Você está na página 1de 1

OXUM, SENHORA DA RIQUEZA NARRA este odu que havia, naquele tempo, uma modesta moa que sempre

se gabava de viver na sua simplicidade constante e que se chamava Oxum. Mas tinha empregado todos os esforos para ter sussesso na vida. Como devia ser de convenincia prpria , resolveu procurar a casa da pessoa entendida na matria. Dito e feito. Chegando l , mandaram-lhe levar o eb, a fim de melhorar sua situao. Mandaram-lhe levaro eb para a casa de Oxal e pedir em voz alta, o que queria, pois assim obteria tudo. Ao chegar em casa de Oxal, comeou a maldizer dele. Como que ela conseguiria o que precisava, se dizem ser Oxal um perverso "de marca maior". Assim, abalou toda a cidade de onde corriam as pessoas para ouvirem o honesto av chorar de humildade. Ele no podia continuar como rei do povo diante daquela desmoralizao provocada por Oxum. Nesse nterim, chega aos ouvidos de Oxal e todos seus amigos aconselharam-no a dar tudo que a rapariga queria, contanto que deixasse de rogar praga. Diante da insistncia de seus ntimos, fez vir a sua presena a tal moa e mandou lhe dar tudo que estava ao seu alcance. Assim, ficou Oxum Senhora de toda fortuna mais do que outra qualquer santa mulher.