1. ORIGEM DOS HEBREUS. Hebreu é o nome pelo qual se denomina os descendentes de Éber.

Éber por sua vez é filho de Selá, este sendo filho de Arfaxade, Este último, Arfaxade, é o progenitor dos caldeus. Os caldeus são um povo semita, se estabeleceram no território que corresponde à Mesopotâmia, ainda na primeira fase do primeiro milênio a. C. Os caldeus, remontando seu poder, foram os últimos governantes da Babilônia. Os hebreus correspondem ao povo judeu atualmente. Sobre a língua, hebraica, podemos dizer que deriva ainda de outra, o aramaico. Além do hebraico deriva do aramaico a língua arábica. Para conhecermos melhor a história do povo hebreu, é necessário ainda remontarmos a sua origem, que é descrita principalmente na Torá judaica, conhecida aqui no mundo ocidental por Pentateuco, ou os cinco primeiros livros da Bíblia. Podemos falar da história a partir da Babilônia. A Babilônia teve origem, após o dilúvio, que foi um evento bíblico que é descrito no livro de Gênesis, escrito por Moisés, tal evento que inundou a terra com água, pelo que choveu durante quarenta dias e quarenta noites sem interrupção. Como nos conta a Bíblia, após o Dilúvio, a arca de Noé, até então único sobrevivente da terra em conjunto com sua família, pelo que Deus a inundou para destruir a terra pela muita iniquidade dos povos, ficou no cume do monte Ararat que fica na atual Armênia. Os filhos de Noé, Sem, Cam e Jafé nascidos antes do Dilúvio, desceram e constituíram suas famílias ao pé do monte. Até então falava-se apenas uma única língua. Ninrode, neto de Cam, desprezou os princípios divinos e incitou a multidão a desprezá-lo também. Assim ergueram uma torre que se achegasse até o céu, para que se caso Deus viesse a destruir novamente a terra com água, que eles pudessem se abrigar. A torre então denominada de Babel. Vendo essa rebeldia, Deus ordenou que todos se separassem em colônias, afim de que povoassem o restante da terra, porém não lhe deram ouvidos. Então Deus além de destruir a torre, confundiu-lhes as línguas para que não se entendessem. Portanto, Babel em hebraico, significa “confusão”. Assim se agrupando e indo povoar o restante da terra. Assim surgiram as demais línguas das quais, algumas se têm até os dias de hoje. As colônias formadas pelas diferentes línguas viram-se obrigadas a deixar o Sinar, indo para os arredores, estes descendentes de Sem, Cam e Jafé, para honrarem seus genitores, fundaram cidades e colocaram nelas seus nomes, como Magogue e seus descentes, os magogianos, conhecidos como

dando-lhe o nome de Eva.rmesquita. 2. . A religião em si teve origem nos primórdios da fundação do mundo. por motivos de egoísmo e rebeldia contra Deus. Estabelecido o histórico do povo hebreu. sendo que este os proibira de comer do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal. a partir dos Eufrates até o Oceano Índico. suas terras são conhecidas como Canaã. Arã. desprovidos então da presença física de Deus. e outras áreas. porém. para outras partes da Mesopotâmia constituir sua família e seus próprios ritos. Quando criou o homem. Lude. pois como dito no início. Acessado no dia 25 de maio de 2012. de Seregue. a qual estabelece a existência de um único Deus criador do universo.br/qumran.com. também a antiga cidade Tarso. como o homem vivia agora fora da Jardim do Éden. Pelegue. Os filhos de Cam. ambos comeram. Éber. como ainda Canaã. Sem. estabeleceu seu domínio desde a Ásia. Seregue. Arfaxade. agora esposa. 