l D) 3. Com a adição da água a concentração da solução aumenta. Ele dispunha no consultório de 250mL de uma solução aquosa a 40 gramas/litro. que as molaridades das soluções X e Y são. obteremos uma solução de concentração mol/L igual a: A) 0. Podemos afirmar baseado nessas informações que: 01.10 M 05 – Um dentista precisava obter uma solução aquosa de fluoreto de sódio (flúor) na concentração de 20 gramas/litro para ser usado por um paciente no combate e prevenção da cárie. usando-se álcool a 70%. Qual o volume de água pura que deve ser adicionado a um litro (1 L) de álcool hidratado 80%.

5M é: A) 1.40M d) 1. O volume final será: A) 100mL B) 150mL C) 200mL D) 250mL E) 300mL 10 – Adicionando-se 100mL de água a 400mL de uma solução 3M de sulfúrico cuja concentração comum é: A) 2.352 g/L H 2 SO4 .5M.25 B) 2.5M de KOH a 150mL de solução 0. obtém-se uma solução de ácido 11 – Juntamos 500mL de solução 0.2 d) 3.0 13 – Misturam-se 150mL de solução 2.30M 12 – A molaridade da solução obtida pela adição de 250mL de ácido sulfúrico 2.5 C) 4.20M B) 0.5M da mesma base.0M a 250mL de ácido sulfúrico 0.2 g/L D) 23. adicionamos água até completar 1.52 g/L E) 2.0 litro.50M c) 0.50M C) 0. À solução obtida.5M 14 – 50mL de ácido sulfúrico 1M devem ser diluídos de maneira a obter-se uma solução 0.08 – Juntamos 500mL de solução 0.30M 09 – 50mL de ácido sulfúrico 1M devem ser diluídos de maneira a obter-se uma solução 0.50M de NaOH .0 D) 2.00M e) 0.40M D) 1.0 E) 3. obtém-se uma solução de ácido .00M E) 0. adicionamos água até completar 1.40M de NaOH a 400mL de solução 0.4 mol/L B) 24 mol/L C) 235. Essa solução final terá molaridade: A) 0. Essa solução final terá molaridade: a) 0.5M. A molaridade da mistura resultante é: A) 2M B) 1M C) 0.9 H 2 SO4 .5M D) 3M E) 1.40M de NaOH a 400mL de solução 0. O volume final será: a) 100mL b) 150mL c) 200mL d) 250mL e) 300mL 15 – Adicionando-se 10mL de água a 400mL de uma solução 3M de sulfúrico cuja molaridade é: a) 3 b) 6 c) 1. À solução obtida.50M de NaOH .6 e) 2.20M b) 0.0 litro.

III.dm-3 em sacarose e 30 gramas de gelo picado. adicionamos água até completar 1.20 mol/L c) Na2SO4 de concentração 0. 19. T3 e T4 correspondem. ≤.3N de modo a torná-la 18-100mL de solução de hidróxido de sódio são diluídos em água destilada até a molaridade de solução se reduzir à metade da concentração inicial. A pressão de vapor de um liquido depende das forcas de interação intermoleculares. obtiveram apresentam as seguintes propriedades: . 20-Calcule a massa do soluto presente na solução obtida na mistura de 250mL de Ca(OH) 2 2.5 mol.16 – 100mL de solução de hidróxido de sódio são diluídos em água destilada até a molaridade de solução se reduzir à metade da inicial. (ITA/99) Considere que sejam feitas as seguintes afirmações em relação a pressão de vapor saturante de líquido e/ou sólidos: I.10 mol/L d) Glicose (C6H12O6) de concentração 0. O conteúdo de cada garrafa esta em equilíbrio térmico. Considere que as temperaturas T1. 2. =. (PUC/98) Os medicamentos designados por A.10 mol/L b) KBr de concentração 0. b. As pressões de vapor da água liquida e do gelo tem o mesmo valor a 10°C II. Adicionando-se água a cada um desses medicamentos. B.50 mol/L e) HNO3 de concentração 4. Calcule: a) A concentração molar da solução final. (UNICAMP/97) Considere quatro garrafas térmicas contendo: Garrafa 1: 20 gramas de água liquida e 80 gramas de gelo picado. V. II. No ponto triplo da água pura. Calcule o volume de água que foi adicionado a essa solução. À solução obtida. Garrafa 3: 50 gramas de água liquida de gelo picado. IV e V 3. 17-Calcule o volume de água a ser adicionado a 100cm3 de solução aquosa de 0.5mol/L. Garrafa 4: 70 gramas de solução aquosa 0. Justifique a escolha da menor temperatura. III e V d) II. T2.Juntamos 400mL de solução 0. ≥. O volume de água adicionado deverá se _______ litros. PROPRIEDADES COLIGATIVAS 1.0 litro. IV e V e) I.C e D são indicados para o tratamento de um paciente. a pressão de vapor do gelo tem o mesmo valor que a pressão de vapor da água liquida. HNO3 0. II. as garrafas e 4. III.50M de HNO3 a 200mL de solução 0. Tanto a pressão de vapor de líquidos como a de sólidos aumentam com o aumento da temperatura. III.0mol/L a 250mL de Ca(OH)2 0. usando os símbolos adequados dentre os seguintes: >.5 mol. IV. (VUNESP/98) A solução aquosa que apresenta menor ponto de congelamento é a de: a) CaBr2 de concentração 0. em cada caso a temperatura do solido e igual a do liquido. isto e. <. respectivamente.1N. a.10M deHNO3. A pressão de um vapor em equilíbrio com o respectivo liquido independe da extensão das fases gasosa e liquida. Ordene essas temperaturas de maneira crescente. Garrafa 2: 70 gramas de solução aquosa 0. b) A concentração comum em g/L da solução final.dm-3 de NaCl e 30 gramas de gelo picado. Qual das opções abaixo se refere a todas afirmações corretas? a) I e II b) I e IV c) I.

d) 0. ele murcha. (Fuvest-SP) Numa mesma temperatura. (Vunesp-SP) A uma dada temperatura. C e D b) A. b) 0. Assinale a alternativa errada: a) O liquido mais volátil e o A b) A pressão de vapor do liquido B e maior que a do liquido C para uma mesma temperatura c) A temperatura de ebulição a 1atm do liquido C e 120°C d) A temperatura de ebulição no pico do monte Everest (240mmHg) do liquido A e 20°C e) As forcas intermoleculares do liquido A são mais intensas em relação aos demais líquidos 10. o ovo. a casca do ovo se dissolve no vinagre. 6. B e C. incha quando mergulhado em água. 11. Explique. c) 0. possui a menor pressão de vapor a solução aquosa: a) 0. sem casca. Se o ovo.1 mol/L de sacarose.Assinale a alternativa medicamentos que poderiam ser injetados na corrente sanguínea sem causar danos. a) A. C e D d) B e D e) A e C 5. Apos algum tempo. B. (VUNESP/99) Quando um ovo e colocado em um béquer com vinagre (solução diluída de acido acético) ocorre uma reação com o carbonato de cálcio da casca.1 mol/L de hidroxido de sodio. sem a casca. por que: a. a casca e dissolvida. conforme for necessário. B e D c) B.2 mol/L de sacarose. b. for imerso numa solução aquosa de cloreto de sódio (salmoura). foram medidas as pressões de vapor dos três sistemas a seguir. e murcha quando mergulhado em salmoura.1 mol/L de acido cloridrico. . e) 0. utilizando equações químicas balanceadas e propriedades de soluções. O diagrama abaixo se refere a três líquidos A. mas a membrana interna ao redor do ovo se mantêm intacta.2 mol/L de acido cloridrico.

