P. 1
ACIDENTE DO TRABALHO Conceito Tecnico e Legal

ACIDENTE DO TRABALHO Conceito Tecnico e Legal

|Views: 5.020|Likes:
Publicado porJoao Liria

More info:

Published by: Joao Liria on Jun 14, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/28/2012

pdf

text

original

ACIDENTE DO TRABALHO DEFINIÇÃO LEGAL E TÉCNICA

DEFINIÇÃO DE ACIDENTE DO TRABALHO Há três aspectos a considerar: • Do ponto de vista legal • Do ponto de vista técnico • Conceito de Incidente crítico A) DO PONTO DE VISTA LEGAL “Acidente do trabalho é aquele que ocorre pelo exercício do trabalho, a serviço da empresa, provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte, a perda ou redução, permanente ou temporária, da capacidade para o trabalho”. Obs: Esta conceituação gera direitos trabalhistas ao trabalhador segurado EQUIPARAM-SE AO ACIDENTE DO TRABALHO: 1) O acidente ligado ao trabalho que, embora não seja a causa única, haja contribuído diretamente para a morte, redução ou perda, ou produzindo lesão que exija atenção medica para a recuperação do segurado. EQUIPARAM-SE AO ACIDENTE DO TRABALHO: 2) O acidente sofrido pelo segurado, no local e no horário de trabalho, em consequência de: • Agressão sabotagem ou terrorismo, praticado por terceiros ou companheiro de trabalho; • Ofensa física intencional, inclusive por terceiro, por motivo de disputa relativa ao trabalho; • Ato de imprudência, negligência ou imperícia de terceiros ou companheiro de trabalho; • Ato de pessoa privada ou do uso da razão; • Desabamento, inundação, incêndio e outros casos fortuitos ou decorrentes de forca maior.

B) DO PONTO DE VISTA TÉCNICO “Acidente do trabalho é toda ocorrência. constante da relação elaborada pelo Ministério do Trabalho”.-Obs. EQUIPARAM-SE AO ACIDENTE DO TRABALHO 3) Doença (profissional ou do trabalho) proveniente de contaminação acidental do empregado no exercício do trabalho. • Na prestação espontânea de qualquer serviço à empresa para lhe evitar prejuízo ou lhe proporcionar proveito. quando financiada por esta. independentemente do meio de locomoção utilizado. inclusive de propriedade do segurado (acidente “in itinere” ou de trajeto). ainda que fora do local e horário de trabalho: • Na execução de ordem ou na realização de serviços sob autoridade da empresa.2) Doença do Trabalho “É aquela adquiria ou desencadeada em função de condições especiais em que o trabalhado é realizado e com ele se relacione diretamente. 3. do qual possa resultar danos físicos ou a morte do trabalhador e/ou danos materiais ou econômicos à empresa”. o nexo causal (relação causa e efeito) não é presumido. é qualquer interferência que interrompa o andamento normal do processo de trabalho. Nesta definição o nexo causal (relação causa e efeito) é presumido.: a automutilação (atitude dolosa ou intencional) não é considerada Acidente de Trabalho. não programada. a serviço da empresa. 3. qualquer que seja o meio de locomoção. Nesta definição. que interfere ou interrompe o andamento normal do trabalho.1) Doença Profissional “É aquela produzida ou desencadeada pelo exercício do trabalho peculiar a determinada atividade e que conste de relação elaborada pelo Ministério do Trabalho”. inclusive veículos de propriedade do segurado. é questão de prova tem que provar. • No percurso da residência para o local de trabalho ou deste para aquele. . inclusive para estudo. • Em viagem. EQUIPARAM-SE AO ACIDENTE DO TRABALHO 4) O acidente sofrido pelo segurado. Em resumo. dentro de seus planos para melhor capacitação da mão de obra.

: Esta conceituação não gera direitos trabalhistas ao trabalhador. poderia resultar em danos físicos ou à morte do trabalhador e/ou danos . “Análise dos Modos de Falhas e Efeitos”. Doença causal (perícia)  quem determina o nexo causal é o ambiente do trabalho. Terrorismo é considerado acidente de trabalho. para tanto.materiais ou econômicos à empresa”. então.Obs. Os incidentes são também chamados: quase acidentes. Engenheiro determina nexo causal cuida do indivíduo. DORT não tem CID .: O engenheiro tem que determinar as causas. por ex: a pessoa ser seqüestrada. C) CONCEITO DE INCIDENTE CRÍTICO “Incidente crítico. antes da ocorrência de um acidente e. suas causas devem ser conhecidas e eliminadas. Acidente e acidentado Prática da analise critica da leitura A função da lei é dar assistência ao acidentado. Doença profissional (perícia) e Doença do trabalho (demanda) Não há diferença entre doença profissional e doença do trabalho (tecnicamente somente para o INSS que há a diferença de nomes para classificar. ou simplesmente incidente é qualquer ocorrência não programada que. a partir da analise de falhas. OBS. Os incidentes ocorrem inúmeras vezes. chama-se FMEA “Failure Mode and Effects Analisys”. por circunstância algo diferente. Uma das técnicas mais valiosas. ou seja. O que é exercício do trabalho? R: é o registro na carteira e o seguro do trabalho (decorrer vinculo empregatício) que é o registro em carteira ou contrato de trabalho.

Prevenção e correção são medidas.LER tem CID Manutenção é feita para não gerar acidentes. GABARITO 1) B 2) C 3) C 4) B 5) C 6) C 7) E 8) E 9) E 10) C 11) E 12) E 13) E 21) E 22) C 23) E 24) E 25) E 26) C 27) C 28) E 29) E 30) D 31) C 32) B 33) A 15) 34) E C 35) A 16) C 36) C 17) C 37) A 18) C 38) D 19) 39) E C 40) D 20) C 41) E 42) C 43) A 44) E 45) A 46) B 47) C 48) A 50) A 51) B 52) B 53) B 54) C 55) B 56) D 57) D 58) E 59) D 60) E 61) D 62) B 63) A 64) A 65) D 66) B 67) A 68) D 69) B 70) B 71) C 72) C 73) V 74) B 75) E 76) E 77) C 78) A 79) A 80) D 81) C 82) C 83) D 84) A 85) C 86) B 87) D 88) C 89) C 90) D 91) E 93) C 94) C 95) E 96) A 97) C 98) B 99) E 100) E 101) E 102) C .

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->