P. 1
O QUE SÃO ELEIÇÕES

O QUE SÃO ELEIÇÕES

|Views: 44|Likes:
Publicado por Prof. Elicio Lima
Nos países democráticos as eleições se realizam em três âmbitos: Eleição Municipal: Vota-se em representantes para vereadores na assembleia legislativa e no prefeito para governar o município. Eleição Estadual: Vota-se nos deputados que representam os estados e em governadores para governar o Estado. Eleições Federais: Vota-se nos deputados e senadores que representaram seu Estado no congresso nacional, e vota também para presidente da república.
Palavras- chave: democrático, eleições, república, representantes, Estado.
Nos países democráticos as eleições se realizam em três âmbitos: Eleição Municipal: Vota-se em representantes para vereadores na assembleia legislativa e no prefeito para governar o município. Eleição Estadual: Vota-se nos deputados que representam os estados e em governadores para governar o Estado. Eleições Federais: Vota-se nos deputados e senadores que representaram seu Estado no congresso nacional, e vota também para presidente da república.
Palavras- chave: democrático, eleições, república, representantes, Estado.

More info:

Published by: Prof. Elicio Lima on Jun 19, 2012
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/19/2012

pdf

text

original

1

O QUE SÃO ELEIÇÕES1 WHAT ARE THE ELECTIONS? ¿CUÁLES SON LAS ELECCIONES
Nos países democráticos as eleições se realizam em três âmbitos: Eleição Municipal: Vota-se em representantes para vereadores na assembleia legislativa e no prefeito para governar o município. Eleição Estadual: Vota-se nos deputados que representam os estados e em governadores para governar o Estado. Eleições Federais: Vota-se nos deputados e senadores que representaram seu Estado no congresso nacional, e vota também para presidente da república. Palavras- chave: democrático, eleições, república, representantes, Estado.

Elicio Gomes lima: In democratic countries the elections were conducted in three areas: Municipal Election: Vote on city council representatives to the legislature and the mayor to govern the city. State Election: Vote on the members representing the states and governors to rule the state. Federal Elections: Vote on the deputies and senators who represented his State in the national congress, and also vote for president. Keywords: democratic elections, the republic, representatives, state. En los países democráticos las elecciones se llevaron a cabo en tres áreas: Elecciones Municipales: Votación sobre la ciudad los representantes del Consejo de la legislatura y el alcalde de gobernar la ciudad. Estatal de Elecciones: Votación sobre los miembros que representan a los estados y gobernadores para gobernar el estado. Federal Electoral: Votación de los diputados y senadores que representaban a su Estado en el Congreso Nacional, y también votar por el presidente. Palabras clave: elecciones democráticas, de la república, representantes, del Estado.
Mestre em Educação pela UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas/SP. Professor convidado do UNASP-EC – Centro Universitário Adventista de São Paulo e docente efetivo da rede pública Estadual e Municipal de São Paulo. Contato: elicio.lima@bol.com.br.

1

“O QUE SÃO ELEIÇÕES” – Carlos Lungarzo.

2

O QUE SÃO ELEIÇÕES2

ORIGEM E HISTÓRIA.3
Eleger ou escolhe – eleger optar por um candidato e sua proposta de governo entre vários partidos e varias propostas. Com respaldo em melhorar o país. Eleição e voto: distinção- votar em um conjunto de leis,estrutura ou forma de governoEleição- optar por um candidato de acordo com a visão do eleitor. Nos países democráticos, as eleições para autoridades ou representantes são realizadas por meio do voto. Todo cidadão maior de 18 anos tem o direito a voto, no Brasil, a partir de 16 anos o voto é facultativo. Soldados não votam (manipulado). Eleições e direito de voto: O voto e as eleições foram conquistados através de muitas lutas- descriminação de negros, escravos, analfabetos, mulheres e pobres era negado o direito ao voto. Com o decorrer do tempo os trabalhadores conseguem o direito de votar, mas este estava atrelado ao coronelismo- ao caciquismo e ao patronato, por ser voto aberto (os poderosos coagiam). Nos países democráticos as eleições se realizam em três âmbitos: Eleição Municipal : Vota-se em representantes para vereadores na assembléia legislativa e no prefeito para governar o município. Eleição Estadual: Vota-se nos deputados que representam os estados e em governadores para governar o Estado. Eleições Federais: Vota-se nos deputados e senadores que representaram seu Estado no congresso nacional, e vota também para presidente da república.

2 3

“O QUE SÃO ELEIÇÕES” – Carlos Lungarzo. Referente ao capítulo I

3 HISTÓRIA DAS ELEIÇÕES

Teve ínicio na Grécia. Aproximadamente no século VIII antes de cristo. Os militares foram os primeiros a fazerem uso da eleição, dessa forma e sobre a influência militar a eleição se transformou em uma prática política.

Grécia democracia primitiva: Século VIII Licurgo um cidadão Grego intelectual elabora a primeira constituição-Legislação Grega, que passa para o âmbito político.