1 Disponível em <http://www. um relacionamento de pai e filho. Adão e sua esposa pecaram contra Deus. Jefté e seus descendentes povoaram as regiões que conferem hoje como o Chipre. foi-se com sua irmã. descrito no primeiro capítulo do livro de Gênesis. e constituíram-se pecadores. e também duas meninas. e de Selá. Da genealogia de Éber descendem. Adão constituiu sua família e teve dois filhos homens. Após Caim matar seu irmão Abel. cujo significado é “progenitora da humanidade”. A partir da queda do homem.htm>. de Pelegue. A partir de então. através do trabalho árduo. O outro filho de Noé. dando-lhe o nome de Adão. Deste filho. e também criou a mulher de uma das costelas de Adão. passemos a sua religião. filho de Cam. ORIGEM DA RELIGIÃO HEBRAICA. Sem. Reú. de Réu. Deus estabeleceu o homem para comandar a Terra. Deus estabeleceu alguns ritos pelos quais o homem deveria se purificar. que ocuparam a Síria até ao Líbano. sendo que antes não havia essa necessidade. nos interessa Arfaxade. Caim e Abel. A partir dos conhecimentos que se tem do livro de Gênesis. dele descendiam Selá. Deus procurava estabelecer um relacionamento com o homem. e também dos manuscritos de Qumran.citas. porém são mencionadas na História da criação do Universo. Assur. descenderam Elão. No princípio Deus criou o homem a partir do barro. encontrado em 1947 na margem oriental do Mar Morto1. de cujo nome descende os povos hebreus. Naor. as quais não são mencionadas no livro da Bíblia. então Naor teve Terá que é pai de Abraão. Destes cinco filhos. deveria sustentar-se com o suor de seu rosto. Temos Abraão como o patriarca da religião judaica.

.Sete. nascido após a morte de Abel. também filho de Adão. veremos a importância de Abraão para a constituição de Israel e também para a religião. e assim suas gerações seguintes. e abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome. E abençoarei os que te abençoarem. sua mulher. Mas antes. Como a religião busca “religar” o homem com Deus. Após o dilúvio. Assim sendo a origem da religião se deu logo após a rebeldia de Adão ao pecar contra Deus. este era justo. Os ritos serão explicados no tópico “Símbolos. Abraão. é considerado o pai dos hebreus. sobrevivendo apenas Noé e sua família. capítulo 12. o SENHOR disse a Abrão: Sai-te da tua terra. agora passaremos a visualizar a estrutura do reino de Israel. constituiu família e diferente de Caim. afim restaurarem a comunhão que antes do pecado possuíam. ritos e crenças”. filho de seu irmão. como mostrado no tópico anterior. permaneceu nos ensinamentos e ritos originais passados por seu pai. e as almas que lhe acresceram em Harã. assim Deus estipulou os sacrifícios. se encontram os mais célebres. conforme é descrita no livro de Gênesis. para a terra que eu te mostrarei. A religião hebraica é uma série de normas e instruções dadas e inspiradas por Deus para que através delas o homem pudesse se reconciliar e se purificar de seus pecados. foi escolhido o cordeiro para ser sacrificado no altar. nos versículos de um a três: “Ora. com a culpa pelo pecado era do homem. este progenitor de Lameque e este último sendo pai de Noé. e saíram para irem à terra de Canaã. e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem. e em ti serão benditas todas as famílias da terra”. A terra prometida por Deus era a terra de Canaã: “E tomou Abrão a Sarai. 3. porquanto o Senhor teria inundado a terra e matado a todos. Abraão de Deus havia recebido a promessa. as famílias dos filhos de Noé se multiplicaram e tomaram as terras ao redor da Armênia. Dos filhos de Sete. O SIGNIFICADO DE ABRAÃO E DOS PATRIARCAS. e todos os bens que haviam adquirido. da tua parentela e da casa de teu pai. comendo do fruto proibido. Tendo se multiplicado a quantidade de homens sobre a terra. para que este não sofresse os danos totais da ira do Divino. e logo após ser queimado para que o pecado assim fosse consumido. multiplicaram-se também suas iniquidades e maldades. e tu serás uma bênção. Até Abraão temos a origem do povo hebreu. pois aos olhos de Deus. e a Ló. Enoque que gerou Matusalém. descendente de Noé. e chegaram à terra de Canaã. E far-te-ei uma grande nação. cada um sendo senhor de suas terras.