de três amostras. c) solução. c) y = 105. nao necessariamente nessa ordem. Pode-se concluir que. z = 106. respectivamente. (UFPE) O gráfico abaixo representa a pressão de vapor (eixo das ordenadas). z = 108. (UFRS) Considere o gráfico a seguir. as pressões de vapor dos sistemas: a) x = 105. para esses três sistemas.) e duas amostras liquidas A e B.4.0. e) z = 105. b) y = 105.2. Tais valores são. que representa as variações das pressões máximas de vapor da água pura (A. II e III. em função da temperatura. x = 106. contendo 100 mL de suco de limão e 50 g de açúcar. em água. em função da temperatura (eixo das abscissas). e) na temperatura tIII. e) solução. ha cinco formas que contem líquido diferentes.4. c) a amostra B constitui-se de um liquido que evapora mais rapidamente que a água pura. x = 108. contendo 50 mL de suco de limão e 50 g de açúcar. em água.4. (UFMG) Num congelador. inicialmente. foram: 105. I. e 1 atm. Se as formas forem colocadas. em atm. z = 108. a amostra II ainda não entrou em ebulição.0.4. em água. b) a amostra B pode ser constituída de uma solução aquosa de cloreto de sódio. d) a amostra A pode ser constituída de solução aquosa de sacarose.0. ao mesmo tempo.2. no congelador e estiverem. em água. 13. contendo 100 mL de suco de limão. . d) solução.2. a mesma temperatura. b) a amostra I e a mais volátil. para fazer gelo e picolés de limão.4 e 108. d) x = 105.0. b) solução. y = 108. d) a amostra I e a menos volátil. e) as amostras A e B constituem-se de soluções aquosas preparadas com solutos diferentes.2.0. y = 106. z = 106. 12.2 mm Hg. em temperaturas iguais: a) a amostra A constitui-se de um liquido menos volátil que a água pura. contendo 50 mL de suco de limão.2.P. c) a amostra II e mais concentrada que a amostra III. x = 108.0.4. 14. 106.Os resultados. Se uma destas amostras for de água pura e as outras duas de água salgada. y = 106. em ºC. podemos afirmar que: a) a amostra I e a amostra de água salgada. vai-se congelar primeiro a forma que contem 500 mL de: a) água pura.

83. em atmosferas. o CO2 e liquido a temperatura de –10 ºC e solido a temperatura de – 60 ºC.76. da referida solução a 37 ºC? a) 1. Pela consulta ao diagrama e correto afirmar que: 01) sob pressão de 60 atm. 08) os valores de temperatura e pressão correspondentes a linha AB representam equilíbrio entre os estados solido e gasoso. éter etílico e etanol (álcool comum) em um recipiente fechado. 16. ao medirem a pressão de vapor a 25 ºC fizeram quatro anotações: Quantas dessas anotações estão corretas? a) Uma. e) Nenhuma. 04) a pressão de sublimação esta abaixo de 5 atm.50. c) 1. e) 9. álcool. d) Todas. (UFSC — mod. b) ser hipertônico em relação ao sangue. Vários estudantes. 19. a solução 0. b) 1. As pressões parciais dos vapores dos líquidos estão na seguinte ordem crescente: a) etanol. Qual a pressão osmótica. o CO2 encontra-se em equilíbrio nos estados solido. etanol. c) ser hipotônico em relação ao sangue. b) Duas. éter. 20. c) éter. d) 7. c) Três. álcool. liquido e gasoso.) A figura representa o diagrama de mudança de estado do CO2. 17. pode-se prever que a relação entre as pressões de vapor das mesmas e: . d) ter pressão osmótica maior do que a do sangue. éter.00. água. este soro deve: a) ser isotônico em relação ao sangue. b) água.63. (UFPI) Temos uma solução de partes iguais de água. álcool. (FCMSC-SP) Os três frascos a seguir contem água pura a 25 oC. d) éter. água.15. (UFRS) Considerando as três soluções do desenho. 18. (Puccamp-SP) Eventualmente. 02) no ponto A. éter. água. e) água.30 M de glicose e utilizada em injeção intravenosa. pois tem pressão osmótica próxima a do sangue. Quando injetado nas veias. e) ter pressão osmótica menor do que a do sangue. (FUC-MT) Na desidratação infantil aconselha-se a administração de soro fisiológico para reequilibrar o organismo.

A pressão de vapor dessa solução a 20 ºC. e) P2 > P1 > P3. nesse lago.R. isto e. cloreto de sódio NaCl– = 58.T. c) P1 > P3 > P2. b) II e correta. e: a) 0. O processo de osmose que ocorre nas células dos seres vivos. II — o fenômeno da osmose provocaria a morte. b) A bebida do rotulo e isotônica em relação as células do corpo humano? Justifique. c) III e correta.001. (Unicamp-SP) As informações a seguir foram extraídas de rótulos de bebidas chamadas "energéticas". principalmente. (Dado: Pv (H2O) a 20 ºC = 17.500. d) 17. (UFES) Uma massa de 171 gramas de um composto molecular desconhecido e adicionada 250 gramas de água. d) P3 > P1 > P2. d) 684 g/mol. 23. d) I e II são corretas.1 g de sacarose (PM = 342) em 180 g de agua (PM = 18). Esta equação e semelhante aquela dos gases ideais. em mol/L. Considere que os sais adicionados são constituídos apenas por cátions e anions monovalentes. (UFPA) Considere uma solução contendo 17. e) I e III são corretas. b) P2 > P3 > P1. b) 0.5 mm Hg) 24.15 mol/L de NaCl e chamada de isotônica em relação as soluções contidas nas células do homem. litro/mol .400. A solução apresenta uma temperatura de ebulição de 101 ºC (P = 1 atm).3 kPa . b) 342 g/mol. de partículas (íons e moléculas) presentes na solução. Sabendo-se que a constante ebulioscopica da água e 0. (massas molares: glicose C6H12O6 = 180 g mol–1. 22. M e a concentração. e devem ser consideradas para a resolução da questão. e) 19.512 ºC kg/mol se concluir que o composto desconhecido possui massa molar de aproximadamente: a) 171 g/mol. por desidratação. Devido a alta concentração de sais. III — a água congela-se facilmente nos dias de inverno.a) P1 > P2 > P3. a existência da pressão osmótica. somente: a) I e correta. Uma solução aquosa 0. K: a) Calcule a pressão osmótica em uma célula do corpo humano em que a temperatura e 37 oC.023. Dessas afirmações. sacarose C12H22O11 = 342 g mol–1) 21. Com base nestas informações e admitindo R = 8. em atm. apresenta o mesmo valor de pressão osmótica que as células do corpo humano. I — a flutuabilidade dos corpos e maior do que nos oceanos. (Puccamp-SP) A concentração de sais dissolvidos no lago conhecido como “Mar Morto” e muito superior as encontradas nos oceanos. inclusive nas do ser humano. c) 513 g/mol. A pressão osmótica (π) de uma solução aquosa de íons e/ou de moléculas pode ser calculada por π = M. .5 g mol–1. muito comuns atualmente.500. deve-se. c) 0. de seres vivos que nele tentassem sobreviver.