Sólon- um dos sete sábios da Grécia reestrutura as idéias propostas por Licurgo, estabelecendo, quem tinha direito a voto e quem não tinha.(Voto secreto sugere). Idade média igreja emprega o sistema de votação para escolher seus lideres Feudalismo não pode dizer que houve processo real de votação a nobre apoiava o rei. Absolutismo o rei detinha toda autoridade – conflitos em função da grande opressão domínio pela força. Revolução francesa , o parlamento na Inglaterra foi a base para a formação de um sistema que mais tarde seria denominado democrático no sufrágio universal.

4 ELEIÇÕES DIRETAS E INDIRETAS4

Eleições indiretas – escolha de um representante que vota na assembléia em nome de seus eleitores para eleger um candidato a cargo publico. Eleições diretas- vota –se diretamente em um candidato para uma função publica, as eleições podem ser em um ou dois tornos.

Eleição legislativa: vota-se em uma lista que pertence a um partido, isso permitiu a união de partidos frente única para neutralizar chapas majoritária.

Voto proporcional: uma forma de impedir que uma chapa mantenha maioria, dificultando que surjam minorias representadas. Neste caso de acordo com as votações as minorias podem ser proporcionalmente representadas pelos votos recebidos de seus candidatos, como direito de cadeira na assembléia.

Duas formas democráticas de eleições presidenciais:

forma parlamentar: Sistema

inglês. Escolha do primeiro ministro pelo congresso, a força de decisão centra-se no parlamento. Forma Republicana: Sistema francês, voto direto para escolher o presidente do país em dois tornos.

4

Referente ao capítulo II pagina 45 em diante.

5 AS ELEIÇÕES NO BRASIL5

Análise do período recente

Teve origem no sistema eleitoral português de monarquia absoluta. ressalva: mesmo neste sistema havia a votação para prefeito de província, baseado no poder econômico- “Conselho dos notáveis” voto para pessoas maiores de 18 anos estabelecido de acordo com as condições econômicas dos eleitores ricos ou sua posição militar.

1821- Eleições de constituintes que deveriam representar a colônia em Portugal. 1824 – Começa a ter vigência a constituição do império no Brasil – implantada eleições indiretas votos em dois tornos- eleitores cidadãos maiores e de alto poder financeiro.(Processo excludente)

Os tempos modernos – voto para todos os homens maiores de 18 anos, porem, mesmo neste processo voto ao público feminino, aos militares e aos analfabetos eram negados. 1934 – Liberado o voto feminino no governo Washinton Luiz , os analfabetos continuaram excluídos . 1933 - Introduzido na constituição de 16 de Junho o caráter do voto secreto um grande avanço para o processo democrático. Depois do período vargismo- 1945 eleições livres pelo voto- eleito o presidente Getúlio Vargas.

5

Referente ao capítulo III página 62 em diante.

6 1946- Modificações na constituição o voto seria universal e secreto para maiores de 18 anos- os analfabetos continuavam excluídos e os militares de baixa patentes. Em 1950 Vargas eleito novamente por eleições livres, em 1964 Jânio Quadros é eleito e renuncia o poder 1964 – golpe militar que perduraria por vinte anos – limitação do poder do congresso, eleições livres para deputados e vereadores. Os militares designavam os presidentes da republica, ou seja impunham. (militares vias de negociação com tentativa de legitimizar suas decisões).

As eleições em tempo de milagre:

Após o golpe militar até a abertura política e antes da eleição do presidente Fernando Collor de Mello os militares impunham o presidente da república que normalmente seria um membro do alto escalão do exército. Para garantir a legalidade de suas decisões criam mecanismos de negociações que visam a legitimação que autorizava o executivo a tomar decisões extraordinária. Dessa forma o poder executivo estabelece normas que torna legal os atos do poder dirigido pelos militares: O ato institucional 1 (AI –1) determina o voto indireto para presidente, votado pelo congresso. O ato institucional 2 reduz os partidos para apenas dois –Aliança Renovadora Nacional, partido de sustentação dos militares e o Movimento Democrático Brasileiro, “oposição ao governo”.

1969 – O país é governado por uma junta provisória de militares (Rademarker, Tavares, e Mello), foi quanto o Brasil mais se aproximo de uma ditadura ao estilo de outros países da América latina. 1969 – É eleito Médici pelo alto comando do exército e aceito pelo congresso . 1974 Geisel chega a presidência consciente da impossibilidade de governar só pela repressão, começa um processo muito vagaroso mais contínuo de volta a 1967- Eleito pelo congresso o presidente Castelo Branco.

7 democracia. Junto com o relaxamento das medidas de força aparece um novo esquema de eleição para presidente da república – o colégio eleitoral. Em 1978 eleito Figueiredo – que com o avanço da oposição e o surgimento de movimentos sociais aceita a abertura política a volta da democracia.

Enfim devido a forte pressão ao sistema militar de governo os partidos de oposição conseguem eleger um candidato, Tancredo Neves, eleito indiretamente pelo congresso nacional, que morre após ser eleito em 21 de Abril 1985, seu vice- presidente José Sarney assume o governo em 15 de março de 1985 com a promessa de convocar a Assembléia Nacional Constituinte e eleições diretas e livres em 15 de Novembro de 1989.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->