indo Abrão para a terra do Hebrom. partiu novamente com sua esposa e com Ló seu sobrinho para as terras de Canaã. Deus então reafirmou a promessa mudando o nome de Abrão para Abraão e de Sarai para Sara. 2 3 Bíblia Sagrada no Livro de Gênesis. Esta era a aliança que Deus fizera com Abraão. capítulo 12 e versículos de 5 a 7. Com o passar do tempo. porém sua esposa era estéril. Como havia conflitos entre Sarai e Agar por causa do filho. todo o homem nas vossas gerações. E o homem incircunciso. fazendo uma aliança com Abraão. Naquele tempo Deus novamente havia reafirmado a promessa que fizera para com Abrão. capítulo 17 e versículos de 10 a 14. Então Sarai.E passou Abrão por aquela terra até ao lugar de Siquém. E circuncidareis a carne do vosso prepúcio. e o comprado por dinheiro a qualquer estrangeiro. e o comprado por teu dinheiro. Tendo então um filho de Sara. que guardareis entre mim e vós. os significados de seus nomes eram agora “pai de multidões” e o de Sara significava “mãe de multidões”. Abrão e Ló decidiram apartar-se um do outro. o nascido na casa. E edificou ali um altar ao SENHOR. Abraão. . será circuncidado. chamou-o de Isaque. e a tua descendência depois de ti: Que todo o homem entre vós será circuncidado. que não for da tua descendência. e estavam então os cananeus na terra. pois. que lhe aparecera. O filho de oito dias. Bíblia Sagrada no Livro de Gênesis. na terra de Canaã houve muita fome. e estará a minha aliança na vossa carne por aliança perpétua. e isto será por sinal da aliança entre mim e vós. naquele tempo ainda chamado de Abrão. pelo qual Abraão seguiu para as terras do Egito. pois era a pequena a terra em vista da multidão do gado e dos servos que ambos tinham. Com efeito será circuncidado o nascido em tua casa. Abrão despachou os dois para longe. então para evitar conflitos. sendo este o filho da promessa de Deus. aquela alma será extirpada do seu povo. cuja carne do prepúcio não estiver circuncidada. quebrou a 3 minha aliança”. para que fossem conhecidos: “Esta é a minha aliança. porém não era este o filho que Deus havia prometido a Abrão que seria o progenitor de uma grande nação. Ló decidiu ir para a campina do rio Jordão. onde as dividiu com seu sobrinho. Assim havia nascido Ismael. E apareceu-o SENHOR a Abrão. esposa de Abrão entregou sua serva Agar para seu esposo afim de que fosse gerado um filho na escrava.” Conforme o passar dos anos. e disse: Å tua descendência darei 2 esta terra. acumulando muitas riquezas. Após o período de fome. Como a religião hebraica é cheia de provas e sacrifícios. até ao carvalho de Moré.