+ 1 e + 2. Os Nox do nitrogênio no NO e NO2 são. 5) No mineral perovsquita. e) + 3. – 1. de fórmula mínima CaTiO3. d) zero e + 4. – 3.0 g de uma substância X. Na4P2O7.e) 855 g/mol. – 2 e – 1. e) + 3. OXIDAÇÃO E REDUÇÃO 1) Os números de oxidação do enxofre nas espécies SO2 e SO42 – são. + 4 e – 2. + 2 e + 3. b) + 2 e + 4. d) + 5. Ba2As2O7 Os Nox dos elementos que pertencem à família 15. + 1. – 7.47. + 4 e + 5. o ácido nítrico deve ser recolhido em meio que não contenha oxigênio. c) + 3. . 25. nos compostos. 7) O zarcão é empregado na proteção de superfícies de ferro e pode ser obtido pela adição do óxido misto de chumbo (2 PbO . – 1. e) 24. c) + 3. entra em ebulição a 100. 3) Descobertas recentes da medicina indicam a eficiência do óxido nítrico. carbono e enxofre. (MACK-SP) 12. no tratamento de determinado tipo de pneumonia. quando preparado em laboratório. d) 12. – 7. são. respectivamente. + 7. 0. e) – 2. e) – 4 e – 8. e) zero e + 2. b) + 2. c) 41. Este óxido apresenta chumbo com número de oxidação respectivamente: a) + 4 e + 4. dissolvida em 500 g de água. presente nesses compostos. 6) Nas substâncias: Cl2. respectivamente: a) zero e + 4. CaC2 e Na2S. b) + 1 e – 4. c) + 2 e + 8. + 7. c) + 2 e + 2. – 4 e – 3. sob pressão normal. b) 104. – 1 e – 2. KCl. + 7. 0. – 2 e – 5. + 1 e + 3. + 1. são: a) + 5. H2PO3. NO. – 1. – 1. o número de oxidação do titânio é: a) + 4. b) + 2. + 1. respectivamente: a) + 1. 0. b) + 1 e + 2. c) + 1.6. respectivamente: a) + 3 e + 6. 4)(UEFS-BA) Os números de oxidação do fósforo. AlCl3 a) b) c) d) e) Os números de oxidação do cloro são respectivamente: 0. d) – 1. – 1. – 1. d) + 3.12 oC. d) + 4 e + 6. – 4 e – 5. Sendo facilmente oxidado a NO2. + 3. A massa de X e: (Dado: constante ebulioscopica da água = mol–1 kg) a) 52. NaClO4. b) + 7. PbO2) em óleo. 2) Considere os compostos de fórmulas: NaNO2.

MgH2 e H3PO4 o número de oxidação do hidrogênio é. e) – 1. respectivamente. – 1 e + 1. + 5. HgCl2 e CuNO3. + 5. respectivamente: a) – 2. 0.c) + 2 e + 4. + 3. + 3. – 2 e + 3. o número de oxidação do cálcio é: a) + 1. b) – 1/3. – 1 e + 1. na seqüência das reações 1 e 2. + 3. d) zero. c) 0. e) + 3. respectivamente. + 1. d) – 1. 0. 3 Ca3(PO4)2. +2. e) – 1. c) + 1. b) + 2. 0. iguais a: a) – 5. indique a opção correta que corresponde. d) – 1. d) + 1. 14) O alúmen de ferro amoniacal é um sal duplo hidratado de fórmula Fe2(SO4)3 . tais como zinco (Zn). que infla prontamente o saco plástico (air bag). + 2. + 2. + 5. Ocorre desencadeamento de reações liberando nitrogênio. + 3. Considerando as reações: 1) NaN3(s)  Na(s) + N2(g) 2) Na(s) + KNO3(s)  Na2O(s) + K2O(s) + N2(g) Observa-se que o nitrogênio apresenta. – 2 e – 3. e) + 4 e + 2. + 2. 0. b) + 1. b) – 5. + 5. b) – 1. c) + 2. + 5 e – 1. 12) Os números de oxidações do nitrogênio nos compostos N2H2 e HNO2 valem. c) + 3. Considerando os sais desses metais como ZnS. os halogênios têm números de oxidação. 0. 24H2O O número de oxidação do nitrogênio neste composto é: a) +2 b) +3 c) –3 d) +5 e) –5 15)(UNICAP-PE) No íon nitrato (NO3 –) o número de oxidação do nitrogênio vale: . + 2. zero e + 1. 8) O sistema de segurança air bag usado em automóveis é acionado por um microprocessador em caso de acidente. causarão problemas de saúde ao homem. – 3. e) + 2. d) + 2 e + 2. 0. mercúrio (Hg) e cobre (Cu). respectivamente: a) + 1. ao número de oxidação destes metais: a) + 4. CaF2 . b) + 1. d) – 2. 11) Nas espécies químicas KH. e) + 5. e) – 3. – 5 e + 1. + 2. + 2 e + 3. + 1. c) + 1. + 3. c) – 1. 13) Na fluoroapatita. 9) Uma forma comum de poluição das águas subterrâneas e superficiais é o arraste de metais pesados. + 2. + 1. + 5 e – 1. 0. d) + 1/3. 10) Nas espécies químicas BrO31 – .Cl2O5 e Hl. se entrarem na cadeia alimentar. os seguintes números de oxidação: a) – 3. + 1. 0. que. – 5. (NH4)2 SO4 . – 5 e – 1.

17) (ESAN-SP) Na reação química representada por M(s) + 2 HCl(aq)  MCl2(aq) + H2(g). e) –2 para zero e zero para – 1. “M” pode estar indicando um elemento que. 16) Na reação I2O5 + 5 CO  5 CO2 + I2. b) + 7 para zero. o Ni é o oxidante e o íon Cu 2+ é o redutor. + 1. segundo a equação química equilibrada. X e Z cedem e ganham elétrons. c) zero para – 2 e – 1 para zero. e) + 5 para zero. + 6. – 2. as variações dos números de oxidação do enxofre e do iodo são. c) Fe + HCl  FeCl2 + H2. b) Cl2 + NaI  NaCl + I2. d) zero para – 1 e – 1 para zero. X e Z cedem elétrons. X e Z perdem elétrons. + 5. c) + 5 para +2. 20) Na equação representativa de uma reação de oxi-redução: Ni + Cu 2+  Ni 2 + + Cu a) b) c) d) e) o íon Cu 2+ é o oxidante porque ele é oxidado. respectivamente.a) b) c) d) e) – 1. o número de oxidação do iodo varia de: a) + 7 para + 2. d) + 5 para – 2. a) 1 A. o Ni é redutor porque ele é oxidado. 22) Tratando-se o fósforo branco (P4) com solução aquosa de ácido nítrico (HNO3) obtêm-se ácido fosfórico e monóxido de nitrogênio. e) 7 A. conforme o processo: Z 3–+ X  Z 1–+ X 2– Nesse processo: a) b) c) d) e) Z ganha elétrons de X. o Ni é o oxidante porque ele é oxidado. d) C2H6O + O2  CO2 + H2O. d) 5 A. na tabela periódica. respectivamente: a) + 2 para zero e zero para + 1. X ganha elétrons de Z. 19) Assinale a alternativa cuja equação química não representa uma reação de oxi-redução: a) N2 + H2  NH3. e) Na2O + HCl  NaCl + H2O. c) 3 A. o íon Cu 2+ é o redutor porque ele é reduzido. 18) Na reação de oxi-redução H2S + I2  S + 2 HI. pertence à família. . b) 2 A. b) zero para + 2 e + 1 para zero. 21) O elemento X reage com o elemento Z.

