Você está na página 1de 3

Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Cincia da Informao Sarah Santos de Oliveira Introduo Informtica B1 Professor: Antnio Mendes

es Ribeiro

mais proativo, investindo em formao para fazer face s necessidades dos utilizadores da biblioteca, mas tambm ter um papel reflexivo das suas prticas e promover a auto-avaliao da biblioteca, para estabelecer um plano de ao para as melhorias

Bibliotecrio 2.0

que surgirem como necessrias. O bibliotecrio deve ser parte ativa

Com a mudana de paradigma com o desenvolvimento das tecnologias, o papel das bibliotecas e dos bibliotecrios tinha necessariamente que se alterar e evoluir para acompanhar os tempos.

nessas melhorias, incentivar e auxiliar os pares para a mudana e saber resistir s energias contra. Site: Scribd http://pt.scribd.com/doc/34627893/ Manifesto-da-Internet-eBibliotecario-2-0 O site contm uma reflexo sobre

Questes 1. Como a biblioteca e o bibliotecrio 2.0? As bibliotecas devero disponibilizar os recursos e os servios que os utilizadores precisam e querem independentemente do formato. O bibliotecrio dever ter, depois deste manifesto, um papel muito

"O Manifesto da IFLA sobre a Internet" e ao mesmo tempo, cruzando as informaes com o "Manifesto do Bibliotecrio 2.0".

3. Para que serve a biblioteca 2.0: A biblioteca 2.0 tem como objetivo conectar as inteligncias. 2. Em relao s mudanas da biblioteca, qual a posio do bibliotecrio 2.0? O bibliotecrio 2.0 reconhece que as bibliotecas mudam lentamente e trabalha juntamente com os colegas para empenhar responsabilidade nas mudanas. Site: You tube http://www.youtube.com/watch?v=Y j1p0A8DMrE O vdeo contm o Manifesto do Bibliotecrio 2.0 e os princpios que o mesmo deve preconizar. Site: Blog de Fabiano Caruso http://fabianocaruso.com/reescreve ndo-as-leis-de-ranganathan/ A postagem do blog tem o propsito de reescrever as Leis de Ranganathan adaptando-o a atualidade.