CONTRATO DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL

CONTRATO DE LOCAÇÃO ,

que fazem, de um lado, como LOCADOR,

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX, brasileiro, casado, militar, portador do CPF XXXXXXXXXXX e do documento de identidade XXXXXXX expedido pelo Serviço de Identificação da Marinha, residente na Rua XXXXXXXXXXXX, 52, Barro vermelho, São Gonçalo, CEP XX, de outro lado, como LOCATÁRIO, XXXXXXXXX, brasileira, casada, empresária, portadora da carteira de habilitação nº XXXXXXXXX9 expedida pelo DETRAN RJ, CPF nº XXXXXXXXXXXXXXXXXXXX, de acordo com as cláusulas e condições seguintes, que mutuamente outorgam e aceitam: PRIMEIRA – O objeto da presente locação é o imóvel situado na Av

XXXXXXXXXXXXXXXXXX, Rio de Janeiro, CEP XXXXXXXXXXXXXXX, de propriedade do locador, que o locatário declara receber em perfeito estado de conservação de pintura, limpeza, instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias, para fins de utilização residencial, na forma da lei e das normas condominiais a que o imóvel se sujeita. Finda ou rescindida a presente locação, obriga-se o locatário a devolver o imóvel ao locador, nas mesmas condições em que o recebeu, com pintura integral realizada com material de primeira qualidade após o esvaziamento para entrega do imóvel, independentemente de qualquer notificação judicial ou extrajudicial. SEGUNDA – O valor mensal do aluguel é de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais), que deverá ser pago separadamente aos valores referentes ao IPTU do imóvel e ao valor da contribuição condominial, os quais serão de responsabilidade do locatário e deverão ser pagos diretamente à prefeitura e ao condomínio, respectivamente, acordado entre as partes que o locatário pagará o aluguel em moeda corrente através de depósito bancário identificado a ser realizado na conta corrente de nº XXXX-7, agência XXXXXXXXXXXXXXX, da Caixa Econômica Federal em favor do locador, XXXXXXXXXX, CPF XXXXXXXXXXXX, e apresentará os comprovantes de depósito, pagamento do IPTU e contribuição condominial até o dia 05 de cada mês ao locador. TERCEIRA – O locatário é responsável pelo pagamento das importâncias referentes aos encargos que são atribuídas ao imóvel diretamente às empresas concessionárias prestadoras de serviço: taxas de água, esgoto, lixo, tarifas de luz e gás, bem como todo e qualquer tributo federal, 1

os seguintes índices de preços: IGP – FGV (índice geral de preços da FGV). notificação ou interpelação judicial ou extrajudicial. IGP – DI/FGV (índice geral de preços disponibilidade interna). o reajustamento do aluguel será mensal. assim como das multas e encargos referentes ao pagamento em atraso do IPTU e contribuição condominial. permitir periodicidade de reajustamento do aluguel em menor espaço de tempo do que aquela pactuada neste contrato. 2 . um na falta do outro e na ordem a seguir. normas condominiais. terminando. Caso o IGP – FGV seja suprimido por qualquer motivo. ainda que restituída a posse. automática e independentemente de aviso ou notificação.estadual e municipal que venham a incidir sob o imóvel objeto deste contrato. será então adotado como indexador substitutivo de reajustamento do aluguel. com a efetiva entrega das chaves. até quando finda ou rescindida a locação. ou se o novo ordenamento não estabelecer qualquer periodicidade. verificada nos 12 (doze) meses imediatamente anteriores ao mês do reajuste e esse mesmo critério de reajustamento será sempre observado. sem prejuízo de serem os mesmos corrigidos monetariamente. ainda. por conseguinte em 12 de julho de 2014. de pleno direito. os reajustamentos passarão a ser efetuados na menor periodicidade permitida pelo novo ordenamento legal. ou. Após 12(doze) meses de vigência do presente contrato. despesas e multas às quais o mesmo der causa por infração de lei. a contar de 12 de janeiro de 2012. QUARTA – Os valores referentes aos aluguéis serão acrescidos de 10% (dez por cento) sobre o valor do débito caso o locatário venha a quitá-los após a data do vencimento. independentemente de aviso ou interpelação a cada período de 12 (doze) meses. entendido qualquer recebimento feito pelo locador fora dos prazos e condições convencionadas neste contrato havido por mera tolerância e não induzirá novação. o aluguel acordado na cláusula SEGUNDA. ainda mesmo se independentemente da vontade do locador e por qualquer motivo o locatário continuar na posse direta do imóvel locado após o término do prazo contratual. QUINTA – A responsabilidade pelo pagamento do aluguel e demais encargos da locação subsiste. devendo realizar a transferência da titularidade destas contas de consumo para sua pessoa dentro do prazo de 15 (quinze) dias a contar da assinatura do mesmo. todas as indenizações. pelo IPCA – E/IBGE (índice nacional de preços ao consumidor amplo). enquanto não for o imóvel reposto pelo locatário no estado e nas condições declaradas neste contrato e não lhe der o locador a respectiva quitação. IPC – FGV (índice de preços ao consumidor da FGV).pelo IPC – FIPE (índice de preços ao consumidor da FIPE). INPC/IBGE (índice nacional de preços ao consumidor). na exata proporção da variação acumulada (IGP – FGV Ìndice Geral de Preços). sofrerá um reajuste anual. Se futura legislação ou ato oficial. ou então. independentemente de qualquer aviso. IPA – DI/FGV (índice de preços no atacado disponibilidade interna da FGV). IGP – M/FGV (índice geral de preços do mercado da FGV). SEXTA – O prazo contratual é de 30 (trinta) meses. posturas municipais ou atraso de pagamento.