Esaú e Jacó. A religião hebraica é cheia de simbolismos. Abraão pegando esse filho levou-o a um monte onde o sacrificaria. e farás todo o teu trabalho. nem semelhança alguma do que há em cima no céu. Seis dias trabalharás.Deus provou a fidelidade de Abraão pedindo-lhe que sacrificasse seu único filho. Naftali. estes são os nomes das doze tribos de Israel. porque o SENHOR não terá por inocente ao que tomar o seu nome em vão. ritos e crenças. porém decidiu por amar seu povo a dar-se em seu lugar. enviou-lhe então um cordeiro. porque eu. o homem recebeu os mandamentos: “Não terás outros deuses diante de mim. pois por muito tempo esperou pela promessa de ter um filho. Deus ordenou que não o fizesse. 4. A primeira forma de sacrifício foi realizada com um cordeiro. como te ordenou o SENHOR teu Deus. Deus da mesma forma. pois viu que realmente ele estava comprometido com Deus. o qual era Deus na forma de homem. RITOS E CRENÇAS. o qual o teve acerca dos 100 anos de idade. nem as servirás. e sua esposa aos 90 anos. os quais são: Rúben. esta forma era o sacrifício. Guarda o dia de sábado. o SENHOR teu Deus. Simeão. Não tomarás o nome do SENHOR teu Deus em vão. Não te encurvarás a elas. No livro da História da criação do universo. São estes os patriarcas de Israel. Aser. Este sacrifício foi o de Jesus Cristo. nem em baixo na terra. Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR teu Deus. José e Benjamin. Quando Adão pecou contra Deus. Assim como o cordeiro não havia feito nada para merecer tal morte. E faço misericórdia a milhares dos que me amam e guardam os meus mandamentos. este sendo chamado de “pai da fé”. e quando Abraão ergueu o cutelo. Dã. que visito a iniquidade dos pais nos filhos. Judá. Deus havia dito a Adão que se sacrificaria a si mesmo na forma de homem e pagaria por todos os pecados. Zebulom. o sacrifício era para lembrar ao homem que um dia Deus se colocaria entre os homens para pagar o preço. Não farás para ti imagem de escultura. para ver se Abraão amava mais o filho do que a deus. nem nas águas debaixo da terra. O cordeiro simbolizava este sacrifício divino. Levi. Gade. o qual foi sacrificado no lugar de seu filho Isaque. Deus havia dito que só havia uma forma de resgatar o homem dos laços do pecado e da morte. Moisés foi o principal interceptor entre Deus e o homem. Assim podemos ver que a promessa de nação e reino estava contida na descendência de Abraão. através de Moisés. Isaque teve dois filhos. até à terceira e quarta geração daqueles que me odeiam. Issacar. não farás . para o santificar. sou Deus zeloso. Jacó por sua vez teve duas esposas e doze filhos. Deus havia estabelecido o sacrifício como forma de purificação. SÍMBOLOS.

C. de acordo com os judeus. após a libertação do cativeiro do Egito. Entre os rituais. Yom Kipur . nem tu. nem o seu boi. Ainda como simbolismo a Torá ou Pentateuco. por volta de 1300 a.refere-se a peregrinação de 40 anos pelo deserto. Targumin.celebra a revelação da Torá ao povo de Israel. os Números e o Deuteronômio. Simchat Torá .é comemorado o Ano-Novo judaico. para que se prolonguem os teus dias. nem tua filha. nem o seu servo. Honra a teu pai e a tua mãe. Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.os judeus comemoram a salvação de um massacre elaborado pelo rei persa Assucro. Fazem parte da Torá: Gênesis. Porque te lembrarás que foste servo na terra do Egito.comemora-se a libertação da escravidão do povo judeu no Egito. nem a tua serva. e que o SENHOR teu Deus te tirou dali com mão forte e braço estendido. e para que te vá bem na terra que te dá o SENHOR teu Deus.nenhum trabalho nele. por isso o SENHOR teu Deus te ordenou que guardasses o dia de sábado. nem teu filho. Os judeus fazem jejum por 25 horas seguidas para purificar o espírito. Não adulterarás.considerado o dia do perdão. nem o estrangeiro que está dentro de tuas portas. candelabro com sete braços. nem o seu campo. capítulo 5 e versículos de 7 a 21. nem o seu jumento. podemos citar a circuncisão dos meninos ( aos 8 dias de vida ) e o Bar Mitzvah que representa a iniciação na vida adulta para os meninos e a Bat Mitzvah para as meninas ( aos 12 anos de idade ). e não desejarás a casa do teu próximo. Não matarás. O símbolo sagrado do judaísmo é o memorá. o Êxodo. nem o teu boi. nem a sua serva. Rosh Hashaná . nem coisa alguma do teu 4 próximo”. Páscoa ( Pessach ) . Sucót .comemora-se o fim do domínio assírio e a restauração do tempo de Jerusalém. Não cobiçarás a mulher do teu próximo. Memorá : candelabro sagrado. Os cultos judaicos são realizados num templo chamado de sinagoga e são comandados por um sacerdote conhecido por rabino. 4 Bíblia Sagrada no Livro de Deuteronômio. em 1300 a. Midrashim e Comentários. O Talmude é o livro que reúne muitas tradições orais e é dividido em quatro livros: Mishnah. Shavuót . nem animal algum teu. para que o teu servo e a tua serva descansem como tu. é considerado o livro sagrado que foi revelado diretamente por Deus.celebra a entrega dos Dez Mandamentos a Moisés. . Chanucá . nem o teu servo. nem o teu jumento. o Levítico.C. como o SENHOR teu Deus te ordenou. Não furtarás. Algumas festividades compõem o calendário judaico como o Purim .