28) A cebola. pode-se afirmar que ocorre oxidação do nitrogênio: a) apenas em I. o zinco. 27) Por efeito de descargas elétricas. e) O hidrogênio é reduzido. pois ganhará elétrons. c) apenas em I e II. exceto: 2 Na + 2 H2O  2 NaOH + H2 a) O sódio é o agente redutor. pode escurecer talheres de prata. regenera o ferro. pode-se afirmar que: . 25) Na reação representada pela equação abaixo. d) O número de oxidação do agente redutor diminui. o ozônio pode ser formado. o agente oxidante: a) perde elétrons. o ferro ficará exposto às condições do meio ambiente e poderá formar o hidróxido ferroso. b) apenas em II. d) H2O e HNO3. na atmosfera. Este fenômeno pode ser representado pela equação: 4 Ag(s) + 2 H2S(g) + O2(g)  2 Ag2S(s) + 2 H2O(v) A respeito deste fato. Nesse caso. c) HNO3 e P4. c) O número de oxidação do agente oxidante aumenta. e) A substância que perde elétron é o agente oxidante. por conter derivados de enxofre. d) apenas em I e III. conforme a reação representada abaixo: Fe(OH)2 + Zn  Zn(OH)2 + Fe Sobre essa reação pode-se afirmar: a) O ferro sofre oxidação. NO2 + O2  NO + O3 Considerando as reações no sentido direto. d) sofre redução. II e III. respectivamente: a) P4 e HNO3. pois ganhará elétrons. 24) O ferro galvanizado apresenta-se revestido por uma camada de zinco. e) O ferro sofre oxidação. 2 NO + O2  2 NO2 III. c) O ferro sofre redução. e) em I.3 P4 + 20 HNO3 + 8 H2O  12 H3PO4 + 20 NO O agente oxidante e o agente redutor dessa reação são. por ser mais reativo. e) H2O e P4. pois perderá elétrons. b) A substância que perde o elétron é o agente redutor. c) O sódio é oxidado. N2 + O2  2 NO II. d) O zinco sofre redução. pois perderá elétrons. 23) Para uma reação de óxido-redução: a) O agente redutor sofre redução. c) aumenta sua carga positiva. d) A água é o agente oxidante. Se um objeto desse material for riscado. e) passa a ter carga nula. 26) Em uma reação de oxi-redução. b) sofre oxidação. b) P4 e H2O. concluímos que todas as afirmações estão corretas. a partir da seqüência de reações representadas a seguir: I. b) O íon hidroxila é reduzido. b) O zinco sofre oxidação. pois perderá elétrons.

Esta combustão é representada pela equação química CH4 + 2 O2  CO2 + 2 H2O. 33) A fermentação do lixo orgânico. c) apenas no cloro. d) O H2S não funciona como redutor nem como oxidante. os números de oxidação dos elementos H e Cl são. é agente oxidante. redução. Ocorre redução: a) apenas no ouro. Mn. portanto. d) O NO2 é o agente redutor. d) no CO2 o carbono possui Nox igual a + 4. pois não houve ganho nem perda de elétrons. e) o oxigênio se encontra em todas as substâncias com Nox igual a – 2. b) apenas no estanho. a prata é agente redutor. c) O oxigênio não sofreu variação do seu número de oxidação. o manganês pode ser preparado conforme a reação: MnO2 + C  Mn + CO2 a) b) c) d) e) O(s) agente(s) redutor(es) é (são): MnO2. d) no cloro e no estanho e) no cloro e no ouro. portanto. e) Zn é agente oxidante e Pb é agente redutor. minério que o Brasil é um dos maiores produtores mundiais. que ao sofrer combustão libera certa quantidade de calor. 34) Assinale a afirmativa correta em relação à reação 2 HCl + NO2  H2O + NO + Cl2. o oxigênio sofre oxidação. o enxofre sofre redução. + 1 e – 1. portanto. contêm compostos derivados do enxofre e por isso provocam escurecimento na faca ao serem cortados. a) O elemento oxigênio sofre redução. b) a variação do Nox do carbono é igual a 4. d) Pb sofre oxidação. portanto. o H2S é o agente oxidante. C e CO2. é agente oxidante. b) Zn sofre redução. MnO2 e Mn. como cebola. 30) Considere-se a reação: Zn + PbSO4  ZnSO4 + Pb Pode-se afirmar que: a) Zn sofre oxidação. C. e) A reação de escurecimento do ferro não é de oxi-redução. A reação que provoca o escurecimento pode ser representada por: Fe(s) + H2S(aq) + 1/2 O2(g)  FeS(s) + H2O(l) cor escura Analisando-se essa reação. 29) A partir pirolusita (MnO2). c) o oxigênio sofre oxidação. respectivamente. 31) Alguns alimentos. é o agente redutor. b) O ferro ao se transformar em FeS recebeu dois elétrons. b) O elemento cloro sofre redução. 32) Na reação de óxido-redução 2 HAuCl2 + 3 SnCl2  2 Au + 3 SnCl4 + 2 HCl. é agente redutor. ele é apenas agente de precipitação. por exemplo. produz gás metano. . c) O HCl é o agente oxidante. entre outras substâncias.a) b) c) d) e) a prata sofre redução. pode-se afirmar que: a) O ferro sofreu oxidação e o enxofre. c) Pb sofre redução. Nesta equação podemos observar que: a) o carbono sofre redução.

. dilui.2 kJ/mol   Se um atleta precisasse utilizar uma bolsa instantânea fria. d) na etapa da dissociação do cloreto de sódio..... obedecendo-se a ordem em que as lacunas aparecem. 04. o mais abundante na água do mar. Ao golpear a bolsa..... b) NH4NO3(s). o que se deve ao seu alto ... dilui. as moléculas de água estabelecem ligações de hidrogênio com os íons sódio. escolheria a bolsa que contém o a) CaCl2(s).. por: a) pura. calor de vaporização.. calor de vaporização. não se deve tomar água . A água .(UEPG PR) A respeito das equações abaixo. por exemplo..8 kJ/mol   Equação 2: NH4NO3(s) água → NH4+(aq) + NO3–(aq) ∆H = +26. Esses dispositivos normalmente são constituídos por uma bolsa de plástico que contém água em uma seção e uma substância química seca em outra seção. a energia do retículo cristalino é liberada. destilada....... solúvel em água. a água dissolve a substância. . magnésio. Na forma de suor. c) na solução de cloreto de sódio. as interações entre as moléculas são mais fortes que as interações entre os íons no cristal. o cloreto de ... c) CaCl2(s).. sódio. ou seja. dissolve... Sua dissolução pode ser assim representada: Dissolução do cristal: NaCl (s) → Na+(aq) + Cl-(aq) Esse processo também pode ser representado. 04 . ocorre decomposição..... d) NH4NO3(s). A reação I é exotérmica.. dissolve...(UCS RS) Atletas que sofrem problemas musculares durante uma competição podem utilizar bolsas instantâneas frias ou quentes como dispositivos para primeiros socorros.. potável. magnésio....... é um composto iônico. em duas etapas: I) Dissociação do cristal : NaCl(s) → Na+(g) + Cl–(g) H II) Solvatação : Na(g) + Cl(g) 2O → Na+(aq) + Cl–(aq)   Considerando-se essas etapas da dissolução do cristal. a) na etapa da solvatação dos íons do cloreto de sódio. pois sua reação de deslocamento com a água deixa a bolsa fria.. de acordo com as equações químicas representadas abaixo... calor específico.. é CORRETO afirmar que...e) O NO2 é o agente oxidante....7 kJ.. 03 ......... Completa-se corretamente o texto. A reação II apresenta ∆H positivo. Na reação I. graças à sua capacidade de armazenar grande quantidade de energia térmica. ameniza variações bruscas de temperatura....... .. calor específico. pois sua dissociação iônica é endotérmica..(FUVEST SP) Quimicamente falando.. pois sua dissociação iônica é exotérmica. pois sua reação de dupla troca com a água deixa a bolsa fria.. calor específico. sódio.. dissolve..8kJ II) HgO (s) → Hg (l) + 1 2 O 2 (g ) ∆H = +90... calor específico... sua evaporação abaixa a temperatura do corpo humano. 08.. I) H 2 (g ) + 1 2 O 2 (g) → H 2O (l) ∆H = −285... calor de vaporização... calor de vaporização.. formalmente. e) pura. mas apenas água . TERMOQUÍMICA 01 . pura. sódio...... destilada.. d) de poço. c) destilada.. e) CaCl2(s)... inúmeros sais.. potável.... pois sua dissociação iônica absorve o calor.. 02. para o que contribui seu elevado . Quando 1 mol de HgO(s) absorve 90. b) na água pura.. calor específico. Em regiões litorâneas..7 kJ 01. 02 .... a entalpia dos reagentes é menor do que a entalpia dos produtos.. ..(PUC RJ) Considere a seguinte reação termoquímica: . NaCl.. 05 ....(UMG) O cloreto de sódio. Equação 1: CaCl2s água → Ca2+(aq) + 2Cl–(aq) ∆H = –82. calor de vaporização. ocorre liberação de energia.. ela é espontânea.... b) de poço.. assinale o que for correto..