a fim de verificar se estão sendo cumpridas as obrigações contratuais. OITAVA – O locatário não poderá sem prévia e escrita autorização do locador: a) sublocar ou ceder. vistoriar o imóvel locado e suas dependências. DÉCIMA – O locatário obriga-se a entregar. b) salvo em caso de benfeitorias necessárias. permanentemente. NONA – O locatário se obriga a fazer. por si. a menos que a inutilização do imóvel tenha sido causada culposamente pelas locatário. DÉCIMA SEGUNDA – O presente contrato poderá ser rescindido. e) f) Infringir a cláusula décima do presente contrato.SÉTIMA – Ao término do prazo contratual. às suas expensas. sem indenização de parte a parte. empregados. por seu procurador. além de ficarem responsáveis pela completa indenização de todos os danos ocorridos. o silêncio das partes em caso de não celebração de novo contrato ensejará a continuidade do presente por prazo indeterminado. não tornando impossível a utilização do imóvel para 3 . com material de primeira categoria e perfeita mão-de-obra. No caso de incêndio ou qualquer sinistro que torne o imóvel imprestável para os fins a que se destina. ou por pessoa idônea e devidamente autorizada. no todo ou em parte o imóvel locado. nas mesmas condições declaradas na cláusula PRIMEIRA. no prazo de 48 (quarenta e oito horas). acréscimos. seus familiares. a critério do locador de pleno direito se o locatário cometer quaisquer das seguintes faltas. na época e na forma estabelecida neste contrato. ao locador qualquer intimação. continuará o locatário responsável pelo implemento de todas as cláusulas e condições do presente contrato. prepostos ou visitantes. notificação ou correspondência que. DÉCIMA PRIMEIRA – O locador. b) Realizar modificações ou benfeitorias sem consentimento prévio e escrito do locador. de modo a mantê-lo. demolições ou qualquer benfeitoria no imóvel locado. na forma da lei. Autorizada porventura a sublocação. fazer modificações. Se o incêndio ou o sinistro for apenas parcial. no todo ou em parte o imóvel locado. sejam por ele recebidas. o locatário sujeitar-se-á. c) Deixar de pagar o aluguel ou demais encargos da locação. d) Mudar a destinação da locação sem prévia e escrita anuência do locador. aviso. todos os consertos e reparos de que necessitar o imóvel locado. serviçais. quando julgar necessário. sem direito à indenização ou retenção por qualquer benfeitoria porventura realizada. endereçada ao imóvel ou a este. caso em que. poderá. às sanções previstas na cláusula décima-terceira. consideradas graves para todos os efeitos legais: a) Sublocar ou ceder. ainda.