estes são apenas um. que representa o respeito a Deus no momento das orações. porém isso varia de seita para seita. que é um chifre de carneiro é usado depois da reunião de leitura da Torá. a redenção. também chamado de manto da oração. o homem é composto de corpo. Apesar de que Deus possui vários nomes. usado por sobre os ombros. pois quando posto sobre a cabeça provê o isolamento e previne de distrações. e alguns estudiosos judeus preferem não discorrer sobre o assunto de vida e morte por conta dos conflitos e discussões de grupos judeus. Josefo. Com o toque vinham também as bênçãos de Deus e serve como agradecimento a Deus pela santidade que dá ao povo. e também o Tallith. Nas sinagogas. Deus. Nesta arca são guardados os pergaminhos sagrados da Torá. que defende interpretação do universo. Flávio. alguns outros creem na reencarnação. Tradução por Vicente Pedroso. 2004. o povo. Ainda nos tempos de Moisés. pequena touca. o Tanach não faz distinções sobre isso. tradução de Cláudio Molz e Hans Trein. REFERÊNCIAS História de Israel e dos povos vizinhos / Herbert Donner . que representa a ligação entre Deus e o Povo Judeu. 5. a Torá. Petrópolis : Vozes. 8 ed – CPAD. a Cabalá é o nome dado ao conhecimento místico esotérico de algumas correntes do judaísmo. a estrela de Davi se faz célebre. Como símbolo judaico. No judaísmo. havia a arca da Aliança que continha os mandamentos dado a Moisés quando estava no monte Sinai. História dos Hebreus. . que é uma espécie de cachecol. Entre os judeus. sendo este onisciente. 1997.São Leopoldo : Sinodal. Além do simbolismo os judeus possuem algumas doutrinas.Os homens judeus usam a Kipa. também era tocado nas batalhas e no ano novo judaico. O monoteísmo prevê a existência de um único Deus. também doutrina judaica. A revelação. possui um significado em cada uma das seis pontas. transmitida de geração a geração através de sua revelação. a revelação. é a unicidade absoluta de YHWH (referese ao nome do Deus de Israel escrito e latinizado). . RJ. existe uma arca. Rio de Janeiro. onipresente e onipotente. O Shofar. alma e espírito. um único Deus com vários nomes. A maioria dos grupos judeus acredita que na ressurreição no mundo que está por vir. de Deus e das escrituras através de suas naturezas divinas. defende uma íntima relação de Deus com o homem. o homem e a criação.

História de Israel. John. Vida Nova. 1976. Schultz. A Enciclopédia Judaica. . 12. Paulinas. 1978. MARQUES. pág. 119. Vol. 2009. Tradução por Euclides Carneiro da Silva. Leonado A. J. História de Israel. Madras. Samuel.Bright. A história de Israel no Antigo Testamento. 2005. 2 Ed. Airton José da Silva. 3 Ed. História das Religiões e a Dialética do Sagrado. São Paulo.