(VUNESP SP) Em uma cozinha. gás queimando em uma das “bocas” do fogão e II.5 kJ → 2Fe(s) + 3CO(g) Da transformação do óxido de ferro III em ferro metálico. formação de neve IV. b) é uma reação exotérmica. Entre os fenômenos que ocorrem estão: I. e uma das etapas de sua obtenção é representada pela seguinte equação química: H 2(g) + Cl 2(g) → 2HCl (g) Considere a seguinte tabela de valores de energia de ligação: Substância H 2(g) Cl 2(g) HCl (g) Energia de ligação (kJ/mol) 436.(UNIFOR CE) Durante o ciclo hidrológico natural a água muda constantemente de estado físico e de lugar. 10 . estão ocorrendo os seguintes processos: I. c) I é endotérmico e II é exotérmico. d) I é isotérmico e II é exotérmico. e) a energia absorvida na transformação de 2 mols de Fe2O3(s) é igual a 491.5 kcal / mol de NO e assinale a alternativa falsa.(UFOP MG) O ácido clorídrico é um importante ácido industrial. dissipação de nevoeiros Dentre esses fenômenos. água fervendo em uma panela que se encontra sobre esta “boca” do fogão. e) I é endotérmico e II é isotérmico.(UFAC) A reação: H2 (g) + ½ O2 (g) → H2 O (L) é exotérmica porque: a) absorve calor b) libera oxigênio c) é higroscópica d) perde água e) libera calor 09 .0 . b) I é exotérmico e II é endotérmico. derretimento de “icebergs” II. c) é necessário 1 mol de carbono para cada mol de Fe2O3(s) transformado. 07 .0 432. d) A reação de oxidação do NO (g) pode ocorrer no ar atmosférico.5 kcal para cada mol de NO (g) que reagir.0 243.5 kJ .2NO(g) + O2(g) → 2NO2(g) ∆H = -13. formação de gotículas de água na atmosfera a partir do vapor III. são exotérmicos SOMENTE a) I e II b) I e III c) II e III d) II e IV e) III e IV 08 . a) A reação é exotérmica. pode-se afirmar que: a) I e II são exotérmicos. b) São libertados 13.(MACK SP) Fe2O3(s) + 3C(s) + 491. pode-se afirmar que : a) é uma reação endotérmica. segundo a equação acima. d) o número de mols de carbono consumido é diferente do número de mols de monóxido de carbono produzido. c) A entalpia padrão de formação do O2 (g) é diferente de zero nas condições–padrão. Com relação a esses processos. 06 . e) Nenhuma das alternativas é falsa.

∆H = + 135 Kcal/mol F – F. C – Cl = 331 kJ/mol) a) b) c) d) + 420 kJ/mol + 105 kJ/mol – 105 kJ/mol – 420 kJ/mol 12 .(UNIFESP SP) Com base nos dados da tabela: Ligação Energia média de ligação (kJ/mol) O–H 460 H–H 436 O=O 490 pode-se estimar que o ∆H da reação representada por: 2H2O(g) → 2H2(g) + O2(g). é igual a: a) + 239.276 b) -195 c) -129 d) . Ho = 431 kJ/mol .(UFG GO) Determine a entalpia de formação de ácido clorídrico gasoso. ∆H = + 104 Kcal/mol H .5 11 . será igual a: a) . pode-se afirmar que a entalpia de formação do HCl(g). Cl – Cl = 243 kJ/mol.(UNIFEI MG) Considerando os dados de entalpia de ligação abaixo. d) – 239. em kJ/mol. deverá ser : (C – H = 414 kJ/mol. H – Cl = 431 kJ/mol. o calor associado (kJ/mol) à reação: CH 4 (g) + 4 Cl 2 (g) → CCl 4 (g) + 4 HCl (g) . c) + 1101. segundo a reação representada pela equação: H2 (g) + Cl2 (g) → 2HCl (g) Dados: H2 (g) → 2H (g) Cl2 (g) → 2Cl (g)  o = 436 kJ/mol H Ho = 243 kJ/mol HCl (g) → H (g) + Cl (g) Indique os cálculos.0 b) 123.Com base nessa tabela. 13 . dado em kJ por mol de H2O(g).F. em Kcal/mol. b) + 478.0 c) –247. é de: a) 247. e) – 478.0 d) –92. à pressão constante.H.276 e) 129 14 .(PUC RJ) Dadas as energias de ligação (estado gasoso) abaixo H . ∆H = + 37 Kcal/mol O calor (∆H) da reação H2(g) + F2(g) → 2HF(g).

A variação de entalpia é maior que zero. Existem reações químicas que ocorrem com liberação ou absorção de energia. produzindo Na+(aq) e Cl-(aq). etc. Conhecidos os calores envolvidos nas transformações. . 17 . envolvendo cerca de 103 kJ. A energia é importante para uso industrial e doméstico.15 . c) ocorre sem troca de calor. 16 . b) − 479. a variação de entalpia. Observe o gráfico a seguir e assinale a alternativa correta: a) b) c) d) e) O gráfico representa uma reação endotérmica. pode-se afirmar que a dissolução de 1 mol desse sal a) é acentuadamente exotérmica. mostradas no diagrama que segue. respectivamente. nos transportes.(UFRRJ) Desde a pré-história. envolvendo menos de 10 kJ. o homem vem percebendo sua dependência cada vez maior das várias formas de energia. d) é pouco exotérmica. envolvendo cerca de 103 kJ. 2Cu(s) + O2(g) -169 kJ -310kJ 2CuO(s) Cu2O(s) + 1/2 O2(g) Analisando-se esse diagrama.(Unimontes MG) O diagrama de entalpia a seguir representa os calores envolvidos na reação de obtenção de dois óxidos de cobre. sob a forma de calor.(FUVEST SP) A dissolução de um sal em água pode ocorrer com liberação de calor. envolvendo menos de 10 kJ. é igual a a) +141. para a reação Cu 2 O(s) + 1 / 2O 2 (g) → 2CuO (s) . O gráfico representa uma reação exotérmica. Com os dados fornecidos. quando aprendeu a manipular o fogo para cozinhar seus alimentos e se aquecer. A entalpia dos reagentes é igual à dos produtos. absorção de calor ou sem efeito térmico. é possível calcular o calor da dissolução de cloreto de sódio sólido em água. b) é acentuadamente endotérmica. como exotérmicas e endotérmicas. ∆H o (kJ). e) é pouco endotérmica. denominadas. A entalpia dos produtos é maior que a dos reagentes. a partir deste metal e do oxigênio.