observando o disposto na cláusula décima primeira. não cabendo ao locatário nenhuma indenização pela rescisão do contrato motivada pelo ato da autoridade pública. DÉCIMA OITAVA . o locatário continuará a cumprir o presente contrato. caso contrário serão descontados os valores utilizados para o restabelecimento da condição inicial do imóvel contida na cláusula primeira. calculado sobre o valor do mês em que se der a rescisão. agência XXXX da Caixa Econômica Federal em nome do locador. para fazer valer os seus direitos.O locatário deixará ao locador no momento da entrega das chaves o valor referente a 02 (dois) meses de aluguel em depósito como caução. tal como nele se contém e sem nenhuma interrupção. ainda. que será restituído ao término da locação corrigido pelo índice oficial de caderneta de poupança. pelas cláusulas e condições que entender devidas. a ser pago por depósito bancário na conta corrente de nº XXXXX-7. aliená-lo a terceiro. caso em que o locador receberá o preço da desapropriação. este pagará todas as despesas processuais.os fins a que ele se destina. salvo disposição diversa do locador. sem prejuízo das demais sanções legais ou contratuais porventura cabíveis e dos demais débitos do locatário em razão do contrato. g) No caso de desapropriação parcial ou total do imóvel locado. em qualquer tempo de vigência deste contrato. DÉCIMA TERCEIRA – A rescisão antecipada do presente contrato pelo locatário ensejará o pagamento ao locador de multa moratória no valor de 50% (cinqüenta por cento) do valor do somatório dos aluguéis vincendos não pagos até o final do contrato. na base de 20% (vinte por cento) sobre o valor da causa. DÉCIMA QUINTA – Por não convir ao locatário. a aquisição do imóvel ora locado. desde que o imóvel seja restituído nas condições físicas e jurídicas em que foi alugado. elegem as partes contratantes para dirimir as questões oriundas deste contrato o foro da situação do imóvel. bem como os honorários advocatícios do procurador do locador. DÉCIMA QUARTA – Se o locador.Em renúncia de quaisquer outros. ressalvado o direito de cobrança pelo locador do saldo remanescente não coberto pelo referido depósito e devendo o locatário o regular pagamento de seus encargos até a entrega das chaves. ser aplicada a correção monetária sobre o montante e juros de 1% (um por cento). em todos os seus termos. fica o locador desde logo autorizado a. tiver de demandar em juízo contra o locatário. DÉCIMA SÉTIMA . após consulta a este. por interesse social. 4 . devendo.

Rio de Janeiro. _________________________________________ (LOCADOR – XXXXXX . com duas testemunhas a tudo presentes.E por estarem assim justos e acordados.CPF XXXXX) _________________________________________ (LOCATÁRIO – XXXXX . 12 de janeiro de 2012.CPF XXXXXXX 5 .CPF XXXXX) TESTEMUNHAS: _________________________________________ XXXXXX .CPF XXXXXXX _________________________________________ XXXXXX . rubricam as cinco páginas e assinam a última que compõem o presente instrumento em suas duas vias de igual teor e para um só efeito.

CEP 20771-002. hidráulicas e sanitárias. apartamento 1306. para utilização na forma do contrato de locação firmado. instalações elétricas. Pilares. bloco 3. limpeza. do Senhor BRUNO NUNES MENDES. 12 de janeiro de 2012.267-70) 6 . SUZANETE DIAS DE BRITO CPF 012. Rio de Janeiro. o qual encontra-se em perfeito estado de conservação de pintura.332. Rio de Janeiro.RECIBO Recebi. as chaves do imóvel situado na Av Dom Hélder Câmara 6001. nesta data.

258. Rio de Janeiro. nesta data. o valor de R$ 3000. 12 de janeiro de 2012.287-21 7 . referente ao imóvel situado na Av Dom Hélder Câmara 6001. apartamento 1306. BRUNO NUNES MENDES CPF 054.RECIBO Recebi. como caução em razão do contrato de locação firmado. bloco 3. CEP 20771-002.00 (três mil reais). da Senhora SUZANETE DIAS DE BRITO. equivalente a dois meses de aluguel. Pilares. Rio de Janeiro. na forma da cláusula décima sétima do referido contrato.

da Senhora SUZANETE DIAS DE BRITO. BRUNO NUNES MENDES CPF 054. Rio de Janeiro. doze cheques pós datados no valor de R$ 1500. 12 de janeiro de 2012. referente ao imóvel situado na Av Dom Hélder Câmara 6001. como pagamento em razão do contrato de locação firmado. apartamento 1306. CEP 20771-002.258. bloco 3. Rio de Janeiro. a serem creditados nas respectivas datas anotadas nos títulos apenas em caso de não pagamento do valor mensal do aluguel na forma estipulada na cláusula segunda do referido contrato.00 (mil e quinhentos reais) cada. nesta data.287-21 8 . Pilares. equivalentes a doze meses de aluguel.RECIBO Recebi.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful