P. 1
Transcrição de DNA em procariontes e eucariontes2

Transcrição de DNA em procariontes e eucariontes2

|Views: 2.913|Likes:

More info:

Published by: Everton Paschoal Antoniel on Jun 15, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPTX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/02/2013

pdf

text

original

TRANSCRIÇÃO

DO

DNA

RELAÇÃO ENTRE GENES E PROTEÍNAS
 

O gene é a unidade fundamental da hereditariedade. Cada gene é formado por uma seqüência específica de ácidos nucleicos, que está associada com funções reguladoras e funções codificantes. Assim o gene que codifica para uma determinada proteína tem a sequência de bases que codifica para essa proteína - portanto a relação entre o gene e a proteína é a de codificar. De forma mais clara, a 'fórmula' da proteína está escrita no gene. Cada gene é a receita de uma proteína. Então o RNA, copia a fórmula, leva para fora do núcleo onde será fabricada a proteína com base nele.

ASPECTOS GERAIS DA TRANSCRIÇÃO GÊNICA
 Transcrição

é a síntese de RNA a partir de moléculas de DNA que servem como modelo.
síntese é produzida pela união entre si dos nucleotídeos que se alinham de acordo com a ordem marcada pelos nucleotídeos complementares presentes no DNA.

A

ASPECTOS GERAIS DA TRANSCRIÇÃO GÊNICA

As uniões fosfodiester entre dois nucleotídeos são catalisadas por enzimas especificas chamadas RNA polimerase - um complexo enzimático composta de várias subunidades e que realiza a polimerização do RNA a partir de um molde de DNA.

A subunidade sigma (s) da RNA polimerase é fundamental para o reconhecimento específico da região promotora. Ela, juntamente ao cerne da enzima, desliza ao longo do DNA à procura do promotor, não precisando desenrolar a dupla hélice nem ligar-se e desligar-se a ela repetidamente. Esse fato garante uma maior velocidade ao processo de identificação do promotor que, então, inicia a transcrição. Depois que alguns nucleotídeos são sintetizados, a subunidade sigma dissocia-se do complexo enzimático que, auxiliado por vários fatores de alongamento, completa a síntese da molécula de RNA

ASPECTOS GERAIS DA TRANSCRIÇÃO GÊNICA
Esse processo ocorre em três etapas principais, cada um contendo fatores específicos:

Inicio Alongamento Termino

PROCARIONTES X EUCARIONTES

PROCARIONTES X EUCARIONTES

Enquanto nas procariontes todos os genes são transcritos por uma única RNA polimerase, as células eucarióticas contêm múltiplas RNA polimerases diferentes que transcrevem classes distintas de genes.
Nas células eucariotas o transcrito primário (RNA inicial) sofre, processamentos. Nas celulas procariotas o transcrito primário sofre pouco ou nenhum processamento após sua síntese.

PROCARIONTES X EUCARIONTES

A transcrição em eucariontes é bem mais complexa que em procariontes. Nos eucariontes a transcrição ocorre no núcleo, enquanto a tradução ocorre no citoplasma. Já nos procariontes tal separação celular não existe, sendo os dois processos muito bem acoplados no espaço. A separação temporal e espacial desses dois processos nos eucariontes permite a eles uma melhor regulação da expressão gênica.

TRANSCRIÇÃO EM EUCARIONTES
Os eucariontes possuem três tipos (RNA polimerase I, II e III) desta enzima que diferem-se em:

Localização
de molde

 Especificidade

Susceptibilidade a inibidores

TRANSCRIÇÃO EM EUCARIONTES
Tipo de RNA polimerase Localização Transcritos celulares Efeito da a-amanitina

I

Nucléolo

rRNA 18S, 5,8S e 28S

Insensível

II

Nucleoplasma

mRNA e snRNA

Fortemente inibida

III

Nucleoplasma

tRNA e rRNA 5S

Inibida

por

altas

concentrações

PROCESSAMENTO DO RNA EM CELULAS EUCARIONTES
O processamento são as alterações sofridas pelo transcrito primário antes de ser exportado para o citoplasma.


Procariontes:
Após a transcrição, o RNA resultante é chamado de transcrito primário. Os transcritos primários de RNA mensageiro (mRNA), em procariontes, sofrem pouco ou nenhum processamento após sua síntese e, em geral, são traduzidos ainda durante a sua produção.


Eucariontes:
Nos eucariotos, o transcrito primário necessita de algumas alterações para adquirir maior estabilidade e caracterizar a molécula de RNA que irá para o citoplasma ser traduzida. O conjunto dessas alterações necessárias é chamado de processamento do RNA.

PROCESSAMENTO DO RNA EM CELULAS EUCARIONTES
 Splicing:

O "splicing" consiste na remoção de fragmentos de um RNA recém-sintetizado. Esses pedaços removidos são chamados de íntrons e os pedaços que persistem no RNA maduro são chamados de éxons. exclusivo dos mRNA: adição em suas extremidades 5’ e 3’ de duas estruturas, chamadas cap e poli A.

 Processamento

DISCENTES:
Andjilla Akiyko Hara R.A: 80516  Everton Paschoal Antoniel R.A: 77726

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->