A energia de ativação da reação é igual a 560kcal. 2. 2 e 3 19 . d) 110 kJ e endotérmica. A entalpia da reação é igual a + 226 kcal.(UFTM MG) O gráfico apresenta os valores de entalpia para uma reação genérica X + Y → Z + W. 20 .(UESPI) Observe o gráfico abaixo. 1. Entre os processos que ela pode representar figuram: 01. 3. O gráfico corresponde a um processo endotérmico.(UEPG PR) Considere a representação gráfica da variação de entalpia abaixo. 18 . em duas situações: na presença e na ausência de catalisador. a fusão da água 02. com aquecimento espontâneo do frasco 21 . a oxidação da gordura 08. o preparo de uma solução aquosa de NaOH. a vaporização da água 04. a combustão da gasolina 16. a) 30 kJ e endotérmica. c) 50 kJ e exotérmica. Está(ão) correta(s): a) 1 apenas b) 2 apenas c) 2 e 3 apenas d) 1 e 3 apenas e) 1.(UMG) . Os valores da energia de ativação na presença do catalisador e o tipo de reação quanto à liberação ou absorção de calor são.c) − 141. e) 110 kJ e exotérmica. d) +310. b) 50 kJ e endotérmica. respectivamente.

.. fotólise CINÉTICA QUÍMICA 1. na Inglaterra. Fe 2 O 3 + 3 CO  → 2 Fe + 3 CO 2 ∆ 22 .... exigindo uma demanda maior de carvão mineral (substituindo o carvão vegetal).. Foi obtida a tabela abaixo: Mols de CO2 0 20 35 45 50 52 Tempo (min) 0 10 20 30 40 50 a)Qual a velocidade média dessa reação no intervalo de 0 a 10 min? b)Calcule a velocidade média dessa reação nos demais intervalos. substituindo a madeira.... Dada a reação 2SO2 + O2  2SO3. nos seguintes casos: T(s) em mols de mols de mols de ...... E tudo foi alavancado quando.. a máquina a vapor foi aperfeiçoada. o carvão coque tem por finalidade produzir CO para a reação (equação abaixo) e fornecer o calor necessário para essa reação ocorrer... a) exotérmica. Resposta: a)2 mol/min b)Vm10-20= 1.... conforme a tabela....5 mol/min... Isso levou à produção de ferro batido de alta qualidade. o qual começou a ser empregado na fabricação de máquinas.. Uma das primeiras inovações metalúrgicas da época foi a fusão de minério de ferro (hematita) com carvão coque*..... é possível concluir que a reação representada pela equação é . Pelas informações contidas no texto.. entre 1760 e 1800.Comum à questão: 22 Parece claro que o desenvolvimento tem gerado um gasto considerável de energia (especialmente das formas que incrementam gás carbônico na atmosfera)... na construção civil e nas ferrovias. Considere a reação CaCO3  CaO + CO2. Vm30-40= 0...0 mol/min...... também utilizado na fusão de minérios de ferro.. ... calor d) endotérmica.5 mol/min........ Vm40-50= 0.. e que o símbolo ∆ significa . Foi aquecida uma certa massa de carbonato de cálcio e o volume de gás carbônico obtido foi sendo observado e medido em função do tempo.. Vm20-30= 1. 2. luz e) endotérmica..A variação de energia ocorrida na queima de um mol de álcool combustível é corretamente representada pelo gráfico: TEXTO: 1 . calor c) endotérmica. luz b) exotérmica..(UFPEL RS) Assinale a alternativa com as palavras que completam corretamente as lacunas do texto abaixo... calcule a velocidade em relação a cada participante e a velocidade média.. *Ao ser queimado junto com o minério.2 mol/min....

5 a) Calcule a velocidade em relação a cada participante e a velocidade média da reação no intervalo de 10 a 15s.070 0.0 3. T (s) 0 1 3 6 10 15 mols de H2 existente 2.0 5. Dada a tabela abaixo em relação à reação 2HBr  H2 + Br2 : Tempo (min) Mols de HBr 0 5 10 15 20 0.SO2 existente 0 2 6 12 a) De 0s a 2s b) De 2s a 6s c) De 6s a 12s d) De 2s a 12s 6.0 2. Respostas: . a reação H2 + Cl2  2HCl ocorra conforme os dados da tabela. Realizou-se a reação de decomposição do ácido carbônico: H2CO3  H2O + CO2.5 2.0 0.0 1.0 2.0025 c)0.175 0. Qual a velocidade em relação ao oxigênio no mesmo intervalo de tempo? Resposta: 4 mol/s 4.2 1. no intervalo de 0 a 5 minutos? b) Qual a velocidade média dessa reação. no intervalo de 10 a 15 min.0 2. Represente a quantidade em mol na ordenada e o tempo na abcissa.005 b)0. Resposta: a)0.040 0. em relação ao gás hidrogênio? c) Determine a velocidade média dessa reação para o HBr e para o Br2.0 3. b) Usando papel milimetrado. Na reação 2H2O2  2H2O + O2.5 1.25 1.024 a) Qual a velocidade média desta reação em relação ao HBr.06M 5.25 2.0 O2 existente 4.006 (HBr) e 0. é 8 mol/s em relação a água oxigenada.0 1.5 2.200 0.5 SO3 existente 0. a velocidade média dessa reação num certo intervalo de tempo. no intervalo citado anteriormente.003 (Br2) 6.5 1.0 3.75 mols) de Cl2 existente 3. Mediu a concentração em quantidade de matéria de gás carbônico nos tempos 10s e 20s e obteve o seguinte resultado em mol/L: 10s : 0.5 2.8 M Qual a velocidade média dessa reação no intervalo de 10s a 20s? Resposta: 0.75 2. construa no mesmo sistema de coordenadas o gráfico que mostra a variação da quantidade existente (em mol) de cada participante em função do tempo.0 1.2 M 20s : 0. Suponha que do início da mistura até 15s.1 1. Foi misturado 2 mols de gás hidrogênio com 3 mols de gás cloro num recipiente fechado.8 5.0 1.75 1.75 mols de HCl existente 0 0.

A velocidade maior é 0. A massa de NO2 formada em 1 min é: a) 96g b) 55. em mol/min: a) 3.62 c) 1. V IV=0.52g .14 b) 2. (UFPE) Considere a reação: 2N2O  4NO2 + O2. a amostra IV. (Unicamp-SP) Amostras de magnésio foram colocadas em soluções de ácido clorídrico a diversas concentrações e temperaturas havendo total "dissolução" do metal e desprendimento de gás hidrogênio .5g/min.50g Tempo para dissolver 10 min 2.80 d) 1.40g 0.0 min 1.33 e) 0. Então. maior a quantidade de hidrogênio desprendida.025.05 mol/s.2g c) 12g d) 552g e) 5.2g/min.4g/min.025.2g/min. Quantidade existente do revelador (mol) 24 22 21 20 18 Tempo de revelação (min) 6 7 8 9 10 A velocidade média de revelação no intervalo de tempo de 7 min a 10 min é. V HCl= 0.70 Resposta: d 9.a) V H2= 0.05.40g 0.0 min 1.5g/min. a amostra IV desprende mais hidrogênio.0 min a) Em qual caso a velocidade média da reação foi maior? b) Em qual caso desprendeu-se maior quantidade de hidrogênio? Respostas: a) V I= 0. b)Quanto maior a massa de magnésio consumida. V Il= 0. V lII= 0. Vm=0.025 mol/s b) 7. A tabela abaixo mostra o tempo de revelação de determinado filme usando um revelador D-76. Admita que a formação de gás oxigênio tem uma velocidade média constante e igual a 0. 8.0g 0. (PUC-PR) A revelação de uma imagem fotográfica em um filme é um processo controlado pela cinética química da redução do halogeneto de prata por um revelador. V Cl2= 0. ou seja. Observaram-se os seguintes resultados: Amostra I II III IV Massa de Mg "dissolvida" 2.

A massa de ozônio consumida em 1 min é.05 mol/L.200 180 0.155 840 Calcule a velocidade média da reação no intervalo de 3 a 5 min.40 b) 144 c) 1. (Faap-SP) Num dado meio onde ocorre a reação N2O5  N2O4 + ½ O2. (PUC-MG) A poluição pelo NO2 é uma das causas de destruição da camada de ozônio.40g/min de gás nitrogênio. em gramas.min. (Mack-SP) Numa certa experiência. Uma das reações que pode ocorrer no ar poluído é a reação do dióxido de nitrogênio com o ozônio: 2NO2 + O3   N2O5 + O2. de gás carbônico formada em uma hora? Resposta: 528g 13. Qual a velocidade dessa reação em mols de NH3 por hora? Resposta: 36 mol/h 17. a síntese do cloreto de hidrogênio ocorre com o consumo de 3 mols de gás hidrogênio por minuto. em gramas: a) 2. observou-se a seguinte variação na concentração de N2O5 em função do tempo: N2 O 5 (mol/L) Tempo (s) 0. (PUC-MG) Considere a equação: 2NO2 + 4CO  N2 + 4CO2. Admita que a formação do O2 tem uma velocidade média constante igual a 0. Qual a velocidade de formação do cloreto de hidrogênio? Resposta: 6 mol/min.165 540 0. 15.60 d) 96 e) 48 Resposta: b 11. Qual das alternativas a seguir contém a equação química que melhor descreve a reação representada pelo gráfico? a) 2A + B  C b) A  2B + C c) B + 2C  A d) 2B + C  A e) B + C  A Resposta: C 12. (UFPE) O gráfico a seguir representa a variação de concentração das espécies A.L /s.01 mol/L.Resposta: d 10. Qual a massa. (Fesp-SP) A reação de decomposição do amoníaco (NH3) produz 8. Resposta: 0. (Unisinos-RS) A combustão completa do etanol ocorre pela equação: C2H5OH + 3 O2  2CO2 + 3H2O Considerando que em uma hora foram produzidos 2640g de gás carbônico.05 mol.min 16. B e C com o tempo. expressa em número de mols de etanol consumidos por minuto? . Admita que a formação do gás nitrogênio tem uma velocidade média constante igual a 0.180 300 0. qual a velocidade da reação .233 0 0.

35 volts. II e III? Resposta: 0. expressa como A  B. b) movimento de elétrons no interior da solução eletrolítica. (MACK) Em uma pilha com eletrodos de zinco e de cobre.125M? Resposta: 90 min.4 Qual. O gráfico abaixo foi construído a partir de dados experimentais e mostra a variação da concentração de água oxigenada em função do tempo. d) passagem de elétrons.2. após quanto tempo ela atingirá o valor de 0. no circuito externo. e) o potencial dos dois eletrodos não se altera.→ Cl+1.40 volts c) 1. 04.70 volts e) n. com circuito fechado. 05.7 Cu + + e. de acordo com a equação: H2O2  H2O + ½ O2. e admitindo-se que a concentração dos íons é unitária.d.→ Cu +0.5 18. (PUC) Na pilha eletro-química sempre ocorre: a) oxidação do cátodo. 02. (UESC) A água oxigenada – H2O2 – se decompõe.05 volts e o do cobre é igual a –0. c) o potencial do eletrodo de zinco aumenta e o do cobre diminui.03 M/min. é a mais oxidante? a) Na b) Cu c) Na+ d) Cu+ e) Cl2 .70 volts b) –1. c) reação com diminuição de calor. do ânodo para o cátodo.01 M/min ELETROQUÍMICA 01. Qual será a velocidade média de decomposição da água oxigenada nos intervalos I. ocorre: a) o potencial do eletrodo de zinco diminui e o do cobre aumenta. 19.a.5 ½ Cl2 + e. produzindo água e gás oxigênio. (SANTA CASA) Dentre as espécies químicas representadas abaixo através de semi-reações: Semi-reações Potencial padrão de Redução (volt) Na+ + e. e) reação de neutralização. b) o potencial do dois eletrodos diminui.Resposta: 0. 0. d) o potencial dos dois eletrodos aumenta. sabe-se que a concentração de A se reduz à metade em cada intervalo de tempo de 30 min.40 volts d) –0.→ Na . (MACK) A reação que ocorre em uma pilha é representada pela seguinte equação: Mn + Cu++ → Mn++ + Cu Sabendo-se que o potencial de óxido-redução do manganês é igual a +1.02 M/min e 0. (Fuvest-SP) Para uma dada reação química. Se a concentração inicial de A for de 1M. nas condições padrão. a voltagem da pilha será: a) 0.

c) O cromo metálico reage e forma Cr+3. pois se ingeridos provocam doenças neurológicas irreversíveis. respectivamente: a) Ce4+ e Sn+2 b) Ce4+ e Sn4+ c) Ce3+ e Sn2+ d) Sn2+ e Ce4+ e) n. (MACK) Uma cela eletroquímica é constituída pelas semicelas Cr // Cr+3 e Ag // Ag+ cujos valores potenciais E0 são: Cr(s) → Cr+3(aq) + 3eE0 = +0.→ Ce3+ +1. Numa indústria.94 volts d) 1.74 volts 09.80 volts Podemos concluir que a pilha eletroquímica que funciona segundo a reação: Sn0 + 2 Ag+ → Sn++ + 2 Ag0 Apresentará. Considerando que os dutos utilizados em uma plataforma de exploração sejam de ferro.d. o oxidante e o redutor são.→ Ag0 E0 = +0. (FUVEST) Na reação espontânea do exercício anterior. á FALSA a afirmação de que: a) O eletrodo. qual deve ser o metal adequado para evitar a corrosão? (A) Alumínio (B) Berílio (C) Chumbo (D) Ouro (E) Prata Questão 02) Os sais de chumbo constituem-se num grave problema ambiental.→ Sn0 E0 = -0. onde ocorre oxidação é o ânodo da cela.80 volts Quando a cela está em funcionamento.06. Uma alternativa simples para evitá-la é ligar os dutos a um metal de sacrifício.a. mas em direções opostas. quer-se desenvolver um método eletroquímico para depositar chumbo metálico no tratamento do seu efluente. Considere os seguintes valores de potenciaispadrão de redução em meio ácido: . 08.61 Sn4+ + 2e. b) A voltagem da cela é de 1. (FUVEST) Considere os potenciais padrões de redução: semi-reação (em solução aquosa) potencial (volt) Ce4+ + 1e.54 volts b) 0. a seguinte diferença de potencial: a) 0. EXERCÍCIO / ELETROQUIMICA / 02.46 volts e) 1. d) Os íons negativos e positivos se movimentam através da solução.14 volts Ag+ + e.66 volts c) 0. e) Os elétrons passam através do voltímetro.15 Qual das reações deve ocorrer espontaneamente? a) Ce4+ + Sn4+ → Ce3+ + Sn2+ b) 2Ce4+ + Sn2+ → 2Ce3+ + Sn4+ c) Sn4+ + Ce3+ → Ce4+ + Sn2+ d) Ce3+ + Sn2+ →Ce4+ + Sn4+ 07. (PUC) Conhecendo-se as seguintes equações de meia-célula e os respectivos potenciais padrão do eletrodo (E0): Sn++ + 2e. nas condições padrões.55 volts.→ Sn2+ +0.75 volts Ag (s) → Ag+(aq) + eE0 = -0. Questão 01) A corrosão de dutos é um sério problema na exploração do petróleo no mar. da prata para o cromo.

66V) mostra que ele é facilmente oxidado. (A) V. do que a sua fabricação a partir do minério de alumínio (Al 2O3). ( ) O potencial padrão de redução do alumínio (Eº = −1. vários outros modelos e combinações de elementos foram sendo propostos. V (D) F. V. dura e transparente de Al2O3 que adere à superfície do metal. V (B) V.O metal mais adequado dentre estes. F. F. F. por exemplo. apenas. V.5 mols. Assinale a seqüência correta. Esse metal dissolve-se em ácido clorídrico. Questão 03) Considere a tabela a seguir. F (C) V. (B) magnésio. Essa proteção permite que o ácido nítrico seja transportado em tanques de alumínio. Sobre o alumínio. V. toda extensão de uma tubulação de um gasoduto feita de ferro. onde o valor do potencial-padrão de vários eletrodos foi medido a 25 ºC: Pode-se afirmar que para proteger do processo de oxidação. apenas. é (A) o cobre. ( ) O átomo de alumínio possui número atômico 13 e massa 26. (E) estanho e cobre. (C) estanho. F (E) F. F Questão 05) A primeira pilha elétrica produzida pelo italiano Alessandro Volta em 1800 consistia em discos de Zn e Ag metálicos. mas não em ácido nítrico que oxida rapidamente a superfície do alumínio e o Al2O3 protege o metal de ataques subseqüentes. (D) o zinco. (E) o alumínio. deve-se empregar. Desde então. separados por discos de papelão molhados com solução aquosa de cloreto de sódio. V. além de consumir muito menos energia. Questão 04) Sabe-se que a reciclagem do alumínio para produção de latinhas. . apenas. tiras de (A) cobre. Uma das pilhas mais simples é a de Daniell. V. marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas. ( ) A resistência do alumínio à corrosão deve-se à formação de uma camada fina. F. é um processo muito mais barato e eficiente. (C) o níquel. que resulta na formação da ferrugem. a qual é obtida da montagem adequada das semicélulas Cu2+/Cu0 e Zn2+/Zn0. conectadas à tubulação.98u. apenas. F. ( ) A quantidade de matéria de alumínio necessária para se obter 204g de Al2O3 é 2. (B) a prata. (D) níquel. para ser utilizado como ânodo no processo.

(B) a força eletromotriz da pilha é –1. (C) O anodo de cobre tem polaridade negativa. assinale a alternativa correta. (E) a reação não é espontânea.74V. (E) O anodo é formado pela semicélula do zinco. Caso esse guidom sofra um arranhão. ( ) A força eletromotriz de uma pilha montada com ouro e cobre é 1. assinale o que for correto. ( ) Uma pilha montada com bário e prata possui equação global 2Ag+ + Ba --> 2Ag + Ba+2.14 V.34 v. ( ) Uma pilha montada com cobre e lítio possui equação global Cu+2 + Li --> Cu + Li+.54V.10 v. (D) acelera o processo de oxidação do ferro. (C) não sofre corrosão antes do ferro. (B) O potencial padrão da pilha é de 0.Considerando as informações. (C) o alumínio funciona como ponte salina. (D) O potencial Eo(Cu/Cu2+) é 0.16 V. . ( ) A força eletromotriz de uma pilha montada com cobre e prata é 1. Questão 09) Considere a seguinte pilha: Cu0 | Cu2+ || Ag+ | Ag0. (B) retarda o processo de corrosão do ferro. Questão 06) Os potenciais padrões de redução das reações de semipilha do chumbo (Pb) e alumínio (Al) são dados abaixo: Montando-se uma pilha eletroquímica com eletrodos de Pb e de Al. pode-se afirmar que (A) o fluxo de elétrons é no sentido Al --> Pb . (A) O potencial padrão da pilha é de -1. baseando-se nos potenciais fornecidos.76 v. Questão 07) Os potenciais padrões de redução do ferro (Fe) e do cromo (Cr) são dados a seguir: Um guidom de uma bicicleta é feito de aço (que tem ferro como um dos principais componentes) e é cromado. (D) o chumbo é mais facilmente oxidado. Questão 08) Considerando os dados da tabela abaixo. ( ) O potencial padrão de oxidação do Cr3+ é –0. pode-se afirmar que o cromo (A) não tem efeito sobre a redução do ferro. (E) retarda o processo de corrosão do cromo.

Os elementos X e Y são: a) isótopos b) isóbaros c) alótropos d) isótonos e) isoeletrônicos 02. Os valores da massa e carga de uma partícula beta negativa (b-) indicam que esta é idêntica ao: a) átomo de hidrogênio b) átomo de hélio c) próton d) nêutron e) elétron 05. III.Sabendo que o cobre cede elétrons espontaneamente aos íons Ag . 03. (MACK) Assinale a alternativa incorreta. (E) o fluxo de elétrons é: Ag+ → Ago. (C) o íon Cu2+ sofre oxidação. Os raios g não são defletidos num campo elétrico. Uma reação química ocorre na eletrosfera do átomo. (B) a prata é o agente redutor. (UFSC) Responda com relação às afirmações: I. c) onde ocorre apenas emissão de raios beta. + . d) do tipo fusão. III e V d) I. As reações nucleares ocorrem na eletrosfera do átomo. IV. IV e V 06. IV e V e) II. (D) o eletrodo negativo ou ânodo terá a sua massa aumentada. Quando um elemento X emite partícula beta. As partículas b têm massa igual a 4. V. (FEI) A bomba de hidrogênio é um exemplo de reação nuclear: a) do tipo fissão. II e IV b) III. As afirmações corretas são: a) I. II. transforma-se em Y. IV e V c) II. As partículas a têm a carga igual a +2. e) onde ocorre apenas emissão de raios gama. b) onde ocorre apenas emissão de raios alfa. é correto afirmar que (A) a concentração de íons Ag+ na solução diminui. (ITA) O que acontece com o número de massa e com o número atômico de um núcleo instável se ele emite uma partícula beta? Número de Massa Número Atômico a) sem alteração aumenta de 1 unidade b) sem alteração diminui de 1 unidade c) diminui de 1 unidade sem alteração d) aumenta de 1 unidade sem alteração e) diminui de 1 unidade aumenta de 1 unidade 04. RADIOATIVIDADE 01.

d) as freqüências de luz absorvidas ou emitidas por átomos gasosos. seu número atômico aumenta de duas unidades. b) b. nêutrons e elétrons d) n. seu número atômico diminui de duas unidades.d. b) os níveis de energia que o elétron pode ocupar. b) eram desviadas na razão 1 : 1. c) a simetria geral dos orbitais eletrônicos. SANTOS) Rutherford baseou sua Teoria Atômica em experiência na qual as partículas a de um feixe incidente sobre uma placa de ouro: a) não eram desviadas.Quando um elemento radioativo emite um raio: a) a. 07.a. c) eram desviadas na razão 1 : 10. (UnB) Os raios catódicos são: a) constituídos de prótons b) constituídos de elétrons c) constituídos de nêutrons d) constituídos de prótons. 10. Qual a equação nuclear completa dessa reação? Nos atômicos: C = 6. A Mecânica Quântica explica ou permite previsões de todas. há formação de átomos de carbono com o mesmo número de massa que o dos núcleos bombardeados. ocorre emissão de onda eletromagnética. e) o caminho ou trajetória dos elétrons. N = 7 08. Identifique a exceção: a) a probabilidade de um elétron estar em uma dada região em certo instante. 09. exceto de uma das seguintes características dos átomos. e) eram desviadas na razão 1 : 10000. seu número atômico diminui de quatro unidades. c) g. d) a. Quando nêutrons atingem núcleos de átomos de nitrogênio com número de massa 14. (MED. seu número atômico aumenta de uma unidade. e) b. d) eram desviadas na razão 1 : 100. .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->